Fantasma Vivo – Capítulo 09

Cena 01: CASA DE C. ALBERTO/QUARTO DE ARTHUR/INT./NOITE

LETREIRO: São Paulo, 2004

Arthur está deitado na cama, chorando quando Vicente entra enxugando as lágrimas.

VICENTE – Como você está maninho?

ARTHUR – Muito triste.

VICENTE – É, eu também.

ARTHUR – Por que a vovó se foi, Vicente? Eu nem pude me despedir dela.

VICENTE – Foi melhor assim, ela já estava velhinha e estava sofrendo muito.

ARTHUR – Eu acho que nunca vou me esquecer dela.

VICENTE – Claro que não. E pensa assim um dia quando você estiver bem velhinho como ela vocês vão se encontrar de novo.

ARTHUR – Eu sei mas eu tenho medo de perder mais alguém que eu amo.

VICENTE – Não se preocupe com isso agora.

Arthur abraça Vicente repentinamente.

ARTHUR – Promete que você nunca vai morrer?

VICENTE – Eu não posso prometer isso, mas tenha certeza que se depender de mim eu vou ficar com você por muito é muito tempo.

Arthur sorri carinhosamente para o irmão.

VICENTE – Agora a gente tem que cuidar da mamãe, ela vai precisar muito da gente agora.

 

CENA 02: CASA DE C. ALBERTO/ SALA/INT./NOITE

Elizabeth está na sala com uma foto da mãe no colo, quando Arthur e Vicente aparecem e a abraçam.

ELIZABETH – Ô meus queridos.

VICENTE – Nós estamos aqui mamãe.

Elizabeth enxuga algumas lágrimas.

ELIZABETH – Eu sei disso meus filhos, e é isso que vai me dar força para seguir em frente.

ARTHUR – Vou sentir muita falta dela.

ELIZABETH – Eu também Arthur, mas ela está em um lugar melhor agora.

Arthur senta ao lado de Vicente no sofá e volta a abraça-lo. Elizabeth observa os dois com um sorriso triste.

ELIZABETH – Vocês me prometem uma coisa?

VICENTE – O que mamãe?

ELIZABETH – Não importa o que aconteça, vocês dois irão sempre estar juntos.

Vicente e Arthur se entreolham.

VICENTE E ARTHUR (falam ao mesmo tempo) – SIM.

Carlos Alberto que observava a cena parado na janela com um charuto na boca, balança a cabeça discordando do que acabou de ver.

 

CENA 03: CASA DE C. ALBERTO/PISCINA/EXT./NOITE

Arthur afundava na piscina, o som das batidas do seu coração diminuía lentamente. Quando de repente Vicente pula na piscina e o puxa de volta a superfície.

VICENTE – Calma, Arthur! Eu estou aqui.

Vicente leva Arthur para a beira da piscina e Elizabeth aparece aflita.

ELIZABETH – Meu Deus! O que aconteceu?

Elizabeth ajuda Vicente a tirar Arthur da piscina.

ELIZABETH – Como isso foi acontecer?

VICENTE – Ele esta desacordado.

ELIZABETH – Anda Vicente! Salva seu irmão.

Vicente observa o corpo molhado do irmão e se aproxima para realizar respiração boca a boca. Um pouco relutante Vicente tentava reanimar o irmão.

ELIZABETH – Ai não está dando certo.

Elizabeth começa a se apavorar.

VICENTE – Calma mamãe, chama a ambulância.

ELIZABETH – Certo.

Elizabeth sai apressada e Vicente volta a olhar para o irmão.

VICENTE – Vamos lá irmãozinho, reage.

Ele tenta mais uma vez a respiração boca a boca.

VICENTE – Eu estou aqui com você.

Nesse momento Arthur começa a tossir e expelir água da boca.

ARTHUR – Vicente?

A visão de Arthur é turva, mas ele consegue ver Vicente sorrindo para ele antes de apagar novamente.

 

CENA 04: SUBÚRBIO DE S. PAULO/ CASA DE DIANA/INT./NOITE

Diana recebe Yago em sua casa.

DIANA – E você simplesmente deixou ele ir?

YAGO – E o que você queria que eu fizesse? O veado do Túlio estava lá pronto pra bancar o herói.

DIANA – Esse Tulio está se tornando uma pedra no meu caminho. Que droga!  Estragou o meu plano perfeito.

YAGO – E quem disse que ele estragou?

DIANA – Não estragou? Você conseguiu?

YAGO – E tem alguma coisa que o papai aqui não consiga. Uma hora dessas ele já deve estar inconsciente.

FLASH!

[FLASHBACK: BAR/INT./NOITE]

Arthur encara o copo de bebida.

YAGO – Opa, vai com calma.

ARTHUR – Bota mais.

Yago enche o copo de Arthur e olha para o garçom.

YAGO – Trás mais uma aqui.

Depois de Arthur toma o copo ele fecha o olho devido o líquido ser muito forte.

ARTHUR – Nossa!

YAGO – É normal na primeira vez.

Aproveitando que Arthur está com a cabeça baixa e os olhos fechados Yago rapidamente coloca um pó branco no copo de Arthur e o enche de novo.

YAGO – Vamos lá. Você bebeu pouco.

Arthur encara Yago e toma mais um gole da bebida.

YAGO – Isso aí garoto.

Yago toma um gole com um sorriso cínico.

FLASH!

Diana dá gargalhadas ao ouvir o relato de Yago.

DIANA – É por isso que eu te amo.

Diana pula no colo de Yago.

YAGO – E ainda fiz mais, antes dele sair eu consegui colocar uma amostra do conteúdo do copo na jaqueta dele. Quem encontrar ele vai saber de cara o motivo do desmaio.

DIANA – Nossa! então você se saiu melhor que a encomenda.

YAGO – Por você eu sou capaz de tudo.

DIANA – Que bom, por que eu tenho outro serviço pra você, mas dessa vez contra esse tal de Túlio intrometido.

