Azarados – Episódio 06

CENA 01. CALÇADÃO DE COPACABANA. EXT. NOITE

Música: Kathryn Dean – Told You So

Após alguns segundos, Jasmim para no calçadão de Copacabana. O lugar estava movimentado, ela retira seu casaco marrom, exibindo uma curto vestido preto e justo, e começa a rodar a bolsa que segurava, se insinuando para todos os carros que passavam em baixa velocidade. Porém, é surpreendida, quando Marco aparece, seus olhos cheio de raiva, ele puxa Jasmim para perto, com violência, assustando as outras garotas que estavam por ali.

Marco: Então é esse o mercado que tu vai fazer as compras?

Jasmim fica sem reação diante da descoberta do namorado.

Marco:Vamos, diga alguma coisa, to esperando uma explicação, e ela tem que ser muito boa!

Jasmim abaixa a cabeça, ajeita o cabelo para trás; toca delicadamente no braço de Marco.

Jasmim: Eu não que discutir aqui, vamos pra casa, lá eu te explico…

Marco, com força bruta, pressiona os pulsos de Jasmim, que reage com expressão de dor. Um travesti que estava no mesmo ponto observando tudo. Ele se aproxima rapidamente de Marco.

Traveco: Ele ta te machucando? Tu sabe que a pode dar um jeito de ele te deixar em paz rapidinho…
Marco (com raiva/grita): Cala tua boca!, viado!

O travesti encara Marco, que sente-se acuado.

Traveco: Agora tu vai aprender a respeitar uma mulher! Meninas…

Ele dá suaves tapinhas com as mãos chamando a atenção das demais garotas de programas.

Todas elas começam a se aproximar do rapaz, em posição de ataque. O travesti abre a boca, e de debaixo de sua língua tira uma lâmina, apontando para Marco.

Traveco: Mermão. Eu vou deixar uma Marca tão grande nessa tua cara que nem uma mulher vai querer olhar pra ela!

A essa altura ele já estava cercado por garotas de programa, não havia escapatória. Ele olha assustado para Jasmim, que estava completamente assustada.

CENA 02. PRÉDIO VENENO DE CASCAVEL. TERRAÇO. INT. NOITE

Música: Banda do Mar – Dia Clarear 

Lola e Apolo ainda estavam no terraço conversando, os dois falavam sobre os relacionamentos passados.

Apolo: Lola tive uma ideia. Que tal tu se vingar do Alex, mas nada daquelas vinganças estilo Revenge, to falando de vinganças básicas, só pregar algumas peças nele… Eu te ajudo

Lola direciona o olhar para Apolo, estampando um largo sorriso no rosto.
Lola: Adorei a ideia, vamos fazer o que?
Apolo: O que sua imaginação mandar…
Lola: Adoroooo! Minha imaginação já ta pensando em várias coisas! Vamos agora mesmo… Porque reprimir sentimentos dá gastrite…

CENA 03 – CALÇADÃO DE COPACABANA. NOITE

O travesti aproximava a lâmina do rosto de Marco, é quando Jasmim o puxa bruscamente, colocando-se na frente dele.

Jasmim: NÃO! Não façam nada com ele. – Aparentemente nervosa
Traveco: Mas gata… Prefere levar uma surra do boy?

Jasmim lança um olhar para Marco.

Jasmim: Ele… Ele é meu irmão.
Traveco: Sendo irmão ou boy, ele não tem o direito de te bater só porque tu tá vendendo o que é teu, linda…

Jasmim respira fundo.

Jasmim: Família é algo complicado, acho que a maioria aqui entende isso – A maioria das garotas balança a cabeça, concordando – Mas no fim, a gente se entende em casa. Não façam nada com ele, por favor, deixem-nos ir e nos entendermos em casa.
Traveco: Se é o que você quer… Mas qualquer coisa, eu a as meninas estamos aqui. Você sabe quem procurar!

Jasmim faz um gesto positivo com a cabeça. As garotas abrem caminho.  Jasmim pega os braços de Marco e o puxa. Ela vai na frente, ainda amedrontada, enquanto Marco a segue, furioso.

Já no apartamento do casal…

Música: Ana Carolina – Problemas 

Jasmim abre a porta, os dois entram e Marco bate a porta com força, e logo dá um empurrão no abajur da sala, demonstrando ira.

Calada, a moça senta-se.

Marco: Tá vendo a vergonha que tu me fez passar, piranha? Quase aquele bando de viado e puta me lincham.

Ele caminha de um lado para o outro, Jasmim se levanta e caminha em direção ao quarto, porém, o rapaz a puxa pelo braço e a joga fortemente no sofá.

