Descobertas – Capítulo 03

CENA 01: COLÉGIO MÁXIMO, QUADRA DE ESPORTES, EXTERIOR, MANHÃ.

A turma de 3º ano do Ensino Médio estava na quadra de esportes para realizar a aula de Educação Física, ministrada pelo professor Lauro.

(LAURO): – Atenção, turma! Eu sei que vocês ainda estão em ritmo de férias, com preguiça, mas precisamos retomar nossas atividades. Vamos começar com aqueles exercícios básicos de alongamento e depois iremos realizar uma partida de vôlei, ok? Estão livres para organizar dois times. – batendo palmas. – Vamos lá, quero todo mundo se alongando!

Todos os alunos reúnem-se em algumas duplas e trios e começam a se alongar, enquanto o prof Lauro dá orientações individuais e observa os alunos. Wesley e Victor estão juntos, fazendo exercícios.

(VICTOR): – E aí, como foi o encontro de ontem?

(WESLEY): – Do que você tá falando?

(VICTOR): – Não precisa mentir mais pra mim, Wesley. Poxa cara, a gente é melhor amigo desde muito pequeno, você não precisava ter escondido de mim que ia se encontrar com uma garota. Eu sempre conto tudo pra você, pensei que confiasse em mim.

(WESLEY): – Desculpa Victor, olha eu só não contei por vergonha, você sabe como eu sou tímido pra relacionamentos, era primeira vez que ia me encontrar com ela. Você é meu melhor amigo, eu confio muito em ti, eu devia ter falado, eu sei. Me desculpe?

(VICTOR): – Tudo bem, Wesley, dessa vez passa ok. Mas diz aí, como foi lá? É bonita? Rolou de tudo? – rindo.

Wesley fica sem-jeito para responder e a conversa é interrompida quando o professor chega para orientá-los. Um pouco distante, Stefanny e Patrícia conversam enquanto se alongam.

(PATRÍCIA): – O Jonathan aceitou participar do plano então?

(STEFANNY): – Sim, aceitou! Eu sei como convencê-lo, ele vai nos ajudar a colocar aquelazinha no seu devido lugar.

(PATRÍCIA): – A humilhação será histórica! E você contou o plano todo? O que ele achou?

(STEFANNY): – Contei um pedaço do plano, só o que ele precisa saber agora. O resto, eu revelo depois.

(PATRÍCIA): – Você pensa em tudo hein, amiga, eu adoro!

Stefanny ri e segue se alongando com Patrícia. Mais distante, Lucas se alonga com Bruna. Ela o observa com atenção, atraída por sua beleza, enquanto ele a ignora.

(BRUNA): – Eu sou muito amiga da Stefanny, sabia?

(LUCAS): – Corajosa!

(BRUNA): – Porque diz isso?

(LUCAS): – Por nada… Deixa pra lá!

(BRUNA): – Você faz academia? Vejo que é forte, musculoso… – sorrindo maliciosamente.

(LUCAS): – Não sou muito esportivo não, Bruna. E você?

(BRUNA): – Até que não, mas esporte faz bem pra saúde, podemos combinar algum dia de, sei lá, fazer uma corrida pelo parque, que tal?

Lucas fica meio incomodado com a insistência de Bruna, mas algo desvia sua atenção: Richard tirou seu casaco tactel no meio dos exercícios, ficando apenas de camisa regata e deixando à mostra seus braços musculosos. Lucas olha fixamente ao irmão de seu namorado secreto, atraído por sua beleza. Ninguém percebe, exceto Stefanny, que sorri debochadamente e aproxima-se do irmão, sussurrando próximo ao seu ouvido.

(STEFANNY): – Cuidado Lucas, alguém pode notar e achar super estranho esse olhar. –sussurando.

(LUCAS): – Me deixa, Stefanny! – desviando o olhar do colega.

(STEFANNY): – Será que a minha desconfiança de ter um irmão com desvio era verdade? – sussurrando.

(LUCAS): – Você é muito idiota, sabia?

(STEFANNY): – O que será que a mamãe ia achar de ter um filho desse jeito hein? Acho que ela ia te desprezar… – sussurrando.

Lucas fica calado e Stefanny se afastando, rindo. Um pouco longe dali, Maria e Luana se alongam, uma ajudando a outra.

(LUANA): – Então amiga, eu vou te explicar como são nossos colegas, a maioria eu conheço desde a pré-escola. A turma é dividida em grupos, como sempre né. – apontando discretamente. – Aquelas dali formam o trio das insuportáveis: Stefanny, Patrícia e Bruna, me dá ânsia de vômito só de pensar nelas, muito otárias, mas são super populares. – apontando discretamente. – Aqueles formam o grupinho dos camaradas: Jonathan, Richard, Victor e Wesley, eles são legais sabe, mas não tem muito contato com toda a turma, é mais entre eles mesmo. O Wesley é o mais gente fina deles, ele é muito meu amigo, você vai gostar de conhecer ele. – apontando discretamente. – E depois, tem o Lucas e o Gustavo, os dois são isolados e muito introvertidos. Ah, e tem nós né, as diferentonas! – rindo.

(MARIA): – Curioso… Lá no interior também tinha esses grupinhos na escola, mas não era tão separado assim, eu pelo menos não notava. Eu percebo que às vezes, os nossos colegas me olham de um jeito esquisito, acho que é pelas minhas roupas simples… Mas olha, tô nem aí!

(LUANA): – É isso aí, Maria, não liga pra esses otários que ficam te olhando torto, ignora que é o que eles merecem! Faz que nem eu, toda trabalhada no espelho!

(MARIA): – Espelho?

(LUANA): – Sim, tudo o que eles miram pra mim, reflete pra eles.