Yago dá um sorriso malicioso.

 

CENA 05: RESTAURANTE/INT./NOITE

Suelen e Carlos Alberto estão jantando em um restaurante completamente vazio.

SUELEN – Nossa seu Carlos! Não tem ninguém aqui.

C. ALBERTO – Eu reservei esse lugar especialmente para nós. Assim temos mais privacidade.

SUELEN – Entendi.

A garota toma água em uma taça.

C. ALBERTO – Você não prefere algo mais forte?

SUELEN – O senhor está me oferecendo bebida?

C ALBERTO – Só um pouco não tem problema.

SUELEN – Então eu aceito.

O garçom serve champanhe para os dois.

C. ALBERTO – Diga-me Suelen, está gostando do emprego?

SUELEN – Claro, esta perfeito. Estou adorando.

C. ALBERTO – Que bom! Sua presença abrilhantou o escritório. Fazia tempo que não tinha alguém com o seu perfil.

SUELEN – Que bom que eu apareci então.

Suelen toma a bebida e aprecia.

C. ALBERTO – Gostou?

SUELEN – Muito.

Carlos Alberto coloca suas mãos sobre as de Suelen

C. ALBERTO – A essa altura alguém já deve ter lhe procurado em meu nome. Não é?

Suelen estranha.

SUELEN – Desculpa, mas não. Ninguém me procurou.

C. ALBERTO – Como não?

 

CENA 06: HOSPITAL S. LUCAS/ QUARTO/INT./NOITE

Vicente observa Arthur dormir, ele segura a jaqueta molhada do irmão em um mão e na outra o saquinho de pó que estava em seu bolso. O médico está pensativo quando sua mãe entra e ele esconde rapidamente a droga.

ELIZABETH – Como ele está querido?

VICENTE – Ele já está se recuperando, logo logo ele acorda.

ELIZABETH – O que você acha que pode ter acontecido?

VICENTE – (t).. Bem, acredito que possa ter sido estresse ou esgotamento físico talvez. Vamos esperar ele acordar.

ELIZABETH – Eu vou avisar seu pai.

Elizabeth está saindo quando parece lembrar de algo.

ELIZABETH – Ah, a Riely está aí.

Vicente respira fundo.

VICENTE – Diga que eu já estou indo.

Elizabeth confirma com a cabeça e sai.

Vicente se aproxima do corpo adormecido de Arthur e toca em suas mãos.

VICENTE – Ah, maninho. O que você andou aprontando?

Nesse momento Arthur desperta subitamente e encara Vicente.

 

CENA 07: HOSPITAL S. LUCAS/SALA DE ESPERA/INT./NOITE

Elizabeth está tentando ligar para Carlos Alberto quando é surpreendida por Anthony.

ANTHONY – Dona Elizabeth. Que bom que lhe encontrei. Eu vim assim que soube.

ELIZABETH – Anthony?… (t) Acho que a Riely está na…

ANTHONY – Já falei com ela. Vim lhe dar meus sentimentos.

Anthony segura as mãos de Elizabeth que fica acanhada.

ELIZABETH – Ah sim obrigada. Mas ele já está melhor, o Vicente está cuidando dele.

ANTHONY – Ah, que bom, menos mal então.

Anthony dá um sorriso sedutor e Elizabeth o encara mas o celular dela toca.

ELIZABETH – Ah, eu tenho que atender.

ANTHONY – Tudo bem, eu vou procurar minha irmã.

Anthony sai e Elizabeth fica boquiaberta, mas volta a si quando o celular toca novamente.

 

CENA 08: SUBÚRBIO DE S. PAULO/ CASA DE DIANA/INT./NOITE

Diana está no telefone se passando por Steffany, amiga de Elizabeth.

DIANA – Não me diga isso, querida.

ELIZABETH – Isso mesmo Steffany, mas graças a Deus meu outro filho que é médico está cuidando dele.

DIANA – Nossa  sorte você teve. Mas o que ele teve?

ELIZABETH – Aparentemente estresse ou esgotamento físico, estamos esperando ele acordar para nos dizer o que aconteceu.

DIANA – E o seu marido como reagiu?

ELIZABETH – Ele ainda não sabe. Estou tentando entrar em contato com ele, mas não consigo.

DIANA – Então vou liberar a linha, mas me mande notícias.

ELIZABETH – Claro!

Diana desliga o telefone e cai na gargalhada.

DIANA – O plano saiu como imaginado.

YAGO – E como ele está?

DIANA – Aparentemente bem.

YAGO – E então​?

DIANA – É questão de tempo até os médicos descobrirem o real motivo dele ter apagado.

Yago dá risadas.

YAGO – Saquei.

DIANA – Imagina só, as manchetes de amanhã: “Filho do poderoso empresário Carlos Alberto Toledo é internado com suspeita de overdose”. Já imaginou no escândalo? Como será que ficaria a imagem dá empresa dele depois disso?

Os dois dão risadas.

 

CENA 09: HOSPITAL S. LUCAS/ QUARTO/INT./NOITE

Arthur encara Vicente.

ARTHUR – O que aconteceu?

VICENTE – Você caiu na piscina. Lembra?

Arthur lembra dele afundando enquanto Vicente o resgatava.

ARTHUR – Você me salvou. Por que fez isso?

VICENTE – Você é meu irmão oras, não deixaria você morrer na minha frente.

Vicente sorri para o irmão e Arthur retribui com outro sorriso e aperta a mão de Vicente.

ARTHUR – Obrigado!

VICENTE – Eu sinto muito Arthur. Eu não devia ter te abandonado.

Arthur deixa cair uma lágrima.

ARTHUR – Um dia quando você estiver preparado para me contar o que aconteceu eu estarei pronto pra te ouvir.

Vicente sorri.

A imagem foca em Riely que escutava tudo atrás da porta com desconfiança, ela decide sair sem incomodar.

