Coração de Mentiras – Capítulo 07

Coração de Mentiras 2

Cena 1: Igreja/Fundo/Quarto de Rodrigo/Manhã

Thelma fica pasma pelo que acabou de ouvir de seu pai. A moça se levanta da cama não querendo crer no que ouviu.

RODRIGO (Se levantando): Filha? Por favor não tenha essa reação, eu te suplico.

THELMA: Agora estou entendendo o motivo de você querer vir morar aqui… Você quer voltar a ficar de caso com essa mulher, pai? Não acredito que você foi capaz disso.

RODRIGO: Não, Thelma, ao contrário disso. Eu tentei fazer de tudo para não vir morar aqui e eu te falei isso dias atrás.

THELMA: Mas o senhor pode muito bem ter mentido, muito bem ter me enganado. Eu não quero acreditar nisso, pai…

Thelma tenta sair do quarto mas é surpreendida pelo pai com um puxão em seu braço.

RODRIGO: Eu jamais mentiria pra você, minha filha, por favor.

THELMA (Se soltando): Olha, só quero saber uma coisa, pai. Você traiu a minha mãe com a Regiane? – Rodrigo se cala durante uns segundos – Já entendi!

RODRIGO: Não, Thelma, você me machucou com essas palavras. Saiba que meu romance com a Regiane foi antes deu ter encontrado e me apaixonado pela sua mãe, pela Antônia. Nunca imaginei que você pensaria isso de mim, sério.

Magoado, Rodrigo caminha até sua cama e se senta. Thelma fica desconfortável com as palavras ditas por si e vai até ele consolá-lo.

THELMA: Pai?

RODRIGO: Me deixe, Thelma, me deixe…

Thelma o observa triste e vai aos poucos saindo do quarto deixando o pai sozinho.

RODRIGO: Desculpa por não dizer tudo, filha.

Cena 2: Mansão dos Vasconcellos/Suíte de Regiane/Tarde

Regiane esta deitada em sua cama lendo uma revista. A porta de seu quarto esta aberta e ela pode ver o movimento do corredor daquele andar da casa. Ela folheia as páginas e comenta sobre algumas notícias que estava escritos nas folhas. Ela para em uma onde tinha noticias sobre tv.

REGIANE: Essa segunda temporada de “A Desonra” vai está de tirar o fôlego, gente. Ainda acredito numa virada da Clarisa e na derrota de Camila pois essa sim, tem que sair vitoriosa.

No momento, Regiane é surpreendida com Miguel passando na frente de seu quarto indo em direção a escada. Ela o chama.

REGIANE (Gritando): Filho! -Miguel aparece na porta- Venha aqui, quero te perguntar algo.

Regiane se senta na cama assim como Miguel.

MIGUEL: Oi mãe, olha seja rápida porque tenho alguém importante para me encontrar e não quero me atrasar.

REGIANE: Filho, não faça assim com sua mãe, okay? Ela anda meio triste e sozinha precisando de atenção do filho.

MIGUEL: Mas dona Regiane… -A abraça rápido- Você sabe que pode ir em meu quarto a qualquer momento falar comigo, não sabe? -Ela afirma com a cabeça- Então, você esta sozinha porque quer não por minha culpa. Agora me diga: O que quer perguntar?

REGIANE: Vamos devagar né, Miguel? Enfim, é que  estou te achando mais feliz esses últimos dias e queria saber o motivo. Você sempre me dizia tudo, porém agora…

MIGUEL: Nossa, que direta -Risos- O motivo é alguém que encontrei que está fazendo esse meu coração ficar cada vez mais preenchido com amor.

REGIANE: E posso saber quem é a sortuda que conseguiu esse feito em meu querido filho?

MIGUEL: Claro! O nome dela é Thelma. Ela é nova aqui em Fênix Negra e você não deve a conhecer.  Se a senhora andar por aí e se deparar com uma mulher linda e perfeita, tenha certeza que é ela. Por coincidência eu estava indo encontra-la pois irei me desculpar de algo que fiz.

Regiane se surpreende pelo que seu filho tinha lhe falado. Jamais ela imaginaria que além de se conhecerem, Miguel e Thelma já tinham um sentimento de amor dentro de seus peitos.

REGIANE (Surpresa): Nossa, filho, e ela esta com você? Vocês já estão namorando? Já se deitou com ela?

MIGUEL: O que é isso, mãe? Vamos com calma esta bem? Nem a pedi em namoro ainda e a senhora já quer adiantar as coisas?

