Diva – Episódio 03

Diva - 3

EPISÓDIO 03: ENCONTROS E DESENCONTROS
CENA 01: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE JEAN E FÁBIA/INT./TARDE
 
Jean e Fábia estão sentados no sofá. Eles conversam sobre a vaga de emprego no Mix.
 
FÁBIA – Trabalhar? Mas nem morta!
JEAN – Mas essa é a sua chance, Fábia!
FÁBIA – Chance de quê? Não vejo vantagens… seu patrão é novo e dotado, pelo menos?
JEAN – Não, é uma mulher… Que horror, você só pensa em sexo.
FÁBIA – Sexo é vida! Ame mais, viva mais!
JEAN – Tá ganhando quanto pelo merchan? Enfim, é uma grande oportunidade de trabalho.
FÁBIA – Se for pra trabalhar, eu prefiro ser prostituta, receber fazendo o que eu mais gosto.
JEAN – Prostitutas não estão lá porque gostam, mas sim porque não têm outra opção.
FÁBIA – Pois eu seria a primeira a trabalhar porque gosto. Não é legal?
JEAN – Enfim… amanhã será a seletiva de emprego e você vai comparecer, nem que eu tenha que te levar amarrada. Tudo bem que você recebe pensão do seu pai, mas você precisa trabalhar.
FÁBIA – Mas—
JEAN  Sem mais, Fábia. Amanhã, pela manhã, no Mix.
FÁBIA – Eu tenho outra opção?
JEAN – Não!Jean se levanta do sofá e vai para o seu quarto, deixando Fábia sozinha na sala.

CENA 02: NOS SONHOS DE PAULO…

 
Paulo se encontra com Bruno, o homem com quem marcou de se encontrar hoje. Paulo se excita ao ver Bruno com uma fantasia erótica de policial e se aproxima dele, com a mão na altura das pernas dele.
 
PAULO (malicioso) – Esse é o seu cassetete, meu policial?
BRUNO (malicioso) – Quer apanhar dele?
PAULO – Quero que você faça o que quiser comigo com ele…
 
Bruno agarra Paulo. A imagem vai ficando turva.
 
CENA 03: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE BRUNA E PAULO/INT./TARDE

Bruna balançava Paulo para que ele acordasse.

 

BRUNA – Paulo? Paulo! Anda, Paulo!
PAULO (sonhando) – Mais forte…
 
Bruna estranha a resposta de Paulo e resolve balançá-lo mais forte.
 
PAULO (sonhando) – Vai… mais forte…
BRUNA – Que isso?
 
De repente, Paulo acorda, assustado.
 
BRUNA – Sonhos eróticos?
PAULO – Sim. Eu sonhei com o Bruno.
BRUNA – Devia ter suspeitado… enfim, você soube se alguém morreu nesse prédio, Paulo?
PAULO – Não, por quê?
BRUNA – Por nada…
 
Bruna se afasta de Paulo.
CENA 04: MANSÃO DE DANIELA/FACHADA/EXT./TARDEImagens da fachada da mansão de Daniela. Está anoitecendo.

CENA 05: MANSÃO DE DANIELA/SALA/INT./NOITE

Daniela desce as escada arrumada para sair. Jorge está limpando alguns objetos da estante. Daniela vai em direção a porta com a chave do carro.

 

JORGE – Vai sair? Aonde vai?
DANIELA – Pra casa do Noé Dassu Aconta.
JORGE – Mas você não conhece nada aqui…
 
Daniela bufa de raiva com a insistência e ingenuidade de Jorge.
 
DANIELA – Ai, querido, pra que você acha que existe GPS? E outra, não é porque eu acabei de chegar do México que eu não sei andar no Brasil.
JORGE – Mas você não disse ao seu irmão Aurélio que não sabe andar por São Paulo?
DANIELA – Escutando conversa atrás da porta…
JORGE – Foi sem querer…
 
Daniela se controla, respira fundo e sai de casa, deixando Jorge sozinho na sala. Ele, então, volta à faxina.
 

CENA 06: PRÉDIO GLAMOUR/CORREDOR/INT./NOITE

Augusto e Bruna estão discutindo no corredor.
 
BRUNA – Você tem que tomar alguma providência!
AUGUSTO – Tá me achando com cara de presidente da República? Não tenho culpa se você se incomoda com tudo…
BRUNA – Sabia que eu posso meter um processo no meio da sua cara?
AUGUSTO – Boa sorte. Duvido que algum advogado queira defendê-la nos tribunais. Como diria a minha tia avó, veneno de cobra pra mim é drink, sua rameira!
 