Maria ri e segue se exercitando. Após, o prof Lúcio separa a turma em dois times e coloca a rede de vôlei no centro da quadra esportiva, dando início a partida e explicando as regras.

CENA 02: MANSÃO DE CATARINA E LUIZ, QUARTO DO CASAL, INTERIOR, MANHÃ.

Catarina está sozinha em seu quarto e abre a porta do guarda-roupa, retirando uma caixa do fundo do mesmo. Ela coloca a caixa sob a cama, abre e começa a retirar algumas fotografias de família. Catarina sorri com os olhos marejados enquanto observas as fotos, acariciando-as. Em seguida, Luiz entra no quarto e percebe a emoção da esposa.

(LUIZ): – De novo mexendo nessa caixa, meu amor?

(CATARINA): – Tinha bastante tempo que eu não mexia, Luiz. E nessa data, é impossível não procurar por essas fotos.

(LUIZ): – Eu sei… Semana que vem, faz 17 anos daquele fato né?

(CATARINA): – 17 anos… O tempo não passa, o tempo voa! Parece que foi ontem que tudo aquilo aconteceu… Luiz, eu queria muito voltar a minha cidade e ir no cemitério.

(LUIZ): – Todo ano você me pede isso e eu sempre te dou a mesma resposta, Catarina. Você sabe que isso não é possível, a gente não pode voltar pra lá. E tem o Jonathan, como vamos explicar pra ele? Olha, mande rezar uma missa, como todos os anos nós fazemos.

(CATARINA): – É muito injusto toda essa situação. Cansa carregar sozinha o peso desse fato.

(LUIZ): – Você não carrega sozinha, eu sempre estive do seu lado, te ajudando a carregar. E vai ser assim, pra sempre. Eu sei que esse assunto ainda machuca muito e vai continuar machucando pra sempre, mas você precisa ser forte como conseguiu ser até agora. – segurando em suas mãos. – Chora, eu sei que você quer chorar, vai te fazer bem colocar pra fora essa angústia. Até as pessoas mais fortes, um dia precisam chorar.

Catarina encara Luiz com ternura e começa a chorar, coloca as fotografias dentro da caixa novamente e abraça o marido, que a acaricia enquanto chora compulsivamente, lembrando do passado.

CENA 03: COLÉGIO MÁXIMO, EXTERIOR, MANHÃ.

A turma está jogando vôlei na aula de Educação Física. O sinal toca para a mudança de período, mas o último lance foi feito por Stefanny e acabou atingindo a cabeça de Maria, que estava distraída. Maria então cai na quadra, esfolando os joelhos e as mãos. Os colegas ignoram e vão embora da quadra, exceto Luana que vai socorrê-la. Stefanny aproxima-se de Jonathan, na saída da quadra.

(STEFANNY): – Aproveita a oportunidade, Jonathan, se aproxima ajudando ela. Se precisar falar mal de mim, tá liberado! – rindo.

Stefanny vai embora e deixa Jonathan pensativo, que resolve se aproximar de Maria. Com ajuda de Luana, ela fica em pé.

(MARIA): – Ai que droga, tudo acontece comigo, viu.

(LUANA): – Foi só esfolados, nada grave.

(JONATHAN): – Oi, como você tá? Precisa de ajuda?

(MARIA): – Eu tô bem, obrigada.

(LUANA): – Você é namorado da Stefanny né? Deve ter visto que ela fez o último lance no vôlei depois do sinal, foi de propósito pra atingir a Maria.

(MARIA): – Que isso, Luana! – surpresa.

(JONATHAN): – Eu sei disso, Luana, não concordo com as atitudes da minha namorada, por isso vim ajudar a Maria. Vem, eu vou te levar até a enfermaria do colégio.

(MARIA): – Obrigada, mas não precisa, a Luana me leva.

(JONATHAN): – Imagina, eu faço questão de te ajudar, Maria. Vem!

Jonathan estende a mão para Maria e a olha com carinho, despertando sua atenção. Tímida, Maria dá a mão a Jonathan, apoiando-se em seu ombro. Então, ele a leva apoiado em si até a enfermaria do colégio, enquanto Luana retorna para sala de aula.

CENA 04: COLÉGIO MÁXIMO, ENFERMARIA, INTERIOR, MANHÃ.

Os curativos acabam de ser feitos em Maria nos joelhos, pois nas mãos não foi necessário. Jonathan ficou junto dela, ao lado da maca.

(JONATHAN): – Se sente melhor?

(MARIA): – Sim, já passou. Doeu um pouco, mas não foi tão grave. Na fazenda, levei tombos piores! Sabe como a gente se curava? Com babosa ou até mesmo com terra!

(JONATHAN): – Com terra? Mas não infeccionava? – surpreso.

(MARIA): – Não, curava bem rapidinho. Mas tem que ser terra natural né, não essas terras onde usam agrotóxicos ou são contaminadas com esgoto e lixo.

(JONATHAN): – Estranho! Um dia, quero ouvir suas histórias do tempo em que morava no interior.

(MARIA): – Ah, eu acho que você não vai gostar, vai achar uma chatice. – envergonhada.

(JONATHAN): – Eu acho que vou gostar sim, eu nunca vivi fora da cidade, não sei como é viver no campo e você deve ter muitas histórias diferentes.

(MARIA): – Então, estamos empatados: eu também nunca vivi fora do campo, não sei como é viver na cidade e você pode me contar suas histórias de vida aqui.

(JONATHAN): – Perfeito! Podemos marcar um dia pra gente bater um papo fora da escola, o que você acha?

