Sem Fronteiras – Capítulo 02

CENA 01: Estrada / Noite.

Marcelo dirige o carro, levando as meninas para suas casas. Carla está no banco do passageiro e Letícia e Isabela no banco de trás. Eles estão em um trajeto isolado.

Letícia (preocupada): Ai, gente… (t) Será mesmo que foi uma boa ideia voltar com ele dirigindo?

Isabela (mexendo no celular): A gente não tinha outra opção.

Marcelo (falando torto): Meninas, calma! – Sorri – Vocês são muito desesperadas.

Letícia: Você é um irresponsável mesmo! Olha, já está ficando bêbado!

Carla: Marcelo, vai mais devagar com esse carro! Vai acabar matando a gente!

De repente, Marcelo não vê um cachorro no meio da estrada. Ele freia bruscamente e tenta desviar, mas acaba batendo o carro em uma árvore.

Após alguns segundos, todos tentam se recompor.

Carla (pasma): Ai meu Deus! – Olha para Marcelo e em seguida para suas amigas, no banco de trás – Vocês estão bem?!

Isabela (boquiaberta): Eu não acredito que esse idiota bateu o carro!

Letícia (assustada): Eu disse! Eu falei que era uma péssima ideia voltar com esse garoto, mas ninguém me escuta!

Marcelo (chocado / bêbado): Meu pai vai me matar!

Carla (se voltando para Marcelo, com raiva): Seu pai?! – Começa a dar tapas em Marcelo – Eu é que vou te matar, seu imbecil! Olha só o que você fez, você quase matou a gente!

Marcelo (gaguejando): É, mas vocês estão bem… Agora dá uma olhada no estado do carro do meu pai!

Letícia (saindo do carro, nervosa): Querem saber?! – Sai do carro – Eu é que não vou ficar aqui! Ainda não tá na minha hora!

Todos saem do carro, Marcelo vai conferir os estragos.

Carla (parada em frente às amigas): Não! A gente vai voltar pro carro e esse irresponsável do Marcelo vai levar a gente pra casa!

Marcelo: Sem condições! Olha só pra isso! – Aponta para a frente do carro, destruída – Eu não posso voltar pra casa com o carro desse jeito!

Isabela (nervosa): Aé?! E o que você sugere que a gente faça então?!

Marcelo: Não tem jeito. Vamos ter que esperar o guincho!

Letícia: E depois? A gente vai embora andando?!

Marcelo: É a única solução.

Carla: Não… – Sorri – Você… Você só pode tá de brincadeira com a gente! – Se aproxima de Marcelo – Eu não sei se você percebeu, mas olha pra onde a gente tá! Não tem nada aqui além de estrada e mato!

Marcelo: Foi mal, gata! Mas eu não vou voltar pra casa com o carro assim, eu não posso! Tá entendendo?!

Isabela: E qual é o seu brilhante plano pra que seus pais não descubram a burrada que você fez?! Ou você acha que você vai gastar uma fortuna do cartão deles pra arrumar esse carro e vai ficar por isso mesmo?!

Marcelo: Eu ainda não sei o que eu vou fazer! Mas eu tenho que dar um jeito! E até lá vocês vão ter que esperar.

Carla: Não… Eu é que não vou ficar aqui! – Sai andando.

Letícia: Carla, onde é que você vai?

Carla: Eu vou embora!

Letícia: Andando?!

Isabela: Vem cá, você ficou maluca? – Caminha até Carla – Como você mesmo disse, a gente tá no meio do nada!

Carla: Não me interessa! Eu só sei que eu não vou ficar aqui até o dia amanhecer, de jeito nenhum! – Tira seus sapatos e se volta para suas amigas – Então, vocês vêm ou não?

Letícia e Isabela se encaram.

CENA 02: Casa de Heitor.

A festa já estava no fim. Miguel se despede de seus amigos.

Miguel (indo até Heitor): Valeu pela festa, estava demais! Já vou indo.

Heitor: Valeu por ter vindo! E olha, escola amanhã em! – Sorri.

