O Amor é um Jogo – Capítulo 09

o-amor-e-um-jogo-classificacao

CENA 1, CARIOCÃO LANCHES, EXTERIOR, NOITE

Completamente molhados, Júnior, Miguel, Breno, Rafael e Felipe olham para o alto, enquanto Camila os encara; Giovana e Cecília riem do que acontece.

Júnior – Poxa Camila, não gostou do que eu tinha preparado com carinho pra você?

Camila – Com carinho? Você canta essa música horrorosa para mim e diz que era com carinho?

Júnior – Mas essa música combinava muito com você, pensei que você ia gostar…

Camila – O que? Você acha que eu ia gostar dessa música que parece mais uma ofensa? Você tem sorte de eu não ter descido ai e quebrado a sua cara!

Júnior – Poxa, eu só queria te agradar…

Camila – Pensasse isso antes de cantar essa música. No inicio tava legal, mas depois, você só estragou tudo.

Júnior – Nossa, eu só queria…/

Camila – Queria me reconquistar com essa música idiota, mas você só estragou tudo. Olha, melhor você sair daqui, não quero te ver e não quero falar com você.

Com raiva, Camila entra em seu quarto acompanhada de Giovana e Cecília; Ela fecha a janela e as cortinas da sacada, enquanto Júnior olha para o alto, com uma expressão decepcionada.

Júnior – Eu estraguei tudo, como sempre! A Camila nunca mais vai querer falar comigo.

Miguel – Calma mano, ela só tá com raiva da música, depois passa.

Breno – É, ela ficou brava por causa dessa música, mas ela tava gostando da outra, ela tava até sorrindo.

Júnior – Sério? Ela tava sorrindo?

Breno – Sim, eu vi bem. Olha, não desanima, continua tentando reconquistar ela.

Miguel – Isso cara, não desiste! Vai ver ela gosta de você, mas finge que não.

Júnior – Todos dizem isso, mas não levo muita fé…

Rafael – Bom pessoal, eu já vou indo para casa, eu estou todo molhado e preciso me secar.

Felipe – Somos dois.

Júnior – Também estou precisando me secar, então vou pra casa também.

Miguel – Vão indo, acho que vou ficar e esperar a Giovana.

Breno – Também vou ficar e esperar.

Júnior – Então a gente se fala amanhã, tchau brothers. Felipe e Rafael, vou deixar vocês em casa.

Rafael – Tchau amigos, amanhã nos falamos.

Felipe – Tchau pessoal.

Júnior, Rafael e Felipe acenam para Miguel e Breno, e em seguida entram no carro.

CENA 2, CASA DE JOSÉ, QUARTO DE CAMILA, INTERIOR, NOITE

Em sua cama, Camila chora, enquanto Giovana e Cecília lhe consolam.

Camila (chorando) – Por que o Júnior faz isso comigo? Eu gosto dele, mas parece que ele faz essas coisas para me humilhar.

Giovana – Calma amiga, não é para tanto. As inteções dele eram as melhores, mas realmente ele acabou vacilando ao escolher essa música.

Camila (chorando) – Ele só faz besteira, só sabe me magoar com isso, o pouco amor que sinto por ele acaba se diminuindo com isso.

Cecília – Mas amiga, se ponha no lugar dele, ele quis te dar uma prova de amor. Tá certo que a música não foi das melhores, mas você devia pelo menos considerar isso.

Giovana – Isso, pensa nisso que a Cecília disse, ele quis provar realmente que te ama, mesmo tendo escolhido essa música idiota.

Camila – Vocês acreditam mesmo que ele está mudado e que me ama?

Giovana – De verdade? Sim, eu acho que ele está mudado e que te ama.

Cecília – Dá uma chance para ele, deixe ele te provar que mudou, mesmo que isso se dê para se notar de longe.

Camila – Mas eu tenho medo de sair magoada novamente, sei lá, vá que depois que eu volte para ele, ele volta a ser o antigo Júnior, que vive em baladas e me traindo.

