No Dia do Sexo, conheça o polêmico filme “9 Songs”, em que os atores fizeram sexo explícito nas gravações!

Filmes com sexo explícito são conhecidos como filmes pornográficos, certo? Sim, mas você sabia que existem filmes não-pornográficos que também possuem cenas de sexo explícito? Hoje, dia 06 de setembro, é o Dia do Sexo, e nada melhor do que relembrar o polêmico filme britânico “9 Songs” (2004).

Roteirizado e dirigido por Michael Winterbottom, a produção narra uma moderna história de amor, ao longo de doze meses em Londres. O jovem casal Matt (Kieran O’Brien), um climatólogo britânico, e Lisa (Margo Stilly), uma estudante de intercâmbio americana. A história é construída a partir de uma reflexão pessoal da perspectiva de Matt, quando ele está trabalhando na Antártica. O principal interesse do casal é a paixão pela música ao vivo, sendo que eles frequentam concertos de rock juntos. 

Entretanto, o filme polemizou ao ser divulgado que as cenas de sexo protagonizadas por Kieran O’Brien e Margo Stilly, eram reais! Eles não são atores pornôs, o filme não é pornô, mas a pedido de Michael Winterbottom em nome da arte, eles transaram de verdade. No filme, os atores tiveram cenas explícitas de carícias genitais, masturbação (com e sem vibrador), sexo vaginal e oral. O ator Kieran chegou a ejacular em uma das cenas devido a excitação do contexto. Estranho? Controverso? Muito!

E então, o que você acha de tudo isso? Tinha conhecimento? Acha correto sexo explícito em filmes não-pornôs? Se você fosse ator/atriz, aceitaria gravar uma cena de sexo explícito em nome da arte? Deixe sua opinião!

Anúncios

57 thoughts on “No Dia do Sexo, conheça o polêmico filme “9 Songs”, em que os atores fizeram sexo explícito nas gravações!

  1. Tomei conhecimento desse filme há alguns meses e me choquei, realmente não sabia que existiam filmes com cenas de sexo reais sem ser pornográficos. Na minha opinião, eu não acho correto, se eu fosse ator iria recusar um papel assim. Não estou aqui julgando a atitude dos atores que protagonizaram esse filme, eles são livres para isso, mas na minha opinião é importante separar ator não-pornô e ator pornô, se eu fosse ator, jamais aceitaria misturar as coisas.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu acho isso muito errado. Vamos saber separar, né? Mesmo sendo a pedido da arte, achei muito exagerado. Nossa, fiquei pasmo pois não conhecia esse filme. 😮

    Curtir

  3. Sabe o que eu acho? Os atores não fizeram mais do que sua obrigação. Na hora que a câmera começa a rodar, eles têm que fazer tudo o que o diretor tá mandando. É o trabalho deles, esquecer quem realmente são e se convencer que, enquanto a câmera estiver gravando, eles são outra pessoa, a pessoa que o roteirista quer que eles sejam.

    O instrumento de trabalho do ator é o seu cérebro e o seu corpo. Ele precisa estar à completa disposição do roteirista e do diretor. Ser ator é experimentar o mais alto grau de submissão que existe. Como diria Alfred Hitchcock, ator é gado.

    Curtir

  4. Estou mega chocado com isso tudo!!!
    #. 😮 😮 😮
    “A pedido de Michael Winterbottom em nome da arte, eles transaram de verdade. No filme, os atores tiveram cenas explícitas de carícias genitais, masturbação (com e sem vibrador), sexo vaginal e oral. O ator Kieran chegou a ejacular em uma das cenas devido a excitação do contexto” – 😮 😮 😮
    Gente, que coisa louca! 😮
    Achei interessante! 😛
    Tinha conhecimento? Não!
    Acha correto sexo explícito em filmes não-pornôs? R: Acho que, se for da livre vontade dos atores, sim.
    Se você fosse ator/atriz, aceitaria gravar uma cena de sexo explícito em nome da arte? Não, só se fosse com a Marina Ruy Barbosa ou a Bruna Marquezinne! 😛 😛 😛 Brincadeira! 😛
    Parabéns pelo texto!
    #. 😀

    Curtir

  5. Quando os atores aceitaram fazer o filme, tinham consciência do que ia acontecer. E concordo com o Glay. O papel do ator é obedecer o que o diretor manda, e se os papeis e a história do filme exigem que eles façam sexo explícito, que assim seja.

    Curtir

  6. Morta, mas se os atores já sabiam que iria acontecer, o problema são apenas dos envolvidos, não tenho o porque discordar, agora se eles não sabiam, e o diretor forçou a barra, é uma coisa completamente diferente, mas acredito que os envolvidos já sabiam ou tinham conhecimento que poderia acontecer antes da filmagem.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s