VICENTE – Arthur, a gente precisa conversar sobre uma coisa.

Vicente volta a segurar o pacote de drogas. Arthur com certa sonolência tenta responder.

ARTHUR – Sobre o quê?

Vicente volta a guardar o pacote em seu bolso.

VICENTE – É melhor você descansar. Amanhã a gente conversa.

ARTHUR – Se eu não estivesse com tanto sono eu ia insistir.

Arthur fecha os olhos com um sorriso no rosto e Vicente acaricia seus cabelos.

VICENTE – Descansa.

 

CENA 10: RESTAURANTE/INT./NOITE

Suelen encara Carlos Alberto.

SUELEN – Até agora ninguém veio me procurar. Por quê? Aconteceu alguma coisa?

C. ALBERTO – Não, é um assunto meio que pessoal. Mas eu não gosto de tratar disso por isso peço para outra pessoa fazer em meu nome.

SUELEN – Nossa! Agora fiquei curiosa.

Carlos Alberto sorri.

C. ALBERTO – Espere essa pessoa entrar em contato. Eu quero muito que você conheça um lugar, mas primeiro você tem que passar pelas mãos dessa pessoa.

SUELEN – E quem é essa pessoa?

C. ALBERTO – Bem, o nome dela é…

Carlos Alberto é interrompido pelo toque do celular.

C. ALBERTO – Desculpe eu tenho que atender.

SUELEN – A vontade.

Carlos Alberto atende o celular e descobre que trata-se de Elizabeth.

C. ALBERTO – O que foi?

(t)

C. ALBERTO – Como é que é?

 

CENA 11: HOSPITAL S. LUCAS/SALA DE ESPERA/INT./NOITE

Riely está sentada pensativa quando Elizabeth aparece.

ELIZABETH – Amém! Carlos Alberto já está a caminho.

RIELY – Ainda bem.

ELIZABETH – O Vicente disse que o Arthur acordou rapidamente, mas voltou a dormir. Acho que é em decorrência dos remédios.

RIELY – O Vicente não desgrudou o olho do Arthur.

ELIZABETH – É, ele estava bem preocupado.

RIELY – Parece que os dois ao bem próximos não é mesmo?

ELIZABETH – Sim, desde pequeno eles são…

Elizabeth se interrompe ao perceber que poderia estar falando demais.

RIELY – São?

ELIZABETH – (t)… são bem próximos.

RIELY – É, eu já tinha percebido isso. Vicente guardava uma foto deles dois quando pequenos.

ELIZABETH – Acho que sei de qual foto se trata.

RIELY – Interessante essa relação deles. Bem diferente que eu e Anthony por exemplo, nós vivíamos brigando.

Elizabeth tenta se esquivar do assunto.

ELIZABETH – É, talvez por vocês serem homem e mulher.

RIELY – É, quem sabe. Bom, eu vou atrás do Vicente. Ele está demorando.

ELIZABETH – Tudo bem.

Riely sai e deixa Elizabeth apreensiva.

 

CENA 12: HOSPITAL S. LUCAS/ CORREDOR/INT./NOITE

Riely caminha apressada quando é surpreendida por Anthony.

ANTHONY – E aí cachorra. Eu estava te procurando.

RIELY – Ai por favor não podemos dar bandeira.

ANTHONY – Qual é? Nós somos “irmãos”.

Anthony abraça Riely

RIELY – Ai para com isso.

ANTHONY – O que aconteceu?

RIELY – Estou encucada com uma coisa.

ANTHONY – Que coisa?

RIELY – Lembro quando te falei que o Vicente guardava uma foto e quando eu perguntava ele ficava todo estranho.

ANTHONY – Sim.

RIELY – Então, a tal foto era do Arthur e pelo o que eu vi o Vicente e ele tem uma relação muito próxima. Próxima até de mais. Acredito que essa relação tem alguma coisa a ver com a ida do Vicente para Portugal.

ANTHONY – Como assim? Não estou a entender.

RIELY – Tú és muito lerdo, hein.

Riely passa por Anthony e continua seu caminho apressada.

 

CENA 13: SUBURBIO DE S. PAULO/CASA DE SOLANGE/INT./NOITE

Carlos Alberto chega com Suelen a sua casa.

SUELEN – Obrigada pela carona doutor.

C. ALBERTO – Sinto muito pelo nosso jantar ser interrompido.

SUELEN – Não tem problema. Família em primeiro lugar.

C. ALBERTO – Isso aí garota. Bom, te vejo no trabalho.

SUELEN – Estarei lá.

Diana que acabava de se despedir de Yago vê Carlos Alberto no carro com Suelen.

DIANA – Aquele ali é quem eu tô pensando?

Ela vê Suelen descer do carro e entrar em casa enquanto Carlos Alberto vai embora.

 

CENA 14: SUBÚRBIO DE S. PAULO/CASA DE DIANA/INT./NOITE

Diana entra em casa com a cena que viu na cabeça.

C. ALBERTO – Então o canalha já arrumou outra diversão?

Ela pega um vaso e quebra na parede seguido de um grito de raiva. Ela cai no chão e começa a chorar enquanto lembranças vem a tona.

FLASH!

[FLASHBACK: EVENTOS TOLEDO/ESCRITÓRIO/INT./DIA]

Diana está sentada na mesa do escritório, Carlos Alberto a rodeia.

C. ALBERTO – Você é muito gostosa garota!

Diana está acanhada.

O home puxa a lateral do seu vestido.

C. ALBERTO – Eu quero você pra mim.

Ele carrega ela no colo e a coloca em cima da mesa com um olhar sedutor. Empurra Diana sobre o material de escritório sobre a mesa.

C. ALBERTO – Vamos ver o que você esconde aqui?

Ele enfia a mão por baixo do vestido da garota e a tela escurece é possível ouvir  apenas o grito de Diana.

FLASH!

