Descobertas – Capítulo 06

CENA 01: PENSÃO DA YOLANDA, EXTERIOR, NOITE.

Jonathan e Maria estão conversando em frente a pensão após passearem juntos.

(JONTHAN): – Maria, sua companhia me fez muito bem, eu estava precisando renovar minhas energias depois da minha briga com a louca da Stefanny.

(MARIA): – Que bom que você melhorou. Mas já tá tarde, é melhor você voltar pra casa, seu pai pode notar que você pegou o carro escondido.

(JONATHAN): – É, tem razão, eu preciso voltar, sei que hoje vai ter sermão. – rindo. – Mas antes, eu quero levar uma coisa, pra mim ter motivos pra sonhar hoje.

Trilha Sonora: Ciego (Reik).

Maria não compreende e Jonathan se aproxima vagarosamente. Ele acaricia delicadamente o rosto dela, que fica arrepiada. Os dois se olham fixamente com ternura até que, de repente, Jonathan beija a boca de Maria. E pela primeira vez, seus corações disparam para o amor. O beijo é longo e sensível, envolvendo os dois de uma forma única. Até que, vagarosamente, eles afastam seus rostos. Maria coloca a mão sob sua boca, impressionada com o que houve, enquanto Jonathan a olha com um sorriso nos lábios. Maria altera de feição e fica séria, desferindo um tapa no rosto de Jonathan, que fica imóvel e surpreso.

(MARIA): – Porque você fez isso, Jonathan?

(JONATHAN): – Desculpa Maria, eu fui muito precipitado né?

(MARIA): – Tava tudo tão legal entre a gente, aí você resolve avançar desse jeito… Porque?

(JONATHAN): – Eu me senti atraído por você, Maria, e… Bom, eu pensei que você…

(MARIA): – Pensou que eu era uma garota fácil, é isso?

(JONATHAN): – Não! Eu pensei que você queria me beijar também, foi isso!

(MARIA): – Porque você achou isso? Porque você um cara bonito e popular? Todas as garotas têm que querer te beijar algum dia? Além disso, você é comprometido né. Por mais que eu não vá com a cara da Stefanny, ela é sua namorada e você deve respeito.

(JONATHAN): – Me desculpa? Eu não queria ter estragado o nosso passeio…

(MARIA): – Olha Jonathan, é melhor a gente parar por aqui. Boa noite e até a escola.

(JONATHAN): – Boa noite, tchau.

Maria desce do carro e entra apressadamente na pensão. Logo, Jonathan sai com o carro, pasmo com o que aconteceu, pois ele não esperava a essa reação.

CENA 02: PENSÃO DA YOLANDA, QUARTO DE MARIA, INTERIOR, NOITE.

Trilha Sonora: Ciego (Reik).

Maria entra correndo em seu quarto e tranca a porta, dando um longo suspiro. Ela senta na cama e coloca sua mão em seus lábios, amaciando-os e lembrando do beijo que Jonathan acabou de lhe dar. Ela morde os lábios e deita na cama, sorrindo.

(MARIA/pensando): – Ele foi um sem-vergonha, mas eu nunca vou esquecer… Foi meu primeiro beijo! Beijar é estranho, mas é bom, é diferente, eu gostei.

Maria acaricia seus lábios novamente e lembra do beijo de Jonathan.

CENA 03: BOATE, INTERIOR, NOITE.

Trilha Sonora: Duele el Corazón (Enrique Iglesias).

A boate segue animada. Todos dançam e bebem, sem o menor limite. Richard e Luana continuam dançando juntos, envolvidos pela batida eletrônica. Cada vez mais próximos, eles dançam e sente-se atraídos, pela primeira vez. Richard nunca havia olhado para Luana como mulher, mas hoje sua beleza o chamou atenção. Luana já sentia algo por ele há algum tempo, embora nunca tenha dito nada, mas agora está deixando extravasar. É quando, inevitavelmente, eles se beijam. Entre uma multidão de pessoas dançando, Richard e Luana dão um beijo longo e intenso, abraçados e trocando carícias. Afastadas dali, Stefanny e Patrícia veem o beijo e se chocam.

(STEFANNY): – Miga, eu tô vendo bem ou eu bebi demais? A mosca morta da Luana tá beijando o Richard?

(PATRÍCIA): – Gente… Pensei que era eu que tava vendo errado! O Richard já teve gostos melhores, sinceramente…

(STEFANNY): – Foi só a ridícula se arrumar um pouquinho que ele foi beijar, deixa ela voltar a ser a baranga de sempre pra você ver se ele não sai correndo.

(PATRÍCIA): – Falou tudo, miga, quem nasceu pra espantalho nunca será manequim!

Stefanny ri e continua bebendo com Patrícia. Enquanto isso, Richard e Luana seguem se beijando, até que se afastam.

(LUANA): – Que loucura…

(RICHARD): – Não gostou?

(LUANA): – Não… Quer dizer, sim, eu gostei, mas não esperava por isso.

(RICHARD): – Você é muito linda, Luana. Eu nunca tinha reparado.

(LUANA): – Obrigada! Você também é muito lindo, Richard. E eu já tinha reparado.

Os dois riam e continuam dançando. Pouco a pouco, eles se aproximam e se beijam novamente, cada vez mais atraídos um pelo outro. E no meio da batida eletrônica, Richard e Luana se deixam levar pela paixão que os envolve.

CENA 04: CASA DE CATARINA E LUIZ, INTERIOR, NOITE.

Jonathan está entrando na sala de casa, que está de luzes apagadas. Quando ele acende, vê seus pais sentados no sofá, de pijamas. Catarina e Luiz ficam em pé e encaram seriamente Jonathan, que se aproxima.

(LUIZ): – Isso são horas de chegar em casa, Jonathan? Onde você foi?

(JONATHAN): – Mas pai, não são nem 10 e meia da noite… Eu fui tomar um sorvete com uma amiga.

(LUIZ): – Ah sim… E pra tomar um sorvete, você pegou o meu carro sem pedir permissão?

(JONATHAN): – Desculpa… – cabisbaixo.

(CATARINA): – Meu filho, que decepção… Como você pega a chave do carro do seu pai e sai dirigindo por aí, sendo menor de idade e sem carteira de habilitação? Já pensou se a polícia te prende? Olha a situação que você coloca a gente e se coloca também, Jonathan!

(LUIZ): – Eu espero que isso nunca mais se repita. – estendendo a mão. – Devolve as chaves!

