O Amor que Definha – Capítulo 05

Observações: Cenas normais (sem ‘dramatização’ na descrição da cena) passam-se nos dias atuais (2017), cenas que tem ‘dramatização’ na descrição passam-se em 2012, e são cenas gravadas pela série produzida por Betrix.

Caso ainda não tenha lido, confira: Capítulo 0001 – 02 – 03 – 04

 

Cena 1 – DRAMATIZAÇÃO/Casa de Clarita/Quarto de Clarita/Noite

As cartas que brincavam com as vidas e os amores ainda era um mistério, Gildo nunca pensou que aquilo fosse verdadeiro e por isso levou a brincadeira a primeira vez que aconteceu, mas depois da morte de Clarita ele voltou a receber o mesmo aviso.

Ele sabia que a próxima vítima seria sua esposa Salete, então a culpa, o remorso e o medo o fizeram tirar a própria vida naquela noite.

Gildo deixou seu quarto e seguiu pelos corredores escuros até o banheiro de sua filha no quarto ao lado, ele passou as mãos calmamente pela mobília já empoeirada e chorou.

GILDO: Se eu pudesse voltar no tempo, minha filha, eu juro que teria te salvado.

Gildo vai até a banheira e a liga vendo a água encher pouco a pouco, em seguida ele volta ao quarto de sua filha e abre uma das gavetas do guarda-roupa, onde ele sabia que sua filha guardava suas maquiagens e equipamentos que usava quase sempre, ele não demostrou alegria alguma ao encontrar um rádio velho que havia presenteado sua filha uma década atrás, ao contrário, apenas sentiu uma tristeza que o consumia por completo.

Deixando novamente o quarto de sua filha e indo para o banheiro, Gildo coloca o rádio na tomada e coloca uma música melancólica para ouvir, lentamente ele tira sua roupa, suas lágrimas banhavam seu rosto enquanto o primeiro pé tocou a água da banheira, ele teve um cuidado especial em deixar a pequena carta sobre um balcão ao lado, para que todos pudessem ver o que ele viu…

Submergiu sob as águas claras da banheira, fechou os olhos e era como se pudesse sentir a presença de sua filha, as mãos de Gildo foram em direção ao rádio, desajeitado ele jogou o aparelho na água, é possível ver um show de luzes e faíscas por todo o lado, as luzes começam a piscar e era como se fosse haver um incêndio, Gildo recebe uma descarga elétrica o suficiente para mata-lo e salva-lo da dor que sentia.

 

Cena 2 – DRAMATIZAÇÃO/Boutique Quartzo/ Sala de Edilana/Int./Manhã

Edilana estava terminando e assinar alguns documentos, quando Julietty chegou.

EDILANA: Está um pouco atrasada. – Disse rindo.

A expressão de Julietty não era nada feliz.

JULIETTY: Ai amiga, como você está?

EDILANA: Eu estou bem.

Julietty vai até Edilana e a abraça forte.

JULIETTY: Tu viu o vídeo seu, né?

EDILANA: Tá tudo bem, eu to firme e forte, ainda se aquela piranha tivesse colocado veneno pra eu comer.

JULIETTY: Ai Edilana, até numa hora dessas tu consegue fazer piada.

EDILANA: É a vida.

As duas riam, mas Julietty para repentinamente.

JULIETTY: Eu vou ter que te deixar, Edilana.

EDILANA: Vai aonde?

JULIETTY: O Gildo morreu…

EDILANA: O que?

JULIETTY: Pra você ver, dizem que ele se matou.

EDILANA: Nossa, deve ter sido uma barra mesmo ter que suportar a perda da filha.

JULIETTY: Acho que não foi só isso, ele se matou porque recebeu um bilhete, dizendo que ou ele cometia suicídio, ou alguém que ele amava muito morresse, detalhe que é a segunda vez que isso acontecia com ele.

Edilana fica surpresa.

EDILANA: Mas claro, alguém estava tentando mata-lo.

JULIETTY: Eu não sei direito, só sei dizer que agora vou ter que ir a mais um enterro e ter que aguentar a cara de luto dos parente do Djavan.