REGIANE: Me perdoe, filho, mas não deixe essa moça escapar de jeito nenhum. Pelo que você mencionou, essa tal Thelma, Thelma né?

MIGUEL: Sim, Thelma.

REGIANE: Parece ser uma boa mulher e que te fará muito feliz. Não demore para pedi-la em namoro, hein?

MIGUEL: Nossa! Você nem à conhece e já esta mais ansiosa que eu. Por que isso, posso saber?

Regiane se cala assustada com a pergunta do filho. A cena fica em silêncio até que esse momento se quebra com a vibração do celular de Miguel. Ele pega o aparelho e o foco vai para a tela onde podemos ver o nome de quem mandou uma mensagem: Thelma. Ele abre a mensagem.

Mensagem: “Estou te esperando… : / “

Miguel se levanta da cama apressado.

MIGUEL: Bom, tenho que ir. Até mais tarde.

Miguel se despede da mãe com um beijo e sai do quarto. Ela se sente aliviada e ao mesmo tempo vitoriosa.

REGIANE: Até apaixonado já estão, gente. Com certeza Deus esta comigo porque se não estivesse, esse amor por conta própria não estaria acontecendo e eu estaria planejando de alguma forma esse encontro dos dois.

Triunfante, Regiane deita em sua cama rindo pelo que está acontecendo.

REGIANE: Então hoje, darei um jeito pra te ver, meu amor.

 Cena 3: Mansão dos Vasconcellos/Ext./Tarde

Miguel sai da mansão e caminha em direção ao local onde iria se encontrar com Thelma. O foco vai para um arbusto onde esta Heitor vigiando o amigo.

HEITOR: Agora só falta aquela empregadinha sair pra mim entrar.

No momento, Neusa sai da mansão olhando para os lados misteriosamente e segurando seu celular. Ela se afasta da mansão deixando o caminho livre, onde Heitor entra escondido.

Corte Rápido:

Cena 4: Mansão dos Vasconcellos/Suíte de Regiane/Tarde

Heitor vai entrando no quarto aos poucos e vê uma lingerie branca de Regiane em cima da cama. Ele pega a peça e cheira.

HEITOR (Cheirando): Hum… Essa gostosa deve acabou de tirar e foi pra banheira. Estou doido pra tê-la outra vez.

Heitor vai abrindo a porta do banheiro. Dentro, Regiane ouve um barulho do lado de fora do banheiro e sai da banheira vestindo seu roupão.

REGIANE (Gritando): Quem esta aí?

No momento, Heitor entra no local surpreendendo-a.

HEITOR: Sou eu, amor! Vim de novo para te satisfazer.

REGIANE (Tensa): Você ficou maluco, Heitor? O Miguel acabou de sair e a Neusa deve está pela casa. Saia rápido daqui antes que te vejam.

HEITOR: Saiba que eu tive bastante cuidado antes de entrar aqui, okay? Agora venha pois quero repetir o que fizemos.

Heitor se aproxima de Regiane que consegue escapar saindo do banheiro indo para seu quarto com medo de alguém pega-los no flagra.

REGIANE: Anda, Heitor, saia por mim. Hoje eu não estou afim de ficar com você.

HEITOR: Então é assim é? Um dia você me quer e no outro me rejeita? Anote em sua agenda que eu não sou brinquedinho de ninguém.

REGIANE: Em nenhum momento eu mencionei isso, você esta enganado, apenas quero que você vá. -Se aproximando de Heitor- Hoje eu não estou com aquele pique, entende? Mas quando eu estiver, saiba que eu serei o seu brinquedo.

Regiane beija sensualmente Heitor que acredita na mulher. Depois de uns segundos eles se afastam.

HEITOR: Tudo bem, só não demore para se tornar meu brinquedinho. Quero me divertir o mais rápido possível outra vez.

Heitor se despede de Regiane com um beijo e sai de seu quarto. Regiane o observa descendo as escadas e se alivia.

REGIANE: Esse moleque esta passando dos limites.

Cena 5: Mansão dos Vasconcellos/Ext./Tarde

Em um lugar escondido na parte lateral da casa, Neusa fala misteriosamente ao celular.

NEUSA (Cel.): … Aí eu flagrei ela na cama com outro garoto, o amigo do filho. Você nem imagina o quanto foi nojento ficar ouvindo os gemido dela de cabra velha naquele minuto, sofri demais. Enfim, acho que isso dá pra destruir ela, não? -A pessoa responde- Vou aguardar novas instruções e um novo deslize, até.

