Cadeia Sem Grades – Capítulo 16 (Últimos Capítulos)

Cena 1: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Jantar, Dia

Alana sorri, e Vanessa e Taís olham para ela, chocadas. Paulino debocha.

Paulino: Piada muito boa. Me poupe, Alana, isso é impossível. Se você estiver grávida, o filho é daquele seu amante.

Alana: Estou quase no terceiro mês de gestação. Faça as contas, Paulino. À três meses atrás estávamos bem felizes… se é que me entendem.

Ela ri e Paulino deixa o tom debochado, e começa a falar seriamente.

Paulino: Se você estiver mesmo grávida, e o filho for meu, assumirei a responsabilidade. Mas não pense que você voltará para essa casa, não temos mais nada.

Alana: Não temos? Jura que você se esqueceu da noite maravilhosa que tivemos à alguns dias atrás, Paulino? Não acredito! Foi algo inesquecível, com toda a certeza foi a noite mais prazerosa que tivemos juntos.

Paulino se choca, e se lembra do dia em que acordou ao lado de Alana, seminu. Taís não se contém.

Taís: Isso é verdade, Paulino? Você dormiu com a Alana?!

Taís o olha fixamente, com receio da resposta. Alana sorri, enquanto Vanessa também se mostra chocada. Paulino se vê num beco sem saída, diante da indagação. Ele teme a sua própria resposta.

Taís: Me responda, Paulino. Seu silêncio só piora essa situação!

Paulino: Eu não nego, Taís. Recentemente, acordei com Alana ao meu lado, na cama. Mas eu não lembro de nada, eu juro! Não sei como ela foi parar lá!

Alana (provocativa): Eu me lembro muito bem, posso narrar tudo em detalhes!

Taís (enfurecida): Ah, claro que você não se lembra. Muito conveniente. Parece que nesse mundo não se pode confiar em ninguém mesmo…

Ela se levanta, chorando, e sai correndo.

Paulino: Taís, espera! Eu preciso me explicar!

Ele se levanta e corre atrás dela. Alana abre um largo sorriso, pois conseguiu atingir seu objetivo.

Vanessa: A senhora devia se envergonhar das suas atitudes.

Antes que Alana pudesse rebater, Vanessa sai do cômodo, apressada.

Cena 2: Campana/ Mansão de Paulino/ Jardim, Dia

Paulino sai de casa e avista Taís indo em direção a saída, andando rapidamente. Ele corre atrás dela.

Paulino (gritando): Taís, espere! Escute o que tenho à dizer!

Taís não dá atenção, e chorando, começa a correr. Porém, Paulino é mais rápido e a alcança, segurando seu braço e a impedindo de continuar.

Paulino: Precisamos conversar. Isso não pode acabar dessa forma.

Taís (chorando): Não há o que conversar! Você me traiu enquanto eu estava sofrendo nas mãos do Dário!

Paulino: Não! Eu juro que não me lembro de nada! Isso pode ser mais uma armação da Alana para nos separar!

Taís: Eu com certeza acreditaria nisso, mas você mesmo confessou que acordou ao lado dela! Na mesma cama!

Paulino: Mas eu não me recordo de nada! Se eu realmente tivesse me deitado com ela, eu lembraria, você não acha?

Taís: Você dormiu com ela, Paulino. Acordou ao lado dela! Quando você se acordou, estava vestido? Me responda!

Paulino não diz nada e abaixa a cabeça, entregando a resposta no seu silêncio. Taís começa a chorar novamente.

Taís (chorando): Foi o que pensei.

Ela se solta e corre dali, chorando. Paulino não se dá ao trabalho de gritar por ela, apenas chora.

Cena 3: Campana/ Mansão de Olavo e Odete/ Sala de Jantar, Dia

Rodolfo e Odete continuam tomando café da manhã.

Rodolfo: Me responda, mãe. Será que a senhora não consegue ficar feliz, com a felicidade dos seus filhos?

Odete: Eu só quero o melhor para você e seu irmão. Isso me deixa feliz.

Rodolfo: Eu e o Paulino somos felizes ao lado das mulheres que amamos, mãe. Mesmo que a senhora reprove, devia ao menos tentar respeitar, ficar feliz por nós. Eu quero muito que a senhora vá ao meu casamento, e me leve até o altar.

Odete: Mas a sua noiva é negra e pobre, Rodolfo! Abaixo do padrão de nossa família!

