Cadeia Sem Grades – Capítulo 07

Cena 1: Campana/ Hotel Campana Palace/ Corredor, Noite

Alana tenta esconder o rosto, mas Taís a avista e se aproxima.

Taís: Eu estou enxergando direito? Não acredito, a madame aqui nesse hotel pobre? O que faz aqui? Resolveu fazer uma visita à locais mais humildes?

Ela ri, não perdendo a oportunidade de provocar a rival após tudo o que ela fez mais cedo. Alana se vira para Taís, e a encara seriamente, com ódio e fúria no olhar.

Alana: Quem você pensa que é para se dirigir a mim dessa forma? Não passa de uma empregadinha barata!

Taís: E muito honesta e direita, ao contrário de você.

Alana: Claro, agora vai me dar lição de moral! Cuida da sua vida. Quando você chegar ao meu nível, fale comigo.

Taís: Nunca chegarei ao seu baixo nível, de adúltera e dissimulada!

Alana: Está se achando importante, não é? Pois aproveite bem, porque em breve te colocarei em seu devido lugar!

Lucília observa a cena, assustada.

Taís: Está me ameaçando?

Alana: Interprete como quiser. Agora me dê licença. E espero que passe muito, mas muito mal!

Alana abre a porta e adentra o seu quarto, deixando Taís furiosa.

Lucília: Então essa é a Alana?

Taís: Sim. E ao que parece, ela será minha vizinha. Infelizmente.

Lucília: Não a provoque dessa forma, ela parece ser perigosa.

Taís: Eu não consegui me controlar, foi mais forte do que eu. Mas farei o possível para ignorá-la daqui em diante.

Lucília: Faz bem, minha amiga. Mas agora preciso ir para casa

Tais e Lucília se abraçam, se despedindo. Após, a segunda vai embora e a primeira entra em seu quarto.

Cena 2: Campana/ Hotel Campana Palace/ Quarto de Alana, Noite

Alana joga as as malas sobre a cama, furiosa.

Alana: Que ódio! Que ódio dessa Taís! E agora eu vou ter que cruzar com ela nesse hotel medíocre. Era só o que me faltava! Mas se ela acha que pode me enfrentar, está muito enganada! Eu vou tirá-la do meu caminho, e reconquistarei Paulino. Eu darei a volta por cima, vou voltar a viver no luxo. Eu nasci para isso.

Ela caminha pelo local, olhando a estrutura simples do cômodo, com desprezo.

Cena 3: Imagens Aleatórias

Amanhece ao som de Love me Again – John Newman.

Cena 4: Rio de Janeiro/ Estação Ferroviária, Dia

Dário está na fila da bilheteria, esperando sua vez. A pessoa que estava em sua frente sai com um bilhete na mão e ele avança, ficando de frente ao vendedor que está atrás de um balcão.

Vendedor: Qual é o seu destino, senhor?

Dário: Eu só quero uma informação – ele retira do bolso uma fotografia de Taís, e mostra para o rapaz – você viu essa mulher por aqui, embarcando em algum trem?

O funcionário dá uma rápida olhada na foto.

Vendedor: Eu não sei, senhor. São tantas pessoas que passam por aqui…

Dário: Olhe bem para essa foto. Você há de reconhecer!

Vendedor: Me desculpe, senhor, mas eu não me lembro. Se essa moça passou por aqui, eu não me recordo.

As pessoas que estavam atrás de Dário na fila começam a se incomodar com a demora, e ele demonstra irritação. Ele tira um emblema policial de seu bolso e mostra ao homem atrás do balcão.

Dário: Eu sou policial, está vendo?! Agora me diga, essa mulher da foto passou por aqui?!

Vendedor: Senhor, entenda que muitas pessoas passam por aqui diariamente, eu não me lembro dessa mulher. Se ela embarcou em algum trem nessa estação, eu não me recordo. Não posso ajudá-lo, me desculpe. Agora, por favor, se retire. Tem várias pessoas aguardando para comprar um bilhete e viajar!

Dário lança um olhar raivoso para o vendedor e olha para as pessoas atrás de si na fila. Ele suspira e sai dali.

Cena 5: Campana/ Mansão de Paulino/ Escritório, Dia

Paulino e Taís conversam as sós, ambos sentados num sofá que havia ali.

Paulino: Precisamos conversar melhor, sobre o que aconteceu ontem.

Taís: Realmente. A volta de sua esposa causou uma grande bagunça…

Paulino: Eu quero te dizer, Taís, que a volta da Alana em nada muda o que eu sinto por você. Eu te amo, e sei que esse sentimento é recíproco.

