Insane Fears (3ª Temporada): Lago Negro – Episódio 01

Temporada de Jean Ventura
3×1 – Ganha-se um, Perde-se Outro

Cena 1- Casa de Mário e Felícia/ Quarto de Miguel/ Noite

Miguel, um garoto loiro com aparentemente 11 anos de idade, está sentado em sua cama, conversando com uma menina que está sentada à sua frente. Ela é Gabriela, e aparenta ter a mesma idade que ele, porém, seus cabelos são castanhos. As crianças demonstram grande intimidade, ao brincarem com um jogo de tabuleiro. Miguel abre um largo sorriso após sua jogada final.

Miguel- E venci, mais uma vez! Você não é boa o suficiente para jogar comigo, Gabi, sinto muito em ter que dizer isso.

Gabriela- Eu deixo você vencer, bobo! Não gosto de te ver triste, então deixo você ganhar todas as partidas.

Miguel- Tudo bem, vou fingir que acredito, só para não te decepcionar.

Miguel ri, e de repente, a porta do quarto se abre. Uma mulher adentra, e então, Gabriela desaparece dali. Ela é Felícia, mãe de Miguel.

Felícia- Miguel, meu filho, você está falando sozinho de novo? Eu escutei sua voz lá da cozinha, e quando me aproximei do quarto ouvi você dizer que não queria decepcionar alguém. Quem é essa pessoa?!

Miguel- É minha amiga! Mas só eu posso vê-la!

Felícia- Só você pode vê-la, porque essa sua “amiga”, é imaginária. Ela não existe, é apenas coisa da sua cabeça!

Miguel-Para de dizer que ela não é real, mãe! Ela não gosta de ser tratada assim, e eu também não!

Felícia: Só estou dizendo a verdade… Mas estou muito preocupada com você, Miguel. Ultimamente você tem falado sozinho com muita frequência. Mas eu não vou ficar vendo isso de braços cruzados.

Ela se retira do quarto, preocupada, e deixa Miguel sozinho. A sós, ele olha para a poltrona no canto da janela, e avista Gabriela sentada, o observando com um olhar neutro.

Cena 2- Casa de Mário e Felícia/ Quarto de Mário e Felícia/ Noite

A porta se abre e Felícia adentra o quarto, indo até o marido, Mário, um homem na faixa dos 40 anos de idade. Felícia se senta ao lado dele na cama, mas ele permanece concentrado no notebook que está sobre seu colo.

Felícia- Precisamos conversar, Mário, é urgente.

Mário- Só um momento, querida.

Felícia- Larga esse computador, o assunto é sério. Estou preocupada com Miguel.

Ele desliga o notebook e se vira para ela.

Mário- O que aconteceu? Ele está doente?

Felícia- Eu acabei de pegá-lo falando sozinho, mais uma vez. Isso está cada vez mais frequente. Acho que Miguel, por ser só, criou um amigo imaginário para suprir a ausência de um irmão…

Mário- Realmente, já vi muitos casos de crianças que são solitárias, e criam um ser imaginário para ter companhia… Bom, acho que isso é mais um motivo para acelerar o processo de adoção que iniciamos alguns meses atrás.

Felícia- Exatamente! Além de resolvermos esse problema do Miguel, vamos realizar o sonho de ter mais um filho. Já que não posso mais engravidar devido as complicações no parto do Miguel, podemos adotar uma criança!

Mário- Sim! E vai ser mais fácil conseguir, pois já entramos com o pedido de adoção, só precisamos acelerar esse processo.

Eles se olham e sorriem, felizes.

Felícia-  Te amo!

Mário- É recíproco, eu também te amo.

Eles se aproximam mais e se beijam, apaixonados.

Cena 3- Amanhece

Cena 4- Casa de Mário e Felícia/ Cozinha/ Dia

Mário, Felícia e Miguel tomam café da manhã, sentados à mesa.

Mário- Meu filho, se lembra de quando eu e sua mãe entramos com um pedido de adoção, para te dar um irmão?

Ele balança a cabeça, afirmando que sim.

Felícia- Esse nosso desejo está perto de se realizar, Miguel. Se tudo der certo, em breve você vai ganhar um parceiro. Gostaria de ter uma pessoa para brincar, conversar, partilhar seus brinquedos… Não gostaria?

Miguel- Claro, sempre quis ter um irmão! Vai ser maneiro!

