Incontroláveis – Capítulo 29

Capítulo 29

Incontroláveis

Rio de Janeiro

CENA 1/CASA DE RENAN/SALA DE ESTAR/INT./NOITE

Alguém bate na porta e Aline sai da cozinha, caminhando até a porta.

ALINE (GRITANDO) — Já vai.

Ela abre a porta e se surpreende com quem estava lá fora.

ALINE — Cora?

CORA — Precisamos conversar!

ALINE — Também acho! Pode entrar.

Cora entra.

CORA — Agora que estou vendo esta casa entendo por que você e seus filhos sentem inveja de mim.

ALINE — A casa pode ser simples, mas não foi conquistada com base em mentiras.

CORA — Você está chamando minha família de mentirosa?

ALINE — Vcoê sabia que o Otávio tinha filhos fora do casamento?

CORA — Sua pobre desgraçada!

ALINE — Realmente você não suporta a verdade, parece um vampiro quando exposto ao Sol.

CORA (GRITANDO) — Eu quero você longe da minha família, sua alpinista social.

ALINE (GRITANDO) — Você está na minha casa, não vou tolerar este tipo de comportamento!

CORA (GRITANDO) — Não volte a entrar no meu caminho!

ALINE — Tudo isso é medo de ser traída novamente? Se o Otávio me preferiu, não tenho culpa!

CORA (GRITANDO) — Maldita!

ALINE (GRITANDO) — Sai da minha casa! Agora!

CORA — Eu saio, mas fique sabendo que você não pode comigo.

ALINE — No passado eu te venci.

CORA (GRITANDO) — Desgraçada!

Aline abre a porta.

ALINE — Sai, sua cadela!

Cora sai furiosa.

CENA 2/CASA DE ODETE E CONRADO/QUARTO DE HENRY/INT./NOITE

Henry estava preso na cama, amordaçado. Ele havia ouvido a voz de Mateus e se debatia, gritando. Após algum tempo ele desiste e começa a chorar.

CENA 3/RUA/EXT./NOITE

Conrado e Odete caminham até Mateus.

CONRADO — Você não vai parar com este escândalo?

MATEUS (GRITANDO) — Henry!

ODETE — Irei chamar a polícia.

MATEUS — Eu posso até ir embora, mas eu não vou desisitir do Henry!

CONRADO — É melhor desistir.

MATEUS — Vocês são nojentos!

Mateus começa a caminhar na direção de seu carro, saindo dali.

AMANHECE

CENA 4/MANSÃO QUEEN/SALA DE ESTAR/INT./DIA

Otávio caminha até o sofá, pegando seu tablet que estava sobre ele.

OTÁVIO (P/ SI) — Vamos ver as notícias do dia…

Quando liga o tablet que assusta com o número de mensagens que havia recebido durante a noite, a maioria com o link de alguns sites de fofoca. Ele clica em um deles. E se assusta ao ler a matéria, sobre a entrevista de Saulo.

OTÁVIO (P/ SI) — Não acredito que ele fez isso…

CENA 5/CASA DE ODETE E CONRADO/QUARTO DE HENRY/INT./DIA

Odete e Conrado entram, tirando a mordaça da boca de Henry.

HENRY — O Mateus veio aqui ontem, ele está preocupado comigo.

CONRADO — Foram as forças das trevas que o mandaram.

ODETE — Ele quer te levar para o inferno.

HENRY (GRITANDO) — Parem de agir como loucos!

Conrado dá um tapa em Henry.

CONRADO (GRITANDO) — E você nos respeite, filho ingrato!

ODETE — O demônio ainda vive próximo de você, por isso teremos que iniciar um plano B.

HENRY — Que plano?

ODETE — Temos que deixar a morada do demônio, você, tão enfraquecida que ele sairá para sobreviver.

HENRY — O que vocês estão planejando?

CONRADO — Você ficará sem comida até ser curado!

Conrado e Odete saem do quarto, Henry chorava.

HENRY (CHORANDO) — Socorro!