Bruna pensa em rebater, mas não o faz. A porta do elevador se abre para a saída de Paulo, que se aproxima de Betina.
 
PAULO – Já estou indo miga, me deseje uma boa noite.
BRUNA – Você vai ter uma boa noite, miga. O que eu posso dizer é que eu espero que você volte conseguindo sentar.

Paulo e Betina se dispendem e Paulo segue seu caminho. Bruna se volta a Augusto.

BRUNA – Você deveria fazer que nem o meu amigo e procurar um macho pra te comer. Quem sabe assim você deixa de ser tão amargo.
AUGUSTO – Eu digo o mesmo.
 
Bruna fica brava com a resposta de Augusto.
 

AUGUSTO – E sobre o problema com a vizinha barulhenta: use fones de ouvido ou então forre as paredes do apartamento com isolante acústico.

Bruna, revoltada, anda a passos largos até o elevador.

CENA 07: BARZINHO/INT./NOITE

TRILHA SONORA: Águas de Março – Elis Regina
Em um ambiente fino e reservado, Lucas, Jean e Rosilda tomavam um chope. Ao fundo, toca a trilha sonora.
 
ROSILDA – Ai, eu acho que nós deveríamos sair para algum lugar no sábado.
JEAN – Acho válido. A gente podia vir aqui mais vezes, curtir a música ao vivo e a bela voz dessa garota.
LUCAS – Uma bela voz mesmo. E esse luxo de música então? Mas eu acho que nós deveríamos ir para uma balada.
JEAN – Balada tem muita zuada, muita pegação…
ROSILDA – Ai adoro, tô precisando disso mesmo. Por mim, nós vamos na balada no sábado.
LUCAS – Por mim também.
 
Lucas e Rosilda olham para Jean, esperando uma resposta.
 
JEAN (desanimado) – Tá bom… balada então…
 

Eles comemoram.

CENA 08: RUAS DE SÃO PAULO/EXT./NOITE

Daniela passeia pelas ruas com seu carro de luxo conhecendo os locais de São Paulo, guiada pelo GPS. Porém, a dama é deixada na mão pelo aparelho justo em uma rua escura.
DANIELA – Problema agora não, gps. Pega, pega.

Ela tenta de tudo, mas é inútil.

 

DANIELA – E agora? Vou ter que descer e andar por essa rua deserta em busca de ajuda.

Ela desce do carro e fecha a porta. Ela fica parada, encostada na porta do carro. Distante dali, Fábia caminha cantarolando baixinho.

 

FÁBIA (cantarolando) – A noite vai ter lua cheia! Tudo pode acontecer!
 

Daniela percebe a presença de Fábia e lhe chama a atenção.

 

DANIELA – Moça!
 
Fábia vai até ela.
 
FÁBIA – Se for programa, está me confundido, não sou prostituta e nem colo velcro.
DANIELA – Não, não é isso. E que eu estou recém-chegada do México e me perdi.
FÁBIA – Conheço sampa toda, posso te ajudar. E não precisa ter medo de mim, não sou ladra.
DANIELA – Você faria isso por mim?
FÁBIA – Claro, mana, simpatizei.
De repente, Daniela e Fábia são abordados por um ladrão. Branco e magro, o ladrão, sem camisa, revela um porte físico um pouco definido e ameaça as duas mulheres com uma faca.
 
LADRÃO – ISSO É UM ASSALTO!
Fábia e Daniela se olham. Fábia olha para o bandido.

FÁBIA (sussurrando) – Não é nenhum deus grego, mas é até bonitinho, bonitinho mas ordinário.
 
Elas continuam assustadas, sem reação, enquanto o ladrão continua as ameaçando com a faca.
 
CENA 09: PRAÇA/EXT./NOITE
 

Paulo está sentado no banco da praça, à espera de Bruno. Inquieto, ele olha para o relógio várias vezes. Já se aproximam das 21h.

 

PAULO – Acho que ele não vem… ai, ele tem que vir… não fiquei mais de uma hora esperando ele pra nada.
TRILHA SONORA: Abandonada – Fafá de Belém
Ele decide ficar e esperar. 21h15, e Paulo continua sentado, olhando para os lados, na esperança de encontrar Bruno.
 
