Esperança

images

Capitulo 1 – Itália, 1931: Genaro, Giuseppe e Rosa torcem por Toni, que lidera a corrida de asnos. Giuliano não disfarça o seu contentamento ao vê-lo cair. Maria, sem que o pai perceba, corre ao vê-lo no chão. Toni se acidenta na corrida. Rosa e Genaro discutem com Giuliano. Giuseppe tosse e disfarça o lenço manchado de sangue. Rosa reclama da doença do cunhado e de suas idéias. Maria e Toni se encontram e se beijam. Mais um aluno de Genaro desiste das aulas de piano. Toni quer falar com Giuliano, mas Maria teme que o pai mate o seu amado. Ela pede que ele a ame e tira o vestido. Giuliano concorda em dar a mão de Maria ao seu amigo Martino. Giuseppe conta para Toni a saga dos italianos no Brasil. Brasil, 1931: Vincenzo, a mulher e os filhos dançam a tarantela e comemoram a compra da fazenda. Caterina dança com Marcello e Gaetano não tira os olhos dela. Francisca não se conforma que o italiano tenha feito negócio e jura que a fazenda ainda será dela. Maria e Toni combinam fugir. Toni avisa aos pais que está partindo com Maria para o Brasil. Genaro jura que, se ele fizer isso, estará morto para ele. Rosa, chorando, abençoa Toni.

Capitulo 1[V2]-Itália, 1931: Genaro, Giuseppe e Rosa torcem por Toni, que lidera a corrida de asnos. Giuliano não disfarça o seu contentamento ao vê-lo cair. Maria, sem que o pai perceba, corre ao vê-lo no chão. Toni se acidenta na corrida. Rosa e Genaro discutem com Giuliano. Giuseppe tosse e disfarça o lenço manchado de sangue. Rosa reclama da doença do cunhado e de suas idéias. Maria e Toni se encontram e se beijam. Mais um aluno de Genaro desiste das aulas de piano. Toni quer falar com Giuliano, mas Maria teme que o pai mate o seu amado. Ela pede que ele a ame e tira o vestido. Giuliano concorda em dar a mão de Maria ao seu amigo Martino. Giuseppe conta para Toni a saga dos italianos no Brasil. Brasil, 1931: Vincenzo, a mulher e os filhos dançam a tarantela e comemoram a compra da fazenda. Caterina dança com Marcello e Gaetano não tira os olhos dela. Francisca não se conforma que o italiano tenha feito negócio e jura que a fazenda ainda será dela. Maria e Toni combinam fugir. Toni avisa aos pais que está partindo com Maria para o Brasil. Genaro jura que, se ele fizer isso, estará morto para ele. Rosa, chorando, abençoa Toni.

Capitulo 2 [V1] – Genaro bebe muito na companhia de Giuseppe e alardeia que o filho vai partir com a filha do fascista. Martino conta furioso para Giuliano os comentários. Ele proíbe a filha e garante que mata Toni. Luiza pede a Toni que não apareça para buscar Maria e entrega-lhe uma carta da amada. Ela pede que ele vá para o Brasil sozinho que ela ficará esperando. Toni escreve para Maria, mas Giuliano arranca a carta das mãos da filha. Vincenzo se espanta com a visita de boas vindas de Francisca e seus filhos. Ela oferece o dobro do que eles pagaram pela fazenda mais uma comissão, mas Vincenzo não aceita vender. Maurício e Beatriz se impressionam com a história de vida do italiano e seus filhos. Francisca relembra as últimas palavras do marido indicando a caixa forte cheia de ouro, libras esterlinas e jóias. Genaro e Toni não se falam. Giuseppe confessa para o sobrinho ter deixado uma filha no Brasil, que não vê desde pequena. Num cortiço em São Paulo, Madalena percebe o quanto a filha Nina tem o temperamento parecido com o do pai. Após balbuciar o nome da filha, Giuseppe morre.

Capitulo 2 [V2]- Rosa faz a mala de Toni. Luiza ajuda a neta a arrumar as suas coisas. Genaro bebe muito na companhia de Giuseppe e alardeia que o filho vai partir com a filha do fascista. Martino conta furioso para Giuliano os comentários. Ele proíbe a filha e garante que mata Toni. Luiza pede a Toni que não apareça para buscar Maria e entrega-lhe uma carta da amada. Ela pede que ele vá para o Brasil sozinho que ela ficará esperando. Toni escreve para Maria, mas Giuliano arranca a carta das mãos da filha. Vincenzo se espanta com a visita de boas vindas de Francisca e seus filhos. Ela oferece o dobro do que eles pagaram pela fazenda mais uma comissão, mas Vincenzo não aceita vender. Maurício e Beatriz se impressionam com a história de vida do italiano e seus filhos. Francisca relembra as últimas palavras do marido indicando a caixa forte cheia de ouro, libras esterlinas e jóias. Genaro e Toni não se falam. Giuseppe confessa para o sobrinho ter deixado uma filha no Brasil, que não vê desde pequena. Num cortiço em São Paulo, Madalena percebe o quanto a filha Nina tem o temperamento parecido com o do pai. Após balbuciar o nome da filha, Giuseppe morre.

 

Capitulo 3 – O cortejo fúnebre segue para o cemitério. Giuliano atira em Toni, que deseja dar um beijo de despedida em Maria. Ela manda que ele vá embora correndo. Sem dinheiro para a passagem, Toni embarca clandestinamente carregando as malas de um casal. Gaetano confessa para Vincenzo que está gostando de Caterina. Ela comenta com o irmão que Gaetano tem polenta na cabeça. Beatriz e Maurício apóiam a idéia de Júlia de abrir uma escola para as crianças das fazendas. Toni sai do esconderijo e é abordado por um oficial. Maria nada fala com Martino, só escuta. O comandante coloca Toni para trabalhar e avisa que ele será entregue ao serviço de imigração assim que chegar ao Brasil. Madalena prefere não falar sobre o pai de Nina, Giuseppe, que queria mudar o mundo. Na pensão dos estudantes, Felipe, Marcos e Rafael implicam com José Manoel, chamando-o de “murruga”. Júlia mostra uma casa abandonada na vila, onde Beatriz decide montar a escola. Rosa teme que Toni tenha acreditado nas idéias revolucionárias de Giuseppe. O oficial sugere e Toni resolve pular do navio antes que ele aporte em Santos.

    Capitulo 3[V2]O cortejo fúnebre segue para o cemitério. Giuliano atira em Toni, que deseja dar um beijo de despedida em Maria. Ela manda que ele vá embora correndo. Sem dinheiro para a passagem, Toni embarca clandestinamente carregando as malas de um casal. Gaetano confessa para Vincenzo que está gostando de Caterina. Ela comenta com o irmão que Gaetano tem polenta na cabeça. Beatriz e Maurício apóiam a idéia de Júlia de abrir uma escola para as crianças das fazendas. Toni sai do esconderijo e é abordado por um oficial. Maria nada fala com Martino, só escuta. O comandante coloca Toni para trabalhar e avisa que ele será entregue ao serviço de imigração assim que chegar ao Brasil. Madalena prefere não falar sobre o pai de Nina, Giuseppe, que queria mudar o mundo. Na pensão dos estudantes, Felipe, Marcos e Rafael implicam com José Manoel, chamando-o de “murruga”. Júlia mostra uma casa abandonada na vila, onde Beatriz decide montar a escola. Rosa teme que Toni tenha acreditado nas idéias revolucionárias de Giuseppe. O oficial sugere e Toni resolve pular do navio antes que ele aporte em Santos.Toni nada e vê de longe o navio atracar. Rosa acorda sobressaltada depois de um pesadelo. Ao chegar no porto, Toni coloca as roupas para secar e deita nu em cima de sacos de café. O comandante comunica que havia um clandestino que, provavelmente, se afogou. O estivador Mathias simpatiza com Toni.

   

    Capitulo 4 -Toni nada e vê de longe o navio atracar. Rosa acorda sobressaltada depois de um pesadelo. Ao chegar no porto, Toni coloca as roupas para secar e deita nu em cima de sacos de café. O comandante comunica que havia um clandestino que, provavelmente, se afogou. O estivador Mathias simpatiza com Toni. Sua mulher, Noêmia, dá comida para o jovem italiano. Caterina não quer conversa com Gaetano. Nina faz o parto de Julieta no meio dos teares da fábrica. Humberto demite a mulher que acaba de dar à luz. Toni conversa com Eulália no trem que os leva para São Paulo. Soledad consola Manolo, que não consegue emprego. Eulália leva Toni para a sua casa, os pais reclamam, mas acabam convidando-o para ficar lá por um tempo. Francisca se enfurece ao saber que está sendo chamada de “Francisca Mão de Ferro”. Giuliano marca a data de casamento de Maria. Martino dá uma jóia para a sua noiva. Ela decide que vai vendê-la para ir para o Brasil, junto com a avó, encontrar-se com Toni, mesmo sem saber onde ele está.

    Capitulo 4 [V2]- Noêmia, mulher de Mathias, dá comida para o jovem italiano. Caterina não quer conversa com Gaetano. Nina faz o parto de Julieta no meio dos teares da fábrica. Humberto demite a mulher que acaba de dar à luz. Na pensão, os estudantes falam da crise no Brasil. Toni conversa com Eulália no trem que os leva para São Paulo. Soledad consola Manolo, que não consegue emprego. Eulália leva Toni para a sua casa, os pais reclamam, mas acabam convidando-o para ficar lá por um tempo. Francisca se enfurece ao saber que está sendo chamada de “Francisca Mão de Ferro”. Giuliano marca a data de casamento de Maria. Martino dá uma jóia para a sua noiva. Ela decide que vai vendê-la para ir para o Brasil, junto com a avó, encontrar-se com Toni, mesmo sem saber onde ele está. Humberto convida Nina para sair, mas ela recusa o convite do patrão. Madalena acha que a filha agiu erradamente. A bela Nina diz que gostaria de ter conhecido o pai.

    Capitulo 5 – Toni veste roupas velhas de Manolo, que Soledad ajeita para ele. Vincenzo autoriza Gaetano a visitar a fazenda quando quiser, para conversar com Caterina. Marcello oferece ajuda à Beatriz, que pinta a casa. Francisca proíbe a filha de dar aulas para os pobres, mas ela enfrenta a mãe. Gaetano tenta impressionar Caterina, sempre dizendo que é forte como um touro. Humberto convida Nina para sair, mas ela recusa o convite do patrão. Madalena acha que a filha agiu erradamente. Genaro toca piano e se recusa a falar sobre o filho. Martino declara-se completamente apaixonado por Maria, que se recusa a beijá-lo. Maria acha que deve partir logo. Luiza dá força para a neta. Eulália sofre quando Toni fala de Maria. Soledad se escandaliza ao saber que Toni é artista e faz anjos e santos. Na pensão, a discussão é acalorada. Maurício avisa que também dará aulas na escola. Soledad manda Eulália esquecer o italiano, pois ele deve ir embora antes que seja tarde.
Capitulo 5 [V2]-Toni veste roupas velhas de Manolo, que Soledad ajeita para ele. Vincenzo autoriza Gaetano a visitar a fazenda, quando quiser, para conversar com Caterina. Marcello oferece ajuda à Beatriz, que pinta a casa. Beatriz dá aula para as crianças, que se sentam no chão. Francisca proíbe a filha de dar aulas para os pobres, mas ela enfrenta a mãe. Gaetano tenta impressionar Caterina, sempre dizendo que é forte como um touro. Martino declara-se completamente apaixonado por Maria, que se recusa a beijá-lo. Maria acha que deve partir logo. Luiza dá força para a neta. Eulália sofre quando Toni fala de Maria. Soledad se escandaliza ao saber que Toni é artista e faz anjos e santos. Maurício avisa que também dará aulas na escola. Soledad manda Eulália esquecer o italiano, pois ele deve ir embora antes que seja tarde. Eulália se declara para Toni. Ele se desculpa e garante ser apaixonado por Maria. Giuliano viaja. Maria e Luiza preparam as malas. Rosa se espanta ao saber do plano das duas. Genaro é grosseiro, insiste que não tem filho, irritando Luiza. Toni vai embora deixando Eulália desconsolada. Maria e Luiza caminham estrada afora. Eulália avisa à mãe que vai procurar emprego. Toni se oferece como balconista e Ezequiel gosta dele. Maria dá de cara com Giuliano e não consegue fugir. Luiza se recusa a entrar no carro com o genro e fica na estrada.

 

    Capitulo 6 –Eulália se declara para Toni. Ele se desculpa e garante ser apaixonado por Maria. Giuliano viaja. Maria e Luiza preparam as malas. Rosa se espanta ao saber do plano das duas. Genaro é grosseiro, insiste que não tem filho, irritando Luiza. Toni vai embora deixando Eulália desconsolada. Maria e Luiza caminham estrada afora. Eulália avisa à mãe que vai procurar emprego. Toni se oferece como balconista e Ezequiel gosta dele. Maria dá de cara com Giuliano e não consegue fugir. Luiza se recusa a entrar no carro com o genro e fica na estrada. Ezequiel convida Toni para entrar em sua casa e ele admira o piano na sala. Tzipora e Camilli recriminam a atitude de Ezequiel de abrigar o italiano. O som do Noturno de Chopin invade a casa e todos se espantam com o talento de Toni. Na Itália, Genaro toca a mesma canção ao piano. Nina sofre por Giuseppe jamais tê-la procurado e faz perguntas sobre a família do pai. Toni sofre pensando em Maria. Maria chora com saudades de seu amado.

    Capitulo 6 [V2]-Ezequiel convida Toni para entrar em sua casa e ele admira o piano na sala. Tzipora e Camille recriminam a atitude de Ezequiel de abrigar o italiano. O som do Noturno de Chopin invade a casa e todos se espantam com o talento de Toni. Na Itália, Genaro toca a mesma canção ao piano. Nina sofre por Giuseppe jamais tê-la procurado e faz perguntas sobre a família do pai. Toni sofre pensando em Maria. Maria chora com saudades de seu amado. Luiza volta para a casa do genro. Camille não se importa que Toni não seja judeu. Beatriz dá aula para as crianças, que se sentam no chão. Humberto contrata Eulália como aprendiz. Manolo se sente humilhado porque Soledad também quer trabalhar. Francisca se recusa a dar dinheiro para comprar as cadeiras escolares. Maurício garante que vai resolver o problema. Gaetano quer saber sobre a oferta de Francisca, mas Vincenzo disfarça. Marcello comenta que Maurício tem mão de moça e jeito de almofadinha. Gaetano se gaba de ter nascido com a enxada na mão. Genaro insiste com Luigi que não tem mais filho. Rosa está desesperada sem notícias de Toni. Martino jura que fará Maria esquecer o seu amado. Ela promete respeitá-lo e prova o vestido de noiva, chorando. Giuliano sonha em convidar Mussolini para o casamento. Camille gosta de ouvir Toni tocando cançonetas italianas no piano. Eulália entrega o primeiro salário para a mãe e fala de Nina, de quem ficou amiga. Luiza se preocupa com os enjôos de Maria.

   

    Capítulo 7 – Luiza volta para a casa do genro. Camille não se importa que Toni não seja judeu. Beatriz dá aula para as crianças, que se sentam no chão. Humberto contrata Eulália como aprendiz. Manolo se sente humilhado porque Soledad também quer trabalhar. Francisca se recusa a dar dinheiro para comprar as cadeiras escolares. Maurício garante que vai resolver o problema. Gaetano quer saber sobre a oferta de Francisca, mas Vincenzo disfarça. Marcello comenta que Maurício tem mão de moça e jeito de almofadinha. Gaetano se gaba de ter nascido com a enxada na mão. Genaro insiste com Luigi que não tem mais filho. Rosa está desesperada sem notícias de Toni. Martino jura que fará Maria esquecer o seu amado. Ela promete respeitá-lo e prova o vestido de noiva, chorando. Giuliano sonha em convidar Mussolini para o casamento. Camille gosta de ouvir Toni tocando cançonetas italianas no piano. Eulália entrega o primeiro salário para a mãe e fala de Nina, de quem ficou amiga. Luiza se preocupa com os enjôos de Maria.
Capitulo 7 [V2]- Maria chora e confessa que está grávida. Luiza enfrenta o genro e conta tudo. Ele, arrasado, esconde o rosto e chora. Camille começa a se apaixonar por Toni. Tzipora estranha que a filha o defenda tanto e lembra que ele não é judeu. Maria conta tudo para Martino. Ele se retira da casa, jurando nunca mais voltar. Giuliano invade a casa de Genaro, avisa que Toni partiu deixando um filho na barriga de Maria e promete que vai encontrá-lo. Genaro mais uma vez renega o filho. Rosa jura não saber o paradeiro de Toni. Giuliano larga Maria na casa deles. Beatriz descobre que Marcello não sabe escrever e gostaria de aprender. Mariusa cuida dos rapazes na república. Beatriz sugere que Maurício dê aula para os adultos. Francisca detesta a idéia. Constância defende Gaetano, o que irrita Caterina. Camille observa Toni ao piano e suspira. Maria, comovida, dorme na cama que foi de Toni. Genaro avisa que, se Maria não for embora, ele vai. Nina manda Eulália ter cuidado com Humberto e jura que tem nojo de patrão.Tzipora desconfia de que a filha esteja gostando de Toni. Ezequiel dispensa o jovem italiano

   

    Capítulo 8 –Maria chora e confessa que está grávida. Luiza enfrenta o genro e conta tudo. Ele, arrasado, esconde o rosto e chora. Camille começa a se apaixonar por Toni. Tzipora estranha que a filha o defenda tanto e lembra que ele não é judeu. Maria conta tudo para Martino. Ele se retira da casa, jurando nunca mais voltar. Giuliano invade a casa de Genaro, avisa que Toni partiu deixando um filho na barriga de Maria e promete que vai encontrá-lo. Genaro mais uma vez renega o filho. Rosa jura não saber o paradeiro de Toni. Giuliano larga Maria na casa deles. Beatriz descobre que Marcello não sabe escrever e gostaria de aprender. Mariusa cuida dos rapazes na república. Beatriz sugere que Maurício dê aula para os adultos. Francisca detesta a idéia. Constância defende Gaetano, o que irrita Caterina. Maria, comovida, dorme na cama que foi de Toni. Genaro avisa que, se Maria não for embora, ele vai.
Capitulo 8 [V2] Camille reage frente à atitude do pai Ezequiel. Caterina não agüenta mais ouvir as mesmas histórias de Gaetano e deixa-o falando sozinho. Francisca vibra ao saber que os italianos não estão em boa situação financeira. Caterina ouve fascinada a aula de história que Maurício dá para as crianças. Ele avisa que vai haver aula para adultos à noite muito em breve. Vincenzo desanima porque vendeu somente dois porcos e quatro galinhas. Ezequiel sugere que Toni volte para a Itália. Nina conta para Madalena a história que ouviu de um italiano que se jogou no mar para entrar clandestino no Brasil. Luiza leva Maria embora da casa de Genaro e avisa que eles não vão nem conhecer a criança. Ezequiel lembra-se de um amigo que trabalha numa fundição e promete que vai tentar ajudar Toni, para alegria da filha. Giuliano abriga a filha e promete que vai encontrar o pai do neto. Camille insiste com Toni para que ele escreva para a mãe e ele decide só mandar boas notícias. Gaetano se espanta ao saber que Francisca ofereceu 500 contos pela fazenda. Marcello e Caterina tentam disfarçar e afirmam que ele ouviu mal. Camille deixa claro que não quer que Toni vá embora. Ele revela que Maria é o grande amor de sua vida. Camille garante que enviará a carta para Rosa. Madalena conversa com Nina sobre o passado de Giuseppe, antes anarquista e depois comunista. Nina confessa que gostaria muito de conhecer o pai. Vincenzo deixa claro para Gaetano que, para ele, a fazenda não tem preço. Maurício vai avisar Caterina sobre o começo do curso de adultos. Constância bate a porta na cara dele. Francisca está decidida a não deixar que os filhos alfabetizem um adulto sequer. Rosa avisa a Genaro que Giuliano vai atrás de Toni para matá-lo.

    Capítulo 9 –Nina manda Eulália ter cuidado com Humberto e jura que tem nojo de patrão. Ezequiel dispensa Toni, e Camille reage. Caterina não agüenta mais ouvir as mesmas histórias de Gaetano e deixa-o falando sozinho. Francisca vibra ao saber que os italianos não estão em boa situação financeira. Caterina ouve fascinada a aula de história que Maurício dá para as crianças. Ele avisa que vai haver aula para adultos à noite muito em breve. Vincenzo desanima porque vendeu somente dois porcos e quatro galinhas. Ezequiel sugere que Toni volte para a Itália. Nina conta para Madalena a história que ouviu de um italiano que se jogou no mar para entrar clandestino no Brasil. Luiza leva Maria embora da casa de Genaro e avisa que eles não vão nem conhecer a criança. Ezequiel lembra-se de um amigo que trabalha numa fundição e promete que vai tentar ajudar Toni, para alegria da filha. Giuliano abriga a filha e promete que vai encontrar o pai do neto. Camille insiste com Toni para que ele escreva para a mãe e ele decide só mandar boas notícias.
Capitulo 9 [V2]- Giuliano fica sabendo que Toni se jogou no mar. Maria se desespera quando o pai avisa que Toni está morto. Luigi conta para Genaro a triste novidade. Camille pede a Toni que lhe ensine a tocar piano. Rosa não acredita que Toni tenha morrido e aguarda notícias do Brasil. Camille confessa seu amor por Toni e beija-o. Tzipora entra na sala e surpreende-os. Tzipora expulsa Toni. Camille ameaça ir embora também. Tzipora disfarça por causa da chegada de Ezequiel, que manda Toni ir conversar com seu amigo que faz santos. Camille conta à mãe que não enviou a carta que Toni escreveu. Maria não quer acreditar que Toni possa estar morto e jura que vai esperá-lo pela vida toda. Martino gosta de saber sobre o fim do rival. Para irritação de Rosa, Genaro continua negando ter um filho e um neto a caminho. Agostino acha que Toni tem talento e contrata-o, convidando-o para morar na pequena fundição. Caterina e Marcello se matriculam no curso de alfabetização. Francisca jura que não dará um tostão para o projeto dos filhos. Júlia percebe o interesse de Maurício por Caterina. Beatriz insiste que a mãe abandone o luto, mas ela prefere viver para a memória do marido até o fim de seus dias. Nina se preocupa por Eulália estar se envolvendo com o patrão. Soledad se empolga quando a filha conta que o namorado prometeu emprego para Manolo. Toni se despede da família de Ezequiel.

   

    Capítulo 10 –Gaetano se espanta ao saber que Francisca ofereceu 500 contos pela fazenda. Marcello e Caterina tentam disfarçar e afirmam que ele ouviu mal. Camille deixa claro que não quer que Toni vá embora. Ele revela que Maria é o grande amor de sua vida. Camille garante que enviará a carta para Rosa. Madalena conversa com Nina sobre o passado de Giuseppe, antes anarquista e depois comunista. Nina confessa que gostaria muito de conhecer o pai. Vincenzo deixa claro para Gaetano que, para ele, a fazenda não tem preço. Maurício vai avisar Caterina sobre o começo do curso de adultos. Constância bate a porta na cara dele. Francisca está decidida a não deixar que os filhos alfabetizem um adulto sequer. Giuliano fica sabendo que Toni se jogou no mar. Maria se desespera quando o pai avisa que Toni está morto. Luigi conta para Genaro a triste novidade. Rosa não acredita que Toni tenha morrido e aguarda notícias do Brasil. Camille confessa seu amor por Toni e beija-o. Tzipora entra na sala e surpreende-os.

    Capitulo 10 [V2] – Camille vai atrás de Toni no quarto. Camille avisa que nunca vai esquecer o beijo e que ficará esperando por Toni. Ezequiel começa a desconfiar dos sentimentos da filha. Manolo fica chocado ao saber que Eulália está apaixonada pelo patrão. Na república, José Manoel, Felipe e Marcos falam sobre as novas leis de Getúlio Vargas. Humberto contrata Manolo. Toni se instala na fundição de Agostino. Giuliano pede que Luiza ajude-o a convencer Maria a se casar com Martino. Tzipora pede que Ezequiel coloque no correio a carta escrita por Toni. Ele fica furioso ao saber que Camille está apaixonada pelo italiano e que se beijaram. Toni fica sem graça quando Camille aparece na fundição, mas ela acaba beijando-o mais uma vez. Eulália pede que Manolo não interfira no seu namoro com Humberto. Nina sente nojo do patrão. Agostino se lembra que conheceu um Giuseppe na prisão e que tinha uma dívida de gratidão com ele. Martino jura amar Maria e promete reconhecer o filho que ela está esperando. Ela pede que o pretendente espere a criança nascer e, se não tiver recebido notícia de Toni, se casará com ele. Gaetano vai com o pai até a casa de Vincenzo pedir a mão de Caterina em casamento.

   

    Brazil, Capítulo 11 -Tzipora expulsa Toni. Camille ameaça ir embora também. Tzipora disfarça por causa da chegada de Ezequiel, que manda Toni ir conversar com seu amigo que faz santos. Maria não quer acreditar que Toni possa estar morto e jura que vai esperá-lo pela vida toda. Martino gosta de saber sobre o fim do rival. Para irritação de Rosa, Genaro continua negando ter um filho e um neto a caminho. Agostino acha que Toni tem talento e contrata-o, convidando-o para morar na pequena fundição. Caterina e Marcello se matriculam no curso de alfabetização. Francisca jura que não dará um tostão para o projeto dos filhos. Vincenzo proíbe Caterina de estudar. Júlia percebe o interesse de Maurício por Caterina. Beatriz insiste que a mãe abandone o luto, mas ela prefere viver para a memória do marido até o fim de seus dias. Nina se preocupa por Eulália estar se envolvendo com o patrão. Soledad se empolga quando a filha conta que o namorado prometeu emprego para Manolo. Toni se despede da família de Ezequiel. Camille vai atrás dele no quarto.
Capitulo 11 [V2]- Maria diz a Luiza que sonhou com Toni e que só pensa nele. Rosa chora ao receber a carta do filho. Genaro esconde da mulher a emoção que sente pelo filho estar vivo. Camille volta na fundição e confessa que estava morrendo de saudades de Toni. Conta também que foi Ezequiel quem acertou a documentação do italiano. Maria lê a carta de Toni, levada por Rosa. Giuliano avisa que Maria vai casar grávida e expulsa Luiza, que jura partir. Maria implora que a avó fique. Vincenzo garante a Adolfo que ele aprova o casamento e permite que Gaetano faça a corte a Caterina, mas o resto é com eles. Luiza vai embora e Maria promete que não vai perdoar o pai por isso. Genaro recrimina Rosa por ter ido à casa do fascista. Humberto elogia o trabalho de Manolo e promete aumento. Eulália freia os carinhos mais ousados do patrão, quando ele a leva em casa, embora esteja apaixonada. Nina se preocupa ao encontrar Madalena com febre.

  

    Capítulo 12 (Brazil, 6/29/02) – Camille avisa que nunca vai esquecer o beijo e que ficará esperando por Toni. Ezequiel começa a desconfiar dos sentimentos da filha. Manolo fica chocado ao saber que Eulália está apaixonada pelo patrão. Na república, José Manoel, Felipe e Marcos falam sobre as novas leis de Getúlio Vargas. Humberto contrata Manolo. Toni se instala na fundição de Agostino. Giuliano pede que Luiza ajude-o a convencer Maria a se casar com Martino. Tzipora pede que Ezequiel coloque no correio a carta escrita por Toni. Ele fica furioso ao saber que Camille está apaixonada pelo italiano e que se beijaram. Toni fica sem graça quando Camille aparece na fundição, mas ela acaba beijando-o mais uma vez. Eulália pede que Manolo não interfira no seu namoro com Humberto. Nina sente nojo do patrão. Agostino se lembra que conheceu um Giuseppe na prisão e que tinha uma dívida de gratidão com ele. Martino jura amar Maria e promete reconhecer o filho que ela está esperando. Ela pede que o pretendente espere a criança nascer e, se não tiver recebido notícia de Toni, se casará com ele.

    Capitulo 12 [V2]- Caterina fica extasiada com a aula de Maurício. Gaetano mostra-se enciumado, irritando a jovem. De noite sonha que ganha no braço-de-ferro com o professor e resolve desafiá-lo. Tzipora manda Camille esquecer Toni, senão contará tudo para Ezequiel. Ela promete que não voltará mais à fundição. Toni vende na rua os quadros de Agostino. Camille finge comprar um para chamar a atenção de mais fregueses. Giuliano procura Genaro querendo saber onde está Maria, que desapareceu. Maria está para ter o filho e começa a sentir as dores do parto.

    
Capítulo 13. Brazil, 7/1/02. Rosa acolhe Maria e cuida do neto. Genaro não tem coragem de falar nada. Giuliano está desesperado com o sumiço da filha. Toni vende na rua os quadros de Agostino. Camille finge comprar um para chamar a atenção de mais fregueses. Camille enfrenta Ezequiel afirmando sua paixão por Toni. Ezequiel manda chamar o italiano para uma conversa. Eulália se vangloria de ter pedido ao patrão para Nina não ser mandada embora por ter faltado ao trabalho. Giuliano vai buscar Maria. Rosa entrega a carta de Toni, para que ela guarde o endereço. Genaro pega o neto no colo e se emociona, mas disfarça quando a mulher entra. Camille se declara para Toni: ama-o e não sabe mais viver sem ele. Giuliano encontra a carta e rasga-a em pedacinhos. Martino quer se casar com Maria e tornar a criança sua herdeira. Ezequiel permite que Toni freqüente a casa e namore a sua filha, já que ele confirma gostar dela. 
Camille beija Toni. Tzipora se preocupa porque Toni vai precisar se converter. 

    Capitulo 13 [V2]- Luiza ampara a neta que está para ter o filho. Rosa também nega saber o paradeiro de Maria, quando Giuliano invade a casa. Nasce o filho de Maria; Luiza vaticina que ele será um rei, herdeiro de tudo, das dores e das alegrias, e vai embora na estrada rumo ao desconhecido. Maria bate na casa de Genaro e pede que não a mandem embora. Rosa acolhe Maria e cuida do neto. Genaro não tem coragem de falar nada. Giuliano está desesperado com o sumiço da filha. Camille enfrenta Ezequiel afirmando sua paixão por Toni. Ezequiel manda chamar o italiano para uma conversa. Giuliano vai buscar Maria. Rosa entrega a carta de Toni, para que ela guarde o endereço. Genaro pega o neto no colo e se emociona, mas disfarça quando a mulher entra. Camille se declara para Toni: ama-o e não sabe mais viver sem ele. Giuliano encontra a carta e rasga-a em pedacinhos. Martino quer se casar com Maria e tornar a criança sua herdeira. Ezequiel permite que Toni freqüente a casa e namore a sua filha, já que ele confirma gostar dela. Tzipora se preocupa porque Toni vai precisar se converter. Camille beija Toni.

Capítulo 14. Brazil, 7/2/02. Caterina não suporta a conversa de Gaetano, que insiste que sempre foi forte como um touro. Felipe, José Manoel e Rafael convidam Marcos para ir ao lupanar, mas ele inventa uma desculpa. Eulália acaba confessando para Soledad que, quando chega tarde, está com Humberto. E que ele quer dormir com ela antes do casamento, oferecendo o mundo em troca. Maria se casa com Martino. Toni sente um vazio no coração. Camille reclama da mãe por ter de namorar dentro de casa e Toni ser obrigado a tocar piano todo o tempo. Tzipora avisa que, se Toni não quiser se converter, o namoro estará acabado. Maurício explica para Francisca que Getúlio Vargas está queimando o excedente de café. Ela decide que é a hora certa de comprar a fazenda dos italianos. Martino batiza o filho de Maria com o seu nome. Toni explode que não quer mais tocar piano, que odeia o instrumento. Ezequiel chama-o para uma conversa e promete a mão de Camille desde que Toni se converta. 

    Capitulo 14 [V2]- Tzipora diz que viu Camille e Toni namorando no portão. Caterina não suporta a conversa de Gaetano, que insiste que sempre foi forte como um touro. Felipe, José Manoel e Rafael convidam Marcos para ir ao lupanar, mas ele inventa uma desculpa. Eulália acaba confessando para Soledad que, quando chega tarde, está com Humberto. E que ele quer dormir com ela antes do casamento, oferecendo o mundo em troca. Maria se casa com Martino. Toni sente um vazio no coração. Camille reclama da mãe por ter de namorar dentro de casa e Toni ser obrigado a tocar piano todo o tempo. Tzipora avisa que, se Toni não quiser se converter, o namoro estará acabado. Maurício explica para Francisca que Getúlio Vargas está queimando o excedente de café. Ela decide que é a hora certa de comprar a fazenda dos italianos. Martino batiza o filho de Maria com o seu nome. Toni explode que não quer mais tocar piano, que odeia o instrumento. Ezequiel chama-o para uma conversa e promete a mão de Camille desde que Toni se converta. Toni não aceita renegar a própria religião. Camille se desespera.

Capítulo 15. Brazil, 7/3/02.Toni não aceita renegar a própria religião. Camille se desespera. Beatriz lê a redação escrita por Marcello, que compara a professora a uma fada. Caterina escreve que o professor a faz sonhar. Gaetano, ao levantar duas sacas, solta gazes, todos riem e ele vai embora da fazenda humilhado. A criada estranha ver Giuliano dormindo e uma taça de vinho no chão. No rádio, Mussolini discursa e ela se retira em silêncio. Rosa se preocupa porque não tem o endereço do filho: gostaria de escrever outra carta para dizer que Maria se casou.

    Capitulo 15 [V2]Beatriz lê carta de Marcello e Caterina escreve que o professor a faz sonhar. A criada estranha ver Giuliano dormindo e uma taça de vinho no chão. No rádio, Mussolini discursa e ela se retira em silêncio. Rosa se preocupa porque não tem o endereço do filho: gostaria de escrever outra carta para dizer que Maria se casou. Genaro torce para que Toni não receba a primeira carta, na qual Rosa contou que Maria estava grávida. Giuliano está morto. No enterro, Martino protege Maria. Camille avisa Toni que está disposta a viver com ele. Gaetano pede que o pai venda a sua parte na fazenda. Caterina confessa para o irmão que está apaixonada pelo professor. Madalena conta para Nina o seu sonho com Giuseppe e um belo rapaz chamado Toni, que um dia irá procurá-las. Tzipora fica paralisada quando Camille avisa que no dia seguinte não estará em casa.

    Capítulo 16. Brazil, 7/4/02. Genaro torce para que Toni não receba a primeira carta, na qual Rosa contou que Maria estava grávida. Giuliano está morto. No enterro, Martino protege Maria. Camille avisa Toni que está disposta a viver com ele. Gaetano pede que o pai venda a sua parte na fazenda. Caterina confessa para o irmão que está apaixonada pelo professor. Madalena conta para Nina o seu sonho com Giuseppe e um belo rapaz chamado Toni, que um dia irá procurá-las. Tzipora fica paralisada quando Camille avisa que no dia seguinte não estará em casa.

    Capitulo 16 [V2]Tzipora implora que a filha não renegue a família e a religião. Agostino aconselha Toni a se converter, mas ele se assusta com a idéia da circuncisão. Manolo vê Humberto beijando a filha. Ele pressiona Humberto para saber quais são as suas intenções com Eulália. Rosa diz a Genaro que Maria voltou a morar na antiga casa com o marido e o filho. Ezequiel se surpreende ao saber que Camille e Toni foram conversar com o rabino. Marcello diz a Maurício que Vincenzo não consegue ganhar quase nada com a venda do feijão e do milho. Gaetano levanta a suspeita para Afonso que o sócio pode estar roubando. No cinema da cidade, a notícia de que Getúlio Vargas manda queimar 10 milhões de sacas de café. Toni acha que não precisa se converter porque já respeita os mesmos preceitos. Tzipora tenta impedir, mas Camille faz a mala e vai embora da casa dos pais. Humberto demite Manolo e Eulália. Camille se decepciona com o local onde vão dormir. Toni enlaça-a e beija-a. Maria pede que Rosa jamais conte para Toni que ela teve um filho dele. Nina se preocupa com o futuro de Eulália e Madalena se impressiona com a raiva que ela sente do patrão. Camille diz a Tzipora que vai se casar com Toni na religião do belo italiano.

