Sem Fronteiras – Capítulo 04

CENA 01: Colégio Escolhas / Corredor / Tarde.

As aulas acabaram. Diego e Fábio estão saindo da sala e caminhando pelo corredor. É nesse momento que Fábio pega uma garrafinha de bebida em sua bolsa. Vendo isso, Diego fica preocupado.

Diego (chocado): Ei, Fábio! (t) Você vai beber aqui?!

Fábio: Qual o problema?

Diego: O problema é que a gente tá na escola, cara! Se alguém te pega com bebida aqui dentro, você tá ferrado!

Fábio (parando de andar): Cara, você precisa aprender a viver mais sua vida! – Sorri – É sério! A vida não é só ficar seguindo e respeitando esse monte de regras chatas!

Diego: Cara, você não entende… Eu não posso me meter em confusão, minha irmã tá sempre de olho em mim!

Fábio (rindo): E desde quando você tem que ter medo da Letícia? Ah, fala sério! Ela deve estar ocupada demais com o Heitor! – Abre a garrafa e dá um gole – Nossa, isso é bom demais! – Sorri e entrega a garrafa para Diego – Vai! Experimenta, você vai curtir!

Diego (preocupado): Ah, cara! Não sei… Acho melhor sairmos do colégio primeiro. Além do mais eu nem bebo.

Fábio (insistente): Para com isso! Olha, pensa que é o seu último ano no colégio. (t) Você não vai querer que passe em branco, certo? – Sorri.

Diante da pressão, Diego cede. Porém, quando está prestes a beber, Fábio avista Leandro mais à frente.

Fábio: Sujou! O Leandro! – Aponta para Leandro – Ele tá vindo pra cá!

Diego (desesperado): E agora, cara? O que eu faço com isso?!

Diego e Fábio não têm sequer tempo de pensar. Quando se dão conta, Leandro já está bem à frente dos dois. Diego tenta esconder a garrafa que está segurando rapidamente, jogando as mãos para trás, mas Leandro acaba percebendo.

Leandro (intrigado): Vocês dois! O que estão escondendo?!

Fábio (sem graça): Escondendo? – Sorri – Mas a gente nem tá escondendo nada.

Leandro: Ah, não?

Diego (gaguejando): É claro que não, professor! O que a gente poderia querer esconder?

Leandro: É o que eu quero saber! Vai, Diego! Me mostra o que você tá escondendo aí atrás!

Fábio: Professor, isso é paranoia da sua cabeça! O Diego não…

Leandro (interrompendo): É melhor vocês me mostrarem logo o que estão escondendo, caso contrário, as coisas vão piorar!

Vendo que não tem saída, Diego revela a garrafa de bebida.

Leandro (pegando a garrafa): Bebida?! De verdade, o que vocês dois têm na cabeça?! Logo no primeiro dia de aula!

Diego: Eu sei, professor, mas me deixa explicar!

Leandro: Vocês vão explicar sim! Mas na diretoria, e eu vou fazer questão de ligar pros pais de vocês!

CENA 02: Colégio Escolhas

Letícia está um pouco mais atrás, no corredor do colégio, com Heitor. Eles conversam e então ela percebe que Leandro está conversando com seu irmão e Fábio, com um semblante nada amigável.

Letícia: Vem cá, você não ficou triste porque eu fui embora da sua festa daquele jeito, né?

Heitor: Claro que não! Eu sei que você não teve culpa! – Sorri.

Letícia (percebendo Diego): Peraí… Aquele ali é o meu irmão?!

Heitor: É, parece que é ele sim… Ele e o Fábio!

Letícia: E o Leandro! (t) Ah, no que será que meu irmão se meteu?!

Heitor: Quer ir lá ver?

Letícia concorda com a ideia de Heitor e vai até onde eles estão.

Letícia: O que tá acontecendo?

Antes que Diego pudesse falar, Leandro já interrompe.

Leandro: O seu irmão, Letícia! (t) Ele e o Fábio estavam bebendo nas dependências do colégio!

Heitor (desacreditado): Bebendo?! O Diego?!

Leandro: Bom, quando eu me aproximei eles tentaram esconder essa garrafa de bebida!

Letícia: Não, peraí… – Se volta para Diego – Diego que história é essa?!