O garoto sorri e Mário e Felícia se olham, também sorrindo, felizes com o entusiasmo do filho.

Cena 5- Casa de Mário e Felícia/ Quarto de Miguel/ Dia

Miguel conversa com Gabriela, ambos sentados no chão, um de frente para o outro.

Gabriela (cabisbaixa)- Então quer dizer que você vai ganhar um irmão?

Miguel (entusiasmado)- Sim, não é demais? Mal posso esperar, sempre quis ter um irmão…

Gabriela- E com a chegada desse garoto você vai me deixar de lado, não é? Não vai mais querer brincar comigo, vai me trocar por esse irmão!

Os olhos da menina se enchem de lágrimas, e Miguel tenta reanimá-la.

Miguel- Não. Você tá entendendo errado! Não vou te abandonar, apenas terei mais um amigo!

Gabriela- Você só está dizendo isso para não me magoar, mas eu sei que você vai me deixar de lado!

Ela chora.

Miguel- Eu te prometo, isso não vai acontecer. Confia em mim!

Ele olha para ela, que aos poucos, cessa as lágrimas.

Gabriela- Sua promessa está registrada, e eu vou cobrar!

Ele sorri para ela, e ela faz o mesmo para ele.

Cena 6- Passagem de Tempo

Algumas semanas se passam, e nesse período, uma assistente social visita a casa de Mário e Felícia, verificando se o imóvel tem condições de receber uma criança; O casal recebe aprovação e consegue adotar um garoto, Eduardo, de 15 anos. Mário e Felícia tiveram facilidade em conseguir a guarda de Eduardo, pois o fato dele ser adolescente, fazia com que poucas famílias tivessem interesse em adotá-lo.

Cena 7- Casa de Mário e Felícia/ Entrada/ Noite

Começa a anoitecer. A porta de entrada se abre e Mário adentra, junto com Eduardo, que carrega uma mochila nas costas. Apesar de receoso em relação a nova família, o menino esboça um largo sorriso de felicidade. Felícia e Miguel aparecem e vão até eles.

Felícia- Finalmente vocês chegaram! Não estava mais aguentando de tanta ansiedade pela chegada do nosso filho… Eduardo, seja bem-vindo!

Eduardo- Eu também estava muito ansioso, fico muito feliz por terem me adotado, não sabem como eu sonhei em fazer parte de uma família! Ter um pai, mãe, irmão…

Ele sorri e Felícia retribui. Após, eles se abraçam, emocionados.

Mário- Eduardo veio para trazer ainda mais alegria à nossa família.

Ele sorri e passa a mão no cabelo de Eduardo, fazendo um carinho. Miguel se aproxima do irmão.

Miguel- Poxa, nem acredito que agora tenho um irmão! Vamos curtir muito, Eduardo, vai ser maneiro!

Eduardo- Pode crer, vamos curtir muito, juntos!

Eles sorriem e se cumprimentam com um toque na mão, da mesma forma que a maioria das crianças dessa idade fazem. Logo após, eles se abraçam. Mário e Felícia se emocionam, tal como os dois garotos. Ainda abraçado em Eduardo, Miguel olha para a sala de estar, à sua frente. No centro da sala, ele vê Gabriela em pé, lhe olhando e balançando a cabeça, em sinal de reprovação.

Cena 8- Casa de Mário e Felícia/ Quarto de Miguel e Eduardo/ Noite

Miguel e Eduardo estão sentados, cada um na sua cama (a cama de Eduardo foi instalada logo que a família recebeu a confirmação da adoção). Ambos estão com um tablet na mão, jogando online. A porta se abre e Mário e Felícia entram.

Mário- Está na hora de dormir. Já está tarde.

Miguel- Deixa a gente jogar, só mais um pouquinho, pai?

Felícia- Não, chega de game por hoje. Amanhã vocês tem o dia todo para jogar, estão de férias.

Eduardo- Amanhã continuamos, Miguel. Vamos salvar a partida.

Miguel concorda e ele e seu irmão desligam os tablets, os colocando sobre o criado-mudo. Logo após, eles se deitam e se aconchegam em suas camas. Mário e Felícia se despedem deles com um beijo na bochecha, apagam as luzes e saem do quarto, fechando a porta.

Alguns minutos se passam, e os dois garotos já dormiam. De repente, Miguel se acorda. Ele se assusta ao ver uma sombra em sua frente. Mesmo com o quarto iluminado apenas por um pequeno abajur, ele reconhece Gabriela.