(JONATHAN): – Toma aí, foi mal. – entregando as chaves. – Eu dirigi bem pouco, foi só uma voltinha, desculpa.

(LUIZ): – Eu pensei que você tivesse mais juízo, Jonathan. Você não tem idade pra dirigir e ainda deve pedir autorização pra mim ou pra sua mãe pra sair de casa ou pegar algo que é nosso.

(JONATHAN): – Tá bom, eu já entendi e pedi desculpas, pai… – bufando.

(CATARINA): – Seu pai está preocupado contigo, por isso tá falando essas coisas, tenha mais consideração. Nós estamos decepcionados, não faça mais isso conosco, meu filho.

Jonathan fica envergonhado, enquanto Catarina e Luiz vão para o quarto. Sozinho na sala, ele se lembra do beijo que deu em Maria e sorri timidamente.

(JONATHAN/pensando): – Que beijo delicado… Nunca tinha beijado assim. A Maria é uma garota diferente mesmo… – ele coça os olhos e senta no sofá. – Mas foco, eu preciso seduzir ela, mas pelo visto não será muito fácil como a Stefanny pensou.

Jonathan fica pensativo no plano de Stefanny ao mesmo tempo em que se recorda do beijo que deu em Maria, ficando levemente dividido.

CENA 05: MANSÃO DE ROSA, INTERIOR, NOITE.

Rosa está sentada na sala, lendo uma revista de fofocas, enquanto Lucas está inquieto no sofá, sentindo-se angustiado.

(LUCAS): – Mãe, a senhora gosta de mim?

(ROSA): – Gosto, é claro que eu gosto… – lendo a revista.

(LUCAS): – E a senhora continuaria gostando de mim de qualquer forma, até se eu mudasse?

(ROSA): – Depende, se você mudar pra melhor… – ela solta um grito e assusta o filho. – Gente do céu, eu não acredito que aquela metida da Beatriz se divorciou! Ah, mas bem feito, sua entojada! E ainda o paparazzi flagrou ela sendo chifrada pelo marido e expôs na revista, adoro! – rindo.

Lucas fica calado e cabisbaixo. É quando Stefanny chega em casa, sorridente, e senta ao lado do irmão.

(ROSA): – Ui, tá feliz… A festa tava animada hein!

(STEFANNY): – Tava divertida, mas sem o Jonathan não é a mesma coisa né.

(LUCAS): – O Jonthan te deixou na balada?

(STEFANNY): – Ele não me deixou, ele só não pode ir. Ai Lucas, você perdeu de ir, tava bem animado, você devia sair mais…

(ROSA): – Sua irmã tem razão, meu filho, você devia socializar mais, tá muito enclausurado dentro dessa casa. Precisa sair, arejar, ver gente, bater papo… Se não você enlouquece! – levantando. – Bom, deixa eu procurar meu calmante e ir dormir.

Rosa procura pela sala o frasco de calmante, mas não encontra e vai para outros cômodos. Stefanny aproxima-se de Lucas e sussurra em seu ouvido.

(STEFANNY): – Não passou da hora da borboletinha sair do casulo e voar?

(LUCAS): – E não passou da hora da cobra se engasgar com o próprio veneno?

(STEFANNY): – Ui, revoltadinha! – voz debochada.

(LUCAS): – Para, Stefanny, que saco! – empurrando. – Vá atazanar outro!

(STEFANNY): – Eu vou é dormir, não quero ficar muito perto de você pra não me contaminar.

Lucas fica chocado e triste com as palavras da irmã, que levanta do sofá e sobe ao seu quarto. Logo, Rosa entra na sala com o frasco de calmante e um copo de água, colocando um comprimido na boca e bebendo o líquido.

(ROSA): – Ai, esses calmantes são minha vida, só consigo dormir bem com eles, agora eu vou capotar na cama. – coloca o frasco e o copo na mesa de centro da sala. – Boa noite, Lucas, não vai dormir tarde que amanhã tem aula hein.

Rosa beija a testa de Lucas e sobe ao seu quarto, enquanto ele fica sozinho na sala, olhando fixamente para o frasco de calmantes. Pensamentos mórbidos invadem sua mente de novo, levando-o a acreditar que é melhor estar morto. Lucas lembra-se das brigas com seu pai por causa da sua sexualidade e das humilhações de Stefanny. Angustiado, ele pega o frasco e o copo de água e sobe correndo ao seu quarto.

CENA 06: MANSÃO DE ROSA, QUARTO DE LUCAS, INTERIOR, NOITE.

Lucas senta vagarosamente na cama, com um olhar gélido e uma expressão de cansaço. Em uma das mãos, ele segura o frasco de calmante, e na outra o copo de água. Os pensamentos mórbidos povoam sua mente e cada vez mais o sofrimento é presente em seu peito. É quando ele resolve escrever uma carta. Lucas coloca o frasco e o copo em cima do bidê e vai até seu computador, começando a escrever uma carta de despedida. Lágrimas escorrem em seu rosto enquanto Lucas coloca para fora, pela primeira vez, um desabafo de seus sentimentos e de tudo o que viveu.

Após ler e reler a carta, de corrigir várias vezes o arquivo no computador, ele finalmente acha que ficou bom e transcreve numa folha de caderno, escrevendo com uma caneta a próprio punho. Após isso, Lucas desliga seu computador e coloca o caderno em cima de sua escrivaninha. Novamente, ele senta na cama e pega o frasco, abrindo e despejando uma grande quantidade de comprimidos em sua mão.

(LUCAS): – Chega, não dá mais, estou no meu limite. – ele coloca os comprimidos na boca e bebe a água. – Agora eu vou ter paz.

Lucas coloca mais comprimidos em sua mão e engole com ajuda da água. Em seguida, ele deita na cama e se cobre com o edredom, esperando que o excesso de calmante faça efeito. Uma lágrima escorre de seus olhos e ele suspira, demonstrando grande cansaço e tristeza.

CENA 07: COLÉGIO MÁXIMO, EXTERIOR, MANHÃ.

Maria e Luana estão caminhando pelo pátio da escola antes do primeiro período da aula, conversando sobre o que houve com elas na noite passada.

(MARIA): – E foi isso que aconteceu ontem, amiga.

(LUANA): – Gente… Tô passada! Se a Stefanny descobre isso, quero nem estar perto!