DIANA – Calma Diana, o dia da ruína desse desgraçado vai chegar.

 

CENA 15: SUBÚRBIO DE S. PAULO/CASA DE SOLANGE/INT./NOITE

Suelen entra em casa sorrateiramente quando Solange acende a luz com a cara a fechada.

SOLANGE – Posso saber onde você estava?

SUELEN – Fui jantar com meu chefe.

SOLANGE – Como é que é?

SUELEN – Isso mesmo que você ouviu.

SOLANGE – Então você me desafiou, mesmo eu dizendo que você não podia andar com esse homem.

SUELEN – Me poupe dona Solange, o que esse homem tanto tem de errado que incomoda a senhora?

SOLANGE – Só o que você precisa saber é que esse homem não presta.

SUELEN – E quem é você pra falar de gente que não presta.

Solange fica paralisada ao ouvir a filha.

SOLANGE – Como assim? Do que você está falando?

SUELEN – Eu sei o que a senhora faz. O meu pai me contou tudo. Você alicia meninas menores de idade para a prostituição.

Solange se assusta.

SOLANGE – O..q-quê?

SUELEN – Não adianta disfarçar, eu sei de tudo.

Solange fica sem reação e Suelen sorri sarcasticamente.

 

CENA 16: HOSPITAL S. LUCAS/SALA DE ESPERA/INT./NOITE

Elizabeth está rezando um terço sentada na cadeira quando Anthony chega de surpresa.

ANTHONY – E então dona Elizabeth, como estás?

ELIZABETH – Melhor agora, o Arthur já está descansando e talvez amanhã mesmo receba alta. Inclusive se quiser ir…

ANTHONY – Irei daqui a pouco. Lhe trouxe esse copo d’água, achei que precisava.

ELIZABETH – Obrigada!

ANTHONY – A propósito gostaria de lhe comunicar pessoalmente que em breve seremos vizinhos.

Elizabeth quase se afoga com a água.

ELIZABETH – O que disse? Achei que iria morar com o Vicente e Riely.

ANTHONY – Eles precisam da privacidade de casal e eu decidi morar em outro apartamento. Como gostei muito do seu condomínio, Vicente concordou em alugar um bem ao lado de sua casa. Não é uma maravilha?

Elizabeth fica surpresa enquanto Anthony dá um sorriso atraente.

 

CENA 17: HOSPITAL S. LUCAS/QUARTO/INT./NOITE

TRILHA SONORA INSTRUMENTAL Only You – Selena Gomez

Vicente continua sentado observando Arthur adormecido. O jovem médico olha para o irmão atenciosamente ligado em todos os detalhes, nos batimentos cardíacos e na respiração calma e lenta de Arthur.

VICENTE – Novamente cá estou eu nessa situação. Por muito anos eu te observei dormir e por muito tempo me controlava contra um desejo intenso de te beijar, quantas oportunidades desperdiçadas eu tive e no dia que eu finalmente criei coragem aconteceu o que aconteceu. Eu achava que não voltaria a sentir isso quando te visse novamente, mas estava enganado, o sentimento voltou com mais força ainda. Quando eu te vi ali caído naquela piscina, meu mundo parou eu sabia que tinha que te salvar de qualquer jeito da mesma forma que te salvei quando você era pequeno.  Lembra? Agora não te vejo mais como um menino que eu deixei, agora você é um homem e eu não posso negar que eu estou ainda mais apaixonado por você meu irmão. Eu te amo! Que bom que você está bem.

Vicente acaricia as mãos de Arthur com um sorriso e lágrimas no rosto.

A imagem foca na rosto assustado de Riely com a mão na boca é lágrimas escorrendo. Ela que vinha atrás do noivo acabou presenciando toda aquela declaração de amor.

A cena fica em efeito preto e branco e é amassada.

 

CONTINUA…

Anúncios

20 thoughts on “Fantasma Vivo – Capítulo 09

  1. ISSO, VICENTE! PARABÉNS, CARA! MEUS PARABÉNS! AGORA REPETE, MAIS ALTO, PRO TEU PAI OUVIR! Agora a reação da Riely me surpreendeu… então, quer dizer que a Riely sente sim algo pelo Vicente… interessante…

    Diana agora vai dar uma de salvadora da Suelen. Será que Diana e Solange unirão forças contra o Carlos Alberto num futuro bem próximo?

    O ANTHONY NÃO PARA! E com a Diana dando força à Elizabeth (ainda estou um pouco envergonhado por ter dormido na hora da revelação de que a Diana era a Steffany), é só questão de tempo para ela se entregar ao Anthony e enfim se livrar do Carlos Alberto.

    O foco exclusivo da história no Vicente nos mostra o Carlos Alberto como um monstro. Isso faz todo o sentido, afinal a história é do Vicente, mas eu me pego me perguntando por que o Carlos Alberto é assim. Será que ele sofreu o mesmo que o Vicente, será que ele também sofreu com a falta de afeto do pai e está descontando isso no Vicente? Esse mau humor constante é algum tipo de trauma de infância?

    Curtir

    • É Vicents vacilou mesmo, mas ele meio que precisava se declarar para Arthur mesmo que ele estivesse inconsciente, foi uma libertação de todos os seus sentimentos engajados. Riely só estava no lugar errado na hora errada. E sim, Riely acabou se apaixonando por Vicente sem saber. E agora ela vai dar um jeito de interferir na história deles.
      Diana até tentou ajudar mas a cabeça dura de Suelen não quis ouvir. Triste!
      Elizabeth já está praticamente na rede de Anthony. E agora que ele irá morar perto dela vai ser inevitável a aproximação deles.
      Interessante sua análise sobre Carlos Alberto, o que eu posso adiantar é que sim esse temperamento dele com a familia esta relacionado a um fato do passado. Mas o que pode ser? Rs
      Muito obrigado Piatã. 😊

      Curtido por 1 pessoa

  2. Bom, como prometido aqui está o comentário específico de todos os capítulos (exceto o primeiro que já tinha feito fielmente no capítulo), tentarei evitar o acumulo de capítulos novamente, mas sabe, o tempo é corrido, e enfim. Antes de dar início a passo a passo do que passei durante todos esses capítulos, gostaria de deixar bem claro que eu tenho plena confiança em seu potencial e só por isso acabava negligenciando a leitura da web (algumas vezes), pois sei a proposta que ela tinha, e sei como ela ia ser produzida, e ao ler não me decepcionou, apenas superou as expectativas e confirmou o que eu sempre digo, você é um autor muito bom.
    E agora vamos aos capítulos.

