O Amor é um Jogo – Capítulo 06

o-amor-e-um-jogo-classificacao

CENA 1, COLÉGIO ESCOLHAS, CORREDOR, INTERIOR, TARDE

Karen – Como assim palhaçada? Você considerava o nosso namoro uma palhaçada?

Miguel – Primeiro, a gente nunca esteve namorando, você ficou me sufocando, dizendo que estávamos juntos, eu não conseguia falar nada, eu tinha medo de sei lá, te magoar. Karen, a real é essa, eu não te amo, eu amo a Giovana, apenas aceite.

Lágrimas começam a cair do rosto de Karen, que fica desiludida.

Karen (chorando) – Mas Miguel, e a nossa noite de amor? Você disse que me amava, que queria ficar comigo para sempre.

Miguel dá um rápido suspiro e olha para o alto, e logo retoma o foco do assunto.

Miguel – Karen, eu estava bêbado, você sabe disso quando transamos. (T) Olha Karen, eu não quero o seu mal, e muito menos fazer com que você saia magoada comigo de tudo isso. Olha, a gente pode ser amigos, ter uma boa relação, mas não quero ter nada amoroso com você.

Miguel seca as lágrimas do rosto de Karen, em seguida pegando em suas mãos e aproximando seus lábios da testa de Karen, dando um rápido beijo; De repente, ela solta as mãos de Miguel e afasta o seu rosto do dele, lhe dando uma forte bofetada.

Karen (gritando) – Canalha! Cretino! Eu te odeio! Saiba que você nunca terá paz, você e a piranha da Giovana, suas vidas virarão um inferno, eu juro que vocês vão se arrepender de terem mexido com Karen Sampaio!

Miguel – Karen, por favor, tenha calma!

Karen (gritando) – Calma o cacete! Eu prometo que vou acabar com vocês dois, nem que para isso eu seja capaz de matar ou morrer!

Descontrolada, Karen dá outra bofetada em Miguel; Ele passa a mão no rosto, enquanto ela pega sua mochila e põe nas costas, se retirando dali enquanto Miguel a observa com um olhar magoado.

CENA 2, PRAIA, TARDE

Danilo e Cláudia caminham de mãos dadas pela a praia, enquanto conversam.

Danilo – Sabe, estou preocupado com Karen, aquele pequeno surto que ela deu na quadra hoje me deixou bastante assustado. Eu já sabia que ela era uma víbora dissimulada, mas não que seria capaz de fazer aquilo com alguém, ainda mais com a Giovana que é sua amiga de infância, e muito menos por amor, que é uma coisa a que ela nunca se prendeu.

Cláudia – Mulheres traídas são capaz de tudo, vá por mim. Para mim, aquilo foi pouco, comparado ao muito que ela deve aprontar por amor.

Danilo – Pode ser… Mas vamos mudar de assunto? Sabe, que assim que começamos a ficar juntos, eu não tiro você da cabeça.

Cláudia – Eu também não consigo ficar sem pensar em você, toda hora eu quero um beijo seu, um abraço seu…

Danilo – Eu também não consigo ficar sem pensar em você. Eu me apaixonei tão rápido por você, que agora não consigo me ver sem você.

Cláudia se vira de frente para Danilo.

Cláudia – Eu gosto de você demais, eu me apeguei a você tão rápido também, espero que esse momento dure para sempre.

Danilo – Eu também espero que sim.

Danilo aproxima seu rosto do de Cláudia e beija seus lábios.

CENA 3, CARIOCÃO LANCHES, INTERIOR, TARDE

Sentados em uma mesa, Miguel, Breno e Júnior conversam.

Júnior – Ih cara, então a conversa com a Karen não foi boa?

Miguel – Foi péssima! Eu tentei ser o mais cuidadoso com as palavras, mas não adiantou muito, ela me deu duas bofetadas e me ameaçou e ameaçou a Giovana, dizendo que nossas vidas vão virar um inferno.

Breno – Mulher traída é um bicho terrível, melhor nem mexer muito com elas, e se disser que quer ser apenas amigo delas, elas fazem isso mesmo o que a Karen fez.

Miguel – Pois é amigo, foi uma péssima ideia ter ido falar esse tipo de coisa a ela.

Júnior – Péssima ideia foi ter mexido com ela, conheço bem esse tipo de garota, elas não te deixam em paz por um minuto sequer, elas consegue espantar suas ficantes, te ligam e mandam mensagens a todo o momento e etc.

Miguel – Pois é mano, mas o que eu podia fazer? Ela tava me sufocando, imagina se eu tivesse aberto o jogo com ela naquele momento, as coisas podiam ser piores.

Júnior – Pois é. Mas só toma cuidado, essas loucas podem ser até capazes de tentar matar o ex, dependendo do caso.

Breno – Não exagera brother, elas não são bem assim.