Giovana – O único modo de saber isso, é dando uma chance a ele, mas isso tem que partir de você, nós estamos apenas dando nossa opinião.

Camila – Tudo bem, eu vou pensar melhor no que vocês me disseram.

Giovana – Mas não vá fazer nada com precipitação, pense com calma, a decisão é sua e não nossa.

Camila – Obrigada pela a compreensão meninas.

Camila abraça Giovana e Cecília.

Giovana – Ai amiga, agora a gente tem que ir, já está tarde.

Cecília – Amanhã nos falamos.

Camila – Tudo bem, tchau então.

Giovana – Tchau amiga.

Cecília – Tchau.

Giovana e Cecília dão um beijo em Camila, que sorri; Elas saem do quarto.

Corta para:

CENA 3, CARIOCÃO LANCHES, EXTERIOR, NOITE

Saindo do Cariocão, Giovana e Cecília se deparam com Giovana e Breno sentados na calçada.

Giovana – Ué, o que ainda estão fazendo aqui?

Miguel – A gente tava esperando vocês, e também para sabermos o que fakatm com a Camila.

Cecília – Vocês não vão acreditar, mas ela chorou, e por culpa do Júnior.

Miguel – O que? Ela chorou? Não acredito.

Giovana – Sim, e ela acha que o Júnior fez tudo isso de propósito, mas a gente explicou a ela que ele só quis tentar agradar ela.

Breno – Coitado dele, ficou super pra baixo com a reação da Camila e com aquele banho que ela deu na gente.

Miguel – Além de xingar o Júnior, ela ainda descontou a raiva na gente.

Giovana – Relevem, a Camila ficou brava naquele momento, mas não quis molhar vocês.

Cecília – Bom, já está tarde né, eu vou indo.

Breno – Eu vou com você, amor.

Cecília – Tchau gente, nos vemos amanhã no colégio.

Breno – Tchau amigo, tchau Giovana.

Miguel e Giovana – Tchau!

Breno e Cecília acenam e em seguida, atravessam a rua abraçados um no outro; Giovana e Miguel começam a caminhar de mãos dadas, enquanto ela ri baixo.

Miguel – Do que está rindo, Giovana?

Giovana (rindo) – Ai, até agora não me recuperei do banho que a Camila deu em vocês.

Miguel – Hahaha, sua sem graça, queria ver se fosse com você.

Giovana – Tá bom, parei (T) Amor, você tinha dito que sua mãe queria me conhecer, né? Então, você podia perguntar a ela se podia ser amanhã mesmo?

Miguel – Nossa, tão rápido?

Giovana – Sim, quero conhecer logo a minha sogrinha.

Miguel – Hum… Amanhã eu falo com ela, mas eu também quero conhecer a sua mãe.

Giovana – Quando quiser, é só me dizer que a gente combina.

Miguel – Okay, também quero conhecer logo a minha sogra. — risos.

Giovana – Eu estou tão feliz com você, sabe. Depois que passamos a namorar, minha vida tomou outro sentido, não consigo me imaginar longe de você.

Miguel – Também não consigo me ver longe de você, eu não quero me seprara de você nunca.

Ao chegarem em frente ao prédio de Giovana, Miguel e ela se beijam.

Miguel – Te amo.

Giovana – Também te amo. (T) Eu vou indo, amanhã a gente se fala.

Giovana dá um rápido beijo em Miguel e em seguida corre para dentro do prédio, enquanto Miguel a observa.

CENA 4, AMANHECE UM NOVO DIA

Alguns takes de imagens do transito calmo das manhãs tomam a cena.

CENA 5, COLÉGIO ESCOLHAS, PÁTIO INTERIOR, DIA

Karen entra no colégio, enquanto várias pessoas cochicham sobre a surra que ela levou de Giovana; Ela vai até Cláudia e Danilo.

Karen – Que ódio dessa gente, parece que não tem outra coisa pra falar a não ser a briga que eu tive com a Giovana.

Danilo – Ninguém mandou ir provocar ela, levou essa surra e agora é a piada do Escolhas inteiro.