Taís: Mas a Alana não nos deixará em paz. Para complicar ainda mais a situação, ela acabou se hospedando no mesmo hotel que estou morando. E ontem mesmo tivemos uma discussão. Ela deixou claro, que não está disposta a te perder.

Paulino: Ela já me perdeu, Taís. Não deixe que ela te intimide! Vamos passar por cima dela e de qualquer um que queira nos atrapalhar!

Taís: Eu não nego, eu também me pego pensando no senhor…

Paulino: Por favor, Taís. Já está na hora de você parar de me chamar de “senhor”!

Taís: Certo. Eu me pego pensando em você, Paulino. Principalmente após aquele beijo. Mas você tem noção do quanto as pessoas vão nos recriminar? A cidade toda vai falar sobre nós, e imagino que sua família não vai aceitar que você tenha um romance com uma empregada.

Paulino: Eu não me importo com o que vão falar, Taís. O que me importa é você e eu, juntos. O resto são apenas detalhes!

Taís olha para ele e sorri.

Taís: Você é incrível, sabia? Se você que pode ser o mais prejudicado, não se importa com o que vão pensar, porque eu que não tenho nada a perder, me importaria?

Paulino: Isso Taís, deixe que falem. Vamos pensar apenas em nós mesmos e viver sem medo!

Ambos sorriem um para o outro, selando o amor deles. Eles aproximam seus rostos e se beijam.

Cena 6: Campana/ Mansão de Olavo e Odete/ Sala de Estar, Dia

Odete está sentada no sofá, lendo um livro. Batidas na porta são ouvidas, e a empregada que está limpando os móveis, vai atender. Quando ela abre a porta, Alana entra, mesmo sem ser convidada. Ela avista Odete no sofá e vai até ela, que para de ler.

Odete: Mas o que você está fazendo aqui?!

Alana se senta no sofá.

Alana: Saudades de mim, querida sogra?

Odete: Fiquei sabendo da infeliz notícia de seu retorno a Campana, mas não imaginei que você teria o descaramento de vir até a minha casa.

Alana: Mas quanta agressividade! Vim até aqui lhe dar um aviso, e é assim que a senhora me trata?

Odete: Nenhuma palavra que saia de sua boca, tem credibilidade. Ponha-se daqui para fora!

Alana se levanta.

Alana: Tudo bem. Mas quando descobrir com quem o Paulino está se envolvendo, será tarde demais…

Odete se levanta e encara Alana.

Odete: Do que você está falando? Lave a sua boca antes de falar do meu filho!

Alana: Apesar do péssimo tratamento que recebi, eu não guardo rancor. O Paulino está se envolvendo com uma empregada, a babá que ele contratou para a Vanessa. A senhora sabia disso?

Odete: Isso é mentira! O que há? Paulino não te aceitou de volta e agora você resolveu espalhar calúnias sobre ele?

Alana: Acredite se quiser, dona Odete. Mas quem avisa, amigo é.

Alana abre um sorriso sarcástico, caminha até a porta e sai do local. Odete fica pensativa quanto ao que a nora dissera.

Cena 7: Campana/ Mansão de Paulino/ Escritório, Dia

Paulino está sentado em sua mesa, trabalhando em alguns papeis. A porta se abre e Solange adentra.

Solange: Com licença, seu Paulino. A dona Odete está aqui, querendo falar com o senhor.

Paulino: Que surpresa. Mande-a entrar, por favor.

A empregada concorda e se retira. Instantes depois, Odete entra e se acomoda numa cadeira de frente para Paulino.

Paulino: Mamãe! A que devo a honra dessa visita?

Irritada, Odete vai direto ao assunto.

Odete: Que história é essa de você estar tendo um caso com a babá da Vanessa?!

Paulino: Como? Quem te contou isso?

Odete: A Alana me contou. Mas isso não importa. Eu já percebi que é verdade.

Paulino: É verdade sim, mãe. Algum problema?

Odete: Ela é pobre. Uma empregada, Paulino. Esse é o problema! Como você foi se envolver com ela?!

Paulino: Engula seu preconceito. A senhora nem conhece a Taís! Não me importo com a situação financeira dela, me importo com o caráter e o amor que eu sinto por ela!

Odete: Não conheço e nem quero conhecer essa desqualificada. Ela virou a sua cabeça, meu filho!

Paulino se levanta, indignado.

Paulino: Chega, mãe! A senhora não tem o direito e nem moral para falar assim da Taís! Eu vou ficar com ela, com ou sem seu consentimento. Agora, por favor, se retire. Eu não sou obrigado a ficar ouvindo suas palavras repletas de preconceito, contra alguém que nem conhece!