(MARIA): – Bom… – tensa. – Eu acho que a gente tem que voltar pra sala de aula, agora temos Matemática e a professor me pareceu bem rígida ontem. Vamos?

Jonathan sorri e Maria desce da maca, saindo da enfermaria. Ele vai atrás e retorna à sala de aula com ela.

CENA 05: COLÉGIO MÁXIMO, SALA DA DIREÇÃO, INTERIOR, MANHÃ.

Rosa está conversando com a diretora Abigail. Ela entrega um envelope amarelo.

(ROSA): – Aqui está minha contribuição mensal para ajudar a escola.

(ABIGAIL): – Muito obrigada, Dona Rosa! Sua ajuda é sempre benéfica para essa escola, afinal o governo simplesmente esquece de nós.

(ROSA): – Infelizmente, a educação nunca foi prioridade na política brasileira. Não me custa nada ajudar, sei que em suas mãos, esse dinheiro vai ter o destino certo. Sei que é muito cedo ainda, mas como estão a Stefanny e o Lucas? Eles nunca tinham sido colegas ainda, não sei como é a relação deles em sala de aula.

(ABIGAIL): – Não chegou nenhuma observação até mim, mas creio que esteja tudo ótimo, seus filhos sempre foram excelentes alunos e não será agora que estão prestes a completar a maioridade que vão decair.

(ROSA): – Que bom, fico mais tranquila. Bom, eu preciso ir agora, mas no próximo mês eu volto aqui com minha singela contribuição. Até mais, Dona Abigail.

(ABIGAIL): – Até breve, querida, sabe que sempre é bem-vinda.

Abigail e Rosa se abraçam e saem da sala. Antes, a diretora aperta o botão e dispara o sinal, avisando os alunos que o turno na escola se encerrou.

CENA 06: COLÉGIO MÁXIMO, EXTERIOR, MANHÃ.

Trilha Sonora: Team (Iggy Azalea).

Assim que o sinal disparou, todos os alunos saíram apressados da sala de aula, para ir embora. Maria está caminhando e conversando com Luana, quando as duas são paradas por Stefanny e Patrícia, que ficam em sua frente.

(STEFANNY): – Ora, ora, quem está aqui, senão é a duplinha das ridículas o 3º ano?

(PATRÍCIA): – Se juntar a roupa das duas, não consegue ser melhor que os panos de chão que a empregada usa na minha casa.

(LUANA): – Me poupe, garota, dá licença!

Luana e Maria avança para passar, mas Stefanny e Patrícia impedem novamente.

(STEFANNY): – Ui, tá estressadinha, é? Que foi, não gostou de ouvir a verdade? Diz aí, qual o nome do brechó que comprou essa blusa mais antiga que a minha avó?

(MARIA): – Porque? Quer comprar lá também?

Stefanny e Patrícia se olham e riem. Naquele instante, Abigail e Rosa estão caminhando pelo pátio e acabam observando a discussão de longe.

(PATRÍCIA): – Você fala? Sério, pensei que fosse muda porque nunca te vi falando na sala! – rindo.

(STEFANNY): – Ai amiga, a Maria não fala né, ela muge. Ela veio do campo, é uma vaca então! – rindo.

(MARIA): – O que eu fiz pra vocês me provocarem desse jeito hein?

(LUANA): – Não entra no jogo delas, Maria, vamos embora.

Quando Maria e Luana vão sair, as mochilas que estão em suas costas são puxadas por Bruna, que as ergue. Maria e Luana se desesperam e tenta recuperá-las, mas Bruna as joga para Stefanny e Patrícia. E esse jogo de jogar a mochila das duas entre elas três demora um tempo, fazendo Maria e Luana de bobas. Naquele momento, Rômulo está saindo da sala de aula no fundo do prédio e estranha a movimentação de longe.

Por fim, Bruna segura a mochila de Maria e a abre, despejando todo seu material no chão. Patrícia faz o mesmo, só que com a mochila de Luana. Em seguida, Stefanny pisoteia nos materiais das duas no chão, quebrando ou danificando a maioria dos objetos. Abigail e Rosa observam de longe, perplexas. Rômulo se choca e aproxima-se. Maria e Luana observam a ação das rivais, imóveis.

(MARIA): – Porque vocês fizeram isso, suas loucas? – gritando.

(STEFANNY): – Porque eu quis! Algum problema? Tudo o que eu quero, eu faço, ninguém me impede. Vá se acostumando, Mariazinha, eu não fui com a tua cara e vou te perseguir.

(PATRÍCIA): – Acho melhor você voltar pro campo e pastar um capim.

(BRUNA): – E leve sua amiguinha junto, a Luana também tem uma cara de vaca, só falta mugir.

(LUANA): – Isso não vai ficar assim, eu vou contar tudo pra Dona Abigail!

(STEFANNY): – Ai, que medo, pode contar, eu sei me livrar das punições daquela velha. Inclusive, ela está aí atrás, fique à vontade pra contar, queridinha.

Maria e Laura olham para trás e veem a diretora observando tudo, imóvel. Logo, Rômulo chega até elas.

(RÔMULO): – Mas que absurdo foi esse! Porque vocês quebraram os materiais das meninas?

Stefanny, Patrícia e Bruna ficam caladas. Rosa aproxima-se e, mesmo vendo a ação errada de sua filha, ignora.

(ROSA): – Vamos embora, Stefanny, seu irmão já está nos esperando no carro. Quer carona, Patrícia e Bruna?

(PATRÍCIA): – Obrigada, mas hoje meu pai veio me buscar.

(BRUNA): – Eu vou esperar meu pai também, obrigada Dona Rosa.

(RÔMULO): – Ei, a senhora é mãe da Stefanny? Não vai falar nada sobre o que ela fez? – indignado.

