Cadeia Sem Grades – Capítulo 09

Cena 1: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Noite

A discussão entre Paulino e Dário continua, mas o foco passa a ser o alto da escada. Taís está lá, observando tudo, chocada.

Tais (incrédula): Não é possível, é o Dário! Como ele me encontrou aqui?! E como assim ele é primo do Paulino?! Isso não pode ser real. Não é possível! É coincidência demais!

Taís permanece no alto da escada, incrédula e sem reação. Dário e Paulino continuam a discussão.

Dário: Saia da minha frente, Paulino. Eu vou subir! Eu só saio dessa casa com a Taís ao meu lado!

Paulino: Você está louco, Dário. Completamente desequilibrado, como sempre foi! Você sabe que não é bem-vindo aqui. Não depois de tudo o que você fez com minha família! Se retire da minha casa. Agora!

Dário abre a boca para responder Paulino, mas sua atenção é desviada para a escada. Ele avista Taís, parada e sem reação. Dário sorri.

Dário: Taís, meu amor! Finalmente lhe encontrei! Eu vim te buscar, minha querida!

Paulino, Olavo e Odete se viram em direção a escada e avistam Taís, imóvel e chocada. Ela olha fixamente para Dário, um pavor indescritível toma conta de seu semblante. Sua vida estava prestes a se tornar um inferno novamente. O fantasma de seu passado voltou para assombrá-la.

Taís (perplexa): Não! Isso não pode estar acontecendo! – ela repete e grita – Não, não, não!

Ela corre e termina de subir os degraus da escada, sumindo da vista de quem estava na sala. Paulino observa tudo, sem saber o que dizer. Dário corre atrás de sua esposa, subindo a escadaria.

Paulino: Dário! Volte aqui!

Paulino também corre, seguindo o seu primo. Olavo e Odete permanecem sentados no sofá. Eles se olham, chocados, e tentam assimilar a situação.

Cena 2: Campana/ Mansão de Paulino/ Jardim, Noite

Em pé no jardim e observando pela janela, está Alana. Ela viu e ouvira tudo o que havia acontecido ali.

Alana (para si): Então quer dizer que a empregadinha é casada… Que ótima notícia! Agora o caminho voltará a ficar livre para mim.

Ela pega uma das flores do jardim e cheira, enquanto sorri.

Alana (para si): E de brinde, ainda ganhei um aliado. Se for preciso, me juntarei ao marido de Taís. Ele pode levar essa fulana para o lugar do qual ela nunca devia ter saído!

Alana continua sorrindo, joga a flor para o alto e observa a mesma cair no chão. Após, ela volta a observar pela janela, sorrateiramente.

Cena 3: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Noite

Olavo e Odete seguem sentados no sofá, conversando.

Olavo: Eu ainda não acredito que o Dário voltou. E voltou causando problemas. Nunca devia ter retornado do Rio de Janeiro.

Odete: Esse ingrato, criamos ele como se fosse nosso filho após a morte dos seus irmãos. De tios, passamos a ser pais.

Olavo: E ele sempre nos retribuiu com agressividade e ingratidão. Eu não nego, nossa vida melhorou muito quando ele alcançou a maioridade e resolveu ir embora de Campana.

Odete: E antes de ir embora, ele fez questão de dizer que nos odiava e que nunca mais pisaria nessa cidade, muito menos nos reencontraria. Antes ele tivesse cumprido o juramento…

Olavo: E o pior de tudo, é ele voltar dizendo que é casado com Taís. E pela reação dela, é verdade!

Odete: Além de virar a cabeça do nosso filho, essa fulana trouxe esse problema para nossa família.

Olavo: Mas até que esse retorno do nosso sobrinho pode ser benéfico. Quem sabe agora, o Paulino não abre os olhos e vê que essa mulher não serve para ele?

Odete: Realmente, toda essa confusão tem um lado positivo… duvido que Paulino continue ao lado dessa adúltera! Que Dário vá embora em breve, e carregue a Taís em sua mala!

Olavo concorda.

Olavo: E você acha que devemos subir? Ver o que está acontecendo entre os três?

Odete: Não. Vamos deixar que o nosso filho descubra em detalhes, o caráter da mulher que se envolveu.

Olavo concorda e um silêncio se instaura entre o casal.

Cena 4: Campana/ Mansão de Paulino/ Quarto de hóspedes, Noite

Taís está sentada no chão, com as mãos no rosto, chorando compulsivamente. Ela não consegue evitar, e o seu pranto é audível em outros cômodos da casa. De repente, a porta do quarto é escancarada, e Dário adentra.