(MARIA): – Duvido que o Jonathan conte, ela nem sabia que a gente ia sair.

(LUANA): – Mas e o beijo? Ele beija bem? Todas as garotas da escola sempre desejaram beijar ele, o garota mais popular e descolado daqui, agora me diga se gostou do beijo! – rindo.

(MARIA): – Ai Luana… Foi um beijo tão… Tão mágico! Foi meu primeiro beijo, sabia?

(LUANA): – Sério? Ai amiga, que lindo!

(MARIA): – Foi muito especial, eu nunca vou esquecer. Mas eu acabei dando um tapa nele depois do beijo, ele se aproveitou da situação né, além de ser comprometido.

(LUANA): – Tá certo, você mostrou que não é uma garota qualquer! Ai, eu nem acredito que ontem eu beijei o Richard. Foi tão inesperado, mas tão bom… Já faz alguns anos que eu estudava na mesma turma que ele e sentia alguma coisa, sabe, mas ele nunca me olhou, sempre fui a excluída da turma, meio nerd, nem tinha chance.

(MARIA): – Mas ontem ele olhou pra você pela primeira vez não como a nerd da turma, mas sim como a garota linda que você é. E ele é solteiro né? Então… Se joga!

Maria e Luana riem e seguem caminhando enquanto conversam. Perto dali, Victor e Wesley estão conversando, sentados debaixo de um banco próximo a uma árvore.

(VICTOR): – Cara, que mulher gostosa eu peguei ontem, você não tem ideia! Mulherão mesmo, nossa… Uma pena que não fiquei com o contato dela, senão teria replay! – rindo.

(WESLEY): – Você sempre passando o rodo nas baladas né, meu amigo… Não pensa em namorar sério não?

(VICTOR): – Quem gosta de coleira é cachorro, tô muito bem solteiro, ficando com uma e com outra, curtindo a vida intensamente. E você deveria fazer o mesmo, Wesley, tá solteiro, devia sair comigo, seria uma experiência diferente e interessante. – ele dá um tapinha na coxa do amigo.

(WESLEY): – Sair com você? Nova experiência? – ele se intriga.

(VICTOR): – Lógico, se você sair comigo, vai aprender a se divertir com as mulheres. Você é boa pinta, meu amigo, pegaria fácil várias na balada. Tem que curtir, adolescência é só uma vez!

Wesley fica calado e envergonhado por ter pensado que Victor estava querendo sair com ele de forma íntima. Eles continuam conversando, enquanto Victor conta suas experiências com mulheres, Wesley sente-se enciumado, não pelo amigo ter se divertido, mas porque no fundo ele sente algo além de amizade por ele. Na cantina da escola, Jonathan e Richard estão fazendo um lanche e conversando.

(JONATHAN): – Você beijou a Luana? Mas que tal… E aí, como foi?

(RICHARD): – Foi bom, foi muito bom! Eu nunca tinha reparado na Luana, mas ontem ela estava tão bonita, meu amigo, tão bonita, que foi impossível não reparar nela, nem parecia aquela garota retraída e nerd da escola!

(JONATHAN): – Hum… Será que vem paixão aí?

(RICHARD): – Ah, não sei, Jonathan, mas não vou mentir, a Luana mexeu comigo ontem. Ela me atraiu como nenhuma outra garota tinha me atraído e aquele beijo foi intenso, diferente de todos que já dei.

(JONATHAN): – O cupido te flechou mesmo, não tem como escapar. Me chama pra ser padrinho tá?

Richard ri e dá um cascudo em Jonathan, que ri também. Stefanny, Patrícia e Bruna entravam no portão da escola e caminhavam conversando.

(BRUNA): – Eu fiquei chateada, sabe, me arrumei toda pra balada e fiquei do lado de fora, poxa…

(PATRÍCIA): – Que pena, amiga, mas eu não recebi mensagem nenhuma sua, o sinal dentro da boate é horrível.

(STEFANNY): – E a balada tava bem normal, não perdeu nada. Só o beijo do Richard naquela escrota da Luana, acredita nisso?

(BRUNA): – Gente, é sério? Richard não tem amor pela própria boca em beijar aquilo? Eca! E vem cá, o Lucas foi na balada, Stefanny?

(STEFANNY): – O Lucas não sai de casa pra esse tipo de festa, parece um velho.

(PATRÍCIA): – A Bruna anda perguntando muito do Lucas, aí tem… – rindo.

(BRUNA): – Venenosa, eu só acho ele um cara legal e boa pinta.

(STEFANNY): – Desista queridinha, ali você não consegue nada. – rindo.

(BRUNA): – Porque não? Ele é gay por acaso?

(STEFANNY): – Gay? – ela para de caminhar, nervosa. – Óbvio que não né, tá maluca? Acha que eu vou ter um irmão gay? Deus me livre, que vergonha. O Lucas é homem mesmo, mas não como a maioria, ele é muito tímido, só isso.

Patrícia e Bruna se calam e o sinal toca. Todos os alunos começam a ir para suas turmas, começando um novo dia de aula no Colégio Máximo.

CENA 08: MANSÃO DE ROSA, QUARTO DE LUCAS, INTERIOR, MANHÃ.

Rosa está batendo na porta do quarto de Lucas, preocupada que ele ainda não acordou.

(ROSA): – Lucas, abre essa porta. – batendo. – Filho, você não vai na escola de novo porque tá dormindo? Abre aí! – batendo. – Ai, eu vou abrir, assim não dá.

Rosa abre a porta e entra no quarto, vendo Lucas imóvel na cama. Ela ascende a luz do quarto e encara o filho, esperando ele acordar.

(ROSA): – Anda filho, levanta daí e vai pra escola. Você já perdeu o primeiro período, mas os outros você vai, você não pode perder mais um dia de aula por causa do sono né. – sacudindo ele. – Acorda Lucas, parece criança fazendo birra. Vamos, acorda!

Rosa continua a sacudir, mas percebe que Lucas não acorda e nem se mexe. Ela fica intrigada e preocupada, começando a sacudi-lo novamente, sendo inútil. Rosa percebe que o corpo de Lucas está gelado, mesmo coberto pelo edredom e se espanta.

(ROSA): – Meu Deus, o que é isso? Lucas, acorda, fala comigo, meu filho! Lucas? Lucas! Ai meu Deus, meu filho, acorda! – sacudindo.

