Segredos da Paixão – Capítulo 4

QUARTO CAPÍTULO

 

Cena 1

19 anos antes, hospital

Em um quarto de hospital, uma mulher está prestes a dar a luz. Aos gritos, ela faz força, apertando os lençóis da cama com as mãos. Só é possível observá-la do peito para baixo.

Logo escuta-se o choro do bebê que acaba de vir ao mundo. O médico o segura.

MÉDICO: é um menino! Você é mãe de um menino!

Em seguida a câmera foca o rosto de Rose, ela estava tão fraca e pálida que mal pôde ver seu filho.

Os minutos se passaram, uma movimentação estranha se inicia, da visão de Rose é tudo turvo e ela não consegue ver direito.

ROSE: Eu quero ver meu filho…

Ela insistia tentando se inclinar, o choro do bebê já havia cessado, ela ouviu quando o médico disse para uma das enfermeiras levar o corpo, depois disso Rose foi sedada e não viu mais nada.

 

Cena 2

NOITE, prédio, quarto, interior

Guilherme acabava de derrubar uma caixa cheia de documentos e rapidamente começa a juntar tudo e colocar de novo na caixa, ao pegar um dos documentos percebe se tratar do atestado de óbito de seu pai.

GUILHERME: Isso aqui… A mãe guarda o atestado de óbito do pai. – Ele suspira.

Com muita atenção ele percebe que existia outro documento anexado com um “clips” junto aquele atestado, e para sua surpresa era outro atestado.

GUILHERME: Um atestado de óbito no nome de Guilherme… Peraí? Esse atestado é meu. Como assim um atestado de óbito no meu nome se eu to vivo!?

Guilherme senta na beira da cama e fica pensativo durante um tempo.

 

Cena 3

NOITE, Mansão, quarto, Interior

Diego terminava de se arrumar, quando recebe uma mensagem de Guilherme

 

“Vem logo”

 

Diego nem se deu o trabalho de responder, simplesmente guardou o celular no bolso e saiu apressadamente.

 

Cena 4

NOITE, prédio, sala, interior

Rose acabava de chegar, ela ainda sorria após a divertida conversa que teve com Sandra. A mulher senta no sofá e tira o calçado.

ROSE: Esse tênis estava me matando.

Então ouve-se passos vagarosos e Rose percebe então a chegada de Guilherme.

ROSE: Filho, que cara é essa? Não foi dormir?

A expressão de Guilherme era de pânico ao extremo.

ROSE: O que houve, querido?

Rose se levanta e se aproxima de Guilherme que recua.

GUILHERME: O que significa isso?

Ele mostra o documento para Rose que fica sem reação.

ROSE: Aonde tu pegou isso?

GUILHERME: Me responda! O que significa isso? Um documento que atesta minha morte logo no meu nascimento, me explica isso.

ROSE: Deve ser um engano…

Ela fica trêmula e visivelmente alterada com tal revelação.

GUILHERME: Me fala, mãe.

Rose começa a chorar, algumas lembranças dolorosas acabaram invadindo seus pensamentos.

ROSE: Isso… Isso… – Ela respira fundo. – Eu falsifiquei esse documento.

GUILHERME: Por que você fez isso?

ROSE: Eu e seu pai estávamos passando por dificuldades financeiras então eu falsifiquei esse documento pra processar a empresa que eu trabalhava na época.

Rose chorava com as mãos cobrindo seu rosto.

ROSE: Eu não queria que você soubesse, meu Deus que vergonha.

GUILHERME: Você deu um golpe?

Ela faz um sinal afirmativo com a cabeça ainda chorando muito, Guilherme se aproxima dela e a abraça.

GUILHERME: Tá tudo bem, você errou, mas passou.

Rose permanecia pálida e ainda chorava muito, Guilherme estranha, mas decide não dizer nada.

Eles se apartam do abraço quando alguém bate na porta.

GUILHERME: Deve ser o Diego, vou sair.

Rose sorri.

ROSE: Tá bem.

Em outras situações Rose não deixaria, mas desta vez ela reagiu bem a decisão de Guilherme, ele corre até a porta e se depara com Diego.

GUILHERME: Vamos.

Sem chances de dizer nada, Diego sai rapidamente acompanhado com Guilherme.

