A Flor do Sertão – Capítulo 20 (últimos capítulos)

A Flor do Sertão - Logo

CENA 01: TERESINA/SUPERMERCADO/FACHADA/EXT./TARDE

A câmera mostra Regina saindo do supermercado com algumas sacolas na mão. Ela anda pelas ruas de Teresina com certa pressa.

REGINA: Eu não aguento mais, meu Deus. É tanta tristeza e amargura…

Regina continua caminhando. Em sua frente, há um cruzamento. O semáforo de pedestres proíbe a passagem de pedestres, obrigando a moça a esperar. Ela observa o outro semáforo autorizando a passagem de veículos. Uma das faixas da rua está completamente livre. O semáforo fica amarelo e, em seguida, vermelho.

O semáforo de pedestres fica verde. Regina desce até a faixa de pedestres, atravessando a rua. A moça continua seu trajeto quando avista um homem do outro lado da rua. O homem tira seus óculos de sol e Regina percebe que é Ramiro. Apavorada, Regina deixa as sacolas de compras caírem no chão.

O semáforo de pedestres fica vermelho e é liberada a passagem de veículos. Vários carros buzinam para Regina, que está meio da rua. Ainda assustada, a moça recolhe as sacolas e sai apressadamente. Ramiro vai atrás. A câmera mostra do alto a perseguição. Ramiro e Regina entram em uma feira. A moça se esconde em um corredor. Sua respiração está ofegante. Ramiro continua procurando Regina e a encontra.

RAMIRO: Finalmente te achei, meu amor!

CENA 02: TERESINA/UNIVERSIDADE/CORREDOR/EXT./TARDE

Ricardo fica nervoso ao perceber que Joana escutou sua conversa.

JOANA: Me diz! Quem é Regina, que você chamou de gostosa?

RICARDO: Minha princesa!

Ricardo tenta dar um selinho em Joana, mas ela desvia.

JOANA: Fala logo. Você tá me traindo com essa tal de Regina?

RICARDO: Claro que não, Joana. Eu te amo!

ÉDSON: Regina é minha prima gata…

JOANA: Mas eu não gostei do jeito que você se referiu a ela.

RICARDO: Tá com ciúme, é? Você é muito mais linda e gostosa que ela.

Ricardo convence a namorada e eles se beijam.

JOANA: Vou jantar na sua casa hoje.

RICARDO: Tem que ser hoje?

JOANA: Sua mãe me convidou. Você não gostou da ideia?

RICARDO: Claro. Vou adorar!

JOANA: Vou ali nas meninas. Até mais tarde.

Joana sai.

RICARDO: Droga!

ÉDSON: O que foi?

RICARDO: Ela e a Regina vão se encontrar. Isso não pode acontecer. Eu tenho que me livrar da empregada.

CENA 03: ITAUNA-MG/DELEGACIA/INT./TARDE

A câmera mostra uma sala no interior da delegacia. Um homem está sentado em uma das cadeiras. A porta se abre e um policial entra com Lucrécia, que está algemada.

DELEGADO: Então, menina. Diz por que você tava roubando a joalheria.

Lucrécia fica em silencio.

DELEGADO: Não vai falar? Tudo bem… Você será liberada por causa da lei. Liga pro teus pais te buscarem.

Lucrécia se levanta e vai até o telefone. Ela disca o número de sua mãe, que apenas chama. Lucrécia tenta ligar pro pai, mas o telefone está desligado.

LUCRÉCIA: Eles não atenderam…

DELEGADO: Espera aí e depois tenta de novo.

Corte rápido. O tempo passa. Lucrécia está sentada, quase dormindo. Ela acorda e tenta fazer uma nova ligação, mas ninguém atende.

CENA 04: TERESINA/SUPERMERCADO/FACHADA/EXT./TARDE

Regina fica apavorada ao estar frente a frente com Ramiro. Ele a olha com satisfação.

RAMIRO: O destino nos uniu, Regina. Agora tu vai ser minha! Sentiu minha falta?

REGINA: Seu maldito! Tu tentou me matar.

RAMIRO: Foi tudo por amor. Eu só queria que tu implorasse minha ajuda. Tu tinha me renegado, mas eu te perdoo. Vem ser feliz comigo.

REGINA: Por culpa tua e daquele prefeito, eu tive que fugir e minha família morreu. Eu te odeio!

RAMIRO: Eu posso te consolar. Tu e eu vamo ser felizes. Eu pego a Aurora no convento e vamo pro Paraguai.

REGINA: Num vou pra lugar nenhum.

RAMIRO: Essa escolha não é sua…

Ramiro pega um pedaço de pano e coloca no nariz de Regina. Logo, a moça desmaia. Ramiro pega Regina no colo e faz uma ligação.

RAMIRO: Pode mandar o carro. Eu tô numa feira no centro da cidade.

Ramiro segue com Regina nos braços. A câmera vai se distanciando.

CENA 05: TERESINA/OBRA/INT./TARDE

A câmera que está distante, vai se aproximando. Antônio corre rapidamente. Ele entra em um terreno no qual muitos pedreiros e serventes trabalham na obra de um gigantesco prédio.

INSPETOR: Você esqueceu que tinha hora pra trabalhar, foi?

ANTÔNIO: Eu tive um imprevisto e…

INSPETOR: Não quero saber. Vai trabalhar logo.