Júnior – Não estou exagerando, eu mesmo já vi de perto! A ex do meu amigo, o Lucas que eu falei para vocês, fez a namorada dele de refém com um facão, e esfaqueou o braço dela várias vezes.

Breno – Nossa, sério isso?
Júnior – Sério mano, e ela ainda tava grávida. Essas loucas não se importam no estado em que estão, elas querem apenas vingança, seja do modo que for.

Miguel – Nossa…

Miguel pega seu copo de suco e bebe um pouco, enquanto pensa no que Júnior lhe disse.

CENA 4, PRAIA, TARDE

Bastante abalada com o que tinha acabado de lhe acontecer, Karen estava sentada num banco da praia, enquanto olhava para o horizonte com um olhar vago, e com um cigarro nos dedos; Andando por ali, Cláudia a avista, e decide se aproximar.

Cláudia – Karen? É você mesma? Com essa cara toda abatida e com um cigarro na mão? Aliás, não sabia que fumava.

Karen (fumando) – É uma nova etapa na minha vida, já que serei uma mulher amargurada e vingativa, tenho que começar a fumar.

Cláudia se senta ao lado de Karen.

Cláudia – Quer contar o que está se passando a mim?

Karen – Tanto faz.

Karen coloca o cigarro na boca, mas Cláudia o tira de suas mãos.

Cláudia – Primeiros vamos parar de drama e jogar fora esse cigarro, não quero conversar com você tendo esse cheiro horroroso na boca. – jogando cigarro no chão – Me conta o que aconteceu.

Karen – O Miguel cuspiu na minha cara que não gosta de mim e que ama aquela piranha vagabunda da Giovana, e que todas aquelas promessas de amor eram falsas, que ele disse tudo aqui porque estava bêbado.

Algumas lágrimas caem do rosto de Giovana, mas ela rapidamente as seca, para não demonstrar fraqueza diante de Cláudia.

Cláudia – Nossa, que horror, esse garoto é um monstro, não tem sentimentos.

Karen – Eu ainda gosto dele, mas quero destruir ele e a vadia da Giovana com as minhas próprias mãos, juntos esses dois não ficam!

Cláudia – Estou vendo que você está decidida mesmo a infernizar a vida desses dois.

Karen acaba se lembrando do que Cláudia lhe disse no vestiário.

Karen – Vem cá, você estaria disposta a fazer um pacto comigo?

Cláudia – Que pacto?

Karen – Você disse que estaria disposta a me ajudar no que for, e que nessas horas, os inimigos podem virar aliados, certo? Então, topa fazer um pacto comigo, para infernizar a vida da Giovana e de quem mais se meter em nosso caminho?

Cláudia – Nossa, é uma proposta bastante tentadora hein… Bom, eu vou aceitar, porque vejo que juntas, podemos ser mais fortes e até invencíveis.

Karen estende sua mão.

Karen – Então, pacto feito?

Cláudia – Pacto feito.

Cláudia estende sua mão e aperta a mão de Karen, enquanto as duas se entreolham com um malévolo olhar.

CENA 5, ANOITECE O DIA

Após mais um longo dia, o Sol se põe, chegando a noite; Takes de imagens da praia são mostrados na cena.

CENA 6, APARTAMENTO DA FAMÍLIA DUARTE, INTERIOR, NOITE

Sentadas no sofá, Karen e Helena conversam sobre seus dias.

Giovana – Ah mãe, comparado ao seu dia, o meu foi péssimo.

Helena – Por que filha?

Giovana – Ah, tive uma discussão ai com uma amiga, acho que ela nem quer mais falar comigo.

Helena – Nossa filha, que chato.

Giovana – Bastante mãe, uma pena. Mas pelo menos, teve algo que alegrou o meu dia.

Helena – E o que foi?

Giovana – Mãe, algo incrível aconteceu! O garoto que eu gosto me beijou, e se declarou para mim, e me pediu em namoro. Até agora não consigo acreditar nisso.

Helena – Nossa filha, que legal. E você, aceitou o pedido dele?

Giovana – Ah mãe, eu pedi um tempo para pensar, já que eu fui pega de surpresa.

Helena – Filha, como você é boba, devia ter aceitado logo o pedido dele, já que você gosta dele e ele disse que gosta de você.

Giovana – Até você, mãe? Minhas amigas me disseram a mesma coisa, mas vocês não me entendem, eu preciso pensar né.

Helena – Okay filha, é um direito seu. Mas você pode ficar sabendo que eu exijo conhecer ele.

Giovana – Mas mãe, ainda nem aceitei ele como meu namorado e você já quer conhecer ele.

Helena – Calma filha, estou brincando. Ah, tem outra coisa que eu quero te contar.

Giovana – Fale.

Helena – Amanhã a gente vai jantar na casa do Fernando, okay?