    CAPÍTULO 02
    Como eu imaginava, e claro, pude acompanhar de perto esse seu desenvolvimento desde “Natureza Proibida”, mesmo sendo concebida de uma forma precipitada (eu diria, e sabemos o motivo, teve toda aquela confusão de você perdendo os capítulos e tendo que reescrevê-los em cima da hora), e percebi que vc tinha muito potencial, e eu estava certo sim. “Fantasma Vivo” é uma web maravilhosa, que narrativa é essa? A web tem uma pegada mais descritiva, mas não é cansativa, os acontecimentos vão apenas se desenrolando em meio a “flashbacks” que vão respondendo algumas questões e mostrando cenas do passado de Vicente e Arthur. Em apenas dois capítulos sou capaz de dizer que “Fantasma Vivo” é realmente a cara do horário adulto, a nova visão que o horário trás, uma visão mais madura e mais séria, abordando temas polêmicos com maestria.
    Devo dizer que C. Alberto é um homem insuportável, a forma como ele tenta ser conservador e ao mesmo tempo faz as merdas que ele faz, eu diria, atrocidades, abuso de menor, horrível, mas que é o que acontece na vida real, afinal aquela pessoa que aponta os erros dos outros é incapaz de ver os seus próprios, é claramente C. Alberto, uma pessoa desprezível, que me lembrou muito o Geórdio de “Alvos da Sociedade”.
    Já sobre Elizabete, eu achei ela até agora fraquinha, mas creio que será uma personagem com grande espaço na web.
    A cena da Diana com a mãe dela foi um arraso, cena incomum nas webs, original e bem desenvolvido.
    Apenas esperando o encontro de Vicente e Arthur.

    CAPÍTULO 03
    O que ficou no ar, afinal a Diana apagou ou não as fotos? (Talvez seja uma pergunta que no capítulo 04 seja respondida). Não acho que seja uma grande coisa o conteúdo das fotografias, mas como todos gostam de criar problema onde não tem deve ser um motivo para Arthur se cortar novamente, e falando nele, aonde está o Matheus, vulgo Yago? eu imaginei uma história envolvendo os dois, mas aparentemente ele foi removido da trama, mas isso não foi ruim, na verdade deu pra explorar melhor o drama de Túlio, Diana e Arthur e que trio né? Eu to amando eles, principalmente a Diana, a forma como a personalidade dela é confusa, além de ser atormentada pelo “fantasma” da mãe, meio que ela é bem loka mesmo, e gosto disso.
    Já Vicente tá demorando pra vim ao Brasil, será que no Capítulo 04 ele vem? Agora ele encontra o Anthony na casa da Riely, mas creio que eles vão inventar alguma mentira, acho que tá cedo demais pra tudo ficar resolvido assim de graça.
    C. Alberto é um dos personagens que mais me desperta raiva, a cena dele abusando a Diana em um flashback foi maravilhosa, intensa e bem desenvolvida, conseguiu mostrar o drama e a tensão envolvendo o acontecimento sem mostrar praticamente nada, apenas mostrando sombras (rolam boatos de que a trama seria pornográfica e indecente, parece que o jogo virou não é mesmo?).
    A Solange nem precisou agir e a Suelen foi se oferecer ao C. Alberto, ao que me parece ela vai querer tirar vantagem disso, talvez seja a primeira vítima dele que vai conseguir fazer alguma coisa contra ele, será?
    Já Elizabete se ofereceu ao marido, mas não conseguiu nada, quando será que chega o vizinho? Estou bem apreensivo, a web acaba instigando cada vez mais, agora indo ao capítulo 04.

    CAPÍTULO 04
    Yago apareceu de forma totalmente gratuita e não me agrado dele na história, sei que ele serviu bastante para criar mais traumas para o Arthur, mas não sei como ele agrega agora, afinal a relação do Arthur com os ‘amigos’ já tá dando o que falar.
    Túlio renegou o amor que sente por Arthur apenas para se ver livre de comentários preconceituosos, e mesmo com uma abordagem sútil, a web aponta em assuntos delicados que devem ser discutidos sim.
    A depressão do Arthur só se agrava, e ele espera que encontre o Vicente, e eu também espero, esse encontro está me deixando louco kkkk, simplesmente incrível.
    Falando no Vicente, ele acabou acreditando na Riely e no Anthony, e não só isso, ele vai pagar uma passagem para o amante de sua namorada (noiva), é corno manso mesmo.
    Cadê o vizinho da Elizabete que não aparece? (Risos).
    Bom, eu não tinha muito a falar sobre esse capítulo, mas como os demais, está sendo bem desenvolvido e está superando as expectativas.

