Cadeia Sem Grades – Capítulo 20 (Último Capítulo)

Cena 1: Campana/ Mansão de Paulino/ Quarto de Paulino, Noite

Dário gargalha.

Paulino: O filho do diabo aqui é você! Você quem vai arder no inferno, tenha certeza!

Dário: Não me importo! Se eu sou filho do diabo, certamente ele irá me receber bem no seu lar. -ele ri- Mas vamos logo acabar com isso! Você vai ser o primeiro, Paulino. Quero que Taís veja você morrendo, quero que ela sofra!

Taís (desesperada): Não! Por favor, Dário, não faça isso! Fui eu quem te trai, não foi? Eu quem mereço morrer! Eu, não o Paulino!

Dário: Justamente por isso, Taís. Você vai morrer, mas antes disso, vai sofrer vendo o homem que você ama ser esfaqueado até a maldita vida acabar!

Ele ri, e olha para a faca. Paulino e Taís procuram uma saída, mas não encontram nenhum objeto que possa servir como arma de defesa. Dário se prepara para cravar a faca em Paulino. O foco passa a ser a pessoa misteriosa com a arma na mão, parada na porta do quarto. Quando Dário vai cometer o assassinato, um tiro é disparado e lhe acerta a barriga. Após alguns segundos, ele cai no chão, ensaguentado, e Paulino e Taís, ofegantes com a situação, olham para a porta. Ambos se chocam com quem veem lá, com o revólver na mão.

Paulino e Taís olham para o corpo de Dário no chão, e se olham. Ao mesmo tempo que estão chocados, eles não escondem o alívio que sentiam. O casal volta a olhar para a pessoa desconhecida na porta.
Paulino (chocado): Por que você fez isso?!

Taís (chocada): Como foi capaz de fazer isso?!

A pessoa não responde, apenas joga o revólver no chão e sai correndo. Paulino, ignorando a dor que ainda sentia devido ao corte em seu braço, se levanta e corre atrás da pessoa. Taís fica no quarto, completamente chocada com tudo o que aconteceu.

Taís (chocada): Não estou acreditando no que vi… Não estou acreditando no que aconteceu aqui…

Ela se aproxima do corpo imóvel de Dário, e observa o sangue manchando toda a sua camisa. Ela pega nos pulsos de seu algoz, para se certificar de que o mesmo está morto. Porém, quando ela toca a mão dele, a mesma se fecha, e aperta a mão de Taís. Ela se assusta e olha para Dário, que está com os olhos abertos, olhando fixamente para ela.

Cena 2: Campana/ Mansão de Paulino/ Corredor, Noite

Paulino corre pelo local, seguindo a pessoa que atirou em Dário, tentando alcançá-la.

Paulino: Pare! Não adianta fugir agora!

A câmera mostra apenas Paulino, que continua correndo diante da resistência da pessoa desconhecida. Ambos chegam na escadaria, e descem. A perseguição continua, ambos correm rapidamente, até que chegam na porta de entrada da casa. A pessoa que atirara em Dário acaba tropeçando no tapete, e caindo no chão. Paulino consegue alcançá-la e se coloca em cima dela, imobilizando o indivíduo no chão.

Paulino: Por que você fez isso? Como teve coragem de apertar o gatilho e matar um homem?!

Lágrimas escorrem dos olhos de Paulino, que mantém seu olhar fixo na pessoa desconhecida.

Cena 3: Campana/ Mansão de Paulino/ Quarto de Paulino, Noite

Dário segura a mão de Taís. Ele agoniza, mas reúne todas as suas forças para falar.

Dário: Você não vai ser livrar de mim, Taís! Você será minha para sempre! Se não ficar comigo, não ficará com mais ninguém!

Taís: Você já me perdeu a muito tempo! Eu te amei Dário, amei tanto, que nos casamos. Pena que você tenha estragado tudo isso… Você não retribuiu o meu amor, me fez sofrer! Minha vida foi destruída pela sua crueldade. E quando eu finalmente redescobri como ser feliz, como é viver livremente de novo, você volta para transformar minha em um inferno novamente! Mas não conseguiu, e nem vai conseguir me prender novamente a você! Você vai morrer, aqui! Agora! E não terá ninguém para lhe socorrer, irá agonizar até a morte! E pagará no inferno, por todo o mal que fez à mim, e a família do Paulino!

Ela se solta e se levanta, Dário fica cada vez mais fraco. Cheia de ódio, Taís desfere um chute certeiro em seu marido, na região onde ele foi baleado. Ele grita de dor e se contorce no chão.

Dário: Você não irá se livrar de mim! Aceite isso!

Taís: Eu já me livrei, Dário, você quem deve aceitar! Você vai morrer em questão de segundos, e felizmente, não irá nunca mais, destruir a vida de ninguém!

Ela chora diante de tudo aquilo e Dário abre a boca para falar,  mas não tem mais forças. Taís continua de pé, observando enquanto ele agoniza e se contorce no chão. Até que aos poucos, ele fica imóvel, e ela constata que ele morreu. Taís se senta no chão, chorando, mas ao mesmo tempo, um tímido sorriso surge em meio as lágrimas. Ela finalmente está livre.

Cena 4: Campana/ Mansão de Paulino/ Escritório, Noite

Rodolfo, Lucília, Odete, e Solange estão aflitos, andando de um lado para o outro.

Odete: Onde Vanessa se meteu, meu Deus? Como é que ela some assim?

Rodolfo: Eu não aguento mais esperar. A polícia não chega, minha sobrinha sumiu, e ouvimos um tiro! Preciso saber o que está acontecendo!

Odete: Eu vou com você, meu filho. Não dá mais para esperar.

Lucília: Mas pode ser perigoso!

Odete: A minha neta pode estar correndo perigo, e ela é só uma criança! É perigoso, mas não dá mais para esperar a polícia chegar!

Lucília: Vocês tem razão. Vão, mas tenham muito cuidado, por favor.

Rodolfo e Odete assentem e saem do cômodo, ficando apenas Lucília e Solange, que se olham, preocupadas.

Cena 5: Campana/ Mansão de Paulino/ Quarto de Paulino, Noite

Taís está sentada no chão, sem reação alguma, ela apenas olha fixamente para o cadáver de Dário. Nesse momento, Rodolfo e Odete surgem na porta do quarto. Ao verem Dário morto no chão, eles não escondem o alívio. Ambos caminham até Taís, que permanece sentada no chão.

Rodolfo: Esse desgraçado está morto? Que alívio, estava temendo o pior.

Taís: É… Agora esse maldito não fará mal a mais ninguém.

Rodolfo: E como você está? Dário fez alguma coisa com você?

Taís: Eu estou viva, e isso é o que importa.

Odete: E onde está Paulino? Meu filho está bem? E Vanessa? Ela apareceu por aqui? Ela sumiu!

Taís balança a cabeça, afirmando.

Taís: Sim, a Vanessa apareceu aqui. E ela salvou a minha vida, e a vida do Paulino. Ele foi atrás dela, pouco antes de vocês chegarem.

Rodolfo: Como assim, Vanessa salvou suas vidas? 

Odete: Não, não é possível. Você quer dizer que…

Taís: Quero dizer que foi Vanessa quem atirou em Dário. Ela foi a responsável por nos livrar desse tormento.

Rodolfo e Odete se olham, chocados com o que acabaram de ouvir.

Cena 6: Campana/ Mansão de Paulino/ Entrada, Noite

Paulino continua olhando fixamente a pessoa que assassinara Dário.

Paulino: Me responda, Vanessa! Você é só uma criança, como teve coragem de matar um homem?!

É revelado Vanessa, deitada no chão, sendo imobilizada por Paulino. Ela chora descontroladamente.

Vanessa (chorando): Eu estava com medo de te perder, pai…

Paulino: E por isso decidiu se tornar uma assassina?!

Vanessa (chorando): Eu não aguentava mais tanta aflição! Estava com medo que aquele homem matasse o senhor, e a Taís! Eu fiquei sem saber o que fazer. Eu vi aquela arma na minha frente, e não pensei duas vezes! Peguei, fui até o quarto e…

Ela deixa a frase no ar, e Paulino começa a chorar.

Paulino (chorando): Mas você é apenas uma criança, como pensou em matar alguém?!

Vanessa (chorando): Eu não pensei! O medo falou mais alto, foi mais forte do que eu! Eu não podia te perder, pai… Minha mãe já me abandonou, eu não podia deixar que você morresse…

Paulino (chorando): E como você teve forças para segurar um revólver? Como teve forças para apertar o gatilho? Meu Deus, eu não consigo acreditar.

Vanessa (chorando): Eu tentei apertar o gatilho apenas com um dedo, mas não consegui, não tive força. Tive que usar dois. Fechei os olhos, e apertei. Quando eu percebi o que fiz, fiquei desesperada, me sentindo culpada e saí correndo…

Paulino não consegue dizer mais nada, apenas chora. Ele sai de cima de Vanessa, e se senta no chão. Ela também se senta.

Vanessa (chorando): O que eu fiz foi imperdoável, eu sei. Eu mesma não me conformo, e isso vai me perturbar pelo resto da vida… Mas na hora, eu só pensei que te perderia para sempre, pai, e não podia deixar que isso acontecesse. O senhor é a pessoa mais importante da minha vida… Me perdoa?