Miguel se despede de algumas outras pessoas que ali estão e em seguida sai com sua moto.

CENA 03: Estrada.

Miguel pilota por alguns metros até se deparar com Carla, Isabela e Leticia, que estão caminhando.

Letícia (assustada): Ai, gente, olha! Tem um cara de moto seguindo a gente.

Carla: Para de ser medrosa, Letícia.

Letícia: Gente, ele tá parando, socorro!

Miguel para a moto e tira o capacete.

Miguel (sorrindo): Perdidas?

Letícia: Ai, garoto, que susto! Não faz mais isso, pelo amor de Deus! – Respira – Vem cá, você pode dirigir?

Isabela (feliz em vê-lo): E quem liga pra isso, Letícia? – Sorri – Miguel! Ai, que bom que você apareceu, quem sabe você não ajuda a gente.

Miguel: Eu já tenho 18, Letícia, relaxa! – Sorri – Eu encontrei o Marcelo um pouco mais atrás e ele me contou o que aconteceu. Vocês estão bem?

Carla: Por sorte não aconteceu nada grave com a gente, mas agora vamos ter que ir andando pra casa!

Miguel: Bom, cabe mais alguém na moto. (t) Quem vai?

Carla (sem pensar): Eu! Eu vou, é claro!

Isabela: Ah! – Puxa Carla – Miguel, dá uma licencinha pra gente, é rápido! – Começa a cochichar – Como assim você? Por acaso você esqueceu que eu sou super afim dele?!

Letícia: Um minutinho aí! Eu acho que eu deveria ir, afinal de contas eu avisei o tempo todo pra gente não entrar no carro daquele irresponsável!  

Carla: A questão não é nenhuma dessas! A questão é que vocês duas moram mais perto e eu mais longe! E além do mais, ele é irmão do meu namorado, então… – Vai em direção a Miguel.

Isabela: Carla, não…

Carla (para Miguel): É isso mesmo, eu vou! – Sobe na moto e coloca o capacete.

Isabela: É isso mesmo então? Você vai deixar a gente?!

Letícia: Deixar não, né? Abandonar! Olha pra esse lugar!

Carla: Meninas, relaxem! Como eu disse, a casa de vocês não está tão longe, já a minha… Olha, beijo e até amanhã na escola, quero as duas lá!

Miguel sai com Carla. Isabela e Letícia voltam a caminhar, indignadas.

Burn Down The Summer – VITTORIA AND THE HYDE PARK

Imagens do Rio à noite são mostradas e, em seguida, a faixada de um apartamento de classe média.

CENA 04: Apartamento de Rebeca / INT.

Rebeca se deita na cama, ao lado de Felipe, que também está deitado.

Rebeca (feliz): Quer dizer que o velho tem pertences bem valiosos? – Ri.

Felipe: Foi o que ele me disse.

Rebeca: E como foi isso, xuxu? Ele foi simplesmente te contando tudo assim?

Felipe: É claro que não, né! (t) Eu ouvi uma conversa dele com a filha… Ouvi meio por cima, mas deu pra entender bem que ele quer deixar umas coisas valiosas pra neta.

Rebeca: E essas coisas valiosas são o que exatamente?

Felipe: Essa é a questão! Eu não sei! Mas é por isso que você vai começar a dar uma de professora atenciosa a partir de amanhã! – Sorri.

Rebeca: É, mas eu nem conheço, nem sei quem é a neta do velho!

Felipe: Não se preocupa. Amanhã vou te deixar na porta da escola bem cedo. (t) Quando a netinha do velho aparecer, eu te mostro quem é!

Rebeca (sorrindo): E eu, fingindo que não sei de nada, vou fazer questão de criar um vínculo forte com essa garota, haha! – Sorri.

Felipe (se aproximando): Exatamente! Você fica próxima da neta dele, ela com certeza deve saber onde esses bens valiosos estão escondidos!

Rebeca: É, e você trate de tentar fazer o velho abrir a boca! Pelo menos pra ajudar a gente.

