Incontroláveis – Capítulo 23

Capítulo 23

Incontroláveis

Rio de Janeiro

CENA 1/RUA/EXT./NOITE

Paula estava sentada na calçada, em frente ao portão da casa de Henry. Ela se levanta ao ver o rapaz chegando com os pais, Conrado e Odete.

PAULA — Finalmente chegaram, estava cansada!

ODETE — Você não é a ex namorada do Igor?

PAULA — Não estou aqui para falar sobre isso.

HENRY — Paula!

PAULA — O medo parece que fez seu filho pensar mais rápido, finalmente!

CONRADO — Não estou gostando de seu tom, garota!

PAULA — Paula, eu me chamo Paula!

ODETE — O que você quer?

PAULA — Seu filho não cumpriu o nosso acordo então segredos serão revelados!

HENRY — Paula, por favor!

PAULA (GRITANDO) — O Henry é gay e está até namorando um garoto do colégio!

Conrado e Marta olham para Henry, Paula sorri.

CONRADO — Filho, diz que é mentira.

Henry fica em silêncio.

PAULA — Cumpri minha missão, até outro dia, não quero participar de uma discussão de família.

Paula se asfatas, enquanto Henry estava em profundo silêncio.

ODETE — Seu silêncio já diz tudo!

HENRY — Eu descobri o amor verdadeiro…

CONRADO (GRITANDO) — Vá embora! Não te quero mais em minha casa!

Henry começa a chorar.

HENRY — Por favor.

ODETE — Não ouviu seu pai? Vá embora, não sou obrigada a ver sua cara suja todos os dias.

Henry enxuga as lágrimas.

HENRY — Me desculpe se fiz algo errado.

Ele corre para longe dos pais, que se abraçam.

CENA 2/COLÉGIO ESCOLHAS/ESTACIONAMENTO/INT./NOITE

Renata abria o carro quando Tomás chega e a segura pelo braço, visivelmente furiosa.

RENATA — Tomás… você está me machucando.

TOMÁS — Como você foi suja!

RENATA — Não faço ideia do que você está falando.

TOMÁS — Eu simplesmente descobri sua armação pra me separar da Carla, eu nunca tive nada com você sua louca!

RENATA — Não sei do que está falando, deve ser uma armação daquela estranha.

TOMÁS (GRITANDO) — Cala a boca e escuta. Eu nunca terei outro sentimento por você a não ser nojo! Eu tenho nojo de você!

Ele a solta e sai, Renata se apoia no carro, nervosa.

RENATA (P/ SI) — Foi tudo por água abaixo…

Ela soca o carro, nervosa.

CENA 3/MANSÃO DE MATEUS/SALA DE ESTAR/INT./NOITE

Sonoplastia:Medo Bobo (Maiara e Maraísa)

Henry entra, acompanhado pelo namorado. A sala era imensa, com várias colunas de mármore e uma grande escadaria, havia um grande sofá dourado no centro da sala e ao lado dele grandes vasos de flores. Mateus percebe que Henry limpava algumas lágrimas.

MATEUS — O que aconteceu?

HENRY — Meus pais… eles descobriram nosso relacionamento e me expulsaram de casa!

MATEUS — Pode ficar aqui, você vai morar comigo, essa mansão é inteira minha, meus pais moram na Austrália, afinal já cheguei na maioridade

HENRY — Eu não quero ser um peso na sua vida, Mateus.

Mateus senta-se no sofá e puxa Henry.

MATEUS — Você nunca vai ser um peso na minha vida, aqui você vai ter tudo que precisa, comida, roupa limpa, amor, carinho!

Eles se beijam.

HENRY — Muito obrigado!

MATEUS — Tenho minhas obrigações como namorado, não é mesmo?

Eles riem e voltam a se beijar.

CENA 4/CASA DE PEDRO/BANHEIRO/INT./NOITE

Pedro entra no banheiro e fecha a porta com uma chave. Ele se olha no espelho.

PEDRO — Novamente comi demais, eu tenho que me controlar!