Paulino olha para ela, chorando. Ele a puxa contra si e a abraça. Nesse momento, é possível ouvir o barulho de sirenes se aproximando da casa.

Paulino: Oh, minha filha, você não precisa ser perdoada. Entendo porque fez isso, mesmo sendo errado, não fez por mal. E você foi a heroína, de qualquer forma. Se não fosse você, à essa hora, nem eu, nem a Taís estaríamos aqui…

Eles se abraçam, e choram ainda mais. O som das sirenes ficam mais altos, indicando que a polícia está chegando. Vanessa se aparta de Paulino.

Vanessa: Pai… Eu vou ser presa?

Paulino: Não, você não vai ser presa. Não se preocupe com isso.

Vanessa se tranquiliza e volta a abraçar o pai. 

Vanessa: Eu te amo, pai.

Paulino: Eu também te amo, minha filha.

Eles permanecem abraçados e emocionados. Nesse momento, a porta é aberta, e dois policiais entram. Eles observam o local, e Paulino e Vanessa abraçados.

Cena 7: Passagem de Tempo

Alguns dias se passam, e toda a confusão na casa de Paulino é resolvida e a morte de Dário foi julgada como legítima defesa. Vanessa fica deprimida por ser a responsável pela morte de Dário, mas aos poucos, ela supera, apesar de nunca esquecer daquela noite. O trem em que Alana viajava e que se envolveu em um acidente, não teve nenhum sobrevivente. Paulino recebe a notícia de que Alana morreu e decide omitir isso de Vanessa, para não piorar o estado mental da menina. O corpo de Dário é enterrado em Campana, mas ninguém comparece para o funeral. Tentando mudar seus conceitos, Odete se dá cada vez melhor com as noras. Rodolfo e Lucília seguem vivendo felizes, e a pedido de Odete, morando em sua casa. Paulino e Taís também firmam cada vez mais o seu amor, e seguem morando juntos, ignorando os burburinhos que rolavam sobre o casal.

Cena 8: Campana/ Mansão de Olavo e Odete/ Corredor, Dia

Rodolfo está parado na frente do banheiro, seu semblante transmite preocupação. Segundos depois a porta se abre e Lucília sai de lá, pálida.

Rodolfo: Como está, meu amor? Parece pálida…

Lucília: Regurgitei novamente… Isso não está normal, está ficando frequente! E também tenho sentindo tonturas, de repente…

Rodolfo: É melhor consultarmos o médico!

Lucília concorda, e nesse momento, Odete passa pelo local.

Odete: O que está havendo aqui? Parecem preocupados.

Rodolfo: Lucília não está passando bem, a levarei ao médico.

Odete: Mas o que você tem? Está com febre? Resfriado?

Lucília: Ultimamente estou me sentindo muito enjoada, e me sentindo zonza…

Odete ri.

Odete: Vá ao médico, menina, mas vá despreocupada, você não está doente. Está grávida.

Odete diz isso com convicção, e Rodolfo e Lucília se surpreendem.

Rodolfo e Lucília: Grávida?!

Eles se olham surpresos e sorriem um para o outro.

Cena 9: Campana/ Bosque, Dia

Paulino e Taís caminham pelo local todo arborizado, e com flores pelo chão, formando um pequeno jardim. Há poucas pessoas caminhando no bosque. Taís olha tudo, encantada.

Taís: Mas que lugar lindo! É realmente, belíssimo!

Paulino: Eu te trouxe aqui, porque esse é um momento muito especial. A ocasião pede que tenha um belo pano de fundo.

Taís: Assim você me deixa curiosa! O que você está aprontando, meu amor?

Paulino: Antes, não podíamos nos casar porque já éramos comprometidos… Mas agora, nós dois somos viúvos e podemos selar nossa união perante a lei.

Paulino se ajoelha em frente a ela e retira uma pequena caixa de veludo do bolso. Ele a abre e expõe um anel. Taís abre um largo sorriso, e a emoção já é visível nas lágrimas que surgem em seus olhos.

Paulino: Taís, você aceita se casar, definitivamente, comigo?

Taís: E ainda pergunta? É claro que eu aceito. Já somos casados, praticamente, só falta assinar os papeis mesmo.

Paulino sorri e se levanta, e em seguida, coloca o anel no dedo de Taís. 

Taís: Eu te amo! Bendita hora que Deus te colocou na minha vida!

Paulino: Eu também te amo, demais. Fomos feitos um para o outro.

Eles sorriem e aproximam seus rostos, se beijando apaixonadamente.

Cena 10: Campana/ Mansão de Odete/ Sala de Jantar, Noite

Odete, Rodolfo, Lucília, Paulino, Taís e Vanessa estão sentados à mesa, jantando e conversando.

Lucília: Eu estava me sentindo muito enjoada, e tendo tonturas…

Rodolfo: E levei Lucília ao médico hoje, e ele confirmou que ela está grávida!

Todos se felicitam e parabenizam o casal. 

Paulino: Eu e Tais também temos novidade. Conte a eles, meu amor.

Taís, sorrindo, levanta o seu dedo com o anel de noivado.

Taís: Iremos nos casar. Em breve, marcaremos a data!

O casal também é parabenizado, todos se felicitam.

Odete: Que pena o Olavo não estar presente aqui conosco, comemorando. Ele ficaria muito feliz…

Vanessa: Ele está presente. De alguma forma, de algum lugar, ele está observando tudo isso aqui, e está tão feliz como nós estamos. Tenho certeza.

Todos concordam com as palavras de Vanessa. A conversa continua, mas o som é abafado.

Cena 11: Passagem de Tempo

Ao som de N- Nando Reis, algumas semanas se passam. Chega o dia do casamento de Paulino e Taís.

Cena 12: Campana/ Mansão de Odete/ Quarto, Dia

Taís está vestida de noiva em frente ao espelho. Odete e Lucília fazem os últimos ajustes, adequando o traje no corpo de Taís. O processo termina.

Odete: Pronto! Agora sim, o vestido está perfeito!

Lucília: Está linda, minha amiga! Seu tormento acabou, se case, e seja muito feliz ao lado de Paulino.

Taís sorri para a amiga, e a abraça.

Taís: Finalmente, serei plenamente feliz, estou livre. E eu te agradeço muito Lucília, pela sua amizade.

Ambas sorriem emocionadas, e se apartam do braço. Taís se vira para Odete.

Taís: Muito obrigada por me ajudar com o vestido, dona Odete! Fico feliz que tenhamos iniciado uma relação amigável.

Odete: É, estou tentando mudar, pelos meus filhos. Aliás, aproveitarei que as duas estão aqui, Taís e Lucília, para pedir perdão. Perdão por todas as vezes que as destratei, ou que desejei que ficassem longe de minha família… Eu agi de forma muito equivocada, você são pessoas de boa índole e fazem meus filhos felizes, e isso que importa.

Taís e Lucília se olham, sorrindo.

Lucília: O que passou, passou, dona Odete, é passado. O que importa, é o nosso presente, no qual estamos nos relacionando bem, e no futuro, que nos relacionaremos ainda melhor.

Taís: Então, é claro que nós lhe perdoamos, dona Odete. Acho que já fizemos isso há algum tempo…

As três sorriem uma para a outra, emocionadas, e se abraçam.

Cena 13: Campana/ Mansão de Paulino/ Quarto de Paulino, Noite

Paulino está trajando seu terno, se preparando para o casamento. Rodolfo dá um nó em sua gravata.

Rodolfo: Pronto, meu irmão. Já pode casar!

Eles sorriem.

Paulino: Eu nem acredito que me casarei com Taís. Até alguns dias atrás isso não era possível, e hoje podemos. Nosso destino é vivermos juntos e felizes. Tudo conspira ao nosso favor!

Rodolfo: Vocês tiveram que enfrentar vários obstáculos, tentaram lhes separar de todas as formas. Mas vocês passaram por todas as barreiras, isso é amor de verdade. Vá lá, meu irmão, se case, e seja feliz, como merece.

Paulino: Muito obrigado por sua amizade, meu irmão. Obrigado por estar sempre ao meu lado. Sem você e seu apoio, eu não conseguiria ser forte como fui.

Eles sorriem emocionados e se abraçam. Eles se apartam.

Paulino: Vamos, o noivo não pode chegar atrasado!

Eles riem, e juntos, saem do quarto.

Cena 14: Campana/ Igreja/ Entrada, Dia

Todos os convidados já estão do lado de fora da igreja. Paulino e Taís saem de lá dentro, de mãos dadas, sorrindo. Eles já estão casados. Eles passam pelos convidados, que jogam pétalas de rosas vermelhas sobre o casal. Após se afastarem o suficiente, Taís chama a atenção da mulheres.

Taís: Meninas, se reúnam. Jogarei o buquê!

Todas as mulheres se reúnem em um único local, com exceção de Lucília, que fica ao lado de Rodolfo. Eles se beijam, e ambos passam a mão sobre a barriga dela, que começa a crescer. Odete também se afasta, juntamente com Vanessa. Elas ficam atrás do grupo de mulheres interessadas no buquê de flores. Taís lança o mesmo para o alto, e todas tentam pegar, porém nenhuma consegue. O buquê passa por todas as mulheres, e vai parar nas mãos de Odete, que se assusta.