De repente, o frasco de calmantes cai do meio do edredom, deixando Rosa perplexa. Ela pega o frasco e o encara, percebendo estar vazio e olha para Lucas novamente. Uma lágrima escorre de seus olhos, ainda incrédulos com o que aconteceu. Trêmula, arrepiada e nervosa, Rosa solta um grito ensurdecedor e cai de joelhos no chão, arremessando o frasco na parede e começando a chorar desesperadamente. Ela tira o edredom de cima de Lucas e abraça seu corpo, já sem vida.

(ROSA): – Não, isso não pode ser verdade! Eu não aceito! Filho, por favor, não vá embora! Volta! Não! Ai meu Deus, porque isso aconteceu comigo! Lucas, meu filho! – gritando e chorando.

Rosa surta de nervosismo ao perceber que Lucas se matou. Não adianta ligar para ambulância, pois é nítido que ele já está sem vida. Em pânico, Rosa chora incontrolavelmente, abraçada em Lucas na cama.

CENA 09: COLÉGIO MÁXIMO, SALA DA DIREÇÃO, INTERIOR, MANHÃ.

Abigail está trabalhando em sua sala, organizando alguns documentos da escola, quando o telefone toca e ela atende. Era Rosa, extremamente nervosa, que conta para Abigail da morte de Lucas.

(ABIGAIL): – Calma, Dona Rosa, a senhora está muito nervosa, fala devagar. – ela recebe a notícia. – Como? O Lucas o quê? Meu Deus… Claro, pode deixar, eu aviso a Stefanny e a turma também. Em respeito à memória do seu filho, as aulas serão suspensas hoje e amanhã. Meus pêsames, Dona Rosa.

Abigail desliga o telefone e bebe um copo de água, muito chocada com a notícia. Ela respira fundo e cria forças para ir até a turma do 3º ano dar a notícia.

CENA 10: COLÉGIO MÁXIMO, SALA DE AULA, INTERIOR, MANHÃ.

Rômulo está dando aula sobre as coordenadas geográficas, enquanto a turma presta bastante atenção.

(RÔMULO): – As coordenadas geográficas permitem a localização exata e precisa de qualquer ponto na superfície da Terra, através do cruzamento das linhas imaginárias denominadas de Latitude e Longitude.

(MARIA): – Professor, qual a diferença entre as duas?

Patrícia ri e Maria percebe, ficando irritada.

(RÔMULO): – A Patrícia sabe a diferença, pode explicar pra sua colega?

(PATRÍCIA): – Eu? Que isso, prof, eu tô quieta aqui…

(RÔMULO): – É que você riu quando a Maria fez a pergunta, pensei que você soubesse por achar óbvio. Bom, a Latitude mede a distância de um ponto a partir da Linha do Equador, ou seja, é de norte a sul. Já a Longitude mede a distância de um ponto a partir do Meridiano de Greenwich, ou seja, é de leste a oeste.

Maria compreende. Abigail bate na porta e entra, parando a aula de Rômulo.

(ABIGAIL): – Com licença, professor Rômulo. Bom dia, turma. Eu vim aqui dar uma notícia bastante complicada e difícil de falar. As aulas nos Colégio Máximo serão suspensas a partir desse momento, hoje e amanhã, em decorrência do falecimento de um aluno.

(GUSTAVO): – Nossa, que tenso… Quem morreu, Dona Abigail?

(ABIGAIL): – Foi o Lucas, o colega de vocês, irmão da Stefanny. A Dona Rosa, mãe dele, me ligou agora e pediu pra liberar você, Stefanny, a sua mãe precisa de apoio. A turma toda, aliás a escola toda, está liberada agora. Meus pêsames, Stefanny.

Toda turma está chocada, assim como Rômulo. Stefanny fica pálida e imóvel, tentando digerir a notícia. Embora vivesse provocando Lucas, era seu irmão e sua morte foi inesperada. Mas ninguém está mais abalado que Wesley, que tenta controlar seu desespero, já que era namorado de Lucas e sabia da sua depressão. Muito mal, ele não consegue segurar e começa a chorar, atraindo atenção dos colegas. Nervoso, Wesley levanta-se da classe e sai correndo da sala, deixando todos intrigados. Preocupados, Victor e Richard se levantam e vão atrás dele, enquanto Stefanny arruma seus materiais com ajuda de Patrícia e vai embora da escola juntamente com Jonathan.

CENA 11: COLÉGIO MÁXIMO, BANHEIRO, INTERIOR, MANHÃ.

Wesley entra correndo no banheiro e esbarra num aluno que estava saindo. Ele se apoia em frente a pia e chora desesperadamente, sem acreditar que Lucas se matou. Ele molha o rosto na pia e continua a chorar, caminhando de um lado para outro no banheiro. Tenso, ele chuta a lata de lixo que há no canto e senta no chão, chorando. Logo, Richard e Victor entram no banheiro e se espantam ao ver o Wesley naquela situação, sem entender o que se passa. Eles se agacham ao lado dele.

(RICHARD): – Wesley, o que você tem, meu irmão? Porque você tá assim?

(WESLEY): – Me deixa, Richard, eu quero ficar sozinho.

(VICTOR): – Você tá assim pela morte do Lucas? Olha, todo mundo ficou impressionado, mas não fica assim, meu amigo…

(WESLEY): – Me deixe sozinho, Victor, eu quero ficar aqui sozinho! – gritando.

Richard e Victor não compreendem o surto de Wesley, que segue chorando cabisbaixo no chão. Eles ficam em pé.

(RICHARD): – Eu vou ligar pra mamãe vir buscar a gente. Tô ali fora, qualquer coisa chama.

Richard sai do banheiro juntamente com Victor, enquanto Wesley permanece ali, sozinho com seu sofrimento, sem poder desabafar com ninguém.

CENA 12: MANSÃO DE ROSA, QUARTO DE LUCAS, INTERIOR, MANHÃ.

Stefanny entra no quarto do irmão e vê Rosa abraçado no corpo dele, chorando. Ela não acredita no que vê e uma lágrima escorre de seus olhos, se aproximando vagarosamente. Ao ver a filha, Rosa levanta-se e a abraça fortemente.

(ROSA): – Que tragédia, Stefanny! Seu irmão tirou a própria vida. – chorando.

(STEFANNY): – Ainda não caiu a ficha, mãe…. Porque ele fez isso?

(ROSA): – É isso que eu tô tentando entender, filha. – se afastando. – Onde o Lucas demonstrou estar com problemas psicológicos e eu não vi. Eu fui uma péssima mãe! – chorando.