 

Cena 5

NOITE, quarto, interior

Sandra caminha com tristeza, suas delicadas mãos passam pelos móveis, sentia-se tão sozinha naquele casebre, ela olha para uma fotografia, e sorri.

SANDRA: Meu amado partiu e me deixou tão cedo.

 

Cena 6

NOITE, carro, interior

Diego e Guilherme acabavam de entrar no carro.

DIEGO: Bora pra festa.

GUILHERME: Não.

DIEGO: Como assim cara? Vai dá pra trás logo agora?

GUILHERME: Eu descobri uma coisa, eu preciso saber da verdade.

DIEGO: O que foi?

GUILHERME: Me leva pra casa da tia Sandra, eu preciso falar com ela.

DIEGO: Fala cara! Quero logo saber, mano.

GUILHERME: Me leva lá, caralho! Eu não posso contar, dá pra entender?

DIEGO: Eh, fica frio, sem problema, mas depois nós vamos pra festa.

GUILHERME: Tanto faz.

Diego acelera e em pouco tempo chegam até a casa de Sandra.

 

Cena 7

NOITE, quarto, interior

Sandra já estava deitada quando escuta o som de uma batida na porta, pensa ser Rose que tenha esquecido de algo com ela, ou queira dizer qualquer coisa.

SANDRA: Só um minuto.

Com passos lentos ela vai até a sala.

 

Cena 8

NOITE, sala, interior

Sandra abre a porta e Guilherme entra sem pedir licença, em seguida Diego.

SANDRA: O que tá acontecendo Guilherme?

GUILHERME: Eu quero saber da verdade tia.

DIEGO: Mas o que significa isso?

GUILHERME: Tu cala a boca Diego, não te mete!

Guilherme alcança o documento pra Sandra.

GUILHERME: Esse atestado de óbito comprova tudo! Por que mentiu pra mim tia?

Sandra ao tocar no documento começa a chorar.

SANDRA: Como você achou isso?

GUILHERME: Isso não importa, quero saber o que você sabe! Vamos.

SANDRA: O que tua mãe te disse?

GUILHERME: Eu quero saber de tu tia, o que esse documento diz? Ein?

Sandra senta no sofá e começa a chorar descontroladamente.

SANDRA: Eu não consigo mentir, nem mesmo conseguiria afinal minha versão seria diferente da tua mãe, e já tá na hora de tu saber.

Guilherme já chorava temendo o pior.

GUILHERME: Desembucha!

SANDRA: Tu é adotado.

As vozes se calaram e tudo pareceu tão silencioso.

O foco agora era o rosto de Sandra.

SANDRA: Tua mãe e meu irmão estavam tão felizes quando descobriram que ela tava grávida. – Dizia entre suspiros. – Quando ela deu entrada no hospital, houve uma complicação médica e o filho dela morreu logo após nascer, ele se chamava Guilherme.

Diego e Guilherme ouviam em silêncio.

SANDRA: Ela caiu numa profunda depressão, que só passou quando te adotou, ela colocou o mesmo nome e agiu como se o filho dela não tivesse morrido, que tu fosse o filho dela.

Indignado, Guilherme grita com raiva.

GUILHERME: Vocês mentiram pra mim!

SANDRA: Não! Ela continua sendo tua mãe.

GUILHERME: Mentira!

SANDRA: Ela não tem culpa, nunca pensamos que tu fosse descobrir.

GUILHERME: Eu odeio vocês, odeio!

Guilherme sai correndo deixando Sandra pior do que estava, enquanto Diego corre atrás e tenta para-lo.

 

 

Cena 9

NOITE, rua, exterior

Diego segura a mão de Guilherme.

DIEGO: Tá maluco mano?

Guilherme empurra Diego.

GUILHERME: Tu não tem noção pelo que eu to passando.

DIEGO: Eu sei cara, mas sair correndo por aí não vai resolver nada.

Guilherme segura as lágrimas.

GUILHERME: Posso passar essa noite na sua casa?

DIEGO: Pode.

Nada mais foi dito e os dois voltam pra casa.

 

Cena 10

AMANHECER, Cenas de Vila do Rei

 

Cena 11

MANHÃ, Mansão, interior

Diego e Guilherme levantam, tomam café sozinhos, pois Dorival saiu logo cedo. Sandra ficou afastada, nem tentou falar com os dois, eles já partiam para a escola, quando Sandra chama Diego para um canto enquanto Guilherme esperava do lado de fora.