Odete: Mas que brincadeira é essa? Eu nem queria e esse buquê veio parar nas minhas mãos?!

Vanessa: É o destino, vó. Parece que o seu está bem claro…

Vanessa ri.

Odete: Me respeite, Vanessa! Isso aqui foi um engano!

Todos os presentes riem da situação e Odete joga as flores em direção ao grupo de mulheres e o mesmo vai parar nas mãos de uma pessoa qualquer.

Paulino e Taís se divertem com toda aquela situação, e voltam a olhar um para o outro. Eles sorriem apaixonados e se beijam.

Cena 15: Passagem de Tempo

Algumas semanas se passam, ao som de Love me Again- John Newman.

Cena 16: Campana/ Cemitério, Dia

O local está deserto, poucas pessoas circulam por ali. O dia está nublado. Taís caminha entre as lápides, até que para em um túmulo, simples, quase sem ornamento nenhum. O nome grafado é Dário Fernandes dos Santos. Ela carrega um buquê de raras rosas negras nas mãos. Taís olha fixamente para o túmulo de Dário.

Taís: Você achou que eu seria sua refém para toda a eternidade, Dário… Você conseguiu, destruir a minha vida. Me humilhou, me agrediu, me fez sua prisioneira, porém, a justiça tarda, mas não falha. Eu consegui me livrar da prisão que era minha vida ao seu lado, redescobri como é ser livre, como é amar alguém… E você? Você terminou numa cova, e não teve ninguém para chorar a sua morte. Pelo contrário, todos ficaram felizes. Espero que você esteja ardendo no inferno, para pagar por todo o mal que fez à mim, e à família de Paulino.

Os seus olhos já estão marejados, e lágrimas escorrem pelo seu rosto.

Tais: Essas rosas negras ficarão aqui, como simbolo de todo o ódio e rancor que eu sinto por você, mesmo após a morte. Nunca te perdoarei, não sou capaz de fazer isso! Mas o que importa agora é que eu estou casada com o homem que eu amo e vivendo feliz novamente. Demorou, mas finalmente estou liberta dessa cadeia sem grades que foi minha vida ao seu lado. Aprendi a viver novamente, minha história recomeçou. E dessa vez, tudo será diferente!

Ela limpa as lágrimas e coloca as flores negras sobre o túmulo. Logo após, ela se vira e vai embora, caminhando com um largo sorriso no rosto.

A imagem congela em Taís, caminhando, em um tom amarelado. Mas dessa vez, a grade não aparece, pois agora ela está livre para viver feliz.

Fim

Mais um trabalho meu que se encerra aqui, e eu só posso agradecer. Foram muitas as pessoas que fizeram Cadeia Sem Grades acontecer e ter ido ao ar, e deixo o meu “muito obrigado” à todas elas. Agradeço ao Brenddo Farias, coordenador de web-dramaturgia que me deu a oportunidade de levar essa trama ao ar, aprovando esse projeto; Agradeço também ao Willian Gonçalves, que foi o responsável pela belíssima arte gráfica da web, e que também se disponibilizou a postar os capítulos; Agradeço ao Bruno Alves, responsável pela ótima abertura; Deixo meus agradecimentos também à dois grandes amigos e parceiros, Flávio Augusto e Fred Meirelles, que estiveram juntos comigo nesse projeto desde o seu nascimento até o seu fim, sempre me apoiando ao longo de meses de desenvolvimento dessa trama, e sempre me encorajando a seguir e frente; E por último, mas não menos importante, agradeço à todos que leram e comentaram durante esses 20 capítulos e deixaram sua participação e opinião sobre a minha estória. Enfim, resumindo: Muito obrigado!

– Jean Ventura

Anúncios

66 thoughts on “Cadeia Sem Grades – Capítulo 20 (Último Capítulo)

  1. No ar! Espero que gostem do final, e que tenham gostado da trama em geral. Foram 20 capítulos e 4 semanas de exibição aqui no Tv Mix, mas passei vários meses trabalhando na web, e me dedicando bastante para produzir algo de qualidade, e espero ter conseguido atingir esse objetivo, apesar dos defeitos que sempre existem. Boa leitura à todos 😀 ❤

    Curtir

    • Jean você sabe como é medida a audiência? Acompanhei muito sua história e está com uma média muito boa. Se voce souber explicar por favor, fiquei curioso. Obrigado.

      Curtido por 1 pessoa

      • Não sou o Jean, mas posso responder sua pergunta.
        Um ponto de audiência equivale a um comentário único feito durante as 24 horas seguintes à publicação do capítulo.
        Ou seja, como o capítulo foi publicado ontem às 21h, então se você comentar até às 21h de hoje, seu comentário valerá como ponto (desde que você não tenha comentado antes no mesmo capítulo).
        Em poucas palavras, um ponto de audiência é equivalente a um comentarista.

        Curtido por 1 pessoa

      • O Glay te explicou como é medida a audiência das webs aqui no Tv Mix, Victor, espero que você tenha tirado sua dúvida. No mais, fico feliz que tenha acompanhado essa web, obrigado pela participação 😀

        Curtir

  2. Que final surpreendente. Você conseguiu realizar um final inesperado, Jean, parabéns. Eu fiquei muito surpreso ao perceber que foi Vanessa, a menininha, quem puxou o gatilho e assassinou o algoz de seu pai.
    Achei desnecessário o chute no Dário que partiu de Taís. O homem já estava agonizando, não precisava daquilo. A impressão que eu tive da cena (e depois tive a confirmação, na cena final) é de ela se tornou uma mulher amarga, apesar de ter conseguido tudo o que sonhou. Seria impossível que não se tornasse depois de tudo o que ela passou.

    Bom… O que dizer da história como um todo? Jean, você realmente me fez ler uma web-novela por completo (acho que perdi 1 ou 2 capítulos) em muito tempo. Você usou e abusou dos clichês, mas isso não significa que sua novela foi ruim. Muito pelo contrário! Ela foi muito boa!

    Os pontos positivos foram, sem dúvida, a Alana e o Dário. Vilões muito bem construídos em seus mínimos detalhes. É difícil saber quem é o melhor.
    O núcleo do irmão do Paulino não me interessou. Serviu mais como uma trama paralela necessária numa novela que conseguiria se virar muito bem sozinha só com a história central.

    Eu não torci o nariz para a Taís em nenhum momento (exceto nesse chute final) e, apesar de todo o sofrimento, ela foi uma protagonista forte que teve bastante química com o Paulino.

    Só me resta te dar os parabéns. Vou sentir muita falta de Cadeia Sem Grades. Ficou pra história, pelo menos no meu coração.
    Parabéns, Jean! Sucesso.

    Curtido por 1 pessoa

    • Vanessa acabou sendo a heroína da história, se não fosse ela, provavelmente Paulino e Taís estariam mortos. O chute que a Taís deu no Dário foi algo cruel da parte dela, mas acho coerente. Analisando tudo, esse chute foi pouco diante de tudo o que Dário fez Taís sofrer, o quanto ele a traumatizou, ele merecia até mais do que isso. Esse chute foi pra lavar a alma de Taís, ela é humana e não tem sangue de barata, precisava descontar seu ódio. Não considero Taís uma mulher amarga, mas marcada pelo seu passado. Ela nunca vai esquecer sua história com o Dário, foi um trauma que a marcou profundamente, e ela jamais perdoará seu algoz, não é capaz disso.

      Fico muito feliz que tenha acompanhando e gostado da web, e da construção dos vilões, os quais considera os pontos altos da trama. Rodolfo e Lucília foi uma estória paralela a principal, e lamento que ela não tenha te despertado interesse. Mas não consigo enxergar a trama sem esses personagens, ambos foram muito importantes para o núcleo principal.

      Fico muito contente, de verdade, que tenha gostado de Cadeia Sem Grades e que ela tenha te marcado. Obrigado Leonel, e te desejo sucesso em Serra Dourada! 😉 😀

      Curtido por 1 pessoa

  3. Primeiramente queria de parabenizar Jean!
    Eu cheguei a pensar que a Vanessa seria a assassina, mais vei a minha mente o final de A Divina Vingança e o cancelamento de Vem, Meteoro. E ai pensei, será que ele vai colocar esse final(Vem, Meteoro); que foi o responsável pelo o cancelamento da própria.
    Você deixou claro que a web foi baseada no livro Um Porto Seguro, de Nicholas Sparks., mais o livro foi escrito no mundo atual e não como a web tratou, como você viu o livro poderia ser transformando em uma web.
    A web só contou com dez personagens, isso deixou a web mais concentrada na historia principal e não em coisas sem necessidade.
    Por ser uma web produzida na época da década de 20. Eu tenho uma curiosidade: Você se baseou em Além do Tempo.
    Enfim, tenho tantas coisas para falar(digitar), mais vamos encerrar por aqui.

    (Desculpa, por citar nome de outros webs.)