Karen – Ai garoto cala essa boca, só sabe defender a Giovana, vá lá lamber ela e me deixa.

Danilo – Vou até sair daqui, não estou afim de ficar escutando seus ataques. Depois a gente se fala, amor.

Danilo beija Cláudia e em seguida sai.

Cláudia – E ai, como foi na sua casa depois da briga?

Karen – Acabei brigando com o meu pai por causa dessa briga, já que ele inventou de defender a ridícula da Giovana. Que ódio dessa desgraçada.

Cláudia – E você ainda tá com aquela ideia de se vingar dela?

Karen – O que você acha, minha filha? Ela vai me pagar de qualquer maneira esses tapas.

Cláudia – Só toma cuidado amiga, não vá se meter em enrascadas.

Karen – Pode deixar que eu sei o que estou fazendo, já sou bem grandinha.

Um sorriso maléfico se forma nos lábios de Karen, enquanto Cláudia lhe observa com medo; Mais afastados, estão Breno, Rafael e Júnior.

Rafael – Então brother, você tá melhor?

Júnior – Sim, só ainda um pouco triste por conta do que aconteceu.

Breno – Olha mano, nem fica triste, tenho certeza que ela gostou da serenata sim, pelo menos da primeira música.

Júnior – Não quero ficar me iludindo, acho que minhas chances de conquistar a Camila novamente se acabaram após isso.

Rafael – Se eu fosse você, não ficava choramingando por causa de mulher, tem tantas por ai.

Breno – Mas não é por causa de qualquer mulher que o Júnior tá assim, e sim por causa de uma garota que ele ama de verdade.

Júnior – Mesmo ela me tratando feito cachorro, eu amo ela, e farei de tudo pra reconquistar ela.

Breno – Você vai conseguir reconquistar ela, pode ter certeza, mesmo que demore.

Júnior – Obrigado pelo a moral que vocês estão me dando, vocês são amigos de verdade mesmo.

Júnior e Breno sorriem; O sinal toca.

Júnior – Vamos lá?

Júnior coloca sua mochila nas costas e entra no colégio, enquanto Rafael e Breno o seguem.

CENA 6, HOSPITAL, CONSULTÓRIO DE FERNANDO, INTERIOR, DIA

Bastante desatento, Fernando olha para a frente com um olhar vago; De repente, Helena entra no consultório.

Helena – Oi meu amor!

Helena percebe a expressão abatida e desatenta de Fernando.

Helena – Fernando? Meu amor, você está bem?

Fernando – Ah, oi Helena.

Helena puxa uma cadeira e se senta em frente a Fernando.

Helena – Meu amor, você está bem? Que cara é essa?

Fernando – Eu tava pensando em algumas coisas que me surpreenderam bastante…

Helena – Que coisas são essas?

Fernando – Ontem no jantar, a Karen me disse umas barbaridades que me surpreenderam, eu juro que não estava reconhecendo a minha filha.

Helena – Essas coisas tem haver comigo e com a Giovana, né?

Fernando – Ah meu amor, tem sim, mas não quero te falar mais nada para te preocupar.

Helena – Sabe, eu penso que não foi uma boa ideia essa de casamento e irmos morar juntos, não seria bom repensar isso?

Fernando – Meu amor, não vamos desistir do nosso casamento por conta das birras da Karen, não se preoucupe com isso, ela não vai nos atrapalhar em nada.

Helena – Bom, se você diz… Mas eu não quero causar brigas entre você e sua filha.

Fernando – Não fica preocupada, deixa que com minha filha eu resolvo.  Bom, não vamos mais falar nela, vamos tomar um café ali na cantina?

Helena – Vamos.

Helena e Fernando se levantam; Ele abre a porta e Helena sai, e em seguida, ele a acompanha.

CENA 7, COLÉGIO ESCOLHAS, SALA DO SEGUNDO ANO, INTERIOR, DIA

Henrique passa alguns exercícios no quadro, enquanto alguns alunos conversam e outros copiam; Giovana e Cecília conversam, quando de repente, Cecília começa a sentir um mal estar e abaixa a cabeça na classe.