   

    Capítulo 17. Brazil, 7/5/02.Tzipora implora que a filha não renegue a família e a religião. Agostino aconselha Toni a se converter, mas ele se assusta com a idéia da circuncisão. Manolo vê Humberto beijando a filha. Nina se preocupa com o futuro de Eulália e Madalena se impressiona com a raiva que ela sente do patrão. Manolo pressiona Humberto para saber quais são as suas intenções com a filha. Maria volta a morar na antiga casa com o marido e o filho.

    Capitulo 17 [V2]- Tzipora se choca ao saber que a filha vai se casar na igreja, mas se comove com o amor que une os dois. Gaetano aguarda do lado de fora o fim da aula. O povo aguarda o acerto de contas prometido com Maurício. Caterina e Marcello tentam dissuadi-lo. Gaetano tanto provoca que o professor aceita a briga e derruba o oponente com vigorosos golpes da “nobre arte” que aprendeu quando morava na França: o pugilismo. Adolfo leva o filho embora. Francisca teme que o filho esteja fazendo a corte para Caterina, mas ele nega. Marcello conta para o pai que Caterina está apaixonada pelo professor. Maurício confessa para a irmã, Beatriz, que não consegue tirar a italiana Caterina da cabeça. Gaetano insiste que Adolfo venda a fazenda e ele decide fechar negócio com Francisca, se ela pagar 200 contos. Ezequiel chora ao saber a decisão de Camille. Agostino avisa a Toni e Camille que conseguiu um padre que aceita casá-los. Rosa pede a Deus que perdoe Genaro, que continua renegando o filho. Luigi manda todos beberem de graça e avisa que está indo embora, atrás dos filhos, com quem brigou há anos. Martino compra a taberna de Luigi. Camille continua fingindo ser compradora para ajudar Toni a vender quadros. Agostino prepara um altar na fundição para o casamento de Toni e Camille. Seu amigo Pellegrini vai se fingir de padre. Maria finge nem mesmo se lembrar de Toni, e Martino sabe que venceu. Vincenzo gosta quando Constância sugere dividir a fazenda em três, e na parte deles criar boi em vez de plantar café para Getúlio queimar. Adolfo decide vender a sua parte na fazenda para Francisca Beatriz repreende Caterina, que olha para Maurício durante toda a aula. Adolfo diz a Vincenzo que vendeu a parte dele na fazenda para Francisca. Vincenzo se prepara para a guerra.

   

    Capítulo 18. Brazil, 7/6/02. Ezequiel se surpreende ao saber que Camille e Toni foram conversar com o rabino. Vincenzo não consegue ganhar quase nada com a venda do feijão e do milho. Gaetano levanta a suspeita para Afonso que o sócio pode estar roubando. Toni acha que não precisa se converter porque já respeita os mesmos preceitos. Tzipora tenta impedir, mas Camille faz a mala e vai embora da casa dos pais. Humberto demite Manolo e Eulália. Camille se decepciona com o local onde vão dormir. Toni enlaça-a e beija-a. Maria pede que Rosa jamais conte para Toni que ela teve um filho dele.

    Capitulo 18 [V2]- Vincenzo diz aos filhos que Adolfo está vendendo a parte dele na fazenda para Dona Francisca. Maurício e Beatriz pedem que ela não compre a fazenda e o filho a chama de Francisca Mão de Ferro. Francisca gosta. Toni aguarda nervoso no altar. Pellegrini, vestido de padre, chega com a sua trupe de teatro, que fingem ser os convidados do casório. Alguns músicos tocam. Camille entra vestida de noiva. Tzipora olha de longe emocionada. O falso padre casa Camille e Toni. A festa é animada com muita dança e vinho. À noite, Toni e Camille se amam. Vincenzo avisa aos filhos que eles não irão mais à escola se Adolfo vender mesmo a sua parte na fazenda. Ezequiel concorda que Tzipora vá buscar a filha. Caterina vai à fazenda falar com Francisca, mas só encontra Mauricio, que acaba confessando seu amor e beijando-a. Caterina volta radiante para casa. Beatriz se espanta ao saber o que aconteceu. Tzipora leva Toni e Camille de volta para casa. Rosa ameaça deixar Genaro, já que ele não quer ir para o Brasil atrás de Toni. Isabela, neta de Mariusa, chega para ficar na pensão dos estudantes e a avó manda que ela tenha cuidado com os rapazes. Ezequiel não fala com o jovem casal ao chegar. Toni avisa que não vai ficar onde não é bem recebido. Ezequiel mostra a porta da casa. Tzipora se coloca na frente para impedir a saída do casal.

   

Capítulo 19. Brazil, 7/8/02. Camille pede que o marido tenha paciência. José Manoel, Marcos e Rafael acham Isabela uma graça. Maurício garante para Caterina que não vai permitir que a mãe compre a fazenda. Marcello flagra os dois se beijando. Francisca volta de viagem com uma mala de dinheiro. Beatriz e Maurício pensam em reivindicar o que lhes é de direito na herança do pai. Vincenzo quer derrubar o cafezal na parte de Adolfo. Constância fica pasma ao saber que a filha beijou o professor. Agostino explica a Ezequiel que, se Toni não tiver de ser circuncidado, ele aceita se converter. Toni começa a trabalhar como pianista em uma loja musical. Adolfo e Gaetano comemoram a bolada que receberam. Caterina fica brava quando Marcello e Vincenzo acham que não é mais necessário ir à escola. Toni avisa Camille que vai escrever para os pais convidando-os a morar no Brasil.
Capitulo 19 [V2]- Camille pede que o marido tenha paciência. Toni diz a Camille que seu tio Giuseppe morreu falando da filha Nina e que ele gostaria de encontrar a prima. Maurício garante para Caterina que não vai permitir que a mãe compre a fazenda. Marcello flagra os dois se beijando. Francisca volta de viagem com uma mala de dinheiro. Beatriz e Maurício pensam em reivindicar o que lhes é de direito na herança do pai. Nina conversa com Madalena sobre o pai. José Manoel, Marcos e Rafael acham Isabela uma graça. Vincenzo quer derrubar o cafezal na parte de Adolfo. Constância fica pasma ao saber que a filha beijou o professor. Agostino explica a Ezequiel que, se Toni não tiver de ser circuncidado, ele aceita se converter. Toni começa a trabalhar como pianista em uma loja musical. Adolfo e Gaetano comemoram a bolada que receberam. Toni avisa Camille que vai escrever para os pais convidando-os a morar no Brasil. Caterina e Maurício se encontram em um recanto da fazenda e trocam juras de amor. Vincenzo, Constância e Marcello ficam sem palavras quando Francisca avisa que agora são sócios. Ele finca pé que jamais venderá a sua parte. Ela afirma que vai procurar Farina, o outro sócio, e ordena que Vincenzo não faça nada na fazenda sem consultá-la.

   

    Capítulo 20. Brazil, 7/9/02.  Caterina e Maurício se encontram em um recanto da fazenda e trocam juras de amor. Vincenzo, Constância e Marcello ficam sem palavras quando Francisca avisa que agora são sócios. Ele finca pé que jamais venderá a sua parte. Ela afirma que vai procurar Farina. Madalena troca sorrisos com Toni, que toca na loja. Maria não deixa Rosa entrar em sua casa para ver o neto. Toni estranha que Ezequiel tenha comprado uma cama de casal para eles. Manolo pensa em sair do Brasil. Vincenzo proíbe os filhos de pisarem na escola. Ezequiel chama o casal para jantar. Beatriz se impressiona com a paixão que o irmão sente. Rosa recebe carta de Toni e se anima ao saber que ele se casou. Nina avisa Humberto que vai se alistar e quer o emprego de volta quando acabar a revolução. Marcos, Rafael, Felipe e José Manoel, fardados, se despedem de Mariusa e Isabela. Para agredir a mãe, Maurício decide se alistar.
Capitulo 20 [V2]- Caterina e Maurício continuam namorando nos recantos da fazenda. Madalena troca sorrisos com Toni, que toca na loja. Maria não deixa Rosa entrar em sua casa para ver o neto. Madalena diz a Nina que viu um rapaz tocando piano numa loja de instrumentos musicais e que o sorriso de Toni a fez lembrar Giuseppe. Vincenzo proíbe os filhos de pisarem na escola. Manolo pensa em sair do Brasil. Ezequiel chama Toni e Camille para jantar. Caterina diz ao irmão que está apaixonada por Maurício. Beatriz se impressiona com a paixão que o irmão sente. Rosa recebe carta de Toni e se anima ao saber que ele se casou. No cinema da cidade, o anúncio de que o povo de São Paulo vive seus últimos dias de paz. Os estudantes da pensão se revoltam com a morte de quatro estudantes e dizem a Mariusa que vão se alistar. Nina também avisa Humberto que vai se alistar e quer o emprego de volta quando acabar a revolução. Marcos, Rafael, Felipe e José Manoel, fardados, se despedem de Mariusa e Isabela. Nina se despede da mãe. Para agredir Francisca, Maurício decide se alistar. Ela tenta impedir o filho e jura que não irá perdoá-lo. Caterina sofre ao saber da decisão do amado. Francisca quer saber de Beatriz por quem Maurício está enfeitiçado. Tem início a Revolução de 32 no front de batalha. Chega carta para Toni. Tzipora não deixa que Camille abra a carta.

   

    Capítulo 21. Brazil, 7/10/02. Francisca tenta impedir o filho e jura que não irá perdoá-lo. Caterina sofre ao saber da decisão do amado. Chega carta para Toni. Tzipora não deixa que Camille abra a carta. Camille fica aliviada com a notícia de que Maria se casou com Martino e teve um filho com ele. Beatriz se preocupa porque as tropas paulistas estão cercadas. José Manoel é atingido em combate. Nina o socorre no hospital e o médico avisa que o caso é muito grave. Mariusa e Isabela se preocupam com a falta de notícia dos rapazes. José Manoel acorda e se impressiona com a beleza de Nina. Caterina conta para Beatriz que está esperando um filho de Maurício e os pais não podem saber de nada. Maurício e Marcos dão de cara com soldados legalistas. Pellegrini, alegre, chega para avisar a Agostino que a revolução acabou. Toni percebe que houve armação em seu casamento.
Capitulo 21 [V2] Camille fica aliviada com a notícia de que Maria se casou com Martino e teve um filho com ele. Beatriz se preocupa porque as tropas paulistas estão cercadas. José Manoel é atingido em combate. Nina o socorre no hospital e o médico avisa que o caso é muito grave. Mariusa e Isabela se preocupam com a falta de notícia dos rapazes. No Cine Jornal, o povo é informado que após violentos combates os paulistas perderam pontos estratégicos. Os estudantes recebem a ordem para recuar. José Manoel acorda e se impressiona com a beleza de Nina. Caterina conta para Beatriz que está esperando um filho de Maurício e os pais não podem saber de nada. Maurício e Marcos dão de cara com soldados legalistas. Pellegrini, alegre, chega para avisar a Agostino que a revolução acabou. Toni percebe que houve armação em seu casamento.

   

    Capítulo 22. Brazil, 7/11/02. Acaba a revolução e os soldados marcham pela estrada voltando para casa. José Manoel fica inconsolável ao saber que Nina foi embora. Madalena comemora, emocionada, a volta da filha. Mariusa prepara o jantar para os rapazes e se preocupa com o destino do português. Francisca e Beatriz recebem Maurício. Caterina fica eufórica ao saber que o professor voltou. Maurício se apavora ao saber da gravidez de Caterina. Marcos duvida que “murruga” tenha escapado com vida. José Manoel foge do hospital. Toni propõe se casar na religião de Camille, desde que não seja necessária a circuncisão. Maurício pede que Caterina nada fale ainda com os pais.
Capitulo 22 [V2] Acaba a revolução e os soldados marcham pela estrada voltando para casa. José Manoel fica inconsolável ao saber que Nina foi embora. Madalena comemora, emocionada, a volta da filha. Mariusa prepara o jantar para os rapazes e se preocupa com o destino do português. Francisca e Beatriz recebem Maurício. Caterina fica eufórica ao saber que o professor voltou. Maurício se apavora ao saber da gravidez de Caterina. Marcos duvida que “murruga” tenha escapado com vida José Manoel foge do hospital. Toni propõe se casar na religião de Camille, desde que não seja necessária a circuncisão. Maurício pede que Caterina nada fale ainda com os pais. José Manoel bate à porta da pensão e desmaia na frente de todos. Toni e Agostino ficam estremecidos por causa do falso padre, mas continuam trabalhando juntos. Humberto avisa Nina que não tem emprego para ela, mas propõe que ela seja sua amante. Nina dá-lhe um tapa. José Manoel promete que vai encontrar a sua enfermeira. Nina pensa no paradeiro do paciente português. Constância proíbe Caterina de se encontrar com Maurício. Ela confessa que está grávida. Beatriz deixa escapar que Maurício está apaixonado pela italianinha. Vincenzo surpreende a filha e o namorado. Francisca ameaça matar o filho, mas Beatriz conta que ele vai ser pai. Vincenzo empurra a filha de volta para casa e ameaça Maurício

  

    Capítulo 23. Brazil, 7/12/02. José Manoel bate à porta da pensão e desmaia na frente de todos. Toni e Agostino ficam estremecidos por causa do falso padre, mas continuam trabalhando juntos. Humberto avisa Nina que não tem emprego para ela, mas propõe que ela seja sua amante. Nina dá-lhe um tapa. José Manoel promete que vai encontrar a sua enfermeira. Nina pensa no paradeiro do paciente português. Constância proíbe Caterina de se encontrar com Maurício. Ela confessa que está grávida. Beatriz deixa escapar que Maurício está apaixonado pela italianinha. Vincenzo surpreende a filha e o namorado. Francisca ameaça matar o filho, mas Beatriz conta que ele vai ser pai.
Capitulo 23 [V2] Francisca manda Maurício arrumar as malas para voltar para Paris. Constância conta para o marido sobre a gravidez da filha. Ezequiel avisa Toni que está providenciando a cerimônia de casamento. Maurício enfrenta a mãe e garante que não vai fugir. Francisca jura que não reconhecerá um neto com sangue italiano. Vincenzo e Marcello procuram Francisca para marcar o casamento. Maurício avisa que já pediu a mão de Caterina e a mãe o expulsa de casa. Beatriz toma o partido do irmão e também sai de casa. Os dois se mudam para a fazenda de Vincenzo. Francisca, furiosa, promete deserdar os dois filhos. Marcello fica encantado com a presença de Beatriz em sua casa. José Manoel se lembra de Nina. Toni sorri para Madalena e Nina, que sorriem, enlevadas, vendo-o tocar. Agostino não gosta da proposta de Toni de fazer taças e medalhas para times de futebol. Camille apóia o marido, mas Tzipora acha que ele é um sonhador. Caterina e Maurício se casam e acontece uma grande festa na fazenda de Vincenzo. Farina procura Francisca, que faz a proposta de comprar a sua parte da fazenda. Ele diz que quer comprar a parte dela.

   

    Capítulo 24. Brazil, 7/13/02.  Vincenzo empurra a filha de volta para casa e ameaça Maurício. Constância conta para o marido sobre a gravidez. Francisca manda Maurício arrumar as malas para voltar para Paris. Ezequiel avisa Toni que está providenciando a cerimônia. Maurício enfrenta a mãe e garante que não vai fugir. Francisca jura que não reconhecerá um neto com sangue italiano. Vincenzo e Marcello procuram Francisca para marcar o casamento. Maurício avisa que já pediu a mão de Caterina e a mãe o expulsa de casa. Beatriz toma o partido do irmão e também sai de casa. Os dois se mudam para a fazenda de Vincenzo.
Capitulo 24 [V2] Farina diz que quer comprar a parte de Francisca, porque a sua amizade com Vincenzo não tem preço. Na saída, garante que mesmo morto o marido dela deve sentir ciúmes. Beatriz chora ao pensar na mãe e Marcello a consola. Em meio à sua riqueza em ouro e libras esterlinas, Francisca garante que os filhos vão aprender o que é ser pobre. Isabela suspira por José Manoel. Humberto procura Madalena para conversar. Madalena simpatiza com Humberto. Ele garante que veio pedir desculpas a Nina. Conta que é casado, mas é muito sozinho e sem amor. José Manoel grita ao ver Nina na rua. Ele jura que a chamou com a força do seu coração e que não deseja perdê-la mais. Farina não pára de elogiar a beleza de Francisca e confessa para Vincenzo que gostou da viúva. José Manoel estranha que Nina more em um cortiço. Ela avisa que odeia milionários, e ele nada fala da fortuna do pai. Madalena faz força para a filha aceitar Humberto e não um pobretão como o estudante.

   

   Capítulo 25. Brazil, 7/15/02. Francisca avisa que só perdoa o filho se ele voltar sozinho. Maurício sai para trabalhar no campo. Humberto deixa com Madalena a chave do sobradinho que ofereceu à Nina. Sílvia, a esposa de Humberto, que vive presa a uma cadeira de rodas, chama Eulália para uma conversa. Eulália se assusta ao saber que o ex-patrão é casado e que a esposa é a dona de tudo. Sílvia quer saber se ela dormiu com Humberto, mas ela nega. Intrigada, quer descobrir por quem o marido está apaixonado. Caterina ensina Maurício a lidar com a enxada. Sílvia manda Humberto readmitir Eulália e Manolo, e ele reage; mas se enternece quando ela relembra o acidente que a deixou paraplégica. Nina se escandaliza porque Madalena aceitou a chave do sobradinho e a atira pela janela. Genaro fica furioso ao saber que Toni se casou com uma judia. Começa a cerimônia de casamento judaica de Toni e Camille.

    Capitulo 25 [V2]Beatriz decide voltar para casa. Marcello a acompanha e, no caminho, declara a sua paixão. Os dois se beijam. Júlia insinua que Maurício e Beatriz são seus irmãos, mas disfarça. Francisca recebe Beatriz de volta desde que ela não toque no nome de Maurício. Vincenzo comenta com Constância que Farina está interessado em Francisca e em sua fazenda. Francisca avisa que só perdoa o filho se ele voltar sozinho. Maurício sai para trabalhar no campo. Mariusa conversa com José Manoel sobre Nina. Humberto deixa com Madalena a chave do sobradinho que ofereceu à Nina. Sílvia, a esposa de Humberto, que vive presa a uma cadeira de rodas, chama Eulália para uma conversa. Eulália se assusta ao saber que o ex-patrão é casado e que a esposa é a dona de tudo. Sílvia quer saber se ela dormiu com Humberto, mas ela nega. Intrigada, quer descobrir por quem o marido está apaixonado. Caterina ensina Maurício a lidar com a enxada. Sílvia manda Humberto readmitir Eulália e Manolo, e ele reage; mas se enternece quando ela relembra o acidente que a deixou paraplégica. Caterina trata de Maurício, que tem a mão cheia de bolhas. Francisca insiste que Caterina é uma espertalhona e Beatriz decide não discutir com a mãe. Constância fica abismada quando Marcello fala que está apaixonado por Beatriz. Madalena critica Nina por insistir em viver na miséria. Nina se escandaliza porque Madalena aceitou a chave do sobradinho e a atira pela janela. Genaro fica furioso ao saber que Toni se casou com uma judia. A cerimônia de casamento judaica de Toni e Camille se realiza.

   

    Capítulo 26. Brazil, 7/16/02.  Caterina trata de Maurício, que tem a mão cheia de bolhas. Francisca insiste que Caterina é uma espertalhona e Beatriz decide não discutir com a mãe. Constância fica abismada quando Marcello fala que está apaixonado por Beatriz. Madalena critica Nina por insistir em viver na miséria. José Manoel aluga um quarto no cortiço, alegando estar em dificuldades financeiras. Os amigos temem a reação do pai dele quando souber. Beatriz pede que Marcello esqueça o que aconteceu entre eles, mas ele a beija de novo. Francisca promete que Beatriz será a sua única herdeira. Num recanto da fazenda, Marcello tem Beatriz em seus braços e pede desculpas pelo que aconteceu. Ela responde com outro beijo. Maurício estranha que a irmã não apareça para dar aula. Genaro sente dores nos dedos da mão. Maurício não simpatiza com Farina. Beatriz e Marcello se amam mais uma vez. Francisca dá de cara com Farina em sua fazenda.
Capitulo 26 [V2]Nina diz à mãe que não quer ver Humberto nunca mais. José Manoel conversa com Marcos e diz que quer ficar perto de Nina. Ele aluga um quarto no cortiço, alegando estar em dificuldades financeiras. Os amigos temem a reação do pai dele quando souber. Ezequiel conversa com Tzipora e diz que quer ajudar Toni a mudar de vida. Toni e Camille se beijam. Beatriz pede que Marcello esqueça o que aconteceu entre eles, mas ele a beija de novo. Francisca promete que Beatriz será a sua única herdeira. Num recanto da fazenda, Marcello tem Beatriz em seus braços e pede desculpas pelo que aconteceu. Ela responde com outro beijo. Maurício estranha que a irmã não apareça para dar aula. Genaro sente dores nos dedos da mão. Maurício não simpatiza com Farina. Beatriz e Marcello se amam mais uma vez. Ezequiel conversa com Toni e diz que quer ajudá-lo. Farina pergunta à Maurício se Francisca nunca pensou em se casar de novo. Francisca dá de cara com Farina em sua fazenda. Ela estranha ver Farina em suas terras. Ele garante que está apreciando a beleza da fazenda e a dela também. A fazendeira se perturba, mas ironiza quando o italiano afirma estar apaixonado. Ao voltar para casa, afogueada, Francisca se sente observada pelo quadro do falecido marido. Madalena pressiona e Humberto garante que quer formar uma família com Nina. Agostino propõe vender o estúdio para Toni. Nina passa pela loja de música Chopin e observa Toni tocando piano. Um sorri para o outro.

 

    Capítulo 27. Brazil, 7/17/02.  Francisca estranha ver Farina em suas terras. Ele garante que está apreciando a beleza da fazenda e a dela também. A fazendeira se perturba, mas ironiza quando o italiano afirma estar apaixonado. Ao voltar para casa, afogueada, Francisca se sente observada pelo quadro do falecido marido. Madalena pressiona e Humberto garante que quer formar uma família com Nina. Agostino propõe vender o estúdio para Toni. Madalena insiste que a filha não deve jogar a sorte fora. Toni se chateia ao saber que Camille pediu a ajuda do pai. Ezequiel fecha negócio com Agostino. Eulália procura Nina e conta tudo sobre Sílvia.
Capitulo 27 [V2]Toni se chateia ao saber que Camille pediu a ajuda do pai. Rosa conta a Genaro que foi à igreja e que viu Maria com o bebê. Ezequiel fecha negócio com Agostino. Eulália procura Nina e conta tudo sobre Sílvia. Nina aconselha a amiga a aceitar o emprego de volta. Madalena volta a observar Toni tocar piano no interior da loja de música e, ao aproximar-se do pianista, quase desmaia ao saber que ele é de Civita. Nina diz que vai procurar o tal pianista. Genaro rasga uma carta que Rosa escrevia para Toni contando do filho de Maria. Farina faz uma careta de desprezo para o retrato do morto, enquanto aguarda Francisca. Maurício pega Beatriz e Marcello aos beijos.

 

 

    Capítulo 28. Brazil, 7/18/02. Madalena volta a observar Toni tocar piano no interior da loja de música e, ao aproximar-se do pianista, quase desmaia ao saber que ele é de Civita. Nina diz que vai procurar o tal pianista. Genaro rasga uma carta que Rosa escrevia para Toni contando do filho de Maria. Farina faz uma careta de desprezo para o retrato do morto, enquanto aguarda Francisca. Maurício pega Beatriz e Marcello aos beijos.
Capitulo 28 [V2]Maurício reage e Marcello protege Beatriz. Farina insiste que está apaixonado por Francisca. Ela manda que ele se retire e avisa Júlia que não quer ver o italiano nunca mais em sua casa. Marcello pensa em falar com a mãe de Beatriz. Constância teme que Farina também traia Vincenzo. Ezequiel propõe emprestar o dinheiro para que Toni compre a oficina, com juros de 3%, e se ele não puder pagar montará uma loja no local. Vincenzo repreende Marcello por se meter com a filha de Francisca. Maurício avisa a irmã que vai obrigar Marcello a se casar; o italiano não coloca empecilhos, ao contrário, quer se casar com Beatriz. Nina decide ir procurar o pianista da loja de música e mente para o dono da loja, dizendo que quer contratá-lo para uma festa em sua casa. Ela assiste embevecida ao concerto de Toni que, entusiasmado, acaba tocando para ela. Camille tem um pressentimento ruim. José Manoel diz a Marcos que está cada vez mais apaixonado por Nina. Genaro sente dificuldades para tocar piano. Nina se apresenta a Toni. Ela diz que seu pai é de Civita e chama-se Giuseppe. Toni conta que Giuseppe era seu tio, que ele está morto e que suas últimas palavras foram sobre a filha. Madalena quase cai ao saber da morte de Giuseppe. Nina fica encantada com a beleza de Toni. Camille reage ao saber que Nina é bonita.

 

    Capítulo 29. Brazil, 7/19/02.  Maurício reage e Marcello protege Beatriz. Farina insiste que está apaixonado por Francisca. Ela manda que ele se retire e avisa Júlia que não quer ver o italiano nunca mais em sua casa. Marcello pensa em falar com a mãe de Beatriz. Constância teme que Farina também traia Vincenzo. Ezequiel propõe emprestar o dinheiro para que Toni compre a oficina, com juros de 3%, e se ele não puder pagar montará uma loja no local.
Capitulo 29 [V2] Agostino conta para Toni que já fechou o negócio com Ezequiel. Beatriz avisa Marcello que não quer se casar e que é melhor que ele saia de sua vida. Sílvia promete o emprego de Eulália de volta desde que ela lhe dê informações. Silvia fica admirada com as histórias sobre Nina e quer conhecê-la. Farina aconselha Vincenzo a não ir falar com Francisca sobre o casamento de Marcello e Beatriz, e esperar que ela o procure. Toni mostra-se extremamente aborrecido com o sogro. Camille fica abismada ao saber da atitude do pai. Francisca resolve dar uma última oportunidade para Maurício, desde que ele volte para casa sem a mulher. E garante que, se Beatriz estivesse grávida de um italiano, rezaria para ela morrer no parto. Ezequiel garante que só queria ajudar Toni. Marcello reclama por Maurício não trabalhar. Humberto manda Eulália esperar em casa até um tear ficar vago. Soledad se assusta com o ódio que Manolo tem de Humberto. José Manoel pede que Mário se encarregue de uma boa limpeza e da pintura de seu quarto no cortiço. Francisca se assusta ao ver Maurício e o expulsa. Ele exige os seus direitos e ela manda que ele procure um advogado porque, enquanto for viva, não lhe dará um tostão. Ele se perturba quando ela o chama de filho bastardo. Francisca jura para a filha que estava transtornada e que Maurício é seu irmão de sangue. Genaro encontra Rosa morta, debruçada sobre uma carta que escrevia para Toni, onde ela contava sobre o filho dele com Maria. Na hora do enterro, ele coloca a carta entre as flores do caixão.  


Capítulo 30. Brazil, 7/20/02. Vincenzo repreende Marcello por se meter com a filha de Francisca. Maurício avisa a irmã que vai obrigar Marcello a se casar; o italiano não coloca empecilhos, ao contrário, quer se casar com Beatriz. Nina decide ir procurar o pianista da loja de música e mente para o dono da loja, dizendo que quer contratá-lo para uma festa em sua casa. Ela assiste embevecida ao concerto de Toni que, entusiasmado, acaba tocando para ela. Camille tem um pressentimento ruim. Genaro sente dificuldades para tocar piano. Nina se apresenta a Toni.
Capitulo 30 [V2] Beatriz pressiona Júlia para saber se o pai teve filhos fora do casamento. Maurício divide com Caterina a preocupação de ser um bastardo. José Manoel se muda para o cortiço. Caterina conta para a mãe a história do bastardo e pede segredo. Beatriz manda que o irmão esqueça a história. Vincenzo lastima a novidade. Maria visita Genaro, confirma que o seu filho é realmente de Toni, mas pede que ele nunca saiba. Madalena implica com José Manoel porque ele não trabalha. Mário tenta arranjar um emprego no mercado para Jose Manoel. Martino vibra ao saber que Maria está esperando um filho. Toni recebe carta avisando a morte de Rosa e fica furioso por ver que Genaro assinou a carta como se fosse alguém distante, e não o seu pai. Com isso, Toni jura que não tem mais pai. Genaro toca cançonetas ao piano, grita que perdoou o filho e que vai encontrá-lo no Brasil. Toni toca piano e chora.

 

    Capítulo 31. Brazil, 7/22/02. Nina se impressiona com a força de vontade de José Manoel. Madalena insiste com a filha que o português não é homem para ela. Os amigos se espantam ao saber que “murruga” está trabalhando no mercado. Toni quer que Camille vá morar na oficina, mas Ezequiel exige que ele esteja ganhando algum dinheiro. Maurício afirma que não está se sentindo bem em ser um “come e dorme” na casa de Vincenzo. Francisca entra no esconderijo onde guarda sua fortuna e Júlia a espreita. José Manoel se choca ao saber da história do sobradinho. Marcos se encontra com Justine, a francesinha. Maurício pede para voltar a morar na casa da mãe. Ela insiste que ele esqueça esta história de bastardo e o aceita de volta, mas sem Caterina. Beatriz se arrepende por ter amado Marcello mais uma vez. Nina convida Jose Manoel para almoçar com ela. Humberto chega. Os dois ficam cara a cara.
Capitulo 31 [V2] Toni toca piano com muita tristeza e sofrimento pela morte da mãe. Suas lembranças se voltam para a Itália. Amadeo arruma emprego para José Manoel. Genaro tranca a casa e vai embora com a mala na mão. Toni dá brilho na primeira taça que fabricou. Agostino avisa que vai voltar para a Itália. Nina bate no quarto de José Manoel para conversar. Nina se impressiona com a força de vontade de José Manoel. Madalena insiste com a filha que o português não é homem para ela. Os amigos se espantam ao saber que “murruga” está trabalhando no mercado. Toni quer que Camille vá morar na oficina, mas Ezequiel exige que ele esteja ganhando algum dinheiro. Maurício afirma que não está se sentindo bem em ser um “come e dorme” na casa de Vincenzo. Francisca entra no esconderijo onde guarda sua fortuna e Júlia a espreita. José Manoel se choca ao saber da história do sobradinho. Marcos se encontra com Justine, a francesinha. Maurício pede para voltar a morar na casa da mãe. Ela insiste que ele esqueça esta história de bastardo e o aceita de volta, mas sem Caterina. Beatriz se arrepende por ter amado Marcello mais uma vez. Nina convida Jose Manoel para almoçar com ela. Humberto chega. Os dois ficam cara a cara.  USA, 1/28/03 –

 

    Capítulo 32[V1]Brazil, 7/23/02. Humberto oferece o emprego de volta para Nina, mas José Manoel responde que ela não está interessada. Nina concorda e Humberto se retira. Justine garante ao ciumento Marcos que sempre pensa nele, mesmo quando está com outros homens. Ele promete se casar com ela depois de se formar, apesar da relutância do pai. Ao voltar para a pensão, Marcos recebe um telegrama avisando que seu pai se matou. Francisca viaja e Maurício volta para casa levando Caterina, que vai obrigada. Humberto paga para Eulália descobrir quem é José Manoel; ela conta tudo para Sílvia, que insiste em conhecer Nina. Genaro, no tombadilho do navio, lamenta por ter esquecido de trazer a carta com o endereço do filho no Brasil. Maria explode de raiva ao ver Martino ouvindo o discurso de Mussolini pelo rádio, assim como o seu pai fazia. Toni não vende nem uma taça. Sílvia recebe Nina com simpatia. Francisca leva um susto ao ver Caterina em sua casa.
Capitulo 32[V2]-Humberto oferece o emprego de volta para Nina, mas José Manoel responde que ela não está interessada. Nina concorda e Humberto se retira. Justine garante ao ciumento Marcos que sempre pensa nele, mesmo quando está com outros homens. Ele promete se casar com ela depois de se formar, apesar da relutância do pai. Ao voltar para a pensão, Marcos recebe um telegrama avisando que seu pai se matou. Francisca viaja e Maurício volta para casa levando Caterina, que vai obrigada. Humberto paga para Eulália descobrir quem é José Manoel; ela conta tudo para Sílvia, que insiste em conhecer Nina. Genaro, no tombadilho do navio, lamenta por ter esquecido de trazer a carta com o endereço do filho no Brasil. Maria explode de raiva ao ver Martino ouvindo o discurso de Mussolini pelo rádio, assim como o seu pai fazia. Toni não vende nem uma taça. Sílvia recebe Nina com simpatia. Francisca leva um susto ao ver Caterina em sua casa. Francisca manda Maurício e Caterina darem meia volta e irem embora. Maurício avisa que sua mulher vai ter o filho lá. Sílvia se comove ao receber as chaves do sobradinho onde nasceu. Pede a Nina que volte para a tecelagem.

 

    Capítulo 33[V1]. Brazil, 7/24/02.  Francisca manda Maurício e Caterina darem meia volta e irem embora. Maurício avisa que sua mulher vai ter o filho lá. Sílvia se comove ao receber as chaves do sobradinho onde nasceu. Pede a Nina que volte para a tecelagem. Francisca coloca Caterina para trabalhar como uma escrava. Genaro chega ao Brasil. Soledad mostra a Ezequiel uma calça e uma camisa feitos por ela. José Manoel sente ciúmes quando Nina avisa que vai voltar para a tecelagem. Soledad conta para Manolo que vai abrir uma fábrica de calças e camisas para homem e que ele vai aprender a costurar. Marcos volta para a pensão, arrasado. Nina avisa a Madalena que será a mestra das tecelãs. Sílvia pede que Humberto não a deixe, tenha as mulheres que quiser, mas que jamais as beije na boca. Francisca reclama do bolo que Caterina fez e se retira da mesa. Farina avisa que Gaetano quer se vingar de Maurício.
Capitulo 33[V2]- Francisca coloca Caterina para trabalhar como uma escrava. Genaro chega ao Brasil. Soledad mostra a Ezequiel uma calça e uma camisa feitos por ela. José Manoel sente ciúmes quando Nina avisa que vai voltar para a tecelagem. Soledad conta para Manolo que vai abrir uma fábrica de calças e camisas para homem e que ele vai aprender a costurar. Marcos volta para a pensão, arrasado. Nina avisa a Madalena que será a mestra das tecelãs. Sílvia pede que Humberto não a deixe, tenha as mulheres que quiser, mas que jamais as beije na boca. 

 

    Capítulo 34[V1]. Brazil, 7/25/02.  Nina assume a liderança das tecelãs e promete horas-extras para quem trabalhar depois das seis. Paulo relata tudo para Sílvia, que se mostra preocupada de Nina ser comunista. Toni concorda com o sogro que fazer taças não é um bom negócio. Caterina derruba uma travessa de macarrão na cabeça de Francisca, volta para a casa dos pais e jura não querer mais o marido covarde. Gaetano canta pelo caminho, voltando para a fazenda. Genaro se hospeda na pensão de Mariusa. Toni mostra-se muito feliz quando Camille conta que está grávida. José Manoel briga por causa de Nina, ela cuida dos machucados e ele a toma nos braços, beijando-a. Caterina recebe Gaetano. Justine consola Marcos, mas não deixa que ele durma com ela. Os estudantes da pensão se irritam com o ronco de Genaro. Maurício não sabe o que fazer com a partida de Caterina. Gaetano sugere matar Francisca, mas Farina garante que vai resolver de outra maneira o problema da fazenda.
Capitulo 34[V2]- Nina assume a liderança das tecelãs e promete horas-extras para quem trabalhar depois das seis. Paulo relata tudo para Sílvia, que se mostra preocupada de Nina ser comunista. Toni concorda com o sogro que fazer taças não é um bom negócio. Caterina derruba uma travessa de macarrão na cabeça de Francisca, volta para a casa dos pais e jura não querer mais o marido covarde. Gaetano canta pelo caminho, voltando para a fazenda. Genaro se hospeda na pensão de Mariusa Toni mostra-se muito feliz quando Camille conta que está grávida. José Manoel briga por causa de Nina, ela cuida dos machucados e ele a toma nos braços, beijando-a. Caterina recebe Gaetano. Justine consola Marcos, mas não deixa que ele durma com ela. Os estudantes da pensão se irritam com o ronco de Genaro. 

