Incontroláveis – Capítulo 33 (Antepenúltimo Capítulo)

Capítulo 33

Incontroláveis

Rio de Janeiro

CENA 1/MANSÃO QUEEN/QUARTO DE SAULO/INT./NOITE

Paula e Saulo estavam deitados na cama.

PAULA — Seu objetivo foi alcançado, Cora e Mercedes não moram mais aqui.

Saulo ri.

SAULO — Ainda não alcancei meu objetivo.

PAULA — O que ainda falta.

SAULO — Destruir Kitty Queen!

PAULA — O que você quer dizer com isso?

SAULO — Kitty terá um fim maravilhoso durante a formatura, aguarde!

Paula fica assustada e Saulo apenas ri.

CENA 2/MANSÃO QUEEN/SALA DE ESTAR/INT./NOITE

Aline entra e caminha até Otávio, que estava sentado no sofá em silêncio.

ALINE — Você está triste com o divórcio, né?

Otávio sorri.

OTÁVIO — Está tão visível assim?:

ALINE — Infelizmente está.

OTÁVIO — Mesmo com o casamento em crise, Cora foi a minha esposa por muitos anos. Não queria que as coisas tivessem acabado assim.

ALINE — Eu te entendo, vocês viveram uma vida juntos.

OTÁVIO — Exato!

Aline abraça Otávio.

ALINE — Saiba que você tem uma amiga em mim.

OTÁVIO — Eu sei disso.

CENA 3/PIZZARIA/SALÃO/INT./NOITE

Na mesa estavam reunidos Igor e Kitty e Camila e Renan. Eles comiam pizza e conversavam.

KITTY — Estão anisosos para a formatura?

CAMILA — Muito, não vejo a hora de entrar na Universidade.

IGOR — Eu também quero muito entrar na Universidade.

KITTY — Eu quero apenas uns bons dias de férias, relaxar como ainda não relaxei desde que cheguei aqui.

RENAN — Uma temporada de descanso não cairia mal.

KITTY — Férias nunca faz mal e agora, você pode ir para onde quiser. Você é filho de um bilionário, pode fazer o que quiser.

RENAN — Estou começando a me acostumar com esse estilo de vida.

Eles riem.

CENA 4/MANSÃO DE MATEUS/QUARTO DE MATEUS E HENRY/INT./NOITE

Mateus e Henry estavam deitados sobre a cama do casal, apenas de cueca. Mateus coloca a cabeça sobre o peito do namorado.

MATEUS — Henry, não consigo entender como seus pais são capazes de atos tão desunamos com você.

HENRY — Eles apenas querem me proteger, de uma maneira errada, mas querem me proteger.

MATEUS — Eu entendo. Parece que eles esqueceram um pouco de nós.

HENRY — É isso que me deixa com medo.

MATEUS — Esse silêncio deles também me dá medo.

HENRY — Vamos esquecer os problemas, pelo menos por enquanto.

Henry beija Mateus.

AMANHECE

CENA 5/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./DIA

Mariana entrou no salão e correu até Eduardo.

MARIANA — Estou tão feliz que o nosso dia chegou. Esperei tanto por este casamento.

Eduardo sorri e a beija.

EDUARDO — Eu também esperei por muito este dia. Daqui a pouco os responsáveis por organizar tudo irão chegar.

MARIANA — Estou muito ansiosa.

EDUARDO — E a senhora pode ir tratando de ir ter seu dia de noiva, o spa te aguarda!

Mariana sorri.

MARIANA — Queria ficar e te ajudar.

EDUARDO — Você vai relaxar, esquecer de tanto trabalho!

Mariana sorri, eles se beijam e ela sai em seguida.

CENA 6/MANSÃO QUEEN/CLOSET DE KITTY/INT./DIA

Haviam roupas, maquiagens, sapatos, acessórios e sacolas espalhados por todo o closet. Kitty e Mateus caminhavam freneticamente de um lado para o outro, com as mais variadas peças de roupas em sua mãos. Camila e Henry estavam sentados, cada um, em uma poltrona rosa.

HENRY — É realmente necessário tudo isso?

MATEUS — Sim, é necessário. Vocês devem estar deslumbrantes no casamento.

CAMILA — Não vai ser nada tão chique.

KITTY — Vocês devem brilhar.

MATEUS — Exatamente. Nós vamos montar o look ideal para vocês.

HENRY — Se for para o nosso bem, que façam direito.

Camila sorri e concorda com a cabeça.

KITTY — Kitty Queen sempre monta looks direito, Henry!

CENA 7/MANSÃO QUEEN/QUARTO DE ALINE/INT./DIA

Aline estava sentada na cama, lendo uma revista virtual. Alguém bate na porta e ela se levanta. Ao abrir a porta, se assusta. Do outro lado estava Otávio, com um sacola em mãos.