Miguel-  O que você tá fazendo aqui?

Gabriela não diz nada, apenas o encara, séria.

Cena 9- Casa de Mário e Felícia/ Quarto de Mário e Felícia/ Noite

Mário e Felícia estão deitados na cama de casal, lado à lado, cobertos por um edredom e com apenas um abajur ligado.

Felícia- Reparou como o Miguel ficou feliz com a chegada do Edu? Acho que ele sempre precisou de um irmão.

Mário- Sim, agora o Miguel tem uma pessoa real para lhe fazer companhia. E também realizamos o nosso sonho de ter mais um filho.

Eles sorriem um para o outro.

Felícia- Nossa vida tem tudo para melhorar ainda mais, meu amor. Um novo filho alegrando essa casa, era o que estava faltando.

Felizes, eles se aproximam e se beijam, apaixonados.

Cena 10- Casa de Mário e Felícia/ Corredor/ Noite

Miguel e Gabriela estão em pé, no escuro, conversando.

Miguel- O que você quer? Por que me acordou à essa hora da noite? Me deu o maior susto…

Gabriela (irritada)- Você não cumpriu sua promessa! Me trocou por esse garoto, nem falou comigo desde que ele chegou!

Miguel- Não é nada disso, Gabriela! Ele chegou agora, é normal eu dar mais atenção pra ele!

Gabriela- Você não pode fazer isso! Não pode me trocar por esse Eduardo, Miguel! De forma alguma!

Antes que Miguel possa dizer algo, a porta do quarto atrás de si se abre, e Eduardo sai de lá. Gabriela desaparece.

Eduardo- Miguel? O que você está fazendo aqui, no escuro? Está falando com quem?

Miguel se vira para ele.

Miguel- Não é nada, Edu. Vamos dormir.

Eduardo- Mas eu escutei você conversando com alguém. Quem era?

Eduardo- É minha amiga, Gabriela. Mas deixa isso pra lá, você não vai entender.

Miguel entra no quarto, e Eduardo o observa por um instante, intrigado. Após, ele também entra no quarto e fecha a porta.

Cena 11- Amanhece. O foco é o lago que está localizado aos arredores da casa.

Cena 12- Casa de Mário e Felícia/ Sala de Estar/ Dia

Miguel e Eduardo estão sentados no sofá, vendo tv. Felícia está em pé na sala, passando roupa com o ferro elétrico. Mário já havia saído para trabalhar.

Eduardo- Miguel, vamos nadar no lago? Ontem quando eu cheguei vi ele, de longe.

Miguel- Não dá, Edu. Eu não sei nadar, e esse lago é muito profundo.

Felícia-Exatamente. Não quero ninguém entrando naquele lago, é muito perigoso.

Eduardo- Tudo bem… O que vamos fazer então?

Miguel- Podemos jogar bola. Perto do lago tem um espaço irado pra jogar.

Eduardo concorda e se levanta, junto com Miguel, para sair da casa. Mas antes, Felícia faz uma recomendação.

Felícia- Podem jogar bola, mas cuidado com o lago, de qualquer forma. Ele é muito próximo do campo.

Os meninos concordam, e saem. Felícia continua passando roupa e vendo tv.

Cena 13- Casa de Mário e Felícia/ Quintal/ Dia

Miguel e Eduardo jogam bola no espaço aberto perto do lago. À vários metros dali, está a casa em que a família reside. Embaixo de uma árvore às margens da água, Miguel avista Gabriela sentada no chão, olhando seriamente para ele. Porém, ele ignora a presença dela, e apenas se diverte na brincadeira com o irmão. Em um chute de Eduardo, a bola passa por Miguel em alta velocidade, e a mesma acaba caindo no lago. Os garotos suspiram, desapontados com o que aconteceu. Eles caminham até a beira da água e avistam o objeto, não muito longe.

Eduardo- E agora? Como vamos recuperar a bola?

Miguel- Eu vou tentar pegar.

Eduardo- Mas a mamãe proibiu a gente de entrar no lago.

Miguel- Relaxa, cara. A bola tá aqui perto, não precisa entrar na água.