Giovana – Fernando? O Fernando pai da Karen e do Danilo?

Helena – Ele mesmo, por quê? Tem algum problema?

Giovana se lembra da discussão que teve com Karen e fica meio apreensiva de ir, mas acaba concordando.

Giovana – Não mãe, não tem nenhum problema… A gente vai sim.

Helena sorri para a filha, que lhe retribui com um pequeno sorriso forçado.

CENA 7, CASA DA FAMÍLIA SAMPAIO, SALA DE ESTAR, INTERIOR, NOITE

Danilo está deitado no sofá, jogando em seu videogame; De repente, a porta se abre e Karen e Cláudia entram bastante alegres, repletas de sacolas nas mãos.

Danilo – Eu estou louco ou estou vendo vocês duas juntas, alegres e cheias de sacolas do shopping.

Cláudia – Não meu amor, você não está louco. Eu e a Karen estávamos no shopping sim, passamos à tarde lá.

Karen – Sim, nos divertimos e muito. Não sabia que a Cláudia era tão legal assim, e que tem várias coisas em comum comigo.

Danilo – Nossa, fico feliz por vocês terem se acertado, mas é bastante estranho que do dia para a noite, as duas tenham virado amigas.

Cláudia – Ah meu amor, desde a conversa que eu e Karen tivemos hoje no vestiário, vi que a Karen é uma ótima pessoa. E hoje à tarde, quando a eu encontrei na praia, só confirmei isso.

Karen – Muito obrigado pelo os elogios querida, você também é tudo de bom. Agora vamos para meu quarto? Quero te mostrar tudo.

Elas largam suas sacolas no sofá e correm até ao quarto de Karen; Danilo as observa com um olhar desconfiado.

Danilo – Isso está muito mal contado, mas muito mal contado…

CENA 8, CASA DA FAMÍLIA SOUZA, QUARTO DE MIGUEL, INTERIOR, NOITE

Sentados na cama de Miguel, Tomás e Miguel conversam.

Tomás – Então quer dizer que você resolveu tudo hoje?

Miguel – Sim pai. Teve um lado ruim, que foi as ofensas, ameaças e bofetadas que recebi da Karen. Mas também teve o lado bom, no qual eu e a Giovana declaramos nosso amor um pelo o outro, e também no qual eu a pedi em namoro.

Tomás – Eu fico muito feliz por você, meu filho. Mas e essa Giovana, como ela é? Ela é bonita e tal?

Miguel – Ela é bastante linda, não é dessas garotas vulgares, ela é tudo de bom, e isso só me faz amar ela cada vez mais.

Tomás – Nossa filho, do modo que você fala dela, só me desperta curiosidade em conhecê-lá.

Miguel – Tenha calma, em breve vou apresentar ela a você e a minha mãe, garanto que vão gostar muito dela.

Tomás – Pior que eu já gosto, do modo que você fala dela todo animado.

Miguel – Dá para perceber o quanto eu a amo, né?

Tomás – É só olhar pra você, que já dá para saber que você tá pensando nela.

Tomás abraça Miguel, e os dois riem.

CENA 09, CARIOCÃO LANCHES, INTERIOR, NOITE

Sentados em uma mesa, Rosana e Digão se entreolham, enquanto sorriem; De repente, Camila se aproxima da mesa.

Camila – Digão, Rosana! Como vão?

Rosana – Oi Camila! A gente vai bem, e você.

Camila – Vou indo muito bem. E vocês, estão se acertando como um casal?

Rosana – Estamos nos dando muito bem, graças a você e a Luana,estamos indo as mil maravilhas.

Camila – Fico feliz que estão se dando bem, todos sempre souberam que vocês acabariam juntos. – risos.

Rosana (rindo) – Pior que eu nem imaginava isso, eu só achava que o Digão era um ogro. E você e o Júnior, como vão indo?

Camila – Ai Rosana, nem me fala desse garoto, ele só sabe encher a minha paciência. Mas vou te confessar, eu ainda gosto um pouquinho dele.

Rosana – Ai Camila, se eu fosse você parava de bobagem e voltava logo com ele.

De repente, Júnior entra no Cariocão e chega por trás de Camila –

Júnior – Qual é pessoal, como vão?

Camila – Ai quanto mais eu rezo…

Rosana – Oi Júnior!

Digão – Qual é, cara?

Júnior cumprimenta Rosana e Digão.

Júnior – E ai, Camila, queria te pedir…/

Camila (cortando) – Querido, agora não posso conversar, tenho que atender umas mesas. Digão e Rosana, daqui a pouco eu passo aqui de novo.

Bastante fria, Camila se retira, deixando Júnior parado.

Júnior – A Camila só sabe me dar fora, e pior que eu ainda venho me rastejar por causa dela, só pra levar patada.

