Viagem no Tempo – 24ª Edição

Viagem no Tempo – 24ª Edição

Por Fábio Lima e Jean Ventura

viagemnotempo

Olar graciosas, preparamos uma ótima edição (modéstia a parte) para hoje. Tudo para a nossa amiga querida Ricardinha sentir uns certos prazeres debaixo da saia. Claramente estamos falando de:

image

(abertura e logo brega, mas ok)

SINOPSE

Helena e Álvaro se amam desde o primeiro encontro em Vila Feliz, Minas Gerais. Mas ela se casa com Mário, um engenheiro agrônomo boa-praça. O casamento fracassa e Helena fica grávida de Álvaro, que está de casamento marcado com Débora, uma moça rica, mimada e problemática.  Helena assume a maternidade sozinha longe de seus pais, Ataxerxes e Ametista, e de Zé Diogo, poeta e dono do jornal da cidade, seu maior admirador.

No Rio de Janeiro, oito anos depois, Helena se reencontra com Álvaro ao trabalhar para sua mãe, Cândida, escondendo de todos a paternidade de sua filha Bia. Mas Helena não consegue evitar a grande amizade que une Bia a Alvinho, o filho de Álvaro e Débora. Pior, Débora tem acentuados os seus problemas psicológicos e não mede esforços para separar as duas crianças e manter o marido longe dos olhos de Helena.

Somente no penúltimo capítulo da novela, Helena revela à Bia que Álvaro é seu pai. Ao saber disso, Débora, completamente perturbada, decide matar a rival. Ela chega a atirar em Helena, mas acaba ferindo Álvaro. Quando se dá conta de que perdera o marido para Helena, Débora foge, descontrolada. Ela acaba sofrendo um grave acidente e fica paralítica.

No último capítulo, Débora parte para Londres para fazer um tratamento com esperança de voltar a andar. Passam-se cinco anos, e Helena engravida de Álvaro novamente.

CURIOSIDADES

  • Ao trazer para os telespectadores o universo dos personagens de Aníbal Machado, Manoel Carlos acabou por desenvolver uma boa novela, marcando o seu retorno à TV Globo depois de uma ausência de oito anos (a última havia sido Sol de Verão, em 1983).
  • Felicidade teve muitos destaques no elenco, bons personagens bem interpretados, como a protagonista Helena, de Maitê Proença, o casal Ataxerxes e Ametista (pais de Helena), vivido por Umberto Magnani e Ariclê Perez, e o Chico Treva, de Edney Giovenazzi.
  • A novela revelou a atriz Vivianne Pasmanter, que estreava na TV, ao interpretar a neurótica Débora, a vilã da história.
  • Também apresentou os talentosos atores-mirins Eduardo Caldas e Tatianne Goulart – esta cativou o país com sua meiguice e talento, ao interpretar a pequena Bia.
  • Também a primeira novela na Globo das atrizes Eliane Giardini, Maria Ceiça e Ana Beatriz Nogueira.
  • Tati, a Garota e outros contos de Aníbal Machado inspiraram o autor a escrever Felicidade.
    Manoel Carlos usou entrechos de A Morte da Porta-Estandarte, em que a personagem Tuquinha (Maria Ceiça), uma porta-bandeira, era assassinada a facadas pelo ex-namorado, Tide (Maurício Gonçalves), durante um ensaio na quadra da Estácio.
    Em 2001, a mesma história foi apresentada no episódio História de Carnaval da série Brava Gente, com Juliana Paes e Norton Nascimento.
  • A cidade de Rochedo, no interior de Minas Gerais, foi a locação ideal para a fictícia Vila Feliz. A cidade cenográfica recriou em Jacarepaguá uma vila de casas do bairro carioca do Engenho Novo.
  • A novela teve seu último capítulo exibido no sábado, porque na sexta-feira foi reprisado o penúltimo capítulo. O último capítulo foi reprisado na segunda-feira, antes da estreia da atração substituta, Despedida de Solteiro.
  • Apesar de creditados no material de divulgação da novela – inclusive na relação de elenco das capas das trilhas sonoras -, os atores Stepan Nercessian (Hilário), Jandira Martini (Noêmia) e Miguel Magno (Lucas) nunca apareceram em Felicidade, nem sequer como participações especiais. Stepan Nercessian era, inclusive, creditado na abertura.
  • Reapresentada entre 09/02 e 24/04/1998, Felicidade foi uma das novelas mais picotadas no Vale a Pena Ver de Novo: a reprise teve 55 capítulos contra 203 da apresentação original.
    Reprisada também entre 24/09/2012 e 03/07/2013 (na íntegra), às 15h30, no canal Viva (canal de TV por assinatura pertencente à Rede Globo).