(ROSA): – Eu estou atrasada agora, com licença.

Rômulo fica pasmo e Rosa vai embora com Stefanny, sendo seguida por Patrícia e Bruna. Maria e Luana juntam seus materiais quebrados do chão e guardam na mochila, enquanto Rômulo vê a Abigail retornar à sala da direção tranquilamente.

(MARIA): – E agora, como eu ficar? Não tenho dinheiro pra comprar mais materiais.

(RÔMULO): – Isso que aconteceu é um absurdo, Maria, eu vou falar com a diretora agora.

(LUANA): – Será inútil, prof Rômulo, nem perca seu tempo.

Rômulo se indigna e caminha para a sala da direção, enquanto Maria e Luana vão embora da escola, desoladas.

CENA 07: COLÉGIO MÁXIMO, SALA DA DIREÇÃO, INTERIOR, MANHÃ.

Abigail está arrumando sua bolsa para ir embora da escola, quando Rômulo entra apressadamente.

(RÔMULO): – Dona Abigail, a senhora viu o que aconteceu no pátio da escola agora entre aquelas meninas do 3º ano?

(ABIGAIL): – Professor Rômulo, já passou do meio-dia, estou atrasada agora e tenho que voltar na escola a tarde, podemos falar amanhã?

(RÔMULO): – Eu não acredito que a senhora está se omitindo diante do que aconteceu! A Stefanny e seu grupinho quebraram os materiais das colegas que são, nitidamente, com necessidades financeiras.

(ABIGAIL): – Olha, eu vi mais ou menos o que houve, não me pareceu tão grave assim, isso é briguinha entre colegas, logo passa.

(RÔMULO): – Dona Abigail, a senhora tem que conversar com essas meninas e com os pais delas também, isso foi um absurdo.

(ABIGAIL): – Isso quem decide é a direção da escola, ou seja, eu. Foque no seu trabalho dentro da sala de aula, que é o seu dever aqui na escola. De resto, eu cuido, como sempre fiz.

(RÔMULO): – Mas…

(ABIGAIL): – Tenha um bom dia, com licença.

Abigail sai da sala e deixa Rômulo falando sozinho, indignado com a omissão da diretora. Logo, ele vai embora da escola, pensativo.

CENA 08: RUA, EXTERIOR, MANHÃ.

Maria caminha pela rua, cabisbaixa e pasma com o que ocorreu. É quando uma voz lhe chamada e ela se vira: era Jonathan, que corre até ela.

(JONATHAN): – Oi, tudo bem?

(MARIA): – O que você quer? Veio rir de mim igual a sua namoradinha?

(JONATHAN): – Não, do que você tá falando?

(MARIA): – A Stefanny quebrou todos os meus materiais de escola. Pode rir!

(JONATHAN): – Nossa, que absurdo! É claro que eu não vou rir, não acho a menor graça. Mas ela quebrou tudo, tudo mesmo?

(MARIA): – Sim. Olha, eu preciso ir pro ponto de ônibus ok, tchau. – ela segue caminhando.

(JONATHAN): – Ei, me espera! – ele a puxa pelo braço. – Você quer uma carona?

(MARIA): – Não, obrigada. – se soltando.

(JONATHAN): – Mas não custa nada, eu posso pedir pra minha mãe te deixar em casa.

(MARIA): – Porque você quer me ajudar tanto hein? Tá com pena da garota excluída da turma?

(JONATHAN): – Porque você me trata assim? Eu só tô querendo ser gentil… Te achei legal, foi isso.

(MARIA): – Se tua namorada nos flagra conversando, vai dar problema pros dois, é melhor você ir.

(JONATHAN): – Tô nem aí pra ela! Tô sem paciência pras histerias da Stefanny. Pelas poucas conversas que tivemos, acho que mostrei que não haja contigo como ela.

(MARIA): – Você é bem diferente dela mesmo, nem sei como um garoto simpático como você consegue namorar uma garota fútil como ela.

(JONATHAN): – Às vezes, eu me pregunto: porque ainda estou namorando com ela? E sabe, eu não encontro resposta.

Maria fica sem saber o que dizer. Um silêncio toma conta. Logo, o ônibus que Maria ia pegar, passa na rua e, como ela estava longe do ponto, ele não parou.

(MARIA): – Ah, que droga, perdi o ônibus! Ai, tudo me acontece hoje.

(JONATHAN): – Agora você aceita minha carona?

Maria vai responder, quando um carro luxuoso estaciona. Era Catarina, mãe de Jonathan, que veio buscá-lo. Maria fica receosa, mas resolve aceitar a carona.

CENA 09: PENSÃO DA YOLANDA, EXTERIOR, MANHÃ.

O carro de Catarina estaciona em frente a pensão.

(CATARINA): – Prontinho, tá em casa.

(MARIA): – Poxa, muito obrigada pela carona. O próximo ônibus ia demorar quase uma hora.

(JONATHAN): – E você teimando em não aceitar né?

(MARIA): – Ah, eu tava tensa pelo que aconteceu… Bom, eu vou indo, obrigada.

(CATARINA): – Tchau querida, até mais.

Maria vai descer do carro quando vê algo que lhe deixa intrigada: Bruna entrando na pensão. Ela olha fixamente e desce do carro, que parte.

(MARIA): – A Bruna na pensão da minha madrinha? Mas ela não é rica? Será que ela conhece alguém que mora aí? Que estranho… Pois eu vou tirar isso a limpo!

Maria entra na pensão, decidida a descobrir o que Bruna esconde.

CONTINUA…

NO PRÓXIMO CAPÍTULO: Maria fica balançada com atitude de Jonathan.