OTÁVIO — Resolvi te presentear.

ALINE — Presentear? É alguma data comemorativa relacionada a sua família?

Otávio ri.

OTÁVIO — Eu só quero que você esteja deslumbrante durante o casamento de sua amiga.

Ele entrega a sacola para Aline, que a segura.

ALINE — Não precisava se preocupar com isso.

OTÁVIO — Eu me preocupo com você, Aline.

Ela sorri e pega o vestido que estava dentro da sacola. Era um vestido longo e vermelho.

ALINE (FELIZ) — É lindo! Eu nunca tive algo tão belo assim.

OTÁVIO — Fico feliz que tenha gostado, foi difícil escolher. E aproveite, ele é exclusivo.

Otávio sorri e sai, Aline senta na cama, observando cada detalhe do vestido.

CENA 8/MANSÃO DE SELENE/QUARTO DE SELENE/INT./DIA

Selene entra no quarto, trazendo uma caixa nas mãos.

SELENE (P/ SI) — Finalmente chegou.

Ela senta-se na cama e abre a caixa, revelando um revólver preto.

SELENE (P/ SI) — Camila terá o que merece. O casamento será realmente marcante!

Ela deita na cama, sorrindo enquanto olhava para a arma.

ANOITECE

CENA 9/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./NOITE

Já estava tudo arrumado para a festa de casamento. Mesas, iluminação, o bolo imenso. Tudo estava pronto. Selene entra e, ao perceber que os funcionários estavam na cozinha, sorri.

SELENE (P/ SI) — Prometo uma festa marcante a todos os convidados.

Ela sorri e entra no corredor que levava para os banheiros.

CENA 10/IGREJA/ALTAR/INT./NOITE

Mariana estava deslumbrante com seu vestido de noiva, ao lado de Eduardo na frente do altar. Os padrinhos eram Camila e Renan e Aline e Otávio. Entre os convidados estavam Henry e Mateus, Paula e Saulo, Kitty e Igor, entre outros. A cerimônia já estava em seus momentos finais.

PADRE — E os declaro marido e mulher. Eduardo, pode beijar a noiva!

Eduardo sorri e beija Mariana. Todos aplaudem.

CENA 11/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./NOITE

Todos entram felizes, primeiramente os noivos, depois os padrinhos e por último os convidados.

MARIANA (FELIZ) — Nunca fiquei tão feliz assim.

EDUARDO (FELIZ) — Também está sendo o melhor dia de minha vida.

O DJ liga a música, as luzes coloridas começam a se ascender e a festa tem início. Todos dançavam, comiam, se divertiam.

CENA 12/RESTAURANTE DE MARIANA/CORREDOR/INT./NOITE

Henry e Mateus entraram no corredor, se beijando.

MATEUS — Fico pensando no dia do nosso casamento.

HENRY — Eu ainda não pensei nisso, mas quero um dia épico.

MATEUS — Será um dia épico, tenha certeza!

Henry coloca Mateus contra a parede e volta a beijá-lo.

SELENE — Que bonito!

Os dois se assustam, parando o beijo.

MATEUS — Selene? Acho que você não foi convidada.

Selene sorri, abre a pequena bolsa, retirando o revólver de lá.

SELENE — Está na hora do show.

HENRY — O que você vai fazer?

SELENE — A Camila roubou meu lugar, eu vou acabar com ela!

MATEUS — Selene, você não precisa fazer isso.

SELENE (GRITANDO) — Cala a boca.

Selene continua caminhando, mas Henry entra na frente dela.

HENRY — Você só passa daqui por cima do meu cadáver.

SELENE — Que frase clichê!

Ela aponta a arma para Henry.

MATEUS (GRITANDO) — Henry!

Selene atira em Henry, acertando-lhe no abdômen.

SELENE — Espero que você se torne um cadáver.

Ela continua caminhando, enquanto Mateus corre até Henry, pegando-o nos braços.

MATEUS — Henry, você não vai morrer.

Algumas pessoas cmainham até os dois.

MATEUS (CHORANDO) — Chamem ajuda, por favor!

CENA 13/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./NOITE

Todos param de dançar no momento que ouvem o barulho do tiro.

MARIANA (ASSUSTADA) — O que foi isso.

Eduardo puxa Mariana para perto dele.

EDUARDO — Parece que foi um tiro.

Camila e Renan correm até os dois.

CAMILA — Mãe, diz que foi um efeito programado.

MARIANA (NERVOSA) — Não foi um efeito programado!

CENA 14/CASA DE CONRADO E ODETE/SALA DE ESTAR/INT./NOITE

Conrado e Odete assistiam televisão, sentados no sofá.

CONRADO — Sinto saudades do Henry aqui conosco.