Rodolfo: E de que isso importa? Lucília, é linda, honesta, trabalhadora, e me faz feliz. Não preciso de mais nada além disso. Esse “padrão”, não me importa. Eu só peço, que reveja seus conceitos. Que respeite, e aceite meu relacionamento. Agora eu preciso ir trabalhar, tenha um bom dia.

Ele se levanta e sai do cômodo, deixando Odete pensativa quanto à tudo o que ouvira.

Cena 4: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Dia

Paulino adentra o cômodo, limpando suas lágrimas, pois não queria demonstrar seu sofrimento. Ele encontra Alana sentada no sofá.

Paulino: Onde está Vanessa?

Alana: Ela ficou irritada e subiu para o quarto.

Paulino: E o que você ainda faz aqui? Já pode ir embora, você já atrapalhou minha vida o suficiente por hoje.

Ela se levanta e caminha até Paulino, passando a mão em sua barriga.

Alana: Essa casa também é minha, Paulino. Providenciarei que tragam minhas malas para cá. Esse filho veio para nos unir novamente, meu amor.

Alana sorri, e Paulino se afasta para trás.

Paulino: Você é surda ou se faz, Alana? Eu já disse: se você estiver grávida e o filho for meu, assumirei. Mas nunca reatarei nosso casamento! Nunca, entendeu?!

Paulino olha seriamente para Alana, que se surpreende com sua reação.

Cena 5: Campana/ Casa de Lucília/ Quarto de Lucília, Dia

Lucília está sentada na cama, Taís está deitada em seu colo, chorando após desabafar sobre os últimos acontecimentos.

Lucília: Tem algum mal entendido nessa história, Paulino não te trairia. Ele te ama, Taís!

Taís (chorando): E como se explica o fato dele ter dormido com a Alana, Lucília?

Lucília: Isso tudo pode ser uma armação dela! É o tipo de golpe baixo que mulheres como ela faz!

Taís: Eu pensei nessa possibilidade, mas o próprio Paulino confessou que acordou ao lado dela. Nu! E segundo ele, não se lembra de ter feito nada.

Lucília: Não acha muito estranho que ele não recorde de nada?

Taís: Eu acho que é muito conveniente essa perca de memória, numa situação como essa! 

Lucília: Eu continuo achando essa história muito mal contada. Tem dedo da Alana nisso tudo.

Taís: Não só o dedo, mas o corpo inteiro… (Ela chora) Ai minha amiga, muito obrigada por me ouvir. Ainda bem que hoje você está de folga.

Lucília: Conte comigo para o que precisar. Estarei sempre aqui.

Taís: Aproveitando que já estou abusando de sua paciência com minhas lamúrias, vou abusar também da sua generosidade. Você me hospeda aqui em sua casa por alguns dias? Até eu conseguir me estabilizar novamente, conseguir um emprego…

Lucília: Mas é claro. Fique o tempo que precisar! E mais tarde, vamos às compras. Você está sem roupas, precisamos dar um jeito nisso.

Taís se levanta e se senta.

Taís: Bem lembrado… Farei isso, é bom que eu me distraio um pouco… Muito obrigada por tudo, minha amiga.

Elas sorriem e se abraçam.

Cena 6: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Dia

Paulino e Alana continuam frente a frente, discutindo.

Alana: Mas isso é um absurdo! Eu estou grávida de um filho seu, é sua obrigação ficar ao meu lado! Meu filho não pode crescer sem um pai!

Paulino: Pode ter certeza, que amor, da minha parte, não faltará a essa criança! Porém, isso não significa que eu volte a viver ao seu lado!

Alana: Mas que tipo de pai é você? O que as pessoas da cidade vão falar sobre isso? Um pai que não quer viver no mesmo teto que o filho e sua esposa! Isso é o cúmulo, tenha o mínimo de decência, Paulino!

Paulino: Pouco me importo com o que esses futriqueiros de plantão irão dizer, eu cuido da minha vida sozinho! Nada faltará a essa criança, tenha plena certeza. Mas com você, a mulher que me traiu e me abandonou da forma mais sórdida, eu quero distância!

Alana: É engraçado você me acusar de adultério, quando traiu a sua amada empregadinha comigo…

Paulino: Eu não me lembro de ter feito nada contigo, quem me garante que você não armou para se deitar comigo?

Alana: Mas que acusação leviana! Prove o que diz!

Paulino: Vá embora Alana! Não sou obrigado a aturar sua presença desagradável. Chega, deu por hoje.