Dário: Taís! Ah, meu amor. Pare de fugir de mim, é inútil! Estava com tantas saudades de seu corpo, de seu cheiro…

Taís (desesperada): Saia daqui! Saia, seu monstro!

Dário não dá atenção, e caminha até Taís. Ele se agacha abruptamente em sua direção, a agarrando e tentando beijá-la. Ela resiste, se debatendo e o socando. Porém, Dário é mais forte, e a ergue, a deixando em pé.

Dário: Não resista, Taís! Não queira me desagradar agora. Saiba que estou muito decepcionado com suas atitudes.

Enfurecida e enojada, ela cospe no rosto dele. Dário a olha com irritação e lhe desfere um forte tapa no seu rosto, o que a faz cair sobre a cama. Nesse momento, Paulino aparece na porta, presenciando a cena.

Paulino: O que você pensa que está fazendo, seu desgraçado?!

Dário se vira e antes que pudesse fazer algo, recebe um soco de Paulino em sua face. Dário se surpreende e tenta revidar a agressão, porém seu primo desvia. Em um ato rápido, Paulino segura os braços do rival, o imobilizando.

Paulino: Vá embora da minha casa. Agora!

Dário: Eu só saio daqui com a Taís junto comigo!

Taís, ainda na cama e chorando com toda aquela situação, se impõe.

Taís: Eu não vou para lugar algum com você. Não sou mais sua prisioneira! Some da minha vida, Dário!

Dário: Eu te amo, Taís. E você também me ama, juramos isso no nosso casamento! Não saio daqui sem você!

Paulino: Chega! Você vai embora, Dário. Nem que seja à força!

Ainda imobilizando os braços de Dário, Paulino sai do quarto, guiando o primo para fora da casa. O vilão tenta se debater e se soltar, porém é inútil.

Cena 5: Campana/ Rua, Noite

Após ser enxotado da casa de Paulino, Dário está em seu carro, enfurecido.

Dário: Família maldita! Se eles pensam que isso vai ficar assim, estão enganados. Eu não vou deixar que a Taís fique com o Paulino. Ela é minha!

Ele soca o volante do veículo, e alguém bate na janela, desviando a sua atenção. É Alana.

Dário: Saia! Eu não estou à procura de mulheres da vida. Procure outro freguês.

Alana: Ei! Me respeite! Não é nada disso que pensou. O assunto que tenho para tratar com você, é outro!

Dário: Eu nem lhe conheço, não tenho assuntos à tratar com você. E mesmo que tivesse, não me interessa.

Alana: Nem sobre a Taís?

Dário (surpreso): Taís? Como sabe sobre ela?

Alana: Eu sou esposa do Paulino, e sei muita coisa sobre ela.

Dário fita Alana, visivelmente interessado.

Dário: Entre, vamos conversar.

Alana sorri e adentra o veículo.

Cena 6: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Noite

Olavo e Odete ainda conversam sobre a confusão, sentados no sofá.

Olavo: Paulino colocou Dário para fora à força. Que orgulho do meu filho!

Odete: Eu estou preocupada com o fato dele não ter feito isso com a Taís. Não é possível que ele a perdoe!

Olavo: Tenha paciência, eles ainda não tiveram tempo de conversar. Só agora que estão sozinhos, é que Paulino tomará sua decisão.

Odete concorda, e nesse momento, Rodolfo adentra a sala com Lucília.

Rodolfo: O que aconteceu aqui? Onde está Paulino e Taís?

Olavo e Odete se viram na direção da voz do filho, e se chocam ao verem uma moça negra ao seu lado.

Odete: Quem é essa, Rodolfo?!

Lucília: Eu me chamo Lucília, muito prazer.

Rodolfo: E ela é minha namorada.

Olavo (chocado): Você está namorando uma moça negra, meu filho?!

Odete: Era só o que nos faltava. Primeiro, o Paulino nos apresenta uma empregada como sua mulher. E agora você nos apresenta uma crioula, Rodolfo?! Isso é o cúmulo!

Lucília fica visivelmente envergonhada e sem saber o que dizer. Rodolfo lança um olhar repreensivo para os pais.

Cena 7: Campana/ Carro de Dário, Noite

Dário e Alana estão sentados, conversando. À essa altura, eles já tinham se apresentado.

Dário: Então quer dizer que você abandonou o Paulino, mas agora que reatar o casamento

Alana: Exatamente. Porém, o Paulino está cego de amor pela Taís, e não quer reatar nosso casamento. Quem sabe agora, depois desse escândalo, ele desperte e veja que ela não é mulher para ele. Mas quero me garantir. Quero essa mulher bem longe daqui.