21h30. Paulo se levanta do banco e começa a passear pela praça. Nada de Bruno.
 
21h45. Paulo encara o seu relógio, visivelmente insatisfeito.
 
PAULO – Ele não vem…
Os olhos dele marejam e ele vai embora chorando.
 

CENA 10: RUA/EXT./NOITE

Daniela e Fábia continuam a ser ameaçadas pelo ladrão. Ambas visivelmente assustadas.
 
LADRÃO – Pode passar o aparelho, gostosas.
FÁBIA – Desculpa, mas eu não sou dentista.
 
Daniela não resiste e ri da resposta de Fábia. Irritado, o ladrão põe a faca na altura do pescoço dela.
 
LADRÃO – Eu não tô pra brincadeira.
 
O ladrão aponta com a cabeça para o carro de Daniela.
 
LADRÃO – E esse carrão aí, é seu, madame?
DANIELA – Não, não é. Eu estava apenas encostada nele.
LADRÃO (enfurecido) – Chega de palhaçada! Me passa a chave do carro senão eu furo as duas.
FÁBIA – Você não vai furar ninguém aqui! Vá fazer isso com as tuas quengas.
 
O ladrão tenta acertar uma facada em Fábia, que se esquiva a tempo. Daniela aproveita a distração e desfere um chute nas partes baixas do bandido, que larga a faca e cai no chão gritando de dor. Imediatamente, Fábia pega a faca e aponta para a calça do ladrão.
 

FÁBIA – Eu posso cortar seu pigmeu agora se eu quiser!

O ladrão se assusta. Um policial alto, forte e ruivo se aproxima dos três.
 
POLICIAL – O que está havendo aqui?
DANIELA – Esse homem está tentando nos roubar.
POLICIAL – Não se preocupem, este meliante está preso em flagrante por tentativa de assalto.
 
Corte rápido. O ladrão é posto por dois policiais dentro de uma viatura. O mesmo policial ruivo conversa com Daniela e Fábia.
 
POLICIAL – Vocês duas devem comparecer à delegacia para prestar depoimento.

Fábia se joga por cima do policial, abraçando o mesmo e descendo sua mão até a bunda do homem.

FÁBIA – Eu tive tanto medo de morrer!

O policial se assusta ao sentir as mãos de Fábia na sua bunda, mas decide não intervir, julgando não ter sido proposital devido ao aparente estado de choque dela.

CENA 10: DELEGACIA/FACHADA/EXT./NOITE

Daniela e Fábia saem da delegacia.
 
DANIELA – Eu posso te deixar na sua casa. É só você me dizer o caminho. 
FÁBIA – O que eu queria mesmo era a escolta daquele ruivo gostoso, mas eu aceito a carona sim. Felizmente eu peguei o número dele…
DANIELA – E como você conseguiu?
FÁBIA – Por questões de segurança. Ele me disse que, qualquer coisa, era só ligar. Mas depende do que for esse “qualquer coisa”, né non?
 
Daniela ri do comentário de Fábia. As duas entram no carro de Daniela, que parte.
CENA 11: PRÉDIO GLAMOUR/FACHADA/EXT./NOITE

Daniela para o carro em frente ao prédio Glamour. Fábia desce.

 

FÁBIA – Obrigado pela carona. 
DANIELA – Não tem por que agradecer. 
FÁBIA – E vê se não se perde de novo, mas o GPS voltou a funcionar e creio que isso não aconteça de novo.
DANIELA – Acho que agora ele não me deixa na mão. – ri – E com aquele bandido preso, me sinto mais segura.
FÁBIA – Tchau!
DANIELA – Tchau!

Daniela liga o carro e parte. Fábia entra no prédio.

CENA 12: PRÉDIO GLAMOUR/SAGUÃO/INT./NOITE

Augusto está em seu computador, assistindo “O Clone”, quando alguém bate no vidro da salinha. Ele levanta e vai atender. Era Bruna.

 

AUGUSTO – Você de novo?
BRUNA – Só vim avisar que meu amigo pode precisar de ajuda quando chegar e quero que você esteja disponível.
AUGUSTO – Não sei se você percebeu, mas eu não sou bengala pra ajudar os outros a andar.
BRUNA – Eu estou falando sério, pode ser que ele volte com dificuldades para andar… andar um pouco aberto, sabe?
AUGUSTO – Sei, andando feito caranguejo… mas eu não tenho nada a ver com isso.

Nesse momento, Fábia chega no corredor e avista Bruna.