Neusa desliga seu celular e sai do local indo em direção a entrada da casa. Após isso, a imagem foca na sacada do quarto de Regiane, onde ela observava a empregada.

REGIANE: Com quem será que ela estava falando? Parecia discreta.

Cena 6: Fênix Negra/Lago/Tarde

Miguel chega na praça onde está localizada Thelma e a avista. Assim que ela o vê, corre para abraça-lo.

THELMA (Abraçando-o): Pensei que não viria, que me deixaria aqui esperando.

MIGUEL: Jamais! Eu tive um imprevisto em casa mas nem isso seria capaz de me deixar sem te ver. Primeiro eu queria te pedir desculpas pelo ocorrido naquele dia. Eu…/

Os dois se afastam, se olham durante uns segundos até que resolvem caminhar até um banco onde possam se sentar e conversar em paz.

THELMA: Já foi, okay? Vamos esquecer aquilo. Muito obrigada por se preocupar tanto comigo. Saiba que você foi uma das melhores coisas que me aconteceu quando cheguei aqui na cidade.

MIGUEL: Sério? E você foi a melhor coisa que aconteceu em minha vida.

Thelma dica envergonhada e se surpreende com Miguel caminhando até um arbusto florido de onde tira uma flor.

Trilha Sonora: Si Fuera Fácil- Matisse Mx

THELMA: Pra que isso, Miguel?

MIGUEL: Pra você, Thelma. – A entrega a flor- Prometo que a cada dia que nos encontrarmos, eu vou te presentear com uma flor.

THELMA: Não é pra tanto, né Miguel?

MIGUEL: Até o dia do nosso casamento, essas flores vão se tornar um lindo buquê, por isso esse ato.

THELMA (Envergonhada): Você é tão bobo. -Risos- Que tal andarmos de pedalinho?

MIGUEL (Sorrindo): Era pra mim ter feito esse pedido, mas… Tudo bem, vamos, ah foi um erro ter te passado meu número. Toda hora você me liga com saudades. –Risos

THELMA (Sorrindo): Ai, ai…

Cena 7

A NOITE VAI SE APROXIMANDO DE FÊNIX NEGRA

Cena 8: Igreja/Int./Final De Tarde

Maria e Thelma estão conversando na igreja caminhando até o altar.

MARIA: Vocês estão cada vez mais próximos, né? Não duvido nada que daqui a pouco já estejam fazendo um casal e vivendo apaixonadamente. -Risos.

THELMA: Para com isso, Maria. Eu e o Miguel somos só amigos e não vai passar disso. Pra provar isso, hoje a noite nós dois vamos visitar o lago outra vez, já que na tarde não levamos dinheiro para andar no pedalinho. Creio eu que a luz da lua deve ser mais aconchegante.

MARIA: E mais romântico…

THELMA: O que?

MARIA: Nada não… Olha, como meu tio foi pra catedral na capital, eu vou dormir na casa da Rosa, tudo bem? Daí a casa fica só pra você e seu pai.

THELMA: Okay, falando em Rosinha, vocês nem me esperaram ontem, né? Sumiram e nem à conheci. Onde vocês foram já que na praça não estavam?

Maria se sente encurralada com a pergunta de Thelma e inventa uma desculpa.

MARIA: Desculpa, Thelma, mas nós tivemos que ir em casa e… Colocar a bolsa que eu a entreguei. Por isso que você não nos viu.

THELMA: Ah sim… Bom, vou falar com o meu pai que irei sair daqui a pouco. Espero que ele deixe.

MARIA: Vai lá!

Thelma vai até o final da igreja em direção ao quarto no fundo. Maria suspira aliviada.

Cena 9: Igreja/Fundo/Sala/Noite

Thelma abre a porta e se depara com Rodrigo sentado no sofá. Ao ver a filha ele se levanta e ela intervém.

THELMA: Pai? Queria te pedir desculpas pelo que eu disse a tarde, eu extrapolei simplesmente.

RODRIGO: Tudo bem, filha, acontece.

Silêncio em cena durante uns segundo até que Rodrigo caminha até Thelma e a abraça.

THELMA: Me desculpe por ter duvidado de você em relação ao passado. Eu fiquei completamente chocada com o que você me revelou. Sei que pode não parecer uma justificativa, mas é.

RODRIGO: Claro que te compreendo, Thelma. No seu lugar nem eu saberia como agir.

Os dois se afastam.