De repente Odete coloca a mão osbre o peito, como se tivesse sentindo alguma dor.

CONRADO — O que foi, querida?

ODETE — Uma dor, como se algo muito ruim estivesse acontecendo.

Conrado abraça a esposa.

CONRADO — Não é nada, fique calma.

CENA 15/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./NOITE

Igor sai do corredor dos banheiros e corre até Mariana e Eduardo.

IGOR — Uma coisa terrível aconteceu.

EDUARDO — Pode jogar a bomba.

Camila observava, ao lado de Renan. Ela não percebe que Selene caminhava entre os convidados, em sua direção, silenciosamente.

IGOR — O Henry levou um tiro no corredor.

MARIANA — Meu Deus, que horror!

Neste instante Selene segura Camila pelo cabelo, apontando a arma para o pescoço da menina. Mariana solta um grito de desespero ao ver aquilo.

RENAN (GRITANDO) — Solta a Camila!

Kitty corre até Igor, abraçando-o. Todos os outros convidados ficam em silêncio. Saulo e Paula observavam tudo, afastados.

CENA 16/RESTAURANTE DE MARIANA/CORREDOR/INT./NOITE

Mateus segurava Henry em seus braços, sangue saía do corpo do menino. O blazer prateado de Mateus estava vermelho.

MATEUS (CHORANDO) — Você não pode morrer. Não pode.

Mateus segura Henry com mais força contra seu peito.

HENRY (COM DIFICULDADE) — Eu te amo…

MATEUS (CHORANDO) — Eu também te amo.

Mateus beija Henry. Algumas pessoas observavam, comovidas.

MATEUS (CHORANDO) — Eu só preciso que você espere mais um pouco, o socorro já está chegando.

Henry sorri, em silêncio. Mateus continua chorando, enquanto abraça o amor de sua vida.

CENA 17/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./NOITE

CAMILA (GRITANDO) — Me solta sua louca!

SELENE (GRITANDO) — Cala a boca, ou eu te mato aqui mesmo. Sua vadia desgraçada!

Kitty solta-se dos braços de Igor. Enquanto isso Renan liga para a polícia, discretamente.

KITTY — O que você está fazendo, Selene? Você está se tornando uma criminosa, uma assassina!

Camila se debate, mas Selene continua segurando a garota,

MARIANA (CHORANDO) — Solta a minha filha. Eu te imploro.

Selene sorri.

SELENE — Esta vadia acabou com a minha vida.

CAMILA — Eu não fiz para você! Me solta.

SELENE (GRITANDO) — Você me roubou a Kitty!

KITTY (GRITANDO) — Eu nunca fui propriedade sua!

Selene começa a chorar. Neste momento Camila consegue se soltar das mãos de Selene, empurrando-a.

SELENE (CHORANDO) — Eu te amo Kitty. Eu sempre te amei.

Kitty fica assustada, enquanto Camila abraça a mãe. Selene limpa as lágrimas.

SELENE — Ela me roubou de você. Ela roubou meu grande amor.

CENA 18/RESTAURANTE/SALÃO/INT./NOITE

Tomás e Carla jantavam.

TOMÁS — Sabe de uma coisa, eu nunca, em toda a minha vida, amei alguém como te amo.

Carla sorri.

CARLA — A recíproca é mais que verdadeira.

Os dois se beijam.

CENA 19/RESTAURANTE DE MARIANA/SALÃO/INT./NOITE

Selene volta a apontar a arma para Camila, que estava ao lado da mãe, do padrasto e de Renan.

SELENE (GRITANDO) — Eu vou te destruir, Camila!

Neste momento um policial consegue imobilizar Selene com um golpe, desarmando-a em seguida.

SELENE (GRITANDO) — Me solta!

POLICIAL — Não posso.

Ele a algema, mais policiais entram, acompanhados de médicos.

MÉDICO — Onde está o ferido?

IGOR — Me acompanhe.

Igor leva os médicos para o corredor. Enquanto isso Selene é retirada dali pelos policiais.

CENA 20/RESTAURANTE DE MARIANA/CORREDOR/INT./NOITE

Os médicos já estavam retirando Henry do corredor. Mateus chorava desesperado, abraçado a Igor.

IGOR — Calma ele vai ficar bem.

Mateus solta-se de Igor e corre até os médicos, segurando na mão de Henry.

MATEUS (CHORANDO) — Ele vai ser salvo?

MÉDICO — Você terá que ser forte, não podemos ter certeza se seu namorado vai sobreviver.

A imagem foca em Mateus, chorando.