    Parabéns!!!!!
    ❤❤❤❤❤❤❤❤❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Bom, sobre A Divina Vingança, não posso opinar, pois não li a trama, e desconheço seu final. Já sobre Vem, Meteoro eu estava esperando por associações de Cadeia Sem Grades com ela… Mas são situações completamente diferentes, em VM a criança era a grande vilã, enquanto em Cadeia Sem Grades a criança em questão nunca foi má e só atirou em um homem para salvar a vida de seu pai e sua madrasta. E jamais mudaria esse final da Vanessa matando o Dário, desde a criação da sinopse eu tinha isso planejado, e terminei de escrever essa web no início de janeiro, muito antes das outras webs citadas irem ao ar.

      Eu usei Um Porto Seguro como fonte de inspiração, peguei apenas o plot principal e criei minha própria trama, mudando inclusive, a época em que é ambientada.

      Sobre a sua curiosidade: Não, eu não me inspirei em Além do Tempo. Amo a novela, mas dela só peguei uma parte do elenco.

      Obrigado por ter acompanhado a trama, Paulo Victor 😀

      Curtir

  4. Amigo, parabéns por concluir mais esse trabalho, mais esse grande sucesso de audiência e repercussão.
    Infelizmente não pude acompanhar essa web por falta de tempo, mas sei que é um web-novelão que vale muito a pena ler.
    Parabéns pelo capítulo de hoje, pelo grande final e por toda a web! E que venha logo a sua próxima produção, né!
    #. ❤ ❤ ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Entendo sua falta de tempo, Hash, a correria está para todos. Mas você deixou sua participação aqui sempre que podia, e isso já vale muito para mim. Espero voltar com uma web nova daqui um tempo.

      Obrigado, Hash ❤

      Curtido por 1 pessoa

  5. Senhoras e senhores, mas que capítulo, hein? Isso é o que eu chamo de um belo final!

    Alana realmente morreu, não sei se isso ficou claro no capítulo anterior, mas eu ainda tinha algumas esperanças, não queria que ela terminasse assim. Pelo visto nossos vilões tiveram o mesmo destino e, de certa forma, esse destino estava ligado. Alana morta, sendo que é mãe de Vanessa. Dário morto, exatamente pela filha de Alana. Me surpreendi muito com essa pessoa misteriosa sendo Vanessa, jamais que iria imaginar e se ela não tivesse um caráter tão bom, eu diria que ela estaria pronta para seguir os passos da mãe, risos.

    Paulino e Taís conseguiram finalmente ter um final justo. Se casaram e agora têm a chance de recomeçar, em paz. Taís conseguiu a paz que tanto queria, a última cena dela foi a mais tocante de todo o capítulo. Adorei o texto e a simbologia criada pelas rosas negras.

    Meus parabéns Jean, sua web realmente é algo que nos tocou, de verdade. Não preciso nem dizer que sou eternamente grato a você por me incluir nisso, né? Meus sinceros elogios a você e espero ver outra obra sua em breve. Parabéns pelo capítulo, amigo! ❤ O gif abaixo expressa minha situação nesse momento.

    Curtido por 1 pessoa

    • Alana morreu, após aquele acidente, seria difícil ela sair com vida. Vanessa matou Dário, mas em geral, ela só fez isso por medo. Ela ficou com medo de perder seu pai, a pessoa mais importante de sua vida, e acabou apertando o gatilho… E sendo a heroína do pai e da madrasta. Por quem amamos, somos capaz de atitudes extremas, sendo adulto ou criança.

      Taís conseguiu se libertar, mas sua vida será para sempre marcada pelo diabo do Dário, e as rosas negras são um símbolo de todo ódio e rancor que ela sente por ele.

      Ai Bruno, não me arrasa não! Eu quem sou muito grato à você, por mais uma vez, ter aceitado fazer parte de um projeto meu. Sua participação foi essencial, não só na produção da abertura, mas aqui também, nos comentários, sempre dando sua opinião. Espero voltar com uma nova trama num futuro próximo, e claro, espero contar com sua ajuda novamente. Obrigado por tudo, Bruno ❤

      ** emocionado **

      Curtido por 1 pessoa

  6. Oh, my God, o que aconteceu? Tô pasmo até agora.

    E vamos ao #AnalysisToday ✌😛 de hoje.

    Cadeia sem Grades – Capítulo 20 (último capítulo)

    Dário é assassinado por uma pessoa misteriosa, que consegue salvar a vida de Taís e Paulino, e essa pessoa é: Vanessa – um déjà vu de “Vem, Meteoro!” agora, uma pena aquele lacre ter sido cancelado, saudades do povo de Bastile. 😓 – de qualquer forma, eu achei uma ideia muito inteligente deixar a Vanessa como a assassina do Dário para defender o Paulino e a Taís, esse final foi lindo. #VanessaRainhaDárioNadinha

    Alana morreu. 😭😭😭 – não acredito que você fez isso, Jean – nunca saberemos quem é o pai do filho que ela esperava (era do Jean) – de qualquer forma, Alana será lembrada pelo que ela fez de melhor na web, que foi: ceder a praxana para todos os homens da web, sem falar do autor, que com certeza, já se deitou com ela e de alguns comentaristas do blog para quem ela cedeu. 😛

    Enfim, Taís e Paulino podem viver felizes e se casar, pois agora, ambos estão viúvos. Lucília está grávida de Rodolfo – um casal cult desses, que rompeu as barreiras da hipocrisia e pisou na sociedade da década de 20 por viverem um romance interracial (ele, branco e rico, e ela, negra e pobre). Odete se regenerou, e eu achando que ela ia se unir a Dário e virar Dedete Perigosa. 😛 – e foi ela que pegou o buquê no casamento da Taís com o Paulino – boatos de que eu já estou interessado em me casar com ela… 😛

    O que foi essa cena final, meu Deus? Taís levando rosas negras para o túmulo de Dário como prova de todo o ódio e rancor que ela tem por ele e que ela jamais será capaz de perdoar – e realmente, ele não merece o perdão dela; pois ele a agrediu, violentou e tirou dela o sonho de ser mãe – e o congelamento final: apenas o fundo amarelo sem as sombras das grades, pois agora, Taís está livre de seu algoz.

    Inicialmente, “Cadeia sem Grades” aparentava ser uma trama simples, despretensiosa, mas ela se revelou um verdadeiro web-novelão, os destaques foram os protagonistas fortes, que lutavam pelo amor e a liberdade; os vilões ardilosos e perversos e o romance secundário que lutava contra a hipocrisia. Numa escala de zero a dez, eu dou nota 10 pra “Cadeia sem Grades”. 😉

    Parabéns pelo sucesso e pela web, Jean. 😀
    Sempre me lembrarei de “Cadeia sem Grades”.

    Curtido por 1 pessoa

    • Vanessa matou Dário, mas ela não é uma vilã, como era no caso de VM. Quis mostrar que por quem a gente ama, somos capazes de tudo, até de matar se for preciso, não importa a idade que tenha… Vanessa viu seu pai prestes a ser morto, e impediu que isso acontecesse.

      Eu quero provas de que eu sou o pai do filho que Alana esperava, bjs. No mais, Alana cedeu bastante mesmo, inclusive para você, não adianta negar, eu sei de tudo.

      Após lutarem e conseguirem viver seu amor, Rodolfo e Lucília estão grávidos, amamos? Paulino e Taís se casam, e o buquê acaba indo parar nas mãos de Odete… E gritando que você quer se casar com ela, mas que safadinho, não perde tempo!

      Alguns podem até julgar Taís como fria e rancorosa, mas não tinha como ser diferente. Após tudo o que Dário fez para ela, é impossível que Taís o perdoe, ela não tem sangue de barata, e seu ódio por esse homem será eterno. Mas o que importa, é que nossa protagonista alcançou a liberdade e pode viver feliz ao lado de Paulino, sem nada para atrapalhar.

      Cadeia Sem Grades é uma trama simples e sem pretensão mesmo, é uma estória de amor clássica e clichê, talvez tenha tido uma outra coisa diferente no seu desenvolvimento. E fico imensamente feliz que eu tenha conseguido conduzir bem a trama e ter feito os leitores amarem e odiarem os personagens que eu criei. Sobre a nota 10, eu me emociono, nem sei o que dizer, apenas agradeço, fico muito contente de ver que a trama agradou.

      Obrigado, Roberto, por acompanhar esses 20 capítulos e ter feito parte desse projeto ❤

      Curtido por 1 pessoa

  7. Foi surpreendente, mas mal conduzido. A resolução desse mistério foi ilógica. Coitada da Vanessa se fosse imobilizada daquele jeito, seria esmagada pelo Paulino. E a reação dele e da Taís foram bem condizentes, mas ficaria melhor se eles ficassem mudos, as falas deles estragaram o momento (exceto a última fala do Paulino na cena 2).

    O desfecho do plot da morte do Dário foi surpreendente. Vanessa reagiu perfeitamente à situação levando em conta a posição na qual foi metida. Taís também me surpreendeu quando ficou a sós com o marido em agonia; ela praticamente terminou o serviço da Vanessa, sem remorso. E a conclusão, apesar de atropelada, foi convincente: a investigação policial concluiu que Dário foi morto em legítima defesa; Taís escapou da prisão por ter acelerado a morte do Dário sem ninguém por perto.

    Não me conformo com o final da Alana. A morte dela foi uma covardia.

    Taís me surpreendeu completamente nesse capítulo, com tamanha frieza em relação à morte do Dário. Não esperava que ela fosse se felicitar com essa morte, estava crente que isso ia a abalar. Bom, não vou reclamar.