Alana começa a chorar, dissimulando.

Alana: Eu esperava mais de você, Paulino. Mostrou que não se importa com o seu filho, que está em meu ventre. Você não é tão digno quanto parece.

Ela se retira, indo em direção a porta de saída, e vai embora. Paulino coloca as mãos na cabeça e suspira, se jogando no sofá, exausto.

Cena 7: Imagens Aleatórias

Ao som de Sorte No Amor – Fernanda Takai e Andy Summers, é mostrado Taís e Lucília numa loja, comprando roupas. Em seguida, é mostrado ambas saindo do estabelecimento e indo embora. Após, as imagens passam a ser paisagens de Campana, e lentamente, anoitece.

Cena 8: Campana/ Mansão de Paulino/ Sala de Estar, Noite

Paulino e Rodolfo estão sentados no sofá, conversando.

Rodolfo: Como é que você dorme com a Alana, e não conta isso para ninguém?

Paulino: Eu acabei me esquecendo desse dia. Eu acordei com a Alana ao meu lado, mas nem me importei com isso no momento, pois foi justo no dia em que parti para o Rio de Janeiro em busca de Taís. Eu não me lembro de nada dessa noite, somente de ter acordado seminu ao lado dela!

Rodolfo: De qualquer forma, a Taís tem toda a razão em não querer mais te ver. Você não se lembra de ter feito nada com a Alana, mas tudo leva a crer que você traiu a Taís! E para piorar a situação, a infeliz da minha cunhada está grávida!

Paulino: Taís precisa me perdoar, eu jamais a trairia, principalmente com a Alana! Tem alguma coisa errada nessa história! Pode ser uma armação daquela víbora.

Rodolfo: É possível, mas como provar que a Alana armou para dormir contigo? É meu irmão, você terá que lutar pelo amor de Taís, e não será fácil.

Paulino: Eu ainda preciso falar com a Vanessa, a coitada está no meio desse fogo cruzado…

Rodolfo: Boa sorte, Paulino, você irá precisar. Mas agora preciso ir.

Eles se levantam e se abraçam.

Paulino: Muito obrigado por tudo, Rodolfo. Você, como sempre, me ajudando com meus problemas.

Rodolfo: Um dia eu cobro por todos esses serviços prestados.

Ambos riem do comentário, e se despedem. Após, Rodolfo vai embora, e Paulino sobe as escadas.

Cena 9: Campana/ Mansão de Paulino/ Quarto de Vanessa, Noite

A porta se abre e Paulino adentra, encontrando Vanessa sentada na cama, brincando com suas bonecas. Ele se senta ao seu lado.

Paulino: Acho que precisamos conversar, não é?

Vanessa: Eu vou mesmo ter um irmãozinho?

Paulino: Parece que sim… Você ficou feliz com isso?

Vanessa: Não sei se vou gostar, talvez… O senhor e a mamãe vão retomar o casamento, agora que ela está grávida?

Paulino: Não. Como você já sabe, eu amo a Taís. Mesmo que ela esteja com raiva de mim após o dia de hoje, eu a amo.

Vanessa: Espero que ela te perdoe. Não gosto de te ver triste…

Paulino a abraça.

Paulino: Não se preocupe comigo, minha filha. Tudo vai ficar bem.

Vanessa concorda e fica aconchegada no abraço do pai, que torce para que tudo realmente, fique bem.

Cena 10: Campana/ Hotel Campana Palace/ Quarto de Alana, Noite

Alana está caminhando de um lado para o outro no quarto, com as mãos na cabeça. Ela está enfurecida.

Alana: Que merda de vida! Nada que eu faço acontece como planejei! Paulino não me quer de forma nenhuma! Preciso pensar em outra forma de conseguir o dinheiro dele, preciso voltar a ser rica. Eu não nasci para ser pobre. Não nasci!

Enfurecida, ela pega um vaso em cima da mesa e joga na parede, fazendo com que o mesmo se despedace em vários cacos.

Cena 11: Rio de Janeiro/ Casa de Dário e Taís/ Sala de Estar, Noite

O foco é em uma das janelas de vidro. É possível ver uma sendo forçada a se abrir, e após alguns segundos, isso acontece. Um homem adentra a casa pela janela. É Dário. Ele está sujo, com alguns machucados no rosto e no braço.