Corte rápido. Antônio está com os equipamentos de segurança.

ANTÔNIO: Oi, Raimundo.

RAIMUNDO: Oi. Atrasado… Tu tem que rebocar aquela parede do décimo andar. Vou arrumar o andaime.

Raimundo vai até o andaime e o sabota. Ele afasta as ligas.

RAIMUNDO: Pode ir, Antônio.

Antônio começa a subir no andaime. Ele chega no décimo andar. O andaime está balançando muito. Antônio se desequilibra e cai junto com o andaime.  Ele cai sobre alguns sacos de cimento.

PEDREIRO: Tu tá bem?

O pedreiro ajuda Antônio a se levantar.

ANTÔNIO: Estou. O andaime tava balançando. Raimundo, tu arrumou o andaime direito?

RAIMUNDO: Conferi liga por liga…

ANTÔNIO: Tá. Vamos trabalhar.

A câmera mostra os trabalhadores na obra.

CENA 06: ITAUNA-MG/RUA/EXT./TARDE

Sônia se levanta e vai até o telefone. Ela disca um número e faz uma ligação. O telefone apenas chama, mas ninguém atende.

SÔNIA: Onde é que está aquele safado?

Suzana entra em cena.

SUZANA: Tudo bem, mãe?

SÔNIA: Tudo péssimo! Seu pai não atende ao telefone… E sua irmã tá presa.

SUZANA: Presa? O que a peste fez?

SÔNIA: Roubou uma joalheria. Mas deixa ela pra lá… Tenho que pedir um favor pra você. Peça seu pai para assinar esse papel quando chegar. Diz pra ele que é da escola.

SUZANA: Tá, mas o que é?

SÔNIA: Justiça! Vou receber tudo que mereço…

Sônia dá um sorriso maléfico.

CENA 07: TERESINA/INT./DNOITE

Trilha sonora: Chão de Giz – Zé Ramanho.

Anoitece em Teresina.

Imagens da Praça Marechal Deodoro da Fonseca.

Imagens do Museu do Piauí.

Imagens do Palácio Karnak.

Imagens da obra.

CENA 08: TERESINA/OBRA/EXT./NOITE

É mostrada a imagem de uma estrada de chão próxima a uma obra. A câmera está bem distante e vai se aproximando aos poucos de um carro branco. A visão privilegiada permite a visualização de Regina amarrada e desacordada em seu interior, e Ramiro conduzindo o carro. O coronel divide sua atenção entre Regina e a estrada.

RAMIRO: Daqui a pouco vamo tar longe daqui, meu amor.

Ramiro ri. Ao fundo, Regina começa a acordar.  Ela percebe estar amarrada e vê Ramiro pilotando o carro.

REGINA (pensando): Eu tenho que sair daqui!

Regina tenta se desamarrar, mas não consegue.

RAMIRO: Vamo ser feliz, Regina. Longe daqui…

REGINA: Nunca!

Mesmo com as mãos amarradas, Regina tenta parar o carro. Em uma disputa pela direção, o carro fica desgovernado e bate em uma parede. Ramiro está desacordado com muito sangue no rosto. Regina consegue sair das ferragens e corre. Ela se esbarra em Antônio. Os dois se olham. A câmera foca nos olhos de Regina. São mostradas várias imagens de inovações tecnológicas. Regina envelhece. Se passam 23 anos.

CENA 09: ITAUNA-MG/CASA DE ANTÔNIO/INT./MANHÃ

Paula está em seu quarto. Ela está sentada na cama lendo um livre. Regina passa pela porta aberta.

REGINA: Oi, minha filha. Tudo bem?

PAULA: Não. Fiquei pensando numa coisa e quero conversar com você.

REGINA: O que houve?

PAULA: Chega mãe! Eu já sei que o Antônio não é o meu pai. Quem é o meu pai, mãe? Eu quero saber toda a verdade!

Continua…

28 thoughts on “A Flor do Sertão – Capítulo 20 (últimos capítulos)

  1. Esse Ramiro é doente, ele vai participar da segunda fase ou ele morreu? Não prestei tanta atenção… Essa segunda fase vai bombar
    Parabéns!

    Curtido por 1 pessoa

  2. E eu pensando que Regina iria conseguir fugir das garras de Ramiro, mas fui pego de surpresa. Esse cara esta obcecado por ela mesmo, me surpreendi com o quanto ele chegou para tê-la em seus braços. O acidente de carro também foi algo que me surpreendeu muito. Agora fica a duvida se Ramiro morreu ou não. Eu particularmente não queria sua morte e sim que ele voltasse na reta final abalando as estruturas do Sertão. Seria ótimo! Suzana parece ser uma mulher forte que luta pelo que deseja. Mesmo com essa pouca aparição, consegui me identificar com ela. Ótima sacada essa passagem de tempo, bem diferente. Agora novos rumos vão se formar e novo fôlego a história vai ter. E o novo tempo começou bem tenso com a descoberta de Paula. E agora Regina?

    Parabéns, amigo! ❤ Últimos Capítulos já? Sofrendo! 😌

    Curtir

  3. Ramiro teve o fim merecido. Morto com a passagem de tempo, adoro! E já começou com uma bomba da Paula querendo saber quem é o pai.
    Parabéns querido.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s