CENA 6/COLÉGIO ESCOLHAS/CORREDOR/INT./DIA

Kitty caminhava rumo a sala de aula, acompanhada de Igor.

KITTY — Não vejo a hora da formatura acontecer.

IGOR — Eu também, não aguento mais o colégio na minha vida.

De repente, Selene sai de uma sala e começa a caminhar ao lado de Kitty, que não olha para ela.

SELENE — Kitty, você sabe que temos que conversar.

KITTY — Igor, você sabe se temos alguma prova hoje?

IGOR — Acredito que apenas de História.

KITTY — Sempre fui ótima em História.

SELENE — Você não pode continuar fingindo não me ver para sempre!

Kitty e Igor continuam caminhando sem olhar para Selene, que logo para de caminhar.

CENA 7/RUA/EXT./DIA

Elisa, Pedro e Camila caminhavam até o colégio, juntos como de costume.

ELISA — Camila, quero deixar uma coisa clara.

CAMILA — Pode dizer.

ELISA — Eu nunca vou engolir a Kitty.

PEDRO — Elisa, não precisa ser tão radical. A Kitty pode ser chata, mas dá para aguentar.

ELISA — Eu não consigo, ela não me desce.

CAMILA — Sinto cheiro de ciúmes no ar.

Camila abraça Elisa.

ELISA — Eu não estou com ciúmes.

PEDRO — Desculpa, mas está escrito em sua testa, amiga!

Os três riem e entram no colégio.

CENA 8/COLÉGIO ESCOLHAS/SALA 10/INT./DIA

Sonoplastia:Sim ou Não (Anitta)

Igor entra e caminha até Paula, que já estava em seu lugar.

IGOR — Paula, quero te fazer uma pergunta.

Paula sorri.

PAULA — Cadê sua namorada?

IGOR — Ela foi até o banheiro, mas não precisamos dela para a conversa.

PAULA — O que você quer?

IGOR — Quero saber se existe alguma ligação entre você e o Saulo, irmão do Renan e da Kitty.

PAULA — Não… não existe nenhum tipo de ligação entre nós dois. Você imaginou isso  a partir de onde?

IGOR — De coincidências.

Ele caminha até seu lugar, sentando-se lá. Paula sorri discretamente.

CENA 9/COLÉGIO ESCOLHAS/CORREDOR/INT./DIA

Camila, Elisa e Pedro caminhavam, ainda conversando. Eles então param quando veem Renan caminhando na direção deles.

CAMILA — Eu não mereço…

PEDRO — Calma, Camila.

RENAN — Camila, precisamos conversar!

CAMILA — Renan, já pedi para você me esquecer.

RENAN — Eu te amo!

Elisa se coloca entre Renan e Camila.

ELISA — Ela não quer falar com você, entendeu?

RENAN — Por favor…

ELISA — Deixa minha amiga em paz!

Renan suspira e se afasta.

CAMILA — Obrigada, Elisa.

ELISA — Eu disse que não iria mais deixar ele se aproximar de você!

Camila sorri.

CAMILA — Já disse que adoro vocês?

Os três se abraçam.

CENA 10/MANSÃO QUEEN/SALA DE ESTAR/INT./DIA

Cora desce a escada e caminha até Otávio que saía da cozinha.

CORA — Que bom que te encontrei.

OTÁVIO — Cora, acho que precisamos conversar.

CORA — Eu não quero ouvir o que você tem para falar. Eu quero o divórcio.

OTÁVIO — Cora, vamos pensar melhor.

Cora sorri.

CORA — Não tem o que pensar. Simplesmente quero o divórcio, não vou ser mais idiota.

Otávio suspira.

OTÁVIO — Então darei início ao nosso divórcio.

CORA — Maravilhoso.

ANOITECE

CENA 11/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./NOITE

Carla e Tomás jantavam no restaurante de Mariana, como faziam algumas vez no mês. A dona do restaurante caminha até eles.

MARIANA — Espero que estejam sendo bem atendidos.

CARLA — Aqui tudo é maravilhoso, desde o ambiente até a comida.

TOMÁS — A Carla está certíssima, pode ter certeza que estamos sendo muito bem tratados aqui.