Dário: A desgraçada da Taís colocou a polícia atrás de mim. Ela me paga! Ela, o Paulino, toda aquela família maldita me pagará! Isso não vai terminar assim.

Dário caminha pela sala, indo até um quadro na parede. Ele retira o mesmo e o joga no chão, revelando um cofre. Ele faz a combinação, e abre. De dentro do cofre, retira uma quantia em dinheiro, um revólver e um canivete. Ele coloca tudo sobre uma mesa de centro, ficando apenas com o revólver na mão. Dário encara aquela arma e abre um sorriso.

Dário: Pensaram que se livrariam de mim… Mal sabem eles que sou muito mais esperto que qualquer policial por aí. Me aguardem, seus desgraçados.

Ele levanta a arma e dispara contra a parede, testando o revólver. Cada vez mais insano e enfurecido, ele abre um largo sorriso diabólico.

A imagem congela no rosto sorridente de Dário, em um tom amarelado. Aos poucos, a sombra de uma grade se forma sobre o homem.

Anúncios

34 thoughts on “Cadeia Sem Grades – Capítulo 16 (Últimos Capítulos)

  1. Meu Deus, eu pensei que o Dário já estava fora da novela, mas o maluco vai voltar pra infernizar ainda mais a vida da Taís. Aliás, essa coitada só sofre na novela.
    Alana é uma vilã muito bem construída. Uma das melhores que eu já vi. Ela é incansável. Vira e mexe algumas das coisas deram certo sim, só que o saldo não é cem por cento (nem poderia ser).
    Parabéns pela novela! Muito legal mesmo!

    Curtido por 1 pessoa

    • Dário não podia sair da trama tão cedo, ele ainda vai aprontar. Fico feliz que ache Alana uma personagem bem construída, isso é muito gratificante.

      Espero que goste dos capítulos finais, obrigado, Leonel 😀

      Curtido por 1 pessoa

  2. Então, o Dário passou esse tempo todo escondido dentro da própria casa? OI? Por mais que essa polícia do Rio de Janeiro não seja capaz de enxergar um palmo na frente das fuças… me recuso a acreditar nisso.

    No mais, tudo bem previsível. Realmente, Alana arquitetou um plano quase perfeito. Paulino, Taís e Vanessa tiveram as melhores reações possíveis. Agora, Paulino terá que provar à Taís que tudo não passa de uma armação da Alana. Numa época em que o DNA ainda era desconhecido, Paulino só tem três saídas: uma testemunha surgindo do éter; esperar a criança nascer a cara do pai; ou conseguir que a Alana confesse a farsa e a Taís escute.

    Curtido por 1 pessoa

    • Mas gente… O Dário não estava escondido na sua casa, ela estava sumido, e só voltou para sua moradia agora.

      O problema que Paulino tem nas mãos, no que diz respeito ao seu relacionamento com Taís, não é o filho de Alana, e sim a noite que ele passou com a ex. Afinal, se Paulino for o pai dessa criança, seria de um tempo em que ele e Taís nem sonhavam em se conhecer. Mas o fato dele ter dormido com Alana apenas alguns capítulos atrás, sim, seria uma traição, e Paulino tem consciência disso, e vai ter que provar que tudo foi uma armação de Alana para ter Taís de volta.

      Obrigado pela participação, Glay 😀

      Curtir

  3. Últimos capítulos já???? Meu Senhor, não aceito!!

    Alana dando seus ares de Dário, né? Ambos estão ficando louquíssimos, amo! Alana com essa história de gravidez, conseguiu o que queria: separar Paulino e Taís, pelo menos por enquanto. Adorei a forma que as reações deles foram expostas, acho que deu pra pegar um pouco do que cada um sentiu, inclusive Vanessa.

    Parabéns Jean, muito sucesso nessa sua reta final! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Sim, termina na sexta-feira 😥

      Claramente que sim, Alana quer dinheiro, e não vai medir esforços para conseguir. Fico muito feliz que a reação de cada personagem tenha ficado bem exposta, espero ter passado veracidade.

      Obrigado, Bruninho ❤

      Curtido por 1 pessoa

  4. O dia 03/04 foi o dia das bombas mesmo. Em “Descobertas” Lucas se suicidou e em “Cadeia sem Grades” Dário retorna a história. Adoramos?

    E vamos ao #MyAnalysis ✌ – tô pensando em trocar para #AnalysisToday ✌😛 – o que você acha?