EDILANA: Vá e fique tranquila, eu e o Wandinho cuidamos de tudo.

Julietty sorri, as duas despedem-se e em seguida Julietty sai.

 

Cena 3 – DRAMATIZAÇÃO/Boutique Quartzo/Salão de vendas/Int.

Logo depois da saída de Julietty, Edilana sai de sua sala e vai até onde Wandi estava guardando algumas roupas.

EDILANA: Wandinho, eu quero que tu me faça um favor.

WANDI: Pode pedir.

Ela se aproxima dele e o encara com uma expressão mais séria.

EDILANA: Eu preciso de sua ajuda com uma coisinha depois que sairmos daqui da loja.

WANDI: E o que seria?

EDILANA: Eu vou confiar em você, mas prometa que não vai contar pra ninguém.

WANDI: Tá, eu prometo.

Antes que Edilana diga alguma coisa, ela coloca a mão dentro do bolso que havia por dentro de sua jaqueta e retira uma pequena garrafa de tequila, ela toma tudo quase que em um único gole, após beber um pouco ela finalmente pergunta.

EDILANA: Tu deve ter visto o vídeo que a Clarita faz eu comer aquilo, né?

Wandi, mesmo surpreendido faz um gesto afirmativo.

EDILANA: Eu quero respostas, e também pagar na mesma moeda.

WANDI: O que tu pretende fazer?

EDILANA: Eu quero fazer uma visitinha ao Ângelo, o melhor amigo da Clarita.

WANDI: E onde eu entro nessa história?

EDILANA: Vem comigo? Eu não quero ir sozinha. – Ela olha ao redor. – Eu até convidaria a Julietty, mas ela está muito atarefada e morre os parentes do namorado dela todo dia, deve tá sendo uma barra pra ela, e também não quero envolver meu namorado nisso, ele é muito esquentado e não duvido que ele iria bater no pobre menino.

Wandi ri.

WANDI: Mas tu não quer bater nele?

EDILANA: Eu bem que queria, mas acho que não vai ser preciso. – Ela fala mais baixo. – Eu acho que ele está com a câmera da Clarita e está vazando os vídeos.

WANDI: Será?

EDILANA: Vamos descobrir.

 

Cena 4 – DRAMATIZAÇÃO/Cemitério/Manhã/Int.

Julietty chega ao velório acompanhada com Djavan, ele não parava de chorar.

DJAVAN: Eu não acredito, o meu tio. – Ele rapidamente caminha até o caixão, que ainda estava aberto, e abraça aquele corpo gélido.

Julietty observava a cena sem nenhuma reação, eis que Etelvina surge do seu lado.

ETELVINA: Será que a dor dele é verdadeira?

Julietty a encara com estranheza.

JULIETTY: O que tu pensa que tá falando?

ETELVINA: Em níveis de dor, querida.

JULIETTY: Nem vem tentar dar uma de psiquiatra louca.

ETELVINA: Estou dizendo que se fosse tu no lugar do Gildo, tu mortinha ali, será que o Djavan iria conseguir chorar, ou teria que ser hospitalizado? – Ela sorri sem jeito. – Não me entenda mal querida, mas é assim que as coisas funcionam, tu sente mais a perda de alguém que tu ama do que alguém que o amor já definhou.

 

Cena 5 – Trinder/Estúdio de Gravações/Tarde/Int.

Julietty encarava a câmera num profundo silêncio, parecia estar querendo se recuperar de algum choque ou qualquer coisa do tipo.

JULIETTY: Foi ali que eu comecei a desconfiar da Etelvina. – Ela estava visivelmente abalada, parecia que os momentos que dariam sequência em sua vida tinham a marcado profundamente.

BETRIX: Continue contando sobre o enterro.

Após respirar algumas vezes para retomar o fôlego, Julietty continua.

JULIETTY: O enterro foi regado por muitas lágrimas, e algumas coisas que eu pensei não ter ouvido direito… Eu estava indo para o outro lado da lápide, pois eu tava cansada e ia para a paróquia que ficava do lado do cemitério para descansar, eu deixei o Djavan pra trás, pois depois nós nos encontraria…

O som vai ficando mudo e a cena descrita vai criando forma.