THELMA: Olha, eu não quero parecer ingrata, mas é que fui convidada pra sair com um amigo aqui na praça mesmo e eu queria ir. Posso?

RODRIGO: O que eu mais quero é te ver vivendo, minha filha. Você é meu orgulho tá? Te amo! Agora vai, não quero te fazer chegar tarde.

Thelma sorri para seu pai e vai em direção a seu quarto se arrumar. Rodrigo a olha emocionado.

Cena 10: Mansão dos Vasconcellos/Sala/Noite

Regiane esta sentada em seu sofá quando Miguel desce as escadas indo em direção a porta de saída.

MIGUEL: Tchau, mãe.

Antes que ele abra a porta, Regiane se levanta.

REGIANE: Posso saber pra onde o senhor vai? Mal acabou de chegar da rua e já vai sair de novo. Saiba que não gosto de lhe ver por aí nessa cidade imunda.

MIGUEL: Como sempre, curiosa. -Risos- Vou encontrar a Thelma de novo. Nosso encontro, vamos dizer assim, de tarde não saiu como planejado.

REGIANE: Seu pai deve esta bastante orgulhoso de ver lá de cima o seu filhão apaixonado. Saiba que quero muito conhecer essa Velma.

MIGUEL: É Thelma, mãe, e fico feliz em saber que meu pai deve esta contente em me ver assim. Cada ano sem ele aqui é como se um pedaço de mim fosse retirado, entende? Também fico feliz em ter esse grande apoio seu.

REGIANE: Não sinta-se assim, Miguel. Vai sair com sua namorada e esqueça um pouco isso.

MIGUEL: Namorada ainda não, mas quem sabe hoje a noite, né? Já vou.

Miguel se despede da mãe com um beijo na testa que é retribuido. Miguel caminha até a porta e a fecha, saindo-o de lá.

REGIANE: Aquele maldito deve esta no inferno, isso sim. Bom, irei fazer como planejei: Uma visitinha ao Rodrigo.

Cena 11: Casa de Victório/Quarto/Noite

Maria chega no casebre e vai se encaminhando até o quarto onde esta Victório. Ela joga sua bolsa em cima de uma cadeira e entra no quarto. Victório esta aparentemente sorridente. Assim que vê Maria entrando no cômodo, ele se aproxima.

VICTÓRIO: Até que enfim você chegou, pensei que não viria mais.

Victório a cumprimenta com um selinho e se senta no colchão da cama.

MARIA: Uau… Percebo que você esta sorridente, esta feliz, posso saber o motivo de tamanha felicidade?

VICTÓRIO: Descobri algo que vou usar para acabar de vez com a raça da Regiane. A Neusa, aquela empregada que esta comigo nesse jogo, ela conseguiu uma informação que vai me fazer destruir aquela infeliz. Você sabe como isso é importante, não sabe? Agora quem vai ditar as regras desse jogo sou eu. Esperei tanto por esse momento.

Maria se frustra pois pensava que a alegria de Victório era por ter visto-a. Ela tenta disfarçar e vai se sentando na beira da cama.

MARIA: Espero que esse seu plano de vingança acabe logo. Já estou cheia dessa conversinha sua.

VICTÓRIO: Ou, ou, ou… O que pensa que está fazendo?

MARIA: Me sentando, ora.

VICTÓRIO: Nada disso! Aqui em casa não tem mais comida e minhas bebidas estão acabando, graças ao assalto que você foi vítima. Pois trate de sair agora e arranjar grana.

MARIA (Surpresa): O que? Eu não acredito que você vai me mandar me vender a essa hora e com o tempo virando desse jeito.

VICTÓRIO: Até parece que você não gosta, e o tempo nunca foi um empecilho pra você, agora anda! Sua clientela já deve está te esperando no ponto.

MARIA (Nervosa): Você é um infeliz, desgraçado!

Maria se levanta e pega sua bolsa saindo do local. Victório à segue e a segura pelo braço direito.

VICTÓRIO: Eu estava sendo pacífico com você, Maria, até agora… Da próxima vez em que você falar comigo desse jeito, eu juro que não irei perdoar.

Trilha sonora: Hello- Adele

Com os olhos marejados, Maria olha para Victório com raiva e se solta saindo do local. Chegando na parte externa da casa ela se senta em um degrau e chora com o ocorrido.