Odete: Você está me expulsando, Paulino? Meu próprio filho, está me expulsando de sua casa?!

Paulino: Estou! Vai ser melhor para todos nós, não quero continuar essa briga com a senhora!

Odete se levanta, indignada. Sem olhar para trás, ela se retira do escritório. Paulino se senta na cadeira e suspira.

Cena 8: Imagens Aleatórias

Com várias paisagens de Campana, anoitece na cidade ao som de N – Nando Reis.

Cena 9: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Noite

Paulino está sentado no sofá, lendo um livro. Alguém bate na porta, e na ausência da empregada ali, ele vai atender. Quando abre a porta, ele se depara com Alana.

Paulino: Alana? Que surpresa. Veio aqui fazer intriga, como fez com minha mãe?

Alana: Me poupe desse cinismo, Paulino. Eu quero ver minha filha.

Paulino: A Vanessa já está se preparando para dormir, volte outra hora.

Alana: Não minta para mim, Paulino. Me deixe subir e falar com a Vanessa. Eu tenho esse direito.

Paulino: Não estou mentindo, a Vanessa já está se preparando para dormir. Mas eu vou chamá-la. E não se dê o trabalho de entrar, eu trago ela aqui.

Paulino fecha a porta, deixando claro para Alana que ela devia ficar do lado de fora da casa. Após, ele sobe as escadas.

Cena 10: Campana/ Mansão de Paulino/ Jardim, Noite

Alana caminha com Vanessa pelo local. Até que ambas param, e ficam de frente uma para a outra.

Vanessa: O que a senhora quer falar comigo?

Alana: É sobre nós, minha filha. O seu pai está te colocando contra mim!

Vanessa: O meu pai só quer o meu bem, ele está sempre do meu lado!

Alana: Você pensa assim, porque o Paulino te manipulou! Vanessa, ele só quer te afastar de mim, você não está percebendo? Ele mal nos deixa conversar!

Vanessa: Ele faz isso porque é o melhor para mim!

Alana: Ele quer me substituir! A sua babá, quer tomar o meu lugar de mãe. De sua mãe!

Vanessa: Eu já falei com a tia Taís sobre isso, e a senhora está errada. Ela não quer ser minha mãe!

Alana: Ela mentiu para você! Você sabia que ela e o seu pai estão namorando? Pois estão, e em breve ela vai ser dona de tudo isso aqui, e revelar quem é de verdade. Ela não gosta de você, minha filha!

Vanessa olha para Alana, chocada e confusa com tudo o que ouvira.

Cena 11: Rio de Janeiro/ Casa de Dário e Taís/ Sala de Estar, Noite

Dário está sentado no sofá, com uma garrafa de bebida em mãos. Ele demonstra estar abatido.

Dário: Como eu vou te encontrar, Taís? Não consegui nenhuma informação nas estações ferroviárias! Não sei mais o que eu faço… E para piorar a situação, recebi a notícia que perdi meu emprego, por faltas. Que merda de vida! Perdi o amor da minha vida, e agora nem exercer minha profissão eu posso mais!

Ele bebe um gole da bebida.

Dário: Mas eu não desisto de você, Taís. Hoje mesmo eu vou começar a viajar. Irei passar por várias cidades desse estado. Em alguma delas, eu hei de te encontrar. Nem que eu leve a vida inteira, mas eu te encontrarei meu amor.

Ele se mostra determinado e bebe outro grande gole de sua bebida.

Cena 12: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Noite

Paulino está sentado no sofá, ainda lendo o seu livro. A porta de entrada se abre e Vanessa adentra, cabisbaixa. Paulino vai até ela ao perceber o semblante abatido da filha.

Paulino: Minha filha, o que aconteceu? O que a Alana fez dessa vez?!

Vanessa: A minha mãe me contou o que o senhor está fazendo!

Paulino: Eu?! Que história é essa? Seja mais clara, Vanessa.

Vanessa: Ela me contou que o senhor e a tia Taís estão namorando. E que ela, será minha nova mãe. Isso é verdade, pai?!

Paulino olha para Vanessa, surpreso com a indagação.

A imagem congela na expressão surpresa de Paulino, em um tom amarelado. Aos poucos, a sombra de uma grade se forma sobre o homem.

Anúncios

24 thoughts on “Cadeia Sem Grades – Capítulo 07

  1. Ai, que trama gostosinha de ler!

    E vamos ao #MyAnalysis

    Não, não, espera um pouco…

    Mas antes de iniciar, eu quero saber a sua opinião sobre algo: você prefere que eu deixe em destaque os nomes dos personagens e das cidades ou não?