 

Cena 6 – DRAMATIZAÇÃO/Cemitério/Manhã/Int.

Julietty caminha em direção a paróquia, quando escuta algumas vozes atrás de uma lápide, ela se agacha e lentamente se aproxima para poder ver melhor. Logo ela percebe a discussão de Ódilon com Salete.

SALETE: Mas eu te amo! – Dizia ela chorando.

Ódilon desfere um forte tapa no rosto de Salete.

ÓDILON: Respeita a memória do meu irmão. – Disse irritado. – Eu não acredito que ele se matou pra salvar sua vida, sua vagabunda!

SALETE: Tu nem sabe se aquele aviso que ele recebeu é verdadeiro.

ÓDILON: Essa não é a questão, o fato é que sendo verdade ou mentira, ele morreu acreditando que salvou sua vida.

SALETE: Mas tu não vê que essa é a chance de ficarmos juntos? Agora que ele morreu nada mais nos impede de ficar juntos.

Salete se ajoelha diante dos pés de Ódilon enquanto ele a encara com desprezo.

ÓDILON: Tarde demais querida, eu estou noivo da Etelvina. – Ele vira as costas. – Boa sorte aí com essa sua vidinha desprezível. – Ódilon sai abandonando Salete aos prantos.

Julietty observava tudo em estado de choque.

 

 

Cena 7 – DRAMATIZAÇÃO/Boutique Quartzo/Meio Dia

Edilana e Wandi fechavam a Boutique sozinhos, em seguida se dirigem a saída.

EDILANA: Hoje de tarde não vamos abrir a loja, não esquece de colocar um aviso do lado de fora da loja para os cliente.

WANDI: Tudo bem.

Enquanto Wandi terminava de anexar o aviso, Edilana desligava os aparelhos e as luzes da Boutique, os dois saem e fecham as portas.

EDILANA: Wandi, tu vem almoçar com a gente?

WANDI: Vou sim. – Ele sorri.

EDILANA: Durante o almoço não comenta nada com o Diogo sobre o que vamos fazer hoje a tarde.

WANDI: Pode ficar despreocupada.

Diogo era o namorado de Edilana, ele aguardava ela sair da loja todos os dias para irem almoçar juntos, aquele dia era diferente, afinal Wandi estava indo junto.

 

Cena 8 – Trinder/Estúdio de Gravações/Tarde/Int.

Wandi descrevia as cenas, ele estava um pouco inexpressivo, mas ao mesmo tempo seu olhar brilhava como se estivesse lembrando das cenas como se fosse de um dia atrás, sua descrição era rica em detalhes, talvez ele tivesse memorizado tudo de fato, ou talvez ele acabou acrescentando detalhes próprios e acabou acreditando que eles eram verdadeiros.

WANDI: Eu estava muito feliz naquele dia. – Disse e deixou um sorriso transparecer no rosto. – Finalmente a Edilana estava me deixando fazer parte da vida dela, não que eu quisesse, mas eu me senti importante.

BETRIX: O almoço aconteceu algo de extraordinário que mereça ser mencionado.

Wandi ri.

WANDI: Só se quiser colocar uma barriga na sua série, se não quiser podemos ir direto pra quando eu e a Edilana fomos ver o Ângelo.

BETRIX: Então conte, como foi?

WANDI: O Diogo nos deixou na metade do caminho sem saber para onde eu e a Edilana estávamos indo…

 

Cena 9 – DRAMATIZAÇÃO/Casa de Ângelo/Tarde

Edilana e Wandi batem na porta e Ângelo abre segundos depois e estranha a visita.

ÂNGELO: A minha mãe não está em casa.

EDILANA: É contigo mesmo que eu quero falar.

Edilana invade a casa e Wandi entra junto.

ÂNGELO: Esperem aí, eu nem conheço vocês.

EDILANA: Vai conhecer. – Ela senta no sofá. – Fecha a porta e vamos conversar.

Mesmo sem entender e com um pouco de medo, Ângelo fecha a porta e senta no sofá que ficava ao lado.