    Cadeia sem Grades – Capítulo 16

    Após ouvir de Alana que ela está grávida de Paulino, Taís fica indignada e chocada com a revelação e briga com Paulino – realmente, depois que a Alana cedeu o seu bem mais precioso pro homem certo, vulgo Dário ela se tornou uma verdadeira rainha, amamos? – morri com a Vanessa dizendo que a Alana devia se envergonhar, e quer saber, eu concordo com ela sim. Paulino vai atrás de Taís, porém ela diz para ele a deixar em paz e vai embora. Ao voltar para casa, Paulino e Alana tem uma discussão; ele diz que assumirá o filho dela, caso seja seu, mas não vai reatar o casamento com ela; já ela exige que o seu casamento seja reatado, pois ela quer ficar rica – Alana, eu ate amo, mas ele não te quer mais, cherrie, aceita que dói mesmo.

    Taís conta tudo o que aconteceu para Lucília, que percebe que há algo errado nessa história – por isso é que eu gosto da Lucília, uma rainha dessas… ela suspeita de tudo, devia ser detetive do que camareira… Sherlock Holmes que se cuide, pois Lucília tá na área, cherrie!

    Anoitece em Campana… Paulino conversa com Vanessa sobre Alana e o filho dela – eu só destaquei essa cena por que ela mostra a linda relação que a Vanessa tem com o Paulino. ❤

    No Rio de Janeiro… a antiga casa de Dário e Taís é arrombada por Dário, que está foragido da polícia, ele abre um cofre e retira um revólver, uma quantia em dinheiro e um canivete, e ele ainda por cima jura vingança contra Taís e Paulino – ui, que delícia, a web tá pegando fogo. 🔥🔥🔥 – e será com esse canivete que Taís vai capar e degolar Dário. 😛🔪 – e ainda vai fumar um cigarro. 🚬

    Capítulo curto, simples, porém ágil.
    Parabéns, Jean. 😀

    Curtir

    • Lacre, adoramos.

      E grito com a mudança 😛

      Taís briga com Paulino e não é para menos, afinal, Alana fez todos acreditaram que ela cedeu para Paulino. Alana é insistente, morro. Ela quer ser ricaaaaaaaaa.

      Lucília, com a cabeça fria, pensou bem e já suspeita que tudo seja uma armação de Alana, amamos a rainha.

      A relação de Paulino e Vanessa é bem fofinha mesmo, eles se importam muito um com o outro.

      Dário voltou e voltou para tocar o terror, adoro. E berro, será que Taís vai mesmo usar o canivete para capar o Dário? Risos.

      Obrigado, Roberto 😀

      Curtido por 1 pessoa

  5. Eu perdi (ou comi com angu) os comentários específicos que estavam prontos do capítulo 8 ao 10, e estou sofrendo. Mas eu não podia deixar de dar minha opinião de uma maneira bonitinha gostosinha, e escrevi tudo de novo sim, avalie. No mais, resumo em uma palavra os capítulos em que não comentei: luxo. Esclarecidos alguns termos, vamos lá…

    CAPÍTULO 08

    E Darimu encontrou Taís, depois de tanto procurar em varias cidades, esse aí é brasileiro mesmo, não desiste nunca, em choque. Mas fiquei ainda mais chocado sobre essa história de ele e Paulino serem primos. Como assim?!

    CAPÍTULO 09
    Realmente fiquei chocado com o capítulo anterior, foi maravilhoso. Dario igual um louco gritando pela Taís, e ainda bateu nela de novo, que odio! Esse cara tem que sumir da vida dela, ela estava tão feliz, tudo estava se encaminhando tão bem. Ainda estou meio bobo com o fato de Darimu e Paulino serem primos e essa história toda do Olavo e da Odete terem o criado com a morte dos irmãos. Alana não perde tempo mesmo hem, uma vagabunda dessas bicho. Se meteu no carro do Dario, que foi pisado e socado pelo Paulino, e foi jogar ideia errada para o nojento do Darimu. Quando duas pessoas sem caráter se encontram assim, coisa boa não tem. Mas Darimu consegue ser pior que Alana, sofremos com os vilões? Nossa, estou surpreso com essa atitude do Paulino em relação à Taís… ele viu e sabe como o Dario é super descontrolado, devia super apoiar a Taís, ainda mais num momento desses.