Stefanny fica calada, observando com tristeza o corpo do irmão sem vida. Rosa sai do quarto, aos prantos, e vai resolver as questões do velório e enterro, além de avisar os familiares e amigos do acontecido. Stefanny se aproxima e acaricia o rosto de Lucas.

(STEFANNY): – Talvez eu não tenha sido uma irmã muito legal, mas eu gostava de você.

Stefanny limpa a lágrima que escorre e caminha pelo quarto, olhando para os porta-retratos na parede e lembrando do passado. É quando, sem querer, ela encontra uma carta em cima da escrivaninha e pega, abrindo e reconhecendo ser a letra de Lucas.

(STEFANNY): – Essa é a carta de suicídio do meu irmão… O que será que ele escreveu?

Intrigada, Stefanny começa a ler a carta, ficando perplexa com a angústia transmitida pelas palavras que Lucas escreveu. Na carta, ele conta todo seu sofrimento pela sua orientação sexual, os problemas com o pai quando tentou se assumir e da perseguição feita por Stefanny. Mas o que realmente choca ela é uma informação ao final da carta, direcionada para Rosa. Stefanny fica zonza ao ler aquilo e senta na cadeira da escrivaninha, lendo outra vez para ter certeza se não se confundiu.

(STEFANNY): – Não pode ser verdade… Eu não acredito nisso… – ela amassa a carta. – Eu vou acabar com você, Maria, sua desgraçada!

Stefanny termina de amassar e rasgar a carta, jogando no lixo do quarto, para que ninguém descubra as coisas que Lucas escreveu, e começa a pensar numa forma de atingir Maria.

CONTINUA…

NO PRÓXIMO CAPÍTULO: Stefanny ameaça Wesley e revela a Jonathan a continuação do plano de humilhação a Maria.

Anúncios

42 thoughts on “Descobertas – Capítulo 06

  1. Eu estava quase certo de que o Lucas cometeria suicídio antes do final da história, mas não imaginei que seria tão cedo. Outra surpresa foi a carta de suicídio dele; falando nessa carta de suicídio, achei um erro detalhá-la e fazer mistério sobre um trecho dele; se fosse assim, que revelasse esse mistério na hora, ou então não entrasse em detalhes sobre a carta (o que, pelo roteiro, aconteceria se Descobertas fosse gravado; Stefanny leria a carta em silêncio, com a folha de costas para a câmera, escondendo a letra da carta ou simplesmente tornando-a ilegível para o telespectador) para manter o mistério.

    Achei meio estranho a reação da Stefanny ao ler a carta de suicídio do Lucas. O que a Maria tem a ver com isso? Pensei que ela poderia querer usar a morte do irmão contra a Maria, mas não faz sentido. Reformulo, então, a pergunta: qual o envolvimento da Maria nessa história?

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que capítulo foi esse, nossa to incrédulo que li isso. Sensacional. Perfeito.
    Nunca pensei.
    Maria e Jonatan tiveram sensações boas após o beijo, estão se apaixonando. é o amor que surge inesperadamente. Maria foi o primeiro beijo, mas Jonatan gostou e disse que nunca sentiu essa sensação antes. Certamente ela vai ficar com ela. Stefanny é uma vaca, olha as coisas que diz pro irmão. Luana e Richard se completam, são lindos. Muito preconceito por questão de sexualidade, dinheiro e até mesmo pedir algo na sala. Isso realmente existe, infelizmente. Airton você retrata muito bem os adolescentes.
    Fiquei espantado com sua ousadia de Lucas se suicidar no 6 capítulo. Mas foi uma virada excelente. A descrição da cena parecia que eu estava assistindo, rica em detalhes. Me senti lá. Passou toda angustia e sofrimento dele. Parabéns. Wesley sofreu bastante.
    Mas o que Maria tem a ver com a morte de Lucas, deve ser sobre o passado né. Stefanny vai querer se vingar da Maria e Wesley, mas foi ela a principal culpada do suicídio. Ficava provocando ele direto. O pai dele também tem culpa. A mãe era omissa e devia fingir não ver o que acontecia com os filhos, dizia se r coisa de adolescente. Triste mesmo.
    Uma boa abordagem sua em relação ao Jonatan ter pegado sem pedir a chave do carro de seu pai, mostrou que os pais dele são responsáveis e se importam com o filho. Isso refletirá no caráter dele e assim Jonatan vão terminar com Stefany e ficar com a Maria. Certamente não concordará com os planos dela. Com isso Stefanny vai surtar e ficar cada vez mais com inveja, ódio e ser perversa e maldosa com a carismática e apaixonante Maria.
    Gostei muito.
    Capítulo forte, ousado e surpreendente.
    Nota mil.
    O que mais gosto de suas webs é a sensibilidade de como escreves e os temas abordados. Pura emoção.
    Parabéns, gostei muito.

    Curtido por 1 pessoa

    • Ai Gremista, que comentário foi esse… Sem palavras, muito obrigado mesmo por cada elogio, não sabe como me deixa feliz e satisfeito. A citação de Maria na carta de despedida de Lucas é um mistério que os leitores terão que descobrir durante os capítulos, o ódio de Stefanny vai aumentar por Maria justamente por essa citação, mas qual o envolvimento de dois personagens que nunca se cruzaram? Forme suas teorias! Fico feliz também que esteja gostando dos casais que estão se formando e da forma como abordo a juventude, isso seguirá daqui pra frente. Obrigado novamente por tudo, te espero amanhã! ❤

      Curtir

    • Então Carlos, sei o quanto você gostava e torcia por Lucas e Wesley, mas infelizmente Lucas estava em um estado depressivo muito grande e não conseguiu sair dela. A saída trágica do personagem tem uma função importante que será revelada mais pra frente e tem a ver com o que ele escreveu na carta de despedida. Além disso, Wesley permanece na trama, com muitos conflitos que ainda vão surgir em sua vida. Lamento por ter te decepcionado, mas espero que você continue acompanhando “Descobertas”, prometo te surpreender e te envolver nos próximos capítulos, ainda tem muita coisa pra acontecer! Obrigado pela participação, Carlos! 😀

      Curtir

  3. Nossa, parabéns em, só não entendi o que a Maria tem haver com isso do suicidio do Lucas, a Stefani foi bem nojenta por amassar a carta também..