Miguel caminha pela estreita passarela de madeira, que dá acesso até a metade do lago sem precisar se molhar. Ele chega até onde a bola flutuava na água e se ajoelha na ponte, para pegá-la. Gabriela continua observando tudo, mas dessa vez, ao lado de Eduardo, às margens daquela rica fonte de água doce, porém ele não a vê. Miguel tem dificuldades para pegar a bola, e se arrisca, ao ficar na beirada da passarela. Ele estende o braço, mas não alcança o objeto. De repente, ele se desequilibra, e cai na água. O garoto começa a se afogar, se debatendo e gritando por socorro. Miguel afunda no lago, mas logo sobe novamente, várias vezes. Ele avista Eduardo, que já está na ponte, desesperado com a situação.

Eduardo- Ai, meu Deus… Aguenta aí, Miguel. Eu vou pedir ajuda!

Eduardo sai correndo em direção a casa, e Miguel permanece se debatendo na água. Ele vai ficando cada vez mais fraco, sua visão fica embaçada devido ao líquido que adentra em seus olhos. Miguel avista na ponte, Gabriela, ainda lhe olhando, com o mesmo olhar sério de antes. Essa é sua última visão, e logo em seguida, ele afunda no lago, já inconsciente.

A cena congela no rosto inconsciente de Miguel, em um tom vermelho. A imagem fica refletida no fundo de um lago.

Anúncios

33 thoughts on “Insane Fears (3ª Temporada): Lago Negro – Episódio 01

  1. Um amigo imaginário não se comportaria como a Gabi se comportou. Como fruto da imaginação do Miguel, ela deveria ser refém da consciência e da inconsciência dele. Por que ela não é? Prova A: ela não desenvolveu afeto pelo Eduardo, o que prova que ela não está ligada à consciência do Miguel. Prova B: ela não aceita a atenção que o Miguel dá ao Eduardo, porque sabe que isso a fará ser esquecida pelo Miguel, o que prova que ela tem consciência própria e, consequentemente, não está ligada à inconsciência do Miguel. Prova C: ela foi completamente indiferente à morte do Miguel, o que prova que ela não depende dele para existir.

    Gabriela não é uma amiga imaginária, é uma espécie de entidade sobrenatural que se afeiçoou ao Miguel. Pode ser que ela seja um fantasma, que se comunica com o Miguel graças à sua mediunidade. Mas acredito que seja um demônio, já que foi capaz de demonstrar sentimentos como inveja, raiva e indiferença diante do sofrimento alheio.

    Sim, Gabriela é culpada da morte do Miguel. Como entidade sobrenatural, ela não pôde agir diretamente, mas sua omissão foi crucial e contribuiu para a morte do Miguel. Um amigo imaginário entenderia que a morte do seu criador também o mataria, portanto o momento de agonia do Miguel poderia, no mínimo, causar na Gabriela a mesma sensação de desespero que ele; ela poderia tentar ajudá-lo a se salvar, caso ele soubesse como se salvar. Um amigo imaginário nada mais é do que o cérebro projetando uma entidade em forma humana agindo da maneira que ele bem entender; e a Gabriela provou que age independentemente do cérebro do Miguel: ele não criaria um inimigo imaginário, ele é uma criança sem malícia, seria incapaz de projetar tamanha frieza e egoísmo na Gabriela.

    Curtido por 1 pessoa

    • Grito com a análise, nem há o que dizer sobre os fatos apresentados, né nom? Só posso dizer que Gabriela ainda vai ter sua presença justificada. Mas será que foi ela a responsável pela morte de Miguel? Muita coisa ainda pode acontecer, aguardemos o desenrolar.

      Adorei toda essa análise, Glay, obrigado pela presença e opinião ❤

      Curtir

  2. Gabriela é uma incógnita, ela sempre observa tudo, e pelo que parece, ela fará de tudo pra alcançar o que deseja… A alegria de Mario e Felicia durou pouco, como diz o título ganha-se um, perde-se outro. Insane Fears – Lago Negro mostrou pra que veio desda primeira cena, não teve correria, tudo dentro do tempo preciso. Uma ótima estreia, uma ótima temporada. Parabéns, Jean 😀 ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Será Gabriela a responsável por toda essa desgraça? Como você disse, é uma incógnita. Obrigado pelos elogios, Flávio, estou aqui com a missão de honrar a confiança que você depositou em mim ao me convidar para o projeto, e espero cumpri-la. Obrigado ❤

      Curtido por 1 pessoa

    • Lago Negro é mais leve que as duas temporadas anteriores, de fato, aqui acho que o suspense predomina mais. Porém, o terror também terá sua vez, e as manifestações sobrenaturais vão aumentar gradativamente conforme o conflito principal se intensifica. Fico lisonjeado com essas palavras, obrigado, Airton ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. Infelizmente estou sem tempo para ler hoje, mas prometo fazer isso no fim de semana e deixo minha crítica no próximo episódio. Mesmo não lendo sei que é um luxo, parabéns Jean!