 

    Capítulo 35[V1]. Brazil, 7/26/02.  Ao perguntar a profissão de Genaro, Mariusa se preocupa ao saber que ele é pianista. Toni decide escrever para o pai para contar do filho que vai nascer. Francisca manda Maurício voltar para a mulher e tomar posse de seu terço da fazenda. Gaetano gosta quando Caterina garante que não vai voltar com o marido. Ezequiel propõe sociedade a Manolo e Soledad. Gaetano enfrenta Maurício e levanta a dúvida se o filho é dele mesmo. Caterina se recusa a ir embora com o marido.
Capitulo 35[V2]- Toni conta a Tzipora e Ezequiel que Camille está grávida. Maurício não sabe o que fazer com a partida de Caterina. Gaetano sugere matar Francisca, mas Farina garante que vai resolver de outra maneira o problema da fazenda. Ao perguntar a profissão de Genaro, Mariusa se preocupa ao saber que ele é pianista. Toni decide escrever para o pai para contar do filho que vai nascer. Francisca manda Maurício voltar para a mulher e tomar posse de seu terço da fazenda. Gaetano gosta quando Caterina garante que não vai voltar com o marido. Ezequiel propõe sociedade a Manolo e Soledad. Gaetano enfrenta Maurício e levanta a dúvida se o filho é dele mesmo. Caterina se recusa a ir embora com o marido. Marcello acusa Beatriz de viver também na barra da saia da mãe. Maurício exige parte da fazenda e da casa se Caterina não voltar a morar com ele. Nina dispensa as crianças da tecelagem e quer uma creche para os filhos das funcionárias; Humberto se irrita com as reivindicações de Nina. Gaetano pensa em matar Maurício. Soledad ensina Manolo a costurar. Toni e Camille visitam Madalena. Beatriz se entrega mais uma vez a Marcello. Francisca flagra os dois juntos.

 

    Capítulo 36.[V1] Brazil, 7/27/02.  Marcello acusa Beatriz de viver também na barra da saia da mãe. Maurício exige parte da fazenda e da casa se Caterina não voltar a morar com ele. Nina dispensa as crianças da tecelagem e quer uma creche para os filhos das funcionárias; Humberto se irrita com as reivindicações de Nina. Gaetano pensa em matar Maurício. Francisca tira o luto e vai percorrer a fazenda de Vincenzo. Soledad ensina Manolo a costurar. Toni e Camille visitam Madalena. Beatriz se entrega mais uma vez a Marcello. Francisca flagra os dois juntos.
Capitulo 36[V2]- Francisca avança com o cavalo para cima do casal. Em casa, Maurício impede que a mãe dê uma surra de chicote na irmã. Nina pede que José Manuel beije-a de novo. Manolo não acerta costurar. Toni descobre que Ezequiel está fazendo negócio com os espanhóis que o abrigaram. Camille fica desconfiada ao saber que eles têm uma filha. Madalena implica por Nina estar envolvida com um português pobre. Beatriz confirma para Francisca que já não é mais virgem. Ela decide mandar os dois filhos de volta para a Europa. Maurício insiste em conversar com Caterina, mas Gaetano interfere. Os dois saem de braços dados deixando Maurício arrasado. Francisca avisa Vincenzo que vai tomar posse da sua parte na fazenda, a faixa de terra que faz divisa com a sua. Antonio, o pai de José Manuel, chega na pensão. 

 

    Capítulo 37.[V1] Brazil, 7/29/02. Antonio insiste em aguardar o filho chegar. Nina e José Manoel passam a noite no hospital com uma vizinha. Antonio fica sabendo que o filho está vivendo em um cortiço. Maurício e Beatriz se rebelam contra a idéia de morar em Paris. Caterina, Marcello, Vincenzo e Gaetano pegam as armas para defender a fazenda. Nina se desaponta ao ver o carro luxuoso do pai de José. Genaro toca na loja de instrumentos musicais e recebe um dinheiro. Antonio exige que o filho volte com ele para o Rio de Janeiro, ele se recusa e o pai garante que nunca mais lhe dará um tostão. Sílvia sente uma leve sensação na perna. Nina confessa que não gostou de ser enganada e termina o namoro. Toni jura que não quer mais saber de arte. Soledad e Manolo fabricam as primeiras dez calças. Farina tenta dissuadir Francisca. O tiroteio começa quando os empregados de Francisca levantam os machados. Vincenzo coloca Francisca em sua mira.
Capitulo 37[V2]-Antonio insiste em aguardar o filho chegar. Nina e José Manoel passam a noite no hospital com uma vizinha. Antonio fica sabendo que o filho está vivendo em um cortiço. Maurício e Beatriz se rebelam contra a idéia de morar em Paris. Caterina, Marcello, Vincenzo e Gaetano pegam as armas para defender a fazenda. Nina se desaponta ao ver o carro luxuoso do pai de José. Genaro toca na loja de instrumentos musicais e recebe um dinheiro. Antonio exige que o filho volte com ele para o Rio de Janeiro, ele se recusa e o pai garante que nunca mais lhe dará um tostão. Sílvia sente uma leve sensação na perna. Nina confessa que não gostou de ser enganada e termina o namoro. Toni jura que não quer mais saber de arte. Soledad e Manolo fabricam as primeiras dez calças. Farina tenta dissuadir Francisca. O tiroteio começa quando os empregados de Francisca levantam os machados. Vincenzo coloca Francisca em sua mira.

 

    Capítulo 38. [V1]Brazil, 7/30/02.  Marcello bate na arma, o tiro ecoa, mas Francisca escapa ilesa. Soledad pede um adiantamento a Ezequiel. Madalena gosta de saber que o pai de José Manoel é milionário. Juliete propõe ajudar Marcos, para que ele acabe a faculdade, mas ele se ofende. Manolo corta as calças e Soledad garante que vai ensiná-lo a cortar camisas. Humberto conversa com o médico sobre a melhora de Sílvia. Nina nem fala com José Manoel. Maurício quer o filho quando ele nascer, nem que seja necessário brigar na justiça. Farina e Vincenzo decidem vender a fazenda para Francisca. Marcello sugere que o pai invista em sua idéia de criar bois. Júlia jura que um dia todos irão saber que ela não é filha de pai desconhecido. Marcello promete a Beatriz que não vai haver mais luta. Vincenzo pergunta se Francisca continua com a mesma oferta que ela lhe fez. Ela responde que pagou 180 contos ao outro italiano, mas não poderá pagar o mesmo para eles.
Capitulo 38[V2]-Marcello bate na arma, o tiro ecoa, mas Francisca escapa ilesa. Soledad pede um adiantamento a Ezequiel. Madalena gosta de saber que o pai de José Manoel é milionário. Juliete propõe ajudar Marcos, para que ele acabe a faculdade, mas ele se ofende. Manolo corta as calças e Soledad garante que vai ensiná-lo a cortar camisas. Humberto conversa com o médico sobre a melhora de Sílvia. Nina nem fala com José Manoel. Maurício quer o filho quando ele nascer, nem que seja necessário brigar na justiça. Farina e Vincenzo decidem vender a fazenda para Francisca. Marcello sugere que o pai invista em sua idéia de criar bois. Júlia jura que um dia todos irão saber que ela não é filha de pai desconhecido. Marcello promete a Beatriz que não vai haver mais luta. Vincenzo pergunta se Francisca continua com a mesma oferta que ela lhe fez. Ela responde que pagou 180 contos ao outro italiano, mas não poderá pagar o mesmo para eles. Francisca contrapropõe 150 contos para cada um. Vincenzo e Farina decidem vender. Gaetano avisa que se muda com Vincenzo, mas ele rejeita a idéia. Marcello e Caterina mostram otimismo com o futuro como criadores de gado.

    Capítulo 39.[V1] Brazil, 7/31/02.  Francisca contrapropõe 150 contos para cada um. Vincenzo e Farina decidem vender. Gaetano avisa que se muda com Vincenzo, mas ele rejeita a idéia. Marcello e Caterina mostram otimismo com o futuro como criadores de gado. Francisca comemora estar livre da “italianada”. Isabela lava as roupas de Genaro, que se comove. Maria sonha em ir para o Brasil, quando Martino avisa que está pensando em vender a propriedade. Toni faz o seu último trabalho, uma santa com o rosto de Maria. Adolfo se preocupa com a tristeza de Gaetano. Farina entrega o dinheiro para Vincenzo investir na nova fazenda de gado. Humberto se declara para Nina e jura que vai se separar de Sílvia, assim que ela ficar boa. Caterina promete avisar a Maurício quando o filho nascer. Vincenzo e Farina decidem viajar em busca das terras para comprar. Camille sente ciúmes de Maria, mas Toni fica bravo. Martino é ferido por um tiro disparado por camponeses.
Capitulo 39[V2]-Francisca comemora estar livre da “italianada”. Isabela lava as roupas de Genaro, que se comove. Maria sonha em ir para o Brasil, quando Martino avisa que está pensando em vender a propriedade. Toni faz o seu último trabalho, uma santa com o rosto de Maria. Adolfo se preocupa com a tristeza de Gaetano. Farina entrega o dinheiro para Vincenzo investir na nova fazenda de gado. Humberto se declara para Nina e jura que vai se separar de Sílvia, assim que ela ficar boa. Caterina promete avisar a Maurício quando o filho nascer. Vincenzo e Farina decidem viajar em busca das terras para comprar.

Capítulo 40. [V1]Brazil, 8/1/02. Toni pensa em Maria. Ela agradece a Deus por Martino ter sobrevivido. José Manoel chega desanimado à pensão. Humberto elogia o trabalho de Nina e ela avisa que está implantando a creche. Sílvia tenta andar apoiando-se em duas barras. Ezequiel preocupa-se com a ascensão do nazismo. Toni visita Madalena e Nina. Francisca avisa ao filho que Caterina jamais terá o filho em sua casa. Martino decide mudar-se para os Estados Unidos, decepcionando Maria. Camille se irrita por Toni tocar no piano a canção que faz lembrar Maria. Martino mata o homem que mandou matá-lo. Marcos convida Genaro para tocar piano no lupanar. Rita aconselha a neta Júlia a jamais contar que o barão era seu pai. Maurício comunica à mãe e a irmã que vai buscar sua esposa. Ele promete a Caterina que os dois vão viver na fazenda, mas não com a mãe. Beatriz arruma um quarto modesto para o casal na casa de Rita e Júlia. Francisca se irrita ao saber e garante que Caterina não irá agüentar.
Capitulo 40[V2]-Camille sente ciúmes de Maria, mas Toni fica bravo. Martino é ferido por um tiro disparado por camponeses. Toni pensa em Maria. Ela agradece a Deus por Martino ter sobrevivido. José Manoel chega desanimado à pensão. Humberto elogia o trabalho de Nina e ela avisa que está implantando a creche. Sílvia tenta andar apoiando-se em duas barras. Ezequiel preocupa-se com a ascensão do nazismo. Toni visita Madalena e Nina. Francisca avisa ao filho que Caterina jamais terá o filho em sua casa. Martino decide mudar-se para os Estados Unidos, decepcionando Maria. Camille se irrita por Toni tocar no piano a canção que faz lembrar Maria. Martino mata o homem que mandou matá-lo. Marcos convida Genaro para tocar piano no lupanar. Rita aconselha a neta Júlia a jamais contar que o barão era seu pai. Maurício comunica à mãe e a irmã que vai buscar sua esposa. Ele promete a Caterina que os dois vão viver na fazenda, mas não com a mãe. Beatriz arruma um quarto modesto para o casal na casa de Rita e Júlia. Francisca se irrita ao saber e garante que Caterina não irá agüentar.

 

    Capítulo 41.[V1] Brazil, 8/2/02. Caterina fica feliz com a nova casa, beija o marido e garante que vai lutar. Genaro acerta com Juliete para tocar no prostíbulo. Nina pede desculpas a José Manoel, mas deixa claro que só quer a sua amizade. Manolo sugere vender as calças por conta própria, mas Soledad lembra que eles têm um acordo com Ezequiel. Francisca manda Júlia não levar o que sobrou da comida para casa, mas sim jogar aos porcos. Beatriz se indigna, mas a mãe garante que foi uma opção de Maurício ficar com os negros.
Capitulo 41[V2]- Caterina se despede da família. Ela fica feliz com a nova casa, beija o marido e garante que vai lutar. Genaro acerta com Juliete para tocar no prostíbulo. Nina pede desculpas a José Manoel, mas deixa claro que só quer a sua amizade. Manolo sugere vender as calças por conta própria, mas Soledad lembra que eles têm um acordo com Ezequiel. Francisca manda Júlia não levar o que sobrou da comida para casa, mas sim jogar aos porcos. Beatriz se indigna, mas a mãe garante que foi uma opção de Maurício ficar com os negros. Vincenzo e Farina não encontram terras para comprar. Soledad e Eulália encontram Toni na loja de Ezequiel. Camille sente ciúmes, mas o marido tranqüiliza-a. Farina pede que Francisca deixe Vincenzo na casa por mais um tempo. Marcello jura que um dia virá buscar Beatriz. Maurício enfrenta a mãe, faz exigências, senão venderá sua parte na fazenda para Farina.

 

    Capítulo 42.[V1] Brazil, 8/3/02. Vincenzo e Farina não encontram terras para comprar. Soledad e Eulália encontram Toni na loja de Ezequiel. Camille sente ciúmes, mas o marido tranqüiliza-a. Farina pede que Francisca deixe Vincenzo na casa por mais um tempo. Marcello jura que um dia virá buscar Beatriz. Maurício enfrenta a mãe, faz exigências, senão venderá sua parte na fazenda para Farina. Toni não deixa Camille ver o rosto da santa.
Capitulo 42[V2]-Genaro toca uma valsa vienense. Justine e Marcos dançam elegantemente pelo salão. Madalena pensa como será o irmão de Giuseppe, agora viúvo. Genaro canta pela rua uma canção italiana. Toni ouve ao longe e pensa ser um sonho. Francisca se aborrece porque Maurício sai com o carro para ir à cidade com Caterina. As tecelãs agradecem a Nina pela pequena creche. Toni esculpe a estátua e pensa em Maria. Martino e Maria estão a bordo. Marcelo confessa que não consegue tirar Beatriz da cabeça e os dois se beijam. Ela esquece seus livros com ele. Francisca desconfia da demora da filha. Marcos comemora ter arrumado emprego de revisor em um jornal. Bruno suspira por Isabela. Júlia comenta com a avó sobre o alçapão e o tesouro. Camille fica intrigada ao ver o rosto da santa. Martino avisa Maria que irão primeiro ao Brasil, pois precisa conversar com um velho amigo, Farina. Maurício não gosta muito ao perceber o interesse de Farina por Francisca. Camille sente ciúmes ao ver Toni pensativo.

 

    Capítulo 43.[V1] Brazil, 8/5/02. Marcos avisa Justine que irá trabalhar à noite, o que impedirá de vê-la. Ezequiel e Tzipora se preocupam com o excessivo ciúme de Camille. José Manoel decide levar todas as suas coisas para o cortiço. Marcello confessa para a mãe que ainda ama Beatriz . Bruno faz serenata para Isabela, mas Mariusa não deixa que ela abra a janela nem para ver quem está cantando. Os empregados de Francisca entram na propriedade, para tristeza de Vincenzo. Nhá Rita deixa escapar para Caterina que o barão engravidou a sua filha, mas pede que ela esqueça o que ouviu. Sílvia dá os primeiros passos. Nina e Madalena visitam Toni e Camille. Júlia se assusta ao perceber que Caterina sabe demais e pede que ela nada conte a Maurício. Manolo sonha crescer com o negócio de calças e camisas. Madalena percebe os ciúmes de Camille. Maria sente dores fortes. Toni se irrita por Camille sentir ciúmes da música que toca ao piano e vai para a oficina terminar a sua madona.

   Capitulo 43[V2]-Toni continua esculpindo a estátua. Camille está cada vez mais intrigada com o rosto da santa. No navio, Martino avisa Maria que eles vão até São Paulo. Marcos diz à Justine que irá trabalhar à noite, o que impedirá de vê-la. Ezequiel e Tzipora se preocupam com o excessivo ciúme de Camille. José Manoel decide levar todas as suas coisas para o cortiço. Marcello confessa para a mãe que ainda ama Beatriz . Bruno faz serenata para Isabela, mas Mariusa não deixa que ela abra a janela nem para ver quem está cantando. Os empregados de Francisca entram na propriedade, para tristeza de Vincenzo. Nhá Rita deixa escapar para Caterina que o barão engravidou a sua filha, mas pede que ela esqueça o que ouviu. Genaro entra na igreja onde está Nina e Madalena.


Capítulo 44.[V1] Brazil, 8/6/02.  Tzipora se preocupa com a briga de Camille. José Manoel manda um peixe para Madalena e Nina. Humberto promete que vai ajudar Sílvia a fazer os exercícios. Júlia teme que Francisca e os filhos descubram que é filha do barão. Nhá Rita acha que parte do tesouro devia ser da neta. Maurício promete que Vincenzo e a família permanecerão na casa até o seu filho nascer. Caterina conta para a mãe o segredo de Júlia. Maria pede desculpas a Martino por ter perdido a criança. Toni não quer jantar e Camille fica amuada. Nina e José Manoel dançam a tarantela. Ele , mais uma vez, declara-se apaixonado, mas ela garante que não quer ser um estorvo em sua vida. Humberto se empolga ao perceber uma centelha de desejo em Sílvia, mas ela logo se apaga. Júlia impede a avó de abrir o alçapão. Camille fica paralisada ao ver Toni beijando a estátua e declarando tê-la feito com o amor que sente por Maria.
Capitulo 44[V2]-Nina e Madalena visitam Toni e Camille. Júlia se assusta ao perceber que Caterina sabe demais e pede que ela nada conte a Maurício. Manolo sonha crescer com o negócio de calças e camisas. Madalena percebe os ciúmes de Camille. Maria sente dores fortes e perde o bebê. Toni se irrita por Camille sentir ciúmes da música que toca ao piano e vai para a oficina terminar a sua madona. Sílvia dá os primeiros passos. Tzipora se preocupa com a briga de Camille. José Manoel manda um peixe para Madalena e Nina. Humberto promete que vai ajudar Sílvia a fazer os exercícios. Júlia teme que Francisca e os filhos descubram que é filha do barão. Nhá Rita acha que parte do tesouro devia ser da neta. Maurício promete que Vincenzo e a família permanecerão na casa até o seu filho nascer. Caterina conta para a mãe o segredo de Júlia. Maria pede desculpas a Martino por ter perdido a criança. Toni não quer jantar e Camille fica amuada. Nina e José Manoel dançam a tarantela. Ele , mais uma vez, declara-se apaixonado, mas ela garante que não quer ser um estorvo em sua vida.

 

    Capítulo 45.[V1] Brazil, 8/7/02. Camille destrói a cabeça da madona e vai embora gritando que odeia o marido. Ao tentar subir no bonde, transtornada, cai, desmaia, mas logo se recupera. Toni, em desespero, destrói o resto da estátua. Camille se abre com a mãe, mas pede que ela nada conte a Ezequiel. Martino, Maria e a criança chegam ao Brasil. Nina visita Sílvia. Madalena se choca ao saber que Humberto planeja largar a mulher assim que ela voltar a andar. Camille recebe Toni com um sorriso amistoso e ele estranha. Nina pede que José Manoel largue o trabalho pesado e deixe de morar no cortiço, mas ele cala-a com um beijo.
Capitulo 45[V2]-Humberto se empolga ao perceber uma centelha de desejo em Sílvia, mas ela logo se apaga. Júlia impede a avó de abrir o alçapão. Maria e Martino preparam as malas para desembarcar. Ela agora diz que está chegando bem perto de Toni, no Brasil. Ela se lembra do amado. Toni continua trabalhando na madona. Maria, Martino e a criança chegam ao Brasil. Nina pede que José Manoel largue o trabalho pesado e deixe de morar no cortiço, mas ele cala-acom um beijo. Justine diz a Genaro que sente saudades de Marcos. Isabela escuta a serenata que fazem para ela. No hotel, Maria só pensa em Toni. Martino convida Maria para dar um passeio pela cidade. Caterian pede que Julia chame Maurício, pois ela está começando a sentir as dores do parto. Nhá Rita ajuda Caterina. Julia avisa Constância, que corre.

 

    Capítulo 46.[V1] Brazil, 8/8/02. Toni pede perdão a Camille. Ela manda que ele nunca mais cante a canção que o faz lembrar-se de Maria. Tzipora conta tudo para Ezequiel, mas avisa que os dois não vão se meter. Camille não deixa o marido tocá-la. Toni decide nunca mais voltar à oficina e procurar um emprego. Caterina começa a sentir as dores. Júlia vai buscar Constância. Francisca impede a entrada de Constância em sua fazenda, mas ela invade a casa. Francisca deseja a morte de Caterina e do bebê. Caterina não grita para não dar prazer à Francisca. Nasce um menino. Maria e Martino passeiam de táxi por São Paulo e cruzam com o bonde, no qual está Toni. Maria tem um lampejo de reconhecimento, mas acha que é só a sua imaginação.
Capitulo 46[V2]-Francisca impede a entrada de Constância em sua fazenda, mas ela invade a casa. Francisca deseja a morte de Caterina e do bebê. Caterina não grita para não dar prazer à Francisca. Nasce um menino. Vincenzo comemora. Camille fica paralisada ao ver Toni beijando a estátua e declarando tê-la feito com o amor que sente por Maria. Camille destrói a cabeça da madona e vai embora gritando que odeia o marido. Ao tentar subir no bonde, transtornada, cai, mas logo se recupera. Toni caminha transtornado pelas ruas e vai até o cortiço conversar com Madalena. Camille se abre com a mãe, mas pede que ela nada conte a Ezequiel. Nina conversa com Sílvia, que está lutando para ficar de pé. Toni retorna para casa. Tzipora conta tudo para Ezequiel, mas avisa que os dois não vão se meter. Francisca reage quando Beatriz comunica que o bebê vai ter o nome do barão: Marcílio.

 

    Capítulo 47.[V1] Brazil, 8/9/02.  Francisca impede a entrada de Constância em sua fazenda, mas ela invade a casa. Francisca deseja a morte de Caterina e do bebê. Caterina não grita para não dar prazer à Francisca. Nasce um menino. Maria e Martino passeiam de táxi por São Paulo e cruzam com o bonde, no qual está Toni. Maria tem um lampejo de reconhecimento, mas acha que é só a sua imaginação. Toni se atormenta por não encontrar emprego e se sentir um vagabundo. Camille se abre com os pais, que se preocupam. Vincenzo comemora. Francisca reage quando Beatriz comunica que o bebê vai ter o nome do barão: Marcílio. Camille se preocupa porque Toni não almoçou e nem jantou em casa. Toni confessa para Madalena e Nina que não quer mais continuar vivendo na casa de Ezequiel e nem casado com Camille, porque se sente humilhado. Elas convidam-no a viver no cortiço. Ezequiel chama Toni para uma conversa.
Capitulo 47[V2]- Toni garante a Ezequiel que não bateu em Camille, mas que ela é muito ciumenta e está acabando com o casamento. Tzipora e Camille ouvem escondidas.. Ezequiel pressiona o genro: se ainda amava Maria porque se casara com Camille. Toni garante que Maria é uma lembrança do passado que Camille não o deixa esquecer e explica que quer sair da casa para não viver mais às custas do sogro. Quando tiver condições de sustentar a mulher e o filho, volta para buscá-los. Camille se desespera na partida de Toni. Maria só pensa em Toni. Nina pede que José Manoel divida o quarto com o primo. Madalena alerta Toni que José é apaixonado por Nina.

 

    Capítulo 48.[V1] Brazil, 8/10/02.  Toni garante a Ezequiel que não bateu em Camille, mas que ela é muito ciumenta e está acabando com o casamento. Tzipora e Camille ouvem escondidas.. Ezequiel pressiona o genro: se ainda amava Maria porque se casara com Camille. Toni garante que Maria é uma lembrança do passado que Camille não o deixa esquecer e explica que quer sair da casa para não viver mais às custas do sogro. Quando tiver condições de sustentar a mulher e o filho, volta para buscá-los. Camille se desespera na partida de Toni. Nina pede que José Manoel divida o quarto com o primo. Madalena alerta Toni que José é apaixonado por Nina. Maria entra na loja de Ezequiel, mas logo sai. Farina tenta convencer Martino a se estabelecer no Brasil. Manolo compra tecido e sugere que Soledad crie uma calça diferente, para que eles comecem um negócio próprio. Vincenzo e Marcello decidem visitar Caterina e o neném. Francisca aparece, autoritária, cobrando quem deu autorização para eles colocarem os pés na fazenda.
Capitulo 48[V2]-Maria entra na loja de Ezequiel, mas logo sai. Farina tenta convencer Martino a se estabelecer no Brasil. Manolo compra tecido e sugere que Soledad crie uma calça diferente, para que eles comecem um negócio próprio. Vincenzo e Marcello decidem visitar Caterina e o neném. Francisca aparece, autoritária, cobrando quem deu autorização para eles colocarem os pés na fazenda. Vincenzo e Marcello pedem com educação e humildade. Francisca concede que eles entrem. Martino avisa Maria que eles ficarão no Brasil e ela disfarça o seu contentamento. Camille sofre muito. Farina promete levar Martino para conhecer as suas fazendas. Nina impede Humberto de demitir uma operária grávida e o alerta sobre as novas leis de Getúlio Vargas. Sílvia consegue dar alguns passos sozinha.


Capítulo 49.[V1] Brazil, 8/12/02. Manolo quer comprar mais máquinas. Maria prefere não viajar com Martino, que a acusa de querer procurar Toni. Maria chora pensando em Toni. Martino quer saber a razão das lágrimas. Maria mente que sente saudades do pai. Malu se oferece para Genaro, que não aceita. Mariusa não gosta de saber do assédio. Isabela experimenta o seu uniforme de normalista. Caterina lê com orgulho a certidão de nascimento do filho. Francisca diz a Beatriz que pretende que ela faça um casamento de interesse, e promete a si mesma até matar Marcello para que a filha se case bem. Martino se interessa em conhecer a fazenda de Francisca. Adolfo e Gaetá vão ver terras no Paraná. Nina dança a tarantela com Toni, depois beija José Manoel na frente de todos, que aplaudem. José Manoel convida Toni para trabalhar no mercado. Camille se decepciona ao perceber que não é Toni que toca na loja de música. Genaro sorri para ela.
Capitulo 49[V2]-Manolo quer comprar mais máquinas. Maria prefere não viajar com Martino, que a acusa de querer procurar Toni. Maria chora pensando em Toni. Martino quer saber a razão das lágrimas. Maria mente que sente saudades do pai. Malu se oferece para Genaro, que não aceita. Mariusa não gosta de saber do assédio. Isabela experimenta o seu uniforme de normalista. Caterina lê com orgulho a certidão de nascimento do filho. Francisca diz a Beatriz que pretende que ela faça um casamento de interesse, e promete a si mesma até matar Marcello para que a filha se case bem. Martino se interessa em conhecer a fazenda de Francisca. Adolfo e Gaetá vão ver terras no Paraná. Nina dança a tarantela com Toni, depois beija José Manoel na frente de todos, que aplaudem. José Manoel convida Toni para trabalhar no mercado. Camille se decepciona ao perceber que não é Toni que toca na loja de música. Genaro sorri para ela.

 

    Capítulo 50.[V1] Brazil, 8/13/02. Martino e Farina viajam; Maria e Martininho ficam no hotel. Chega uma carta para José Manoel na pensão e Genaro se prontifica a levá-la no cortiço. Martino deixa escapar que o filho não é dele, disfarça, mas deixa Farina desconfiado. Rita reafirma para Caterina que Júlia é filha do barão. Júlia descobre a chave do alçapão, escondida debaixo de uma santa. Beatriz garante que vai embora com Marcello, enfrentar uma vida nova. Genaro chega no cortiço e diz a Madalena que tem uma carta para José Manoel.
Capitulo 50[V2]-Toni conversa com Nina e diz estar contente por ter encontrado a prima e a tia. Nina afirma que está apaixonada por José Manoel. Ele chega e sente ciúmes de Toni. O italiano se lembra de Maria. No hotel, Maria diz para o filho que Toni deve viver em São Paulo. Martino e Farina viajam; Maria e Martininho ficam no hotel. Chega uma carta para José Manoel na pensão e Genaro se prontifica a levá-la no cortiço. Toni sente saudades do pai, da mãe e de Maria. Martino deixa escapar que o filho não é dele, disfarça, mas deixa Farina desconfiado. Sílvia continua a fazer os exercícios e se sente feliz por estar progredindo. Humberto pede uma chance à Nina. Rita reafirma para Caterina que Júlia é filha do barão. Júlia descobre a chave do alçapão, escondida debaixo de uma santa. Beatriz garante que vai embora com Marcello, enfrentar uma vida nova. Genaro chega no cortiço e diz a Madalena que tem uma carta para José Manoel.

   

    Capítulo 51.[V1] Brazil, 8/14/02.  Madalena se compromete a entregar a carta e os dois se despedem com simpatia. Toni não consegue dormir, de tão cansado, mas não pretende desistir do trabalho. Mariusa implica com a tal de Malu, que se insinua para o pianista. José Manoel se emociona com a carta da mãe, que lhe manda um pouco de dinheiro. Vincenzo recebe Farina e Martino, que faz um brinde a Mussolini, espantando a todos. Madalena adora saber que o português pretende se casar com Nina. Caterina pergunta se o barão era um homem sério, deixando Maurício intrigado. Camille se recrimina por ter sido tão ciumenta. Francisca manda Beatriz mostrar a fazenda a Martino. Isabela se choca ao saber que Bruno é o seresteiro. Maurício pressiona Caterina para saber o que ela tanto conversa com Júlia. Mariusa se aborrece quando Felipe brinca que ela está com ciúmes de Genaro. Camille vibra quando Toni chega para visitá-la.
Capitulo 51[V2]-Madalena se compromete a entregar a carta e os dois se despedem com simpatia. Toni não consegue dormir, de tão cansado, mas não pretende desistir do trabalho. Mariusa implica com a tal de Malu, que se insinua para o pianista. José Manoel se emociona com a carta da mãe, que lhe manda um pouco de dinheiro. Vincenzo recebe Farina e Martino, que faz um brinde a Mussolini, espantando a todos. Madalena adora saber que o português pretende se casar com Nina. Caterina pergunta se o barão era um homem sério, deixando Maurício intrigado. Camille se recrimina por ter sido tão ciumenta. Francisca manda Beatriz mostrar a fazenda a Martino. Maurício pressiona Caterina para saber o que ela tanto conversa com Júlia.

 

    Capítulo 52.[V1] Brazil, 8/15/02.  Todos se impressionam com as novidades da vida de Toni. Tzipora interrompe Ezequiel para que ele não ofereça ajuda ao genro. Camille pede que Toni a leve junto para morar no cortiço. Maria faz compras na loja de Ezequiel. Toni vai embora, mas não cruza com a antiga namorada. Soledad quase cai de costas quando Manolo conta que vendeu as calças e camisas para outro comerciante judeu. Nhá Rita fala de uma briga feia que aconteceu na fazenda do pai de Francisca. Júlia diz a Caterina que é invenção da avó. Maria se encontra com Genaro, que toca na loja. Toni canta e chora de saudades de Maria. Genaro e Maria se entristecem porque ambos não sabem o paradeiro de Toni. Manolo mente para Ezequiel , dizendo que não entregou a encomenda porque Soledad e Eulália ficaram doentes. Maria promete levar o neto para Genaro abraçar. Mariusa oferece café para Genaro e para Maria, que pensa ser Malu.
Capitulo 52[V2]-Todos se impressionam com as novidades da vida de Toni. Tzipora interrompe Ezequiel para que ele não ofereça ajuda ao genro. Camille pede que Toni a leve junto para morar no cortiço. Maria faz compras na loja de Ezequiel. Toni vai embora, mas não cruza com a antiga namorada. Soledad quase cai de costas quando Manolo conta que vendeu as calças e camisas para outro comerciante judeu. Nhá Rita fala de uma briga feia que aconteceu na fazenda do pai de Francisca. Júlia diz a Caterina que é invenção da avó. Maria se encontra com Genaro, que toca na loja. Toni canta e chora de saudades de Maria. Genaro e Maria se entristecem porque ambos não sabem o paradeiro de Toni. Manolo mente para Ezequiel , dizendo que não entregou a encomenda porque Soledad e Eulália ficaram doentes. Maria promete levar o neto para Genaro abraçar. Mariusa oferece café para Genaro e para Maria, que pensa ser Malu.

 

    Capítulo 53.[V1] Brazil, 8/16/02. Mariusa se desconserta quando Genaro apresenta Maria. Manolo avisa Soledad que precisarão trabalhar dobrado para entregar a encomenda para Ezequiel. Madalena acha que Nina tem idéias comunistas e se assusta. Nina se comove ao ler a carta que José Manoel escreveu para a mãe, na qual descreve a amada. Tzipora acha que o marido confia muito nos espanhóis. Genaro fala para Mariusa do neto que o filho não conhece, mas se arrepende. Rita diz a Júlia que não contou para ninguém que o pai de Francisca matou um italiano e foi morto por vingança. Francisca avisa Beatriz que vão viajar. Adolfo está disposto a tomar posse de terras devolutas. Farina acha o negócio arriscado, mas Martino fica interessado. Maria pressente que vai encontrar Toni. Júlia fica contrariada ao ouvir Constância comentando que o barão é seu pai. Maria decide levar o filho para conhecer Genaro.
Capitulo 53[V2]-Mariusa se desconserta quando Genaro apresenta Maria. Manolo avisa Soledad que precisarão trabalhar dobrado para entregar a encomenda para Ezequiel. Madalena acha que Nina tem idéias comunistas e se assusta. Nina se comove ao ler a carta que José Manoel escreveu para a mãe, na qual descreve a amada. Tzipora acha que o marido confia muito nos espanhóis. Genaro fala para Mariusa do neto que o filho não conhece, mas se arrepende. Rita diz a Júlia que não contou para ninguém que o pai de Francisca matou um italiano e foi morto por vingança. Francisca avisa Beatriz que vão viajar. Adolfo está disposto a tomar posse de terras devolutas. Farina acha o negócio arriscado, mas Martino fica interessado. Maria pressente que vai encontrar Toni. Júlia fica contrariada ao ouvir Constância comentando que o barão é seu pai.