Fábio: Olha, ele não teve culpa!

Letícia (nervosa): É, eu sei que não! – Se vira para Leandro – Olha, “prof”… Eu sei que isso é muito sério, mas será que não dá pra deixar passar? Só dessa vez?

Leandro (rindo): Deixar passar?! De jeito nenhum!

Heitor: Ah, Leandro, por favor! Dá um desconto! É só o primeiro dia de aula.

Letícia: É, vai! Por favor! Olha, eu prometo que não vai se repetir!

Diego: Sim! Eu também!

Leandro: Olha, Letícia, eu sei que você tá tentando defender o seu irmão, mas…

Letícia (interrompendo): Por favor! Eu imploro! – Olha para Diego – Você não sabe a decepção que meus pais vão ter – Se volta para Leandro – se eles descobrirem isso. (t) Por favor, dá um descontinho, vai!

Após muita insistência, Leandro cede.

Leandro: Tudo bem! (t) Mas que isso não se repita! Na próxima não tem conversa! – Sai.

Diego (sorrindo): Muito obrigado, maninha, tô te devendo essa!

Letícia (batendo em Diego): É, você está devendo mesmo! Vem cá, o que você tem na cabeça?! Você nem bebe, garoto!

Fábio: É, ele não… Mas eu sim!

Letícia: Eu sabia! Eu sabia que isso era coisa sua! Você é uma péssima companhia pro meu irmão!

Heitor: Letícia, amor, vai com calma! Pelo menos tudo ficou bem!

Letícia: Dessa vez sim! E eu espero que não tenha próxima, Diego!

Diego: Não vai ter, eu prometo! Bom, agora vocês me dão licença porque eu tenho que ir trabalhar… E mais uma vez, tô te devendo essa, irmã! – Sai, sorrindo.

Heitor: Eu vou indo com o Fábio… Tudo bem?

Letícia: Tudo sim! – Sorri – Vou indo com a Carla, ela tá ali fora!

Heitor dá um beijo em Letícia e sai com Fábio.

CENA 03: Colégio Escolhas / EXT.

Carla se despede de Gabriel, que vai com Bruna visitar a vó dela.

Carla: Eu não acredito que a Bruna vai tirar você de mim, mais uma vez! – Sorri.

Gabriel (sorrindo): Nossa, que ciumenta!

Bruna: É melhor você ter ciúme mesmo, em! Vai saber do que eu sou capaz. – Sorri.

Carla: Mas e seu avô, Bruna? Ele tá bem?

Bruna: É, ele tá bem sim! Tirando o fato de que ele está em um asilo, né?

Gabriel: Estranho, né? Ele mesmo querer se internar.

Bruna: É, meu avô sempre foi assim! Ele cismou que não queria dar trabalho pra minha família! Pelo menos parece que ele é feliz lá.

Carla: Bom, vou deixar vocês irem, antes que se atrasem! – Beija Gabriel – Até depois, amor! – Abraça Bruna – Fica de olho nele, em! – Sorri.

Carla sai e Bruna e Gabriel também.

Bruna (sorrindo): Ah, desculpa, você queria ficar com a Carla, né?

Gabriel: Para com isso, boba! Vai ser um prazer te ajudar com seu avô! (t) Mas você sabe sobre o que ele quer conversar com você?

Bruna: Não… Isso que me chama mais atenção, ele só disse que precisava falar comigo.

Gabriel: Vai ver tá só querendo matar a saudade.

Bruna: É, vai ver é isso!

CENA 03: Cariocão Lanches / INT.

Miguel entra e percebe que Marcelo está sentado em uma mesa, desanimado. Ele então decide ir conversar com o amigo.

Miguel (se sentando): E ai, cara! Que cara de derrota é essa?

Marcelo: A Carla!

Miguel: De novo?

Marcelo: É! Você acredita que hoje ela nem falou comigo?!

Miguel: Tô sabendo.

Marcelo: Eu não sei o que acontece com ela, de verdade! Em um dia ela tá super de boa comigo e no outro ela nem olha na minha cara!

Miguel: Ei, falando sério… Você sabe que o seu problema não é a Carla e sim o Gabriel, o namorado dela, né? (t) Toda vez que ele tá por perto ela fica desse jeito com você!