Anúncios

35 thoughts on “Descobertas – Capítulo 03

  1. Stefanny colocou suas garras pra fora hoje, hein? Essa vadia! Exijo Maria a matando com um tiro no último capítulo desde já.

    E vamos ao #MyAnalysis

    Descobertas – Capítulo 03

    Um novo dia se passou, um novo dia de aulas chega… os alunos do terceiro ano se encontram na aula de Educação Física, a pior aula para alunos tímidos e rejeitados, como Maria e Luana. Todos os alunos fazem alongamentos em grupos, enquanto conversam… destaco a parte em que Bruna se oferece para Lucas e ele a deixa no vácuo, muito que bem feito, e Stefanny jogando indiretas venenosas para Lucas por ele ser gay, uma preconceituosa dessas… chega a hora dos alunos jogarem vôlei; de proposito, Stefanny joga a bola em Maria, que se esfola todinha. Jonathan oferece ajuda a Maria e a leva para a enfermaria – gente, não adianta! O Jonathan pode salvar a Maria de um incêndio, mas mesmo assim, eu vou odiar ele do mesmo jeito.

    Catarina e Luiz se lembram de alguém que morreu há 17 anos, e eu acho que tá na cara que é um segundo filho que eles tiveram.

    Na diretoria, Rosa, a mãe de Stefanny entrega uma contribuição… quem eu tô querendo enganar, vamos ser diretos, a Rosa entregou um SUBORNO, uma PROPINA para a Abigail encobrir as maldades da Stefanny, tá na cara isso.

    As aulas terminam, Maria e Luana vão embora do colégio, porém, elas são barradas por Stefanny, Bruna e Patrícia, que as humilham e destroem todos os seus materiais escolares, que piranhas – pra mim, a Maria devia ter dado uns tapas na Stefanny, mas ela foi burra… o que deu mais ódio nessa cena, foi ver a Rosa e a Abigail ignorando esse acontecimento, fazendo a egípcia, se eu fosse o Rômulo, eu entregava a Abigail a aquele povo que manda nos diretores, esqueci como se chama.

    Após ser humilhada por Stefanny, Maria vai embora do colégio, porém, Jonathan a oferece uma carona, ela reluta, mas acaba aceitando. Ao chegar na pensão, Maria se depara com Bruna entrando na pensão, ela fica intrigada e vai descobrir a verdade sobre essa vadia – adoro, Bruna vai ser descoberta, que nem o nome da web. 😛

    Quero desde já Stefanny ficando pobre e Maria ficando rica e poderosa e pisando e sambando nessa filha da puta.

    Parabéns, Airton!

    Curtido por 1 pessoa

    • Stefanny se mostrou mais hoje, perseguindo Maria e Luana, que não reagiram porque se sentem impotente diante da escola omissa, como Abigail. Aquele dinheiro que Rosa pagou é sim um suborno mascarado, ela ajuda a escola, mas também “ajuda” a diretora. Pois é, Stefanny é homofóbica também, pobre Lucas, já tá depressivo e tem uma irmã dessas. Por fim, o teatro de Bruna está prestes a ter um fim, Maria está a um passo da verdade (um capítulo, eu diria 😛 ). Obrigado pelas opiniões, Roberto, te espero amanhã! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Agora sim a Abigail demonstrou ser uma diretora omissa. Rômulo enfim provou isso. Mas, por quê? Por que a Abigail é uma diretora omissa? A Stefanny mostrou não ter medo dela porque sabe dobrá-la. Ora ora, então nós temos uma mulher de rabo preso aqui…

    As reações da Abigail e do Rômulo à atitude da Bruna, da Patrícia e da Stefanny foram, digamos, contraditórias. A atitude da Abigail foi deprimente, mas convincente. Já a do Rômulo foi sensacional, mas forçada, como se ele estivesse sendo obrigado a agir assim. Quanto à reação da Rosa, só faltou o Rômulo correr atrás dela falando “Senhora? Por que está correndo, senhora?” pra ficar perfeita.

    Fiquei curioso para saber mais sobre o passado da Catarina. Algum ente querido morreu há 17 anos?

    Jonathan já entrou em ação. Por incrível que pareça, tô gostando do desempenho dele. E das reações da Maria também. Em teoria, o plano da Stefanny parecia ridículo e furado, mas do jeito que o Jonathan tá pondo em prática tá ficando interessante. Tô começando a repensar o que eu falei no capítulo anterior sobre o Jonathan e a Stefanny.

    A cena da Abigail com a Rosa foi tão didática e forçada que eu cheguei a escutar a sonoplastia do Telecurso ao fundo.

    Já adoro a Luana, gostaria de deixar bem claro. Personagem secundária que consegue roubar a cena sem fazer nada demais. É essa a função dela, ser o destaque no momento e mesmo assim não atrapalhar o andamento da história.

    Bruna já tá arrastando a asa pra cima do Lucas. Imagino que ela seja a primeira a descobrir que ele é gay… daí baixa o Marco Feliciano nela e ela vai tentar curá-lo. Falando em Lucas, ele se distraiu com o físico do Richard… o roteiro é bem específico em dizer que o Lucas ficou olhando fixamente pro Richard no meio de uma quadra aberta com, sei lá, mais da metade do elenco da web em cena e NINGUÉM VIU (além da Stefanny, claro)! COMOASSIM, BRASIL?

    Mas a Bruna tem vocação pra ser tombada mesmo, né? Além de tentar chamar a atenção de uma pessoa que gosta da mesma fruta que ela, terá seu segredinho descoberto muito em breve pela Maria.

