O Amor que Definha – Capítulo 02

Observações: Cenas normais (sem ‘dramatização’ na descrição da cena) passam-se nos dias atuais (2017), cenas que tem ‘dramatização’ na descrição passam-se em 2012, e são cenas gravadas pela série produzida por Betrix.

Caso ainda não tenha lido, confira: Capítulo 0001 

 

CAPÍTULO 02

Cena 1 – Trider/Sala de Gravações/Tarde

Todos na sala encontravam-se sem palavras.

EDILANA: Como você pôde fazer isso, Betrix?

BETRIX: Sabe o quanto isso vai render?

Edilana não se contém e acerta uma bofetada no rosto de Betrix.

EDILANA: Sua maldita! Pessoas morreram com isso, não basta nos forçar a isso, agora tu vai colocar as cenas reais dos acontecimentos?

Betrix, ainda com a mão no local em quem levou o tapa, a encarava com ódio nos olhos.

BETRIX: Não seja idiota, é claro que eu não vou usar. – Ela ri. – Apesar de achar as filmagens de Clarita maravilhosas e atrairia milhões, mas a lei não permite, então vamos apenas nos basear nessas imagens para criar uma dramatização perfeita do que aconteceu em “Soldadinhos”, tudo bem?

Edilana apenas a encarava enquanto Julietty e Wandi se olhavam seriamente.

BETRIX: Estão dispensados por hoje.

Edilana é a primeira a sair, seguida por Julietty e Wandi.

 

Cena 2 – Trider/Sala de espera/Tarde

Edilana estava com as mãos apoiada no rosto, sentada em uma poltrona ela permanecia profundamente abatida, Julietty e Wandi se aproximam.

EDILANA: Sabe… – Um suspiro prolongado, era possível notar as lágrimas que trancaram em seu rosto e ela não permitiu-se derramar uma gota, nem dizer mais nada, pois cairia em prantos.

WANDI: Não precisa dizer nada.

JULIETTY: Estamos sendo obrigados a isso.

WANDI: Eu sei que isso é ruim gente, mas vamos superar isso, passamos por tanta coisa, vamos fazer essa série juntos e acabar logo com isso.

EDILANA: O Wandi tá certo. – Ela diz se levantando. – Não vamos mostrar fraqueza logo agora, esses demônios vão ver quem é a equipe “Joinha”.

Eles sorriem sem graça e cada um vai para seu lado.

 

Cena 3 – Casa de Wandi/Quarto/Tarde

Assim que chegou, Wandi correu para o quarto e deitou-se.

WANDI: Meu Deus… Eu não sei se vou conseguir.

Ele começa a chorar enquanto adormece sobre suas lágrimas.

 

Cena 4 – 1 dia depois

Há um aceleramento no tempo, é possível ver a lua brilhar no céu e depois sumir dando lugar ao sol.

 

Cena 5 Trider/Sala de Gravações/Tarde

Betrix estava sentada enquanto esperava pelos protagonistas de sua série, Edilana e Wandi foram os primeiros a chegar, havia passado dez minutos e Julietty ainda não tinha aparecido.

BETRIX: E aquela garota?

EDILANA: Ela costuma atrasar as vezes.

BETRIX: Não quero saber de atrasos, se eu combinei com vocês a uma hora da tarde, eu quero vocês aqui 5 minutos antes, entenderam?

EDILANA: Diga isso pra ela, eu e o Wandi sempre chegamos no horário.

Nesse momento Julietty abre a porta e é fuzilada pelo olhar enfurecido de Betrix.

BETRIX: Eu tava dizendo, Julietty, que não quero saber de atrasos.

JULIETTY: Ai gente, desculpa.

BETRIX: Tu tá sendo bem paga o mínimo que a Trider espera de você é chegar na hora.

JULIETTY: Tá, foi mal.

BETRIX: Agora é tua vez, Edilana.

Edilana se levando indo para a sala que ficava a frente.

 

Cena 6 – Trider/Sala de Gravações/Tarde

Edilana está sozinha, apenas um vidro a encarando e ela encara de volta sabendo que os outros estavam a observando na sala da frente, ela senta na cadeira no meio da sala, com os papeis em mãos ela começa a falar.