    Curtido por 1 pessoa

  4. Não acredito que você se atreveu a fazer isso, Airton!
    ** tapa **

    Brincadeira, cherrie!

    Agora vamos ao #MyAnalysis ✌ – e eu tô pensando em trocar o nome para #AnalysisToday ✌😛, o que você acha?

    Descobertas – Capítulo 06

    Após ser beijada por Jonathan, Maria dá um tapa na cara dele, e o repreende pelo fato dele ter desrespeitado Stefanny, uma vadia que ele chama de “namorada” (como se a Stefanny merecesse respeito), porém, no fundo, Maria fica mexida com o beijo de Jonathan, que não é nada mais, nada menos que o seu PRIMEIRO BEIJO – ai, Maria… como você é tolinha, querida… nem imagina o que vai acontecer…

    Enquanto isso, na buate de striptease… Luana, a nerd baladeira do colégio Máximo, e Richard, o idiota e ridículo do mesmo colégio começam a sentir um negócio muito louco um pelo outro… um negócio que possui os seus corpos e sentimentos… até que… eles se beijam no meio da buate -sinceramente, eu odeio o Richard, mas eu shippo o casal – eu morro com a Stefanny e a Patrícia destilando os venenos sobre o casal, umas najas, claramente.

    Enquanto isso, na mansão de Rosa, Stefanny e Lucas… Lucas pergunta a Rosa se ela o amaria mesmo se ele mudasse, ela não dá bola para ele – que péssima mãe é a Rosa, hein? – após fazer um striptease, pegar muitos boys e dançar até o chão completamente nua na buate, Stefanny chega em casa (vestida) e ao ver Lucas, ela o provoca, questionando a sua sexualidade, o destruindo por dentro – Rosa toma o seu calmante para ir dormir – sinceramente, eu acho desnecessário a Rosa citar tanto o calmante dela… a não ser que ela seja uma hipocondríaca – ao ficar sozinho na sala, Lucas pega o vidro com os calmantes de Rosa, sobe para o seu quarto, escreve uma carta, depois disso, ele ingere todos os calmantes e se suicida – eu tô chocado com essa cena, a tristeza e depressão do Lucas foi muito bem explorada e a cena do suicídio foi emocionante – é uma pena a morte do Lucas, ele foi um dos personagens mais marcantes da web. 😨😨😨😭😭😭

    Amanhece, mais uma semana de aulas se inicia… Victor chama Wesley para sair, ele pensa que é um encontro íntimo, mas não, é um encontro com várias mulheres – tolinho, mas penssndo por um lado… o Wesley pode se aproveitar disso… talvez uma orgia saciasse os seus desejos pelo Victor. 😛

    Rosa fica intrigada pelo fato de Lucas estar faltando tanto, ela decide acordá-lo, porém, uma desgraça aconteceu: ele está morto, ela avisa para Abigail para esta avisar para Stefanny voltar para casa. Abigail resolve suspender as aulas por dois dias em homenagem a Lucas e conta o que aconteceu aos alunos do terceiro ano, que ficam chocados com a revelação; em especial, Wesley, que sofre com a perda de seu “namorado secreto” – essa cena do Wesley no banheiro foi linda, emocionante… e creio que com a morte de Lucas, Wesley estará livre para desejar Victor a vontade.

    Stefanny, apesar de má, revela que amava Lucas – isso comprovou que existem sentimentos nessa víbora – Stefanny vê a carta de suicídio de Lucas e começa a lê-la, porém ela fica furiosa ao ver um trecho que é dedicado a Rosa e diz que Maria vai pagar por isso – o que Maria tem a ver com isso? Será que o Lucas escreveu que queria ter uma irmã como a Maria?

    Capítulo arrasador.
    Parabéns, Airton. 😀

    Curtido por 1 pessoa

    • O comportamento de Richard terá algumas mudanças a partir de seu envolvimento com Luana, espero que você goste mais do personagem daqui em diante, ele não é tão escroto assim. A morte de Lucas foi muito triste mesmo, mas quis falar sobre suicídio na adolescência, que infelizmente tem sido muito comum, e a saída do personagem tem função primordial na história, como demonstra o gancho. Que envolvimento tem Maria com Lucas para ser citada na carta? Crie suas teorias e descubra! Obrigado pelas opiniões, Roberto, espero você na sequência! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  5. E olar. Eu me choco que não deu tempo de comentar no capítulo de sexta-feira a tempo, logo o capítulo que encerrava a semana de estreia. Sofri, juro, mas vamos corrigindo o erro.

    CAPÍTULO 05
    Na segunda cena eu já fico pra baixo, não tem como não ficar triste. LUCAS POR FAVOR, SAIBA QUE EXISTEM PESSOAS QUE AMAM VOCÊ NESSA TERRA E EU SOU UMA DELAS! Poxa, Airton, foi de cortar o coração… ele não pode fazer nenhuma besteira, tem muito pra viver, é tão jovem. Eu caguei de medo na hora que ele correu pra pegar o revólver, felizmente não tinha balas, ponto pro Lucas! Estou quase chorando com tudo, tá feliz Airton?

    O clima tenso logo é quebrado pelos embustes Richard, Victor, Patricia e Embustefanny. (Jonathan e Wesley eu até deixo passar). Sofrendo que Richard se responsabiliza nos rolês pelos brothers, esse aí só tem idade né. Bem, Patricia é meio sem função né? Ainda estou tentando entender o que ela tem pra oferecer. Stefanny tem um domínio absurdo no Jonathan. Ela conseguiu fazer com que ele não fosse na balada pra sair com a Maria e continuar enganando a minha caipirinha. Mas como ja disse antes, não sei se fico mais animadinho ou triste, porque essa aproximação vai deixar a trama melhor e os dois vão acabar gostando um do outro.

    Logo mais vemos Maria toda barbiezinha pra sair com o Jonathan. Sorvetinho pela noite no final de semana? Ok, Jonathan. Bem caseiro, né? Mas tbm imagino que a Maria se sente bem mais segura indo tomar um simples e inofensivo sorvete do que uma balada e coisa do tipo, acho até que ela não toparia, já que não está acostumada com isso. Maria toda lindinha conversando com Yolanda e a avisando sobre onde vai e tudo mais e em seguida chega a Bruna cortando todo esse clima, uma cavalona dessas. Eu me choco com o quanto essa garota é atrevida, vem cena de surra de cinto no estilo Manoel Carlos, Airton? E grito com o carro luxuoso buscando a Maria, uma cinderela dessas, amo.