ÂNGELO: O que vocês querem?

Antes que Edilana respondesse ela vai até o bolso de sua jaqueta, mas esquece-se que já tinha bebido todo o conteúdo de sua pequena garrafa, mas percebe apenas quando já tinha levado o frasco até sua boca.

EDILANA: Eu to desidratada, não tem nada pra beber?

ÂNGELO: Tem água.

EDILANA: Eu quero bebida alcoólica, não tem?

ÂNGELO: Tem cachaça, meu pai bebe e…

EDILANA: Traz pra mim.

ÂNGELO: Eu não posso mexer, eu já disse, é do meu pai…

EDILANA: Taz que te pago o suficiente pra dez garrafas, mas eu quero agora.

Ângelo se levanta e vai até a cozinha enquanto Wandi e Edilana aguardam na sala.

WANDI: Tu não acha que tá exagerando?

EDILANA: Eu estou com sede. – Disse rindo. – E ele também vai beber.

Nesse momento Ângelo volta com a garrafa de cachaça e entrega para Edilana, a jovem pega o litro e toma alguns goles sem demostrar nenhuma dificuldade.

EDILANA: Está bom. – Ela solta a garrafa sobre a mesinha de centro. – Agora estamos preparados, Ângelo.

Ângelo: Então fale logo.

EDILANA: Tu deve ter visto os vídeos que estão sendo vazados na internet.

ÂNGELO: Acho que toda a cidade viu.

EDILANA: Então tu acha engraçado isso?

ÂNGELO: Não… Eu estou achando isso horrível.

EDILANA: Fica se divertindo às custas dos outros.

ÂNGELO: Eu não sou o responsável por isso. – Ele se levanta com raiva. – Eu não estou com a câmera da Clarita, se é isso que tu quer saber.

EDILANA: Mas participou da brincadeirinha dela, não é?

Nesse momento Ângelo se lembra do rosto de Edilana, fazia muito tempo, mas ele lembrava-se de que havia visto ela na festa, e também recordava-se do que Clarita havia feito para Edilana.

ÂNGELO: Eu sinto muito.

EDILANA: Eu imagino. – Ela se levanta e pega a garrafa de cachaça, que ainda estava quase cheia, e entrega para Ângelo. – Beba.

ÂNGELO: O que?

EDILANA: Beba se quer se redimir.

ÂNGELO: Eu não posso, eu…

EDILANA: Beba apenas se quiser se redimir, Wandi e eu estamos de saída, quero saber se tu está disposto a alguma coisa para dizer que está arrependido.

Não foi preciso de muitos argumentos, Ângelo bebe os primeiros goles e faz cara feia, em seguida ele continua bebendo, sua garganta queima a cada gole, o sabor forte gritava em seus neurônios, nada era capaz de acalmar aquele sentimento que lhe invadia por dentro e acelerava seu coração, um amargo em sua boca, em sua alma, os olhos ardiam e lacrimejavam… Levou minutos para cumprir a tarefa, ele estava sufocado e fazia ânsia, sentia como se a garganta tivesse sido arranhada por lâminas e seu estomago estivesse sendo queimado.

EDILANA: A gente se vê. – Ela e Wandi saem deixando Ângelo que mal conseguia falar.

 

Cena 10 – DRAMATIZAÇÃO/Casa de Wandi/Noite

Finalmente Wandi chega em casa, ele estava cansado e vai direto para a cama, sua mãe invade seu quarto antes que ele pudesse dormir.

ALANA: Venha jantar, meu filho.

WANDI: Agora não.

ALANA: Vamos, depois tu dorme.

WANDI: Eu já disse que agora não. Eu vou dormir e depois eu janto, a hora que eu me acordar, se eu me acordar.

Alana não diz mais nada, e simplesmente deixa o quarto.

 

Cena 11 – DRAMATIZAÇÃO/Carro de Djavan/Int./Noite

Julietty se olhava no espelho enquanto Djavan dirigia, apenas os dois encontravam-se dentro do carro e estavam indo para casa.

JULIETTY: Eu vi uma coisa muito estranha no cemitério hoje.