Giovana – Cecília? Amiga, você tá bem?

Cecília – Estou sentindo uma tontura, — gemendo — ah, eu não estou bem.

Giovana – Calma amiga, vou tentar te ajudar!

Giovana levanta a mão e chama por Henrique.

Giovana – Professor Henrique!

Henrique – Oi Giovana, pode falar.

Giovana – Professor, a Cecília tá mal, ela disse que está sentindo umas tonturas. Eu posso ir com ela até ao banheiro?

Cecília – Eu já estou melhor, não precisa.

Giovana – Precisa sim, você está pálida.

Henrique – Pode ir sim, a Cecília não parece estar nada bem.

Giovana – Obrigada professor.

Giovana se levanta e para em frente a Cecília.

Giovana – Vamos, vou te ajudar.

Giovana ajuda Cecília a se levantar; Ela coloca o braço de Cecília em seu pescoço e caminha até a porta da sala, a abrindo e saindo em seguida; Várias pessoas comentam o ocorrido.

Karen – Ih, agora a insossa deu pra ficar doentinha, o que será que ela tem?

Karen coloca sua caneta na boca e cruza as pernas, enquanto olha para o quadro.

 

CENA 8, COLÉGIO ESCOLHAS, BANHEIRO FEMININO, INTERIOR, DIA

Cecília molha seu rosto na pia, enquanto Giovana surge com um remédio.

Giovana – Aqui amiga, bebe isso.

Giovana entrega uma pílula e um copo de água para Cecília; Ela engole a pílula e bebe a água.

Giovana – Amiga, isso não é normal, você esta a dias assim.

Cecília – Já disse que isso deve ser uma virose, depois passa.

Giovana – Sei não amiga, isso tá longe de ser uma virose.

Cecília – Deve ser uma gripe, no máximo, mas não acho que é coisa grave.

Giovana – Amiga, você tem que se cuidar, independente do que seja.

Cecília – Tudo bem amiga, vou me cuidar melhor, não se preocupa.

Giovana – Olha lá hein dona Cecília.

Giovana se aproxima de Cecília e a abraça.

Giovana – Você me deixa muito preocupada com esses sintomas, não quero que nada de mal te aconteça.

CENA 09, CARIOCÃO LANCHES, INTERIOR, DIA

Com um olhar vago, Camila olha para a frente, bastante desatenta, quando de repente, José se aproxima.

José – Filha, o que tá acontecendo? Ainda tá triste com o que aconteceu?

Camila – Não pai, estou pensando aqui.

José – Pensando no que?

Camila – Ontem as meninas me disseram algo, e até agora estou pensando. Elas disseram que para saber se o Júnior mudou realmente, eu devia dar uma chance a ele. O que você acha?

José – Eu concordo com as suas amigas, você já deveria ter feito isso a muito tempo, e não ficar torturando ele e torturando a si mesma com isso.

Camila – Então você acha que eu deveria voltar com ele?

José – Eu só acho, mas a decisão é sua, você quem sabe.

Camila – Hum, obrigada pela a opinião, pai.

José sorri para Camila e se retira, lhe deixando sozinha e pensativa.

CENA 10, COLÉGIO ESCOLHAS, PÁTIO, INTERIOR, DIA

Giovana, Miguel, Cecília e Breno caminham pelo o pátio, enquanto conversam.

Breno – Cecília você está tão pálida, está acontecendo algo?

Cecília – Não é nada, eu estou bem.

Giovana – Tão bem que passou mal hoje na aula, né querida?

Cecília – Giovana…

Giovana – Giovana nada, o seu namorado tem que saber. Breno, acho que a Cecília tá doente, a dias ela tem se sentido mal, é tosse, é dor de cabeça, é mal estar, olha, eu não sei não…

Cecília – Breno, não liga, a Cecília tá dramatizando muito essa minha virose.

Giovana – Virose, sei. A senhora devia procurar um médico para saber o que tá acontecendo.

Cecília – Ai amiga, não vamos ficar falando disso. Olha, eu e o Breno vamos no Cariocão, vem com a gente?