    Agora vamos!

    Cadeia sem Grades – Capítulo 07

    Alana, a gigolete de “Cadeia sem Grades” tenta se esconder de Taís, porém, a mesma percebe e debocha dela. Furiosa, Alana ameaça Taís.

    Amanhece em Campana e no Rio de Janeiro, Dário procura por informações de Taís nas estações ferroviárias, mas não descobre absolutamente nada… bem feito! 😛

    Enquanto isso, em CampanaTaís e Paulino firmam o seu namoro… ai, Jean! Você tá querendo me desestabilizar, não é? Não tem como não shippar, eles são muito fofos. ❤
    #Talino Forever

    Na mansão dos pais de PaulinoAlana decide fazer uma visitinha venenosa a Odete, a mãe de Paulino e diz que Paulino está tendo um romance com Taís, a babá… gente, que biscate é a Alana, hein?

    Após ouvir de Alana, a notícia do romance de Taís e Paulino, Odete vai tirar satisfações com Paulino, e este diz que nada vai separá-lo de Taís… que atitude, hein? Enfrentar a própria mãe para defender o amor não é qualquer um que faz isso, não.

    Anoitece em Campana e no Rio de Janeiro, nesta última cidade… Dário reclama por ter perdido o amor de sua vida e o seu emprego… fiquei com pena dele… mentira, eu morri de rir… desgraçado! Covarde! Merece ficar na rua da amargura!

    Enquanto isso, em CampanaAlana chantageia Vanessa emocionalmente e sórdidamente, a colocando contra Taís e Paulino… gente, a Alana tá me dando um nojo! #TaísRainhaAlanaNadinha.

    Com essa web, eu tô indo contra todos os meus princípios. Tô torcendo para os mocinhos e odiando os vilões. O que tá acontecendo comigo, Jesus!

    Capítulo nota 10.
    Parabéns, Jean!

    Curtido por 1 pessoa

    • Bom, se você gosta de destacar os nomes, não vejo problema nenhum. Fique à vontade, o espaço é seu.

      Dário procurou informações sobre Taís, mas não encontrou. Agora ele vai se ver obrigado à tomar uma atitude mais drástica para seguir a busca por ela.

      Você shippando um casal protagonista, só tenho uma coisa a dizer: Adoooooroooooo.

      Alana é sórdida, por enquanto, ela está fazendo intrigas para se dar bem e separar Paulino e Taís. Porém, ele já enfrentou a sua mãe, e enfrentará quem for preciso para continuar ao lado de Taís.

      Eu não nego que adoro, a minha intenção era fazer os leitores amarem os mocinhos e odiarem os vilões (Principalmente o Dário, já Alana eu não nego que gosto dela e do seu jeito de ser, apesar de tudo). Espero que a torcida por Paulino e Taís permaneça.

      Sobre a surra: Apenas me calarei.

      Obrigado, Roberto ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. CAPÍTULO 02
    Taís consegue fugir de trem sem ser vista por Dário. Alana briga com Paulino e vai embora de casa, sendo fria com o marido e a filha. Taís conhece Paulino.

    CAPÍTULO 03
    Anderson pede a Alana para ter acesso a sua conta bancária, mas ela recusa. Vanessa sofre ao descobrir que a mãe a abandonou. Olavo dá dias de folga a Paulino para descansar com a filha após o que Alana fez. Taís e Lucília se conhecem. Anderson consegue convencer Alana de lhe dar o acesso bancário.

    CAPÍTULO 04
    Taís vai fazer entrevista de emprego com Paulino e eles se surpreendem com o reencontro. Vanessa reprova Taís, pensando que estão querendo substituir sua mãe. Taís conversa carinhosamente com Vanessa e consegue sua confiança, para surpresa de Paulino. Lucília e Rodolfo se conhecem. Alana surta ao saber que Anderson fugiu com seu dinheiro. Lucília sofre um assalto. Dário retorna a casa e descobre que Taís foi embora.

    CAPÍTULO 05
    Rodolfo salva Lucília do assalto. Rodolfo diz aos pais que está apaixonado, deixando-os intrigados sobre a mulher. Paulino se declara para Taís e a beija, mas são flagrados por Alana, que retorna a casa após o roubo de Anderson.

    CAPÍTULO 06
    Alana tem uma severa discussão com Paulino e Taís. Vanessa fica feliz ao rever a mãe, mas triste pela briga. Rodolfo se declara para Lucília. Alana se hospeda no mesmo hotel que Taís e as duas se encontram casualmente.