    CAPÍTULO 05
    Eu realmente não esperava o encontro de Vicente e Arthur dessa forma (sério, eu não esperava por isso), pode ser algo bom ou ruim, a trama simplesmente jogou o encontro sem me dar a chance de me defender, a cena ficou boa, mas eu senti falta de uma preparação anterior, não sei, é como se o momento mais aguardado da web tivesse sido desperdiçado para criar um bom gancho, e na verdade não deixa de ser um bom gancho.
    Já sobre os personagens, o Arthur (desculpe falar), mas é chato pra caramba (risos), ele me lembra muito o Guilherme de “Segredos da Paixão”, os dois vivem se queixando (espero que ele não tenha o mesmo fim do Guilherme, mas pelo jeito né), no entanto o Guilherme tinha motivos para reclamar tanto, já o Arthur meio que não (apesar que eu sei que ele tem depressão e pessoas nesse estado reclamam sem motivo algum, então é justificável, mas não consigo aceitar).
    Fatalmente Diana, que era pra ser minha queridinha, acabou ganhando minha revolta, na verdade não sei bem o motivo, ela me deixa confuso, as vezes fico torcendo por ela e outras vezes não, já sobre ela conhecer Elizabete foi algo que me deixou surpreso.
    Eu temo por Vicente, já que levou a Riely e o amante dela para o Brasil, de todos os personagens o Vicente é o que eu mais gosto, apesar do jeito torto como ele age, ele é inapropriamente puro, mas não é verdadeiro consigo mesmo e nem com os outros que estão ao seu redor. Riely pensa estar o traindo, enquanto ele a trai em pensamento, já que nem foi consumado o ato entre eles, penso que ela será a primeira a descobrir esse segredo envolvendo a vida do Vicente e usar isso para chantageá-lo.
    Carlos Alberto de longe é o personagem que eu mais odeio, e torcia para que sumisse, mas vejo que ele vai até a reta final (e quem sabe, termine a web vivo).

    CAPÍTULO 06
    Aos poucos o drama de Diana vai ganhando destaque e estou gostando muito da forma como está sendo desenvolvido, e curioso para saber como isso vai acabar, e torcendo muito para que ela procure por ajuda.
    Já sobre os acontecimentos envolvendo Vicente e Arthur, eu achei condizente com o que eu já esperava entre os dois, na verdade foi um dos capítulos que me deixou muito triste, quando eles se encontram no jardim, por mais que eles estejam próximos um do outro agora, ele jamais vão se encontrar um no outro como era antes, o tempo passou e eles estão mais distantes do que nunca, eu vi apenas como se eles fossem dois estranhos tentando resgatar algo que não existiu por completo.
    O capítulo não teve muitos acontecimentos e foi bom, deu pra dar aquela acalmada do capítulo anterior que estava cheio de acontecimentos, agora finalmente Vicente e Arthur vão conversar, ter aquela conversa tão esperada, mas que na verdade eu não espero muito, gostaria que continuasse esse clima “fúnebre feat. drama”.

    CAPÍTULO 07
    Eu já disse que eu to amando a Diana? Sério gente, que personagem complexa, personagem maravilhosa, cá entre nós, eu tentei retratar a dupla personalidade com Patrine, mas meio que a “outra” dela não tinha essa presença toda, e que presença.
    Bom, mas voltando ao foco, realmente Vicente e Arthur não reataram, o que foi bom, eu estava torcendo para que isso não acontecesse de fato, afinal eles precisam ficar juntos, mas a trama precisa que eles continuem separados.
    Arthur tá meio que perdido, ele diz que não conhece mais o Vicente, mas como o Vicente disse, as pessoas mudam e passaram-se anos, o Arthur se recorda apenas do Vicente criança, essa é a verdade, e ele não é o motivo do sofrimento do Arthur, na verdade ele é o motivo que talvez o salve (mas isso só o Arthur acredita, eu já acho que será sua ruína).
    Riely e Anthony são ousadíssimos demais e me admiro o Vicente não desconfiar de nada, pelamor, e Riely recusando o Vicente, o que foi aquilo? Eu pensei que ela o quisesse, mas foi melhor assim.
    C. Alberto finalmente não teve um capítulo glorioso para ele, foi bom não ter que me deparar com mais de duas cenas com ele protagonizando, ou fazendo figuração, é realmente um ótimo vilão para a trama, uma pena que o que eu pensei para ele, em algo futuro, não pode se concretizar exatamente por ele ser vilão, afinal pensei em ele defender a família dele quando descobrisse sobre Riely e Anthony (tá eu to viajando demais kkk).
    Túlio ouviu Diana falando com Yago, será que ele consegue desmascarar essa duas caras? (Duas caras mesmo), e descobrimos um caso passado de Diana e um namorado dela, e então ela é cunhada do Yago, e eu estou chocado com isso, e pior, ela deixou o Lauro meio que paralítico, é isso mesmo produção? Resta saber os motivos, como e tudo né, risos. Mas não tem como não achar a cena do Lauro um pouco avulsa da trama, meio que está tão longe do núcleo centrar que me pareceu estranho na hora, mas depois eu pensei: “MEU DEUS, NOVO PERSONAGEM” (mesmo ele já tendo sido citado anteriormente), então eu devo dizer que eu espero muita coisa desse personagem, ainda mais que ele é uma vítima e o amor de Diana, vai nos render muitos flashbacks? Será?
    Solange e Suelen, a dupla que meio que não está despertando a minha atenção, mas talvez uma atitude mais enérgica por parte da Solange faça eu mudar de ideia, agora ela pediu para a Suelen deixar esse emprego, vamos ver qual vai ser a reação da jovem, claramente sabemos que ela vai desobedecer a mãe, resta saber o que Solange vai fazer depois.