Dário: A Taís só sai dessa cidade ao meu lado. Mas ela não quer, uma ingrata. Não quer voltar para o Rio de Janeiro comigo.

Alana: Mas é isso que vai acontecer. Eu te ajudarei a tirar Taís de Campana, mesmo que ela não queira. Assim, nós dois saímos ganhando.

Dário: E como faremos para levar minha esposa, sem que seja por livre e espontânea vontade dela?

Alana: Isso é assunto para outra conversa. Quero saber se você aceita esse acordo, Dário.

Dário olha para Alana e sorri.

Dário: Temos um acordo, Alana.

Ele estende uma das mãos para ela, que a aperta.

Alana: Agora seja cavalheiro, e me leve até minha residência.

Dário: No nosso acordo, não sou seu motorista.

Alana: Me leve logo, o meu destino é de extremo interesse seu, pode confiar. Apenas siga minhas instruções.

Dário olha desconfiado para Alana, e dá partida no carro.

Cena 8: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Noite

Rodolfo repreende Olavo e Odete pelo comportamento dos mesmos com Lucília.

Rodolfo: Os senhores, por favor, respeitem a minha namorada!

Odete: Como você tem coragem de nos apresentar essa mulher como sua namorada, meu filho?!

Rodolfo: Essa mulher é o amor da minha vida, e eu exijo respeito!

Olavo: Pois fique sabendo que não aprovamos esse relacionamento!

Rodolfo: Pouco me importa a reprovação de vocês, só vim aqui apresentá-la. O fato de não se agradarem com o nosso relacionamento em nada muda o nosso amor!

Olavo e Odete se surpreendem com as palavras do filho, que se senta no sofá ao lado, junto com Lucília. Ela permanece calada, sem saber o que dizer.

Rodolfo: Mas respondam minha pergunta: onde está Paulino e Taís? Por que não estão aqui?

Nesse momento, Vanessa surge da cozinha, correndo até a sala. Solange vem logo atrás.

Solange: Me desculpem, senhores. Não consegui segurá-la.

Vanessa: Eu quero saber o que está acontecendo. Me expliquem!

Rodolfo: Tudo bem, Vanessa. Vem aqui no tio.

Vanessa vai até Rodolfo e a empregada se retira.

Rodolfo: Eu também quero saber o que se passa por aqui.

Rodolfo olha para Olavo e Odete, que começam a explicar a situação e tudo que aconteceu ali. Mas o som é abafado.

Cena 9: Campana/ Mansão de Paulino/ Quarto de Paulino, Noite

Paulino e Taís estão sentados na cama, ela explica sua história com Dário.

Taís: Em resumo, eu fugi do Dário. Não aguentava mais sofrer tantas agressões, e não poder fazer nada. Principalmente porque ele é policial, tem influências e a lei não dá importância para minha causa … enfim, fugi, e vim parar aqui.

Paulino: E por que você nunca me contou? Por que escondeu isso de mim?!

Taís: Não havia motivo para lhe contar, e eu só queria deixar essa história esquecida no passado… eu nunca poderia imaginar que você e o Dário são primos…

Paulino: Essa é uma longa história, eu e ele fomos criados juntos… mas isso não importa agora. O que importa, é que você omitiu seus segredos de mim. Você nem sequer disse que é casada!

Taís: Só no papel. Eu não sinto nada além de desprezo por esse homem!

Taís pega na mão de Paulino, mas ele esquiva.

Paulino: O fato, é que você me escondeu toda essa história, porque não confia em mim o suficiente para isso. E sinceramente, Taís, se você não confia em mim, é melhor pararmos com nossa relação por aqui!

Taís olha para ele, surpresa e com o desespero tomando conta de si novamente. Tudo o que ela não queria, era ficar sem o amor de Paulino.

A imagem congela no rosto surpreso de Taís, em um tom amarelado. Aos poucos, a sombra de uma grade se forma sobre a face da mulher.

Anúncios

21 thoughts on “Cadeia Sem Grades – Capítulo 09

  1. Cena exepcional essa da briga entre Paulino e Dário. Muito bem planejada e escrita. Esse ordinário do Dário mereceu o soco e o cuspe na cara.

    Alana aproveitou a situação, e já arranjou um aliado para que possa retornar a mansão de Paulino. Uma diva? Sim, uma diva.