Rosana – Calma Júnior, fica assim não, ela gosta de você, eu garanto.

Sorridente, Rosana dá uma piscadela para Júnior, que lhe sorri.

CENA 10, CASA DA FAMÍLIA SAMPAIO, QUARTO DE KAREN, INTERIOR, NOITE

Em frente ao espelho, Karen experimenta algumas roupas, enquanto conversa com Cláudia.

Karen – Acho que o Danilo não engoliu muito que a nossa amizade…

Cláudia – A gente tem que arrumar argumentos bastante convincentes para convencer que viramos amigas. A gente não pode chegar para ele e dizer: Danilo, você sabia que viramos amigas porque queremos destruir a vida da Giovana?

Karen – E o pior que o esporte favorito dele é defender essa vadia, a quem ele gosta mais do que de mim.

Cláudia – Quanto a defender a Giovana do que você, deixa comigo. Já que sou namorada dele, posso dominá-lo do meu jeitinho.

Karen – Assim é que se faz cunhadinha, não dê mole a ele.

Cláudia – Tem que ser né amiga.

Karen – Ai se eu tivesse feito o mesmo com o Miguel, mas tomara que eu ache uma forma de segurar ele e o dominar, tirando a mosca morta do meu caminho.

Cláudia – Pode deixar amiga, você vai encontrar.

Karen – Tomara mesmo, que seja qualquer coisa, desde que ele fique comigo…

Karen sai da frente do espelho e se joga em cima da cama, em seguida pegando seu celular.

CENA 11, APARTAMENTO DA FAMÍLIA DUARTE, QUARTO DE GIOVANA, INTERIOR, NOITE

Deitada em sua cama, Giovana olha em seu celular algumas fotos dela com Karen; De repente, uma mensagem de Miguel chega em seu celular e ela a abre, lendo em voz alta.

Giovana (lendo) – ”Chega ao fim um dia bastante especial. Nesse dia, fiz uma das coisas que mais tinha vontade de fazer, que era declarar meu amor a você. Bom, não sou muito bom com palavras, então só quero te dar uma boa noite, e dizer que te amo, e que se possível , sonhe comigo (risos.)”
Giovana desliga seu celular e põe ele em cima de uma cômoda; Ela se vira para o lado e começa a sorrir.

Giovana – Também te amo, te amo demais.

Giovana fecha seus olhos e continua sorrindo ao pensar em Miguel.

CENA 12, AMANHECE UM NOVO DIA

Um novo dia nasce; Paisagens do Sol nascendo são mostradas na cena.

CENA 13, COLÉGIO ESCOLHAS, PÁTIO, INTERIOR, DIA

Giovana e Cecília caminham pelo o pátio, enquanto conversam.

Giovana – Ai amiga, ontem quando eu tava indo dormir, eis que o Miguel me manda uma mensagem, me dando boa noite e dizendo que me amava.

Cecília – Oh que fofo! Você deveria aceitar logo o pedido de namoro dele. Já imaginou, ouvir esse tipo de coisa toda hora? Já shippo vocês, Miovana.

Giovana e Cecília riem.

Giovana – Ai amiga, para! Você me deixa em graça assim.

Cecília – Mas é um bom shipp, admita.

Giovana para de rir aos poucos e olha para a frente, se deparando com Karen e Cláudia juntas.

Giovana – Amiga, olha lá. É inacreditável, a Karen e a Cláudia andando juntas. Poxa, ontem tava falando mal dela e agora tá lá juntinha com ela.

Cecília – Pois é, o mundo dá voltas amiga…

Giovana – Amiga, eu vou lá falar com ela, tenho também outros assuntos para tratar com ela.

Cecília – Só te desejo boa sorte, e se ela te ofender ou tentar te bater, bate nela também.

Giovana balança a cabeça para os lados, enquanto Cecília ri; Ela dá sua bolsa para Cecília e vai até Karen, que para de conversar com Cláudia.

Giovana – Karen, a gente pode conversar?

Karen – Tenho nada para conversar com uma fura olho, dá licença.

14 thoughts on “O Amor é um Jogo – Capítulo 06

  1. A cena mais chocante foi aquela em que a Karen e a Giovana brigam.Adorei a postura da Giovana em relação com a Karen,já que agora a Giovana encara ela sem medo!Isso aí Giovana,não liga pra Karen!Fique com o Miguel,e não deixe a Karen atrapalhar ou fazer intrigas!Karen e Cláudia se aliaram,quais maldades elas vão fazer?Que ninguém deixe elas fazerem coisas erradas!A melhor cena foi a Karen recebendo castigo de copiar no caderno dado pela Danna!Mereceu mesmo,ela teve uma atitude muito feia jogando bolas de papel amassado!Felizmente a justiça foi feita!Essa novela tá ótima!Tô adorando!

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s