Felipe (agarrando Rebeca): Nós vamos embolsar uma grana alta! – Sorri.

Rebeca (falando alto): Esse dinheiro já é nosso! – Gargalha – Agora sim a gente sai da miséria! – Sorri e beija Felipe.

CENA 05: Casa de Carla / EXT.

Miguel para sua moto em frente à casa de Carla. Ela desce da moto, tira o capacete e os dois começam a conversar.

Miguel (sorrindo): Te salvei, em!

Carla: Haha, não se acha não! – Sorri.

Miguel: Agora vai, foi muita mancada você deixar suas amigas pra trás!

Carla: Você não me deu escolha, esqueceu? (t) E além do mais, quem é você pra me dar sermão? Você nem deu carona pro seu irmão ir na festa… E nem trouxe ele de volta, fez ele voltar de táxi, andando, sei lá.

Miguel: O Gabriel?! Ele que se vire sozinho! Já disse mais de mil vezes que não considero ele meu irmão!

Carla (intrigada): Vem cá, por que você tem tanta raiva assim do Gabriel? Juro que não entendo!

Miguel: Ele sempre quer tudo que é meu! Não suporto mais ele se metendo na minha vida! É o filhinho queridinho da mamãe, tá ligada?

Carla: Será que é isso mesmo, ou será que é puro ciúme? Inveja? – Ri.

Miguel (irritado): Ciúme? Inveja? Do Gabriel?! – Ri.

Carla: É, pode ser muito bem isso sim!

Miguel: Agora me diz, que motivo eu tenho pra ter ciúme ou inveja daquele otário?!

Carla (confiante): Não sei… Talvez porque ele seja mais lindo, esperto… (t) E além de tudo tem uma namorada linda, que ama muito ele! – Sorri.

Miguel (sorrindo): É, né? Ama tanto que tá com um chupão enorme no pescoço! – Ri.

Ao ouvir isso, Carla tenta esconder rapidamente a marca com a mão.

Miguel: Não adianta tentar esconder! Eu já vi!

Carla: Você não presta, né, Miguel?! Pois pode ter sido muito bem o seu irmão que deixou essa marca em mim!

Miguel: O Gabriel? Nunca! Ele não é dessas coisas! Não tem pegada pra isso!

Carla: Quer saber? Eu cansei dessa conversa! Tchau! – Se vira e sai.

Miguel ri por alguns segundos, em seguida, coloca o capacete e sai.

CENA 06: Casa de Marta / INT.

Miguel entra na casa e rapidamente Marta vai conversar com o filho. Gabriel também está acordado e tenta acalmar a mãe, que está furiosa com Miguel.

Marta (indo até Miguel / nervosa): Finalmente você chegou! Onde é que você estava até essa hora da noite?!

Miguel: Como onde é que eu estava?! Fui no mesmo lugar que o seu filhinho aí! – Olha para Gabriel – Pra ele você não faz esse tipo de pergunta, aposto!

Gabriel: Não começa, Miguel.

Marta: É! Você não tenta jogar a culpa no seu irmão porque ele chegou aqui na hora que a gente combinou! Já você deve amar me matar de preocupação!

Miguel: Mãe, me deixa em paz! (t) Você acha que eu não sei que pra você o Gabriel é o responsável e eu o inconsequente?! Para de tentar esconder!

Marta (explode): Não fala assim! Você sabe que isso não é verdade!

Gabriel: Miguel, tenta entender o lado da nossa mãe…

Miguel (interrompendo / debochando): Nossa mãe? – Ri.

Marta: É isso mesmo! Os dois são meus filhos, eu me preocupo igualmente!

Miguel: Ah, mãe, quer saber?! Me deixa em paz! Eu vou pro meu quarto que eu ganho mais! – Sai.

Marta fica ali, sem saber como agir. Gabriel vai rapidamente abraça-la.

Gabriel (abraçando a mãe): Não se preocupa, mãe… O Miguel é assim mesmo, você sabe… Fica tranquila! – Beija sua mãe.