    Ai, la vem coração apertado de novo… Lucas e Wesley é um tiro em mim, serio. Wesley já sacou na hora que Lucas estava se arranhando devido à depressão. Eu queria tanto que eles ficassem mais juntos, pq o Lucas não tem mais ninguém, e enquanto isso o Wesley fica sofrendo pelo Victor que nem sonha em se interessar por ele! Vai entender, que raiva! Pelo menos no fim da cena o Lucas fica mais calminho com as palavras de consolo do Wesley…

    CHOCADO COM O QUE LI! Maria nunca tomou sorvete? Euhein, não dá pra acreditar numa coisa dessas, Maria não sabia o que estava perdendo. E o encontro vai seguindo bonitinho gostosinho…

    Na balada, prefiro pular de comentar as partes da chata da Stefanny e Patricia. Agora, me surpreendi com Richard e Luana. Será que rola? Risos, e faça ela ceder.

    O MEU CASAL PROTAGONISTA ESTÁ VIVOOOOOOO! Maria e Jonathan se beijaram, logo assim na primeira semana! Nunca pensei. Ele conseguiu o que queria, sofrendo. Mas calma, Guilherme… Calma porque como diz no texto: Os corações dos dois dispararam para o amor.

    Amei o capítulo, Airton, a primeira semana se encerrou com chave de ouro! Parabéns, de verdade mesmo ❤

    CAPÍTULO 06

    Eu não estou acreditando em tudo que eu li… Sério, por que você fez isso? Eu estou extremamente chocado, quase fico sem palavras pra comentar sobre. Foi bombástico, assim como a chamada prometeu, Airton… Olha…

    Vamos nos recompondo:
    Na primeira cena, eu já sabia que Maria ia ficar meio abismada com o beijo e ia pedir pro Jonathan parar, não me surpreendi com nada. Foi um beijo apaixonante pelo visto. E Jonathan gostou que eu sei. Eu berro com Maria chamando ele de sem vergonha, morri. Ela nunca havia beijado e de alguma forma ou de outra aquilo foi especial pra ela

    Na balada, Richard e Luana se beijam e surpreendem Guilherme. Não imaginava que eles formariam um par, Luana é boazinha demais pro Richard. É, peguei cisma dele desde o primeiro capítulo, mas eu acho que isso vai mudar com o passar do tempo. E bailei junto ao som da trilha sonora dessa cena, amamos? Patricia e Stefanny observando de longe e criticando. Por que não me surpreendo? Essas duas não têm jeito, eu jogo a toalha para uma futura redenção. Stefanny fala mal de Deus e o mundo, ela parece ter que fazer isso para respirar, euhem.
    Luana e Richard estão se curtindo pelo visto, fofinha ela.

    Jonathan começa a ficar mexido com o beijo de Maria, amo! Ele gostou, tá bem nítido isso. O tombo da Stefanny se aproxima cada vez mais, adoramos? Luiz é bem chatinho hein. Catarina, uma dama daquelas.

    Na quinta cena do capítulo, eu sabia que Lucas ia me fazer ficar triste, seja da forma que for… Quando a gente se apega com um personagem é difícil desapegar, ainda mais se tratando de uma história triste como a dele, cara, é quase impossível não se emocionar. O que a Rosa tem? Assim, não consigo entender que tipo de mulher é essa? Ela é muito amargurada, mal amada, não dá a mínima pro Lucas, só quer saber da Stefanny. Acho que tão ruim quanto a filha, se você quer saber… A Rosa não presta. Ela não tem coração… E a Stefanny é a mesma coisa, e vai se tornar pior com o tempo, eu sei disso. Stefanny atormenta o irmão 24horas por dia, não há quem aguente isso! Deixa o Lucas em paz, sua cobra venenosa! Ela só pode ter veneno nas veias, o que ela faz não tem perdão, gente. Ai, e lá vai o Lucas com a segunda tentativa de suicídio. Malditos calmantes, até nisso a Rosa tem culpa no cartório… Eu fiquei com o anus em mãos nessa hora. Sabia que ia acontecer alguma coisa ali, a não ser que ele ficasse sem coragem na hora, mas ele tá sofrendo demais com tudo… Não pode ser.

    É… O que eu tanto temia acabou acontecendo no sexto capítulo de “Descobertas”. Lucas escreveu uma carta de despedida e tomou vários comprimidos daqueles malditos calmantes da mãe. Ele se matou. Quis dar fim à própria vida… Eu nem sei o que dizer, fiquei muito abalado. Lucas não merecia isso. Não merecia.

    No dia seguinte, Maria e Luana conversam no colégio sobre os beijos que trocaram com Jonathan e Richard, respectivamente. Melhores amigas fazem assim, vocês querem Stefanny e Patricia?
    E enquanto isso, sem saber do estado deplorável em que Lucas se encontra, o Wesley conversa com o filho da mãe do Victor… Olha, sei que eles não têm culpa da loucura que o Lucas fez, mas eles não me descem, ainda mais depois dessa atitude extrema do meu personagem predileto. Não vou engolir essa paixão do Wesley pelo Victor, e ele era apaixonado pelo Victor enquanto se relacionava com o Lucas, o que é super errado! Comecei a tirar umas conclusões e parece que Wesley ficava com Lucas meio que por compaixão. Ele o amava, claro, era puro, mas assim que ele saía de perto do Lucas ele já sentia algo a mais pelo Victor. E agora o Lucas já está fora do time de campo, que raiva, que tristeza…

    Rosa encontra o corpo de Lucas na cama. Apesar de tudo que a Rosa fez e dessa negação toda aos sentimentos do saudoso Lucas, a cena foi de cortar o coração. O mundo pode cair sobre nossos pés, mas mãe é mãe, não tem jeito. Agora eu creio que ela deve se sentir super culpada… Vamos ver a reação dos demais em relação à morte do Lucas.