FÁBIA – Já pode lamber o chão para a rainha passar, sua tapete.
BRUNA – Eu vou te ignorar hoje.
FÁBIA – Ui, cachorra. E o que ta fazendo aqui? Quer um sexo com o síndico?
AUGUSTO – Queima! Queima! Queima! Com essa depravada nem beijo rolava.

Bruna, inconformada com as patadas muda de assunto.

 

BRUNA – Eu estou esperando o meu amigo. Para o seu governo, ele foi se divertir com uma anaconda de mais de 20 centímetros, porque ele tem quem o satisfaça.
FÁBIA – Eu também tenho. Vários. E na hora e no lugar que eu quiser. Mas infelizmente… ou felizmente… não podemos dizer o mesmo de você.
Nesse momento, Paulo entra chorando.

AUGUSTO – Ta chorando por quê? Doeu?

Paulo abraça Bruna.

PAULO (chorando) – Ele não apareceu amiga, me abandonou.
FÁBIA – Deve ter corrido quando viu essa coisa aí.
 
Fábia e Augusto riem.
BRUNA – Vamos amigo, vamos conversar no nosso apartamento.

Eles se apartam do abraço e seguem para o elevador. Fábia e Augusto riem e Jean chega ao saguão.

 

JEAN – Qual o motivo da descontração?
AUGUSTO – Você acredita que o Paulo levou um bolo no encontro?
FÁBIA – E o pior é que ela tava esperançosa que ia brincar com uma anaconda.
 
Os três riem.

TRILHA SONORA: Sob o Sol – Sagrado Coração da Terra.
JEAN – Enfim… Vou subir.
AUGUSTO – Eu vou voltar a assistir “O Clone”.
JEAN – O Clone, amo.
AUGUSTO – Amamos.
 
Ele volta a salinha para assistir a novela. Fábia e Jean vão em direção ao elevador. A trilha sonora vai abaixando aos poucos.
 

JEAN – Como foi seu dia?
FÁBIA – Fui assaltada.
JEAN – Meu Deus, que horror! Fizeram algo com você?
FÁBIA – Não, estou bem. Mas conheci um policial que me fez vontade de cometer um crime e ir presa…

Fábia e Jean entram no elevador e apertam o botão de andar.

 

JEAN – Me poupe dos detalhes sórdidos, por favor.
 
A porta do elevador se fecha.
 

CONTINUA…

Anúncios

25 thoughts on “Diva – Episódio 03

  1. Minha web-série favorita (a única que eu li até agora e gostei)
    A cada episódio você me faz ter mais ódio da Bruna e mais amor dos Divos ( O Jean não fica atrás)
    Parabéns, Flávio!

    P.S. Gostei muito do encontro da Fábia com a Daniela

    Curtir

  2. Queria ter o mesmo sonho de Paulo, afinal seria só um sonho né non? Dou muita risada com a Fábia! Parabéns Flávio❤

    Curtir

  3. Parabéns!
    Um bom capítulo.
    Paulo sendo abandonado, não foi dessa vez que ele viu a “anaconda”.
    Fábia é ótima e não perde o humor e a vontade de sexo nem quando é assaltada.
    Bruna sempre sendo humilhada.
    Daniela e Fábia vão ser grandes amigas, gostei do encontro delas.
    Parabéns pela web Flávio.

    Curtir

  4. Nunca pensei que o Jean conseguiria dobrar a Fábia algum dia. Assalto longo esse, não? Ele começou e a cena foi cortada e mostrou o Paulo esperando o Bruno, tendo uma passagem de tempo de 45 minutos (salvo engano), e na cena seguinte do assalto o bandido nem tinha feito nada ainda, ele passou 45 minutos apontando a faca pras rainhas Fábia e Daniela, que pisaram nele. Betina pisada por todos, adoro. O Clonão citada, amo.

    Parabéns amigo, uma farofa boa dessas.

    Curtir

  5. Melhor episódio! ❤
    Fábia e sua loucura por sexo. Morto com o sonho erótico do Paulo, quem nunca teve esses sonhos né non? E real é melhor ainda. 😛 Morto com a citação da Marietão, pisou forte. ❤ Muito boa a cena do assalto. Morto com o bolo que o dotado dele nele, tadinho não viu a anaconda. Risos eternos andando feito caranguejo e eles vendo O Clone.
    Parabéns querido. Suei, beijei, gostei, gozei. ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s