SANDRA: Eu estou preocupada com o Guilherme, cuida dele tá.

Diego concorda com um sinal positivo com a cabeça.

Diego sai, e Sandra permanece pensativa.

 

Cena 12

MANHÃ, hipermercado, interior

Rose é chamada para a sala de Dorival.

DORIVAL: Rose aonde estão os documentos que te pedi para tu me entregar hoje?

ROSE: Irei providenciar.

DORIVAL: Mas que falta de comprometimento, eu quero isso pra ontem!

Ele bate forte na mesa e grita.

DORIVAL: Hoje tu anda muito desligada, tá pensando no que? Pelo jeito tu deve tá com a vida ganha pra não pensar no trabalho, né?

ROSE: Não senhor.

DORIVAL: Eu quero resultados logo, Rose e sem desculpas.

Rose apenas concorda e em seguida sai da sala.

Ela acaba chorando em sua sala, estava preocupada com Guilherme que não tinha passado a noite em casa.

 

Cena 13

MANHÃ, escola, sala, interior

Todos já estavam na sala de aula, quando a professora entra e com ela um jovem, alto e bonito. Os dois param no centro da sala.

PROFESSORA: Bom dia a todos! Bom, todos sabem que ainda estamos no início do nosso ano letivo, e dito isso, quero apresentar a vocês, nosso mais novo colega de classe, Matheus. – O jovem ainda tímido com a apresentação, apenas ouve e observa a todos. Por fim, a professora o dispensa. – Agora que você já foi devidamente apresentado, pode ir se sentar.

MATHEUS: Obrigado! – Agradece, avistando um lugar e logo vai em direção a ele.

O garoto passa por Diego e Guilherme, os dois estavam conversando enquanto ele era apresentado. Sentado em uma cadeira próximo aos dois, o rapaz os observa.

 

Cena 14

MANHÃ, escola, pátio, externo

No intervalo, Guilherme está acompanhado de Gaby e Diego, que está sentado em um dos bancos ao lado. Então um toque de celular é percebido, Diego logo vê que é o seu celular, e o tira do bolso para atendê-lo, se afastando dos amigos.

GABY: Amor, tô indo ao banheiro. Tudo bem? Já volto! – Ela sai e deixa Guilherme sozinho.

Nesse momento, alguém senta em um dos bancos, ao lado de Guilherme. Ele percebe que se trata do novo colega de classe.

MATHEUS: Então quer dizer que você tem namorada? – Com um olhar sarcástico.

GUILHERME: Tenho… Te conheço?

MATHEUS: Estranho, pensei que lembrasse de mim. Na verdade achei que aquele cara ali – Olhando para Diego, que está afastado no celular. – Pensei que ele era teu namorado.

Guilherme fica pálido e procura saber porque o novato disse aquelas palavras.

GUILHERME: Do que você tá falando, aquele ali é meu amigo! Qual é? Quer me tirar? Seu otário

MATHEUS: Ei, abaixo o tom! Então o que aconteceu é que quando você tá bêbado, fica fora de si. Daí vira uma “bichona” que “dá” pro primeiro que aparece. Essa que é a real!

Guilherme fica sem reação enquanto encara Matheus sem saber o que dizer.

 

Cena 15

MANHÃ, escola, banheiro, interior

Gaby chega ao banheiro sentindo fortes dores na barriga, ela se apoia na pia e encara o espelho, seus lábios estavam secos e sem cor, sua pele estava pálida e tudo em sua volta começou a rodar e ela acaba desmaiando.

Quase que em seguida, Lorena e Agatha chegam ao banheiro e entram em pânico ao encontrarem a amiga no caída no chão.

AGATHA: Amiga! Acorda viada! – Dizia dando leves tapas no rosto de Gaby que não respondia aos estímulos.

LORENA: Gaby…

Lorena permanecia em estado de choque parada em pé enquanto Agatha estava agachada ao lado de Gaby.

AGATHA: Faça alguma coisa, garota, não fica aí parada.

Lorena permanecia paralisada, foi nesse momento que Agatha se levanta.

AGATHA: Vou chamar ajuda, fica aqui com ela.

Antes mesmo que Agatha saísse do banheiro, Lorena segura seu braço.

LORENA: Não. – Seus olhos estavam cheios de lágrimas. – Não podemos chamar ajuda.