DJAVAN: O que houve?

Julietty encara Djavan e decide não contar, afinal seu namorado não estava bem e aquilo poderia piorar a situação.

JULIETTY: Ah, esquece.

DJAVAN: Agora que começou fala.

JULIETTY: Ah, aquela Etelvina. – Lembrou-se. – Ela disse algo referente a morte, ela é louca.

DJAVAN: Eu não quero que fale dela, afinal ela vai se casar com meu pai em breve.

JULIETTY: Ai nossa Djavan, por que isso agora? Só mencionei o que ela disse.

DJAVAN: Tu sempre implica com a minha família, pra ti nenhum deles presta.

Julietty solta uma gargalhada.

JULIETTY: Ai desculpa, mas é verdade.

DJAVAN: Tá vendo, por isso que meu pai disse que eu mereço ficar com uma pessoa melhor.

JULIETTY: Eu não acredito que teu pai disse isso.

DJAVAN: Algum problema?

JULIETTY: Nada. – Ela suspira. – Me desculpe, eu não vou mais falar dos teus parentes.

O carro segue e os dois em silêncio permanecem.

 

Cena 12 – DRAMATIZAÇÃO/Mercado/Noite/Int.

Edilana fazia algumas compras, em sua maioria era bebida alcóolica, ela termina de pagar sua conta e se dirige para o lado de fora onde seu namorado Diogo já a esperava dentro do carro, foi quando um menino de rua corre em direção a Edilana e entrega um papel.

MENINO: Moça… – Disse entregando o papel amassado.

EDILANA: Quem mandou isso?

O menino não responde apenas sai correndo na direção contrária. Edilana estranha, ela solta as compras na calçada, a iluminação da rua foca no papel sendo desdobrado cuidadosamente…

EDILANA: O que significa isso?

 

“Cometa suicídio em 24 horas, caso contrário a pessoa que você mais ama morrerá.”

 

EDILANA: Isso não pode ser verdade.

Edilana continua segurando o papel enquanto olha para todos os lados, a câmera vai se distanciando mostrando pessoas indo e voltando e desviando dela parada no meio da calçada.

 

CONTINUA…

Anúncios

31 thoughts on “O Amor que Definha – Capítulo 05

  1. Agora sim, ATUALIZANDO! 😏

    Capítulo 02
    Tô chocado com essa tal de Betrix, conseguiu a gravação original do assassinato de Clarita?! Ela é uma personagem bem enigmática e misteriosa… Ainda tentando entender quais suas verdadeiras intenções com essa tal série.
    Estou adorando essa técnica de depoimentos seguidos de Dramatização, a impressão que passa é que estamos mergulhando aos poucos nesse mistério.
    Sobre Juliety ainda não vejo ela como protagonista kkk no máximo é uma patricinha mimada.. Edilana parece ser a típica senhorita acata ordens rs E essa Etelvina, hein?! A senhora antipatia kkk
    Mas sem dúvida esse capítulo, foi mais focado em Wandi, amei esse personagem.. esse sim tem cara de protagonista. Ainda tentando entender essa tal amizade entre ele, Juliety e Edilana pq a princípio eles não tem nada a ver nas cenas dramatizadas mas parece que são bem amigos nas cenas reais.
    Agora a grande surpresa fica a cargo da última cena, conhecemos Jean, o possível crush de Wandi (que já tinha dado as caras lá na primeira cena dá web) e além do mais quer dizer que ele é filho da nojenta? E me deu mais nojo ainda saber que ela estuprou o próprio filho? Tipo, eu fiquei como assim? Kk (Essa cena eu tive que ler três vezes pra ter certeza de que era isso mesmo)

