As 10 novelas mais cortadas no Vale a Pena Ver de Novo

Texto de Ricardo

Vocês devem ter uma ideia de algumas novelas que aparecerão na lista, mas vocês sabem quantos capítulos da versão original foram condensados nessas reprises? Então, vamos lá!

BARRIGA DE ALUGUEL (1990/91)

barrigadealuguel

O dramalhão de Glória Perez que fez sucesso entre o público e gravou seu nome na história da teledramaturgia brasileira, foi reapresentado no Vale a Pena Ver de Novo a partir de junho de 1993, exatos 2 anos após seu término. A trama protagonizada por Cláudia Abreu, Cássia Kiss Magro e Victor Fasano teve seus longos 243 capítulos reduzidos em 90, sendo assim, foi condensado o assustador número de 153 capítulos. E ganha o título de novela com a maior diferença de capítulos entre a versão original e a reprise da lista.

FELICIDADE (1991/92)

felicidade

Ao contrário da primeira colocada, a novela de Manoel Carlos também exibida no início dos anos 90 ganhou sua reprise quase 6 anos depois do seu fim, já no final da década, em fevereiro de 1998. A reapresentação, de certo, não vingou e foi drasticamente reduzida de 203 capítulos para 55, ficando no ar até o final de abril. A novela que tinha Maitê Proença como Helena teve uma diferença de 148 capítulos entre as duas exibições, ganhando a 2ª colocação na lista.

RODA DE FOGO (1986/87)

rodadefogo

A novela de Lauro César Muniz é a com menos capítulos da história do programa, num compacto de 35 capítulos dos 179 originais. Segunda novela das 20h apresentada na faixa vespertina, quebrando um jejum de 6 anos desde “Água Viva”. Reprisada entre maio e julho de 1990, durante a copa do mundo, muitos atrelam este como o principal motivo dos cortes de 144 capítulos da trama protagonizada por Tarcísio Meira e Bruna Lombardi, que é a 3ª colocada da lista.

FORÇA DE UM DESEJO (1999/2000)

forçadeumdesejo

Elogiada pela crítica, mas um fracasso no ibope. A novela de Alcides Nogueira e Gilberto Braga, encabeçada por Malu Mader e Fábio Assunção nos papéis principais, ganhou uma segunda chance, voltando a dar o ar de sua graça nas tardes de 2005. Porém, não fez exceção a sua primeira exibição e amargou na audiência novamente. Mas ao contrário do passado em que foi esticada até longuíssimos 226 capítulos, foi reduzida a mais da metade na reapresentação, encerrando com 100 capítulos e tendo 126 condensados. Ganha a 4ª posição na lista.

SETE PECADOS (2007/08)

setepecados

A novela de Walcyr Carrasco não fez sucesso na primeira apresentação, tampouco na segunda, derrubando os índices da sessão que já vinham cambaleados com a reprise anterior, o remake de “Sinhá Moça”. A trama em que Priscila Fantin vivia uma protagonista dúbia, voltou 2 anos depois do fim, com 83 capítulos dos 209 originais, tendo 125 eliminados e cravando a 5ª posição na lista.

AS TRÊS MARIAS (1980/81)

astresmarias

Novela problemática de Wilson Rocha que foi substituído por Walther Negrão ainda no primeiro mês de exibição, teve uma passagem relâmpago no programa em 1982, 1 ano e 3 meses após o final. Na trama em que Glória Pires, Maitê Proença e Nádia Lippi viviam “as três Marias”, foram cortados 121 capítulos, fechando a reprise com 40 capítulos de 161 apresentados originalmente. É a 6ª colocada da lista.

BEBÊ A BORDO (1988/89)

bebeabordo

Sucesso do autor Carlos Lombardi no final dos anos 80, voltou nas tardes no início da década seguinte, em 1992. Mas dessa vez as encrencas em que a protagonista Ana (Isabela Garcia) se metia não renderam os 209 capítulos da primeira exibição, pelo contrário, o resultado final da reprise foram 90 capítulos, 119 reduzidos. É a 7ª novela mais cortada da lista.