    Curtido por 1 pessoa

    • Morrendo, bem, Paulino imobilizou a Vanessa, talvez ele acabasse a machucando com seu peso e força, mas diante daquele momento… Não gosto muito de deixar os personagens mudos, ainda mais numa situação de tamanha surpresa como essa, Paulino e Taís expressaram com palavras o choque que levaram.

      Vanessa agiu meio que por impulso, ela não queria perder seu pai, e consequentemente, sua madrasta… Creio que qualquer um no lugar dela faria a mesma coisa, e é isso que eu quis passar.

      A maioria esperava que Alana se desse bem no final, mas enfim, lamento por não ter gostado do desfecho.

      Taís ficou feliz com a morte do Dário sim, não poderia ser diferente. Após tudo o que ele a fez sofrer, ela seria hipócrita se ficasse triste com a morte dele. Dário não é digno de um pingo de compaixão da parte dela, e agora sim, Taís pode ser feliz, livre desse homem que desgraçou boa parte de sua vida.

      Enfim, fico feliz que você tenha conseguido acompanhar essa trama, Glay, espero que tenha gostado dela em geral. Suas opiniões sempre engradecem uma obra, e são muito importantes para mim. Obrigado 😀

      Curtir

  8. Ai, que lacre, tudo passou tão rápido, 20 capítulos que acabaram num piscar de olhos. Olha, acho que essa é a primeira web de época que li por completa, tenho quase certeza disso. E eu gostei bastante, como disse no princípio parecia que estava assistindo a uma novela das seis da Globo, foi uma trama gostosa e simples, mas com sua essência apesar dos clichês. E acertei, Vanessa foi quem baleou Dário, de certa forma foi surpreendente uma criança matar uma pessoa, mas se não fosse por ela, Paulino e Taís não estariam vivos e Tais permaneceria pra sempre numa cadeia dem grades. Felizmente Dário morreu, porque se fosse preso teria a chance de fugir da prisão e perseguir novamente o casal. Como assim Alana morreu? OLHA AQUI, NÃO ME ABALA NÃO, OK? E Lucília descobre estar grávida, adoroooo. Odete finalmente admitiu que perdeu, não ficou explícito mas eu acho que a morte do Olavo amoleceu seu coração. Taís e Paulino se casam e definitivamente ela sai da cadeia sem grades que Dário havia lhe colocado. Ótima cena final, amei. E chega ao fim mais uma web sua, amigo. Tenho que destacar seu alto nível de evolução em relação às outras webs que você escreveu tanto em escrita quanto em desenvolvimento. Tá de parabéns por ter concluído sua primeira web das nove, que apesar de não ter sido um fenômeno como deveria ser foi um grande sucesso. E melhor do que ser um fenômeno sem que alguém realmente leia é ter uma web de sucesso que é aplaudida pelos leitores que a leram. E é isso, parabéns e inspiração pra próxima! Bjs no core :*

    Curtido por 1 pessoa

    • Foram 20 capítulos, e 4 semanas no ar que passaram voando, é assim mesmo.

      Vanessa atirou em Dário, você acertou :* Ela não pensou na gravidade do que estava fazendo, apenas apertou o gatilho, pois não podia deixar que a pessoa mais importante de sua vida, Paulino, e Taís, que também se tornou muito importante para ela, fossem assassinados debaixo de seu nariz. Foi uma prova de amor, e o ser humano pode ser capaz de tudo para defender quem ama, mesmo que seja apenas uma criança (Mas que já tem noção dos seus atos).

      A morte de Olavo pode ter sido um dos motivos da regeneração de Odete, mas logo que ele morreu, ela ficou ainda mais amarga. Porém, com o tempo, ela deu o braço a torcer e viu que seus filhos estavam felizes, então ela tinha que aceitar.

      Taís se casa com Paulino e se liberta da cadeia sem grades, felizmente.

      Fico muito feliz de ler você dizendo que evolui, e sinceramente, eu também acho isso. Particularmente, acho o meu texto em Cadeia Sem Grades o mais maduro de todas as minhas produções, talvez por ser de época, e isso exigiu mais “refinamento”. A web não foi nenhuma explosão de audiência e repercussão, mas felizmente, a maioria dos comentários que eu recebi foram específicos sobre a trama, o que vale muito. E além do mais, não precisei floodar em lugar algum e nem em privado alheio para conseguir alguns pontos à mais. A web não foi nenhum grande sucesso, até flopou em alguns capítulos, mas foi dignamente.

      Obrigado por tudo, Thay ❤

      Curtir

  9. O mistério envolvendo a morte de Dário permanece na trama. Quem será que matou esse infeliz? Vai atrás, Paulino! Vai! Enquanto isso no quarto permanecem Taís e seu algoz. Não acredito que ele ainda não morreu! 😮 Forte como sempre foi desde o início da trama, nossa protagonista falou poucas e boas pra esse desgraçado. Esse chute foi o mínimo que ela pode dar nele após anos levando tapas no rostos e ao redor do corpo.

    E não foi Rodolfo, Odete e Lucília pois eles permanecem no cômodo. Então só está faltando… A Vanessa! 😮 😮 😮 Não acredito! Meu Deus, Jean! A pessoa menos óbvia por minha parte foi a culpada pela morte de Dário. Sempre acreditei nela. Sempre reforcei que essa doce criança também possuía uma função importante na trama. E está aí a prova. Estou chocado, real.

    Como foi uma criança a culpada, você teve o máximo de cautela e explicou detalhe por detalhe o que aconteceu. Parabéns! Agora o momento mais emocionante do capítulo. Cadê os meus lencinhos? Vanessa ficou com medo de perder o pai e foi capaz de matar Dário. Entendo perfeitamente sua posição. Ela já perdeu a mãe, imagine perder o pai também… Um amor puro, um sentimento verdadeiro, um momento lindo. Pai & Filha.

    A melhor abertura que você respeita. Uma música poderosa e que tem tudo a ver com a trama. Fará muita falta. ❤

    Então a rainha Alana morreu no acidente? Ai gente… Não sei o que dizer. A melhor personagem da web, sem duvidas. Ela pagou por todo mal que fez a todos nessa trama.

    E agora é só felicidade! A morte de Dário foi por legítima defesa, Lucília e Paulino vivendo felizes, Odete se redimindo… Só momentos de alegria. Aguardando o nascimento da bebê do casal mais romântico de todos. O casamento de Paulino e Taís enfim aconteceu. Morri com o buquê na dona Odete. Hahaha… Vanessa gosta, risos. #TalinoForever Vai deixar saudades essa união que foi capaz de superar tudo. ❤

    O momento mais esperado da web chegou: Taís deixa de ser uma prisioneira dessa Cadeia Sem Grades. Depois de muito sofrimento, nossa protagonista vai viver feliz como sempre almejou. Congelamento perfeito! ❤

    Taís: Demorou, mas finalmente estou liberta dessa cadeia sem grades que foi minha vida ao seu lado.”

    O que foi Cadeia Sem Grades? Cadeia Sem Grades foi uma web novela muito bem conduzida; muito bem trabalhada; muito bem escrita por Jean Ventura. Uma trama que foi baseada em uma história de Nicholas Sparks, e que foi ganhando sua identidade própria. O casal de protagonistas transmitiu uma sinceridade no amor que um sentia pelo outro que me encantou, assim como muitos leitores. Vilões clássicos, muito bem criados. Dário e Alana (Principalmente) ficarão lembrados por muitos e muitos anos na web dramaturgia do Mix. Falando em personagens, os paralelos também merecem ser destacados por terem compostos essa estória. Durante 20 capítulos, muitas emoções, romances e acontecimentos. Passou tão rápido né? Parece que foi ontem que estávamos juntos escalando a trilha sonora, risos.

    Bom Jean, eu só tenho a agradecer você pela confiança que depositou em mim ao te ajudar de alguma forma nessa trama. Fico muito feliz que esse trabalho esteja sendo concluído positivamente por você. Muito obrigado mesmo, amigo. Saiba que Cadeia Sem Grades foi uma das melhores tramas que você já fez, e que ficará guardada por mim com um carinho especial.

    Deixo aqui o meu último parabéns de muitos que estão por vir. Parabéns por Cadeia Sem Grades. ❤ Aguardando outras e outras tramas. ❤

    Agora se me der licença…

    Parabéns! 😀 ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Ai meu Deus, não me arrasa não, Fred. Assim eu desabo, sabe. Acabo de encontrar um olho em minhas lágrimas…

      Ao colocar Vanessa como assassina, eu temi bastante, afinal se trata de uma criança… Mas não escrevi esse final com a intenção de chocar, e sim mostrar que por amor, até mesmo uma criança pode ser capaz de sujar suas mãos. E você entendeu bem o que eu quis passar, amo.

      Ai, a abertura luxosa com um hino como tema, amo. Felizmente, estará no youtube para vermos sempre que quiser, mesmo após o fim da web.

      Fico realmente feliz que ache Alana a melhor personagem da web, particularmente, a considero uma das personagens mais bem construídas que já criei.

      Após tanto sofrimento, Taís merecia um final feliz ao lado de Paulino, e com a torcida que o casal teve ao longo de toda a exibição, só me fez ter certeza que eu devia deixá-los casados e felizes.