    Curtido por 1 pessoa

    • A omissão de Abigail já teve um motivo dentro desse capítulo, mas ficará mais explícito em breve. O passado da Catarina será revelado pouco a pouco, tem muita coisa aí. Que bom que está repensando sobre Jonathan e Stefanny, espero que muito em breve mude totalmente de opinião sobre ambos. Lucas olhou para Richard, mas também soube disfarçar um pouquinho né, não suficiente pra Stefanny não perceber, mas suficiente pro restante não ver. Pois é, a casa vai cair pra Bruna, ou melhor, a pensão, risos maléficos. Obrigado, Glay! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. Bom amei mais esse capítulo, só queria um pouco mais de Lucas e Wesley, mas tudo bem…Quanto ao embate de rivais achei as atitudes de Estefany e companhia taaaao infantis e Maria e Luana tão moscas mortas fosse eu tinha quebrado a cara delas…Quanto ao plano do casal o Jonathan tá tão falso já vi que não vou torcer por ele…No mais aguardando o o de amanhã

    Curtido por 2 pessoas

  4. Demorei sim, não nego, mas aqui estou e é isso que importa, adoramos?

    Cara, “Descobertas” está me deixando louco, no melhor sentido da palavra, haha. É que a trama está me deixando muito envolvido, estou realmente amando, Airton!
    A primeira cena me lembrou tanto os tempos de “Malhação” antigamente, na época da Natasha e cia… Todos se alongando na quadra esportiva e conversando sobre determinados assuntos, isso foi tão bacana, me fez voltar à anos atrás, quando realmente “Malhação” era algo viciante e que me fazia sentar no sofá da sala pra assistir todas as tardes, comendo biscoitos e tomando um cafézinho pra acompanhar. Para a maioria dos leitores e pra você, Airton, deve sim ter sido uma cena super simples, mas te garanto que pra mim teve algo especial ali, e quero que isso se repita quantas vezes puder.

    Olha, a Luana realmente é a rainha da web até agora, estou amando o seu pulso firme, bem diferente da Maria, que anda aceitando tudo muito caladinha ainda, espero que isso mude. Que ódio que me deu quando a Stefanny bateu a bola de vôlei na cabeça da Maria, muita covardia, essa garota não presta. Jonathan a levando pra enfermaria, não sei se sinto raiva ou se gosto dessa aproximação.

    Agora, com certeza a cena mais chocante do capítulo foi a Stefanny e a Patricia fazendo aquela humilhação enorme com Maria e Luana. Eu fiquei extremamente chocado com tantos xingamentos e ofensas, eu odeio tanto essas duas, quero que elas sofram muito por tudo isso! E ainda por cima chega a nojenta da Bruna, que não passa de uma atriz de quinta categoria, pegando as mochilas da Luana e da Maria. As três vilãs demais começam a jogar as mochilas pro alto, fazendo graça… E o pior de tudo são as incrivelmente retardadas e porcas Dona Abigail e Rosa, assistindo a tudo caladas, sem tentarem intervir! Gente, como isso pode acontecer?! Como isso pode ficar assim?! Mas o pior e mais triste de tudo foi quando elas jogam os materias de Maria e Luana no chão e começam a pisar em cima, quebrando tudo. Airton, eu fiquei muito emocionado nessa cena, porque sei que esse bullying forte é a realidade que muitos jovens sofrem por inúmeros motivos nesse país. O Rômulo bem que tentou ajudar, totalmente indignado (assim como eu e os demais leitores), mas não deu em nada… A Abigail não serve pra ser educadora nem aqui nem na china, alguém expulsa essa mulher dali.

    E depois de tudo, Jonathan oferece carona à Maria… Ai, ai, ai, não sei mais se ele realmente já está gostando de ficar perto dela ou ainda faz parte do teatrinho idiota que ele tramou com a Stefanny. Espero que seja a segunda opção.

    AHÁ! A cena final mostra Maria flagrando Bruna entrando na pensão. Eu te imploro Airton faz essa vaca começar a cair bem gostosinho. Maria tem que contar tudo pra Yolanda, tem que contar que a Bruna se passa por alguém que não é! Eu sabia que esse dilema da Bruna iria se tornar um gancho um dia e foi logo no terceiro capítulo…

    Tem muita coisa pra rolar ainda em “Descobertas”. Estou amando, Airton, parabéns, estou super envolvido com essa trama! Amamos?

    Curtido por 1 pessoa

    • Nossa, fico sem palavras ao saber que está tão envolvido assim logo nos primeiros capítulos, logo nos primeiros conflitos. Cenas como aquela primeira, ondo todos estão reunidos falando de assuntos diferentes, serão rotina, terão várias sim. A Luana vai crescer em destaque, pouco a pouco, ela ganhará sua função própria muito em breve, sem deixar a amizade com Maria de lado. A aproximação de Jonathan a Maria é pelo plano de Stefanny, mas através desse plano ele vai conhecê-la de verdade. A cena em que Stefanny, Patrícia e Bruna humilham Maria e Luana foi tensa de escrever, mas é uma realidade das escolas, infelizmente, até a omissão da diretora Abigail e a superproteção de Rosa também é uma realidade. Sobre o gancho, prepare-se pro confronto entre Maria e Bruna amanhã. Obrigado pelas opiniões, Guilherme, não sabe como é importante pra mim! ❤

      Curtir

  5. Bom, tenho uma ótima notícia: Escolhi por quem estou torcendo em *Descobertas *. Um viva? Risos.

    Estou encantado por Maria e estou odiando Stefanny, essa é a verdade. Eu sou desses que demoram torcer pra mocinhas, mas em sua web tem uma mocinha que eu faço questão de torcer. Sei lá, mas as qualidades de Maria me fizeram criar um laço afetuoso por ela.