Ele se ajoelha em frente ao vaso sanitátio e força o vômito com os dedos. Em seguida ele se levanta e passa um pouco de água no rosto.

PEDRO (P/ SI) — Me sinto bem melhor assim.

Ele dá descarga e sai do banheiro.

CENA 5/MANSÃO DE MATEUS/SUÍTE DE MATEUS/INT./NOITE

Henry sai do closet, usando uma regata branca e uma bermuda cinza. Mateus estava sentado na cama, sem camisa.

HENRY — Consegui encontrar suas únicas peças normais, sem brilhos, cores extravagantes, penas, pelos.

Mateus sorri.

MATEUS — Tenho mais algumas coisas “normais”, mas você fica ótimo assim

Henry senta-se ao lado do namorado.

HENRY — Você também fica ótimo assim, mais livre, sem tanta “moda”.

Mateus sorri.

MATEUS — Eu preciso de tudo aquilo para sobrevier, diferente de você.

Os dois ficam se encarando.

HENRY — Nem parece que mais cedo passei por tudo aquilo, você me fez esquecer tudo de ruim que passei.

MATEUS — A missão ainda não acabou, posso fazer você relaxar mais ainda.

Henry aproxima seus lábios dos de Mateus.

HENRY — Agora chegou a minha vez de retribuir o favor.

Sonoplastia:Side to Side (Ariana Grande)

Henry avança sobre Mateus, beijando-o intensamente. O rapaz então tira a camisa e continua beijando o namorado.

MATEUS — Eu te amo… te amo como jamais amei outra pessoa.

Mateus tira a bermuda de Henry.

MATEUS — Tem certeza que está pronto?

HENRY — Com você sempre estarei pronto!

Eles continuam se beijando e logo ficam nus.

AMANHECE

CENA 6/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO PRINCIPAL/INT./DIA

Mariana caminhava de um lado para o outro, limpando as mesas, Eduardo entrava e saía da cozinha, limpando tudo também.

MARIANA — A reabertura daqui tem que ser em grande estilo.

EDUARDO — Sim, Mariana. Os fregueses estão querendo voltar a frequentar este ambiente mágico.

Mariana sorri.

MARIANA — Não é para tanto…

EDUARDO — Não seja modesta, todos da região amam este restaurante, o seu restaurante!

Os dois se abraçam e se beijam, felizes.

CENA 7/COLÉGIO ESCOLHAS/CORREDOR/INT./DIA

Tomás corre até Carla, que passava pelo corredor.

TOMÁS — Carla, temos que conversar.

CARLA — Você está me seguindo? Quando terei paz?

TOMÁS — Foi tudo uma armação da Renata para nos separar, você tem que acreditar em mim!

CARLA — Impossível! Como eu já disse, não serei mais trouxa!

Ela sai andando e Tomás fica parado, em silêncio.

CENA 8/COLÉGIO ESCOLHAS/SALA 10/INT./DIA

Henry entra, acompanhado de Mateus. Selene e Kitty estavam sozinhas.

KITTY — Henry, seus pais te expulsaram realmente de casa?

HENRY — Sim.

KITTY — Mas como eles descobriram?

Selene fica visivelmente nervosa, Henry olha para ela e em seguida olha para Mateus.

MATEUS — Realmente, você não me disse como eles descobriram tudo.

HENRY — Foi a Paula! Ele descobriu e revelou tudo para eles.

MATEUS — Vadia!

SELENE — Estou chocada, ela não tem limites.

KITTY — Alguém tem que parar essa vagabunda, ela está vivendo num mundo sem limites!

HENRY — Eu também acho isso, Kitty!

ANOITECE

CENA 9/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO PRINCIPAL/INT./NOITE

O restaurante estava cheio, garçons caminhavam de um lado para o outro, Mariana sorria, recebendo os convidados na porta principal. De repente chegam Renan e Aline.

MARIANA — Que bom que você veio, Renan!

Renan e Aline sorriem.

RENAN — Eu não iria perder esta festa por nada.

MARIANA — Quem é essa moça?

RENAN — Esta é minha mãe, Aline. Mãe está é a mãe da Camila, Mariana!