    Capítulo 03
    Bom, acho que eu me enganei?! Quando Wandi diz que Etelvina estuprou Jandir quer dizer que ela obrigou ele a transar com Clarita?? Kk (ou isso ainda não foi explicado de fato?)..
    Mais uma vez o capítulo é de Wandi kk realmente o meu personagem favorito… Adoro os curiosos que ficam escutando a conversa atrás dá porta (bem Nina em Avenida Brasil) kkk
    O primeiro vídeo mostra Clarita humilhando a sua serviçal.. será que essa tal de Antenora ainda vai dar as caras para se vingar? (Seria bem típico)
    O segundo vídeo mostra a primeira vez obrigada de Jean… (Que mesmo com o amigo implorando para Wandi não ver, a curiosidade falou mais forte e ele foi ver) kkk Jean se assume para Wandi que deve ter ficado feliz em saber disso.. Mas achei de última a reação de Jean toque de Wandi não vi nada de mais.. Essa rejeição só serviu para abalar o coraçãozinho do Wandi.
    E essa tal carta que Gildo recebeu? É óbvio que foi Etelvina.. (Será?) Ainda tentando entender quais os motivos dessa velha maluca.. kk
    Quanto Juliety e Edilana ainda não as vejo como protagonistas kkk tipo estão mais pra coadjuvantes …. Esse jeito de Juliety me irrita (muito metida pro meu gosto kkk) Ela vive falando desse tal de Odilon kk mas pouco se sabe sobre ele ainda. Talvez a história delas dê uma alavancada com o gancho final para o próximo capítulo, o que será que Edilana fez que era tão horrível?

    Capítulo 04
    Wandi e Jean não demoraram muito pra fazer as pazes.. Que bom! Acho que o Jean gosta sim de Wandi de outra forma mas não quer admitir.. kk Mais uma vez Jean implorou que Wandi não visse o vídeo de Edilana, e o que ele faz? Assiste o vídeo kk parece que a curiosidade de Wandi é maior que a lealdade ao seu crush.
    Finalmente conhecemos melhor o tal de Odilon que pra variar é noivo da velha nojenta e parece que a sem sal da Juliety têm um ódio supremo dele, talvez por ele ser meio “sem classe” ou será que tem outro motivo por trás?
    Achei foi pouco o que a tal de Fernanda obrigou a metidinha a fazer.. kkk Foi ótimo ver ela de empregada apesar de ser só por uma cena.
    Agora quanto ao vídeo de Edilana? Kkk Eu amoo a Clarita olha.. ela é sensacional. Que ideia genial ela teve pra humilhar a Edilana.. que foi muito otária pra não perceber que tava comendo cocô (acho que é por causa do álcool, ela é pinguça né) kk Queria ver mais o Ângelo melhor amigo da diva Clarita, o que houve com ele?
    Agora falando sob esse gancho, Gildo recebeu outra carta e decide tirar a vida. Kk deu até sono esperava um gancho melhor, em comparação com os dos capítulos anteriores foi bem fraquinho mas enfim.. veremos o que vem por aí.

    Capítulo 05
    Nossa, a cena dá morte de Gildo foi muito bem feita e bem elaborada​.. Parabéns Hivan! Só achei que por se tratar de um personagem com pouca informação e importância, não tive muita empolgação e acabou ficando meio irrelevante.
    Outra morte na família de Djavan, tadinho o coitado só vive chorando kk Finalmente Juliety percebeu que Etelvina não é flor que se cheire… Agora sim ela começou a dar o ar de protagonista (mas ainda é uma personagem bem​ chatinha e irritante) kkk
    E não creio que Salete é afim do Odilon, tipo ela nem esperou o corpo do marido esfria e já foi querer se jogar nos braços de outro. Ou seja Gildo se matou a toa.. devia ter deixado essa safada se lascar nas mãos dos assassino.. kkk o melhor foi a Juliety bancando o Wandi e ouvindo tudo às escondidas. Rsrs
    Enquanto isso Edilana arrastou Wandi até a casa de Ângelo (aêêê adivinhei que ele ainda ia aparecer) e foi um idiota, abriu a porta para “estranhos” deixou que mandassem nele e ainda foi obrigado a se encaixaçar kkk Edilana foi só um pouco cruel com ele kkk.
    Eu senti a falta do Jean nesse capítulo (pfv não vai deixar ele ficar apagado na história kk )
    E falando desse gancho? Isso sim é um gancho que se preze. Edilana recebendo a mesma carta que Gildo deu o toque de mistério que eu adoro.. ficou bem parecido com os ganchos dos seriados de suspense americano. AMEI.