Cena 12

UMA TEMPESTADE SE APROXIMA DE FÊNIX NEGRA

Cena 13: Igreja/Fundo/Sala/Noite

Discretamente ao som dos relâmpagos que vinham do céu anunciando a tempestade que estava por vir, Regiane caminha em direção ao fundo da igreja carregando uma sacola. Chegando no local, ela abre cautelosamente a porta da casa do fundo e ao ver pela brecha que o cômodo estava vazio, resolve entrar. Ela adentra no local e percebe que a Tv estava ligada e tinha um copo de suco mais um prato da janta sobre a mesa.

REGIANE (Sussurrando): Ele está acordado.

Regiane vestida com um casacão e discreto preto, se senta no sofá e retira de sua bolsa uma garrafa de vinho e aprecia. No momento, Rodrigo que estava no banheiro, caminha até o local e se surpreende com a presença da mulher.

RODRIGO (Surpreso): O que esta fazendo aqui?

REGIANE: Surpresa! -Se levanta segurando  a garrafa de vinho- Vim em missão de paz.

Cena 14: Mansão dos Vasconcellos/Quarto de Miguel/Noite

Rindo, Miguel e Thelma entram no quarto e se sentam na cama.

THELMA: Quase pegamos uma chuva, hein? Essa tempestade resolve vir logo na hora que estávamos prestes a ir no pedalinho.

MIGUEL: E de novo nosso passeio no pedalinho deverá ser adiado. Se não é por causa do tempo, é por causa do dinheiro. Mas me diverti com você, uma ótima parceira.

THELMA: Também, você é uma ótima companhia.

Um sorrir para o outro até que ficam em silêncio durante uns segundos que quebrado por Thelma.

THELMA: Bom, eu já vou indo antes que essa chuva resolva cair. Até amanhã Miguel.

MIGUEL: Já? -Thelma afirma com a cabeça- Então deixa eu te acompanhar pelo menos. Faço questão!

THELMA: Não precisa, é aqui perto e dá pra ir sozinha, grata!

MIGUEL: Então tá!

Thelma se aproxima de Miguel e se despede com um abraço. Ela caminha até a saída do quarto quando é surpreendida por um apagão. Tudo fica escuro e somente o barulho da chuva que começava a cair do céu no telhado da mansão se escuta. Thelma tenta se conduzir até que Miguel a segura.

THELMA: Que surpresa essa. Pensava que mesmo com chuva isso não iria acontecer.

MIGUEL: Não se preocupe, acho que tem velas aqui na cômoda. -Mesmo no escuro ele consegue lembrar o caminho e tira umas velas da gaveta- Pronto! Agora só falta o fogo. Me espere aqui!

Miguel retira de seu bolso seu celular e liga a lanterna do aparelho e vai até a cozinha onde pega um fósforo. Ele retorna ao seu quarto.

THELMA: Achou?

MIGUEL: Claro!

Miguel risca o fósforo na caixinha e ascende umas três velas. A luz do fogo clareia o quarto.

MIGUEL: Acho que está melhor, pelo menos consigo ver esse seu rosto lindo.

Thelma se envergonha com as palavras ditas por Miguel e se senta na cama. O jovem se senta ao seu lado e a olha nos olhos.

THELMA: O que foi?

MIGUEL: Quando estou perto de você eu sinto uma coisa em mim que jamais senti por ninguém. Thelma, você é uma pessoa incrível e acho que… Que estou apaixonado por você.

Thelma se choca com as palavras ditas por Miguel e tenta se levantar, porém, é impedida por ele.

MIGUEL: Thelma, eu te amo!

THELMA (Surpresa): Eu não sei o que dizer diante disso, Miguel. Eu também adoro ficar ao seu lado, ficar com você. Eu… Eu tenho medo de…

No momento, Miguel beija Thelma que não reage no inicio mas aos poucos vai se entregando. A luz daquelas velas, um beijo intenso, caloroso e apaixonado vai surgindo.

Cena 15: Fênix Negra/Centro/Noite

No meio daquela chuva que caia na cidade, o foco vai para uma rua meio deserta e escura onde se encontrava diversas mulheres vestidas de uma forma vulgar e sensual. Elas se abrigavam debaixo de uma tenda onde funcionava um bar que estava fechado devido ao horário. No meio dessas mulheres está Maria, ainda furiosa mas decidida em fazer seu trabalho.

MARIA: O próximo carro que passar é meu hein, meninas.

Aos poucos um farol nasce do fundo daquela rua e ao ver a luz, Maria se aproxima do paralelepípedo da calçada e começa a fazer sinais para o carro parar. Ela sensualiza e aos poucos o carro vai parando. O veículo fica imóvel e o motorista abre a vidraça do banco do carona fazendo com que Maria se aproxime.