    CAPÍTULO 08
    Simbolicamente Carlos Alberto permitiu que Arthur se afogasse, e pela primeira vez não senti maldade na atitude dele, apesar de radical, ele usou da metáfora de que o Vicente nem sempre estaria por perto do jovem para salva-lo, e claro, ele não permitiria que o filho morresse afogado, ele queria apenas passar essa mensagem aos meninos, e conseguiu, o destino mostrou que o Arthur se afogaria sem o Vicente e não conseguiria nadar sozinho, afinal ele está mergulhado em uma depressão, não me surpreendo ver que Carlos Alberto o detesta tanto, afinal aos seus olhos o Arthur é fraco (e eu também acho).
    Prova disso? Assim que o Arthur pergunta a Diana se ela conhece o Yago, ela diz que não, mas se entrega logo em seguida dizendo que ele estava zoando dela, jura mesmo que ele é tão lesado assim? A Diana é esperta, mas o jogo dela é duplo e não vai conseguir se sustentar por muito tempo.
    Eu realmente não sei o que o Yago está planejando, se ele é o bem ou o mal do Arthur, está certo de que ele causou mal ao jovem várias vezes, mas será mesmo que é porque ele ama o Arthur? Ama de maneira torta, mas se o ama é um sentimento que não podemos simplesmente ignorar.
    Yago vai ao encontro de Arthur, que mesmo sabendo o perigo que corria, simplesmente tomou toda a bebida que pôde, para que? Bom, penso eu que ele queria correr o risco, se o Túlio não chegasse com toda a certeza veríamos Arthur na cama do Yago novamente, e mesmo parecendo muito errado, seria consequência do que o Arthur mesmo havia provocado, talvez ele estivesse esperando por isso (não aceito ele ser tão lesado por não ter pensado nisso, ou não ter pensado no fato de que ele marcou pra encontrar a Diana e o Yago foi no lugar).
    Logo depois, Túlio chega e salva o Arthur, mesmo que talvez ele não quisesse ser salvo, Arthur volta pra casa e temos uma cena muito boa, que eu consegui imaginar como se ocorreu a sequência dos acontecimentos, mas não esperava pela queda dele na piscina, meio que eu imaginava que o Vicente o beijaria (corta isso), mas sei lá, aconteceu já em algumas novelas/filmes que eu vi, do beijo embriagado, depois, no dia seguinte a pessoa não tem certeza se de fato aconteceu ou foi um sonho.
    Não sei o motivo, mas a web tem traços muito forte de “Natureza Proibida” (claro, a qualidade 1000), mas é uma característica em que a web é mais família, ela te faz ter apego aos personagens e faz com que a gente passe a torcer por eles, mesmo sendo vilões muitas vezes, é como se Ramona pudesse aparecer a qualquer momento (soltei a bomba e sai correndo).
    Mas voltando ao assunto, a Suelen sabe muito bem no que está se metendo e acho válido, porém inútil, a forma como a Solange pretende interver na situação atual da filha.

    CAPÍTULO 09
    O que eu percebi da web, é que cada capítulo inicia com um flashback de quando os meninos eram crianças, e fatalmente os acontecimentos acabam voltando nos dias atuais, como o exemplo do capítulo anterior que o Arthur inicia o capítulo se afogando quando criança e termina o capítulo caindo na piscina novamente vivendo a mesma coisa. E quem sabe temos uma profecia no início dos capítulos? Então se seguir o exemplo do anterior, acredito que talvez alguém morre em breve? Seria o Vicente? A Elizabeth? E veremos.
    O prêmio de lesado para o capítulo vai para o Vicente, mas vou falar nele depois, afinal ele ficou com o gancho então falarei dele no fim do comentário, antes tenho que falar da Suelen, na verdade não é sobre ela diretamente, mas sim sobre Solange, que assim que foi desmascarada pela filha tinha as cartas na mão para falar do Carlos Alberto e assim revelar tudo, mas será que ainda dá tempo?
    Esse foi um capítulo com tantos acontecimentos, meio que besta, por parte dos personagens, afinal o plano da Diana parece tão tosco, ela e o Yago drogaram o Arthur só pra aparecer uma manchete de jornal? E se isso aparecer, creio que o Vicente não permitiria que o diagnóstico fosse declarado em público, ou seria?
    Enquanto isso, Elizabeth fica mais próxima do Anthony, e eu não consegui acreditar que o Vicente vai pagar aluguel pra ele morar num apartamento próximo a sua família, meu Deus, que trouxa (sim, esse foi um dos motivos), o outro motivo (já terminando aqui), quem em sã consciência fala um segredo a si mesmo em voz alta? Ninguém sabe que as paredes tem ouvidos?
    Vicente não tem noção da gravidade das coisas que ele falou, e ainda por cima ele falou em voz alta (GRITA MAIS ALTO MEU BEM QUE O QUARTEIRÃO AINDA NÃO OUVIU), será mesmo que ele não imaginou que poderia chegar alguém e ouvir (como aconteceu)? E sério, ele foi muito trouxa (DEMAISSSSS), todo mundo sabe que coisas assim nunca podem ser ditas em voz alta, a menos que querem que as pessoas o descubram, mas no fundo eu acredito que o Vicente esperava que o Arthur o ouvisse, mesmo que inconscientemente, banal apenas.
    E claro que o prêmio de trouxa do capítulo vai para o Vicente. Agora vamos focar um pouco na Riely, que descobriu o segredo de seu amado (Chifrudo né), mas o que ela vai fazer agora? Será que ela vai mudar? (pensei nela mudando completamente as atitudes perante aos acontecimentos), e o pior, PORQUE DIABOS ELA TÁ CHORANDO?????

    E é isso, termino meu comentário e peço desculpas pela demora em fazer o comentário específico de todos os capítulos.
    Parabéns!!!