    Odete e Olavo, duas pessoas de dar vergonha. O rei Rodolfo, felizmente, os enfrentou e deixou claro que seu amor com Lucília irá passar por cima de tudo e de todos. Eu curto e compartilho. ❤

    Taís cometeu uma falta grave ao não revelar que era casada. Será que é o fim do casal Talino? (Seria Pauís, mas achei obsceno demais 😛 )

    Parabéns, Jean! ;*

    Curtido por 1 pessoa

    • Uma cena boa de se escrever dessa, Dário teve o que mereceu, felizmente.

      Alana usando todas as armas para voltar com Paulino e viver no luxo, claramente.

      Rodolfo pisou com força no preconceito de Olavo e Odete, amo.

      Claramente, Taís devia ter contado toda sua história para Paulino antes da bomba explodir. Será o fim do casal? (E o shipp é Talino, mais bonitinho 😛 )

      Obrigado, Fredinho :*

      Curtir

  2. Berro com o capítulo. Essa web só melhora.
    Esse Dário é um psicopata, misericórdia.
    O Paulino… Bom… Ele foi feito de trouxa pela Alana durante tanto tempo e agora só por causa de uma mentira (grave) da Taís ele já quer terminar? Que homem frouxo.
    E gente… Eu não sabia que Dário e Paulino eram praticamente irmãos. Tô chocado!

    Parabéns pela web!

    Curtido por 1 pessoa

    • Você já disse o motivo do Paulino querer terminar com a Taís… Ele foi casado com a Alana, e descobriu que todo o amor foi falso da parte dela, ela o enganou, mentiu para ele. E agora Taís escondeu esse segredo dele (que como você mesmo disse, é grave). E Paulino acabou descobrindo tudo da pior forma possível, ele se sentiu ofendido, acha que Taís não confiou nele suficiente para contar sobre os traumas de seu passado, e de cabeça quente naquele momento, tomou a decisão de terminar o relacionamento.

      Obrigado, Leonel 😀

      Curtido por 1 pessoa

  3. Todos se chocam com a presença de Dário no jantar, principalmente Tais. Ela o repreende e exige que se afaste dela e cospe nele . Dário a esbofeteia e Paulino presencia a cena, lhe dando um murro e o expulsando dali. Alana presencia tudo que aconteceu ali e já pensa em se aliar a Dário. Rodolfo apresenta Lucília à família, que ficam chocados pela moça ser negra. Alana e Dário firmam uma aliança e tramam contra Tais e Paulino. Paulino decide romper com Taís.

    Abismadíssimo com todo esse capítulo. Claramente era previsível que Alana e Dário iriam se aliar, mas foi mais rápido do que eu pensava. Rodolfo e Lucília vão passar um perrengue danado até ficarem juntos em definitivo. E shock que Dário quer terminar com Taís, era o que eu imaginava, porém ele está sendo egoísta por não compreendê-la, vdd. Parabéns ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Alana não perdeu tempo, e se aliou a Dário. Paulino está decepcionado com Taís, por ela não ter lhe contado a sua história, creio que também é compreensível a sua reação. De cabeça quente, talvez ele tenha se precipitado na sua decisão.

      Obrigado, Thay ❤

      Curtir

  4. Não li o capítulo ainda, pois estou tendo que organizar algumas coisas, talvez de madrugada eu leio, mas por agora, deixo a minha colaboração e o meu prestígio para a web.

    Parabéns, Jean! Continue pisando e tombando os haters que dizem que a web é arrastada.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Gritando com a confusão em família, principalmente com a briga entre Paulino e Dário, devia ter batido mais nesse nojento. Felizmente, Taís foi forte, não cedeu a ele e ainda cuspiu, rainha mesmo. Rodolfo apresenta Lucília para os pais, mas eles agem com preconceito racial. Dário e Alana firmam parceria pra separar Paulino e Taís. Paulino decide romper com Taís pela falta de confiança em não ter revelado seu passado com Dário… Gente, mas que louco, olha aqui queridinho, tente entender a dama ok, não foi fácil pra ela! No mais, parabéns Jean! 😀

    Curtido por 1 pessoa

    • Quando tem bastante gente reunida em uma ocasião especial é um prato cheio para uma confusão, né nom?

      Talvez Paulino tenha se precipitado, estava de cabeça quente. Ele se decepcionou com a Taís por ter omitido esse segredo dele, era uma coisa muito grave.

      Obrigado, Airton 😀

      Curtido por 1 pessoa

  6. A cena ao qual Alana é confundida com uma prostituta por Dario foi d+.
    Esse capitulo nos apresentou mais perguntas que respostas.
    O que vai acontecer com a Lucilia e com a Taís?
    Parabéns Jean, novamente um ótimo capitulo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s