Marcelo: É, mas o que eu posso fazer? Não posso competir com o seu irmão… Ele é namorado dela!

Miguel: E você tá afim dela! E olha, se você quer saber, sou muito mais você com ela do que o Gabriel! Esse namoro dos dois já deu, sabe?

Marcelo: Eu também acho! Mas não tem jeito… Eles parecem estar bem apaixonadinhos.

Miguel: E você vai deixar por isso mesmo? (t) Se você quiser eu posso te ajudar a separar os dois.

Marcelo (surpreso): Peraí, separar a Carla e o Gabriel?

Miguel: É claro! Assim o caminho iria ficar livre pra você!

Marcelo: Ah, não sei… Isso pode dar problema, você sabe!

Miguel: O que eu sei é que você gosta da Carla! E eu quero te ajudar!

Marcelo: Qual é, Miguel?! O Gabriel é o seu irmão!

Miguel: E você sabe que eu não vou nem um pouco com a cara dele! Já cansei desse romance dele com a Carla! Tá na hora de alguém dar um jeito nisso! (t) E então? Você topa? Vamos separar os dois?

Close em Marcelo, pensativo.

CENA 04: Asilo / INT.

Gabriel e Bruna conversam com Felipe.

Felipe: O Gilberto vai ficar muito feliz em saber que você chegou! Venham comigo! – Entra no quarto de Gilberto – Gilberto? Sua neta chegou, a Bruna!

Gilberto (sorrindo): Finalmente!

Felipe: Bom, eu vou deixar vocês à sós. – Sai.

Bruna (sorrindo / se aproximando): Ah, que saudade! – Abraça seu avô – Vô, esse é o Gabriel!

Gabriel (sorrindo): É um prazer conhecer o senhor!

Gilberto (sorrindo): Quem é? Seu namorado?

Bruna (sem graça): Namorado? Que isso! – Sorri – Somos só amigos. Bons amigos! (t) Mas você disse que queria conversar comigo? Eu fiquei preocupada e muito curiosa pra saber o que é! – Sorri.

Gabriel: Bom, eu… Eu vou sair pra vocês conversarem melhor.

Bruna: Não, Gabriel, não precisa! Você é de confiança!

Gilberto: Sendo assim, você pode ficar, garoto! – Sorri e se volta para Bruna – Minha neta, o que eu tenho pra falar com você é algo muito importante!

Gilberto vai conversando enquanto a cena muda.

CENA 05

Daniella e Simone caminham e estão próximas ao Cariocão.

Daniella: Ah, mas você já tem que trabalhar?

Simone: E você acha que eu queria? – Para – Ei, você percebeu que o Leandro parou o Fábio e o Diego lá no colégio?

Daniella: Com certeza devem ter aprontado! Logo no primeiro dia!

Simone: Ai, eu tô preocupada…

Daniella: Amiga, preocupada com o quê? Sério, esses dois não valem a sua preocupação!

Simone: Eu tenho medo que aconteça alguma coisa com o Fábio… Não quero que nada dê errado, principalmente agora que ele caiu na nossa sala! – Sorri.

Daniella (sorrindo): Olha, não se preocupa! Eu vou te ajudar a ficar com ele! O que eu puder fazer, eu vou fazer! – Sorri.

Diego se aproxima e começa a falar.

Diego: Oi, garotas! – Sorri.

Simone: Ai, Diego, que bom que você apareceu!

Diego: Aé?

Simone: O que o Leandro queria com você e com o Fábio?

Diego (sem jeito): O Leandro? Ah, nada não… Ele só queria ter certeza de que a gente não tinha aprontado nada. – Sorri – Só isso mesmo.

Simone: Ufa! Pensei que tinha ferrado pra vocês dois.

Daniella: É, porque motivos não faltam!

Diego: Oi, Dani! Nossa, mas a cada dia que passa você fica mais linda, sabia?

Daniella: Não começa, garoto!

Simone (sorrindo / debochando): Calma, amiga! Ele só quis ser gentil. – Sorri.

Daniella: Engraçadinha você, em! Vem cá, não tá na hora de você ir trabalhar?

Simone: Nossa, é mesmo! Você tem razão! – Olha para Diego – Você vem comigo?