    CAPÍTULO 10
    Sofri muito com o Paulino. Ele parece que nem procurou entender a Taís, assim não dá pra defender! Ele acha que ela é de ferro ou o quê? Que saco! Gritando com a Alana se atirando pra cima de Darimu, eu berro, duas pessoas sujas, realmente se merecem, eles podiam tanto deixar o casal protagonista em paz e fugirem juntos pra qualquer lugar que seja, mas que não incomodem a Taís e o Paulino porque paciência tem limite. Odete e Olavo uns nojentos, mas não me surpreendo. Lucília, essa dama, gosto das cenas dela.
    Chocado demais com o plano de Dario e Alana, e infelizmente deu tido certo… Ele apaga ela no hotel enquanto a outra bandida fica jogando “conversa fora” com o gerente. Mas ainda mais chocante foi a Taís acordando ainda no carro e ele dando um soco na cara dela pra ela apagar novamente. Eu odeio esse Darimu, odeio a Alana, por favor, podem ir embora da trama.

    CAPÍTULO 11
    Paulino vai tentar conversar com a Taís logo no começo do capítulo e o primeiro tombo acontece: ela não está lá. Infelizmente, arrasado, ele ainda dá de cara com a nojenta da Alana, que agora deve aproveitar todas as chances imagináveis e inimagináveis para se aproximar de Paulino novamente, mas creio que ele não irá cair novamente no golpe dessa megera. Paulino já chega em casa com a certeza de que Taís foi embora, coitadinho. Calma, Paulino, a culpa não foi do que você disse pra ela na discussão, e nem dela também… Sabemos bem quem são os culpados de tudo isso. Rodolfo é tão fofo, um irmão maravilhoso desses. Bem, eu já não me surpreendo mais com a dupla de vilões da idade média, Odete e Olavo. Odete chamando a Lucilia de crioula, o cúmulo esse preconceito abertamente. Nojo dela, nojo desses dois, prefiro pular essa parte, mas em praticamente todos os capítulos eles desferem seu veneno. Aff, infelizmente a amizade do pop, Taís e Lucilia, chega ao fim, mas espero que não seja por muito tempo. E pra encerrar com chave de ouro, Darimu chega na antiga casa, o lugar em que Taís achou que nunca mais colocaria os pés. Cara, coitada dela… Esse foi um dos melhores ganchos, adoro.

    CAPÍTULO 12
    Começamos esse capítulo morrendo por duas coisas: morrendo de ódio do Darimu e morrendo de pena da Taís. Essa daí sofre, viu, título de mocinha mais sofredora, verdade. Cara, ele agride tanto ela… e cada tapa que ele desfere no rosto dela me deixa mais cego de raiva, quero que ele tenha um fim bem dolorido, lentamente dolorido… Detestando ver a Taís sofrendo desse jeito, é de cortar o coração 😭. Nojo da Alana indo atrás do Paulino, eu realmente espero que ele não tenha uma recaída, e como ele é apaixonado pela Taís creio que isso não deve acontecer… e a bruxa foi pisada e saiu da mansão quietinha, adoramos? Esse joguinho sujo dela não vai tão longe se Deus quiser.
    Caramba, como o Dario consegue ser tão cruel? Fazendo a Taís transar a força com ele, cara… Ele não é ser humano, ele é um monstro da pior espécie! Grito com o pisão que a Vanessa ta dando na Alana, risos eternos, apenaxxx.
    E a dona Lixo, vulgo Odete, vai atrás da Lucilia pra oferecer dinheiro para que ela deixe o Rodolfo. Ok, Jean, já pode matar ela. Grito com Taís fazendo as vontades de Darimu, será que ela ja tem algo em mente pra escapar dali novamente? O 12º capítulo foi rodeado de pisões, e o último deles foi o da Lucilia em Odete, bem feito pra essa velha preconceituosa, que ódio. Lucilia é mesmo uma dama, vai colaborar super pra encontrarem logo a Taís, a melhor amizade da web vai voltar em breve? Amo ela e o Rodolfo, um amor verdadeiro e puro desses. Bom, a Alana planejando outro plano não me deixa surpreso, então já vou comentar o gancho: perfeito. Paulino super decidido em reencontrar a Taís, que maravilha! E que Darimu tome uma surra do Paulino assim que os caminhos dos dois primos se cruzarem de novo.

    Bom, eu já li o capítulo 13 mas não dá pra fazer um comentário específico a tempo, porque estou muito ocupado ultimamente, como você já sabe… Então, deixo aqui os comentários específicos dos capítulos que li como sempre tenho feito. Eu estou amando “Cadeia Sem Grades”, esse luxo. Ansioso pra chegar na última semana logo, ai.