Marta: Obrigada, meu filho! Você não sabe como eu queria que ele fosse tão responsável assim, como você! (t) Agora vai dormir, vai! Amanhã você tem aula!

Gabriel dá mais um beijo em sua mãe e sai.

CENA 07: Apartamento de Letícia / EXT.

Isabela e Letícia estão próximas ao local. Elas avistam Camila, Quezia e João conversando. Isabela então percebe que não quer sair por baixo nessa história.

Isabela (para Letícia): Ai, Letícia, olha quem tá ali!

Letícia: Sua irmã e os amigos dela. (t) O que tem de mais nisso?

Isabela: O que tem de mais?! (t) O que eles vão pensar da gente quando sacarem que tivemos que vir andando até aqui?!

Letícia (indiferente): Ah, eu não tô nem aí! Tô super cansada, eu só quero entrar em casa e me jogar na cama!

Isabela (colocando seus sapatos): Ah, mas eu não vou sair mal na frente desses nerds de jeito nenhum!

Isabela e Letícia se aproximam de Camila, Quezia e João.

CENA 08

Camila, Quezia e João avistam as duas.

João: Camila, não é a sua irmã ali?

Camila: Ah, é ela mesma! (Falando mais alto) Isa! Onde é que você estava, eu tô aqui te esperando faz tempo!

Quezia: Nossa, gente… Vocês duas parecem cansadas, por acaso vocês vieram de a pé?

Letícia: Bom, na verdade…

Isabela (interrompendo): De a pé? – Ri – Jamais! Você acha que eu ia vir andando até aqui?! (t) Pegamos uma carona com o Marcelo.

Camila: Tá, mas… Cadê ele?

Isabela (nervosa): Ah, mas quanta pergunta!

Letícia: Bom, galera, até amanhã! Vou entrar porque não tenho mais disposição nenhuma pra ficar acordada! – Sai.

Quezia: Bom, eu também vou indo…

Isabela: E a gente também, Camila! Anda logo! – Sai andando.

João: Bom… Não tenho escolha, né? – Ri.

Camila: Gente, a noite foi tão boa hoje! – Sorri – Vejo vocês na escola amanhã, em!

Quezia: Estaremos lá! Pode ter certeza disso!

Todos ali se despedem e saem de cena.

CENA 09

Imagens do Rio durante o dia são mostradas, ao som de So Good – Louisa Johnson.

CENA 10: Casa de Carla / Quarto de Carla / DIA.

Bruna entra no quarto para apressar a amiga, que está se arrumando em frente a um espelho.

Bruna (impaciente): Carla, você ainda tá se arrumando?!

Carla: Muita calma porque a escola pode esperar!

Bruna: Na verdade ela não pode não…

Carla: Ah, espera, amiga! Tô só terminando de passar uma maquiagem básica. – Começa a passar pó para tentar esconder o chupão em seu pescoço.

Bruna percebe que a amiga está passando mais maquiagem do que o habitual. Ela então acha estranho.

Bruna: Meu Deus, Carla, pra que tanta maquiagem assim? Você nunca foi disso, até porque nem precisa.

Carla: Ah, deve ser porque é o primeiro dia de aula, não sei.

Bruna cansa de esperar e resolve tirar a maquiagem das mãos de Carla, que fica um tanto que desesperada. A maquiagem acaba caindo no chão e Carla coloca a mão rapidamente em seu pescoço, afim de esconder a marca.

Bruna (desconfiada): Por que tá com a mão no pescoço?!

Carla (desconfortável): Eu? (t) Por nada, ué. – Sorri.

Bruna: Carla, o que tem aí? Vai, deixa eu ver!

Bruna tenta tirar a mão de Carla, que resiste. Depois de um certo esforço, Bruna consegue ver a marca em seu pescoço.

Bruna (surpresa): Carla, mas o que é isso?! Isso é um chupão?! (t) Carla, você tá traindo o Gabriel?!

Foco em Carla e Bruna, respectivamente.

A imagem vai escurecendo lentamente, até dar início ao encerramento.