    Curtido por 1 pessoa

  4. Apesar de menos pesada, me surpreendi muito com a estréia, que de fato mostrou a que veio.
    Só não entendi bem a personagem Gabi, que dá a entender em vários pontos que talvez não seja tão imaginária.
    E com um gancho desse será impossivel não ficar curioso com o proximo episódio.

    Parabéns, Jean.

    Curtido por 1 pessoa

    • Realmente, essa temporada é mais leve que as anteriores, isso deve dar um certo choque, mas espero que não seja um problema. Quanto a Gabriela, a presença dela ainda será justificada. Obrigado, Rodrigo, espero que goste do desenrolar da trama ❤

      Curtido por 1 pessoa

  5. Ganha-se um, perde-se outro já começamos com um ótimo título para o episódio. Nessa estreia tivemos a adoção de Eduardo, a amizade um tanto que diferente entre Miguel e Gabi, além do ponto de partida da temporada: O afogamento de Miguel.

    Me surpreendi com Gabriela. Sei lá, mas parece que a menina tem algo a mais que não nos foi apresentado… Não sei o que é no momento, porém, me esforçarei ao máximo pra tentar decifrar esse mistério. A única personagem que ao meu ver pode ser a responsável pela morte de Miguel é Gabi que no decorrer dos episódios promete surpreender.

    Uma estréia simples, ágil e bastante promissora. “Lago Negro” ainda tem muito pra mostrar, é só aguardar as outras terças e quintas feiras. Ótima estréia, Jean! Detalhes e diálogos muito bem trabalhados. Parabéns!!! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • E Fred ❤
      Bem, parece que Gabriela roubou todos os holofotes para si, não é mesmo? Rainha, adoro. E realmente, ela ainda tem muito para mostrar, em breve mais detalhes sobre ela serão revelados. Mas será que foi ela a responsável pelo destino trágico de Miguel?

      A estreia foi realmente o pontapé inicial, o ponto de partida é a morte de Miguel. Fico muito feliz com os elogios, espero que continue gostando da trama com os novos desdobramentos. Obrigado ❤

      Curtir

  6. Gabriela me deixa com umas coceiras por ser meio que uma incógnita, risos. Porque né, uma amiga imaginária, se tratando da imaginação de Miguel, deveria o amar e fazer o bem pra ele, já que é da mente dele, mas pelo contrário, ela consegue assistir à precoce morte de Miguel com muita frieza, por isso nos vem a tal dúvida, se ela é ou não coisa apenas da cabeça do Miguel ou se é uma espécie de entidade que tomou posse da família e, sei lá, vai sugar tudo que pode. Entendo que rolou sim um grande afeto da parte dela por Miguel, mas não quero acreditar e ter certeza em nada por agora, pois “Lago Negro” parece ser uma caixinha de surpresas, adoro.

    No mais, você arrasou na escrita querido, não vi erros e a leitura flui muito bem numa estreia promissora e envolvente, pisou como de costume, né? De coração, boa sorte com essa nova história, agora em “Insane Fears” e que tudo posso dar certo!

    Parabéns, amigo! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Mas quem garante que Gabriela não amava e nem sentia afeto por Miguel? Quem pode garantir que ela foi responsável pela morte dele? Risos, ela é uma incógnita mesmo. Afinal de contas, quem é Gabriela? Espero que a trama consiga te surpreender.