 

    Capítulo 54.[V1] Brazil, 8/17/02. Mariusa, Marcos e Isabela observam Genaro, comovido, abraçar o neto. Rafael e Felipe se divertem em uma regata. Beatriz foge do trem, quando ele parte. Francisca grita da janela e Maurício critica a ousadia da irmã. Marcello conta para os pais que Nhá Rita achou-o muito parecido com alguém, embora não tenha dito quem. Nhá Rita pega a chave guardada na santa. Maria confessa que, se encontrar Toni, larga Martino para viver com ele. Vincenzo, Farina e Martino viajam atrás de terras do Governo, que estão sendo ocupadas. Ezequiel proíbe, mas Camille vai ao cortiço. Toni recrimina-a por ter aparecido, mas ela insiste que quer morar com ele em um quartinho. Soledad se chateia porque Manolo chega tarde e inventa que o bonde quebrou. José Manoel se impressiona com a beleza de Camille. Nhá Rita entra na sala do tesouro e pega barras de ouro e libras esterlinas. Júlia procura a avó e se encontra com Beatriz no meio da noite na cozinha. Maurício quer saber o que está acontecendo ao ouvir Júlia perguntar preocupada por onde Rita andava.
Capitulo 54[V2]-Maria decide levar o filho para Genaro conhecer.Mariusa, Marcos e Isabela observam Genaro, comovido, abraçar o neto. Rafael e Felipe se divertem em uma regata. Beatriz foge do trem, quando ele parte. Francisca grita da janela e Maurício critica a ousadia da irmã. Marcello conta para os pais que Nhá Rita achou-omuito parecido com alguém, embora não tenha dito quem. Nhá Rita pega a chave guardada na santa. Maria confessa que, se encontrar Toni, larga Martino para viver com ele. Vincenzo, Farina e Martino viajam atrás de terras do Governo, que estão sendo ocupadas. Ezequiel proíbe, mas Camille vai ao cortiço. Toni recrimina-apor ter aparecido, mas ela insiste que quer morar com ele em um quartinho. Soledad se chateia porque Manolo chega tarde e inventa que o bonde quebrou. José Manoel se impressiona com a beleza de Camille.

Capítulo 55.[V1] Brazil, 8/19/02 – Júlia despista Maurício, afirmando que sua avó só estava dando uma volta. Beatriz e Marcello fazem amor. Rita revela a Júlia que Francisca já foi apaixonada por um italiano, parecido com Marcello, que foi assassinado pelo pai dela; e que, em vingança, os italianos mataram seu pai. Camille avisa a Tzipora que vai viver com seu marido no cortiço. Sílvia se esforça para andar e sonha em dançar com Humberto. Mariusa fica furiosa ao saber que é Bruno quem anda fazendo serenatas para Isabela. Francisca pede que o corretor venda metade de seu estoque de café. Toni não consegue tocar o piano direito, por causa das mãos calejadas. Genaro e Maria descobrem que Toni também toca piano naquela loja. Camille encontra Toni no cortiço.
Capitulo 55[V2]-Nhá Rita entra na sala do tesouro e pega barras de ouro e libras esterlinas. Júlia procura a avó e se encontra com Beatriz no meio da noite na cozinha. Maurício quer saber o que está acontecendo ao ouvir Júlia perguntar preocupada por onde Rita andava. Júlia despista Maurício, afirmando que sua avó só estava dando uma volta. Beatriz e Marcello fazem amor. Rita revela a Júlia que Francisca já foi apaixonada por um italiano, parecido com Marcello, que foi assassinado pelo pai dela; e que, em vingança, os italianos mataram seu pai. Camille avisa a Tzipora que vai viver com seu marido no cortiço. Sílvia se esforça para andar e sonha em dançar com Humberto. Nina diz a Humberto que houve um bom aumento na produção da fábrica. Mariusa fica furiosa ao saber que é Bruno quem anda fazendo serenatas para Isabela. Francisca pede que o corretor venda metade de seu estoque de café. Toni não consegue tocar o piano direito, por causa das mãos calejadas. Genaro e Maria descobrem que Toni também toca piano naquela loja. Camille encontra Toni no cortiço.

 

    Capítulo 56.[V1] Brazil, 8/20/02 – Camille avisa que veio para ficar. Maria chora abraçada com o filho. Genaro sofre por não ter se encontrado com o filho e por ele não poder mais tocar. Mário avisa Camille que ela não pode ficar no cortiço, porque Toni mora de favor, mas que ela pode voltar assim que vagar um quarto. Rita pede que Júlia não conte para ninguém que Maurício é bastardo. Camille tem uma hemorragia. Nhá Rita pega mais ouro e Júlia percebe que ela pegou a chave. Caterina se assusta quando Nhá Rita deixa escapar que Maurício não é filho do barão, mas pede que ela nada fale para o marido e nem para Júlia. Francisca volta de viagem e Maurício tenta interceder pela irmã, mas a mãe corta a conversa. Marcello avisa que vai tomar a defesa de Beatriz. Ezequiel fecha a loja quando Tzipora confirma que Camille perdeu a criança. Francisca, com o relho na mão, ameaça bater em Beatriz. Marcello ouve tudo e planeja entrar na casa.
Capitulo 56[V2]-Camille avisa que veio para ficar. Maria chora abraçada com o filho. Genaro sofre por não ter se encontrado com o filho e por ele não poder mais tocar. Mário avisa Camille que ela não pode ficar no cortiço, porque Toni mora de favor, mas que ela pode voltar assim que vagar um quarto. Rita pede que Júlia não conte para ninguém que Maurício é bastardo. Camille tem uma hemorragia. Nhá Rita pega mais ouro e Júlia percebe que ela pegou a chave. Caterina se assusta quando Nhá Rita deixa escapar que Maurício não é filho do barão, mas pede que ela nada fale para o marido e nem para Júlia. Francisca volta de viagem e Maurício tenta interceder pela irmã, mas a mãe corta a conversa. Marcello avisa que vai tomar a defesa de Beatriz. Ezequiel fecha a loja quando Tzipora confirma que Camille perdeu a criança. Francisca, com o relho na mão, ameaça bater em Beatriz. Marcello ouve tudo e planeja entrar na casa.

 

    Capítulo 57.[V1] Brazil, 8/21/02 – Beatriz se esquiva das chibatadas da mãe. Marcello irrompe na sala, arranca o relho das mãos de Francisca, ameaçando matá-la. Francisca se lembra do italiano que amou e que foi morto por seu pai. Ela manda Marcello ir embora, prometendo que não vai mais bater em Beatriz. Caterina e Júlia disfarçam, quando Nhá Rita fala da bravura do outro italianinho. Tzipora ampara Camille, que volta para casa muito deprimida. Bruno canta para Isabela, mas Mariusa a arranca da janela. Malu insiste que Genaro dance com ela e se frustra quando ele se recusa a subir para o quarto com ela. Toni fica aturdido ao saber por Ezequiel que não será mais pai. Martino acha arriscado invadir as terras devolutas. Vincenzo também se mostra temeroso. Manolo comemora a chegada de duas novas máquinas. Toni vai à casa de Camille. Ela quer saber se ele vai abandoná-la para sempre.
Capitulo 57[V2]-Beatriz se esquiva das chibatadas da mãe. Marcello irrompe na sala, arranca o chicote das mãos de Francisca, ameaçando matá-la. Francisca se lembra do italiano que amou e que foi morto por seu pai. Ela manda Marcello ir embora, prometendo que não vai mais bater em Beatriz. Caterina e Júlia disfarçam, quando Nhá Rita fala da bravura do outro italianinho. Tzipora ampara Camille, que volta para casa muito deprimida. Bruno canta para Isabela, mas Mariusa a arranca da janela. Malu insiste que Genaro dance com ela e se frustra quando ele se recusa a subir para o quarto com ela. Toni fica aturdido ao saber por Ezequiel que não será mais pai. Martino acha arriscado invadir as terras devolutas. Vincenzo também se mostra temeroso. Manolo comemora a chegada de duas novas máquinas. Toni vai à casa de Camille. Ela quer saber se ele vai abandoná-la para sempre.

    Capítulo 58.[V1] Brazil, 8/22/02 – Toni tranqüiliza a esposa, mas insiste que precisa resolver a vida antes de reatar a relação. Camille jura que não será mais ciumenta. Mariusa não gosta de saber que Genaro e Malu dançaram juntos . Bruno propõe a Isabela namorar sem que a tia saiba, mas ela finge não estar interessada. Toni confessa a José Manoel que não pretende reatar com Camille. Humberto se recusa a dar aumento para as tecelãs e Nina insufla uma greve. Sílvia faz progressos, mas pede a Paulo que não conte ao marido. Madalena se assusta com a agitação que a filha está promovendo. Marcos e Justine trocam juras de amor. Martino, Vincenzo e Farina voltam de viagem. Beatriz reafirma o seu amor por Marcello, irritando Francisca. Nina e as tecelãs se postam na porta da fábrica. Humberto chama a polícia e Nina é presa.
Capitulo 58[V2]-Toni tranqüiliza a esposa, mas insiste que precisa resolver a vida antes de reatar a relação. Camille jura que não será mais ciumenta. Mariusa não gosta de saber que Genaro e Malu dançaram juntos . Bruno propõe a Isabela namorar sem que a tia saiba, mas ela finge não estar interessada. Toni confessa a José Manoel que não pretende reatar com Camille. Humberto se recusa a dar aumento para as tecelãs e Nina insufla uma greve. Sílvia faz progressos, mas pede a Paulo que não conte ao marido. Madalena se assusta com a agitação que a filha está promovendo. Marcos e Justine trocam juras de amor. Martino, Vincenzo e Farina voltam de viagem. Beatriz reafirma o seu amor por Marcello, irritando Francisca. Nina e as tecelãs se postam na porta da fábrica. Humberto chama a polícia e Nina é presa.

 

    Capítulo 59.[V1] Brazil, 8/23/02 – Humberto manda as tecelãs entrarem e elas obedecem. Na delegacia, Nina nega ser comunista ou anarquista, mesmo assim é trancafiada na cela. Sílvia fica atônita com a atitude do marido. Nina teme avisar Madalena. Marcos sugere que Genaro coloque um anúncio no jornal para encontrar Toni. Martino entra no quarto do hotel e se enraivece ao saber que Maria tem saído todas as tardes. Madalena fica arrasada ao saber da prisão de Nina. Maria se anima com a idéia do anúncio. Martino acusa a esposa de estar procurando Toni, e Maria acaba confessando. Ele ameaça matar os dois. José Manoel e Toni saem em busca de Nina e decidem percorrer todas as delegacias. Martino avisa Maria que eles vão se mudar em breve e que viverão juntos até o fim da vida. Sílvia se irrita com Humberto, que se exercita, pulando corda, na frente dela. Ele se chateia com a mulher, porque ela questiona o seu ódio por Nina. Toni e José Manoel entram na delegacia e exigem saber se Nina está presa lá.
Capitulo 59[V2]-Humberto manda as tecelãs entrarem e elas obedecem. Na delegacia, Nina nega ser comunista ou anarquista, mesmo assim é trancafiada na cela. Sílvia fica atônita com a atitude do marido. Nina teme avisar Madalena. Marcos sugere que Genaro coloque um anúncio no jornal para encontrar Toni. Martino entra no quarto do hotel e se enraivece ao saber que Maria tem saído todas as tardes. Madalena fica arrasada ao saber da prisão de Nina. Maria se anima com a idéia do anúncio. Martino acusa a esposa de estar procurando Toni, e Maria acaba confessando. Ele ameaça matar os dois. José Manoel e Toni saem em busca de Nina e decidem percorrer todas as delegacias. Martino avisa Maria que eles vão se mudar em breve e que viverão juntos até o fim da vida. Sílvia se irrita com Humberto, que se exercita, pulando corda, na frente dela. Ele se chateia com a mulher, porque ela questiona o seu ódio por Nina. Toni e José Manoel entram na delegacia e exigem saber se Nina está presa lá.


Capítulo 60.[V1] Brazil, 8/24/02 -José Manoel e Toni discutem com o delegado e acabam presos na mesma cela de Nina. O soldado chama José Manoel de murruga, ele perde a cabeça, agarra-o, manda que Toni pegue o outro e os três acabam fugindo. Nina jura para Madalena que não vai acontecer de novo. Genaro aconselha Marcos a não ter ciúmes de Justine. Nina pede ajuda a Sílvia para não ser presa de novo. Ela liga para o delegado, pede que tudo seja esquecido. Nina resolve contar a Silvia que Humberto quer que a mulher volte a ter todos os movimentos para dançar com ela uma valsa, a de despedida. Silvia fica com ódio. Genaro lê várias vezes o anúncio que Marcos pôs no jornal, cheio de esperanças. Martino também lê o jornal, mas não conta nada a Maria. Toni propõe recomeçar a vida com Camille, que jura nunca mais ser ciumenta. Martino observa, escondido, Genaro na varanda da pensão. Eulália fica feliz ao reencontrar Marcos no bonde e ele se propõe a acompanhá-la às compras. Justine e Malu vão à brasserie e vêem Marcos e Eulália juntos.

    Capitulo 60[V2]-José Manoel e Toni discutem com o delegado e acabam presos na mesma cela de Nina. O soldado chama José Manoel de murruga, ele perde a cabeça, agarra-o, manda que Toni pegue o outro e os três acabam fugindo. Nina jura para Madalena que não vai acontecer de novo. Genaro aconselha Marcos a não ter ciúmes de Justine. Nina pede ajuda a Sílvia para não ser presa de novo. Ela liga para o delegado, pede que tudo seja esquecido. Nina resolve contar a Silvia que Humberto quer que a mulher volte a ter todos os movimentos para dançar com ela uma valsa, a de despedida. Silvia fica com ódio. Genaro lê várias vezes o anúncio que Marcos pôs no jornal, cheio de esperanças. Martino também lê o jornal, mas não conta nada a Maria. Toni propõe recomeçar a vida com Camille, que jura nunca mais ser ciumenta. Martino observa, escondido, Genaro na varanda da pensão. Eulália fica feliz ao reencontrar Marcos no bonde e ele se propõe a acompanhá-la às compras. Justine e Malu vão à brasserie e vêem Marcos e Eulália juntos.

   

    Capítulo 61.[V1] Brazil, 8/2502.  Marcos não vê Justine e sai de braços dados com Eulália. Camille garante aos pais que, se necessário for, ela vai viver no cortiço. Justine confessa a Malu que ficou enciumada, mas que nada vai falar com Marcos. Eulália comunica à mãe que Marcos aparecerá para pedir permissão para namorá-la. Nina não quer aceitar o cheque enviado por Sílvia, a título de indenização, mas Madalena corre para tirá-lo das mãos de Paulo. Maurício fica arrasado quando Nhá Rita, no meio de uma discussão, acaba contando que Júlia é filha do Barão. Júlia se desespera quando a avó conta o ocorrido e pede que Maurício jamais fale para Francisca. Ele, comovido, dá um abraço na irmã. Constância revela para o marido o segredo do barão. Mariusa sente ciúmes de Genaro. Justine tenta saber com Genaro quem era a acompanhante de Marcos, mas nada consegue. Marcos se preocupa ao saber que Justine já sabe que ele saiu com Eulália. Beatriz tenta dissuadir Maurício de contar para Francisca, mas ele está decidido a revelar tudo.
Capitulo 61[V2]-Marcos não vê Justine e sai de braços dados com Eulália. Camille garante aos pais que, se necessário for, ela vai viver no cortiço. Justine confessa a Malu que ficou enciumada, mas que nada vai falar com Marcos. Eulália comunica à mãe que Marcos aparecerá para pedir permissão para namorá-la. Nina não quer aceitar o cheque enviado por Sílvia, a título de indenização, mas Madalena corre para tirá-lo das mãos de Paulo. Maurício fica arrasado quando Nhá Rita, no meio de uma discussão, acaba contando que Júlia é filha do Barão. Júlia se desespera quando a avó conta o ocorrido e pede que Maurício jamais fale para Francisca. Ele, comovido, dá um abraço na irmã. Constância revela para o marido o segredo do barão. Mariusa sente ciúmes de Genaro. Justine tenta saber com Genaro quem era a acompanhante de Marcos, mas nada consegue. Marcos se preocupa ao saber que Justine já sabe que ele saiu com Eulália. Beatriz tenta dissuadir Maurício de contar para Francisca, mas ele está decidido a revelar tudo.

Capítulo 62.[V1] Brazil, 8/2702.  Beatriz argumenta com Maurício que Francisca acabará expulsando Júlia da fazenda e ele concorda em ficar calado. Genaro vai ao hotel, descobre que Martino voltou e vai embora. Martino mostra o anúncio para Maria e acusa-a de estar procurando por Toni junto com Genaro. Ela nega tudo. Sílvia pensa na valsa do adeus, fura com a parede com uma espátula e guarda um punhal no buraco. Martino vai à pensão dos estudantes e manda que Genaro não procure mais Maria, avisando que Toni será morto se aparecer. Maria acaba confessando que abandonaria tudo caso houvesse visto Toni e diz a Martino que não quer mais viver com ele. Beatriz percebe que Caterina está louca para contar o segredo para Francisca. Maria deixa claro que pode viver sozinha no Brasil com o dinheiro do pai. Martino diz que ela só terá o dinheiro se ficar casada com ele. Se quiser se separar, e não o estiver esperando quando ele voltar de viagem, que ela pague a conta do hotel. Francisca não entende nada quando Farina comenta que o Barão não merecia ter o retrato na parede. Martino viaja e Maria não sabe o que fazer.

    Capitulo 62[V2]-Beatriz argumenta com Maurício que Francisca acabará expulsando Júlia da fazenda e ele concorda em ficar calado. Genaro vai ao hotel, descobre que Martino voltou e vai embora. Martino mostra o anúncio para Maria e acusa-ade estar procurando por Toni junto com Genaro. Ela nega tudo. Sílvia pensa na valsa do adeus, fura a parede com uma espátula e guarda um punhal no buraco. Martino vai à pensão dos estudantes e manda que Genaro não procure mais Maria, avisando que Toni será morto se aparecer. Maria acaba confessando que abandonaria tudo caso houvesse visto Toni e diz a Martino que não quer mais viver com ele. Beatriz percebe que Caterina está louca para contar o segredo para Francisca. Maria deixa claro que pode viver sozinha no Brasil com o dinheiro do pai. Martino diz que ela só terá o dinheiro se ficar casada com ele. Se quiser se separar, e não o estiver esperando quando ele voltar de viagem, que ela pague a conta do hotel. Francisca não entende nada quando Farina comenta que o Barão não merecia ter o retrato na parede. Martino viaja e Maria não sabe o que fazer.

 

    Capítulo 63.[V1] Brazil, 8/28/02 Jonatah, um judeu alemão, vai à loja de Ezequiel vender calças e camisas que comprou de Manolo e propor um negócio . Ezequiel reconhece a mercadoria e descobre que estava sendo enganado por Manolo . Soledad prepara o pacote de c’lças e camisas para Manolo entregar a Ezequiel . Quando Manolo tenta vender a mercadoria a Ezequiel, este não aceita e desfaz a sociedade , mostrando o que comprou de Jonatah. Manolo diz a Soledad que ele mesmo desfez a sociedade com Ezequiel , porque agora é sócio de Jonatah. Tzipora recrimina Ezequiel por ter confiado em Manolo. Genaro e Marcos convencem o gerente do hotel em que Maria está hospedada que ela vai passar apenas uns dias com eles, enquanto Martino está viajando (tudo para que ela possa sair do hotel sem pagar a conta) . Mariusa recebe Maria e o filho de braços abertos. Farina , que já sabe que Julia é filha do barão, garante a Vincenzo que um dia o retrato do barão vai cair e Francisca será dele. Gaetano e Adolfo combinam invadir terras devolutas. Nina fica arredia quando José Manoel a pede em casamento , pois não quer sacrificar sua liberdade . Maria sente pena ao saber que Genaro toca em um bordel. Humberto vai ao bordel e sobe com Malu para o quarto. Silvia articula uma vingança contra Humberto. Justine sente falta de Marcos. Francisca percebe que estão faltando ouro e libras no esconderijo. Na manhã seguinte, acusa de roubo Júlia e ameaça mandá-la para o tronco.
Capitulo 63[V2]-Jonatah, um judeu alemão, vai à loja de Ezequiel vender calças e camisas que comprou de Manolo e propor um negócio . Ezequiel reconhece a mercadoria e descobre que estava sendo enganado por Manolo . Soledad prepara o pacote de calças e camisas para Manolo entregar a Ezequiel . Quando Manolo tenta vender a mercadoria a Ezequiel, este não aceita e desfaz a sociedade , mostrando o que comprou de Jonatah. Manolo diz a Soledad que ele mesmo desfez a sociedade com Ezequiel , porque agora é sócio de Jonatah. Tzipora recrimina Ezequiel por ter confiado em Manolo. Genaro e Marcos convencem o gerente do hotel em que Maria está hospedada que ela vai passar apenas uns dias com eles, enquanto Martino está viajando (tudo para que ela possa sair do hotel sem pagar a conta) . Mariusa recebe Maria e o filho de braços abertos. Farina , que já sabe que Julia é filha do barão, garante a Vincenzo que um dia o retrato do barão vai cair e Francisca será dele. Gaetano e Adolfo combinam invadir terras devolutas. Nina fica arredia quando José Manoel a pede em casamento , pois não quer sacrificar sua liberdade . Maria sente pena ao saber que Genaro toca em um bordel. Humberto vai ao bordel e sobe com Malu para o quarto. Silvia articula uma vingança contra Humberto. Justine sente falta de Marcos. Francisca percebe que estão faltando ouro e libras no esconderijo. Na manhã seguinte, acusa de roubo Júlia e ameaça mandá-la para o tronco.

Capítulo 64 Brazil, 8/29/02.[V1] Francisca expulsa Júlia e Nhá Rita de suas terras. Júlia enfrenta e garante que não vai embora, pois ganhou a casa de seu pai, o barão Marcílio. A baronesa arranca o quadro da parede e o destrói, prometendo nunca mais chorar pelo marido morto e jamais amar outro homem. Maurício e Beatriz tentam acalmar a mãe e perdoam Júlia por ter contado tudo, abraçando-a. Vincenzo e Farina recebem Martino, que continua decidido a comprar a fazenda de Francisca. A viúva tira o luto, manda jogar fora os restos do quadro e queimar o retrato do barão. Maurício e Beatriz se surpreendem quando a mãe mostra a fortuna no alçapão e avisa que alguém roubou uma parte. Júlia pressiona a avó, que finge estar esquecida de tudo. Francisca acusa Caterina. Madalena se aborrece porque a filha ainda não decidiu se casa ou não com o português.Toni toca piano e Camille entra na sala. Ele avisa que veio buscá-la e os dois se beijam. Tzipora fica agoniada ao saber que a filha vai morar no cortiço. Eulália vai à pensão procurar por Marcos. Mariusa fica furiosa pensando ser uma das meninas do bordel.
Capitulo 64[V2]-Francisca expulsa Júlia e Nhá Rita de suas terras. Júlia enfrenta e garante que não vai embora, pois ganhou a casa de seu pai, o barão Marcílio. A baronesa arranca o quadro da parede e o destrói, prometendo nunca mais chorar pelo marido morto e jamais amar outro homem. Maurício e Beatriz tentam acalmar a mãe e perdoam Júlia por ter contado tudo, abraçando-a. Vincenzo e Farina recebem Martino, que continua decidido a comprar a fazenda de Francisca. A viúva tira o luto, manda jogar fora os restos do quadro e queimar o retrato do barão. Maurício e Beatriz se surpreendem quando a mãe mostra a fortuna no alçapão e avisa que alguém roubou uma parte. Júlia pressiona a avó, que finge estar esquecida de tudo. Francisca acusa Caterina. Madalena se aborrece porque a filha ainda não decidiu se casa ou não com o português.Toni toca piano e Camille entra na sala. Ele avisa que veio buscá-la e os dois se beijam. Tzipora fica agoniada ao saber que a filha vai morar no cortiço. Eulália vai à pensão procurar por Marcos. Mariusa fica furiosa pensando ser uma das meninas do bordel.

 

    Capítulo 65.[V1] Brazil, 8/30/02. Mariusa e Isabela tratam Eulália com desprezo. A jovem avisa que só quer convidar Marcos para almoçar e as duas percebem a confusão. Marcos aceita o convite. Eulália passa na confeitaria e compra vários doces. Justine resolve visitar Marcos na pensão, mas ele não deixa que ela entre. Caterina conta para Constância as novidades, mas se arrepende de ter falado no ouro. Caterina fica pasma quando Francisca pega o neto no colo e pede que ela e o marido venham morar na casa grande. Farina fica esperançoso ao saber que o quadro com o retrato do barão foi destruído.
Capitulo 65[V2]-Mariusa e Isabela tratam Eulália com desprezo. A jovem avisa que só quer convidar Marcos para almoçar e as duas percebem a confusão. Marcos aceita o convite. Eulália passa na confeitaria e compra vários doces. Justine resolve visitar Marcos na pensão, mas ele não deixa que ela entre. Caterina conta para Constância as novidades, mas se arrepende de ter falado no ouro. Caterina fica pasma quando Francisca pega o neto no colo e pede que ela e o marido venham morar na casa grande. Farina fica esperançoso ao saber que o quadro com o retrato do barão foi destruído. Francisca manda Júlia se sentar à mesa, já que é da família. Toni e Camille arrumam o quarto do cortiço . Tzipora e Ezequiel sofrem com a ausência da filha. Nina freia os carinhos de José Manoel. Maria jura que mata Martino se ele tentar tirar o seu filho. Sílvia sente a solidão de sua casa, segura o punhal e sabe que a hora da vingança está chegando. Humberto briga com um cliente do bordel, para defender Malu. No meio da noite, Nina sai de mansinho de seu quarto e surge na porta de José Manoel.

 

    Capítulo 66 .[V1] Brazil, 8/31/02 Francisca manda Júlia se sentar à mesa, já que é da famíliaToni e Camille arrumam o quarto do cortiço . Tzipora e Ezequiel sofrem com a ausência da filha. Nina freia os carinhos de José Manoel. Maria jura que mata Martino se ele tentar tirar o seu filho. Sílvia sente a solidão de sua casa, segura o punhal e sabe que a hora da vingança está chegando. Humberto briga com um cliente do bordel, para defender Malu. No meio da noite, Nina sai de mansinho de seu quarto e surge na porta de José Manoel.
Capitulo 66[V2]-José Manoel e Nina se amam. Sílvia expulsa o marido, Humberto, de seu quarto. Nina encontra a mãe esperando-ae pede que Madalena não se intrometa na sua vida. Os moradores do cortiço hostilizam a judia rica, Camille, na fila do banheiro. Francisca propõe a Vincenzo e a Farina desfazer o negócio e devolver a fazenda para eles. Martino não disfarça o seu encantamento pela bela viúva Francisca e propõe pagar a parte de Adolfo na fazenda, tornando-se sócio dos amigos italianos. Nina deixa claro que José Manoel não lhe deve nada, mas ele insiste que precisa reparar o que fez. Genaro promete que vai defender Maria. Tzipora leva presentes para Camille, mas ela se recusa a aceitar dinheiro. Martino volta para São Paulo para buscar o dinheiro e descobre que Maria não está mais no hotel.

 

    Capítulo 67.[V1] Brazil, 9/2/02:Martino acha que Maria se encontrou com Toni e jura que matará os dois. Vincenzo e Constância aguardam a volta de Martino e a esposa, que irão morar na fazenda. Martino invade a pensão de Mariusa , ameaça levar a criança e Maria acaba voltando para o hotel com o marido. Toni pede que Camille tire a jóia que usa para dançar a tarantela junto com o povo do cortiço. Madalena teme que Nina engravide ao vê-la se dirigir para o quarto de José Manoel para passar mais uma noite. Martino e Maria viajam para a fazenda. Genaro fica desnorteado ao saber da partida de Maria e do neto. Farina faz galanteios a Francisca, que aceita , perturbada. Marcos chega para almoçar na casa de Eulália. Maurício se irrita ao saber que Francisca saiu para dar uma volta com Farina. Ela chega trazendo o italiano para almoçar com os filhos. Manolo se decepciona um pouco ao saber que Marcos é órfão e não tem dinheiro. José Manoel leva Nina à pensão para conhecer seus amigos, e eles são apresentados a Genaro, mas nem ficam sabendo o nome do velho italiano. Martino, Maria e o filho chegam à fazenda.
Capitulo 67[V2]-Martino acha que Maria encontrou Toni e jura que matará os dois. Vincenzo e Constância aguardam a volta de Martino e a esposa, que irão morar na fazenda. Martino invade a pensão de Mariusa , ameaça levar a criança e Maria acaba voltando para o hotel com o marido. Toni pede que Camille tire a jóia que usa para dançar a tarantela junto com o povo do cortiço. Madalena teme que Nina engravide ao vê-la se dirigir para o quarto de José Manoel para passar mais uma noite. Martino e Maria viajam para a fazenda. Genaro fica desnorteado ao saber da partida de Maria e do neto. Farina faz galanteios a Francisca, que aceita , perturbada. Marcos chega para almoçar na casa de Eulália. Maurício se irrita ao saber que Francisca saiu para dar uma volta com Farina. Ela chega trazendo o italiano para almoçar com os filhos. Manolo se decepciona um pouco ao saber que Marcos é órfão e não tem dinheiro. José Manoel leva Nina à pensão para conhecer seus amigos, e eles são apresentados a Genaro, mas nem ficam sabendo o nome do velho italiano. Martino, Maria e o filho chegam à fazenda.

 

    Capítulo 68.[V1] Brazil, 9/3/02: Marcello, Constância e Vincenzo recebem o casal. Madalena comenta com Nina a simpatia de Genaro. Toni jura para José Manoel que já esqueceu Maria e que ama Camille. Maria se impressiona com o relato da vida de Constância. Maurício se irrita quando Francisca comenta que acha Farina interessante. Manolo se preocupa por Marcos não ter dinheiro. Isabela acorda com a serenata de Bruno. Felipe e Rafael debocham do rapaz. Tzipora não consegue dormir, pensando na filha. Malu declara a sua paixão por Genaro e insiste que ele suba até o quarto. Na volta para casa, meio bêbado de vinho, ele sente-se culpado e pede perdão para Rosinella. Jonatah propõe negócio para Ezequiel: comprar o prédio da oficina de Toni. Procura Manolo e oferece que ele transforme a pequena oficina em uma verdadeira fábrica de roupas. José Manoel recebe um telegrama avisando a morte de seu pai e fica desnorteado. Martino faz galanteios para Francisca, deixando Farina enciumado. Nina teme que José Manoel fique no Rio de Janeiro ao lado da mãe. Mariusa fica desconfiada quando Genaro comenta que fez uma besteira na noite anterior, cheira a sua camisa e sente perfume de mulher. As mulheres na fila do tanque debocham de Camille, que lava a roupa de Toni.
Capitulo 68[V2]-Marcello, Constância e Vincenzo recebem o casal. Madalena comenta com Nina a simpatia de Genaro. Toni jura para José Manoel que já esqueceu Maria e que ama Camille. Maria se impressiona com o relato da vida de Constância. Maurício se irrita quando Francisca comenta que acha Farina interessante. Manolo se preocupa por Marcos não ter dinheiro. Isabela acorda com a serenata de Bruno. Felipe e Rafael debocham do rapaz. Tzipora não consegue dormir, pensando na filha. Malu declara a sua paixão por Genaro e insiste que ele suba até o quarto. Na volta para casa, meio bêbado de vinho, ele sente-se culpado e pede perdão para Rosinella. Jonatah propõe negócio para Ezequiel: comprar o prédio da oficina de Toni. Procura Manolo e oferece que ele transforme a pequena oficina em uma verdadeira fábrica de roupas. José Manoel recebe um telegrama avisando a morte de seu pai e fica desnorteado. Martino faz galanteios para Francisca, deixando Farina enciumado. Nina teme que José Manoel fique no Rio de Janeiro ao lado da mãe. Mariusa fica desconfiada quando Genaro comenta que fez uma besteira na noite anterior, cheira a sua camisa e sente perfume de mulher. As mulheres na fila do tanque debocham de Camille, que lava a roupa de Toni.

 

    Capítulo 69.[V1] Brazil, 9/4/02: Toni sente pena ao ver Camille lavando roupa e enfrentando tudo com um sorriso, e diz para si mesmo que precisa amar essa mulher. Francisca concorda com o casamento de Beatriz e Marcello e até promete uma festa. Maurício, ao contar para Caterina seu desagrado com Francisca, acaba demonstrando o ciúme que tem da mãe, e Caterina defende a sogra, dizendo para que ela é livre para fazer o que quiser. Malu conta para Justine que Genaro foi maravilhoso na cama, mas chamou-a o tempo todo de Rosinella. Genaro garante a Marcos que não vai mais cair em tentação. Marcello se anima com a idéia do casamento, mas Beatriz pede um tempo para pensar. Maria conta para COnstancia que seu filho não é de Martino e pede ajuda à italiana para fugir. Isabela confessa a Bruno que adora ouvi-lo cantar. Manolo interrompe o namoro de Marcos e Eulália e manda o rapaz embora, deixando Eulália desolada. Soledad tranquiliza a filha, dizendo que isso é uma estratrégia para obrigar Marcos a se casar com ela. Marcos se deita novamente com Justine, e acaba concordando que ela vá a sua formatura.
Capitulo 69[V2]-Toni sente pena ao ver Camille lavando roupa e enfrentando tudo com um sorriso, e diz para si mesmo que precisa amar essa mulher. Francisca concorda com o casamento de Beatriz e Marcello e até promete uma festa. Maurício, ao contar para Caterina seu desagrado com Francisca, acaba demonstrando o ciúme que tem da mãe, e Caterina defende a sogra, dizendo que ela é livre para fazer o que quiser. Malu conta para Justine que Genaro foi maravilhoso na cama, mas chamou-ao tempo todo de Rosinella. Genaro garante a Marcos que não vai mais cair em tentação. Marcello se anima com a idéia do casamento, mas Beatriz pede um tempo para pensar. Maria conta para Constancia que seu filho não é de Martino e pede ajuda à italiana para fugir. Isabela confessa a Bruno que adora ouvi-locantar. Manolo interrompe o namoro de Marcos e Eulália e manda o rapaz embora, deixando Eulália desolada. Soledad tranquiliza a filha, dizendo que isso é uma estratrégia para obrigar Marcos a se casar com ela. Marcos se deita novamente com Justine, e acaba concordando que ela vá a sua formatura.

 

    Capítulo 70.[V1] Brazil, 9/5/02: Vincenzo aconselha Constância a não se meter entre Maria e Martino. Maurício pede que a mãe não tenha tanto ódio de seu pai, mas ela pede que nem o nome do barão seja pronunciado mais na casa. Maurício tenta remendar o quadro do pai, embora Francisca o tenha proibido de fazer isso. Toni vigia a porta enquanto Camille toma banho no cortiço, para que ninguém espie. Madalena teme que José Manoel não volte mais. Sílvia dá os primeiros passos sem auxílio. Soledad obriga Manolo a conversar com Ezequiel antes de fechar a sociedade com Jonatah. Tzipora manda o marido desfazer o negócio da venda do imóvel para Jonatah. Constância decide ajudar Maria, que conta para ela o seu romance com Toni. Toni se lembra de Genaro batendo em sua mão porque ele gostava de tocar cançonetas ao piano. Genaro anima o bordel. Justine não quer ir para o quarto com Humberto, que se exalta e acaba levando um soco de Genaro. Camille pensa em arranjar um emprego. Martino e Francisca cavalgam juntos. Maurício, revoltado, quer colocar o retrato do pai no lugar de sempre. Caterina conta para o marido que ele não é filho do barão.
Capitulo 70[V2]-Vincenzo aconselha Constância a não se meter entre Maria e Martino. Maurício pede que a mãe não tenha tanto ódio de seu pai, mas ela pede que nem o nome do barão seja pronunciado mais na casa. Maurício tenta remendar o quadro do pai, embora Francisca o tenha proibido de fazer isso. Toni vigia a porta enquanto Camille toma banho no cortiço, para que ninguém espie. Madalena teme que José Manoel não volte mais. Sílvia dá os primeiros passos sem auxílio. Soledad obriga Manolo a conversar com Ezequiel antes de fechar a sociedade com Jonatah. Tzipora manda o marido desfazer o negócio da venda do imóvel para Jonatah. Constância decide ajudar Maria, que conta para ela o seu romance com Toni. Toni se lembra de Genaro batendo em sua mão porque ele gostava de tocar cançonetas ao piano. Genaro anima o bordel. Justine não quer ir para o quarto com Humberto, que se exalta e acaba levando um soco de Genaro. Camille pensa em arranjar um emprego. Martino e Francisca cavalgam juntos. Maurício, revoltado, quer colocar o retrato do pai no lugar de sempre. Caterina conta para o marido que ele não é filho do barão.