    Curtir

    • Gente que livro é esse? 😄 Mas enfim, pelo menos você se atualizou e fez um comentário específico para cada capítulo.. tem que ter muita paciência pra isso. Obrigado pelos elogios 😍 eu realmente me esforço para apresentar uma narrativa coerente e que agrade pelo menos uma parcela do público
      E vamos lá ..
      Capítulo 02
      Gente que tudo que vc acha isso da web. A ideia dos flashbacks realmente ficou a cara dá história. Afinal que irmãos não tem uma boa lembrança dá infância? Que bom que você gostou da proposta que eu apresentei, apesar de fugir do tom erótico, acredito que realmente ficou a cara do horário. C. Alberto é realmente um crápula, na realidade ele foi pensado primeiramente para ser um fio condutor da história, mas acabou se tornando um espécie de coadjuvante que tem o papel principal de irritar com suas atitudes. E grito que você comparou ele com Geórdio.. kkk Talvez eu tenha me inspirado um pouco nele. 🙈🙊
      E obrigado pelo elogio da cena, eu achei que precisava ser algo diferente que mostrasse exatamente que Diana não é uma pessoa “normal”, acredito que consegui.
      Capítulo 03
      Mateus de transformou em Yago e sim eu tive que mudar algumas coisas na história dele para evitar comparações com o Matheus de Segredos da Paixão. Mas enfim… Rs. Diana realmente é louca mas ainda tem um fio de esperança pra ela. Realmente a cena que mostra C. Alberto abusando de Diana foi bem leve, eu procurei evitar um pouco o erotismo principalmente nesse núcleo que é mais delicado. Suelen tem uma outra visão sobre o novo patrão mas digamos que aos poucos ela vai abrindo os olhos e quem sabe seja realmente a primeira a derrotá-lo. Será?
      Elizabeth é apaixonada por marido mas não é feliz então ela está tentando de alguma forma salvar o casamento dela.
      Capítulo 04
      Yago reaparece de forma misteriosa e logo a relação dele com a história será explicada. Túlio foi muito fraco, mas ele tem seus motivos, sua mãe foi trocada por outro homem então ele não queria dar esse novo “desgosto” pra ela. Mas será que ele consegue ficar longe do Arthur por muito tempo. E o encontro de Arthur e Vicente já vem no próximo capítulo. Kk Vicente foi muito idiota mas ele fez isso porque não queria chegar no Brasil sozinhos afinal seria bem difícil ele encarar Arthur novamente, mas isso acabou sendo inevitável independente de suas companhias.
      Capítulo 05
      A ideia era sim ter um bom gancho, mas também pegar meio que de surpresa, já que Arthur estava em um momento fragilizado e numa situação complicada com o pai. Achei que dessa forma, o leitor seria pego de supetão e poderia tomar o mesmo susto que Arthur tomou. Enfim, pena que não foi da forma como vc imaginava.
      Os sentimentos de Arthur são muito complexos e é até difícil descrever, mas é exatamente isso que você escreveu. A pessoa deprimida acaba reclamando por coisas sem sentido que não afetam tão gravemente sua vida, mas elas acreditam que sim. E grito na comparação com Guilherme. Kk (gente observo muitas comparações .. kk Devo me preocupar?)
      Diana foi pensada exatamente para se sentir isso, em um momento torcer e em outro odiar. O gênio confuso e louco dela é muito complexo e até eu me atrapalho na hora de escrever as cenas dela. Kk
      Vicente é um amor mesmo, também gosto dele. Já C. Alberto está cada vez mais insuportável. Será que ele termina a web vivo?
      E grito com essa premonição de Riely ser a primeira a descobrir a verdade. É exatamente isso.
      Capítulo 06
      Diana realmente está ganhando espaço porque ela é peça fundamental na história. E ahistoria confusa dela aos poucos ganha forma. A cena do jardim é uma das minhas favoritas, além de mostrar um reboot de um acontecimento do passado, se torna o lugar para a primeira conversa deles após 10 anos, e como você esperava nada foi resolvido. Arthur não quis dar ouvidos a Vicente. Rs então o clima fúnebre continua pelo menos por mais um capítulo. Rs
      Capítulo 07
      Gente a Diana te conquistou mesmo né. Kk (boatos que vc já sabia que ia gostar dela é até a colocou na abertura) kk
      Bem, sua análise sobre Arthur é bastante pláusivel. Mas será que é isso mesmo?
      Você viajou legal nessa suposição de que C. Alberto defenderia a família, rs Mas suposições são bem vindas.
      Túlio é o primeiro a perceber das armações de Yago e Diana mas será que ele consegue alertar Arthur a tempo? E sim, surge um novo personagem Lauro, ele não terá tanto destaque mas será responsável por tentar ajudar Diana, eles tem um passado juntos. Mas o que será que aconteceu com ele? E sim, os flashbacks vão responder. Rs
      Já Solange e Suelen terão aos poucos seu destaque.
      Capítulo 08
      Será que C. Alberto tem um pingo de bondade? Eu quis deixar essa dúvida meio que dessa forma, sem perder a característica do personagem. Afinal ele deixaria o filho se afogar? Ou ele queria mesmo ensinar algo aos filhos.
      Essa ingenuidade do Arthur foi feita exclusivamente para irritar e pro leito pensar justamente: Que diabos ele está fazendo? Apesar de tudo que Yago lhe fez, ele aceitou conversar com ele. Será que por conta de uma paixão encubada? Um dos motivos por ele ter bebido foi o turbilhão de sentimentos que ele estava sentindo depois dá conversa com Vicente.
      Juro que pensei em algo parecido com isso, essa cena do beijo embriagado. Kk mas depois achei que ainda não era a hora.
      E grito com sua comparação com NP.. A história tem sim esses traços família bem semelhantes apesar de ser histórias completamente opostas. E nao duvide que a mulher perigosa reapareça do nada. Kk (lembra-se que a história dela ainda está em aberto) rs
      Em breve uma reação mais radical de Solange será tomada. AGUARDE!
      Capítulo 09
      A maioria dos flashbacks tem sim esse propósito de recria-las de outra forma mais tarde. E será que você está certo sobre a morte de alguém?
      Vicente realmente vacilou kkk e ele merece sim o prêmio de lesado. Mas em defesa dele digo que ele queria se declarar para Arthur e como não tinha coragem de fazer com ele acordado, decidiu fazer isso com ele dormindo mas acabou complicando sua situação.
      E Solange sim vai tomar essa atitude e contar tudo o que sabe sobre C. Alberto a Suelen. Será que dessa vez ela se dá conta da cilada que está caindo?

      Obrigado pelo mega comentário. Kkk e aguardo os próximos. 😋

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s