      Obrigado por todos os elogios, Gui, isso me deixa muito feliz e confiante na história que estou contando. Obrigado, amigo ❤

      Curtido por 1 pessoa

  7. E vamos ao #AnalysisToday do primeiro episódio desse luxo de web série. ✌😛❤😀

    Insane Fears (Lago Negro) – Episódio 01

    A história se inicia com Miguel e Gabriela, sua amiga imaginária jogando um jogo de tabuleiro. Miguel vence e fica se gabando para Gabriela, que diz que o deixou vencer… após isso, Felícia, a mãe de Miguel entra no quarto e vê Miguel falando sozinho, pois ela não consegue ver Gabriela, o que a deixa preocupada. – desde já, digo que Gabriela é rainha, sem mais… e o Miguel… me identifiquei muito com ele: solitário… 😏😏😏 – após isso, Felícia diz a Mário que viu Miguel falando sozinho novamente e pede para ele acelerar o processo de adoção que tinha aberto há algum tempo atrás. – Mário e Felícia, que casal mais lindo, já shippo desde já. ❤❤❤

    Amanhece… Mário e Felícia noticiam a Miguel que adotarão uma criança para lhe fazer companhia, ele se entusiasma e conta a Gabriela, que se entristece com a notícia, pois Miguel irá deixá-la de lado para se divertir com o novo irmão, mas ele diz que não se esquecerá dela e que apenas vai ganhar um novo amigo… – essa cena deixa um pouco explícito que a Gabriela pode ser qualquer coisa, menos uma amiga imaginária do Miguel, pois se ela fosse, ela também iria se alegrar com a notícia… mas se ela não é uma amiga imaginária, o que ela será? 😕😕😕 já vi que pra descobrir isso, eu vou ter que colocar a cabeça pra funcionar, risos. 😛

    Algumas semanas se passam… todos se alegram com a chegada de Eduardo, o filho que Mário e Felícia adotou… menos uma pessoa… quem? Quem? Quem? Raimundo Nonato!!!… brincadeira, risos. 😛 – é Gabriela, que diz que não vai admitir que Miguel a troque – oxente… a Gabriela virou aquelas vilãs, que no início da trama namoram com o mocinho e quando ele a troca pela mocinha, fica com raiva? 😛 E no início da história, eu não gostava muito do Eduardo… pensava que ele poderia causar de algum modo a morte do Miguel, mas agora, eu tô achando ele um personagem maravilhoso. ❤❤❤

    Amanhece… Eduardo e Miguel brincam em um campo próximo a um profundo lago com uma bola, que acaba caindo no lago… Miguel tenta pegar a bola, mas acaba caindo dentro do lado e se afogando, Eduardo corre para dentro de casa atrás de ajuda e Gabriela observa Miguel se afogando, até não resistir e morrer. – a Gabriela é a maior culpada da morte do Miguel, Eduardo também tem a sua parcela de culpa: ele, como irmão mais velho (o roteiro diz que eles é mais velho) deveria ter ir buscado a bola, ao invés de ter deixado o Miguel ir buscar, mas enfim… apenas imagino as reações de Mário e Felícia quando souberem da morte do Miguel.

    Episódio maravilhoso.
    Parabéns, Jean! 😀

    Curtido por 1 pessoa

    • Aí que saudades das suas análises, luxo total.

      Bom, Gabriela é uma rainha mesmo, apesar de ter tido poucos detalhes revelados, ela parece ter sido a personagem que mais despertou atenção nessa estreia.

      Mário e Felícia, um casal unido desse. Eles adotam Eduardo, e por algum motivo Gabriela não gosta nem um pouco disso. E se Gabi não é fruto da imaginação de Miguel, o que ela é então? Risos. Grito que considera Gabriela e Eduardo ambos culpados pela morte de Miguel, mesmo que indiretamente. Será que foi um dos dois o responsável pela tragédia? Os dois juntos? Nenhum dos dois? Há possibilidades diversas.

      Obrigado, Roberto ❤

      Curtido por 1 pessoa

  8. Que maravilha voltar a acompanhar um projeto do blog e melhor ainda é voltar com um capítulo desses.👏
    Bem, Gabriela não queria dividir seu amigo com ninguém, Miguel arranjou um irmãozinho e deixou um pouco de lado a amiga imaginária 😞. Será que houve algo a mais na queda de Miguel no lago, será que alguém sabotou a madeira a qual foi usada pelo garoto para resgatar a bola😢.
    No mais, parabéns Jean, excelente ínicio e já estou esperando o segundo episódio.😀

    Curtido por 1 pessoa

    • Aí, fico muito feliz em ler isso, de verdade ❤

      Gabriela ficou com ciúmes mesmo, mas será que tem algo mais por trás disso? O fato, é que ela gosta do Miguel, e não gostou nem um pouco de ter sido jogado pra escanteio. Grito na teoria, será que sabotaram a ponte?

      Obrigado, Vitor, espero goste do desenrolar da trama!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s