Giovana – Não vai dar, tenho que fazer umas coisas em casa, e depois ter que escolher uma roupa para ir na casa do Miguel, hoje vou conhecer os meus sogros.

Cecília – Jura? Que máximo!

Giovana – Tenho que causar uma boa impressão né.

Cecília – Tá certa, amiga. Bom, a gente vai indo, Miguel vem com a gente?

Miguel – Okay, eu vou. Tchau Giovana, à noite nos vemos.

Giovana – Tchau querido.

Giovana beija Miguel; Ela vai até Cecília e Breno e se despede, em seguida, saindo do colégio; Breno, Cecília e Miguel saem minutos depois, indo ao Cariocão.

CENA 11, O DIA ANOITECE

Takes de imagens do Sol se pondo na praia são mostradas na cena, cortando para a próxima cena.

CENA 12, APARTAMENTO DA FAMÍLIA DUARTE, INTERIOR, NOITE

Giovana se arruma em frente ao espelho, enquanto Helena lhe observa.

Helena – Nossa, tá linda hein filha. Tudo isso para conhecer os sogros?

Giovana – Sim, quero causar uma ótima impressão a eles.

Helena – Hum, espero que sejam boa gente.

Giovana – Pelo o que o Miguel disse, eles são.

Helena – Hum… Saiba que também quero conhecer o meu genro hein. — risos.

Giovana – Pode deixar, em breve você vai conhecer ele. — risos.

Giovana pega sua bolsa no sofá; Ela se aproxima de Helena e a beija.

Giovana – Estou indo, tchau. Mais tarde eu volto.

Helena – Boa sorte com eles!

Giovana – Vou precisar. Tchau!

Giovana acena para Helena; Ela abre a porta e sai, dando uma leve batida na porta.

CENA 13, CARIOCÃO LANCHES, INTERIOR, NOITE

Camila limpa o balcão da lanchonete; Júnior entra no local, e ao lhe ver, Camila vai até a ele.

Camila – Júnior?

Júnior – Oi Camila.

Camila – Júnior, eu posso conversar com você?

Júnior – O que você quer?

Camila – Primeiramente, eu queria te pedir desculpas pelo o modo que te tratei ontem, foi um momento de raiva, juro que não queria fazer isso.

Júnior – Tudo bem Camila, eu te decsulpo.

Camila – E tem outra coisa que eu queria conversar com você, tem haver entre nós dois.

Júnior fica intrigado com o que Camila lhe disse, enquanto Camila lhe olha seriamente.

CENA 14, CASA DA FAMÍLIA SOUZA, SALA DE ESTAR, INTERIOR, NOITE

Sentados no sofá, Tomás e Laura esperam Miguel chegar com Giovana.

Laura – Cadê o Miguel com a namorada? Estão bem atrasados.

Tomás – Nossa, que pressa para conhecer a namorada do nosso filho. — risos.

Laura – Só quero ver se essa menina é tudo o que o Miguel disse.

Tomás – Do modo que ele fala, ela deve ser isso e tudo mais.

De repente, a porta se abre e Miguel entra.

Laura – Filho, até que enfim você chegou!

Miguel – Desculpem o atraso, mas chegamos. Então, quero que vocês conheçam a Giovana!

Tímida, Giovana entra na casa de Miguel; Ele fecha a porta.

Miguel – Então Giovana, esses são meus pais.

Giovana (tímida) – Olá, muito prazer!

Laura se aproxima de Giovana e a encara, enquanto Giovana permanece com a cabeça abaixada de tanta timidez; Miguel as observa, com medo do que sua mãe possa dizer ou falar a Giovana.

Anúncios

11 thoughts on “O Amor é um Jogo – Capítulo 09

  1. A cena mais marcante foi a da Cecília ficando com mal estar e a Giovana leva ela para o banheiro.O que será que Cecília tem?
    A cena mais bonita foi a da Camila pedindo perdão para o Júnior.Será que eles vão se reconciliar?Espero que sim,pois o Júnior diz que mudou!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s