    Parabéns, amigo, um autor competente desses ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Um dedicado desses, bicho, eu amo ❤ E vamos respondendo esse comentário luxoso, adoramos?

      Dário e Paulino são primos, uma armadilha do destino? Paulino colocou o Dário no seu devido lugar, amamos. E Alana logo se aliou a ele, avalie a vadia.

      Mas ninguém vê o lado do Paulino, coitado. Ele tava de cabeça quente com tudo, e a omissão de Taís sobre seu passado, afinal, ela é casada, e devia ter contado isso. Acho que dá pra entender os dois lados, ambos erraram e culminou nisso tudo. E Dário e Alana sequestraram Taís, ela vai sofrer ainda mais.

      Paulino procurou Taís, mas foi tarde demais, ela já não estava mais lá. E Taís acabou voltando para a estaca 0, o lugar onde ela passou os piores dias de sua vida, e vai viver um inferno ali novamente.

      Sobre o ódio pelo Dário: Apenas amo, um estrume desse, quero todos desejando sua desgraça. Paulino jamais cederia a Alana assim, ela não o engana mais, felizmente. Taís sofrendo bastante nas mãos do Dário, que é para não perder o costume. Ela é marcada por um trauma, que tem nome: Dário. Odete ofereceu dinheiro para Lucília deixar Rodolfo, mas a rainha pisou na mucura idosa, adoramos. Paulino vai partir em busca da Taís, torcemos para ele ter sucesso.

      Fico muito feliz que você, pouco a pouco, esteja se atualizando, seus comentários com suas opiniões são luxosos e alegram qualquer autor. Que bom que está gostando, e fico no aguardo da atualização dos capítulos seguintes. Obrigado, Gui ❤

      Curtir

  6. Alana conseguiu separar o casal formado por Paulino e Taís. Espero que essa desunião não seja por muito tempo, pois pelo que parece, em breve um irá precisar do outro.

    Odete continua a mesma chata de sempre. De maneira nenhuma quer ver os filhos felizes ao lado de quem os amam. Uma senhora amarga dessas.

    E grito com o gancho. O infeliz não morreu como eu suspeitava. Agora a web pega mais fogo ainda, meu Deus!

    Parabéns, Jean! Falta pouco para o último capítulo. Não acredito! 😭❤ .tapa

    Curtido por 1 pessoa

    • Alana conseguiu separar Paulino e Taís, mas até quando a farsa vai durar?

      Você pensou que Dário tinha morrido? Risos, ele ainda vai aprontar bastante.

      Está chegando ao fim, mas vamos fazer o quê? Não adianta me bater… 😛

      Obrigado, Fred ❤

      Curtir

  7. Claramente a Taís não é boba, e essa armação da Alana foi muito bem bolada.
    Vanessa realmente é uma criança madura.
    Lucilia novamente apoiando sua amiga, agora a abriga-la em sua casa.
    Dário veio para destruir geral e por terror nesta reta final.
    Parabéns Jean, show de capitulo.

    Curtido por 1 pessoa

    • Alana bolou um plano quase perfeito, nem o próprio Paulino pode dizer com clareza o que aconteceu entre ele e sua ex.

      Dário voltou, e vai mesmo botar o terror nessa reta-final.

      Adoro que esteja gostando, espero que curta esses capítulos finais. Obrigado, Vitor 😀

      Curtir

  8. Alana consegue separar Paulino de Taís com sua mentira de gravidez, mas é uma naja mesmo. Rodolfo faz com que Odete repense sobre seus preconceitos, socorro que ele conseguiu dobrar a velha azeda. Alana não consegue convencer Paulino a deixá-la voltar a morar na casa, ai como eu morro com essa vilã, ela é muito dissimulada, mas seus golpes sempre falham de algum jeito, risos. Dário ressurge das cinzas e planeja vingança, que medo desse FDP. Meus parabéns, Jean, trama começou a semana final de forma excelente! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Alana, uma naja que vai arder nos mármores do inferno, sim ou com certeza? Será que Odete vai refletir sobre o que Rodolfo disse? Alana nunca tem sucesso absoluto nos seus planos, risos eternos. Dário voltou prometendo destruição, aguardemos o desenrolar.

      Chegamos na semana final, espero que continue gostando dos capítulos que estão por vir. Obrigado, Airton ❤

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s