 

    Capítulo 71.[V1] Brazil, 9/6/02: Maurício fica perplexo ao saber que seu pai foi morto pelo avô. Nhá Rita confirma a história. Martino beija Francisca. Beatriz conta para a mãe que Maurício já sabe que é um bastardo. José Manoel volta desolado para o cortiço. Manolo e Soledad contam para Ezequiel o acrodo proposto por Jonatah. Nina se assusta quando José Manoel avisa que pretende pegar o seu diploma e viajar. Francisca revela para Maurício o nome de seu pai – Luigi Arelli – e revive a tristeza de sua morte. Camille não sabe como viver com o pouco dinheiro que Toni ganha no mercado. José Manoel assegura a Toni que não vai embora sem Nina. Madalena garante à filha que ficará bem sozinha, mas Nina insiste que só se muda com a mãe. Beatriz pede que Marcello não a procure mais. Sílvia não precisa mais da cadeira de rodas. Marcos confessa para Genaro que está apaixonado por Eulália e precisa encontrar um jeito de terminar tudo com Justine. A francesinha está disposta a descobrir quem era a companhia de Marcos na brasserie. Eulália garante à mãe que Marcos é desimpedido. Maria conversa com Constância sobre a sua fuga e Martino entra neste momento.
Capitulo 71[V2]-Maurício fica perplexo ao saber que seu pai foi morto pelo avô. Nhá Rita confirma a história. Martino beija Francisca. Beatriz conta para a mãe que Maurício já sabe que é um bastardo. José Manoel volta desolado para o cortiço. Manolo e Soledad contam para Ezequiel o acrodo proposto por Jonatah. Nina se assusta quando José Manoel avisa que pretende pegar o seu diploma e viajar. Francisca revela para Maurício o nome de seu pai – Luigi Arelli – e revive a tristeza de sua morte. Camille não sabe como viver com o pouco dinheiro que Toni ganha no mercado. José Manoel assegura a Toni que não vai embora sem Nina. Madalena garante à filha que ficará bem sozinha, mas Nina insiste que só se muda com a mãe. Beatriz pede que Marcello não a procure mais. Sílvia não precisa mais da cadeira de rodas. Marcos confessa para Genaro que está apaixonado por Eulália e precisa encontrar um jeito de terminar tudo com Justine. A francesinha está disposta a descobrir quem era a companhia de Marcos na brasserie. Eulália garante à mãe que Marcos é desimpedido. Maria conversa com Constância sobre a sua fuga e Martino entra neste momento.

 

    Capítulo 72.[V1] Brazil, 9/7/02: Constância diz a Martino que Maria quer ir à cidade fazer compras. Martino proibe a mulher de sair e avisa que ela não tente fugir, porque ele irá atrás dela e tomará o seu filho. Francisca e Martino se beijam em um recanto da fazenda. Camille pede a José Manoel o endereço da pensão pois suspeita que Genaro pode ser o pai de Toni. Ezequiel desfaz o negócio com Jonatan. Maurício procura a arma do barão. Farina e Vincenzo decidem que não vão aceitar mais Martino como sócio. Camille chega à pensão e confirma com Isabela que Genaro é pianista e veio de Civita. Tzipora e Ezequiel se comovem quando a filha avisa que encontrou o pai de Toni. Mariusa acha que foi uma das meninas do bordel que procurou Genaro. Maurício fica de tocaia para atirar em Martino. Nhá Rita pressente desgraça. Martino é atingido várias vezes por Maurício e cai morto. Camille conta pra Toni que seu pai está vivendo no Brasil e os dois saem correndo para a pensão.
Capitulo 72[V2]-Constância diz a Martino que Maria quer ir à cidade fazer compras. Martino proibe a mulher de sair e avisa que ela não tente fugir, porque ele irá atrás dela e tomará o seu filho. Francisca e Martino se beijam em um recanto da fazenda. Camille pede a José Manoel o endereço da pensão pois suspeita que Genaro pode ser o pai de Toni. Ezequiel desfaz o negócio com Jonatan. Maurício procura a arma do barão. Farina e Vincenzo decidem que não vão aceitar mais Martino como sócio. Camille chega à pensão e confirma com Isabela que Genaro é pianista e veio de Civita. Tzipora e Ezequiel se comovem quando a filha avisa que encontrou o pai de Toni. Mariusa acha que foi uma das meninas do bordel que procurou Genaro. Maurício fica de tocaia para atirar em Martino. Nhá Rita pressente desgraça. Camille conta pra Toni que seu pai está vivendo no Brasil e os dois saem correndo para a pensão.

 

    Capítulo 73.[V1] Brazil, 9/9/02: Genaro sai para tocar na loja , desencontrando-se de Toni e Camille . Maurício garante a Caterina que Martino não seguirá Maria. Francisca admite que está apaixonada por Martino e Maurício finge compreensão. Mariusa quase desmaia quando Camille apresenta Toni como o filho de Genaro. Ele vai atrás do pai na loja de música, embora tema que Genaro não queira vê-lo. Zequinha e Zangão descobrem o corpo de Martino. Toni grita ao ver o pai e irrompe na loja. Genaro sente o baque e o filho o envolve em um abraço. Todos se comovem com a cena. Maurício concorda em abrigar Zequinha e Zangão depois que a dupla levar o corpo para a casa de Vincenzo. Francisca fica transtornada com a morte do italiano. Genaro deixa escapar que Toni tem um filho, mas desmente. Farina se preocupa que Maria consiga ficar com o dinheiro que era do pai dela. Francisca mostra-se confusa, fala do pai e do italiano morto, mas não sabe quem é Martino. Mariusa aconselha Genaro a não falar de Maria. Toni agradece a Camille e jura que jamais vai esquecer o que ela fez por ele.
Capitulo 73[V2]-Martino é atingido várias vezes por Maurício e cai morto. Genaro sai para tocar na loja , desencontrando-se de Toni e Camille . Maurício garante a Caterina que Martino não seguirá Maria. Francisca admite que está apaixonada por Martino e Maurício finge compreensão. Mariusa quase desmaia quando Camille apresenta Toni como o filho de Genaro. Ele vai atrás do pai na loja de música, embora tema que Genaro não queira vê-lo. Zequinha e Zangão descobrem o corpo de Martino. Toni grita ao ver o pai e irrompe na loja. Genaro sente o baque e o filho o envolve em um abraço. Todos se comovem com a cena. Maurício concorda em abrigar Zequinha e Zangão depois que a dupla levar o corpo para a casa de Vincenzo. Francisca fica transtornada com a morte do italiano. Genaro deixa escapar que Toni tem um filho, mas desmente. Farina se preocupa que Maria consiga ficar com o dinheiro que era do pai dela. Francisca mostra-se confusa, fala do pai e do italiano morto, mas não sabe quem é Martino. Mariusa aconselha Genaro a não falar de Maria. Toni agradece a Camille e jura que jamais vai esquecer o que ela fez por ele.

Capítulo 74.[V1] Brazil, 9/10/02: Farina leva o corpo para a delegacia. Constância avisa Maria que ela deve ficar mais uns dias até conseguir o atestado de óbito. Zequinha se impressiona com a beleza de Caterina, mas Zangão não deixa ele esquecer que ela é casada. Genaro vai ao cortiço conhecer Nina e Madalena. Madalena se perturba ao ver Genaro chegar no cortiço e não aceita o abraço do cunhado. Camille mostra o quarto onde vive com Toni, conta como é a sua vida e quer saber como é Maria. Farina convence o delegado que Martino foi morto por italianos, inimigos do fascista que o teriam perseguido desde a Itália, e consegue o atestado de óbito. Genaro, Camille e Toni jantam com Tzipora e Ezequiel. Tzipora pede que a filha volte a morar em casa, mas ela avisa que não deixará o cortiço. Genaro confidencia para Mariusa que gosta muito de Camille e não vai contar nada para o filho sobre Maria e o neto. Beatriz desconfia da história de Martino ter sido morto por italianos, mas Maurício finge acreditar. Farina se prontifica a levar Maria até São Paulo. José Manoel mostra o seu diploma para Nina e confirma que precisa ajudar a mãe no Rio de Janeiro. Ela quer saber se é um adeus. Para evitar confusão, Marcos decide não participar da festa de formatura, porque não sabe se convida Eulália ou Justine. Caterina comenta com Maurício que deve haver um assassino solto na região e estranha a tranquilidade do marido. Francisca manda Beatriz esquecer a história do assassinato, mas se preocupa com a desconfiança da filha.
Capitulo 74[V2]-Farina leva o corpo de Martino para a delegacia. Constância avisa Maria que ela deve ficar mais uns dias até conseguir o atestado de óbito. Zequinha se impressiona com a beleza de Caterina, mas Zangão não deixa ele esquecer que ela é casada. Genaro vai ao cortiço conhecer Nina e Madalena. Madalena se perturba ao ver Genaro chegar no cortiço e não aceita o abraço do cunhado. Camille mostra o quarto onde vive com Toni, conta como é a sua vida e quer saber como é Maria. Farina convence o delegado que Martino foi morto por italianos, inimigos do fascista que o teriam perseguido desde a Itália, e consegue o atestado de óbito. Genaro, Camille e Toni jantam com Tzipora e Ezequiel. Tzipora pede que a filha volte a morar em casa, mas ela avisa que não deixará o cortiço. Genaro confidencia para Mariusa que gosta muito de Camille e não vai contar nada para o filho sobre Maria e o neto. Beatriz desconfia da história de Martino ter sido morto por italianos, mas Maurício finge acreditar. Farina se prontifica a levar Maria até São Paulo. José Manoel mostra o seu diploma para Nina e confirma que precisa ajudar a mãe no Rio de Janeiro. Ela quer saber se é um adeus. Para evitar confusão, Marcos decide não participar da festa de formatura, porque não sabe se convida Eulália ou Justine. Caterina comenta com Maurício que deve haver um assassino solto na região e estranha a tranquilidade do marido. Francisca manda Beatriz esquecer a história do assassinato, mas se preocupa com a desconfiança da filha.

 

    Capítulo 75.[V1] Brazil, 9/11/02: Camille garante a Toni que não tem mais ciúme de Maria. Mariusa recebe Farina, Maria e o pequeno Martino na pensão. Marcos procura Justine, que beija-o apaixonadamente. Maria exulta ao saber que Genaro e Toni se encontraram, mas se entristece por ter sido Camille a responsável pela aproximação. Camille tenta convencer Toni a largar o mercado e viver como artista. Mariusa aconselha Maria a esquecer Toni, pois Genaro está encantado por Camille. Justine insiste em saber quem estava na brasserie com Marcos e ele vai embora furioso. Caterina manda Marcello esquecer Beatriz. Francisca e Beatriz estranham as atitudes de Maurício. Zequinha se oferece para acompanhar Caterina até a fazenda, mas ela não aceita. Beatriz confessa para Júlia que ainda ama Marcello, mas teme que aconteça o pior. José Manoel mostra a carta da mãe, na qual ela pede que ele se case com Nina e se mude para o Rio de Janeiro. Nina nada responde. Sílvia manda buscar Nina. Maria pede que Genaro leve Toni na pensão para conhecer o filho. Nina se surpreende ao ver Silvia andando. Ela garante que está pronta para a valsa do adeus.
Capitulo 75[V2]-Camille garante a Toni que não tem mais ciúme de Maria. Mariusa recebe Farina, Maria e o pequeno Martino na pensão. Marcos procura Justine, que beija-oapaixonadamente. Maria exulta ao saber que Genaro e Toni se encontraram, mas se entristece por ter sido Camille a responsável pela aproximação. Camille tenta convencer Toni a largar o mercado e viver como artista. Mariusa aconselha Maria a esquecer Toni, pois Genaro está encantado por Camille. Justine insiste em saber quem estava na brasserie com Marcos e ele vai embora furioso. Caterina manda Marcello esquecer Beatriz. Francisca e Beatriz estranham as atitudes de Maurício. Zequinha se oferece para acompanhar Caterina até a fazenda, mas ela não aceita. Beatriz confessa para Júlia que ainda ama Marcello, mas teme que aconteça o pior. José Manoel mostra a carta da mãe, na qual ela pede que ele se case com Nina e se mude para o Rio de Janeiro. Nina nada responde. Sílvia manda buscar Nina. Maria pede que Genaro leve Toni na pensão para conhecer o filho. Nina se surpreende ao ver Silvia andando. Ela garante que está pronta para a valsa do adeus.

 

    Capítulo 76.[V1] Brazil, 9/12/02:  Sílvia pede que Nina assuma o lugar de Humberto na tecelagem. Maria promete que não vai estragar a vida de Toni e Genaro promete que vai arrumar um encontro entre os dois. Farina conhece Genaro. Maurício pede que Zequinha e Zangão fiquem mais uns dias, caso a polícia queira investigar. Caterina se perturba com os olhares de Zequinha. Madalena se surpreende ao saber que Sílvia pretende transformar a tecelagem em uma fundação, e deixá-la para as operárias com Nina na presidência. Humberto fica pasmo ao ver a mulher andando. Farina confirma que o banco deseja investigar se Martino está realmente morto. Ezequiel propõe sociedade a Manolo. Sílvia avisa Humberto que ele deve se afastar da tecelagem. Farina vai ao bordel e dança com Justine. Malu tenta ficar com o italiano, mas não consegue. Bruno canta e se declara para Isabela, que manda um beijo da janela. Chiquinho Forró anda pela estrada em busca de Zequinha e Zangão. Genaro impede que Isabela dê o endereço do cortiço para Maria e promete que vai buscar Toni.
Capitulo 76[V2]-Sílvia pede que Nina assuma o lugar de Humberto na tecelagem. Maria promete que não vai estragar a vida de Toni e Genaro promete que vai arrumar um encontro entre os dois. Farina conhece Genaro. Maurício pede que Zequinha e Zangão fiquem mais uns dias, caso a polícia queira investigar. Caterina se perturba com os olhares de Zequinha. Madalena se surpreende ao saber que Sílvia pretende transformar a tecelagem em uma fundação, e deixá-la para as operárias com Nina na presidência. Humberto fica pasmo ao ver a mulher andando. Farina confirma que o banco deseja investigar se Martino está realmente morto. Ezequiel propõe sociedade a Manolo. Sílvia avisa Humberto que ele deve se afastar da tecelagem. Farina vai ao bordel e dança com Justine. Malu tenta ficar com o italiano, mas não consegue. Bruno canta e se declara para Isabela, que manda um beijo da janela. Chiquinho Forró anda pela estrada em busca de Zequinha e Zangão. Genaro impede que Isabela dê o endereço do cortiço para Maria e promete que vai buscar Toni.

 

    Capítulo 77.[V1] Brazil, 9/13/02:Humberto pede que Sílvia reconsidere a sua decisão, mas percebe que a mulher quer também pôr fim ao casamento. Toni jura que ama Camille, e o pai, então, conta que Maria está esperando por ele na pensão. Maria corre para os braços de Toni quando ele desponta na esquina. Os dois rodopiam, beijam-se e trocam juras de amor, sob os olhares apreensivos de Mariusa e Genaro. Toni diz que não pode deixar Camille e Maria deixa claro que não se importa que ele permaneça casado, desde que não a abandone. Tzipora conta para Camille que Ezequiel gostaria que Toni entrasse no negócio com os espanhóis. Toni conta tudo para José Manoel, que suspeita que Maria tenha mandado matar o marido. Mariusa também tem a mesma dúvida.
Capitulo 77[V2]-Humberto pede que Sílvia reconsidere a sua decisão, mas percebe que a mulher quer também pôr fim ao casamento. Toni jura que ama Camille, e o pai, então, conta que Maria está esperando por ele na pensão. Maria corre para os braços de Toni quando ele desponta na esquina. Os dois rodopiam, beijam-se e trocam juras de amor, sob os olhares apreensivos de Mariusa e Genaro. Toni diz que não pode deixar Camille e Maria deixa claro que não se importa que ele permaneça casado, desde que não a abandone. Tzipora conta para Camille que Ezequiel gostaria que Toni entrasse no negócio com os espanhóis. Toni conta tudo para José Manoel, que suspeita que Maria tenha mandado matar o marido. Mariusa também tem a mesma dúvida.

Capítulo 78.[V1] Brazil, 9/14/02: Genaro reage, mas acaba concordando com Mariusa que as pessoas podem desconfiar de Maria e Farina. Ezequiel pede ajuda de Toni para gerenciar a confecção, ele reluta, mas finalmente aceita. Zequinha e Zangão cantam em volta da fogueira para todos da fazenda . Caterina sente o olhar de Zequinha em cima dela e agarra o braço de Maurício. Vincenzo e Marcello desconfiam que Farina pode estar envolvido na morte de Martino. Chiquinho Forró encontra os violeiros e comenta na frente de todos que não se fala de outra coisa pela estrada senão na morte do italiano. Beatriz pergunta se existe um suspeito, ele olha para Maurício e nega . Camille se frustra com o pouco entusiasmo de Toni pela fábrica de roupas . Maurício procura Chiquinho Forró para conversar e Nhá Rita aconselha Chiquinho a ficar de boca fechada. Genaro comenta com Farina as suspeitas que podem recair sobre ele e Maria, e Farina alega que essas suspeitas não têm cabimento. Maurício pressiona Chiquinho Forró e ele conta que uma testemunha viu um homem de tocaia em um telhado , mas que o tal sujeito não disse quem era . Forró complementa, afirmando que não acredita nesta história, porque só se o assassino fosse muito burro para armar uma tocaia de cima de um telhado; e Maurício concorda, aliviado. Toni diz ao pai que não conseguirá viver sem a sua Maria. Maurício tenta esconder o rifle mas Francisca o flagra, e ele diz que estava só limpando a arma . Maria e Toni se encontram na pensão, mas refreiam o entusiasmo na frente de Farina.
Capitulo 78[V2]- Genaro reage, mas acaba concordando com Mariusa que as pessoas podem desconfiar de Maria e Farina. Ezequiel pede ajuda de Toni para gerenciar a confecção, ele reluta, mas finalmente aceita. Zequinha e Zangão cantam em volta da fogueira para todos da fazenda . Caterina sente o olhar de Zequinha em cima dela e agarra o braço de Maurício. Vincenzo e Marcello desconfiam que Farina pode estar envolvido na morte de Martino. Chiquinho Forró encontra os violeiros e comenta na frente de todos que não se fala de outra coisa pela estrada senão na morte do italiano. Beatriz pergunta se existe um suspeito, ele olha para Maurício e nega . Camille se frustra com o pouco entusiasmo de Toni pela fábrica de roupas . Maurício procura Chiquinho Forró para conversar e Nhá Rita aconselha Chiquinho a ficar de boca fechada. Genaro comenta com Farina as suspeitas que podem recair sobre ele e Maria, e Farina alega que essas suspeitas não têm cabimento. Maurício pressiona Chiquinho Forró e ele conta que uma testemunha viu um homem de tocaia em um telhado, mas que o tal sujeito não disse quem era . Forró complementa, afirmando que não acredita nesta história, porque só se o assassino fosse muito burro para armar uma tocaia de cima de um telhado; e Maurício concorda, aliviado. Toni diz ao pai que não conseguirá viver sem a sua Maria. Maurício tenta esconder o rifle mas Francisca o flagra, e ele diz que estava só limpando a arma . Maria e Toni se encontram na pensão, mas refreiam o entusiasmo na frente de Farina.

 

    Capítulo 79.[V1] Brazil, 9/16/02: Maria pede que Toni arranje um local para que os dois possam se encontrar. Camille se chateia com o marido por não ter avisado que ia dar uma passada na pensão. Ele quebra o clima avisando que Genaro aconselhou-o a aceitar a ajuda de Ezequiel e que ele vai pedir as contas no mercado. Tzipora e Ezequiel listam o material necessário para abrir a confecção. Sílvia garante a Nina que ela vai conseguir ser a presidente da fundação. Manolo interrompe o namoro de Eulália e Marcos, que vai embora. Soledad acalma a filha, furiosa com a atitude do pai. Bruno beija Isabela. O diretor do banco garante a Farina que vai transferir o dinheiro de Martino para a conta de Maria. José Manoel se lamenta com Toni por Nina não querer se casar com ele. Toni confidencia que vai ficar com Camille e com Maria. Justine conversa e dança com Farina. Beatriz divide com Francisca a sua suspeita de Maurício ter assassinado Martino.
Capitulo 79[V2]-Maria pede que Toni arranje um local para que os dois possam se encontrar. Camille se chateia com o marido por não ter avisado que ia dar uma passada na pensão. Ele quebra o clima avisando que Genaro aconselhou-oa aceitar a ajuda de Ezequiel e que ele vai pedir as contas no mercado. Tzipora e Ezequiel listam o material necessário para abrir a confecção. Sílvia garante a Nina que ela vai conseguir ser a presidente da fundação. Manolo interrompe o namoro de Eulália e Marcos, que vai embora. Soledad acalma a filha, furiosa com a atitude do pai. Bruno beija Isabela. O diretor do banco garante a Farina que vai transferir o dinheiro de Martino para a conta de Maria. José Manoel se lamenta com Toni por Nina não querer se casar com ele. Toni confidencia que vai ficar com Camille e com Maria. Justine conversa e dança com Farina. Beatriz divide com Francisca a sua suspeita de Maurício ter assassinado Martino.

 

    Capítulo 80.[V1] Brazil, 9/17/02: Maria confessa para Mariusa não saber quanto dinheiro o marido tinha no banco, mas de uma coisa tem certeza: quer continuar a viver na pensão. Nhá Rita e Chiquinho Forró se dão muito bem. Zangão avisa que Zequinha foi embora. Genaro acha que Marcos deve decidir com quem deseja ficar, mas ele quer Eulália e Justine. Soledad tranqüiliza Eulália que o pai só quer casá-la com Marcos. Ezequiel avisa aos espanhóis que Toni e Camille serão os gerentes do negócio. Manolo fala grosso que na parte da costura ninguém vai se meter, mas Toni reage e o espanhol volta atrás, deixando Camille e Toni surpresos com a firmeza de Toni. Em casa, Manolo finge que ganhou a discussão. Toni promete que vai se dedicar ao trabalho e tirar o pai do bordel. Farina demonstra o seu carinho paternal por Maria, que retribui como uma filha, prometendo que vai buscar os seus conselhos sempre que precisar. Toni pede para voltar a viver na casa de Ezequiel, para surpresa de todos. Todos dançam a tarantela na festa de despedida de Toni e Camille do cortiço, desejando felicidades ao casal.
Capitulo 80[V2]-Maria confessa para Mariusa não saber quanto dinheiro o marido tinha no banco, mas de uma coisa tem certeza: quer continuar a viver na pensão. Nhá Rita e Chiquinho Forró se dão muito bem. Zangão avisa que Zequinha foi embora. Genaro acha que Marcos deve decidir com quem deseja ficar, mas ele quer Eulália e Justine. Soledad tranqüiliza Eulália que o pai só quer casá-la com Marcos. Ezequiel avisa aos espanhóis que Toni e Camille serão os gerentes do negócio. Manolo fala grosso que na parte da costura ninguém vai se meter, mas Toni reage e o espanhol volta atrás, deixando Camille e Toni surpresos com a firmeza de Toni. Em casa, Manolo finge que ganhou a discussão. Toni promete que vai se dedicar ao trabalho e tirar o pai do bordel. Farina demonstra o seu carinho paternal por Maria, que retribui como uma filha, prometendo que vai buscar os seus conselhos sempre que precisar. Toni pede para voltar a viver na casa de Ezequiel, para surpresa de todos. Todos dançam a tarantela na festa de despedida de Toni e Camille do cortiço, desejando felicidades ao casal.

 

    Capítulo 81.[V1] Brazil, 9/18/02:  Zangão fala de sua amizade com Zequinha, das encrencas com Chiquinho Forró e esclarece para Júlia que eles são peões boiadeiros. Nhá Rita chama Chiquinho de Arcides, nome de seu filho que já morreu. Farina volta para a fazenda trazendo a novidade de que Maria, agora, é milionária. Camille volta feliz para a casa dos pais. Marcello e Beatriz se reencontram e ele é duro com ela, deixando claro que já entendeu que ela é inalcançável. Francisca se constrange quando Farina deixa claro que sabe o que se passou entre ela e Martino. Maurício não gosta de ver o italiano em sua casa e demonstra para a mãe os seus ciúmes. Beatriz comenta com Caterina que teve medo que acontecesse com Marcello o que ocorreu com o pai de Maurício e com Martino. Chiquinho encontra as cápsulas das balas que mataram Martino, duas balas de rifle perdidas, e confirma que a tocaia foi feita do telhado. Zangão pede que ele guarde tudo até Zequinha voltar. Francisca conta para Beatriz que viu Maurício com o rifle na mão. Sílvia manda o marido limpar as gavetas da fábrica porque quer dar posse a Nina. Maria se aflige por Toni não ter aparecido e pede para Isabela ir com ela até o cortiço. Ezequiel está satisfeito com o trabalho de Toni. Maria pergunta para Madalena se Toni vive no cortiço.
Capitulo 81[V2]-Zangão fala de sua amizade com Zequinha, das encrencas com Chiquinho Forró e esclarece para Júlia que eles são peões boiadeiros. Nhá Rita chama Chiquinho de Arcides, nome de seu filho que já morreu. Farina volta para a fazenda trazendo a novidade de que Maria, agora, é milionária. Camille volta feliz para a casa dos pais. Marcello e Beatriz se reencontram e ele é duro com ela, deixando claro que já entendeu que ela é inalcançável. Francisca se constrange quando Farina deixa claro que sabe o que se passou entre ela e Martino. Maurício não gosta de ver o italiano em sua casa e demonstra para a mãe os seus ciúmes. Beatriz comenta com Caterina que teve medo que acontecesse com Marcello o que ocorreu com o pai de Maurício e com Martino. Chiquinho encontra as cápsulas das balas que mataram Martino, duas balas de rifle perdidas, e confirma que a tocaia foi feita do telhado. Zangão pede que ele guarde tudo até Zequinha voltar. Francisca conta para Beatriz que viu Maurício com o rifle na mão. Sílvia manda o marido limpar as gavetas da fábrica porque quer dar posse a Nina. Maria se aflige por Toni não ter aparecido e pede para Isabela ir com ela até o cortiço. Ezequiel está satisfeito com o trabalho de Toni. Maria pergunta para Madalena se Toni vive no cortiço.

 

 

    Capítulo 82.[V1] Brazil, 9/19/02: Madalena percebe que é Maria, avisa que Toni e Camille se mudaram e pressente o pior. Sílvia passa o comando da fábrica para Nina, a princípio como gerente. Em casa, Humberto acusa Sílvia de estar completamente louca. Eulália teme que Marcos não apareça nunca mais, e jura que vai sair de casa se isso acontecer. Maria acaba confessando para Mariusa que foi atrás de Toni. José Manoel deposita toda a sua confiança no sucesso de Nina. Toni garante ao sogro que pode deixar o negócio em suas mãos, porque ele está disposto a trabalhar muito. Genaro se preocupa ao saber que Maria foi ao cortiço. Maria jura ao filho que vai colocá-lo nos braços do pai. Chiquinho pede que Júlia não contrarie a avó e deixe que ela o chame de Arcirdes. Nhá Rita manda Zangão parar de chamar a neta de Julinha. Toni vai até a pensão. Maria conta que Martininho é seu filho, fazendo com que ele se emocione muito. Camille se preocupa por Toni ter saído sozinho. Toni garante que quer o filho e Maria pede que ele a leve com ele.
Capitulo 82[V2]-Madalena percebe que é Maria, avisa que Toni e Camille se mudaram e pressente o pior. Sílvia passa o comando da fábrica para Nina, a princípio como gerente. Em casa, Humberto acusa Sílvia de estar completamente louca. Eulália teme que Marcos não apareça nunca mais, e jura que vai sair de casa se isso acontecer. Maria acaba confessando para Mariusa que foi atrás de Toni. José Manoel deposita toda a sua confiança no sucesso de Nina. Toni garante ao sogro que pode deixar o negócio em suas mãos, porque ele está disposto a trabalhar muito. Genaro se preocupa ao saber que Maria foi ao cortiço. Maria jura ao filho que vai colocá-lonos braços do pai. Chiquinho pede que Júlia não contrarie a avó e deixe que ela o chame de Arcirdes. Nhá Rita manda Zangão parar de chamar a neta de Julinha. Toni vai até a pensão. Maria conta que Martininho é seu filho, fazendo com que ele se emocione muito. Camille se preocupa por Toni ter saído sozinho. Toni garante que quer o filho e Maria pede que ele a leve com ele.

 

    Capítulo 83.[V1] Brazil, 9/20/02:  Toni fica sem saber o que fazer. Maria garante que não deseja estragar o casamento dele. Genaro pede que Toni não culpe a mãe por não ter contado do filho, pois foi ele que a impediu. Martininho entra e se joga no colo do avô, deixando os pais comovidos. Nina prefere circular pelos teares, onde recebe sorriso das operárias. Toni pede que Camille não fique sabendo sobre o filho deles. Maria garante que só deseja que ele arranje um local para que eles possam se encontrar. Farina propõe que Francisca seja sócia dele e de Vincenzo. Toni não deixa que Camille vá visitar Genaro, alegando que tem muito homem lá; ela exulta por ele estar com ciúmes. Maurício interrompe a conversa entre Francisca e Farina. Vincenzo se surpreende com a oferta de Francisca, que se dispõe a receber em café a sua parte na fazenda. Maurício nega para a mãe ter matado Martino. Francisca acha que ele contratou os peões para fazer o serviço: Chiquinho teria matado Martino, e Zangão e Zequinha teriam ficaram encarregados de pegar o corpo. Rafael lê o discurso de formatura que escreveu. Felipe ironiza e Marcos promete reescrever o discurso do amigo. Camille diz a Tzipora que suspeita estar grávida novamente.
Capitulo 83[V2]-Toni fica sem saber o que fazer. Maria garante que não deseja estragar o casamento dele. Genaro pede que Toni não culpe a mãe por não ter contado do filho, pois foi ele que a impediu. Martininho entra e se joga no colo do avô, deixando os pais comovidos. Nina prefere circular pelos teares, onde recebe sorriso das operárias. Toni pede que Camille não fique sabendo sobre o filho deles. Maria garante que só deseja que ele arranje um local para que eles possam se encontrar. Farina propõe que Francisca seja sócia dele e de Vincenzo. Toni não deixa que Camille vá visitar Genaro, alegando que tem muito homem lá; ela exulta por ele estar com ciúmes. Maurício interrompe a conversa entre Francisca e Farina. Vincenzo se surpreende com a oferta de Francisca, que se dispõe a receber em café a sua parte na fazenda. Maurício nega para a mãe ter matado Martino. Francisca acha que ele contratou os peões para fazer o serviço: Chiquinho teria matado Martino, e Zangão e Zequinha teriam ficaram encarregados de pegar o corpo. Rafael lê o discurso de formatura que escreveu. Felipe ironiza e Marcos promete reescrever o discurso do amigo. Camille diz a Tzipora que suspeita estar grávida novamente.

 

    Capítulo 84.[V1] Brazil, 9/21/02:  Mariusa aconselha Maria a continuar vivendo na pensão e ter um lugar para se encontrar com Toni. Maria questiona como fazer se Toni também quer ficar com o filho. Toni acarinha Camille, mas pensa na sua situação com Maria. Tzipora conta para Ezequiel que Camille pensa estar grávida, mas não quer contar para o marido antes de ter certeza. Onofre pede para Nina assinar papéis que autorizam-na a movimentar a conta bancária da tecelagem. Humberto insiste que Sílvia está louca em largar a administração nas mãos de Nina e sai sem dar satisfações do seu destino. As tecelãs pedem um espaço para cozinhar; Onofre adverte que vai aumentar os custos. José Manoel conhece Maria. Ela pergunta para onde Toni se mudou, mas ele nega saber. Madalena se angustia ao saber de Maria e do filho de Toni. Beatriz pede que Júlia não use mais uniforme. Forró fica sabendo que Júlia é filha do barão. Maurício manda Júlia servir o almoço ao saber que Francisca está na fazenda dos italianos. Caterina e Beatriz estão muito preocupadas com a agressividade de Maurício. Francisca, Vincenzo e Farina celebram o acordo no almoço preparado por Constância. Toni aparece na pensão para felicidade de Maria. Tzipora aconselha Camille a esperar o marido para ir até a pensão conversar com Genaro.
Capitulo 84[V2]-Mariusa aconselha Maria a continuar vivendo na pensão e ter um lugar para se encontrar com Toni. Maria questiona como fazer se Toni também quer ficar com o filho. Toni acarinha Camille, mas pensa na sua situação com Maria. Tzipora conta para Ezequiel que Camille pensa estar grávida, mas não quer contar para o marido antes de ter certeza. Onofre pede para Nina assinar papéis que autorizam-na a movimentar a conta bancária da tecelagem. Humberto insiste que Sílvia está louca em largar a administração nas mãos de Nina e sai sem dar satisfações do seu destino. As tecelãs pedem um espaço para cozinhar; Onofre adverte que vai aumentar os custos. José Manoel conhece Maria. Ela pergunta para onde Toni se mudou, mas ele nega saber. Madalena se angustia ao saber de Maria e do filho de Toni. Beatriz pede que Júlia não use mais uniforme. Forró fica sabendo que Júlia é filha do barão. Maurício manda Júlia servir o almoço ao saber que Francisca está na fazenda dos italianos. Caterina e Beatriz estão muito preocupadas com a agressividade de Maurício. Francisca, Vincenzo e Farina celebram o acordo no almoço preparado por Constância. Toni aparece na pensão para felicidade de Maria. Tzipora aconselha Camille a esperar o marido para ir até a pensão conversar com Genaro.

 

    Capítulo 85.[V1] Brazil, 9/23/02: Nina fica com pena de Camille, quando Madalena conta que Toni tem um filho. José Manoel promete arrebentar a cara de quem olhar Nina tomando banho. Isabela confidencia para Maria que Mariusa não gostou muito dela ter ficado trancada no quarto com Toni. Camille não entende porque o marido não quer ver o pai. Mariusa conversa com Maria e garante que não vai se aborrecer se ela se encontrar com Toni na pensão. Toni toca piano a pedido da família da mulher. Genaro deixa escapar para Justine o nome da espanhola. Eulália culpa o pai pelo desaparecimento de Marcos. Mariusa quase flagra Bruno eIsabela se beijando. Camille pede que Toni leve-a no dia seguinte com ele para o trabalho. Caterina pergunta para Mauricio para quem ele deu a arma que matou Martino. Ele nega ter contratado alguém e a mulher insiste então em saber se ele matou o italiano. Sílvia descobre que Humberto não dormiu em casa. Nina examina papéis da fábrica e quando levanta os olhos dá de cara com Humberto.
Capitulo 85[V2]-Nina fica com pena de Camille, quando Madalena conta que Toni tem um filho. José Manoel promete arrebentar a cara de quem olhar Nina tomando banho. Isabela confidencia para Maria que Mariusa não gostou muito dela ter ficado trancada no quarto com Toni. Camille não entende porque o marido não quer ver o pai. Mariusa conversa com Maria e garante que não vai se aborrecer se ela se encontrar com Toni na pensão. Toni toca piano a pedido da família da mulher. Genaro deixa escapar para Justine o nome da espanhola. Eulália culpa o pai pelo desaparecimento de Marcos. Mariusa quase flagra Bruno eIsabela se beijando. Camille pede que Toni leve-a no dia seguinte com ele para o trabalho. Caterina pergunta para Mauricio para quem ele deu a arma que matou Martino. Ele nega ter contratado alguém e a mulher insiste então em saber se ele matou o italiano. Sílvia descobre que Humberto não dormiu em casa. Nina examina papéis da fábrica e quando levanta os olhos dá de cara com Humberto.