Aline e Mariana se cumprimentam, felizes.

ALINE — É um prazer te conhecer!

Mariana sorri.

MARIANA — O prazer é todo meu!

CENA 10/CASA DE PEDRO/BANHEIRO/INT./NOITE

O garoto entra chorando e fecha a porta.

PEDRO (P/ SI) — Eu não consigo.

Ele se olha no espelho e enxuga as lágrimas que desciam.

PEDRO (P/ SI) — Eu estou muito gordo, ridículo! Pareço um ogro.

Ele volta a chorar.

PEDRO (P/ SI) — Eu prometo que vou me controlar.

Em seguida ele se ajoelha ao lado do vaso sanitário e força o vômito.

PEDRO (P/ SI) — Eu tenho que ficar limpo!

Ele levanta e volta a se olhar no espelho.

PEDRO (P/ SI) — Bem melhor…

Ele passa um pouco de água no rosto, dá descarga e sai do banheiro.

CENA 11/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO PRINCIPAL/INT./NOITE

O salão estava cheio, Mariana caminhava de mesa em mesa, conversando com os clientes. Camila conversava com Renan e Aline.

CAMILA — Fazia tanto tempo que minha mãe não ficava tão feliz!

ALINE — O restaurante faz muito bem para ela, não é mesmo?

CAMILA — Sim.

De repente Eduardo sobe num pequeno palco onde eram realizados pequenos shows em datas especiais. Ele segurava um microfone.

Sonoplastia:Chuva de Arroz (Luan Santana)

EDUARDO — Tenho que pedir desculpa para vocês, pois precisarei de atenção exclusiva de Mariana.

Ela olha assustada para ele.

EDUARDO — Pode subir aqui, querida?

MARIANA — Ai meu Deus!

Ela caminha, nervosa, até o palco. Ao chegar lá ela sorri.

MARIANA (COCHICHANDO) — O que está acontecendo?

Eduardo sorri.

EDUARDO — Apenas aproveite o momento!

MARIANA — Eduardo…

Ele pega uma pequena caixa no bolso da calça jeans, se ajoelha e abre a caixinha. Ali dentro havia um lindo anel de brilhantes.

MARIANA (EMOCIONADA) — Não pode ser!

EDUARDO — Mariana, você aceita se casar comigo?

Mariana sorri e estende a mão para ele.

MARIANA — Lógico que sim!

Ele coloca o anel nela e se levanta, os dois se beijam e todos aplaudem.

CENA 12/RUA/EXT./NOITE

Paula havia acabado de chegar do supermercado, com as mãos cheias de sacolas. Ele tentava pegar as chaves do portão com dificuldade na bolsa.

PAULA (P/ SI) — Enquanto meus pais se divertem eu sou feita de escrava.

Ela consegue pegar a chave, mas a derruba no chão.

PAULA (P/ SI) — Que saco!

Ela se abaixa para pegar e quando levanta Saulo, que a observava há alguns minutos escondido, a segura colocando um lenço no nariz dela. Paula se debate, mas logo desmaia, deixando todas as sacolas caírem no chão.

SAULO (P/ SI) —Agora o jogo está ficando interessante!

A imagem foca em Saulo, sorrindo.

Anúncios

15 thoughts on “Incontroláveis – Capítulo 23

  1. Gente eu me responsabilizo totalmente pelo atraso do capítulo, peço desculpas ao Felipe e ao público, mas acontece que eu não pude mesmo postar o capítulo antes, somente agora. A contagem fica valendo até 20h30 de amanhã, e mais uma vez, me desculpem.

    Curtir

  2. Henry vai morar com Mateus após ser expulso de casa, e eles tem a primeira noite de amor juntos. O restaurante de Mariana é reaberto, e Eduardo a pede em casamento. E a vagabunda da Paula é sequestrada por Saulo. Mas o que ele quer com ela?

    Parabéns, Felipe 😀

    Curtir

    • Posso dizer que uma nova fase começou em Incontroláveis, uma nova dupla de vilões vai começar a tocar o terror no Escolhas.

      Obrigado, Jean!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s