EDILANA: Eu não conheci direito Clarita, só sabia que ela era uma vagabunda. – Seu olhar era profundo e decidido. – Igual todas as primas de nossos namorados, então era normal Julietty odiá-la, mas eu não a odiava por isso, na verdade acredito que ninguém merecia ter morrido. – Ela sorri sem graça. – Mas nós nunca perdemos a piada.

 

Cena 7 – DRAMATIZAÇÃO/ Boutique Quartz/Sala de Julietty/Tarde/Int.

Julietty é uma jovem empresária de apenas 20 anos de idade, ela trabalha na filial Boutique Quartz, uma loja de moda fundada por sua mãe. Ela conta com a ajuda de Edilana, que está sempre pronta para amparar a amiga e colega de trabalho.

É quase três horas da tarde, quando Edilana abre a porta rapidamente sem pedir licença.

EDILANA: Julitty!

JULIETTY: Que foi, praga?

EDILANA: Menina do céu, a Clarita morreu!

JULIETTY: O que!?

EDILANA: Morreu ontem a noite na festa dela.

JULIETTY: Gente, que horror.

EDILANA: Vai no enterro?

JULIETTY: Tenho que avaliar uma entrevista hoje, um tal de Wandi, e também tenho que conhecer a nova acionista.

Julietty coloca as mãos na cabeça, estava nervosa.

EDILANA: Deixa que eu cuido de tudo, teu namorado tá no hall de entrada te esperando.

JULIETTY: O Djavan que espere, eu vou trocar de roupa. – Ela já pega o estojo de maquiagem. – Vai tá toda a “gentinha” do Djavan lá, eu vou ir linda. – Ela solta uma gargalhada. – A propósito, do que morreu aquela lá?

EDILANA: Dizem notícias de que teve uma overdose.

JULIETTY: Aquela cara de mosca tonta nunca me enganou.

EDILANA: Ai credo.

Rapidamente Julietty termina de se maquiar, pega suas coisas e se despede de Edilana.

JULIETTY: Cuida de tudo, tá Edilana.

EDILANA: Pode deixar.

Julietty sai e Edilana permanece pensativa.

 

Cena 8 – Trider/Sala de Gravações/Tarde

Edilana ainda encarava o espelho.

EDILANA: Foi naquele dia que eu conheci o Wandi. – Ela passa as mãos pelo cabelo e continua sua frase. – Eu não sabia ao certo o que esperar dele.

 

Cena 9 – DRAMATIZAÇÃO/ Boutique Quartz/Sala de Edilana/Tarde/Int.

Wandi entra na sala e logo cumprimenta Edilana.

WANDI: Boa tarde. – Disse num sorriso encantado.

EDILANA: Boa tarde. – Ela aperta a mão de Wandi. – Tu vai fazer uma provinha para testar seus conhecimentos e depois quero que fale mais sobre você.

WANDI: Tudo bem.

Edilana entrega a folha para Wandi.

EDILANA: Tem o tempo de uma hora para realizar a prova.

Edilana deixa a sala enquanto que Wandi permanece em silêncio.

 

Cena 10 – DRAMATIZAÇÃO/Boutique Quartz/Sala de reuniões/Tarde/Int.

Após deixar Wandi realizando a prova, Edilana vai para a sala de reuniões receber a nova acionista da Boutique, logo que entrou, Edilana já depara-se com Etelvina.

EDILANA: Boa tarde.

ETELVINA: Querida, não precisa me cumprimentar vamos direto ao assunto. – Dona Etelvina tinha trejeitos, ela ficava a todo momento passando a mão no cabelo e olhando ao redor, além de estar sempre trêmula, era como se tivesse um “tique” nervoso que fazia seu lábio e sua face mover-se a cada vez que piscava.

EDILANA: Então a senhora é a nova acionista da empresa, gostaria de saber quais são suas colocações, afinal estranhei receber sua visita hoje, pensei que iria falar diretamente com Ildes, a dona da Boutique.

ETELVINA: Eu já falei com ela, na verdade não é nada sério pra eu falar diretamente contigo, queria mesmo falar com a Julietty.

EDILANA: Ela foi no enterro da…

Etelvina a interrompe.

ETELVINA: Não quero saber. – Ela se levanta. – Só estou aqui para dizer que tu é obrigada a contratar esse rapaz que está fazendo a seleção.

EDILANA: Calma aí, eu ainda tenho que fazer a entrevista e tem toda a parte burocrática, tu sabe que não é assim pra contratar alguém.