Mariana sorri.

MARIANA — Não sabem como fico feliz com tantos elogios. Muito obrigada e bom jantar.

Ela se afasta.

TOMÁS — Carla, quero muito te falar uma coisa.

Carla bebe um pouco de vinho.

CARLA — Pode dizer.

Tomás tira do bolso uma caixinha preta e Carla começa a sorrir.

CARLA (EMOCIONADA) — Não pode ser…

TOMÁS — Carla, você aceita se casar comigo?

Ele abre a caixinha, revelando o belo anel de noivado.

CARLA (EMOCIONADA) — Lógico que aceito!

Os dois se beijam, apaixonados.

CENA 12/MANSÃO QUEEN/JARDIM/EXT./NOITE

Cora estava sentada sob uma das árvores do jardim, olhando para o céu. Mercedes caminha até ela.

MERCEDES — Você ficou louca?

CORA — O que você quer comigo? Eu não posso ter um tempo de paz?

MERCEDES — Você pediu divórcio de um dos homens mais ricos da América?

CORA — Eu não merecia passar por tudo o que passei. Eu nunca fui tão humilhada em minha vida!

MERCEDES — Você é uma burra!

CORA (GRITANDO) — Me deixa em paz!

Mercedes suspira e se afasta da filha, que chorava.

CENA 13/CASA DE RENAN/SALA DE ESTAR/INT./NOITE

Renan e Aline assistiam televisão, sentados no sofá.

RENAN — Não sei o que fazer para a Camila me perdoar.

ALINE — Eu também não sei como te ajudar, mas acredito que o tempo pode curar o coração dela.

RENAN — Tomara.

Alguém bate na porta.

ALINE — Esperando alguém?

RENAN — Não…

Ele se levanta e ao abrir a porta se assusta.

RENAN — Otávio?

OTÁVIO — Podemos conversar… filho?

RENAN — Lógico.

Otávio entra e Aline se levanta do sofá.

ALINE — O que você quer Otávio?

OTÁVIO — Fazer um convite.

ALINE — Pode fazer.

OTÁVIO — Não quero mais viver longe dos meus filhos, já foi muito tempo perdido. Por isso venho convidá-los para morar em minha casa. Você e nossos filhos.

Renan e Aline trocam olhares.

CENA 14/MANSÃO DE SELENE/CLOSET DE SELENE/INT./NOITE

Selene experimentava várias roupas que havia comprado.

SELENE (P/ SI) — Sinto tanta falta das opiniões da Kitty neste momento…

Ela senta-se em uma poltrona que havia ali e pega o celular, abrindo o Instagram e indo no perfil de Kitty.

SELENE (P/ SI) — Tudo culpa da Camila.

Ela então se assusta ao ver o grande número de fotos de Camila e Kitty juntas, jogando o celular contra a parede.

SELENE (GRITANDO) — Eu vou te destruir, Camila!

A imagem foca em Selene, nervosa.

Anúncios

19 thoughts on “Incontroláveis – Capítulo 29

  1. Mas gente… Conrado e Odete querem matar o Henry, só pode.
    Tomás e Carla vão se casar, mas ninguém se importa.
    Otávio convida Renan e Aline para morar com ele, após Cora pedir o divórcio.
    Selene jura que vai acabar com Camila, ao ver fotos dela com Kitty.

    Parabéns, Felipe 😀

    Curtir

  2. Conrado e Odete vão acabar matando o próprio filho com essa atitude maluca. Mateus nem imagina o quanto seu amado está sofrendo nas mãos de seus próprios pais. Será que Cora desistiu tão facilmente de Otávio? Acho que não… Agora, após a atitude dele em querer levar Aline e seus filhos para sua casa, eu duvido que ela queira ainda o divórcio. Selene louca! Avisto mais fogo por aí… Camila que se cuide.

    Parabéns, Felipe! 😉

    Curtir

    • Eles são mesmo loucos. E teremos mesmo MUITO fogo em Incontroláveis nesta última semana e Selene estará envolvida!

      Obrigado, Fred!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s