Capítulo 86.[V1] Brazil, 9/24/02: Humberto acusa Nina de ter envolvido Sílvia. Camille adora ver a fábrica toda arrumada. Toni relembra o episódio da estátua, a esposa se entristece e ele jura que jamais vai abandoná-la. Marcos se assusta quando Genaro conta a sua inconfidência. Justine garante para Malu que vai conseguir o endereço de Eulália. Farina conta as maravilhas do bordel para Vincenzo. Francisca garante à filha que não fez nada com Martino de que pudesse se envergonhar. Maurício acusa a mãe de ficar enchendo a cabeça de Caterina e manda que ela entregue-o à polícia por ter matado o seu amante. Francisca dá-lhe uma bofetada. Eulália vai à pensão e Marcos explica que desapareceu porque não suporta os modos de Manolo e propõe se encontrar com ela em outro local. Soledad promete ajudar a filha, mas quando ela pede para ir ao cinema diz que é necessário falar com Manolo. Toni acha que não vai se sentir bem se encontrando com Maria na pensão, mas acaba concordando. Manolo e Soledad selecionam costureiras para a fábrica. Maria agradece a Mariusa, conta toda a sua vida com Toni e a dona da pensão definitivamente se passa para o lado dela, já torcendo para que o italiano largue Camille.
Capitulo 86[V2]-Humberto acusa Nina de ter envolvido Sílvia. Camille adora ver a fábrica toda arrumada. Toni relembra o episódio da estátua, a esposa se entristece e ele jura que jamais vai abandoná-la. Marcos se assusta quando Genaro conta a sua inconfidência. Justine garante para Malu que vai conseguir o endereço de Eulália. Farina conta as maravilhas do bordel para Vincenzo. Francisca garante à filha que não fez nada com Martino de que pudesse se envergonhar. Maurício acusa a mãe de ficar enchendo a cabeça de Caterina e manda que ela entregue-oà polícia por ter matado o seu amante. Francisca dá-lhe uma bofetada. Eulália vai à pensão e Marcos explica que desapareceu porque não suporta os modos de Manolo e propõe se encontrar com ela em outro local. Soledad promete ajudar a filha, mas quando ela pede para ir ao cinema diz que é necessário falar com Manolo. Toni acha que não vai se sentir bem se encontrando com Maria na pensão, mas acaba concordando. Manolo e Soledad selecionam costureiras para a fábrica. Maria agradece a Mariusa, conta toda a sua vida com Toni e a dona da pensão definitivamente se passa para o lado dela, já torcendo para que o italiano largue Camille.

 

    Capítulo 87.[V1] Brazil, 9/25/02: Francisca pede desculpas ao filho e garante que não acha que ele seja um assassino. Constância aconselha Marcello a esperar mais um pouco antes de procurar Beatriz. Júlia manda que Beatriz vá atrás de Marcello, mas ela teme ser rejeitada. Manolo permite que Marcos leve Eulália ao cinema. Justine e Malu vão assistir ao mesmo filme. Genaro promete que um dia levará Mariusa ao bordel para dançar com ele, ela adora a idéia, mas banca a ofendida. Malu mostra para Justine o casal agarradinho, sentado na frente delas. Quando Marcos e Eulália se beijam, Justine não agüenta, cutuca o rapaz e avisa que deseja ver o filme. Na saída, a francesinha segue o bonde só para ver onde Eulália mora. Mariusa mostra-se curiosa para saber como é a noite no bordel e Genaro insiste que ela pode ir com ele numa noite. Ezequiel aconselha Toni a vender parte da produção da fábrica para os mascates. Madalena aconselha a filha a contar para Sílvia que Humberto está perturbando-a na fábrica. José Manoel insiste que deseja se casar com Nina e não quer mais a situação que estão vivendo. Madalena se surpreende quando Nina conta que seu namoro acabou.
Capitulo 87[V2]-Francisca pede desculpas ao filho e garante que não acha que ele seja um assassino. Constância aconselha Marcello a esperar mais um pouco antes de procurar Beatriz. Júlia manda que Beatriz vá atrás de Marcello, mas ela teme ser rejeitada. Manolo permite que Marcos leve Eulália ao cinema. Justine e Malu vão assistir ao mesmo filme. Genaro promete que um dia levará Mariusa ao bordel para dançar com ele, ela adora a idéia, mas banca a ofendida. Malu mostra para Justine o casal agarradinho, sentado na frente delas. Quando Marcos e Eulália se beijam, Justine não agüenta, cutuca o rapaz e avisa que deseja ver o filme. Na saída, a francesinha segue o bonde só para ver onde Eulália mora. Mariusa mostra-se curiosa para saber como é a noite no bordel e Genaro insiste que ela pode ir com ele numa noite. Ezequiel aconselha Toni a vender parte da produção da fábrica para os mascates. Madalena aconselha a filha a contar para Sílvia que Humberto está perturbando-ana fábrica. José Manoel insiste que deseja se casar com Nina e não quer mais a situação que estão vivendo. Madalena se surpreende quando Nina conta que seu namoro acabou.

 

    Capítulo 88.[V1] Brazil, 9/26/02: Nina deixa claro que seu objetivo na vida não é o casamento. Madalena sabe que a filha não quer largá-la sozinha. Isabela avisa Bruno que não irá se encontrar mais com ele, pois Mariusa está vigiando-a. Madalena pede que José Manoel tenha mais paciência com Nina. Humberto pede perdão à mulher e jura que sempre a amou. Mas a mágoa de Sílvia é muito grande. Manolo e Toni olham orgulhosos a fábrica, que está pronta para começar a funcionar. As operárias da tecelagem exigem aumento, senão entrarão em greve. Afonso avisa Nina que eles não têm a menor condição nem de dar aumento, nem de construir um restaurante para as operárias. Nina garante que terá pulso forte e não permitirá a greve. Maria sugere trabalhar na fábrica como costureira, mas Toni conta que Camille sabe como é o rosto dela por causa da estátua. Chega à fazenda o delegado Homero para investigar o assassinato. O delegado expõe para Francisca e Maurício a sua suspeita de que Martino foi morto por gente interessada em sua fortuna, e cita Maria. Maurício avisa que está disposto a ajudar nas investigações. O delegado pede para falar com Zangão e Forró.
Capitulo 88[V2]-Nina deixa claro que seu objetivo na vida não é o casamento. Madalena sabe que a filha não quer largá-la sozinha. Isabela avisa Bruno que não irá se encontrar mais com ele, pois Mariusa está vigiando-a. Madalena pede que José Manoel tenha mais paciência com Nina. Humberto pede perdão à mulher e jura que sempre a amou. Mas a mágoa de Sílvia é muito grande. Manolo e Toni olham orgulhosos a fábrica, que está pronta para começar a funcionar. As operárias da tecelagem exigem aumento, senão entrarão em greve. Afonso avisa Nina que eles não têm a menor condição nem de dar aumento, nem de construir um restaurante para as operárias. Nina garante que terá pulso forte e não permitirá a greve. Maria sugere trabalhar na fábrica como costureira, mas Toni conta que Camille sabe como é o rosto dela por causa da estátua. Chega à fazenda o delegado Homero para investigar o assassinato. O delegado expõe para Francisca e Maurício a sua suspeita de que Martino foi morto por gente interessada em sua fortuna, e cita Maria. Maurício avisa que está disposto a ajudar nas investigações. O delegado pede para falar com Zangão e Forró.

 

    Capítulo 89.[V1] Brazil, 9/27/02: O delegado estranha que Zequinha, que também encontrou o corpo, esteja viajando. Forró conta que sabe de onde o assassino atirou e mostra os cartuchos e as balas. Francisca percebe uma rápida reação de Maurício. Caterina divide com os pais a preocupação do marido ser o assassino. Farina se preocupa ao saber que o delegado não está acreditando mais na história que inventou. Rita sorri maliciosa quando Maurício afirma para o delegado que não existem matadores na fazenda. Farina e Vincenzo tentam convencer Homero que Maria não tem nada a ver com o assassinato. Ele insiste que Farina ajudou a viúva a receber o dinheiro no banco e por isso pode ter contratado alguém para matar Martino. Toni passa a tarde com Maria. Ezequiel estranha quando Jonatan conta que foi à fábrica, mas encontrou-a fechada. Jonatan propõe comprar toda a produção da fábrica e dá um adiantamento ao amigo judeu. Maria morre de pena de Camille quando Toni conta passagens da vida dela. Vincenzo mostra as armas que tem na fazenda. Homero manda que Farina leve Maria à delegacia
Capitulo 89[V2]-O delegado estranha que Zequinha, que também encontrou o corpo, esteja viajando. Forró conta que sabe de onde o assassino atirou e mostra os cartuchos e as balas. Francisca percebe uma rápida reação de Maurício. Caterina divide com os pais a preocupação do marido ser o assassino. Farina se preocupa ao saber que o delegado não está acreditando mais na história que inventou. Rita sorri maliciosa quando Maurício afirma para o delegado que não existem matadores na fazenda. Farina e Vincenzo tentam convencer Homero que Maria não tem nada a ver com o assassinato. Ele insiste que Farina ajudou a viúva a receber o dinheiro no banco e por isso pode ter contratado alguém para matar Martino. Toni passa a tarde com Maria. Ezequiel estranha quando Jonatan conta que foi à fábrica, mas encontrou-afechada. Jonatan propõe comprar toda a produção da fábrica e dá um adiantamento ao amigo judeu. Maria morre de pena de Camille quando Toni conta passagens da vida dela. Vincenzo mostra as armas que tem na fazenda. Homero manda que Farina leve Maria à delegacia

 

    Capítulo90.[V1] Brazil, 9/28/02: Francisca manda Maurício guardar a arma no alçapão. Marcos promete que estará presente para ouvir o discurso que escreveu para Rafael ler na formatura, embora não vá participar da solenidade. Felipe vibra pela crítica ao presidente Getúlio Vargas. Nina decide que vai se casar com José Manoel, desde que a mãe saia do cortiço junto com ela. Madalena finge concordar, mas planeja ficar no cortiço depois que os dois se casarem. José Manoel está prestes a explodir e abandonar tudo, quando Nina aparece e aceita se casar. Toni acha que Ezequiel não está confiando muito nele ao aceitar a proposta de Jonatan. Soledad alerta Eulália para que ela não se engrace para o lado de Toni. Maurício manda a mãe se afastar de Farina, alegando que ele foi o mandante do crime. Depois convence Caterina que Farina contratou Forró, Zangão e Zequinha para matar Martino. A fábrica começa a funcionar. Madalena pede que José Manoel convença Nina a se casar vestida de noiva. Maurício avisa Forró e Zangão que eles não podem sair da fazenda por ordem do delegado. Madalena briga com as vizinhas que não acreditam no casamento. As tecelãs avisam que entrarão em greve.
Capitulo 90[V2]-Francisca manda Maurício guardar a arma no alçapão. Marcos promete que estará presente para ouvir o discurso que escreveu para Rafael ler na formatura, embora não vá participar da solenidade. Felipe vibra pela crítica ao presidente Getúlio Vargas. Nina decide que vai se casar com José Manoel, desde que a mãe saia do cortiço junto com ela. Madalena finge concordar, mas planeja ficar no cortiço depois que os dois se casarem. José Manoel está prestes a explodir e abandonar tudo, quando Nina aparece e aceita se casar. Toni acha que Ezequiel não está confiando muito nele ao aceitar a proposta de Jonatan. Soledad alerta Eulália para que ela não se engrace para o lado de Toni. Maurício manda a mãe se afastar de Farina, alegando que ele foi o mandante do crime. Depois convence Caterina que Farina contratou Forró, Zangão e Zequinha para matar Martino. A fábrica começa a funcionar. Madalena pede que José Manoel convença Nina a se casar vestida de noiva. Maurício avisa Forró e Zangão que eles não podem sair da fazenda por ordem do delegado. Madalena briga com as vizinhas que não acreditam no casamento. As tecelãs avisam que entrarão em greve.

Capítulo91.[V1] Brazil, 9/30/02: Nina avisa que, se os teares pararem, as operárias serão demitidas. Elas recuam diante da firmeza da nova gerente. Onofre acha que o ex-presidente está por trás do movimento. Humberto garante que em um mês Sílvia já terá se arrependido de ter colocado Nina à frente da fábrica. Sílvia se choca quando Paulo revela que Humberto tem dormido com uma das tecelãs. Madalena e José Manoel fecham questão: Nina tem que se casar vestida de noiva. Madalena resolve pedir o vestido emprestado para uma freguesa. Marcos bate na casa de Manolo e não encontra ninguém. O vigário não aceita fazer o casamento no cortiço, só na igreja. Zangão faz a corte para Júlia, que se perturba. Farina teme que Maria perca o dinheiro que herdou de Martino. Homero acha que Zequinha é culpado. Marcos visita Justine, que se mostra enciumada. Ele promete levá-la à sua formatura. Rafael e Felipe se surpreendem ao saber que Marcos não vestirá a beca, mas estará na platéia de braços dados com Justine. Mariusa teme que Camille apareça um dia na pensão. Justine se veste com muita classe para ir à formatura. Malu pede que Genaro toque somente para ela, e chora. Camille conta para Toni que não tem certeza, mas acha que está grávida.
Capitulo 91[V2]-Nina avisa que, se os teares pararem, as operárias serão demitidas. Elas recuam diante da firmeza da nova gerente. Onofre acha que o ex-presidente está por trás do movimento. Humberto garante que em um mês Sílvia já terá se arrependido de ter colocado Nina à frente da fábrica. Sílvia se choca quando Paulo revela que Humberto tem dormido com uma das tecelãs. Madalena e José Manoel fecham questão: Nina tem que se casar vestida de noiva. Madalena resolve pedir o vestido emprestado para uma freguesa. Marcos bate na casa de Manolo e não encontra ninguém. O vigário não aceita fazer o casamento no cortiço, só na igreja. Zangão faz a corte para Júlia, que se perturba. Farina teme que Maria perca o dinheiro que herdou de Martino. Homero acha que Zequinha é culpado. Marcos visita Justine, que se mostra enciumada. Ele promete levá-la à sua formatura. Rafael e Felipe se surpreendem ao saber que Marcos não vestirá a beca, mas estará na platéia de braços dados com Justine. Mariusa teme que Camille apareça um dia na pensão. Justine se veste com muita classe para ir à formatura. Malu pede que Genaro toque somente para ela, e chora. Camille conta para Toni que não tem certeza, mas acha que está grávida.

 

    Capítulo92.[V1] Brazil, 10/1/02:  Toni fica feliz com a gravidez de Camille, mas ela insiste que pode estar enganada. Nina aceita se casar na igreja, mas reage quando a mãe fala do vestido de noiva. Genaro acaba a noite no quarto de Malu. Rafael e Felipe resolvem tomar um porre depois da formatura. Marcos confessa para Justine que ficou muito orgulhoso de estar ao lado dela. Ela pede que ele a tire do bordel. Genaro, dormindo, chama Malu de Rosinela. Isabela avisa à tia que ninguém dormiu na pensão e Mariusa fica resmungando. Madalena garante a José Manoel que Nina aceitou se casar de noiva. Camille surpreende Toni com suas noções de administração. José Manoel convida Genaro para ser o padrinho do casamento. Madalena pede que ele entre com Nina na igreja. Maria sofre por não poder ser madrinha junto com Genaro. Mariusa dá uma bronca em Genaro por ter dormido no bordel, mas se arrepende quando ele avisa que desistiu de convidá-la para ser sua acompanhante no casamento. Nhá Rita tranqüiliza Forró: se o delegado tentar prendê-los, ela conta quem é o assassino. Maurício se trai ao dizer ao delegado que Martino não prestava.
Capitulo 92[V2]-Toni fica feliz com a gravidez de Camille, mas ela insiste que pode estar enganada. Nina aceita se casar na igreja, mas reage quando a mãe fala do vestido de noiva. Genaro acaba a noite no quarto de Malu. Rafael e Felipe resolvem tomar um porre depois da formatura. Marcos confessa para Justine que ficou muito orgulhoso de estar ao lado dela. Ela pede que ele a tire do bordel. Genaro, dormindo, chama Malu de Rosinela. Isabela avisa à tia que ninguém dormiu na pensão e Mariusa fica resmungando. Madalena garante a José Manoel que Nina aceitou se casar de noiva. Camille surpreende Toni com suas noções de administração. José Manoel convida Genaro para ser o padrinho do casamento. Madalena pede que ele entre com Nina na igreja. Maria sofre por não poder ser madrinha junto com Genaro. Mariusa dá uma bronca em Genaro por ter dormido no bordel, mas se arrepende quando ele avisa que desistiu de convidá-la para ser sua acompanhante no casamento. Nhá Rita tranqüiliza Forró: se o delegado tentar prendê-los, ela conta quem é o assassino. Maurício se trai ao dizer ao delegado que Martino não prestava.

Capítulo93.[V1] Brazil, 10/2/02: Homero estranha a manifestação de Maurício. Francisca confirma que Martino vivia assediando-a porque queria comprar a fazenda. Constância teme que o delegado insista em ir atrás de Maria. Mariusa pede para ser a madrinha de casamento junto com Genaro e ele concorda. Rafael e Felipe avisam que vão embora da pensão. Toni não quer que Maria passe o dia inteiro na fábrica, mas ela insiste. Eulália briga com o pai porque não tem mais tempo para ver Marcos. Zangão pede que Forró insista para descobrir com Nhá Rita quem é o assassino. Nhá Rita manda Júlia ficar longe de Zangão. Maurício se chateia porque Francisca resolve ir à cidade com Farina resolver o problema da escritura. Caterina e Beatriz se impressionam com a perturbação dele. Bruno e Isabela ficam aos beijos. Mariusa confessa a Genaro que é uma desiludida e ele pede que ela fique bem bonita no casamento. Ela garante que ficará bela para ele, que se perturba com a declaração. Nina não quer se confessar e garante que prefere se amigar com José Manoel. Madalena avisa que se eles não casarem, ela não sai do cortiço. Humberto faz carinho em Tide e conspira contra Nina. Malu avisa Genaro que quer passar mais uma noite com ele.
Capitulo 93[V2]-Homero estranha a manifestação de Maurício. Francisca confirma que Martino vivia assediando-a porque queria comprar a fazenda. Constância teme que o delegado insista em ir atrás de Maria. Mariusa pede para ser a madrinha de casamento junto com Genaro e ele concorda. Rafael e Felipe avisam que vão embora da pensão. Toni não quer que Camille passe o dia inteiro na fábrica, mas ela insiste. Eulália briga com o pai porque não tem mais tempo para ver Marcos. Zangão pede que Forró insista para descobrir com Nhá Rita quem é o assassino. Nhá Rita manda Júlia ficar longe de Zangão. Maurício se chateia porque Francisca resolve ir à cidade com Farina resolver o problema da escritura. Caterina e Beatriz se impressionam com a perturbação dele. Bruno e Isabela ficam aos beijos. Mariusa confessa a Genaro que é uma desiludida e ele pede que ela fique bem bonita no casamento. Ela garante que ficará bela para ele, que se perturba com a declaração. Nina não quer se confessar e garante que prefere se amigar com José Manoel. Madalena avisa que se eles não casarem, ela não sai do cortiço. Humberto faz carinho em Tide e conspira contra Nina. Malu avisa Genaro que quer passar mais uma noite com ele.

 

    Capítulo94.[V1] Brazil, 10/3/02: Genaro pede que Malu pare de tentá-lo. Manolo viaja para vender sua casa no interior. Eulália chora com medo de perder Marcos. Tide barra a entrada das operárias na fábrica. Nina e Onofre olham espantados os teares vazios. O contador sugere que ela demita todas, mas Nina se recusa a ficar contra as operárias. Sílvia não entende quando Nina apresenta a sua demissão. Madalena recrimina a atitude da filha, mas se surpreende quando ela, irônica, avisa que vai ser a esposa de um milionário como a mãe sempre quis. Maria leva Mariusa na loja de Ezequiel. Camille reclama porque Toni não deixou que ela fosse para a fábrica com ele. Toni estranha não encontrar Maria na pensão, mas aproveita o tempo para brincar com o filho. Camille chama o pai do alto da escada. Maria e Mariusa gelam ao ouvir o nome e temem que ela desça para a loja.
Capitulo 94[V2]-Genaro pede que Malu pare de tentá-lo. Manolo viaja para vender sua casa no interior. Eulália chora com medo de perder Marcos. Tide barra a entrada das operárias na fábrica. Nina e Onofre olham espantados os teares vazios. O contador sugere que ela demita todas, mas Nina se recusa a ficar contra as operárias. Sílvia não entende quando Nina apresenta a sua demissão. Madalena recrimina a atitude da filha, mas se surpreende quando ela, irônica, avisa que vai ser a esposa de um milionário como a mãe sempre quis. Maria leva Mariusa na loja de Ezequiel. Camille reclama porque Toni não deixou que ela fosse para a fábrica com ele. Toni estranha não encontrar Maria na pensão, mas aproveita o tempo para brincar com o filho. Camille chama o pai do alto da escada. Maria e Mariusa gelam ao ouvir o nome e temem que ela desça para a loja.

Capítulo95.[V1] Brazil, 10/4/02: Camille não desce até a loja e não vê as duas freguesas. Ezequiel estranha a pressa com que as freguesas vão embora. Maria fica feliz por saber onde Toni mora. José Manoel elogia a posição de Nina e ela avisa que já tem novo emprego: esposa de um murruga. Isabela manda Bruno pular a cerca, quando Mariusa aparece. Genaro se assusta ao saber que Camille e Maria quase se encontraram. Sílvia ignora Humberto, manda Onofre vender todo o estoque e avisa que vai fechar a fábrica. Humberto fica inconsolável. Madalena recebe o vestido de noiva. Nina e José Manoel convidam Toni e Camille para serem padrinhos do casamento. Farina leva Francisca de volta para a fazenda, os dois brindam ao negócio e ele confessa estar aos pés dela. Maurício interrompe o clima entre os dois. Eulália fica feliz com a visita de Marcos, beija-o, mas ele fica só poucos minutos. Nhá Rita alerta Júlia que outro italiano será morto. Camille jura para Toni que, se ele a deixar, ela morre de tristeza. Maria tem certeza que Toni um dia ficará com ela e o filho e, se isso não acontecer, ela garante para Mariusa que irá morrer.
Capitulo 95[V2]-Camille não desce até a loja e não vê as duas freguesas. Ezequiel estranha a pressa com que as freguesas vão embora. Maria fica feliz por saber onde Toni mora. José Manoel elogia a posição de Nina e ela avisa que já tem novo emprego: esposa de um murruga. Isabela manda Bruno pular a cerca, quando Mariusa aparece. Genaro se assusta ao saber que Camille e Maria quase se encontraram. Sílvia ignora Humberto, manda Onofre vender todo o estoque e avisa que vai fechar a fábrica. Humberto fica inconsolável. Madalena recebe o vestido de noiva. Nina e José Manoel convidam Toni e Camille para serem padrinhos do casamento. Farina leva Francisca de volta para a fazenda, os dois brindam ao negócio e ele confessa estar aos pés dela. Maurício interrompe o clima entre os dois. Eulália fica feliz com a visita de Marcos, beija-o, mas ele fica só poucos minutos. Nhá Rita alerta Júlia que outro italiano será morto. Camille jura para Toni que, se ele a deixar, ela morre de tristeza. Maria tem certeza que Toni um dia ficará com ela e o filho e, se isso não acontecer, ela garante para Mariusa que irá morrer.

 

Capítulo96.[V1] Brazil, 10/5/02: As operárias se agitam, quando o porteiro não deixa que elas entrem e avisa que a fábrica fechou. Humberto garante à esposa que conseguiria salvar a tecelagem da falência, mas ela deixa claro que sabe de toda a armação dele para incentivar a greve. Nina veste o vestido, contrariada, para a mãe fazer os ajustes. Maria sofre porque Toni não aparece há três dias. Nhá Rita conta para Chiquinho que debaixo das verduras de sua horta existe ouro, mas depois disfarça. Júlia foge dos galanteios de Zangão. O delegado já descobriu o tipo de arma da qual partiram as balas que mataram Martino e Maurício finge não entender nada do assunto. Beatriz procura Marcello e os dois se abraçam e se beijam. Francisca tenta fazer com que Homero mude de opinião, mas Maurício insiste que Farina é o principal suspeito do crime. Caterina confessa para a mãe que Maurício mudou muito e nem a procura mais. Maurício confirma para a mãe que a arma do barão é igual à que matou Martino. Camille estranha porque Toni não quer que ela vá junto visitar Genaro e resolve ir atrás dele. Maria vibra com a chegada de Toni e leva-o para o quarto imediatamente. Camille bate palmas na porta da pensão.
Capitulo 96[V2]-As operárias se agitam, quando o porteiro não deixa que elas entrem e avisa que a fábrica fechou. Humberto garante à esposa que conseguiria salvar a tecelagem da falência, mas ela deixa claro que sabe de toda a armação dele para incentivar a greve. Nina veste o vestido, contrariada, para a mãe fazer os ajustes. Maria sofre porque Toni não aparece há três dias. Nhá Rita conta para Chiquinho que debaixo das verduras de sua horta existe ouro, mas depois disfarça. Júlia foge dos galanteios de Zangão. O delegado já descobriu o tipo de arma da qual partiram as balas que mataram Martino e Maurício finge não entender nada do assunto. Beatriz procura Marcello e os dois se abraçam e se beijam. Francisca tenta fazer com que Homero mude de opinião, mas Maurício insiste que Farina é o principal suspeito do crime. Caterina confessa para a mãe que Maurício mudou muito e nem a procura mais. Maurício confirma para a mãe que a arma do barão é igual à que matou Martino. Camille estranha porque Toni não quer que ela vá junto visitar Genaro e resolve ir atrás dele. Maria vibra com a chegada de Toni e leva-o para o quarto imediatamente. Camille bate palmas na porta da pensão.

Capítulo97.[V1] Brazil, 10/7/02: Genaro se assusta ao ver Camille. Ela pergunta por Toni e ele mente que o filho ainda não chegou. Camille decide esperar. Mariusa manda que Maria e Toni não saiam do quarto. Toni escapa pela varanda e entra de novo na pensão. Maria, escondida, observa a beleza de Camille, ficando com ódio da rival. Isabela acha engraçado quando Maria pede que ela deixe o filho correr para os braços de Toni a próxima vez que Camille aparecer. Justine recrimina Malu por ter escrito uma carta anônima para Eulália. Soledad se enfurece ao ler a carta, enquanto Eulália chora por Marcos ter outra mulher. A mãe aconselha a filha a ver para crer. Antonia, mãe de José Manoel, chega ao cortiço. Após beber, Madalena se encanta com a sua imagem no espelho com o véu e a grinalda e é surpreendida por Antonia. Eulália decide ir ao bordel. José Manoel visita a mãe, percebe que ela não gostou de Madalena e promete levar Nina na manhã seguinte, antes do casamento. Zangão se preocupa com a demora na volta de Zequinha. Francisca teme que, se Zequinha for incriminado, o delegado acuse Maurício como mandante. Antonia recebe Nina.
Capitulo 97[V2]-Genaro se assusta ao ver Camille. Ela pergunta por Toni e ele mente que o filho ainda não chegou. Camille decide esperar. Mariusa manda que Maria e Toni não saiam do quarto. Toni escapa pela varanda e entra de novo na pensão. Maria, escondida, observa a beleza de Camille, ficando com ódio da rival. Isabela acha engraçado quando Maria pede que ela deixe o filho correr para os braços de Toni a próxima vez que Camille aparecer. Justine recrimina Malu por ter escrito uma carta anônima para Eulália. Soledad se enfurece ao ler a carta, enquanto Eulália chora por Marcos ter outra mulher. A mãe aconselha a filha a ver para crer. Antonia, mãe de José Manoel, chega ao cortiço. Após beber, Madalena se encanta com a sua imagem no espelho com o véu e a grinalda e é surpreendida por Antonia. Eulália decide ir ao bordel. José Manoel visita a mãe, percebe que ela não gostou de Madalena e promete levar Nina na manhã seguinte, antes do casamento. Zangão se preocupa com a demora na volta de Zequinha. Francisca teme que, se Zequinha for incriminado, o delegado acuse Maurício como mandante. Antonia recebe Nina.

    Capítulo98.[V1] Brazil, 10/8/02: Nina é recebida friamente pela mãe do noivo. José Manoel decide ir embora rapidamente. Antonia pede que o filho deixe o endereço da igreja. Nina deixa claro que não gostou de Antonia. Maria confessa a Genaro que vai tentar tomar Toni de Camille. Madalena passa mal quando Nina ameaça terminar o casamento antes do altar. José Manoel desaprova o modo como a mãe tratou a sua noiva. Antonia insiste que Madalena é maluca e impõe uma condição: aceita o casamento com Nina se ele for morar no Rio de Janeiro, junto dela. Maria decide ir ao casamento. Zequinha volta e se surpreende ao saber por Nhá Rita que é o principal suspeito do crime. Maurício leva Zequinha para conversar com o delegado. Francisca confessa que morrerá se Maurício for o mandante. Zequinha nega conhecer Farina, a mulher do falecido e jura jamais ter empunhado um rifle. Homero se convence da inocência de Zequinha e resolve aceitar a versão de Farina. Mariusa arruma a roupa de Genaro para o casamento e confessa gostar muito dele, que se perturba com a confissão. Maria garante para Isabela que Camille não irá reconhecê-la. Marcos fica paralisado, mas se recobra rápido e nega conhecer alguma Justine. Eulália entrega-lhe a carta, ele jura ser uma brincadeira, mas se nega a levá-la no endereço que consta na carta. Eulália jura que irá sozinha.
Capitulo 98[V2]-Nina é recebida friamente pela mãe do noivo. José Manoel decide ir embora rapidamente. Antonia pede que o filho deixe o endereço da igreja. Nina deixa claro que não gostou de Antonia. Maria confessa a Genaro que vai tentar tomar Toni de Camille. Madalena passa mal quando Nina ameaça terminar o casamento antes do altar. José Manoel desaprova o modo como a mãe tratou a sua noiva. Antonia insiste que Madalena é maluca e impõe uma condição: aceita o casamento com Nina se ele for morar no Rio de Janeiro, junto dela. Maria decide ir ao casamento. Zequinha volta e se surpreende ao saber por Nhá Rita que é o principal suspeito do crime. Maurício leva Zequinha para conversar com o delegado. Francisca confessa que morrerá se Maurício for o mandante. Zequinha nega conhecer Farina, a mulher do falecido e jura jamais ter empunhado um rifle. Homero se convence da inocência de Zequinha e resolve aceitar a versão de Farina. Mariusa arruma a roupa de Genaro para o casamento e confessa gostar muito dele, que se perturba com a confissão. Maria garante para Isabela que Camille não irá reconhecê-la. Marcos fica paralisado, mas se recobra rápido e nega conhecer alguma Justine. Eulália entrega-lhe a carta, ele jura ser uma brincadeira, mas se nega a levá-la no endereço que consta na carta. Eulália jura que irá sozinha.

Capítulo99.[V1] Brazil, 10/9/02: Marcos insiste que Justine não existe e Eulália acaba acreditando. Marcos exige uma exlicação de Justine, que nega ter escrito a carta. Genaro desconfia de Malu. Marcos pede que Justine negue conhecê-lo se Eulália aparecer por lá. Ela exige que ele a assuma ou desapareça da sua vida para sempre. Farina está decidido a não ficar mais sozinho. Nina confessa que não consegue se imaginar vestida de noiva na igreja. Madalena ameaça mais uma vez se matar. Todos se preparam para o casamento. Genaro se preocupa quando Marcos avisa que vai acompanhar Maria. Antonia promete que não será fria com Nina no casamento, quando José Manoel vai buscá-la para a cerimônia. Nina, vestida de noiva, vai a pé para a igreja acompanhada pelo cortejo de moradores do cortiço. Maria hesita na hora de entrar na igreja. Nina, de braço dado com Genaro, avisa que está indo para a forca e que tem vontade de fugir. Madalena se emociona e acha que Nina está entrando com Giuseppe na igreja.
Capitulo 99[V2]-Marcos insiste que Justine não existe e Eulália acaba acreditando. Marcos exige uma exlicação de Justine, que nega ter escrito a carta. Genaro desconfia de Malu. Marcos pede que Justine negue conhecê-lo se Eulália aparecer por lá. Ela exige que ele a assuma ou desapareça da sua vida para sempre. Farina está decidido a não ficar mais sozinho. Nina confessa que não consegue se imaginar vestida de noiva na igreja. Madalena ameaça mais uma vez se matar. Todos se preparam para o casamento. Genaro se preocupa quando Marcos avisa que vai acompanhar Maria. Antonia promete que não será fria com Nina no casamento, quando José Manoel vai buscá-la para a cerimônia. Nina, vestida de noiva, acena para os moradores do cortiço.

Capítulo 100.[V1] Brazil, 10/10/02: Nina vai a pé para a igreja acompanhada pelo cortejo de moradores do cortiço. Maria hesita na hora de entrar na igreja. Nina, de braço dado com Genaro, avisa que está indo para a forca e que tem vontade de fugir. Madalena se emociona e acha que Nina está entrando com Giuseppe na igreja. Isabela aproveita que está sozinha e deixa Bruno entrar na pensão. O vigário começa a cerimônia. Maria não tira os olhos de Camille. José Manoel surpreende a todos ao observar, na hora do sim, que Nina salvou a sua vida. Madalena diz o sim no lugar da filha. Afogueada, Isabela manda Bruno embora, mas ele promete voltar para falar com Mariusa. José Manoel pede a Mário as alianças e Nina ri. Começa a festa no cortiço. Toni leva um susto ao ver Maria dançando com Marcos. Madalena se desculpa com Antonia, que mostra-se compreensiva. Maria arrasta Toni para o salão. José Manoel tira Camille para dançar, e ela olha fixamente para Maria. Toni garante que nunca a viu antes. Camille tem certeza de que conhece Maria. Antonia se despede de Nina tratando-a como uma filha. Maria se recusa a conversar com Genaro. Camille grita com Toni quando, ao lembrar-se da estátua, descobre que ele dançou com Maria. Ele nega saber porque ela estava na festa, jura amar Camille e ela aceita.
Capitulo 100[V2]-Nina vai a pé para a igreja acompanhada pelo cortejo de moradores do cortiço. Maria hesita na hora de entrar na igreja. Nina, de braço dado com Genaro, avisa que está indo para a forca e que tem vontade de fugir. Madalena se emociona e acha que Nina está entrando com Giuseppe na igreja. Isabela aproveita que está sozinha e deixa Bruno entrar na pensão. O vigário começa a cerimônia. Maria não tira os olhos de Camille. José Manoel surpreende a todos ao observar, na hora do sim, que Nina salvou a sua vida. Madalena diz o sim no lugar da filha. Afogueada, Isabela manda Bruno embora, mas ele promete voltar para falar com Mariusa. José Manoel pede a Mário as alianças e Nina ri. Começa a festa no cortiço. Toni leva um susto ao ver Maria dançando com Marcos. Madalena se desculpa com Antonia, que mostra-se compreensiva. Maria arrasta Toni para o salão. José Manoel tira Camille para dançar, e ela olha fixamente para Maria. Toni garante que nunca a viu antes. Camille tem certeza de que conhece Maria. Antonia se despede de Nina tratando-a como uma filha. Maria se recusa a conversar com Genaro. Camille grita com Toni quando, ao lembrar-se da estátua, descobre que ele dançou com Maria. Ele nega saber porque ela estava na festa, jura amar Camille e ela aceita.