TERRA NOSTRA (1999/2000)

terranostra

Trama de Benedito Ruy Barbosa que começou com boa repercussão, mas no decorrer se desgastou e acabou sofrendo duras críticas dos telespectadores, teve seu repeteco cerca de 4 anos depois do término, em 2004. Porém o romance dos imigrantes italianos Matteo (Tiago Lacerda) e Giuliana (Ana Paula Arósio) não deixou saudades e foi mal no ibope, tendo 115 capítulos condensados. A reprise finalizou com 106 capítulos de 221 apresentados originalmente.

TROPICALIENTE (1994)

tropicaliente

Divide com “Terra Nosta” a 8ª colocação com a mesma diferença de 115 capítulos entre as duas exibições. A novela de Walther Negrão fez sucesso entre o público jovem e eternizou as belíssimas paisagens do Ceará na memória dos telespectadores. Em 2000 ganhou sua reprise, mas o morno romance dos protagonistas Ramiro (Herson Capri) e Letícia (Sílvia Pfeifer) não prendeu os telespectadores em frente à televisão nas tardes e a audiência caiu, tendo seus 194 capítulos drasticamente cortados para 79.

FERA FERIDA (1993/94)

feraferida

A novela de Aguinaldo Silva, Ana Maria Moretzsohn e Ricardo Linhares não repetiu o sucesso da primeira exibição na reapresentação, derrubando a audiência do programa em 1997. Sendo assim, a trama protagonizada por Edson Celulari e Giulia Gam sofreu cortes e encerrou a reprise com 105 capítulos, curiosamente também são 105 capítulos que difere a reprise do número de capítulos originais, 210. Fecha a lista conquistando a 9ª posição.

47 thoughts on “As 10 novelas mais cortadas no Vale a Pena Ver de Novo

  1. Eu tinha conhecimento da maioria das novelas das lista, sobre os cortes que sofreram, mas não sabia da quantidade de capítulos que foram condensados de cada novela. Ótimo texto. 😀

    Curtido por 3 pessoas

  2. Fera Ferida, um embute desses, ai eu me decepcionei muito com esse folhetim no Viva, esperava bem mais.

    Até hoje não entendo o fracasso de Felicidade, única reprise do Maneco que fracassou.

    Força De Um Desejo um luxo injustiçado daqueles, eu acompanhei a reprise em 2005, e gostei tanto.

    Barriga de Aluguel quando deu no Viva, assistí alguns dias, mas deu para ver que tinha um ritmo lento, talvez por isso fracassou.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Gente, amei a matéria. Adoraria ver essas edições relâmpagos atualmente, tenho verdadeiro pavor de reprises grandes. 100 caps devia ser o teto, fato. Parabéns pelo texto, ficou ótimo amg. Volte com mais posts assim, bjs.

    Curtido por 2 pessoas

    • Ela e Pé na Jaca tiveram a mesma média e foram exibidas na mesma época, não houve diferença nenhuma de público. Ambas não são consideradas sucesso.

      Curtido por 1 pessoa

  4. Barriga de Aluguel teve uma reprise cerca de 63% mais curta que a exibição original.
    Felicidade 73%
    Roda de Fogo 80%
    Força de um Desejo 56%
    Sete Pecados 60%
    As Três Marias 75%
    Bebê a Bordo 57%
    Terra Nostra 52%
    Tropicaliente 59%
    E Fera Ferida, a metade.

    Numericamente falando, Barriga de Aluguel realmente foi a reprise mais picotada do VPVN. Mas, proporcionalmente falando, ela ocupa a quarta posição. Mas esse tipo de proporção é tão relativo que na verdade nem dá pra levar em conta.

    #MomentoDivulgaçã1: https://audienciadatvmix.wordpress.com/2016/08/02/mundos-opostos-capitulo-02/

    Curtido por 1 pessoa

  5. Só uma correção. Força de um Desejo não foi um fracasso na reprise. Muito pelo contrário, surpreendeu. A edição foi feita em razão de deixar a trama mais atrativa, o que, de fato, deu certo.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s