MARIA: Ei, gostoso, hoje a promoção está de lamber os beiços. Quantas você vai querer?

Ao colocar o rosto dentro do veículo, o motorista reconhece Maria e vice versa.

FLÁVIO (Surpreso): Maria?

Maria muda sua fisionomia que agora é de surpresa e medo ao ver que seu irmão descobriu sua verdadeira face. Foco no rosto surpreso de Flávio. Foco no rosto pasmo de Maria. Foco nos irmãos frente a frente.

FIM DO SÉTIMO CAPÍTULO

Anúncios

50 thoughts on “Coração de Mentiras – Capítulo 07

  1. Neusa está do lado do Victório, falando nele, estou odiando ele, tomara que a Regiane consiga matar ele, o que será Regiane foi fazer na casa do Rodrigo? Será que a Thelma e o Miguel vão ter uma primeira vez? Mas o destaque do capítulo foi o Flávio descobrindo a verdade de um modo surpreenddente, o que será que ele vai fazer?
    Parabéns, Fred!

    Curtido por 1 pessoa

    • O amor entre Miguel e Thelma está cada vez mais intenso. A entrada de Flávio tinha que ser surpreendente, né não? Risos. Obrigado, Roberto! 😀

      Curtir

  2. Flávio chegando da melhor maneira possível na trama.

    Maria sendo feita de trouxa pelo Victório. Mortalgisa que ela se prostitui pra comer xisburgui pra sustentar o amante.

    O que será que a Regiane vai fazer com o Rodrigo? Cheguei a pensar que o Miguel e a Thelma chegariam na igreja a tempo de salvar o Rodrigo… mas claro que isso não aconteceria, porque a Regiane ia cair nesse momento e a história central acabaria, ferrando com tudo. No lugar de solucionar a trama, o Miguel e a Thelma fizeram ela render… aos poucos, o incesto vai sendo consumado. Só achei estranho o Miguel querer acender vela se ele tinha a lanterna do celular, mas enfim.

    Curtido por 1 pessoa

    • Flávio tinha que chegar de um modo surpreendente e nada melhor como ele descobrindo a farsa da irmã, né não? Quero mostrar a todos que nem todo esse incesto está tendo os dedos de Regiane, e sim do destino. Aqui em casa pegamos a lanterna do celular pra pegar velas. Acho que dá mais claridade ao ambiente. -Risos.

      Muito obrigado pela participação, Glay! 😀

      Curtido por 1 pessoa

    • Quero fazer o público esquecer um pouco da trama principal para ela ficar mais interessante na reta final, sabe? Fico bem feliz por vc está gostando do núcleo. Flávio vai infernizar a vida de Maria, anote.

      Muito obrigado, Caíque! 😀

      Curtido por 1 pessoa

  3. A trama da vingança da Regiane tá mais devagar, na verdade, ela continua somente observando, ela nem precisa fazer nada para consumar seu plano, como sempre. Rodrigo segue who, tapete de todos. Neusa rainha tá junto com o Victório pra derrubar a vaca da patroa. Por falar em Victório, que homem escroto, e Maria é bem melhor longe dele, ela é muito besta de ficar aceitando os mandos dele, afinal, é ele quem depende dela e não o contrário. Que ela abra o olho. Flávio rei, esse nome é abençoado? Claramente. Mas também é safado, o que ele foi fazer no ponto de prostituição? Risos, vamos abafar. Mas essa chegada já derrubou a Maria, que foi descoberta pelo próprio irmão.

    Parabéns Fred, capítulo ótimo. ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Regiane está tendo os ventos soprando a seu favor nesse seu plano. Victório é um personagem dividido entre o amor de Maria e a vingança contra sua esposa, por isso o torna um who (Eu escrevo e concordo). Flávio nosso rei? Claramente. Mas o caminho pra onde ele desejava ir era por ali. -Risos.

      Muito obrigado, meu Jean! ❤

      Curtir

    • Vc por aqui? Fiquei muito feliz por isso. A relação entre Miguel e Thelma é um pouco intensa, mas aos poucos vai se desabrochando. Muito obrigado mesmo, Lucas, pela participação e pelos elogios. 😀 Espero que consiga acompanhar.

      Curtido por 1 pessoa

  4. Amigo, me perdoe não comentar o capítulo anterior, estava sem tempo e hoje só vim deixar o meu ponto, depois lerei o capítulo, no mais, parabéns. ❤❤

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s