Capítulo 101.[V1] Brazil, 10/11/02: Farina se declara para Francisca e Maurício ouve tudo. Maurício se remói de ódio. Francisca sai para passear com Farina. Mauricio proíbe Caterina de visitar os pais, enquanto Farina estiver lá. Depois, obriga Beatriz a voltar para casa e quase briga com Marcello. Nhá Rita avisa que o gato que subiu no telhado e matou o italiano pode atacar outra vez, deixando Beatriz e Júlia preocupadas. Maurício se assusta, quando Nhá Rita confirma que o viu saindo de casa com a arma na mão, mas ela garante que nada falará. Farina jura que se apaixonou por Francisca à primeira vista, puxa-a para bem perto e a beija. Maria pede desculpas a Genaro, que a consola. Toni conta a verdade para Camille, mas não fala do filho e jura que não vai abandoná-la e nem correr atrás de Maria. Madalena sugere que Nina e José Manoel passem uns dias no Rio de Janeiro. Toni diz à Maria que será obrigado a deixá-la e que não virá mais vê-la.
Capitulo 101[V2]-Farina se declara para Francisca e Maurício ouve tudo. Maurício se remói de ódio. Francisca sai para passear com Farina. Mauricio proíbe Caterina de visitar os pais, enquanto Farina estiver lá. Depois, obriga Beatriz a voltar para casa e quase briga com Marcello. Nhá Rita avisa que o gato que subiu no telhado e matou o italiano pode atacar outra vez, deixando Beatriz e Júlia preocupadas. Maurício se assusta, quando Nhá Rita confirma que o viu saindo de casa com a arma na mão, mas ela garante que nada falará. Farina jura que se apaixonou por Francisca à primeira vista, puxa para bem perto e a beija. Maria pede desculpas a Genaro, que a consola. Toni conta a verdade para Camille, mas não fala do filho e jura que não vai abandoná-la e nem correr atrás de Maria. Madalena sugere que Nina e José Manoel passem uns dias no Rio de Janeiro. Toni diz à Maria que será obrigado a deixá-la e que não virá mais vê-la.

 

    Capítulo 102.[V1] Brazil, 10/12/02: Maria avisa que irá arrumar um homem para cuidar dela e Toni, ciumento, sugere que ela fique com Marcos. Toni se preocupa em perder o filho. Mariusa e Genaro consolam Maria. Camille fica feliz ao saber que o marido terminou tudo com a italiana. Ezequiel se lembra da freguesa italiana e tem certeza de que é Maria. Marcos avisa Eulália que foi promovido e que não trabalhará mais à noite. Soledad pergunta se não está na hora dos dois se casarem, estragando o clima entre os namorados. Justine dá força para Marcos, que se enternece. Genaro se impressiona quando Malu conta que seu pai colocou-a na vida. Ela insiste que ele passe a noite com ela. Isabela conta a Mariusa que Marcos e Genaro não dormiram na pensão. Forró não quer deixar a fazenda por causa de Nhá Rita. Zequinha suspira por Caterina, que se perturba com o peão. Maurício e Marcello brigam. Beatriz fica furiosa com o irmão, chamando-o de bastardo. Maurício surpreende Francisca ao confessar que ter se deitado com Caterina foi a maior burrada que ele fez na vida. Beatriz alerta a mãe que o irmão está louco de ciúmes e pode ser uma ameaça a Farina. Caterina afronta o marido e avisa que vai embora, porque não quer viver com um assassino. Nhá Rita confirma para Júlia que Maurício matou Martino e está com remorso.
Capitulo 102[V2]-Maria avisa que irá arrumar um homem para cuidar dela e Toni, ciumento, sugere que ela fique com Marcos. Toni se preocupa em perder o filho. Mariusa e Genaro consolam Maria. Camille fica feliz ao saber que o marido terminou tudo com a italiana. Ezequiel se lembra da freguesa italiana e tem certeza de que é Maria. Marcos avisa Eulália que foi promovido e que não trabalhará mais à noite. Soledad pergunta se não está na hora dos dois se casarem, estragando o clima entre os namorados. Justine dá força para Marcos, que se enternece. Genaro se impressiona quando Malu conta que seu pai colocou-a na vida. Ela insiste que ele passe a noite com ela. Isabela conta a Mariusa que Marcos e Genaro não dormiram na pensão.

Capítulo 103.[V1] Brazil, 10/14/02: Júlia se impressiona quando Nhá Rita garante que viu Maurício saindo com a arma e mais tarde ouviu os tiros. Francisca pede que Caterina não se vá. Maurício avisa que ela pode ir, mas o filho fica, fazendo com que Caterina, revoltada, desista. Nhá Rita e Júlia não percebem que Maurício ouve escondido a conversa das duas. Ele avisa à mãe que está sendo ameaçado por Nhá Rita: se ele expulsar Chiquinho ela vai acusá-lo como o assassino de Martino. Júlia é obrigada a confirmar que sua avó incriminou Maurício. Ele mais uma vez garante que não saiu da casa com arma alguma. Nina se surpreende ao saber que Sílvia fechou a tecelagem. Humberto pede que ela o ajude a convencer Sílvia a reabrir a fábrica. José Manoel a proíbe de se envolver com o problema. Sílvia permanece irredutível, para ódio do marido. Camille se desespera por não estar grávida e não tem coragem de contar para o marido. Toni vai para a fábrica sem a esposa. Maria avisa a Genaro que, se Toni nunca mais aparecer, ela vai voltar para a Itália; os dois acabam discutindo e rememorando velhas mágoas. Toni bate palmas no portão: Maria se joga nos braços dele, que refreia o seu entusiasmo e avisa que veio somente ver o filho.
Capitulo 103[V2]-Forró não quer deixar a fazenda por causa de Nhá Rita. Zequinha suspira por Caterina, que se perturba com o peão. Maurício e Marcello brigam. Beatriz fica furiosa com o irmão, chamando-o de bastardo. Maurício surpreende Francisca ao confessar que ter se deitado com Caterina foi a maior burrada que ele fez na vida. Beatriz alerta a mãe que o irmão está louco de ciúmes e pode ser uma ameaça a Farina. Caterina afronta o marido e avisa que vai embora, porque não quer viver com um assassino. Nhá Rita confirma para Júlia que Maurício matou Martino e está com remorso. Júlia se impressiona quando Nhá Rita garante que viu Maurício saindo com a arma e mais tarde ouviu os tiros. Francisca pede que Caterina não se vá. Maurício avisa que ela pode ir, mas o filho fica, fazendo com que Caterina, revoltada, desista. Nhá Rita e Júlia não percebem que Maurício ouve escondido a conversa das duas. Ele avisa à mãe que está sendo ameaçado por Nhá Rita: se ele expulsar Chiquinho ela vai acusá-lo como o assassino de Martino. Júlia é obrigada a confirmar que sua avó incriminou Maurício. Ele mais uma vez garante que não saiu da casa com arma alguma. Nina se surpreende ao saber que Sílvia fechou a tecelagem. Humberto pede que ela o ajude a convencer Sílvia a reabrir a fábrica. José Manoel a proíbe de se envolver com o problema. Sílvia permanece irredutível, para ódio do marido. Camille se desespera por não estar grávida e não tem coragem de contar para o marido. Toni vai para a fábrica sem a esposa e pensa em aproveitar a oportunidade para depois ir até a pensão.

 

    Capítulo 104.[V1] Brazil, 10/15/02: Maria avisa a Genaro que, se Toni nunca mais aparecer, ela vai voltar para a Itália; os dois acabam discutindo e rememorando velhas mágoas. Toni bate palmas no portão: Maria se joga nos braços dele, que refreia o seu entusiasmo e avisa que veio somente ver o filho. Toni confirma que só veio ver o filho. Isabela avisa Genaro e Mariusa que Maria foi ter uma conversa cara a cara com Camille. Manolo volta à fábrica. Eulália teme que o pai saiba da carta. Marcos confessa para Mariusa que não suporta mais Manolo e pensa em se afastar de Eulália. Maria entra na loja e avisa Ezequiel que deseja falar em particular com Camille. Tzipora acha melhor mandar Maria embora, mas a filha concorda em conversar com a rival. Maria conta que Toni estava com ela no quarto no dia em que Camille esteve na pensão. Insiste que ele respeita a esposa, mas não a ama e acaba contando que ela e Toni têm um filho. Camille se desespera. Genaro leva Maria embora, que faz questão de chamá-lo de sogro na frente de Tzipora e Ezequiel. Toni se assusta ao saber que Maria esteve em sua casa. Soledad pede que Manolo não fale em casamento na presença de Marcos. Tzipora alerta Toni que Camille não está grávida. Camille manda o marido arrumar suas coisas e ir morar na pensão com Maria e o filho.
Capitulo 104[V2]-Maria avisa a Genaro que, se Toni nunca mais aparecer, ela vai voltar para a Itália; os dois acabam discutindo e rememorando velhas mágoas. Toni bate palmas no portão: Maria se joga nos braços dele, que refreia o seu entusiasmo e avisa que veio somente ver o filho. Toni confirma que só veio ver o filho. Isabela avisa Genaro e Mariusa que Maria foi ter uma conversa cara a cara com Camille. Manolo volta à fábrica. Eulália teme que o pai saiba da carta. Marcos confessa para Mariusa que não suporta mais Manolo e pensa em se afastar de Eulália. Maria entra na loja e avisa Ezequiel que deseja falar em particular com Camille. Tzipora acha melhor mandar Maria embora, mas a filha concorda em conversar com a rival. Maria conta que Toni estava com ela no quarto no dia em que Camille esteve na pensão. Insiste que ele respeita a esposa, mas não a ama e acaba contando que ela e Toni têm um filho. Camille se desespera. Genaro leva Maria embora, que faz questão de chamá-lo de sogro na frente de Tzipora e Ezequiel. Toni se assusta ao saber que Maria esteve em sua casa. Soledad pede que Manolo não fale em casamento na presença de Marcos. Tzipora alerta Toni que Camille não está grávida. Camille manda o marido arrumar suas coisas e ir morar na pensão com Maria e o filho.

 

    Capítulo 105.[V1] Brazil, 10/16/02:  Toni se impressiona com a frieza de Camille, que acusa-o de ter pena dela, mas não amá-la. Tzipora e Ezequiel estranham a calma da filha, que comunica não querer mais viver com o marido. Toni avisa ao sogro que não é mais seu sócio. Marcos se levanta e vai embora quando Manolo começa a perguntar se ele recebeu aumento. Eulália chora porque está tudo terminado e decide descobrir se as informações da carta eram verdadeiras. Toni vai morar na pensão, mas se recusa a ficar no quarto com Maria. Em conversa com Genaro, garante que ficará sozinho, sem Maria e sem Camille. O pai se preocupa ao saber que o filho largou a sociedade. Maria ameaça voltar para a Itália e Toni manda que ela faça o que desejar. Camille permanece segura e altiva, para surpresa dos pais. Marcos e Genaro levam Toni ao bordel. Maria não entende quando Isabela anuncia que Toni já foi para a gandaia. Genaro pede que o filho toque piano no prostíbulo. Justine vibra ao saber que Marcos largou a espanhola. Toni se choca ao saber que Malu e Genaro dormem juntos de vez em quando. Genaro volta para a pensão carregando Toni, bêbado, e os dois relembram mágoas e conversam como amigos.
Capitulo 105[V2]-Toni se impressiona com a frieza de Camille, que acusa-o de ter pena dela, mas não amá-la. Tzipora e Ezequiel estranham a calma da filha, que comunica não querer mais viver com o marido. Toni avisa ao sogro que não é mais seu sócio. Marcos se levanta e vai embora quando Manolo começa a perguntar se ele recebeu aumento. Eulália chora porque está tudo terminado e decide descobrir se as informações da carta eram verdadeiras. Toni vai morar na pensão, mas se recusa a ficar no quarto com Maria. Em conversa com Genaro, garante que ficará sozinho, sem Maria e sem Camille. O pai se preocupa ao saber que o filho largou a sociedade. Maria ameaça voltar para a Itália e Toni manda que ela faça o que desejar. Camille permanece segura e altiva, para surpresa dos pais. Marcos e Genaro levam Toni ao bordel. Maria não entende quando Isabela anuncia que Toni já foi para a gandaia. Genaro pede que o filho toque piano no prostíbulo. Justine vibra ao saber que Marcos largou a espanhola. Toni se choca ao saber que Malu e Genaro dormem juntos de vez em quando. Genaro volta para a pensão carregando Toni, bêbado, e os dois relembram mágoas e conversam como amigos.

 

    Capítulo 106.[V1] Brazil, 10/17/02:  Camila avisa aos pais que está indo para a fábrica e que Toni não fará a menor falta. Isabela sente pena de Maria, que ficou esperando Toni voltar. Camille assume a gerência dos negócios. Ezequiel se lamenta com Jonatan, que fica satisfeito com a separação de Camille. Genaro não deixa que Maria leve um chá para Toni, que acorda de ressaca. Francisca avisa aos filhos que precisa vender sacas de café. Maurício insiste em saber se ela vai sozinha e se oferece para levá-la à estação. Farina conta para Vincenzo que vai viajar junto com a baronesa, mas já combinaram tudo para que Maurício não perceba. Zangão avisa que vai embora, mas pega Júlia nos braços e beija-a. Caterina conta para os pais que Maurício ameaçou matá-la, caso ela saísse de casa. Zangão avisa aos companheiros que não vai mais embora. Júlia pede a Nhá Rita que impeça os peões de partirem, porque senão ela vai também. Maurício embarca a mãe, sem ver Farina que aguarda Francisca dentro do trem. Os dois brindam ao amor e olham-se apaixonados. Beatriz e Caterina temem que Maurício descubra. Farina pergunta se Francisca gostaria de viver com ele. Toni se levanta quando Maria senta à mesa. No hotel, Farina beija Francisca, que pede que ele passe a noite com ela.
Capitulo 106[V2]-Camila avisa aos pais que está indo para a fábrica e que Toni não fará a menor falta. Isabela sente pena de Maria, que ficou esperando Toni voltar. Camille assume a gerência dos negócios. Ezequiel se lamenta com Jonatan, que fica satisfeito com a separação de Camille. Genaro não deixa que Maria leve um chá para Toni, que acorda de ressaca. Francisca avisa aos filhos que precisa vender sacas de café. Maurício insiste em saber se ela vai sozinha e se oferece para levá-la à estação. Farina conta para Vincenzo que vai viajar junto com a baronesa, mas já combinaram tudo para que Maurício não perceba. Zangão avisa que vai embora, mas pega Júlia nos braços e beija-a. Caterina conta para os pais que Maurício ameaçou matá-la, caso ela saísse de casa. Zangão avisa aos companheiros que não vai mais embora. Júlia pede a Nhá Rita que impeça os peões de partirem, porque senão ela vai também. Maurício embarca a mãe, sem ver Farina que aguarda Francisca dentro do trem. Os dois brindam ao amor e olham-se apaixonados. Beatriz e Caterina temem que Maurício descubra. Farina pergunta se Francisca gostaria de viver com ele. Toni se levanta quando Maria senta à mesa. No hotel, Farina beija Francisca, que pede que ele passe a noite com ela.


Capítulo 107.[V1] Brazil, 10/18/02:  Maria insiste em pedir desculpas para Toni, mas ele não aceita e deixa-a falando sozinha. Ezequiel entoa uma canção triste. Camille continua bancando a forte. Francisca suspira nos braços de Farina, depois do amor. Ele insiste em saber se ela quer viver com ele. Eulália chega na porta de Justine, entra e se choca ao ver Marcos no salão. Justine enfrenta Eulália, que chama-a, com nojo, de prostituta. Marcos manda que a espanhola vá para casa. Eulália cospe nos pés de Justine. Toni tenta consolar Eulália, que vai embora. Marcos e Justine se beijam apaixonados.Sílvia insiste em manter a tecelagem fechada, para ódio de Humberto. Bruno avisa Isabela que vai à pensão conversar com Mariusa.Caterina pede que Zequinha não vá embora. Ele agarra-a e beija-a. Maurício fica furioso ao saber que Farina também viajou para São Paulo. Toni estranha a alegria de Maria com a chegada de Farina. Francisca e Farina comentam sobre o inquérito da morte de Martino. Maria, inadvertidamente, deixa escapar que o marido foi morto porque estava dando em cima da ‘potranca’ da fazenda vizinha. Francisca, espantada, quer saber quem é ‘potranca’.
Capitulo 107[V2]-Maria insiste em pedir desculpas para Toni, mas ele não aceita e deixa-a falando sozinha. Ezequiel entoa uma canção triste. Camille continua bancando a forte. Francisca suspira nos braços de Farina, depois do amor. Ele insiste em saber se ela quer viver com ele. Eulália chega na porta de Justine, entra e se choca ao ver Marcos no salão. Justine enfrenta Eulália, que chama-a, com nojo, de prostituta. Marcos manda que a espanhola vá para casa. Eulália cospe nos pés de Justine. Toni tenta consolar Eulália, que vai embora. Marcos e Justine se beijam apaixonados.Sílvia insiste em manter a tecelagem fechada, para ódio de Humberto. Bruno avisa Isabela que vai à pensão conversar com Mariusa.Caterina pede que Zequinha não vá embora. Ele agarra-a e beija-a. Maurício fica furioso ao saber que Farina também viajou para São Paulo. Toni estranha a alegria de Maria com a chegada de Farina. Francisca e Farina comentam sobre o inquérito da morte de Martino. Maria, inadvertidamente, deixa escapar que o marido foi morto porque estava dando em cima da ‘potranca’ da fazenda vizinha. Francisca, espantada, quer saber quem é ‘potranca’.

Capítulo 108.[V1] Brazil, 10/19/02:  Francisca leva na brincadeira o apelido de potranca, que considera melhor que Mão de Ferro. Genaro conta para Toni que Maria pediu que ele fosse a Civita atrás de sua avó Luiza. Toni pede que o pai traga o piano da Itália. Nina e José Manoel passeiam no Rio. Madalena aconselha que Toni volte com Camille. Mariusa reclama que Bruno não apareceu para conversar. Toni fica sabendo que Camille tem ido à fábrica todos os dias e que não deseja vê-lo. Farina e Francisca aproveitam os últimos momentos juntos. Maurício não se conforma porque a mãe está há uma semana fora e ameaça matar Farina se ela voltar junto com o italiano. Camille não quer saber notícias de Toni. Jonatan fala de seu filho, que estuda cinema, para Ezequiel, Camille e Tzipora. Mariusa pede que Toni perdoe Maria. Nina e José Manoel contam as maravilhas do Rio de Janeiro e convidam Madalena para morar com eles lá. Ela quer saber se tem um tanque na casa de Antonia. Bruno pede permissão para namorar Isabela e garante que não vai atrapalhar os seus estudos. Mariusa consente. Farina propõe a Francisca que eles cheguem juntos na fazenda.

   Capitulo 108[V2]-Francisca leva na brincadeira o apelido de potranca, que considera melhor que Mão de Ferro. Genaro conta para Toni que Maria pediu que ele fosse a Civita atrás de sua avó Luiza. Toni pede que o pai traga o piano da Itália. Nina e José Manoel passeiam no Rio. Madalena aconselha que Toni volte com Camille. Mariusa reclama que Bruno não apareceu para conversar. Toni fica sabendo que Camille tem ido à fábrica todos os dias e que não deseja vê-lo. Farina e Francisca aproveitam os últimos momentos juntos. Maurício não se conforma porque a mãe está há uma semana fora e ameaça matar Farina se ela voltar junto com o italiano. Camille não quer saber notícias de Toni. Jonatan fala de seu filho, que estuda cinema, para Ezequiel, Camille e Tzipora. Mariusa pede que Toni perdoe Maria. Nina e José Manoel contam as maravilhas do Rio de Janeiro e convidam Madalena para morar com eles lá. Ela quer saber se tem um tanque na casa de Antonia. Bruno pede permissão para namorar Isabela e garante que não vai atrapalhar os seus estudos. Mariusa consente. Farina propõe a Francisca que eles cheguem juntos na fazenda. 

 

    Capítulo 109.[V1] Brazil, 10/21/02:  Caterina sai correndo depois do beijo de Zequinha. Maurício pressente que a mãe está para chegar e decide esperá-la na estação. Camille não se interessa pela conversa de Tzipora, que já sonha em unir Samuel, o filho de Jonatan, e a filha. Mariusa anima Maria mas, em seguida, Toni avisa que vai procurar novo lugar para morar. Madalena comunica a Nina que não pretende sair do cortiço. Toni pede a Ezequiel que providencie os papéis para que ele saia da sociedade, aluga um quarto e sai da pensão. Ele passa por Maria sem dizer uma só palavra. Francisca finge ter adorado que o filho estivesse esperando-a na estação e garante que viajou sozinha. Caterina arruma a sua mala e diz a Beatriz que está indo embora com o filho. Zequinha leva Caterina para a casa dos pais. Vincenzo desconfia quando Caterina apresenta Zequinha como um amigo. Camille não quer nem conversar sobre Toni. Beatriz avisa ao irmão que Caterina foi embora.
Capitulo 109[V2]-Caterina sai correndo depois do beijo de Zequinha. Maurício pressente que a mãe está para chegar e decide esperá-la na estação. Camille não se interessa pela conversa de Tzipora, que já sonha em unir Samuel, o filho de Jonatan, e a filha. Mariusa anima Maria mas, em seguida, Toni avisa que vai procurar novo lugar para morar. Madalena comunica a Nina que não pretende sair do cortiço. Toni pede a Ezequiel que providencie os papéis para que ele saia da sociedade, aluga um quarto e sai da pensão. Ele passa por Maria sem dizer uma só palavra. Francisca finge ter adorado que o filho estivesse esperando-ana estação e garante que viajou sozinha. Caterina arruma a sua mala e diz a Beatriz que está indo embora com o filho. Zequinha leva Caterina para a casa dos pais. Vincenzo desconfia quando Caterina apresenta Zequinha como um amigo. Camille não quer nem conversar sobre Toni. Beatriz avisa ao irmão que Caterina foi embora.

Capítulo 110.[V1] Brazil, 10/22/02: Maurício promete trazer o filho de volta. Farina confidencia a Vincenzo que a viagem a São Paulo mudou a sua vida. Francisca pede que o filho tenha calma, mas Maurício garante que vai resolver a situação do seu jeito. Zequinha confessa para Zangão que está apaixonado por Caterina. Ela conta para os pais e para Farina que Maurício tem uma arma escondida em casa. Francisca conversa com Beatriz sobre Farina e diz que está disposta a viver a sua paixão. João Alfaiate simpatiza com seu inquilino , Toni. Mariusa vigia o namoro de Bruno e Isabela. Camille garante ao pai que não está sofrendo e que nunca mais sofrerá por homem algum. Soledad reclama com Manolo que Camille se mete em tudo na fábrica. Caterina conta para Constância que está apaixonada por Zequinha e pede que ela convença Vincenzo a autorizar que ele venha morar na fazenda. Forró, Zequinha e Zangão correm para a fazenda de Vincenzo ao saberem que Maurício foi para lá. Maurício irrompe na casa de Vincenzo, ameaçando pegar o filho , e Farina coloca-se na frente dele.
Capitulo 110[V2]-Maurício promete trazer o filho de volta. Farina confidencia a Vincenzo que a viagem a São Paulo mudou a sua vida. Francisca pede que o filho tenha calma, mas Maurício garante que vai resolver a situação do seu jeito. Zequinha confessa para Zangão que está apaixonado por Caterina. Ela conta para os pais e para Farina que Maurício tem uma arma escondida em casa. Francisca conversa com Beatriz sobre Farina e diz que está disposta a viver a sua paixão. João Alfaiate simpatiza com seu inquilino, Toni. Mariusa vigia o namoro de Bruno e Isabela. Camille garante ao pai que não está sofrendo e que nunca mais sofrerá por homem algum. Soledad reclama com Manolo que Camille se mete em tudo na fábrica. Caterina conta para Constância que está apaixonada por Zequinha e pede que ela convença Vincenzo a autorizar que ele venha morar na fazenda. Forró, Zequinha e Zangão correm para a fazenda de Vincenzo ao saberem que Maurício foi para lá. Maurício irrompe na casa de Vincenzo, ameaçando pegar o filho, e Farina coloca-se na frente dele.

 

    Capítulo 111.[V1] Brazil, 10/23/02:  Caterina, Vincenzo e Constância garantem que a criança fica. Maurício afirma que a mulher perdeu todos os direitos. Zequinha, Forró e Zangão chegam avisando que estão do lado de Caterina. Maurício, em desvantagem, diz que os três estão expulsos de sua fazenda e vai embora furioso. Constância dá força e Vincenzo acolhe os três . Nhá Rita reage quando Maurício joga na rua os pertences de Forró e avisa que, se ela abrigá-lo, será expulsa também. Maurício toma satisfações da mãe por causa de Farina e ela acaba expulsando-o de sua casa. Ele ameaça matar Farina. Forró fica com Nhá Rita. Zequinha e Zangão se instalam na casa de Vincenzo. Marcos conta a Maria que Toni está morando no porão de uma alfaiataria. Genaro, no navio, viaja para a Itália. Farina conforma Francisca. Beatriz vê um momento de ternura entre os dois, que conversam abertamente com ela. Maria tem esperanças que Genaro encontre Luiza, a sua avó. Marcos tenta fazer com que Toni volte para a pensão, mas ele permanece irredutível. Maurício reage ao ver Farina sentado à mesa com Francisca e Beatriz.
Capitulo 111[V2]-Caterina, Vincenzo e Constância garantem que a criança fica. Maurício afirma que a mulher perdeu todos os direitos. Zequinha, Forró e Zangão chegam avisando que estão do lado de Caterina. Maurício, em desvantagem, diz que os três estão expulsos de sua fazenda e vai embora furioso. Constância dá força e Vincenzo acolhe os três . Nhá Rita reage quando Maurício joga na rua os pertences de Forró e avisa que, se ela abrigá-lo, será expulsa também. Maurício toma satisfações da mãe por causa de Farina e ela acaba expulsando-o de sua casa. Ele ameaça matar Farina. Forró fica com Nhá Rita. Zequinha e Zangão se instalam na casa de Vincenzo. Marcos conta a Maria que Toni está morando no porão de uma alfaiataria. Genaro, no navio, viaja para a Itália. Farina conforma Francisca. Beatriz vê um momento de ternura entre os dois, que conversam abertamente com ela. Maria tem esperanças que Genaro encontre Luiza, a sua avó. Marcos tenta fazer com que Toni volte para a pensão, mas ele permanece irredutível. Maurício reage ao ver Farina sentado à mesa com Francisca e Beatriz.

 

    Capítulo 112.[V1] Brazil, 10/24/02: Ironicamente, Maurício declara entender porque foi expulso de casa , e se retira. Farina pergunta para Francisca sobre a arma escondida na casa, pois tem quase certeza de que Maurício matou Martino. Francisca descobre que todo o ouro e a arma desapareceram do alçapão. Maria ouve Toni tocar na loja e depois vai até a alfaiataria, onde fica esperando pelo amado. Camille é dura com Manolo, avisando que é necessário aumentar a produção sem elevar os custos. Toni, embora confesse ainda amar Maria, manda que ela vá embora. Francisca e Beatriz suspeitam de Maurício. Numa casa simples, Maurício manuseia o rifle e planeja matar Farina. José Manoel e Nina se preocupam com Toni. Maurício nega ter entrado no esconderijo e acusa Zangão e Zequinha. Nhá Rita jura para Julinha que não contou da fortuna para Forró. Nina convida Toni para morar com Madalena, mas ele se recusa a voltar para o cortiço e deixa escapar que não sabe se estará vivo quando Genaro voltar da Itália. Maria está disposta a pedir a Camille que converse com Toni. Farina fica sabendo do roubo na casa de Francisca . Maurício sai determinado a tirar o italiano de seu caminho.
Capitulo 112[V2]-Ironicamente, Maurício declara entender porque foi expulso de casa , e se retira. Farina pergunta para Francisca sobre a arma escondida na casa, pois tem quase certeza de que Maurício matou Martino. Francisca descobre que todo o ouro e a arma desapareceram do alçapão. Maria ouve Toni tocar na loja e depois vai até a alfaiataria, onde fica esperando pelo amado. Camille é dura com Manolo, avisando que é necessário aumentar a produção sem elevar os custos. Toni, embora confesse ainda amar Maria, manda que ela vá embora. Francisca e Beatriz suspeitam de Maurício. Numa casa simples, Maurício manuseia o rifle e planeja matar Farina. José Manoel e Nina se preocupam com Toni. Maurício nega ter entrado no esconderijo e acusa Zangão e Zequinha. Nhá Rita jura para Julinha que não contou da fortuna para Forró. Nina convida Toni para morar com Madalena, mas ele se recusa a voltar para o cortiço e deixa escapar que não sabe se estará vivo quando Genaro voltar da Itália. Maria está disposta a pedir a Camille que converse com Toni. Farina fica sabendo do roubo na casa de Francisca . Maurício sai determinado a tirar o italiano de seu caminho.

 

    Capítulo 113.[V1] Brazil, 10/25/02:  Farina irrompe no quarto de Maurício e luta com ele para tomar-lhe a arma. O rifle dispara. Farina engatilha a arma quando Maurício avança para cima dele, prometendo matá-lo. Maurício se ajoelha, chora e pede que ele atire. Francisca e Beatriz chegam e ficam pasmas com a cena. Maurício, entre soluços, confessa ter matado Martino. Camille nem se importa ao saber que Toni está trabalhando no bordel, para surpresa de Tzipora. Malu convida, mas Toni se recusa a ir para a cama com ela. Bruno ousa tocar nos seios de Isabela, que reage. Toni se dá conta de que não comeu nada o dia inteiro, estica-se na cama e dorme. Humberto autoriza Onofre a vender o estoque de tecidos para Jonatan, e manda que ele chame as operárias pois vai reabrir a fábrica. Em conversa com Francisca e Beatriz, Maurício nega ter matado Martino e roubado o tesouro. Farina surpreende Vincenzo ao dizer que, a pedido de Francisca, não contará ao delegado que encontrou a arma do crime com Maurício. Forró conta para os amigos do roubo na fazenda e Zangão se preocupa que eles sejam incriminados. Farina chama os peões para uma conversa.
Capitulo 113[V2]-Farina irrompe no quarto de Maurício e luta com ele para tomar-lhea arma. O rifle dispara. Farina engatilha a arma quando Maurício avança para cima dele, prometendo matá-lo. Maurício se ajoelha, chora e pede que ele atire. Francisca e Beatriz chegam e ficam pasmas com a cena. Maurício, entre soluços, confessa ter matado Martino. Camille nem se importa ao saber que Toni está trabalhando no bordel, para surpresa de Tzipora. Malu convida, mas Toni se recusa a ir para a cama com ela. Bruno ousa tocar nos seios de Isabela, que reage. Toni se dá conta de que não comeu nada o dia inteiro, estica-se na cama e dorme. Humberto autoriza Onofre a vender o estoque de tecidos para Jonatan, e manda que ele chame as operárias pois vai reabrir a fábrica. Em conversa com Francisca e Beatriz, Maurício nega ter matado Martino e roubado o tesouro. Farina surpreende Vincenzo ao dizer que, a pedido de Francisca, não contará ao delegado que encontrou a arma do crime com Maurício. Forró conta para os amigos do roubo na fazenda e Zangão se preocupa que eles sejam incriminados. Farina chama os peões para uma conversa.

 

    Capítulo 114.[V1] Brazil, 10/26/02:  Marcos alerta Maria que não deve se preocupar com Toni, porque ele está decidido a viver sozinho. Toni acorda com muito frio e tossindo. João Alfaiate se preocupa com o inquilino e leva-lhe café e pão com manteiga. Farina garante que não está suspeitando dos peões, mas conta que Maurício acusou-os. Zangão, Zequinha e Forró se enraivecem. Nhá Rita jura para Francisca que Luigi, o pai de Maurício, está encarnado no filho e se vingando. Francisca acha que é uma explicação para o ciúme doentio de Maurício. Beatriz acha que não tem cabimento a mãe acreditar nessa história. Madalena manda Toni arrumar as suas coisas e ir morar com ela, mas ele não aceita. José Manoel arranja emprego em uma grande construtora e diz a Nina que eles devem se mudar. Madalena finca pé que do cortiço não sairá. Nina e José Manoel discutem em busca de uma solução. Nina chantageia a mãe e avisa que vai se separar por causa dela. Isabela conta que Bruno avançou um pouco e Mariusa proíbe namoro no portão. Toni não come nada, finge estar bem mas, ao se levantar, sente tontura. Ezequiel elogia a eficiência de Camille. Soledad reclama que Manolo aceita tudo que lhe pagam. Francisca pergunta a Farina se ele vai denunciar Maurício.
Capitulo 114[V2]-Marcos alerta Maria que não deve se preocupar com Toni, porque ele está decidido a viver sozinho. Toni acorda com muito frio e tossindo. João Alfaiate se preocupa com o inquilino e leva-lhecafé e pão com manteiga. Farina garante que não está suspeitando dos peões, mas conta que Maurício acusou[-os. Zangão, Zequinha e Forró se enraivecem. Nhá Rita jura para Francisca que Luigi, o pai de Maurício, está encarnado no filho e se vingando. Francisca acha que é uma explicação para o ciúme doentio de Maurício. Beatriz acha que não tem cabimento a mãe acreditar nessa história. Madalena manda Toni arrumar as suas coisas e ir morar com ela, mas ele não aceita. José Manoel arranja emprego em uma grande construtora e diz a Nina que eles devem se mudar. Madalena finca pé que do cortiço não sairá. Nina e José Manoel discutem em busca de uma solução. Nina chantageia a mãe e avisa que vai se separar por causa dela. Isabela conta que Bruno avançou um pouco e Mariusa proíbe namoro no portão. Toni não come nada, finge estar bem mas, ao se levantar, sente tontura. Ezequiel elogia a eficiência de Camille. Soledad reclama que Manolo aceita tudo que lhe pagam. Francisca pergunta a Farina se ele vai denunciar Maurício.

Capítulo 115.[V1] Brazil, 10/28/02: Farina garante a Francisca que não vai denunciar Maurício, mas pede que ela não acredite na história de possessão. Beatriz e Júlia se impressionam porque Maurício não se aproxima de Nhá Rita. Maurício olha escondido Farina e Francisca trocando juras de amor. Toni finge estar bem, enquanto toca no prostíbulo. Bruno se desconcerta ao ter que se despedir da namorada dentro de casa, sob o olhar Mariusa. Nina dorme no quarto da mãe e acusa-a de estar separando-a do marido. José Manoel está disposto a largar Nina se ela não quiser morar fora do cortiço. Madalena avisa que homem nenhum agüenta mulher que vive grudada na mãe e Nina vai para o quarto do marido. Toni, ardendo em febre, desaba no meio do salão. Marcos e Justine ajudam-no a se acomodar em um dos quartos. Maria, ao saber da situação, resolve buscar Toni. Justine e Malu cuidam de Toni, que está com pneumonia. Maria decide ficar cuidando do amado. Camille procura Toni na pensão, para que ele assine os papéis e se surpreende ao saber que ele e Maria não estão juntos. Mariusa comenta que ele está doente e no bordel. Camille vai à casa de Justine.

   Capitulo 115[V2]-Farina garante a Francisca que não vai denunciar Maurício, mas pede que ela não acredite na história de possessão. Beatriz e Júlia se impressionam porque Maurício não se aproxima de Nhá Rita. Maurício olha escondido Farina e Francisca trocando juras de amor. Toni finge estar bem, enquanto toca no prostíbulo. Bruno se desconcerta ao ter que se despedir da namorada dentro de casa, sob o olhar Mariusa. Nina dorme no quarto da mãe e acusa-ade estar separando-ado marido. José Manoel está disposto a largar Nina se ela não quiser morar fora do cortiço. Madalena avisa que homem nenhum agüenta mulher que vive grudada na mãe e Nina vai para o quarto do marido. Toni, ardendo em febre, desaba no meio do salão. Marcos e Justine ajudam-noa se acomodar em um dos quartos. Maria, ao saber da situação, resolve buscar Toni. Justine e Malu cuidam de Toni, que está com pneumonia. Maria decide ficar cuidando do amado. Camille procura Toni na pensão, para que ele assine os papéis e se surpreende ao saber que ele e Maria não estão juntos. Mariusa comenta que ele está doente e no bordel. Camille vai à casa de Justine.