    CAPÍTULO 07
    Taís enfrenta Alana no hotel. Dário procura informações de Taís na estação ferroviária. Alana envenena Odete contra Paulino. Odete e Paulino discutem. Alana manipula Vanessa contra Paulino e Taís. Vanessa questiona Paulino sobre o que Alana lhe contou.

    Parabéns, Jean! Aqui estou eu, atualizado, adorei o desenvolvimento da sua trama, sua escrita está impecável, gostei de tudo mesmo. Percebi alguns atritos nos comentários dos capítulos, inevitável né, mas olha amigo, ignore isso. Todo mundo sofre críticas, é normal, mas não vale a pena absorver críticas sem embasamento algum, se é crítica por crítica sem ser construtiva. Seu trabalho está maravilhoso, lamento quem não tem a capacidade de reconhecer. No mais, meus parabéns! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Seus resumos dos capítulos, amooooo. Luxo total.

      E fico muito feliz que você tenha gostado, e isso já é motivo para eu não me abalar com as críticas daquele garoto. Afinal de contas, apenas uma pessoa reclamou do andamento da trama e que não gostou do que leu, mas o restante dos leitores aprovaram. E se está do agrado da maioria, significa que estou no caminho certo, e espero que continue assim.

      Obrigado, Airton, pela opinião e apoio ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. Gente, mas essa Alana não vale nada mesmo hein? Foge com o amante e o dinheiro do marido, depois volta e causa todo esse inferno. É de vilãs assim que eu gosto.
    Eu quero só ver quando o Dário encontrar a Taís. Será que vai haver uma união entre ele e a Alana?
    Parabéns mais uma vez, Jean!

    Curtido por 1 pessoa

    • Alana não vale nada, isso é um fato. Tudo o que ela faz, é para se dar bem e sair por cima, só pensa em si mesma.
      E garanto que o retorno de Dário na vida de Taís está bem próximo, talvez mais próximo do que possa parecer.

      Obrigado, Leonel 😀

      Curtir

  4. No capítulo de hoje eu pude enxergar um pouco a mais de cada personagem apresentado.

    Alana está muito insegura em relação ao romance entre Taís e Paulino. Não sei, mas estou com pena dela, real. Nunca imaginei.

    Dário é mais violento do que aparenta ser. Hoje em umas simples cenas, demonstrou isso. Estou tenso!

    A surpresa fica por conta de Taís. Sei lá, mas a achei bastante afrontosa e decidida. O jeito meigo e doce está se desfazendo, e uma outra mulher está brotando.

    Os próximos capítulos prometem novos rumos para essa história. Cada cena é bem importante para tentar desvendar o que vem por aí. Não sei se é loucura da minha cabeça, mas me deixe viajar. 😛

    Adorei o capítulo. Parabéns, Jean! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Morte que está com pena da Alana. Ela está por baixo, e está tentando se reerguer. Mas não imaginei que fossem sentir pena dela após tudo o que ela fez.

      Dário é muito violento, explosivo. Isso vai ficar ainda mais claro nos próximos capítulos.

      Taís continua sendo a mulher traumatizada e sofrida do inicio, porém agora isso está “mascarado”, pois ela reencontrou a felicidade. Ela é doce e meiga com quem merece, mas com seus inimigos, sua postura é outra.

      Grito, e tente desvendar os rumos da trama.

      Obrigado, Fred ❤

      Curtir

  5. Não pude marcar presença nos capítulos anteriores porque passei por problemas pessoais. Mas vamos ao que interessa, li somente os dois últimos capitulos anteriores. E o capítulo 5 foi o melhor até então, amei. E shippo Rodolfo e Lucília sim, amo. Alana voltou e causou, mas tomou um pisão bonito da Tais, adoroooo. Porém Alana rainha, ok. Estou bastante ocupado e não vou me aprofundar muito mas parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

    • Entendo, Thay. E shippe mesmo, amo. Alana voltou com o nariz empinado, pronta para dar o bote no Paulino… Mas foi tombada. Porém, acima de tudo, Alana continua sendo uma rainha, verdade.

      Obrigado ❤

      Curtir

    • Claramente Alana vai movimentar a web e muito, dignissima vilã!
      Para quem achava que a Taís era sonsinha e boba, tá ai a mostra quando ela discutiu com a mejera.
      E novamente, a maligna vilã plantando batatas na cabeça da própria filha.
      E vamos ver este desenrolar de Dario em busca de sua amada!
      Parabéns Jean, ótimo capitulo.

      Curtido por 1 pessoa

      • Claramente, Alana é sórdida. Está tentando usar a filha para se dar bem, porém não está obtendo muito êxito.

        Obrigado, Vitor 😀

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s