Diego: Sim, eu vou! Não posso chegar atrasado no Cariocão, agora que o seu José resolveu tirar umas férias, tenho medo que a pessoa que vai ficar no lugar dele seja mais rígida.

Simone: E não se esqueça que o Rodrigo está por lá, ele é o novo gerente e não me pareceu muito amigável, então vamos indo! Beijo, amiga! Depois a gente conversa!

Daniella: Tchau, amiga! – Se despede de Simone com um beijo.

Diego (sorrindo): E eu? Não ganho beijo?

Simone (puxando Diego): Vem, vamos! – Sai.

Daniella fica ali, se fazendo de indiferente. Mas depois que os dois saem, ela não consegue conter o sorriso tímido que sua boca insiste em soltar.

CENA 06: Cariocão Lanches / INT.

Marcelo e Miguel tramam um plano para separar Carla e Gabriel enquanto comem.

Marcelo: Será que esse plano tem chance de dar certo?

Miguel: Se a gente fizer tudo como eu disse, com certeza vai dar certo! – Sorri e dá uma mordida no lanche.

Marcelo: Tá, mas deixa eu ver se eu entendi. – Toma o suco – (t) Eu fico com a Carla e você grava escondido, é isso?

Miguel: Exatamente! E depois a gente dá um jeito de fazer essa gravação chegar até as mãos da Bruna, a melhor amiga da Carla!

Marcelo: Mas eu não entendi… Pra que meter a Bruna nisso?

Miguel: Você já parou pra pensar que o Gabriel é o melhor amigo da Bruna? Depois que ela descobrir que a Carla pulou a cerca com você, ela vai te odiar, cara! Então a gente tem que dar um jeito de separar a Bruna da Carla, assim ninguém fica falando mal de você pra ela.

Marcelo: É… Faz sentido!

Miguel: Tudo certo então! – Bebe o suco – A gente faz isso amanhã mesmo! – Sorri.

CENA 07: Asilo / EXT / Fim de tarde.

Bruna e Gabriel estão saindo do asilo, eles conversam.

Gabriel: Nossa! Você imaginava que era isso que seu avô tinha pra te falar?

Bruna: De jeito nenhum! – Para – Mas eu tenho que confessar que agora eu tô com medo!

Gabriel: Não precisa ter medo! Olha, eu no que você precisar, pode contar comigo! Mas só toma cuidado, porque tem muita gente que se ficar sabendo dessa herança que você tem…

Bruna (sorrindo): O pior é que eu sei disso! Por isso que eu vou pedir pra deixar esse assunto só entre nós, pelo menos por enquanto.

Gabriel: Comigo seu segredo tá guardado! – Sorri – Mas mudando de assunto… Sabe o que eu tava pensando? O que você acha da gente ir pra praia?

Bruna (sorrindo): Praia?! Mas olha a hora, daqui a pouco anoitece, Gabriel!

Gabriel: E o que que tem? (t) Vai! Vamos curtir o resto do dia!

Bruna: Ah, eu não sei não, em…

Gabriel: Olha, eu vim até aqui com você… Quebra esse galho pra mim, vai? – Sorri.

Bruna: Golpe baixo isso! – Sorri – Tá bom! Mas vamos logo porque não posso voltar muito tarde! – Sorri e sai.

CENA 08: Apartamento de Rebeca / INT.

Felipe e Rebeca estão deitados na cama enquanto conversam.

Felipe: E então, como foi no colégio?

Rebeca: Super cansativo! Não aguento mais!

Felipe: Mas você conseguiu falar com a garota pelo menos?

Rebeca: É claro que consegui! – Sorri – Você vai ver… Daqui a pouco eu e ela seremos as melhores amigas, nenê!

Felipe: Assim espero! Quem sabe desse jeito você descobre onde fica esse tal tesouro… Ou devo dizer, essas estátuas! – Sorri.

Rebeca: Estátuas?! Mas como assim?!

Felipe: É, eu ouvi a conversa do velho com a netinha hoje.

Rebeca: Quer dizer então que essa fortuna toda são umas estátuas?! – Sorri – Mas realmente devem valer muito!

Felipe: E valem! Segundo ele são raridades!

Rebeca: Sabe que isso me deu ainda mais vontade de continuar com esse plano? Adorei! Foi uma bela motivação!