AUDIÊNCIA

Então gente, não temos tabela dela completa (perdão Ryca) porque o acervo folha e o acervo estadão não tem todas as médias semanais, mas temos os seguintes dados:

Estreou na lama por causa da antecessora fiasquenta Salomé que entregou com média geral de 30/32 pontos. Felicidade, essa guerreira, estreou com 31 semanal, e foi subindo que nem piroca de tarado. SUA ÚLTIMA SEMANA TEVE MÉDIA DE INCRÍVEIS 48 PONTOS (A MAIOR DESDE FERA RADICAL EM 1988). O penúltimo capítulo disparou e chegou a picos de 57. VEJAM:

image-1

OBS: A média geral foi entre 39 e 40 pontos, menos que isso não deu.


Então gostosas, fizeram como a Ryca e extraíram CENSURADO com a edição? Pois aguarde para sentirem mais prazeres com a próxima edição.

Anúncios

81 thoughts on “Viagem no Tempo – 24ª Edição

  1. Parece ser uma novela bem legal, tenho curiosidade nela
    O VS devia fazer um compacto dessa novela
    Morri que tinha atores no elenco, cujos personagens nunca entraram na história
    Parabéns, Fábia e Jean

    Curtido por 2 pessoas

  2. Luxo que defendi e por muito tempo da própria fã base do Maneco que a rejeita (Mas quem liga pra eles mesmo? risos). E sucesso comprovado, felizmente.

    E calúnias ao meu respeito. No mais, parabéns ao sr. Jean e Fabiely.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Comum atores serem escalados para novelas do Maneco e serem esquecidos por ele e seus colaboradores.

    Grito que, mesmo com CNT-Gazeta e Band gravitando nos 8/10 pontos, Manchete, Cultura e Record se segurando nos 5 pontos e SBT gravitando nos 15/20 pontos, a Globo ainda conseguia 40/50 pontos. Claramente elas juntavam 100% de share em vários horários do dia.

    Curtido por 2 pessoas

  4. Não tenho muita curiosidade por essa novela, mas me choco com a tesoura na reprise. Será que foi fracasso, por isso picotaram?

    E morto com os atores que eram creditados na abertura mas nunca apareceram. Fiquei curioso para saber o motivo.

    Lacre de edição (como de costume). Parabéns, Jeana e Fabiely :*

    Divulgação – https://audienciadatvmix.wordpress.com/2016/10/17/cartas-para-florenca-capitulo-04/

    Curtido por 1 pessoa

  5. Parabéns!
    Não sabia que o penúltimo capítulo é reprisado. Mas deve ter dado boa audiência. Felicidade deve ter sido uma boa novela. Parabéns pela edição Fábio e Jean!!!!!!!!! !!!!!

    Curtido por 1 pessoa

  6. Parabéns!
    Vi Felicidade qd passou na primeira vez, já no VPN não tive paciência. Não que seja lenta, mas está bem abaixo de História de Amor, Laços e outras melhores do Maneco. Acho que o grande destaque dessa novela foi a trilha sonora!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s