Marco: Pensa que vai aonde? To esperando tua explicação!
Jasmim: Marco desculpa, eu juro como não queria me prostituir, foi minha última opção, as necessidades me forçaram a isso… Olha, conta da luz cortada, sem gás… – Ela pega vários papéis de cima do sofá e começa a jogar em direção a ele – Tu não percebe o inferno que vivemos, preciso achar uma forma de ganhar dinheiro, uma forma que eu não acabe presa…
Marco: A gente já tinha um plano, não precisávamos de você se prostituindo… Jasmim, me diz, quantas vezes enquanto a gente namora tu faz isso?

Ela se levanta, ficando em frente a ele, em desespero.

Jasmim (desesperada): Marco, te juro, enquanto a gente namorava eu nunca te trai, eu nunca me deitei com ninguém além de ti…
Marco (furioso): Não consigo acreditar, Jasmim, tu é uma vadia!

Marco acerta um forte tapa em Jasmim que cai no chão, chocada.
Ela passa a mão no canto inferior da boca, e nota sangue escorrendo. Desolada, ela mostra a mão ensanguentada para o namorado.

Jasmim: Marco tu nunca me bateu…
Marco (com deboche): Tudo tem uma primeira vez!
Jasmim (decidida/com voz embargada): Marco eu não te quero mais na minha vida, pode ir embora, minha mãe não me criou para ser açoitada por homem nenhum!

Jasmim levanta-se.

Marco: Eu não vou terminar com você, sabe por quê? Porque a gente tem um pacto, você vai me ajudar a roubar o Theo…
Jasmim: Não, eu desisto, eu não quero roubar ninguém… Eu to fora dessa! Prefiro dar toda noite no calçadão.

Marco com muita raiva joga Jasmim na parede, que geme de dor. Ele pressiona as mãos no pescoço dela, que começa a ficar sem ar, tenta bater nos braços do Marco, para ele parar. Alguns segundos depois, quando Jasmim já estava quase morrendo, ele para.

Marco: Viu o que eu posso fazer com você? Notou o quanto eu posso te destruir? Então, tu vai participar do plano sim, por bem ou por mal.

Jasmim escorrega na parede, chorando.

CENA 04 . APARTAMENTO DA LOLA – INT. – NOITE

(Música: Maite Perroni – Eclipse de Luna)

Theo e Ema estão deitados na cama, um fino lençol branco cobre os dois. Ema está deitada sobre o peitoral de Theo. Ela olha para o rapaz, e diz:

Ema: Sabe Theo, eu confesso que não sei o que ta passando comigo. Porque eu não queria me apaixonar, não queria precisar de ninguém, na verdade não queria nada, mas ai você apareceu… E olha, eu quis tudo…
Theo: Posso dizer uma coisa?
Ema: Pode!
Theo: Foi justamente pelo teu caos, que eu me apaixonei perdidamente…

Os dois se entregam em um beijo ardente, prolongado e quente.

CENA 05 ,VENENO DE CASCAVEL .ELEVADOR . INT. NOITE  

Música: Smile – Lily Allen 

Lola passava batom olhando-se no espelho do elevador, ao seu lado estava Apolo.
Os dois saem do elevador, logo do após do prédio.

Lola: Antes de começar, eu tenho que passar num lugarzinho…
Apolo: Aonde?
Lola: Logo você vai ver.

Ela guarda o batom na bolsa.

Logo depois…

Lola e Apolo chegam andando a oficina em frente ao prédio, o borracheiro já estava abaixando o portão. De salto, Lola corre até ele.

Lola: Epa, epa epa, não vai fechar até me dar meu possante de volta. Ele já está consertado, não é?
Borracheiro: Tá sim, moça, vou lá dentro pegar a chave.

A moça faz uma dançinha pra comemorar.

Apolo se aproxima.

Apolo: Possante, não sabia que você tinha carro.
Lola: Mas meu querido, você acha que uma mulher linda e independente como eu iria ficar a mercê de ônibus e taxi?
Apolo: E qual o modelo?
Lola: Isso você já vai ver. E vai AMAR!

Minutos depois…

Os dois estavam diante de um fusca rosa, Lola entra animada.

Apolo: Se tu acha que eu vou entrar nisso, tu ta muito enganada!
Lola: Deixa de ser machista… Saiba que esse fusca é muito confortável, já fiz cada loucura nesses bancos.

Apolo faz um cara de nojo.

Lola: Vai ficar com nojinho agora, vai me dizer que nunca transou no carro?
Apolo: Uma coisa é meu esperma, outra coisa é sentar nos espermas dos outros…
Lola: Entra nesse fusca logo, já to perdendo a paciência…
Apolo: Vamos pegar um táxi!
Lola: Não, meu fusquinha saiu do conserto hoje, to louca pra usar…
Apolo: Mudou o estofado?
Lola: Se tu não entrar, vou dizer que tu brochou comigo, faço o maior escândalo, posto no facebook, espalho pelo tinder…

Apolo, convencido, entra no fusca rosa de Lola, ela arranca em alta velocidade, levantando poeira.