    **
    Bom, Hivan eu estou devidamente atualizado. Kk e fazendo um balanço geral, sua trama está impecável, perfeita. Está bem ágil e sem enrolação e o melhor que tem aquele mesmo efeito de quando a gente assiste maratona na Netflix e não quer parar de assistir kk (no caso, ler) rs eu só tenho a te parabenizar e mal vejo a hora do próximo capítulo. Farei o possível para comentar na hora certa kk

    Curtir

    • Genteeee que comentário, e vamos lá…

      Capítulo 2
      Essa Betrix é bem misteriosa, acredito que tenha muito da Belanice (Pornografia Dissoluta) nela, não o fato das experiências, mas pela maneira como ela quer ser fria, mas muitas vezes falha.
      Gente, essa técnica de depoimentos e dramatização foi bem complicada para que eu desenvolvesse na escrita (e to amando escrever, apesar de ser dificil), e fico muito feliz que tenha gostado desse estilo.
      Mesmo não parecendo, pois é, Julietty e Edilana são as protagonistas, realmente eu queria protagonistas diferentes do comum, que não ficam apenas na bondade, eles beiram a maldade, eles despertam ódio em algumas vezes, pois contém personalidades fortes.
      Eu acho que eu gosto do Wandi também (na verdade eu evito me apegar a um personagem, mas sempre acabo me apegando a um mais que os outros, mesmo gostando dele, não é o caso, e prefiro não mencionar o perso que mais gosto kkkk).
      Pois é, os 3 são muito diferente, a mágica da web é descobrir como eles foram pouco a pouco se tornando grandes amigos.
      O gancho é um gancho falso, adoramos kkkkk

      Capítulo 3
      Na verdade sim, quando Wandi disse isso ele realmente quis dizer que a Etelvina forçou ele a fazer sexo com a Clarita.
      Os vídeos vazados, adoramos, e quem será que está postando em segredo?
      É, realmente é a Etelvina que está entregando as cartinhas mortais (mas não conta pra ninguém kkkkkk).
      A Julietty simplesmente odeia o Ódilon assim como a maioria dos parentes do Djavan, sem um motivo em especial kkkk (o ódilon é chato mesmo).

      Capítulo 4
      Será que temos alguém torcendo pro Jean e o Wandi ficarem juntos?
      Gente, temos um fã da Clarita, eu adoro ela também (uma pena que está morta já).
      É realmente o gancho não foi tão bom quanto os anteriores.

      Capítulo 5
      Eu não tinha pensado nisso, do Gildo ser quase um figurante, mas por outro bom foi bom escrever a cena e saber que ela ficou boa.
      Os parente do Djavan tudo morrendo kkkk, existe alguma ligação, será? Etelvina casando com Ódilon, matando os herdeiros por meio de cartas suicidas? (-lançando teorias ao vento-)
      O Ângelo é tipo bem tímido e bem quieto na dele, e meio que não eram tão estranhos, afinal ele lembrava da Edilana (e viu/ajudou no vídeo dela).
      O Jean não vai desaparecer, acontece que é muita gente, e assim como numa série, alguns personagens aparecem em alguns capítulos e em outros não.
      Esse (particularmente) é o melhor gancho da web, eu amo ❤

      *
      Fico muito feliz que esteja gostando da trama, muito obrigado mesmo 😀

      Curtir

  2. Como você vê a trama? Não como autor mais sim como leitor.
    Por que você ache que a trama esta tendo muito cometários curtos?
    Qual capítulo foi o melhor para escrever? Porque?
    Não irei prorrogar porque tenho trabalho a fazer, sexta comento melhor.

    Parabéns!!!

    Curtir

    • Eu analiso a trama como inovadora, novamente 😀
      Acredito que os comentários deve-se pelo fato de algumas pessoas estarem se atualizando ou não tendo tempo mesmo.
      O melhor capítulo para escrever, eu acho que foi o capítulo Zero, pois eu sabia e já tinha tudo planejado para o capítulo, depois os capítulos foram se moldando com o passar do tempo.
      Muito obrigado.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s