    Airton, eu ainda nem tô acreditando… respirando fundo para ter forças pra continuar a comentar

    Abigail anuncia a morte do Lucas pros alunos e deixa geral chocado.
    Como o Richard e o Victor conseguem ser tão insensíveis? Eu tenho nojo desses dois. “Por que você tá assim?!” O idiota do Richard ainda pergunta?! Vai se danar, meu filho, independente de Wesley e Lucas terem algo a mais, todos ali eram amigos! Não teve lógica essa pergunta desse embuste! Como eles podem ficar tão tranquilos? Acordem, um amigo da turma MORREU! Ele não passou mal, não está doente, não está internado nem em coma, ele morreu! Será que eles não conseguem entender isso?!

    respirando com a ajuda de aparelhos

    Rosa segue chorando sem crer no que aconteceu, agarrada ao corpo do filho. Stefanny chega e simplesmente diz que não foi uma boa irmã mas que gostava dele… me poupe, garota, me poupe. Ela ainda consegue ser fria. Sim, pra mim ela foi fria em ter derramado apenas uma lágrima e não ter se atirado no corpo do irmão.

    CHOCADO COM ESSE GANCHO. Minha boca está no chão, eu juro. Meu coração acelerou de maneira inexplicável… Por que a Stefanny ficou processa de ódio pela Maria depois que leu a carta de despedida do Lucas, meu Deus?! Que revelação ele fez pra Rosa? AIRTON GUITES EU TE VENERO, ACABA DE ENTRAR O POSSÍVEL MAIOR MISTÉRIO DE “DESCOBERTAS”.

    Cara, essa trama é muito viciante, ela é MARAVILHOSA. Eu estou APAIXONADO por “Descobertas”, você não faz ideia, Airton… Cara, muito obrigado por essa web-novela! Eu estou acorrentado, não dá pra parar de ler. Parabéns! Meus sinceros cumprimentos, Airton!

    MELHOR CAPÍTULO DA WEB ATÉ AGORA, ESSA HISTÓRIA TEM TODOS OS INGREDIENTES PRA NOS MARCAR NO TV MIX.

    Curtido por 1 pessoa

    • Tudo bem, Guilherme, entendo que não pode comentar na sexta, sei como é essa rotina corrida. Mas fico muito feliz por ter se atualizado e feito um comentário específico desse jeito, é tão recompensador saber que minha história está lhe agradando tanto assim! Bom, respondendo alguns questionamentos, vamos lá… O suicídio de Lucas é muito triste mesmo, mas dentro do contexto da web-novela, era necessário, queria falar sobre suicídio na adolescência que, infelizmente, tem sido muito comum, além do que essa cena vai gerar um grande conflito a partir de agora. A Rosa não é má, ela amava os filhos da mesma forma, porém era uma mãe omissa, fechava os olhos pros erros da Stefanny e ignorava os problemas do Lucas. Infelizmente, ela vai pagar um preço alto por isso, que é ver o filho se matando. Sobre Richard e Victor, eles não estão insensíveis pela morte de Lucas, mas a explosão de sentimentos de Wesley diante da notícia assustou eles, pois ninguém sabia que Wesley e Lucas tinham uma relação próxima, nem como amigos e muito menos como, de fato, namorados. O mistério da carta de despedida de Lucas vai permear a trama daqui pra frente, faça suas apostas: o que Maria e Lucas tem a ver um com o outro para chocar tanto Stefanny a ponto de rasgar a carta e impedir que Rosa leia? Obrigado pelas opiniões, Guilherme, espero você amanhã! ❤

      Curtir

  6. Jonathan e Maria ganharam minha torcida. Mesmo negando, o jovem está se apaixonando pela caipira. Até que eles fazem um casal fofo, sério. Morri com o tapa na cara. Pensou que era fácil? Hahaha…

    Sobre Luana e Richard, tenho minhas idéias do que podem vir por aí, mas me manterei calado pois não quero estragar a surpresa, risos.

    Bom, eu já imaginava a morte de Lucas. O jeito que o garoto estava depressivo, não aguentando mais as provocações da irmã, eram um dos “detalhes” que me faziam pensar que ele cometeria suicídio em breve. Cenas tocantes e emocionantes essas. Fiquei chocado foi com o gancho. O que deve estava escrito no final da carta de despedida? O que Maria fez, ou o que ela é? E vamos ficar atento nos próximos capítulos.

    Capítulo super importante e muito bem escrito. Ansioso pelos próximos. Parabéns, Airton! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Maria gostou do beijo, mas deu um tapa bem gostosinho no Jonathan porque ela não é fácil, uma moça direita. Grito com as teorias sobre Luana e Richard, ai quero saber, manda inbox. O mistério da carta de despedida de Lucas vai permear daqui pra frente, faça suas teorias. Muito obrigado pelas opiniões, Fred, até o próximo capítulo! ❤

      Curtir

  7. Jonathan começando a ficar balançado com a Maria , amo. Coitado do Lucas :/ , situação difícil, infelizmente isso acontece com vários jovens. E morto que a cobra da Stefanny leu a carta, alguém tem q pegar aff!
    Parabéns pelo cap ;*

    Curtido por 1 pessoa

  8. Não vou ter tempo de ler até o fim da contagem, então garanto a participação. Mas já dei uma olhada por cima e adianto que estou tristíssimo com o que aconteceu e farei protesto, bjs.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Capítulo 3
    Eu realmente fiquei com pena da Luana e Maria. Gente, que absurdo o que Stefanny, Bruna e Patrícia fizeram com elas. Fiquei horrorizado! Jonathan começou a se aproximar de Maria… Abigail eu te abomino! E morto que Maria é irmã do Jonathan (teorias).

    Capítulo 4
    Maria bateu de frente com Bruna, amo? Amo. Ele fez um jogo muito bom com a Bruna, provocou sem ser explícita, deixou a Bruna com medo… Maria eu te venero! C-h-o-c-a-d-o com Lucas assistindo porno e sendo flagrado… Chocado! A cena dele se arranhando foi muito intensa. Stefanny eu te abomino. Stefanny e Jonathan se pegando na biblioteca, ui, adorooo.

    Capítulo 5
    Bruna, suas “amigas” não gostam de ti, é cilada! Eu sofro que Stefanny decidiu não ceder, apenas para colocar o plano em prática. Ela esta focada mesmo, hein… Luana e Richard, hum… Sera que vou shippar? Q-u-e-r-o! Luana eu te venero. Maria e Jonathan se aproximaram. E sinceramente, não me parece que ele esta mentindo, mas é aquele ditado: ele aceitou participar do plano da Stefanny, ne_ Essa amizade de Luana e Maria é bem sincera e promete progredir com tempo, amo!

    E não dara tempo de comentar o capítulo 6, pelo fato de que esta acabando a contagem. Mas pretendo comentar junto com o próximo… Parabéns, Airton 😀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s