ETELVINA: Eu já falei com a Ildes e ela concordou, ou tu faz o que eu to mandando ou vocês perderão meu investimento na empresa.

Edilana, mesmo contrariada resolve ceder.

EDILANA: Certo, ele está contratado, mas por que esse interesse todo logo nesse candidato?

ETELVINA: Não te interessa.

Etelvina pega a bolsa e sai.

 

 

Cena 11 – DRAMATIZAÇÃO/ Boutique Quartz/Sala de Edilana/Tarde/Int.

Edilana volta para a sala, Wandi ainda não havia concluído a prova, e de forma estúpida ela tira os papeis de suas mãos.

WANDI: Calma, eu ainda não terminei.

EDILANA: Tu tá contratado. – Ela sorria. – Esteja amanhã as 8 horas da manhã portando todos os seus documentos.

WANDI: Como assim?

EDILANA: Apenas faça o que lhe foi solicitado, foi um prazer lhe conhecer. – Ela novamente aperta a mão de Wandi e ele sai sem entender direito o que aconteceu.

 

Cena 12 – Trider/Sala de Gravações/Tarde

Wandi vai para a sala, seria a vez dele começar a falar por onde começou a viver naquela realidade traumática.

WANDI: Eu nunca imaginei que entrando na Quartz a minha vida mudaria pra sempre. – Ele suspira mostrando uma feição dolorosa no rosto. – Eu não sei dizer se me arrependo ou não, afinal foi lá que eu conheci a Edilana e a Julietty, que são duas pessoas maravilhosas, mas eu perdi tanta coisa…

 

Cena 13 – DRAMATIZAÇÃO/Casa de Wandi/Sala/Tarde/Int.

Wandi chega todo animado, estava tão feliz sorria sem parar, abriu a porta da frente e saltou a pulos dentro da sala.

WANDI: Mãe! Mãe! Eu consegui. – Dizia empolgado.

Alana, a mãe de Wandi, que já sabia que ele tinha ido a uma entrevista de emprego sorri contente pelo filho.

ALANA: Então quer dizer que você conseguiu o emprego meu filho?

WANDI: Sim mãe.

Ele abraça sua mãe e começa a chorar emocionado.

WANDI: Eu nem acredito!

ALANA: Oh meu filho, eu fico tão feliz por você.

Os dois permanecem abraçados por um bom tempo.

 

Cena 14 – Trider/Sala de Gravações/Tarde

Do lado de Wandi, Julietty continuava de onde tinha parado.

JULIETTY: Enquanto o Wandi entrava na minha empresa sem meu conhecimento eu ia para o cemitério junto com o Djavan, o pior era ter que encarar aqueles parentes dele, todos estavam lá.

 

Cena 15 – DRAMATIZAÇÃO/Cemitério/Tarde

Julietty chega acompanhada com Djavan.

JULIETTY: Não fica longe de mim.

Djavan, mesmo tentando ser forte não conseguia conter algumas lágrimas que caiam de seu rosto.

Salete e Gildo, os pais de Clarita choravam desconsolados, Djavan se aproximou e os abraçou, enquanto que Julietty ficou em um canto apenas observando, Gildo gritava.

GILDO: Eu fui o culpado, minha filha, eu fui culpado. – Chorava inconsolável.

Ódilon, que também estava presente se aproxima da jovem.

ÓDILON: Trágico, né?

JULIETTY: Realmente.

Julietty viras as costas e sai deixando Ódilon sozinho, Julietty fica do lado do caixão, onde está Ângelo, o melhor amigo de Clarita.

ÂNGELO: Minha amiga. – Ele jogava flores a ela enquanto chorava.

JULIETTY: Eu daria tudo pra sair daqui.

Por segundos os dois trocam olhares e Ângelo sai de perto de Julietty.

 

Cena 16 – Trider/Sala de Gravações/Tarde

Wandi continuava narrando a continuação que dava seguimento nas cenas.

WANDI: Eu estava tão animado e precisava falar para o meu melhor amigo.

Nesse momento uma voz vinda por trás do vidro que lhe observava fala com ele.

BETRIX: De acordo com o que fiquei sabendo, tu o amava.

Com o olhar triste, Wandi acaba concordando.

WANDI: Na verdade eu amei muitas pessoas… E não estava sendo fácil naquela época.