 

CONTINUA…

Anúncios

29 thoughts on “Segredos da Paixão – Capítulo 4

  1. Estava me atualizando não pude comentar no terceiro capítulo, mas irei comentar agora.. Os segredos sendo revelados aos poucos estão movimentando a trama.. primeiro o segredo sobre o filho de Rose, depois a chegada do Matheus com um segredo sujo de Guilherme. Está dando uma pena dá Gaby, ela precisa de ajuda urgente. Não entendi muito o porquê de Lorena manter um rapaz em cativeiro, aguardando mais detalhes. Outra coisa, ainda não entendi o papel de Dorival, aparentemente ele só está ali por tá sempre brigando com alguém. Mas acredito que Sandra tem alguma coisa a ver com a história dele. Aguardando também. Enfim, apesar de alguns pequenos erros (que em nada prejudicaram a trama ao meu ver) a história vêm melhorando a cada capítulo e vários segredos estão deixando a trama no estilo que eu gosto.. Parabéns pelo capitulo e aguardo o próximo na expectativa de que Dierme (eu shipei kkk) fiquem juntos..

    Curtido por 1 pessoa

    • Mds! “Dierme” hahaha

      Obrigado por opinar! E fique ligado acompanhando sempre que possível, porque os segredos só estão começando a vir a tona… Dorival tem um papel importante na trama, ele é um homem rancoroso por natureza, mas tmb esconde segredos…

      No mais, espero que os de mais capítulos lhe agradem ainda mais!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Guilherme pressionou sua mãe contra a parede pra descobrir o por que tem um documento de óbito com o seu nome. Ela conta uma coisa, Sandra já conta outra. A versão da tia do jovem parece ser a verdadeira, mas ainda não acredito 100%. Pelo menos acertei que o documento era falso, Hehehe, porém creio que existem mais Segredos em volta disso.

    A cada capítulo, um personagem novo com uma função nova. No último capítulo vimos que Lorena esconde um jovem em seu porão. Por quê? Não sei ainda. Agora descobrimos que Matheus anda vigiando Guilherme quando ele está embriagado. Então acredito que aquele sonho que o rapaz teve com Diego, foi verdade. 😮 Estou chocado! Mas por que Diego não fala sobre isso? Mistério!

    A única personagem que está se distanciando aos poucos do núcleo principal que antes estava ali junto aos outros, é Gaby. Essas dores e sangramentos está ficando repetitivo, mas dessa vez parece que o assunto se encerra. Será?

    Estou bastante intrigado com o desenrolar de Segredos da Paixão. Parabéns, Christian! 😉

    Curtir

    • Obrigado por participar! Qual versão é a verdadeira? Haha, logo saberemos!

      E sim, Matheus é um jovem misterioso, que sabe um segredo de Guilherme, que no próximo capítulo será revelado! Então não deixe de ler o capítulo de amanhã! Agora, se o sonho foi verdade ou não, logo saberemos também.

      E vamo seguindo

      Curtir

    • Obrigado Paulo! Você está questionando sobre o logo? Se sim, não sei lhe dizer. Na verdade, antes da trama estrear, estava estipulado outro… No entanto, é este que vemos agora. Que acho muito bom também.

      E na minha visão, é uma metáfora do coração partido, dos sofrimentos e desamores que estão inseridos na trama.

      Curtido por 1 pessoa

  3. Reapareci e me deparei com algo realmente impressionante. Jamais vi um autor se reerguer dessa maneira. O capítulo está maravilhoso! Tudo perfeitamente envolto com a trama. O suspense está sendo bem explorada. Os temas inclusos na realidade. Me impressionei com tantas qualidades, mas aqui percebo que o autor poderia iniciar seu ciclo com a mesma entonação que está visivel agora, assim, atrairia ainda mais leitores. Parabéns ao autor e quando der, eu darei uma olhadinha aqui novamente. Bjus ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigado Samuel! Espero que a trama lhe conquiste mais ainda!

      Na verdade, nada disso seria possível sem o auxílio do coordenador do horário adulto, Hivam.

      Eu quis deixar vários segredos na trama, os expondo pouco a pouco, capítulo por capítulo. E assim está sendo. Desta maneira, o público fica curioso para ler mais e mais (pelo menos os que leem de verdade) igual você fez.

      Te espero aqui amanhã, e vamo seguindo 🙌

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s