    Luana é, e sempre será minha protegida, sim! Uma amizade forte dessas, adoro.

    Abigail e Rosa são duas vadias velhas. Não acredito que fizeram pouco caso pelo papelão que Stefanny e cia protagonizou no pátio. Gente… Suborno tour? Rômulo está subindo em meu conceito.

    O passado de Luis e Catarina é bem triste. Acredito que Jonathan tinha um irmão gêmeo que morreu anos atrás no parto. Ou ele é adotado pelos tios, que não contaram a verdade após ele ter perdido os seus pais. Me deixe viajar, Airton, me deixe! 😛

    E tivemos a aproximação de Jonathan por Maria. Ainda não fui com a cara desse moleque… Está me lembrando “Chocolate com Pimenta” esse núcleo. Não vou mentir, amo e não é pouco.

    E acabou, Bruna! Acabou a farsa! Até que foi rápido, risos. Toma, distraída. :*

    Parabéns por mais um capítulo maravilhoso, Airton! ❤

    Curtir

    • Torça por Maria, adoro, uma queridinha dessas. A Stefanny é uma grande cobra, mas vai se tornar ainda pior em breve, joguei no vento. A amizade entre Luana e Maria vai se solidificar ainda mais, logo Wesley se aproxima de Maria também (ele já é próximo de Luana). Abigail tem motivos para ignorar a confusão na escola e tem ligação com aquela cena com Rosa. Pouco a pouco, o passado de Catarina e Luiz será revelado, é bem complexo. Te espero hoje, com a casa caindo pra Bruna, ou melhor, a pensão, risox. Obrigado Fred! ❤

      Curtir

  6. Meu WordPress deve ter bugado.

    Ai, que lacrinho. Estou adorando Maria e Luana, as best friends que amo, principalmente Luana, a rainha, quero mais destaque pra ela, ok? 😛 Sei não, essa contribuição que Rosa dá a Abigail me vem em mente que a diretora usufrui do dinheiro pra si mesma, tenho quase certeza. E se Stefanny consegue se livrar das punições dela é porque ela sabe disso e a chantageia, será? Falando nela, ela sendo ridícula como sempre, praticando bullying com Maria e Luana. Jonny já começa a se aproximar de Maria, infelizmente já estou começando a shippar eles, mesmo sabendo que ele é um ordinário. E Maria está prestes a descobrir que Bruna finge ser rica, amo. Porém acho que Maria não fará nada com esse “trunfo”, não agora. Os conflitos entre Rômulo e Abigail já começaram, o circo vai pegar fogo logo em breve. E tudo continua um luxo, amo forte. Parabéns :*

    Curtido por 1 pessoa

    • O WordPress tentou nos tombar, mas felizmente vencemos, adoro. Muito feliz por estar gostando da trama, pode esperar mais destaque a Luana sim, em breve ela vai ganhar suas histórias próprias. A contribuição de Rosa deve ser observada com atenção, isso tem a ver com a omissão de Abigail sim. No próximo capítulo, descubra o que Maria fará com o segredo de Bruna, será que ela vai revelar tudo ou omitir? Obrigado pelas opiniões, amigo! ❤

      Curtir

  7. Capítulo 2:

    Chocado com a Stefanny, gente, que piranha! 😮 Armar todo um plano só pelo simples prazer de praticar bulliyng com Maria, pois já no aguardo para essa patricinha metida a besta levar uma surra e de preferência da Maria! 😀 – Bruna conseguiu escapar de se encontrar com Maria, mas numa hora elas irão se esbarrar! 🙄 – Wesley parece estar se sentindo pressionado pela família, será que ele irá contratar uma garota para fingir ser sua namorada para se livrar da pressão dos pais? 😮 Brink’s 😛 E que climão tenso foi esse entre Carlos e Fernanda? 😮 Gggggggg – Gente e essa cena quente de amor entre Jonathan e Stefanny? Espero que isso não termine em gravidez, brink’s 😛 – Quanta perseguição que o Victor e o Richard tem com o Gustavo, não dão desconto nem num jogo de futebol 🙄 – Gente, mas e essa cena do Wesley e do Lucas? 😮 Imagina uma cena dessas indo ao ar numa “Malhação”? Tinho ousando bastante! 😛 – Bruna não quer que sua mãe fale dela para Maria, mas gente, numa hora elas irão se cruzar, ainda mais morando na mesma pensão, só quero ver quando isso acontecer 🙄 – Nossa, que triste a história de Maria :\ Mas sorte que ao menos ela tem sua madrinha ❤ – Putistefanny conta do seu plano malvado contra Maria para o namorado, no início Jonathan recusou o plano, mas de tanta insistência da víborazinha ele acabou por aceitar, gente, coitada da Maria 😦 ela não merece ser feita de boba, não acredito que Jonathan vai se prestar a isso, mas que escravoceta hein, faz tudo que a namoradinha baranga manda, até mesmo seduzir outra garota só para divertir a Putistefanny, mas que babaca! 🙄 ”Meu amor, eu tô me lixando pra opinião desse povo, eu sei que tudo foi brincadeira, não tem chifre nenhum. E você é homem né, não será tratado como galinha e sim como garanhão, é sempre assim, veja pelo seu amigo, o Victor, que pega geral e tratam ele como o garanhão da escola, nunca vi ninguém chamá-lo de galinha. No fim de tudo, quem sairá com a reputação suja é a Maria, sempre a mulher fica em desvantagem, vão chamar ela de vadia, aposto! Mas já que você é um frouxo medroso que não se garante, então ok né…” Mas gente, já não basta ser uma mini Paola Bracho, patricinha metida, sórdida, desclassificada e mau-caráter, Stefanny ainda é uma feminista? Ta completo esse pacote hein! 🙄 – Desde já torcendo para que Jonathan mesmo com mas intenções, acabe se apaixonando de verdade por Maria e de um fora na chatostefanny ❤ 😛 – O capítulo está perfeito, todas as cenas foram muito bem escritas, o texto é excelente e passa emoção, quando a gente o lê, da para imaginar a cena direitinho, como se estivesse vendo na TV! Meus parabéns pelo ótimo capítulo, Airton!