Felipe: E em breve essa grana toda vai ser nossa! – Sorri e beija Rebeca.

CENA 09: Praia / Noite.

Bruna e Gabriel se divertem na praia. Gabriel entra no mar e insiste para Bruna fazer o mesmo.

Gabriel (gritando): Bruna! Vem!

Bruna: Ah, não! Não quero me molhar, eu tô bem assim! – Sorri.

Gabriel então sai do mar e, todo molhado, pega Bruna em seus braços. Ela tenta se soltar, mas Gabriel só a solta no mar. Os dois se divertem na praia e, depois de um tempo, se jogam na areia.

Bruna (sorrindo): Não vale! Você me obrigou a entrar na água!

Gabriel: Você achou mesmo que você ia vim na praia e não se molhar? – Sorri.

Bruna: Olha, de verdade, eu não sei porque ainda sou sua amiga!

Gabriel: Não posso fazer nada se você me ama tanto assim! – Sorri.

Bruna pega um pouco de areia em sua mão e joga em Gabriel, que revida. Nessa brincadeira, Bruna acaba parando em cima de Gabriel. Os dois se olham por um tempo e, de repente, surge um beijo.

Com esse beijo entre Bruna e Gabriel, a imagem se escurece lentamente, até dar início ao encerramento.

Anúncios

8 thoughts on “Sem Fronteiras – Capítulo 04

  1. Hoje o céu abriu e o sol apareceu. O tempo até parou quando vc chegoooooou… 🎵

    Tentaram enrolar Leandro, mas o cara não é bobo e descobriu a garrafinha com conteúdo alcoólico. Os repreenderam e chegou até a pensar em chamar os pais dos jovens. Diego teve muita sorte que Letícia apareceu e fez Leandro não chamar seus pais. Mereciam uma suspenção no mínimo. Agora veja só como tem gente que ainda cai nas influências dos outros, sofro.

    Por isso que gosto muito do Miguel, ele é direto. Esse plano dele com Marcelo tem tudo pra dar certo, mas também há possibilidades de tudo dar errado.

    Então a fortuna estão em estátuas… Felipe e Rebeca curtiram isso. Felipe já descobriu uma informação bem importante.

    Após ir com Bruna ver o avô dela, Gabriel a levou para a praia e nas brincadeiras que faziam, ambos acabam se beijando. 😮

    Ansioso pelo desenrolar! Parabéns, Bunin! 😉

    Curtir

  2. Capítulo 3

    Carla convence Bruna a não contar para Gabriel sobre a sua traição. Rebeca vai dar aula de Matemática no Escolhas, mas o diploma é falso, berro. E a cobra já começou a se aproximar de Bruna. Fábio convence Diego a beber dentro do colégio, mas que burros. Foram tentar quebrar as regras e foram flagrados. Sinceramente, ainda não me situei por completo na trama, tanto, que ainda não sei dizer direito quem são Fábio e Diego… Mas já vi que Fábio é um tipo que adora viver fazendo o que não deve.

    Capítulo 4

    Mais habituado aos personagens… Diego e Fábio foram salvos por Letícia, irmã do primeiro, que conseguiu convencer o professor a não punir os garotos pelo consumo de bebida alcoolica na escola. Então quer dizer que a fortuna que Gilberto pretende deixar pra Bruna e que Felipe e Rebeca estão de olho são estátuas… Interessante. Fico imaginando, e se inesperadamente, essas estátuas não forem valiosas? O tombo de Felipe e Rebeca seria lindo, risos. Miguel convence Marcelo a separar Gabriel e Carla, tudo isso por ódio, até então gratuito, do irmão. Falando em Gabriel… Ele e Bruna vão pra praia e acabam se beijando. Sinceramente, a amizade deles sempre pareceu ser bem íntima, eles pareciam mais um casal de namorados do que apenas amigos mesmo. Aliás, é interessante notar que o Gabriel sempre passa mais tempo e faz muito mais atividades junto com a Bruna, do que com a Carla. Parece que finalmente Gabriel e Bruna vão descobrir que a amizade deles vai além, que é amor. Será que vou shippar?

    Parabéns, Bruno, a trama vem melhorando gradativamente.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s