CENA 06. RUAS DA CIDADE. EXT. NOITE

Música: Smile – Lily Allen

Os dois andavam pela a cidade, dentro do fusquinha rosa. Lola no volante, e Apolo no banco do passageiro. Os dois estavam conversando.

Apolo: Então, pensou no que já?
Lola: Eu lembrei que o Alex tem um jantar em família hoje, eu até ia… Estou pensando de contratar um travesti para aparecer lá na casa dos pais dele… O que acha?
Apolo: Nossa, gostei muito da ideia, já quero ver a cara que vão fazer quando o travesti chegar lá…
Lola: Só um problema, eu não conheço nenhum!
Apolo: Eu conheço um, vamos!
Lola: Andou pegando?  – Ela solta um sorrisinho
Apolo: Eu sou espada!
Lola: Mas pode muito bem cortar para os dois lados…
Apolo: Pois vem aqui pra eu mostrar que lado eu corto.
Lola: Ui! Gzuis

Corta para:
Em frente à BOATE ALECRIM DA RAPOSA

Lola e Apolo, descem do fusca. Ela olha para o travesti que estava batendo ponto.

Lola: É esse o travesti que tu conhece?
Apolo: Sim, sempre que venho nessa boate ele ta ai!
Lola: Então vamos lá!

Os dois se aproximam do travesti.

Apolo: Oi! Como é seu nome?
Travesti: Apolo, deixa disso, não precisa bancar o santo para tua nova namorada… Moça, a gente se conhece de outros carnavais… (Ela estende a mão para Lola) Meu nome é Sheilinha… Sheilinha Pepeka do Mal…

Lola, que estava mangando de Apolo, cumprimenta o travesti.

Lola (cochichando): Eu sabia que essa Coca, era uma baita Fanta!

Lola e Sheilinha soltam uma risada, deixando Apolo envergonhado.

Apolo: Parou com isso Cleyton!
Lola: Sabe até o nome de nascimento, relacionamento aqui foi forte, não é?
Apolo: Ele era meu amigo de infância, depois se transformou nessa boneca…
Sheilinha Pepeka do Mal: Ai gato! Obrigado pelo elogio, sou uma boneca mesmo! Mas voltando o assunto, vocês vieram me propor uma orgia? Ou algo mais hot? Tipo, vamos gravar um filme pornô juntos? Isso vai alavancar minha carreira de atriz…
Lola: Não é nada disso, queríamos saber, se você pode fingir que é namorado de um ex meu, é que ele me traiu, e estou querendo pregar uma peça nele, você topa?
Sheilinha Pepeka do Mal: To topando sim, tendo dinheiro e homem no meio, eu topo tudo!

Lola mostra a foto dele, e o endereço, e depois o plano.

CENA 07. CASA DA FAMÍLIA DO ALEX. NOITE

Sheilinha Pepeka do Mal trajava um longo vestido repleto de lantejoulas douradas, uma peruca ruiva enorme e um salto de 15 centímetros, ela sobe a pequena escadaria que leva à porta da casa.

Lola e Apolo vêem de longe o travesti tocando a campainha da casa. Que atende é o pai de Alex.

Pai do Alex: Pois não?
Sheilinha: Você deve ser o pai do meu namorado, o Alex, ele disse que ia me apresentar hoje pra família!

O pai de Alex fica surpreso, enquanto a mãe dele derruba no chão a tigela com lasanha.

Pai do Alex: Que história é essa?

Alex, que descia das escadas e entrava na sala nesse momento se defende.
Alex: Pai eu juro que nunca vi essa coisa!
Sheilinha: Não é isso que você diz quando estamos entre quatro paredes. – Mordendo os lábios
Mãe de Alex: Ai que desgosto, como tu pode ter trocado a Lola, uma mulher tão bonita e inteligente por isso…
Pai do Alex: Eu esperava mais de você meu filho…

A família continua debatendo sobre o acontecido, Sheilinha sempre insistindo que o Alex é seu namorado, e Alex levando uns tapas e broncas de seus pais.

Lola: Fase um ta completa! Trouxe as latas de spray?
Apolo: Sim!
Lola: Pois vamos pichar o carro dele!

Os dois ficam de frente para o carro, um Jeep, na cor branca. Lola e Apolo começam a pichar o carro dele escrevendo palavras como; garoto de programa, michê, gigolô, pênis infantil, entre outras coisas.
Após isso, eles saem do local, se dirigindo ao fusca.
Lola sai em alta velocidade no fusca, os dois gargalham sem parar.