 

Cena 17 – DRAMATIZAÇÃO/Casa de Etelvina/Quarto de Jean/Int.

Wandi estava tão animado que precisava contar para seu amigo sobre seu novo emprego.

WANDI: Tu nem imagina. – Disse animado.

JEAN: O que foi?

WANDI: Eu consegui aquele emprego!

JEAN: Parabéns, eu sabia que tu ia conseguir.

WANDI: O que houve? Parece que tá desanimado.

JEAN: Não foi nada, a morte de uma amiga me deixou assim. – Ele se levanta. – Só me dê um minuto.

Jean sai deixando Wandi sozinho, em seguida Etelvina aparece no quarto.

ETELVINA: Espero que esteja satisfeito com o emprego que lhe dei.

WANDI: O que?

ETELVINA: Eu fiz esse favor ao meu filho, foi ele quem pediu para que eu lhe desse esse emprego.

WANDI: Por que? Como assim?

ETELVINA: Escute bem, vagabundinho, eu quero tu longe do meu filho, entendeu?

WANDI: Nossa, o que eu fiz?

Etelvina silencia assim que percebe que seu filho surge no quarto.

JEAN: O que tá acontecendo aqui?

ETELVINA: Nada querido. – Ela sorri acariciando o rosto de Jean e em seguida sai do quarto.

JEAN: O que ela te disse?

WANDI: Tu pediu pra ela me dar esse emprego?

Jean o encara em silêncio sem saber o que dizer.

WANDI: Tá tudo bem, eu não fiquei irritado por isso. – Ele abraça Jean. – Obrigado, agora eu preciso ir.

Os dois trocam olhares, e Wandi deixa o quarto.

 

Cena 18 – Trider/Sala de Gravações/Tarde

Wandi estava chorando, e Julietty o abraça, Edilana acaba entrando na sala para amparar o amigo.

WANDI: Se eu soubesse o que a mãe dele tinha feito pra ele, eu jamais teria o deixado naquele dia.

BETRIX: O que ela fez? – Perguntou do outro lado.

EDILANA: Agora não é hora, tu não percebeu que ele não está em condições?

BETRIX: A história precisa continuar, vamos Wandi, me diz o que a Etelvina fez pro Jean?

A câmera foca os olhos tristes de Wandi.

WANDI: Ela estuprou ele.

 

CONTINUA…

Anúncios

38 thoughts on “O Amor que Definha – Capítulo 02

  1. O capitulo de hoje foi simplesmente incrível, teve de tudo o q a web provete em sua sinopse.
    Você sempre inova quando se fala em nome de web, por isso te pergunto: Qual foi a sua intenção a colocar esse nome na trama, Hivan?

    Curtir

    • Essa é uma ótima questão, os títulos de minhas tramas (e algumas que ajudei a dar forma e que foram ao ar no meu horário) tendem a trazer um significado, gosto de trazer uma mensagem no próprio título.
      O Amor que Definha é uma web que surgiu em um momento triste de minha vida (nossa sério? Aham), digo, eu estava em um momento mais “bad” e que envolvia essa questão, do amor, além de que, tentei tantas vezes abordar o “amor” nas tramas, mas não consegui.
      O amor que Definha vem com esse propósito, mostrar uma trama em que o amor aos poucos foi enfraquecendo até ser o causador do grande acontecimento (que deu a ideia da trama), por isso não posso falar muito sobre, mas logo você saberá.

      Muito obrigado 😀

      Curtir

  2. Parabéns! Gente..achei ótimo abordar o lado de mulheres estupadoras.. Fugindo do clichê que apenas homens estupram..

    Curtir

  3. parabéns vovô! E nossa que capítulo em, uau segunda vez que fico sem palavras quando termino de ler algo..

    Curtir

  4. Duvido que a Etelvina realmente tenha estuprado o próprio filho. Não acredito que o Wandi tenha falado sério. Acho que é uma “metáfora”, ele deve ter se referido a outro tipo de abuso.

    Curtir

  5. Pingback: O Amor que Definha – Capítulo 03 | TV MIX ::. Audiência da Tv

  6. Pingback: O Amor que Definha – Capítulo 04 | TV MIX ::. Audiência da Tv

  7. Pingback: O Amor que Definha – Capítulo 05 | TV MIX ::. Audiência da Tv

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s