Anúncios

14 thoughts on “Incontroláveis – Capítulo 33 (Antepenúltimo Capítulo)

  1. Selene compra um revólver. Mariana se casa com Eduardo. Selena invade a festa de casamento e atira em Henry. Selena faz Camila de refém na festa e confessa que era apaixonada por Kitty. Um policial desarma e prende Selene. Henry fica entre a vida e a morte. Horrorizado com as sequências, nunca pensei! Parabéns, Felipe, reta-final eletrizante, do jeito que eu gosto! 😀

    Curtir

  2. Gente… Selene, dona do capítulo! Nunca imaginei que ela se tornaria essa psicopata, louca apaixonada. Morto que ela ama Kitty. 😮 Estava em nossa frente e não enxergamos. Como pode? Henry foi baleado, socorro! Agora seus pais vão querer lhe dar valor. Pena que teve que ocorrer uma tragédia antes. Não engulo essa Aline de jeito nenhum, real. Espero que Otávio não termine com ela.

    Capítulo eletrizante e ótimo. Parabéns, Felipe! Se o antepenúltimo foi assim, imagine o penúltimo, risos. Ansioso! 😉

    Curtir

    • Realmente a Selene foi o grande destaque do capítulo e realmente essa paixão pela Kitty estava estampada no rosto dela. Sim, agora é a chance de Conrado e Odete mudarem.

      Prometo mais algumas cenas de ação.

      Obrigado, Fred!

      Curtir

  3. Gritando com tudo. Quem diria que Selene protagonizaria um capítulo inteiro, hein? Odeio essa vaca, mas foi ela a responsável por toda a ação de hoje. Invadiu a festa de casamento de Mariana, para se “vingar” de Camila. E no meio dese fogo cruzado, estava Henry, que acabou levando um tiro da louca da Selene.

    Eu realmente me surpreendo quando encontro uma cena do Tomás e a Carla, esqueço que eles existem na trama. Na verdade, o casal não me agradou mesmo, e eles sempre soam deslocados em relação aos outros acontecimentos.

    Voltando para o que interessa, Selene faz Camila de refém, e confessa que tem um amor encubado pela Kitty. Apenas gritar que tudo o que Selene fez pela Kitty (praticamente beijava os pés dela), era um amor reprimido.

    No hospital, Henry fica entre a vida e a morte. Eu não nego que vou achar interessante ele morrer. Seria diferente, e finais trágicos me agradam 😛 Mas de modo geral, Henry e Mateus merecem viver felizes. Porém, quero a morte de um dos protagonistas, e desejo que seja a Camila, kisses.

    Capítulo excelente, parabéns, Felipe 😀

    Curtir

    • Sim, Selene teve um capítulo seu, onde ela atingiu seu ápice de loucura.
      Tomás e Carla realmente ficam um tanto foram de toda ação principal, fazem parte de um verdadeiro núcleo paralelo.
      Exato, Selene se espelhava tanto em Kitty por amor.
      E devo dizer que Camila ficou magoada, risos.

      Obrigado, Jean!

      Curtido por 1 pessoa

  4. Capítulo 28
    Não entendi qual era a funções das mulheres. Afinal, elas não dançaram e não fizeram absolutamente nada. Kitty expulsou Selene, que prometeu se vingar da Paula. Camila para dr fazer cu doce, eu imploro!

    Capítulo 29
    Otávio convida Renan, Aline e Saulo para morar com ele (prevejo confusões)… Os pais (se é que pode chamar assim) de Henry, irão deixar ele sem comida. Coitado do Henry! Selene decreta vingança a Camila.

    Capítulo 30
    Morri de rir com o diálogo do Mateus com o Igor, socorro kkk. Os “bastardos” se mudaram para a mansão queen. Igor e Mateus invadem a casa de Henry. Mercedes pagou Aline pra ir embora

    Capítulo 31
    Renata é amiga de Carlota, morto. Carlota começa um concurso no Escolhas… Pedro se auto-aceitou (no capítulo anterior). Otávio descobre que Mercedes pagou Aline pra sumir. Saulo tá sem limites.

    Capítulo 32
    Elisa e Pedro passam no concurso. Cora e Otávio assinam o divórcio. Sinceramente, esse amor do Otávio pela Aline não me convencem. E eu não torço para os dois, nem quero que fiquem juntos.

    Capítulo 33

    E chegamos ao PENÚLTIMO CAPÍTULO e Selene ditou as regras, grito. Ela invadiu o casamento com uma arma e espalhou o caos. Primeiro atirou no Henry (que provavelmente ira morrer, coitado) e depois que a Camila de refém. Declarou seu amor pela Kitty (eu estou gritando) e no fim, foi presa.

    Parabéns, Felipe 😀

    Curtir

  5. Só li a ultima cena, vou ler depois.
    Não sei, mais parece que o Henry, sofreu um acidente. Para que ele ta entre a vida e a morte, ele poderia morrer, ou ser salvo pelo o Matheus.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s