      Eu peguei o plot principal de Um Porto Seguro e criei minha própria história, o livro foi só uma fonte de inspiração, quis diferenciar as tramas. Fico imensamente feliz que eu tenha conseguido construir bem os personagens, e os leitores amaram e odiaram na mesma proporção. Passou rápido mesmo… E foram meses de desenvolvimento, foram meses de ajuda que você me deu ❤ Eu quem agradeço, amigo, por ter me ajudado tanto na produção de Cadeia Sem Grades, você também foi fundamental para esse projeto ter acontecido, um parceiro desses. E saiba que aguardo ansiosamente sua produção teen, um luxo :*

      Fred, obrigado por tudo, obrigado mesmo ❤

      Curtir

  10. Ainda sobre o capítulo 18 e 19…
    Dário invadiu a festa de casamento de Lucília e Rodolfo e espalhou o terror. Antes de falarmos disso, irei falar do casamento. Lucília e Rodolfo foi um belo casal, com química, bem construído. Enfrentaram todas as barreiras juntos e erguidos. E enfim, casaram. Dário eu te abomino! Chocado com as revelações do passado deles. Dário e Paulino tiveram vários embates no capítulo, assim como Taís e Dário. Fiquei até com o brioco na mão lendo as cenas… Por fim, Dário leva um tiro, deixando Taís e Paulino chocado com a pessoa que atirou… (Quem matou Dário, afinal? E respostas no último capítulo…) E agora iremos falar da rainha Alana. Sequência da morte dela bem conduzida e chocante. Porém, todos queríamos que ela vivesse .chorando Imagina a rainha rica, poderosa, reencontrando o traste do amante que deu um golpe e fugiu com dinheiro dela, acabando com ele, e terminando na cama com outro? Amo.

    Capítulo 20, e último capítulo…
    E a grande revelação: “Quem atirou em Dário?. E foi a Vanessa. Chocado, eu não esperava. Apostei todas as minhas fichas na Odete. Pra mim, quem matou o Dário foi a Taís, que deu o chute final (e mortal) nele. A última cena da web foi bem forte (não nada chocante, mas eu considero bem pesada, se consideramos tudo que a Taís enfrentou). Lucília grávida, amooo. Taís e Paulino se casaram adoro. QUE DOIS CASALZÃO DA PORRA BICHO, a gente chora – não disse por onde. E Odete, mesmo não querendo, pegou o buquê da noiva. Eu estou rindo muito, socorro kkkkkkk. E casará comigo, bati o martelo! (lamento, Roberto, mas você perdeu :). E esse último congelamento, hein? A imagem congela em Taís, caminhando, em um tom amarelado. Mas dessa vez, a grade não aparece, pois agora ela está livre para viver feliz. .emocionado

    E mais um pouco do meu comentário…
    Você sabe que eu não sou bom com comentários específicos, ne? Espero que esse tenha ficado, pelo menos, digno. Emocionado com meu nome ali nos agradecimentos. E ❤! Acompanho você desde o começo da produção, ne? e ficava me contorcendo em busca de spoiler, spoiler que nunca vieram kkk… E agora eu li a trama completa, e fico muito feliz por você, Jean. A trama realmente esta um luxo ❤ E como esquecer do tema de abertura moral, hein? Que eu e o Fred colocamos antes mesmo da web entrar no ar? Alcançar_a_Liberdade_Mp3 e vamos todos bailando e remexendo a raba. Parabéns, Jean 😀 ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Rodolfo e Lucília se casaram, passando por cima do preconceito, amamos, um casal desses. Esse penúltimo capítulo foi um acerto de contas entre Paulino e Dário, e também entre Dário e Taís, que também tiveram alguns embates. E Dário acabou baleado, não sabemos por quem (por enquanto). Olha, se eu tivesse noção do quanto Alana seria amada, eu teria preparado um final feliz para ela… Mas a web entrou no ar toda escrita, não dava mais para mudar. Porém, seria interessante ela terminar rica e poderosa… Me arrependo de não ter escrito dois finais, com duas opções, para decidir só depois qual iria ao ar.

      Vanessa atirou em Dário, mas quem terminou de matá-lo, foi Taís. O chute que ela deu nele foi fatal e tirou de vez a vida do desgraçado. A última cena foi forte mesmo, é um encerramento, Taís relembra de tudo o que sofreu ao lado de Dário e declara seu ódio eterno por ele. Talino e Ludofo casados e felizes, amamos? Grito, e já quero você e Roberto brigando pela Odete, adorooooo. Um congelamento especial para encerrar a trajetória da protagonista, também me emocionei, não nego.

      Está mais do que digno, Flávio, um comentário maravilhoso, sim. Seu nome não podia ficar de fora ali, você e Fred me ajudaram muito com essa web e acompanharam seu andamento desde o inicio. Sobre o tema que você e Fred escolheram, não digo nada, apenas fico rindo 😛

      Fico feliz que tenha gostado da trama e ter feito jus a expectativa, obrigado, Flavin ❤

      Curtir

  11. Último capítulo, olha aqui, eu não admito! Tá ok, tenho que aceitar, vamo fazeno. Pegando lencinhos antes mesmo de começar a ler…

    Dário morreu, mas antes Taís despejou sua revolta nele e ainda chutou, damíssima que tem meu respeito. Perplexo que foi Vanessa quem atirou em Dário, uma criança, mas que virada, nunca pensei, uma criança assassina. Alana morreu no acidente de trem, bem feito, cachorra ordinária! Lucília engravida de Rodolfo, lindos e queridos. Paulino pede Taís em casamento, amo! Odete felizmente aceitou o casamento dos filhos e deixou o preconceito de lado, ainda pediu perdão a Taís e Lucília, pois muito que bem… A última cena foi comovente, mas ao mesmo tempo maravilhosa, finalmente vimos Taís se libertando do sofrimento de Dário.

    Então, Jeanzinho… “Cadeia Sem Grades” chega ao fim provando como você é um escritor competente, eclético, folhetinesco e inteligente. Seu texto é ótimo, o desenvolvimento da trama foi no ponto certo, enfim eu não tenho o que falar a não ser elogios, amei a web-novela, você conseguiu prender o público com uma trama simples e tradicional, valeu a pena acompanhar. Parabéns e que venha a nova trama! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Tudo tem um fim, né? É irônico pensar que eu passei uns 5 meses montando a sinopse, fazendo as escaletas, escrevendo os capítulos da web e tudo mais, e quando vai ao ar, passa voando 😛 Mas é isso, chegou ao fim, e também tô sofrendo,um vazio aqui…

      Taís rainha pisadora, e chutadora, adoramos? Adoro que a revelação surpreendeu, espero que positivamente. Alana morreu nesse acidente de trem, e reencarnou como Jeiza, uma policial honesta e justa, avalie. Talino e Ludolfo felizes ❤ Quis que a última cena fizesse jus a toda trajetória de Taís na trama, mostrando o quanto ela sofreu esse tempo todo, e agora finalmente, ela está livre para viver plenamente feliz.

      Fico muito feliz com os elogios, de verdade, essas palavras são muito importantes para mim. Obrigado, Airton, por tudo ❤

      Curtido por 1 pessoa

  12. Deixando os meus parabéns e meus sinceros cumprimentos por essa trama maravilhosa e tão gostava que tive a honra de ler, felizmente. Meu comentário específico ainda não ficou pronto, logo, garanto minha presença até terminar ele e poder postar aqui, aí você responde bonitinho gostosinho, mas precisava me garantir antes do fim da contagem! ❤

    Curtido por 1 pessoa

  13. Jean, primeiramente gostaria de me desculpar por não ter acompanhado sua trama, não foi por falta de vontade, mas, infelizmente, me mudei recentemente e tive problemas com a nova empresa de internet que contratei, tanto é que fiquei semanas sem aparecer no blog ou resolver algo relacionado a ele. Enfim, apesar de ter sido ausente durante a exibição, não poderia deixar de vir no encerramento e te parabenizar por esse sucesso que foi a trama, escrever sempre é um desafio, ainda mais quando seu último trabalho foi um sucesso, a pressão em cima é grande, e você conseguiu tirar de letra esse desafio.
    Meus parabéns e aguardo mais projetos seus! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Entendo perfeitamente sua situação, e fico muito feliz que tenha conseguido um tempo para vir aqui prestigiar esse trabalho. Sou muito grato a você pela oportunidade de exibir a trama aqui, e creio que consegui honrar tal oportunidade e encerrar essa obra com êxito.