    Capítulo 3:

    Haja fôlego nessa primeira cena hein! Aula de educação física a mil por hora! 😛 – Caramba, esse Victor é um chato hein, parece aquelas velhas fofoqueiras querendo se meter e dar palpite na vida dos outros 🙄 😛 Stefanny e Patrícia conversando, ZzZzZzZzZ, duas najas, sem mais! 😛 Bruna dando em cima de Lucas, gggggg, Lucas sugando Richard com os olhos, mas gente… Brink’s 😛 Stefanny jorrando veneno no irmão, o que esperar dessa nojentinha? Muito legal a descrição que Luana fez de todos os alunos da classe, Maria e Luna as rainhas da web desde já ❤ 😛 – Exijo pra ontem saber desse mistério da Catarina e do Luiz, não aguento esses personagens ficando de segredinho por aí sem dizer do que se trata! Quero uma explicação pra agora, entendidos? 😉 😛 – Jonathan ajuda Maria a se levantar depois de um tombo, pensei ele iria agir no chão mesmo 🙄 BRINK’S 😛 Mesmo infelizmente tudo sendo um plano, eu senti sim um clímax entre Jonathan e Maria na enfermaria, espero que eu esteja certo ❤ 😛 A moça do campo e o rapaz da cidade, um ótimo casal ❤ Lixstefanny pisada! 😛 – Eu não vou nem um pouco com a cara da Abigail e da Rosa, duas barangas chatas! Sem mais 😳 – Completamente desconstruído com a cena da Putistefanny, Putrícia e Bruputa (que por sinal, tu é burra hein Bruna, vai continuar fazendo bullying com a Maria mesmo já sabendo que ela é a afiliada da sua mãe?) xingando e humilhando Maria e Luana, e ainda por cima jogando os materiais delas no chão e pisando em tudo, NOJO dessa Stefanny, víbora mau-caráter! Acha que pode fazer o que quiser e praticar bullying a vontade? Agora definitivamente essa ordinária ganhou meu ódio! 😡 Quero que essa cretina filha duma put@ escrota leve uma bela de uma surra! 😡 😡 😡 Maria tinha era que pegar o rosto de porcelana barato dessa ratazana e usá-lo para limpar o chão do colégio! E com água sanitária! 😀 – Gente, chocado com a espinheta, digo a Rosa, que viu toda a confusão e não fez absolutamente nada, nem sequer deu uma bronca na filha patricinha pela tirania que ela fez com as colegas, mas que mãe nutella essa hein! Credo! Se fosse comigo… 🙄 – Mais chocado ainda com essa diretora nutella da Abigail, mas gente, como é que é possível essa velha escrota ter visto a cena toda da Stefanny e das amigas piranhas fazendo aquilo com Luana e Maria e mais ainda o professor Rômulo ir pessoalmente até ela reclamar da situação e ela falar que não foi nada, gente, demitam essa diretora e pra ontem! Isso daí é uma diretora enfeite né? Porque na prática ela ta longe de ser o que diz ser! Outra que ganhou minha antipatia! 😡 – Como é possível que Jonathan namore um traste como a Lixstefanny? Não da pra entender! 🙄 – Ao menos Maria não recusou a carona ❤ – Maria viu Bruputa entrando na pensão de sua madrinha, agora é que eu quero ver essa metida a besta ser desmascarada pela Maria ❤ Ganchão! Ansioso pelos próximos capítulos, a web está excelente! Muito boa de ler, bem juvenil, atual, ágil e com ótimos personagens, meus parabéns pela “Malhação” 2010 do Tv Mix, Airton! 😀 😉 😛

    Curtido por 1 pessoa

    • Audy aqui, eu adoro, eu me amarro! Mega comentário como de rotina, você sempre detalhando tudo, eu li e fico muito contente por você estar gostando tanto assim da minha história e se sentir tão envolvido por ela. Espero manter essa sua curiosidade daqui pra frente, prometo te surpreender muito com todos os personagens. Obrigado pela participação, amigo! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  8. GGGGGGGGGG, que absurdo o que as vagabundas da Stefanny, Patrícia e Bruna fizeram com Maria e Luana. Pior ainda é Abigail e Rosa ver tudo e não fazerem nada. Aliás, a proteção de Abigail a Stefanny provavelmente se deve a boa quantia que recebe de Rosa todo mês, mas tenho minhas dúvidas se a Rosa faz isso apenas para ajudar a escola… No mais, quero Rômulo como diretor do colégio, desde já.

    Jonathan se aproximando de Maria, coitada.

    E Maria avista a Bruna entrando na pensão, amo. A farsa dessa vagabunda vai acabar.

    Ótimo capítulo, parabéns Airton!

    Divulgação:

    https://audienciadatvmix.wordpress.com/2017/03/29/cadeia-sem-grades-capitulo-13/

    Curtido por 1 pessoa

  9. Parabéns!
    Maria é uma boa protagonista!
    Stefanny, Bruna e Paty sãu umas idiotas.
    Tem o segredo do acontecimento né, deve ser algo tenso!
    Enfim parabéns pelo capítulo e desculpe por estar comentando somente hoje!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s