APARTAMENTO DO ALEX – INT. NOITE.

Do lado de fora, ela procura a chave na bolsa.

Lola: Ainda bem que não devolvi as chaves que tinha do apartamento…

Lola entra no apartamento, logo depois Apolo. Seguem para o quarto. Chegando lá, pegam as roupas do Alex e começam a jogar para fora do armário, Lola ainda rasga algumas, tira os botões das camisas e calças.

Apolo: Olha a bagunça que fizemos aqui…
Lola: Foi assim que ele deixou minha alma, completamente destruída e bagunçada, isso aqui é só o pagamento… – Ela olha para a janela – Apolo, eu acho tão lindo naqueles filmes que as mulheres traídas jogam as roupas do homem pela a janela… Vou fazer isso!

Ela começa a jogar algumas peças de roupa pela janela. Ambos sorriem muito.

CENA 08. RUAS DA CIDADE. DENTRO DO FUSCA. NOITE

Música: Clarice Falcão – Survivor 

Lola e Apolo estavam novamente dentro do fusca rosa, esperavam ansiosamente Alex, e foi justamente nesse momento que ele chegou. Vinha bufando de raiva, com o carro todo pichado. Abriu a boca de espanto quando viu suas roupas no chão, gritou de fúria, desceu do carro, juntando as peças e subiu para o apartamento. De longe só escutávamos o grito misturado com o choro dele.

Lola suspira, e sorri, aliviada.

Lola: To me sentindo tão bem! É como se eu tivesse fechado um ciclo, acho que agora to pronta para seguir a vida feliz, agora to soltinha para curtir…
Apolo: Posso entrar na fila para ser uns dos primeiros dessa sua nova vida?

Lola: Só quando você arrumar umas cantadas melhores…

Ela liga o carro, pisa no acelerador e vão embora.

Apolo: Calma aí, que eu ainda quero chegar vivo em casa!

Vemos o fusca rosa se afastando, levando dentro aqueles dois jovens que tanto ainda tem para viver.

Sobre a cena aparece a voz de Lola.

Lola: Dizem que vingança para os homens é um prato que se come frio. Porém, para as mulheres é um prato bastante saboroso, servindo bem quente, com uma boa taça de vinho. Para alguns é uma coisa totalmente destrutiva, para outros é algo mais libertador, simples, como se fosse uma brincadeira tola para romper definitivamente com o passado. É sair daquela estrada que parecia eterna, para entrar em uma nova. Porque todo fim é apenas um recomeço, só nos resta saber empregar bem o ponto final.

CONTINUA…

Anúncios

13 thoughts on “Azarados – Episódio 06

  1. Lola foi a estrela do episódio. Seu plano de humilhar o Alex foi perfeitamente executado. Não vou mentir, cheguei a sentir um pouco de pena dele… mas olha por outro lado: se toda mulher traída agisse como a Lola, os homens pensariam mil vezes antes de pular a cerca.

    Curtir

  2. E vamos ao #AnalysisToday✌😛 do episódio de hoje.

    Azarados – Episódio 06 ❤❤❤❤❤❤

    MarcoJasmim se prostituindo no calçadão e resolve tirar satisfações com ela. Um travesti vê toda a cena e reúne todas as prostitutas do local para lincharem Marco; ele tira uma lâmina debaixo da sua língua e o ameaça. Jasmim diz para não fazerem nada com Marco e mente, dizendo que ele é seu irmão. Ao chegar no apartamento onde moram, Marco agride Jasmim e a obriga a participar do plano de roubar Theo – C.H.O.C.A.D.O com a maldade do Marco, que embuste, nenhuma mulher merece ser agredida… agora, eu tenho uma dúvida: como é que esse travesti conseguiu colocar uma lâmina debaixo da língua? Ele não se cortou, não?

    Lola e Apolo resolvem se vingar de Alex, mas antes disso, ela vai buscar o seu carro na oficina, o pink, um fusca cor-de-rosa – não tem como não lembrar do fusca rosa da Pit, de “Sob Nova Direção” – após isso, Lola e Apolo procuram por um travesti, que Apolo diz conhecer: trata-se da boneca poderosa Sheilinha Pepeka do Mal, um (a) amigo (a) de infância de Apolo… após isso, Sheilinha vai na casa da família de Alex, dizendo ser namorada dele; enquanto isso, Lola e Apolo picham o carro de Alex, com frases verdadeirissimas (essa palavra existe no dicionário? Se não existe, agora existe) e após tudo isso, Lola​ invade o apartamento de Alex, rasga todas as suas roupas e as jogam da janela do apartamento – que vingança show! Melhor que a de “Avenida Brasil”… e amei a participação da Sheilinha. 😛

    Capítulo nota 10.

    Parabéns, Brenddo e Manoel. 😀❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s