As 50 Melhores Novelas Latinas – 2ª Edição

Por: Willian Gonçalves

“SIMPLEMENTE MARÍA”: UMA ÍNDIA ENVOLVIDA ENTRE DOIS AMORES!

Uma inocente índia vê sua vida se transformar ao se mudar para a cidade grande, e de empregada doméstica, torna-se uma grande estilista. E entre suas realizações, terá que se decidir entre dois amores e lidar com as crueldades de uma terrível vilã.

Escrita por Carlos Romero, Kary Fajer e Gabriela Ortigoza e produzida por Valentín Pimstein em 150 capítulos para o horário das 17h da tarde no Canal de las Estrellas da Televisa entre 1989 e 1990, o folhetim foi baseado na telenovela argentina homônima de Celia Alcántara, e contou com Victoria Ruffo, Manuel Saval e Jaime Garza nos papéis principais.

O folhetim conta a história da humilde María (Victoria Ruffo), que deixa seu povoado em busca de melhores oportunidades na Cidade do México, e lá, ela consegue um emprego como empregada doméstica na casa da família Del Villar. Lá, ela conhece Juan Carlos (Manuel Saval), um playboy acostumado a seduzir e abandonar diversas moças, e com María, acaba não sendo diferente, porém, o que ele não esperava, era que María acabaria grávida.

María acaba conhecendo o professor Víctor (Jaime Garza), que se solidariza com a situação da índia e a leva para viver em sua casa, e lá, também lhe ensina a ler a escrever. Para sobreviver, María passa a trabalhar como costureira. Após o nascimento do filho de María, Víctor confessa para a índia seus reais sentimentos por ela, porém, ela não lhe dá ouvidos, desacreditada no amor por conta de seu passado com Juan Carlos.

Alguns anos se passam, e com o grande esforço de seu trabalho, María acaba se tornando uma grande estilista de moda, e seu filho, José Ignacio (Toño Mauri), torna-se um jovem bondoso. E a partir daí, o destino de María volta a cruzar com os de Juan Carlos e de Víctor. José Ignacio acaba se envolvendo com Laura (Amairani), que se trata da sobrinha de Juan Carlos, pai de José Ignacio, e filha de Lorena del Villar (Gabriela Goldsmith), irmã de Juan Carlos, uma mulher terrível e que sempre impossibilitou a vida de María quando trabalhava em sua casa como empregada. Ela também volta a encontrar Víctor, e dessa vez, resolve dar uma chance ao professor, em quem realmente encontra o verdadeiro amor.

José Ignacio acaba engravidando Laura, para a ira de Lorena, que não aceita que sua filha se relacione com o filho da sua maior inimiga, e com isso, passa a perseguir María e José Ignacio, tentando se livrar de mãe e filho de diversas maneiras.

O folhetim é considerado a versão mais memorável de toda a história de “Simplemente María”, que já ganhou uma versão brasileira através da TV Tupi, com Yoná Magalhães no papel principal, e também, em 2015, ganhou uma nova versão mexicana protagonizada por Claudia Álvarez. Também é considerada memorável a participação de Gabriela Goldsmith como a vilã Lorena del Villar, que durante toda a trama, tentou se livrar de sua rival utilizando diversos e imprevisíveis disfarces, sendo considerada pelos mexicanos a “Rainha dos Disfarces”.

1) Aberturas de “Simplemente María”.

2) Lorena fica louca e jura se vingar de Jose Ignacio.

3) Lorena provoca um incêndio no hospício, foge e muda de visual.

4) Lorena incendeia a casa de modas de María com a ajuda de Arturo e o mata queimado vivo.

5) Lorena joga Sílvia da escada e provoca um infarto em seu pai.

6) José Ignacio discute com María.

7) Lorena dá uma surra em María no cativeiro, que revida as agressões da rival.

8) Lorena morre em uma perseguição policial.

Anúncios

30 thoughts on “As 50 Melhores Novelas Latinas – 2ª Edição

  1. Tenho muita curiosidade por esse novelão.
    Quero muito assistir o remake de 2015.
    Espero que o SBT o exiba. ❤
    Queria saber um pouco mais sobre a audiência da trama, mas mesmo assim amei a edição de hoje.
    Parabéns, Willian!
    #. 😀 🙂 ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Também espero que o SBT exiba a versão de 2015, que não fica muito atrás da versão de 89. Quanto a audiência dela, eu não tenho dados em relação a exibição no México, mas por aqui, foi considerada a maior média das mexicanas. Obrigado pela participação. ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Legal. A Grade de novelas do Las Estrellas era assim em 1989:

    17h Simplesmente Maria
    18h Minha segunda mãe
    18h30 Carrossel
    19h Morrer para Viver
    21h Teresa
    21h30 O Branco e o Negro

    Curtido por 1 pessoa

    • A história dessa novela é bem simples e clássica, mas também, é excelente, eu tenho muita vontade de assistir, e com uma vilã dessas então… Pena que o SBT simplesmente andou para a existência dela apesar da explosão em audiência, se limitando apenas a Maria do Bairro e A Usurpadora. Obrigado pela participação, amigo. ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. E nunca tinha ouvido falar dessa trama, sofro, essa edição aguçou minha curiosidade pela história, apenas sentir. E pelo visto foi um grande sucesso mesmo, visto que ganhou remake à poucos anos atrás, em 2015. E gritei quando li que também teve uma versão no Brasil pela extinta TV Tupi, com a saudosa Yoná Magalhães. Olha, eu creio que mais cedo ou mais tarde o SBT reprise o remake de 2015, na verdade, creio eu que já era pra eles terem reprisado, sendo que a trama foi um sucesso pelo que parece, vamos aguardar pra ver né. E apenas berro com o final da vilã, uma perseguição dessas bicho, adoro.

    No mais, gostei da segunda edição, felizmente mantendo a qualidade da primeira, adorei saber sobre essa obra que não conhecia. Parabéns pela edição, William, amo! ❤

    Curtido por 1 pessoa

    • Simplemente María deve valer muito a pena de se assistir, é uma trama de história bem simples, mas tem todo um encanto e a presença de uma vilã magnífica como a Lorena (que para mim é superior a Soraya, por exemplo). Eu espero que o SBT exiba a versão de 2015, que é bem boa também, daria uma ótima audiência nas tardes. Obrigado pela participação, amigo. ❤

      Curtir

  4. E após a edição anterior, que trazia a luxuosa “América”, veio essa edição, que traz a mexicana “Simplesmente María”… gostei, senti bastante curiosidade pela história, em especial, por causa da vilã… infelizmente, não tenho condições de assistir as cenas agora, mas depois eu assisto… e meus parabéns pela edição, Willian. 😀

    Curtido por 1 pessoa

  5. Infelizmente não tive a oportunidade de acompanhar, mas o pouco que eu sabia/sei me desperta muito interesse.
    Que o remake seja tão bom e interessante, quanto a original

    Curtido por 1 pessoa

  6. Cada vez que falam mais dessa novela, mais cresce meu interesse em assisti-la. Realmente a história é muito interesante e nossa, Lorena de Villar, é você?
    Parabéns Willian e que venha o próximo novelão!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s