Anúncios

13 thoughts on “Sem Fronteiras – Capítulo 02

  1. Contagem valendo até as 19h37, desculpe pelo atraso, Bruno, mas é que geralmente eu chego em casa depois das 19h, por isso eu peço que sempre ao enviar os capítulos para mim, envie ao @airtonlucion também para o caso de emergência. Agradeceria também se mandasse uma boa frente de capítulos para que atrasos como esse não acontecessem mais.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Capítulo excelente, só estou achando meio lenta. Porém sei que ainda é o começo, já estou esparando os conflitos!😀

    Curtir

  3. Ufa! O acidente não foi nada de tão grave. Carla sempre se destacando entre suas amigas. Morri com as três mosqueteiras indo andando pra casa. Felizmente Miguel passou pra socorre-las, mas calma! Ele não pode levar todo mundo e Carla saiu na frente e se ofereceu a ir com ele. Gente, que esperta, mano! ❤ Rainhas agem assim! Esse chupão vai dar muito o que falar… Miguel foi o primeiro a descobrir.

    A relação entre Miguel e Gabriel é bem turbulenta. Acho que a preferência, como Miguel supõe, de dona Marta por Gabriel é motivos suficientes pra ele agir do jeito que age. Acredito que Gabriel é a ovelha negra dali, não me desceu. Miguel é rei, Gabriel… Nem sei.

    Rebeca e Felipe já deram as caras na trama. Só com aquela cena deu pra sentir que eles estão dispostos a tudo pra colocar as mãos na herança que Bruna irá receber. Adorei Rebeca!

    Não disse que essa história de esconder o chupão não iria longe. Bruna já pegou Carla no flagra. Será que a dona da web vai usar a mesma desculpa que usou contra Miguel para tentar enganar a amiga?

    Ansioso pelo desenrolar. Parabéns, Bruno! 😉

    Curtir

  4. No primeiro capítulo, fiquei perdido no espaço. Nesse segundo capítulo, fiquei perdido no tempo. Demorei um bom tempo pra entender que boa parte do capítulo se passava à noite, na mesma noite.

    Boas novas: sim, me situei. Consegui organizar o meu foco.

    Convenhamos que a Carla deu bobeira com a Bruna, né? Apesar da intenção ter sido exatamente o oposto, ela praticamente mostrou o chupão pra Bruna.

    Sofri com a Carla abandonando a Isa e a Letícia no meio do nada durante a noite. Bela amiga da onça, né non? Imagina se elas são assaltadas ou atacadas? Será que isso pesaria na consciência da Carla e do Miguel?

    Desculpa, mas eu tô do lado do Gabriel. Miguel dando patada em tudo e todos sem necessidade, perdeu a minha simpatia, que ele nunca teve, na verdade… um rebelde sem causa desses, bicho. Ele achou ruim a Marta se incomodar com ele ter chegado tarde em casa, mas se ela não tivesse dito nada, ele reclamaria do mesmo jeito, diria que a Marta só se importa com o Gabriel, mimimi e coisa e tal. Júlio de Amizade de Isopor fazendo escola.

    Curtir

  5. O acidente não gera grandes problemas para Carla, Marcelo, Letícia e Isabela. Só alguns arranhões, e olhe lá. Carla vai embora de moto com Miguel, e deixa Isabela e Letícia sozinhas, no meio do nada. Que amiga da onça! Felipe e Rebeca planejam um golpe. Carla passa maquiagem no pescoço, na intenção de esconder o chupão que Marcelo lhe deu, mas Bruna percebe e indaga se a amiga está traindo Gabriel. Eita! Como Carla sairá dessa?

    Ainda me situando na trama e me familiarizando com os personagens. Parabéns, Bruno!

    Curtir

  6. Parabéns, amigo, estou tentando me atualizar o mais rápido possível, mas estou meio sem tempo pelo motivo VI, você deve saber, né? A abertura é muito luxuosa, não para de assistir.

    Siga pisando, Bruno! ❤

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s