      Obrigado, Brenddo ❤

      Curtir

  14. Dona Jeana, mil desculpas por não ter comentando nos capítulos anteriores, mas não poderia de maneira nenhuma deixar de comentar no último capítulo, então se prepare pois aí vai um mega-comentário ao estilo Audy: 😛 😉

    Capítulo 15:

    Pasmo com o fiasco que Odete faz no velório do marido, gente 🙄 – Taís, pare de se culpar, você não teve culpa de nada! :\ – Chocado que Taís não pode ter filhos por culpa do Dário (LIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIXOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!), sério, muito ódio desse personagem desgraçado! 😡 😡 😡 😡 😡 – Lucília aceitar se casar com Rodolfo ❤ – Gente, essa Odete, ZzZzZzZ, que chata de galocha! 🙄 – Pasmo que Vacalana estraga o momento de alegria do casal ao dizer que está grávida de Paulinho, GGGGGG. :\

    Capítulo 16:

    Taís fica triste ao saber que Vacalana e Paulinho passaram uma noite juntos, armado pela vilã é claro, mas a mesma omitiu essa pequena parte 🙄 – Paulinho diz que assumirá o filho, mas que Alana não voltará a morar na mansão, TOMA! 😀 – Chateado com a briga que Paulinho e Taís tiveram, tudo por culpa da ordinária da Alana! :\ – Rodolfo jogando umas verdades na cara de Odete ❤ 😛 – Falando em verdades jogadas na cara, o que falar dessa pisada que Paulinho deu em Alana? Mais que merecido! 😛 – Taís já sendo alertada de que tudo isso pode ser uma armação da Vacalana, só espero que não demore muito para perceber 🙄 Pasmo com o jogo de cena tosco que Alana faz em cima de Paulinho por causa da gravidez 🙄 – Enquanto todos torcem para Paulinho e Taís se acertarem, Vacalana se vê encurralada, está sem dinheiro, a coisa que ela mais ama 😛 E agora? Pasmo com o retorno de Dário (LIXO!) 😡 O que esse monstro vai aprontar agora? 😡

    Capítulo 17:

    Taís e Paulinho se lamentando um pelo outro, afs gente, esqueçam a Putalana, voltem a serem felizes, caramba! 😡 😛 – Putalana já sem saída, decide revelar toda a verdade para Paulinho em troca de uma boa grana, o que esperar dessa ratazana? Sabia que o filho que ela estava esperando não era de Paulinho, isso era óbvio, mas eu pensava que era do LIXO, mas é do Anderson, GGGGGGG 😛 – E como o esperado, Vacalana revela toda a verdade para Paulinho, Paulinho ainda fica chocado? Vindo da Vacalana, não é novidade nenhuma 🙄 😛 – Paulinho aceita a proposta de Vacalana, acho mais do certo levar a vadia em pessoa para revelar toda a verdade para Taís! – Rodolfo e Lucília, casal lindo ❤ – Putalana revela toda a verdade para Taís em relação a “noite de amor” entre ela e Paulinho e sobre a gravidez, deixando a mocinha boquiaberta, mas como eu disse antes, vindo dessa vilã, isso não é algo chocante, afinal o que esperar de uma maluca fascinada por dinheiro? Kkkkkkkkkkkkkkkkk. 😛

    Capítulo 18:

    Depois de revelar toda a verdade e receber o choque, a vilã vai embora, mas não sem antes levar uma bofetada mais do que merecida de Taís, gente, essa bofetada lavou a alma de todo mundo! Pena que não foi à surra na qual a vaca da Alana merecesse, mas essa bofetada da Taís foi super-hiper-mega-ultra-merecida! Espero que tenha ficado com o rosto inchado ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ ❤ 😀 😀 😀 😀 😀 😀 😛 – Putalana ainda querendo dar uma fina e elegante, dizendo que não devolveria a bofetada porque é superior e bla bla bla, mentira, não devolve porque sabe que se fizesse isso iria apanhar ainda mais, kkkkkkkkkkkk 😛 Taís pede perdão a Paulinho e ambos reatam o relacionamento, AMO ❤ Finalmente hein! ❤ 😛 – Odete parece estar sendo mais tolerante agora, indo ao casamento do filho já é uma grande coisa! 😛 – Quanta gente fofoqueira nessa cidade, GGGGG, Dário (LIXO!), irá invadir a cerimônia de casamento de Rodolfo e Lucília! 😮 😡 – Muito linda a cena do casamento de Rodolfo e Lucília, cena muito bem escrita, detalhada e com ótimos diálogos, que eles sejam muito felizes, casal lindo ❤ 😛 – Putalana compra uma passagem de trem para o Rio de Janeiro – Todos estavam tão felizes com o casamento de Rodolfo e Lucília, mas as coisas foram interrompidas com a chegada de Dário (LIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIXOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!), que já chegou tacando o terror, literalmente, pasmo com a frieza que ele se referiu a Odete em relação a Olavo, GGGGGG, pasmo com Merdário apontando uma arma para Taís na frente de todo mundo, mas gente! 😮 Tenso esse antepenúltimo capítulo! 😮 Que ódio de Dário (LIXO!), já falei o quando esse personagem é desprezível e repugnante? Esse estrume tem é que ser detido! 😮 😡

    Capítulo 19:

    MAS DONA JEANA, O QUE É QUE É ISSO? QUE CAPÍTULO FOI ESSE? Você quer matar os seus leitores do coração? 😮 Brincadeira 😛 Mas que capítulo foi esse, meu Deus? Muita ação, adrenalina, narração de tirar o fôlego e os diálogos então? Dona Jeana esbanjando talento para cenas de ação neste capítulo, literalmente, quase sem palavras! – Já começo elogiando novamente as narrações e os diálogos nota 1000 deste capítulo! – Dário (LIXO!) ameaça matar Taís, mas Paulinho e Merdário parem pra briga enquanto as demais pessoas presentes saem da sala de estar, Dário consegue se livrar de Paulinho e subir as escadas atrás de Taís, mas Paulinho vem logo atrás – O clima fica tenso, Dário (LIXO!) continua a ameaçar Paulinho e Taís – Gente e toda essa turma aí no escritório? Não vão fazer nada pra ajudar? Até a polícia chegar… 🙄 – Pasmo com o ódio e o rancor que Dário (LIXO!) tem em seu coração, gente, além dele ser uma pessoa extremamente amargurada e rancorosa, esse infeliz também tem uma obsessão por Taís, que a fez sofrer e ser humilhada por muito tempo, e pasmo novamente que Dário (LIXO!) já era ruim desde criança, mas que vilão mais revoltado, gente! 😮 – Chocado que o trem onde a Putalana estava perde o controle e cai de um precipício, GGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG – Paulinho e Dário (LIXO!) novamente entram numa luta corporal, Paulinho acaba levando uma faca no braço, Taís fica desesperada com a cena, gente, mas aja tensão nesse capítulo! 😮 – Enquanto isso, o pessoal fresco e sem-noção do escritório não sabem o que fazer com a situação, afs 🙄 Mas alguém tomou atitude e pegou a arma de Dário (LIXO!) e subiu as escadas! 😮 – E de novo o vilão e o mocinho lutam, Taís tenta ajudar, mas é inútil, Merdário está completamente fora de si e ameaça matar Paulinho e Taís, pasmo com a frieza e a crueldade em que Dário se refere ao primo, gente – Putalana morre no trágico acidente de trem, não vou mentir, FOI UM CASTIGO MAIS DO QUE MERECIDO PARA ESSA VÍBORA ❤ Essa louca enganou Paulinho e ficou com ele só por causa do dinheiro dele, fugiu com o amante, ajudou Dário (LIXO!) a levar Taís para o Rio de Janeiro, armou poucas e boas pra cima da família, inventou que estava grávida de Paulinho e no final pensou que iria para o Rio ter uma vida de luxo, mas se ferrou por completo, Putalana foi uma excelente vilã, foi pérfida, fria, interesseira, ordinária, cínica e mentirosa, todas as grandes “qualidades” de uma grande vilã! 😛 Final mais do que merecido para Alana, quem mandou ela sair dos trilhos, kkkkkkkkkkk 😛 – Quando Dário (LIXO!) iria matar os mocinhos, eis que o vilão é assassinado pela pessoa misteriosa que subiu as escadas com a arma! GGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG! Que ganchão, o melhor, que capítulo de tirar o fôlego foi esse! 😮 Nota 1000, sem mais! ❤ 😛

    Capítulo 20:

    E chegamos ao desfecho final dessa excelentíssima trama de época, a trama foi curta, mas vai deixar saudades, ainda mais pelos ótimos personagens, e pelo ótimo texto é claro, a trama teve momentos tensos e fortes, assim como momentos românticos e calmos, foi uma web deliciosa de ler, uma trama “bela, recatada e do lar”, mas com momentos de tirar o fôlego, kkkkkkkkkkk 😛 – O último capítulo começa com a pessoa misteriosa que atirou em Dário (LIXO!), correndo do local, sendo seguida por Paulinho, Taís observa o corpo do ex-marido, mas gente, o desgraçado ainda ta vivo? 😮 Mas é como dizem mesmo: vazo ruim não quebra! 🙄 – Paulinho pergunta a pessoa misteriosa porque ela atirou em Dário (LIXO!) – Gente, Taís foi bastante severa com Dário (LIXO!), jogando toda a crueldade que ele fez com ela e ainda desferindo um chute na região onde ele foi atingido pelo disparo, GGGGGGGGGGGG, mas não nego, foi mais do que merecido, Taís sofreu muito nas mãos do LIXO, mas agora está livre dele, Merdário teve um final mais do que merecido! Dário também foi um excelente vilão, foi 100% odiado e repudiado pelo público, mas também né, completo lixo de ser humano, finalmente Taís e Paulinho se livrar desse monte de esterco, agora poderão ser felizes, sem Putalana e sem Merdário para atrapalhar o romance deles 😀 ❤ 😛 – O pessoal do escritório finalmente decidiu sair de la, já não era sem tempo! – Foi Vanessa, uma criançinha, que atirou e matou Dário? 😮 😮 😮 😮 😮 😮 😮 MAS DONA JEANA… CHOCADO COM SUA OUSADIA EM COLOCAR UMA CRIANÇA COMO ASSASSINA DE UM VILÃO, GENTE, DONA JEANA ESTANCALIZANDO O PÚBLICO! 😮 – Brincadeiras a parte, Vanessa merece ganhar um troféu por ter livrado o mundo de um lixão tóxico como Merdário, só me surpreendi porque foi uma criança ao fazer tal ato, eu poderia apostar todas as fichas em Odete, ou até mesmo na Solange, mas jamais iria desconfiar da Vanessa, surpreendente! – Vanessa explica para Paulinho que fez isso porque estava com medo de perdê-lo, Paulinho é compreensivo e perdoa a filha, foi um ato de legítima defesa! Espero que Vanessa não fique traumatizada por conta disto! :\ – Algum tempo se passa, Paulinho fica sabendo da morte da ex-esposa, mas omite de Vanessa, Odete fica mais compreensiva com as noras, Taís e Paulinho voltam a morar juntos ignorando as fofocas ❤ – RAINHA Lucília está grávida ❤ – Paulinho pede Taís em casamento ❤ – A família finalmente está convivendo em paz ❤ – Odete pede desculpas as noras pelo modo que as tratava – Taís e Paulinho se casam finalmente ❤ – Pasmo que Odete pegou o buquê de flores, já pode casar também ❤ BRINK’S 😛 – A última cena fechou a web com chave de ouro, literalmente, e foi profunda e emocionante também, Taís vai visitar o túmulo do ex-marido e deixa nele rosas negras como símbolo de todo o rancor e ódio que Taís sente pelo LIXO, mas e não é pra menos, o Merdário fez coisas horríveis a mocinha e a deixou presa nesta cadeia sem grades, mas agora, com Dário e Alana fora do caminho, ela finalmente poderá refazer sua vida e ser feliz ao lado de Paulinho e do restante da família, uma pessoa que conseguiu se libertar de uma vida infeliz e agora viverá uma vida cheia de amor e felicidades, e a web termina com o congelamento em Taís, mas sem as grades, o que posso dizer? Amei demais esse último capítulo. ❤ 😀 😉

    Meus parabéns, Jean! Você mereceu todo este sucesso, a web foi ótima, mesmo sendo curta, foi um prazer acompanhá-la, peço mil desculpas por ter não ter comentado em vários capítulos, mas não deixei de ler e acompanhar a web! Foi excelente! A web terminou em grande estilo, os personagens então, foram ótimos, vilões pérfidos e desprezíveis, mocinhos apaixonados, uma garotinha exterminadora de vilões ❤ Brink’s 😛 – Enfim, eu poderia elogiar muito mais, mas se fizer isso o comentário vai longe, então paro por aqui 😛 – Mas a web foi ótima! Como disse antes, foi um prazer acompanhá-la, trama muito bem desenvolvida e narrada, grandes personagens, uma web novela que merece nota 1000! A “Além do Tempo” do Tv Mix ❤ 😛 – Meus parabéns pela excelente trama que foi “Cadeia sem Grades”, mais um grande sucesso do Tv Mix lido com sucesso, parabéns, Jean! 😀 😉

    Curtido por 1 pessoa

    • Adoro que você apareceu, e apareceu atualizado.

      Capítulo 15

      Até o sonho de ser mãe Dário tirou de Taís, sofremos muito. E Alana dá mais uma cartada, e põe em prática mais um plano.

      Capítulo 16

      Alana consegue separar Paulino e Taís, mas a vilã não consegue voltar com o ex, foi tombada. Taís é alertada sobre a possibilidade de tudo ser uma armação de Alana, mas ela não acredita, sofremos.

      Capítulo 17

      Como o plano falhou, Alana resolve contar a verdade para Paulino e Taís sobre a armação em troca de dinheiro e assim deixar o caminho livre para o casal.

      Capítulo 18

      Taís mete um tabefe na cara da Alana e volta para Paulino, uma rainha. Odete mudando e aprendendo a tolerar as pessoas, posso ouvir um amém? Rodolfo e Lucília se casam, reis ❤ Dário invade a festa de Rodolfo e Lucília decidido a matar Taís. E você odeia muito o Dário e a Alana também, e compreendo, não te julgo 😛

      Capítulo 19

      Adoooooorooooooooo, parece que o capítulo transmitiu toda a adrenalina, tensão e ação necessária, e fico feliz que o texto das cenas tenha ficado bom. Paulino, Taís e Dário tem vários embates, um acerto de contas decisivo e perigoso. Dário tem caráter duvidoso desde criança, nunca foi boa pessoa. O trem em que Alana viajava se envolve num acidente e vai parar no fundo de um abismo, e a vilã morre tragicamente. Quem atirou em Dário? Fico muito feliz mesmo que o capítulo tenha passado toda essa tensão descrita por você.

      Capítulo 20

      Taís mete um chute no Dário e termina de matá-lo, após tudo o que ele fez com ela, esse chute foi pouco! Vanessa atirou no vilão, e consequentemente, salvou Paulino e Taís. Ela fez isso por desespero e medo de perdê-los, eu quis mostrar que sim, podemos ser capazes de tudo por quem amamos, não importa a idade que tenha. Rodolfo e Lucília estão a espera de um bebê e Paulino e Taís se casam. Odete possivelmente terá um novo amor… Será? 😛 Taís declara todo o seu ódio por Dário, mesmo depois de morto, e agora ela finalmente pode viver feliz, desfrutando do amor e da liberdade.

      Entendo que não tenha tido tempo para marcar presença em todos os capítulos, mas o que é importa é que você acompanhou a trama até o fim. Fico lisonjeado com as palavras, muito bom saber que construí personagens amados e odiados, pois uns foram mesmo criados para serem amados, e outros odiados. E claro, fico muito contente por ter te agrado com a estória. Obrigado pelos comentários sempre maravilhosos, Audy ❤

      Curtido por 1 pessoa

  15. Para não perder o costume, eu novamente sou um dos últimos a comentar!
    Amei demais a web, mas primeiro vamos falar desse final, e que final!

    Eu ainda não estou acreditando que a Vanessa foi capaz de matar o Dário, mas sabe, ela sempre me demostrou ser fria e madura por mais que tenha sido apenas uma criança. Jean, quero uma web contando a história da Vanessa, ela me parece ser uma criança muito inteligente e calculista, voce poderia contar nesta trama como ela tinha enfrentado este trauma e outras que ela possa ter vivido ao longo de ser uma adulta.
    Resumindo, Vanessa chocou a todos, e daquela garotinha que não chamava a atenção de ninguém ao longo da web, ela simplesmente roubou o final para ela.
    No mais, dona Odete é sim um exemplo para a sociedade, ela vem tentando vencer seus preconceitos e conseguindo.
    E tudo felizmente terminou bem entre Roldofo e Lucilia, até um fruto deste amor estar vindo por aí.
    Dario teve seu triste fim, se ele não fosse tão ruim eu até que sentiria pena da forma como o seu corpo já sem vida foi velado, assim como ele, frio.
    Alana, a vibora também morreu, ela que foi de extrema importancia para a web, teve seu fim decretado, logo quando ela teria o que queria.
    Paulino e Taís, o que falar deste casal, enfretaram vàrias coisas para estarem juntos, definitivamente eles nasceram um para o outro.
    Taìs, de uma simples mulher que vivia infeliz para uma guerreira que lutou para ser livre e se livrar das grades que a prediam.

    Cadeias Sem Grades, de começo foi uma trama leve, que foi crescendo a cada capitulo e se incerar com chave de ouro. Com vilões memoraveis e antagonistas surpreendentes, a trama trouxe um tom de delicadesa, com muita ação e emoção, que atingiu em cheio os seus leitores, fazendo estes o seus prisioneiros.

    Finalizando

    Meus Parabéns Jean, excelente final, excelente web novela.

    Curtido por 1 pessoa

    • Vanessa sempre foi muito madura mesmo, e meio que tentei desenhar esse final pra ela para ficar coerente. Ela sempre amou muito o pai, e mostrei bastante da relação dela com o Paulino, e como o laço entre eles era forte. Vendo o pai em risco, Vanessa não hesitou em apertar o gatilho. Sobre uma web focada na Vanessa, não dá. Não consigo pensar em uma continuação contando a vida dela, na web, a sua história se encerra aqui. Na imaginação dos leitores, ela pode ir além.

      Odete se redimiu, está tentando mudar e se tornou uma pessoa melhor. Dário e Alana morreram tragicamente, após muito aprontarem.

      Rodolfo e Lucília terminaram felizes, tal como Paulino e Taís, que finalmente, se livraram dos empecilhos que os cercavam. Principalmente Taís, que sempre sofreu nas mãos de Dário e agora se libertou e pode viver em paz e feliz como ela merece.

      Fico muito feliz com essas considerações finais sobre os personagens e a web em geral, de verdade. É muito gratificante ver que meu trabalho tenha prendido os leitores (olha o trocadilho) do inicio ao fim.

      Obrigado por ter acompanhado a trama e sempre opinar sobre os capítulos, Vitor ❤

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s