 

    Capítulo 116.[V1] Brazil, 10/29/02:  Tzipora convence Ezequiel a cuidar dos papéis para a separação de Camille e Toni. Justine se assusta quando Camille se apresenta como a esposa de Toni. Camille se preocupa ao saber que Toni está com pneumonia. Malu manda Maria sair do quarto ou se esconder debaixo da cama, mas ela se recusa. Camille entra no quarto e dá de cara com Maria. Toni delira e chama por Camille, que assume os cuidados. Maria vibra quando Toni chama o seu nome e coloca uma compressa na testa do amado. Camille avisa ao pai que Toni está muito doente e que ela quer se separar logo para deixá-lo livre. Toni melhora, mas Maria insiste em ficar ao seu lado. Caterina e Zequinha namoram; Julia e Zangão trocam beijos. Mariusa se escandaliza ao saber que Maria vai dormir no bordel. Malu faz sopa para Toni e Maria fica um pouco enciumada. Farina se muda para a fazenda e para o quarto de Francisca. Beatriz dá as boas vindas ao italiano. Maurício aparece de surpresa, pede para sentar-se à mesa e também dá boas vindas a Farina. Maria aprecia o movimento do bordel do alto da escada, quando é abordada por um cliente.
Capitulo 116[V2]-Tzipora convence Ezequiel a cuidar dos papéis para a separação de Camille e Toni. Justine se assusta quando Camille se apresenta como a esposa de Toni. Camille se preocupa ao saber que Toni está com pneumonia. Malu manda Maria sair do quarto ou se esconder debaixo da cama, mas ela se recusa. Camille entra no quarto e dá de cara com Maria. Toni delira e chama por Camille, que assume os cuidados. Maria vibra quando Toni chama o seu nome e coloca uma compressa na testa do amado. Camille avisa ao pai que Toni está muito doente e que ela quer se separar logo para deixá-lo livre. Toni melhora, mas Maria insiste em ficar ao seu lado. Caterina e Zequinha namoram; Julia e Zangão trocam beijos. Mariusa se escandaliza ao saber que Maria vai dormir no bordel. Malu faz sopa para Toni e Maria fica um pouco enciumada. Farina se muda para a fazenda e para o quarto de Francisca. Beatriz dá as boas vindas ao italiano. Maurício aparece de surpresa, pede para sentar-se à mesa e também dá boas vindas a Farina. Maria aprecia o movimento do bordel do alto da escada, quando é abordada por um cliente.

 

    Capítulo 117.[V1] Brazil, 10/30/02: Maria foge do cliente do bordel. Toni se sente melhor e pensa até em tocar piano, mas Maria o impede de descer. Maurício nega ter matado Martino e jura não se lembrar de ter ameaçado Farina com a arma. Beatriz manda o irmão parar de bancar o louco quando ele afirma não saber que roubaram o tesouro. Francisca fica aturdida quando Maurício se dirige para o quarto, como se não soubesse ter sido expulso da casa, e acaba concordando que ele fique. A febre volta e Maria cuida de Toni entre beijos. Humberto garante a Onofre que vai salvar a tecelagem e o seu casamento. Sílvia estranha ao receber rosas vermelhas e um cartão apaixonado. Nhá Rita manda Francisca e Farina darem uma busca no local onde Maurício estava dormindo e eles encontram o que foi roubado. Caterina provoca Zequinha. Maurício jura que quer paz e que vai buscar Caterina.
Capitulo 117[V2]-Maria foge do cliente do bordel. Toni se sente melhor e pensa até em tocar piano, mas Maria o impede de descer. Maurício nega ter matado Martino e jura não se lembrar de ter ameaçado Farina com a arma. Beatriz manda o irmão parar de bancar o louco quando ele afirma não saber que roubaram o tesouro. Francisca fica aturdida quando Maurício se dirige para o quarto, como se não soubesse ter sido expulso da casa, e acaba concordando que ele fique. A febre volta e Maria cuida de Toni entre beijos. Humberto garante a Onofre que vai salvar a tecelagem e o seu casamento. Sílvia estranha ao receber rosas vermelhas e um cartão apaixonado. Nhá Rita manda Francisca e Farina darem uma busca no local onde Maurício estava dormindo e eles encontram o que foi roubado. Caterina provoca Zequinha. Maurício jura que quer paz e que vai buscar Caterina.

 

    Capítulo 118.[V1] Brazil, 10/31/02: Toni concorda em voltar para a pensão. Nina, preocupada, vai até o bordel saber notícias do primo. Humberto nega ter mandado as flores e se mostra enciumado. Francisca grita ao encontrar uma cobra sob a sua coberta. Farina pega a cobra e joga-a pela janela. Em seu quarto, Maurício sorri maquiavélico. Farina avisa Vincenzo que Maurício virá buscar a mulher. Constância ameaça mandar Zequinha embora e Caterina avisa que, se ele for, ela vai também. Marcello se exibe para Beatriz, montando no cavalo. Júlia e Zangão se beijam. Nhá Rita assusta Francisca dizendo que o italiano Luigi não foi embora ainda. Maurício pede, humilde, autorização para conversar com a esposa. Caterina se recusa a falar com ele, que reage grosseiramente. Zequinha manda que ele largue Caterina e os dois se enfrentam numa briga. Maurício ataca primeiro, mas Zequinha acaba dominando-o. Caterina concorda em conversar com o marido. Mariusa cuida de Toni, que deixa escapar que Genaro está apaixonado por ela. Nina insiste que não sai do cortiço se a mãe não for. Caterina jura que não está traindo Maurício, mas que também não quer reatar o casamento.
Capitulo 118[V2]-Toni concorda em voltar para a pensão. Nina, preocupada, vai até o bordel saber notícias do primo. Humberto nega ter mandado as flores e se mostra enciumado. Francisca grita ao encontrar uma cobra sob a sua coberta. Farina pega a cobra e joga-apela janela. Em seu quarto, Maurício sorri maquiavélico. Farina avisa Vincenzo que Maurício virá buscar a mulher. Constância ameaça mandar Zequinha embora e Caterina avisa que, se ele for, ela vai também. Marcello se exibe para Beatriz, montando no cavalo. Júlia e Zangão se beijam. Nhá Rita assusta Francisca dizendo que o italiano Luigi não foi embora ainda. Maurício pede, humilde, autorização para conversar com a esposa. Caterina se recusa a falar com ele, que reage grosseiramente. Zequinha manda que ele largue Caterina e os dois se enfrentam numa briga. Maurício ataca primeiro, mas Zequinha acaba dominando-o. Caterina concorda em conversar com o marido. Mariusa cuida de Toni, que deixa escapar que Genaro está apaixonado por ela. Nina insiste que não sai do cortiço se a mãe não for. Caterina jura que não está traindo Maurício, mas que também não quer reatar o casamento.

 

    Capítulo 119.[V1] Brazil, 11/1/02: Toni garante a Marcos que não vai mais deixar Maria. Jonatan deixa claro para Ezequiel que quer casar o seu filho com Camille. Sílvia recebe mais flores. Justine e Malu vão à pensão visitar Toni. Mariusa fica emburrada, mas resolve servir café para as mulheres da vida. Malu desarma Mariusa ao comentar que tinha muita curiosidade de conhecê-la, pois Genaro fala muito bem dela. Genaro passeia por Civita. Toni assina os papéis e desfaz a sociedade com Ezequiel. Tzipora se emociona ao se despedir do italiano. Ezequiel oferece ajuda, se ele precisar. Toni volta para a pensão e procura pelo filho. Maria fica radiante. Caterina não acredita na mudança de Maurício. Constância se preocupa e acha que Zequinha devia ir embora. Maurício oferece homens de sua fazenda para trabalhar nas terras vizinhas e pede que Farina mande Zequinha e Zangão embora. Os peões reclamam de trabalhar no campo e juram que vão partir. Zequinha garante que vai levar Caterina em sua garupa. Camille se irrita com a mãe que insiste em saber se ela está sofrendo. Nina insiste em não abandonar a mãe, o que deixa José Manoel indignado. Caterina avisa ao pai que vai embora com Zequinha, se ele mandá-lo embora.
Capitulo 119[V2]-Toni garante a Marcos que não vai mais deixar Maria. Jonatan deixa claro para Ezequiel que quer casar o seu filho com Camille. Sílvia recebe mais flores. Justine e Malu vão à pensão visitar Toni. Mariusa fica emburrada, mas resolve servir café para as mulheres da vida. Malu desarma Mariusa ao comentar que tinha muita curiosidade de conhecê-la, pois Genaro fala muito bem dela. Genaro passeia por Civita. Toni assina os papéis e desfaz a sociedade com Ezequiel. Tzipora se emociona ao se despedir do italiano. Ezequiel oferece ajuda, se ele precisar. Toni volta para a pensão e procura pelo filho. Maria fica radiante. Caterina não acredita na mudança de Maurício. Constância se preocupa e acha que Zequinha devia ir embora. Maurício oferece homens de sua fazenda para trabalhar nas terras vizinhas e pede que Farina mande Zequinha e Zangão embora. Os peões reclamam de trabalhar no campo e juram que vão partir. Zequinha garante que vai levar Caterina em sua garupa. Camille se irrita com a mãe que insiste em saber se ela está sofrendo. Nina insiste em não abandonar a mãe, o que deixa José Manoel indignado. Caterina avisa ao pai que vai embora com Zequinha, se ele mandá-lo embora.


Capítulo 120.[V1] Brazil, 11/1/02: Camille comenta com os pais que se lembrou de uma surra que deu em Samuelzinho. Maria quer ir com Toni para o bordel quando ele for trabalhar. Sílvia recebe mais rosas, não deixa Humberto ler o cartão e ele ameaça tirar das mãos dela à força. Zequinha e Zangão conversam e reconhecem que estão apaixonados. Caterina manda Farina tomar cuidado, senão será morto também. Farina garante que Maurício agora é seu amigo e ameaça mandar os peões embora. Caterina avisa que vai junto com Zequinha. Marcelo tenta convencer Beatriz de que Maurício está fingindo e que Francisca deveria entregá-lo para a polícia. Maurício fica transtornado quando Farina avisa que Caterina não vai voltar e ameaça matar Zequinha. Constância deixa claro que seu neto fica, se Caterina resolver partir. Toni pede que José Manoel deixe reservado para ele o seu quarto, para que ele possa se mudar para o cortiço com Maria. Nina gosta da idéia, pois assim Madalena não ficará sozinha. Maria não concorda em se mudar para lá. Ela pede também que ele deixe de tocar no bordel. Mariusa se preocupa em ficar sem hóspedes e precisar fechar a pensão.
Capitulo 120[V2]-Camille comenta com os pais que se lembrou de uma surra que deu em Samuelzinho. Maria quer ir com Toni para o bordel quando ele for trabalhar. Sílvia recebe mais rosas, não deixa Humberto ler o cartão e ele ameaça tirar das mãos dela à força. Zequinha e Zangão conversam e reconhecem que estão apaixonados. Caterina manda Farina tomar cuidado, senão será morto também. Farina garante que Maurício agora é seu amigo e ameaça mandar os peões embora. Caterina avisa que vai junto com Zequinha. Marcelo tenta convencer Beatriz de que Maurício está fingindo e que Francisca deveria entregá-lo para a polícia. Maurício fica transtornado quando Farina avisa que Caterina não vai voltar e ameaça matar Zequinha. Constância deixa claro que seu neto fica, se Caterina resolver partir. Toni pede que José Manoel deixe reservado para ele o seu quarto, para que ele possa se mudar para o cortiço com Maria. Nina gosta da idéia, pois assim Madalena não ficará sozinha. Maria não concorda em se mudar para lá. Ela pede também que ele deixe de tocar no bordel. Mariusa se preocupa em ficar sem hóspedes e precisar fechar a pensão.

Capítulo 121.[V1] Brazil, 11/4/02: Caterina combina de partir com Zequinha. Zangão pede que o amigo espere até que ele converse com Júlia. Nhá Rita garante à neta que está escrito que ela vai deixá-la. Maurício brinca com um punhal. Francisca ouve alguém mexer na porta. Farina e Francisca vão ao quarto de Maurício, que finge dormir. Caterina arruma as suas coisas e avisa à mãe que está indo embora, porque se Zequinha não partir, Maurício irá matá-lo. Zequinha procura Vincenzo para dar uma satisfação, e avisa que pretende levar Caterina com ele para Mato Grosso e começar uma vida nova. Constância se apavora com a perspectiva.Vincenzo se interessa pelas idéias de Zequinha e Zangão de ocupar terras e caçar bois que fugiram do pasto e deram cria. Zangão pede consentimento a Nhá Rita para levar Júlia. Maria recebe carta de Genaro e se entristece ao saber que sua avó está morta. Homens retiram o piano da casa de Civita. Marcos sugere que Toni se dedique à política.
Capitulo 121[V2]-Caterina combina de partir com Zequinha. Zangão pede que o amigo espere até que ele converse com Júlia. Nhá Rita garante à neta que está escrito que ela vai deixá-la. Maurício brinca com um punhal. Francisca ouve alguém mexer na porta. Farina e Francisca vão ao quarto de Maurício, que finge dormir. Caterina arruma as suas coisas e avisa à mãe que está indo embora, porque se Zequinha não partir, Maurício irá matá-lo. Zequinha procura Vincenzo para dar uma satisfação, e avisa que pretende levar Caterina com ele para Mato Grosso e começar uma vida nova. Constância se apavora com a perspectiva.Vincenzo se interessa pelas idéias de Zequinha e Zangão de ocupar terras e caçar bois que fugiram do pasto e deram cria. Zangão pede consentimento a Nhá Rita para levar Júlia. Maria recebe carta de Genaro e se entristece ao saber que sua avó está morta. Homens retiram o piano da casa de Civita. Marcos sugere que Toni se dedique à política.

 

    Capítulo 122.[V1] Brazil, 11/5/02: Maria quer conversar com Toni, mas ele volta para a pensão bêbado e cai dormindo. Zequinha faz um acordo com Vincenzo e só partirá quando ele der a benção à união. Caterina aprende a montar. Marcello sonha em ir para o Pantanal cuidar de bois. Sílvia recebe mais rosas, e pede que Paulo descubra quem as está enviando. Paulo mente para Sílvia que Humberto está trabalhando em uma tecelagem. Maria pensa em comprar terras. Jonatan vai jantar na casa de Tzipora e Ezequiel e Camille torce para ele não fale de Samuelzinho. Vincenzo quer saber mais sobre os bois e Caterina garante que vai ajudar Zequinha a pegá-los. Genaro navega de volta para o Brasil. Nina e José Manoel saem do cortiço. Isabela comunica que Mariusa viajou para cuidar da sogra. Camille avisa que não produzirá mais exclusivamente para Jonatan pelo preço que ele paga. Nina sente-se só na casa nova. Maurício espreita Zequinha e Caterina se beijando e promete matá-los.
Capitulo 122[V2]-Maria quer conversar com Toni, mas ele volta para a pensão bêbado e cai dormindo. Zequinha faz um acordo com Vincenzo e só partirá quando ele der a benção à união. Caterina aprende a montar. Marcello sonha em ir para o Pantanal cuidar de bois. Sílvia recebe mais rosas, e pede que Paulo descubra quem as está enviando. Paulo mente para Sílvia que Humberto está trabalhando em uma tecelagem. Maria pensa em comprar terras. Jonatan vai jantar na casa de Tzipora e Ezequiel e Camille torce para ele não fale de Samuelzinho. Vincenzo quer saber mais sobre os bois e Caterina garante que vai ajudar Zequinha a pegá-los. Genaro navega de volta para o Brasil. Nina e José Manoel saem do cortiço. Isabela comunica que Mariusa viajou para cuidar da sogra. Camille avisa que não produzirá mais exclusivamente para Jonatan pelo preço que ele paga. Nina sente-se só na casa nova. Maurício espreita Zequinha e Caterina se beijando e promete matá-los.

 

    Capítulo 123.[V1] Brazil, 11/6/02: Constância recrimina Vincenzo que começa a sonhar com o gado sem dono no Pantanal. Toni avisa Maria que pretende trabalhar nas oficinas do jornal. Marcos, porém, desanima-o ao contar que, no momento, o jornal sofre perseguição política e não está aceitando ninguém. Eulália e Soledad acusam Manolo de ter medo de Camille, deixando-o furioso. Maria fica feliz com a chegada de Farina. Toni coloca-se contra a idéia de Maria comprar terras. Humberto insiste em descobrir quem está mandando as rosas e Sílvia adora o ciúme do marido. Maurício planeja incriminar Farina, que guardou a arma do crime. Maria se assusta quando Farina comenta que, se Homero soubesse que ela tinha um amante, poderia pensar que eles dois mataram Martino.
Capitulo 123[V2]-Constância recrimina Vincenzo que começa a sonhar com o gado sem dono no Pantanal. Toni avisa Maria que pretende trabalhar nas oficinas do jornal. Marcos, porém, desanima-o ao contar que, no momento, o jornal sofre perseguição política e não está aceitando ninguém. Eulália e Soledad acusam Manolo de ter medo de Camille, deixando-o furioso. Maria fica feliz com a chegada de Farina. Toni coloca-se contra a idéia de Maria comprar terras. Humberto insiste em descobrir quem está mandando as rosas e Sílvia adora o ciúme do marido. Maurício planeja incriminar Farina, que guardou a arma do crime. Maria se assusta quando Farina comenta que, se Homero soubesse que ela tinha um amante, poderia pensar que eles dois mataram Martino.

 

    Capítulo 124.[V1] Brazil, 11/7/02: Nina se queixa da solidão com Madalena, confessa que José Manoel não quer que ela trabalhe e insiste que a mãe vá viver com ela. Bruno e Isabela namoram. Genaro volta da Itália. Toni manda Maria tomar cuidado com o dinheiro e admite que não está gostando da conversa de Farina. Maurício, em troca de sigilo absoluto, acusa Farina e Zequinha pela morte de Martino e manda Homero procurar a arma na fazenda de Vincenzo e investigar a origem da fortuna do italiano. Garante, ainda, que Maria estava louca para ficar com o dinheiro do marido e que Farina envolveu-a. Jonatan comenta com Ezequiel que a situação na Alemanha não está boa e que ele mandou que o filho voltasse logo. Marcos manda que Toni fique de olho nos negócios que Farina propõe para Maria. Isabela contém os avanços de Bruno no cinema. Maurício comenta a crise e sugere que a mãe venda a fazenda. Camille reafirma que odeia o filho de Jonatan. Homero faz perguntas a Vincenzo e vistoria o quarto onde Farina dormia. Toni e Maria recebem Genaro com carinho. Homero encontra a arma e tem certeza que é a mesma de onde saíram os tiros que mataram Martino.
Capitulo 124[V2]-Nina se queixa da solidão com Madalena, confessa que José Manoel não quer que ela trabalhe e insiste que a mãe vá viver com ela. Bruno e Isabela namoram. Genaro volta da Itália. Toni manda Maria tomar cuidado com o dinheiro e admite que não está gostando da conversa de Farina. Maurício, em troca de sigilo absoluto, acusa Farina e Zequinha pela morte de Martino e manda Homero procurar a arma na fazenda de Vincenzo e investigar a origem da fortuna do italiano. Garante, ainda, que Maria estava louca para ficar com o dinheiro do marido e que Farina envolveu-a Jonatan comenta com Ezequiel que a situação na Alemanha não está boa e que ele mandou que o filho voltasse logo. Marcos manda que Toni fique de olho nos negócios que Farina propõe para Maria. Isabela contém os avanços de Bruno no cinema. Maurício comenta a crise e sugere que a mãe venda a fazenda. Camille reafirma que odeia o filho de Jonatan. Homero faz perguntas a Vincenzo e vistoria o quarto onde Farina dormia. Toni e Maria recebem Genaro com carinho. Homero encontra a arma e tem certeza que é a mesma de onde saíram os tiros que mataram Martino

 

    Capítulo 125.[V1] Brazil, 11/8/02: Homero leva a arma. Genaro fala da situação política na Itália, entregue ao fascismo. Marcos comenta que , no Brasil, Getúlio está também se mostrando um populista. Caterina fica intrigada como Homero pôde saber que arma estava na fazenda de Vincenzo. O testa – de – ferro de Farina avisa que os negócios não andam bem. Malu vibra ao saber que Genaro está de volta. O piano de Genaro é colocado na sala da pensão. Farina volta para a fazenda e Francisca recebe-o carinhosamente. Beatriz acha que foi Caterina ou Marcello quem falou da arma para o delegado a fim de incriminar Maurício. Francisca acalma a filha e garante que ninguém pode provar que a arma pertence a eles e que Farina nada falará. Maurício finge surpresa e acusa Caterina. Farina acalma Maurício, que banca a vítima. Vincenzo surpreende Farina ao dizer que Homero estava suspeitando dele e da Máfia. Homero finge ter mandado a arma para a perícia e garante que vai pegar Maria, Farina e Zequinha. Genaro ensina o neto a tocar. Sílvia recebe mais flores e não joga fora. Mariana pergunta, mas Paulo nega ser o remetente. Onofre estranha a tranqüilidade de Humberto quando fala nas flores. Homero procura Farina na fazenda de Francisca.
Capitulo 125[V2]-Homero leva a arma. Genaro fala da situação política na Itália, entregue ao fascismo. Marcos comenta que , no Brasil, Getúlio está também se mostrando um populista. Caterina fica intrigada como Homero pôde saber que arma estava na fazenda de Vincenzo. O testa-de-ferro de Farina avisa que os negócios não andam bem. Malu vibra ao saber que Genaro está de volta. O piano de Genaro é colocado na sala da pensão. Farina volta para a fazenda e Francisca recebe-o carinhosamente. Beatriz acha que foi Caterina ou Marcello quem falou da arma para o delegado a fim de incriminar Maurício. Francisca acalma a filha e garante que ninguém pode provar que a arma pertence a eles e que Farina nada falará. Maurício finge surpresa e acusa Caterina. Farina acalma Maurício, que banca a vítima. Vincenzo surpreende Farina ao dizer que Homero estava suspeitando dele e da Máfia. Homero finge ter mandado a arma para a perícia e garante que vai pegar Maria, Farina e Zequinha. Genaro ensina o neto a tocar. Sílvia recebe mais flores e não joga fora. Mariana pergunta, mas Paulo nega ser o remetente. Onofre estranha a tranqüilidade de Humberto quando fala nas flores. Homero procura Farina na fazenda de Francisca.

Capítulo 126.[V1] Brazil, 11/9/02:Francisca avisa que Farina não deve demorar e Homero decide esperar. Maurício, discretamente, faz perguntas e o delegado garante que a arma é a do crime e que Farina está bastante enrolado. Francisca teme pelo filho. Nhá Rita garante que nada vai a acontecer a Maurício, pois fechou o seu corpo quando ele era menino. Farina lê a falsa perícia, e garante que ela é mentirosa pois comprou a arma bem depois da morte de Martino. Francisca jura que estava junto na hora da compra. Homero exige saber o endereço do escritório de Farina em São Paulo, para que ele possa mandar buscar o recibo de compra. O delegado surpreende Farina ao pedir também o endereço de Maria. Genaro faz com que Bruno vença a timidez e cante, acompanhado por seu piano. Farina decide ir para São Paulo. Homero, também. José Manoel quer ter um filho de Nina. Toni toca para Maria. Camille pede que a mãe não fique falando nem de Toni, nem de Samuelzinho, pois seu coração está fechado. Humberto fiscaliza, satisfeito, o andamento da fábrica. Sílvia manda jogar as flores fora, mas fica com o cartão. Farina chega a São Paulo.
Capitulo 126[V2]-Francisca avisa que Farina não deve demorar e Homero decide esperar. Maurício, discretamente, faz perguntas e o delegado garante que a arma é a do crime e que Farina está bastante enrolado. Francisca teme pelo filho. Nhá Rita garante que nada vai a acontecer a Maurício, pois fechou o seu corpo quando ele era menino. Farina lê a falsa perícia, e garante que ela é mentirosa pois comprou a arma bem depois da morte de Martino. Francisca jura que estava junto na hora da compra. Homero exige saber o endereço do escritório de Farina em São Paulo, para que ele possa mandar buscar o recibo de compra. O delegado surpreende Farina ao pedir também o endereço de Maria. Genaro faz com que Bruno vença a timidez e cante, acompanhado por seu piano. Farina decide ir para São Paulo. Homero, também. José Manoel quer ter um filho de Nina. Toni toca para Maria. Camille pede que a mãe não fique falando nem de Toni, nem de Samuelzinho, pois seu coração está fechado. Humberto fiscaliza, satisfeito, o andamento da fábrica. Sílvia manda jogar as flores fora, mas fica com o cartão. Farina chega a São Paulo.

 

    Capítulo 127.[V1] Brazil, 11/11/02: Tzipora tem certeza que Camille ainda sofre por Toni. Ezequiel comenta que deve ser por isso que ela não gosta de ouvir falar do filho de Jonatan e teme que ela corra atrás do italiano mais uma vez. Manolo pede para receber a sua parte em calças e camisas, pois pretende começar a vendê-las. Ezequiel manda que a filha desfaça a sociedade. Camille dispensa Eulália, Soledad e termina o negócio com Manolo. Ele vai se queixar com Ezequiel e ameaça-o com uma ação judicial. Norberto avisa Farina que não conseguiu a nota fiscal da arma. Maurício insiste com a mãe que Farina mandou matar Martino, a mando de Maria , porque estava enciumada de Francisca. Nina chantageia Madalena: se ficar grávida, quer que ela fique perto. Genaro ensina o neto a tocar piano. Toni reclama que precisa trabalhar, embora Maria insista que ele não precisa. Genaro fala com veemência que o futuro de Toni está no piano, na música. Farina avisa Maria que Homero pode procurá-la, pois ambos estão encrencados no assassinato de Martino. Maurício vibra ao pensar que o padrasto está perdido.
Capitulo 127[V2]-Tzipora tem certeza que Camille ainda sofre por Toni. Ezequiel comenta que deve ser por isso que ela não gosta de ouvir falar do filho de Jonatan e teme que ela corra atrás do italiano mais uma vez. Manolo pede para receber a sua parte em calças e camisas, pois pretende começar a vendê-las. Ezequiel manda que a filha desfaça a sociedade. Camille dispensa Eulália, Soledad e termina o negócio com Manolo. Ele vai se queixar com Ezequiel e ameaça-o com uma ação judicial. Norberto avisa Farina que não conseguiu a nota fiscal da arma. Maurício insiste com a mãe que Farina mandou matar Martino, a mando de Maria , porque estava enciumada de Francisca. Nina chantageia Madalena: se ficar grávida, quer que ela fique perto. Genaro ensina o neto a tocar piano. Toni reclama que precisa trabalhar, embora Maria insista que ele não precisa. Genaro fala com veemência que o futuro de Toni está no piano, na música. Farina avisa Maria que Homero pode procurá-la, pois ambos estão encrencados no assassinato de Martino. Maurício vibra ao pensar que o padrasto está perdido.

Capítulo 128.[V1] Brazil, 11/12/02:  Humberto e Onofre se preocupam por ainda não terem o dinheiro para a folha de pagamento. Mariana conta para Sílvia que suspeita ser Paulo quem está mandando as rosas. Humberto avisa às tecelãs que somente pagará a metade do salário naquele mês. Homero bate na pensão. Norberto garante a Farina que foi evasivo com o delegado. Maria se defende da acusação; Marcos ajuda-a na condição de advogado. Homero insiste em saber desde quando ela está casada com Toni, que explode com a insinuação que ela pode ter matado Martino. Homero reitera que irá intimá-los. Marcos teme que o delegado ache que todos estão envolvidos no crime. Toni garante que assume a culpa, só para Maria não ser presa. Farina explica para Maria que tirou a arma de Maurício, mas que não pode falar por causa de Francisca. Promete a ela que nada de mal vai lhe acontecer e se despede reafirmando que Maria é a filha que ele não teve. Manolo garante à mulher que eles vão começar uma nova vida. Madalena vai visitar Nina e se encanta com a casa. Paulo jura para Sílvia que não mandou as flores, mas ela não acredita. O dono da loja musical promete ajudar Genaro a conseguir alguns alunos. Mário avisa que até o final do mês Madalena deverá sair do cortiço, a mando do senhorio.
Capitulo 128[V2]-Humberto e Onofre se preocupam por ainda não terem o dinheiro para a folha de pagamento. Mariana conta para Sílvia que suspeita ser Paulo quem está mandando as rosas. Humberto avisa às tecelãs que somente pagará a metade do salário naquele mês. Homero bate na pensão. Norberto garante a Farina que foi evasivo com o delegado. Maria se defende da acusação; Marcos ajuda-ana condição de advogado. Homero insiste em saber desde quando ela está casada com Toni, que explode com a insinuação que ela pode ter matado Martino. Homero reitera que irá intimá-los. Marcos teme que o delegado ache que todos estão envolvidos no crime. Toni garante que assume a culpa, só para Maria não ser presa. Farina explica para Maria que tirou a arma de Maurício, mas que não pode falar por causa de Francisca. Promete a ela que nada de mal vai lhe acontecer e se despede reafirmando que Maria é a filha que ele não teve. Manolo garante à mulher que eles vão começar uma nova vida. Madalena vai visitar Nina e se encanta com a casa. Paulo jura para Sílvia que não mandou as flores, mas ela não acredita. O dono da loja musical promete ajudar Genaro a conseguir alguns alunos. Mário avisa que até o final do mês Madalena deverá sair do cortiço, a mando do senhorio.

 

    Capítulo 129.[V1] Brazil, 11/13/02: Nina reclama por José Manoel levar trabalho para casa e nem escutar o que ela conta. Camille tranqüiliza o pai dizendo que ela mesma ensinou às costureiras o corte das calças e camisas. Homero garante ao escrivão que tem provas suficientes para prender Farina. O escrivão alerta que seria bom dar um aperto em Maurício, que se mostrou muito estranho ao fazer a denúncia. Farina sente um choque quando Caterina conta que Maurício viu Martino e Francisca se beijando e fazendo amor. Homero mente para Maurício que Farina é um exportador de azeite muito bem sucedido, que ele exibiu a nota fiscal da arma e que a denúncia que ele fez não tem fundamento. Maurício rebate afirmando que Farina roubou a arma de sua casa, entra em contradição e acaba preso. Francisca e Beatriz se chocam quando Homero mostra Maurício algemado. Ele vai embora ameaçando Farina. Francisca expulsa Farina de sua casa.
Capitulo 129[V2]-Nina reclama por José Manoel levar trabalho para casa e nem escutar o que ela conta. Camille tranqüiliza o pai dizendo que ela mesma ensinou às costureiras o corte das calças e camisas. Homero garante ao escrivão que tem provas suficientes para prender Farina. O escrivão alerta que seria bom dar um aperto em Maurício, que se mostrou muito estranho ao fazer a denúncia. Farina sente um choque quando Caterina conta que Maurício viu Martino e Francisca se beijando e fazendo amor. Homero mente para Maurício que Farina é um exportador de azeite muito bem sucedido, que ele exibiu a nota fiscal da arma e que a denúncia que ele fez não tem fundamento. Maurício rebate afirmando que Farina roubou a arma de sua casa, entra em contradição e acaba preso. Francisca e Beatriz se chocam quando Homero mostra Maurício algemado. Ele vai embora ameaçando Farina. Francisca expulsa Farina de sua casa.

 

    Capítulo 130.[V1] Brazil, 11/14/02: Na delegacia, Maurício declara se chamar Luigi Arelli e reconhece o crime. Toni se preocupa com a falta de emprego. Ezequiel planeja casar Camille com Samuel, mas Tzipora duvida que dê certo. Camille sonha com Toni e acorda chorando e pedindo para ele voltar. Zequinha e Zangão se espantam quando Forró conta que Maurício foi preso. Homero conta para Farina que Maurício só fala em italiano e se diz chamar Luigi Arelli . O delegado se surpreende ao saber que Luigi é o nome do pai do rapaz. Maurício, em sua cela, permanece alheio a tudo. Francisca tem certeza de que Maurício não está fingindo porque ele , no depoimento , disse o nome dos pais de Luigi, que desconhecia. Nina vibra quando Madalena chega para passar o fim de semana com ela. Mário confessa para Concheta que Nina e José Manoel pediram que ele expulsasse Madalena do cortiço, mas pede segredo. Camille propõe a Toni que eles sejam amantes. Maria chega e Toni disfarça, mas ela fica mordida pelo ciúme.
Capitulo 130[V2]-Na delegacia, Maurício declara se chamar Luigi Arelli e reconhece o crime. Toni se preocupa com a falta de emprego. Ezequiel planeja casar Camille com Samuel, mas Tzipora duvida que dê certo. Camille sonha com Toni e acorda chorando e pedindo para ele voltar. Zequinha e Zangão se espantam quando Forró conta que Maurício foi preso. Homero conta para Farina que Maurício só fala em italiano e se diz chamar Luigi Arelli . O delegado se surpreende ao saber que Luigi é o nome do pai do rapaz. Maurício, em sua cela, permanece alheio a tudo. Francisca tem certeza de que Maurício não está fingindo porque ele , no depoimento , disse o nome dos pais de Luigi, que desconhecia. Nina vibra quando Madalena chega para passar o fim de semana com ela. Mário confessa para Concheta que Nina e José Manoel pediram que ele expulsasse Madalena do cortiço, mas pede segredo. Camille propõe a Toni que eles sejam amantes. Maria chega e Toni disfarça, mas ela fica mordida pelo ciúme.

 

    Capítulo 131.[V1] Brazil, 11/15/02: Tzipora e Ezequiel percebem a felicidade da filha, quando ela volta para casa. Genaro estranha a visita de Camille. Isabela e Maria prometem que espantarão a judia, caso ela apareça outra vez. José Manoel faz a maior festa para a sogra. Nina e o marido prometem tomar uma atitude contra o despejo de Madalena do cortiço, mas ela sabe que eles estão por trás da decisão. Camille conta para a mãe que deseja Toni como amante. Tzipora se choca com a proposta de Camille. Bruno canta e Genaro o acompanha ao piano, em animado sarau na pensão. Maria pede a Toni que Camille não volte mais a visitá-lo. Ezequiel se desespera com a idéia da filha. Mariusa volta e se alegra ao saber que Genaro chegou da Itália. Toni, Maria, Madalena e Nina vão à missa juntos. Beatriz pede que Farina leve a mãe para ver Maurício.
Capitulo 131[V2]-Tzipora e Ezequiel percebem a felicidade da filha, quando ela volta para casa. Genaro estranha a visita de Camille. Isabela e Maria prometem que espantarão a judia, caso ela apareça outra vez. José Manoel faz a maior festa para a sogra. Nina e o marido prometem tomar uma atitude contra o despejo de Madalena do cortiço, mas ela sabe que eles estão por trás da decisão. Camille conta para a mãe que deseja Toni como amante. Tzipora se choca com a proposta de Camille. Bruno canta e Genaro o acompanha ao piano, em animado sarau na pensão. Maria pede a Toni que Camille não volte mais a visitá-lo. Ezequiel se desespera com a idéia da filha. Mariusa volta e se alegra ao saber que Genaro chegou da Itália. Toni, Maria, Madalena e Nina vão à missa juntos. Beatriz pede que Farina leve a mãe para ver Maurício.

 

    Capítulo 132.[V1] Brazil, 11/16/02: Jonatan avisa que o navio em que o filho viaja está prestes a aportar e já o considera noivo de Camille. Francisca fica atônita quando Maurício insiste que este não é seu nome. Homero avisa que, se ele estiver louco, sai da delegacia para o manicômio. Vincenzo se assusta ao constatar que o neto está com sarampo. Caterina chora e Vincenzo adivinha que aconteceu o pior com o neto. Homero e o escrivão se impressionam com a frieza com que Maurício recebe a notícia da morte do filho. Caterina chora nos braços de Zequinha e pede para ir para bem longe junto com ele. Maria abre uma carta de Camille, marcando um encontro com Toni e queima a correspondência. Ezequiel quer fazer um jantar de boas vindas para Samuelzinho, mas Camille avisa que não irá participar. Toni chega em casa bêbado e Genaro promete a Maria que irá conversar com ele. Jonatan espera ansioso o filho. Maria insiste em saber o que Toni e Camille conversaram no dia da visita, mas ele corta o assunto. Tzipora se choca ao saber que Camille escreveu para o ex-marido marcando encontro e pede à filha para comparecer ao jantar para Samuel. Ela pensa em convidar Toni, caso ele apareça ao encontro. Samuel chega e se abraça emocionado com o pai.
Capitulo 132[V2]-Jonatan avisa que o navio em que o filho viaja está prestes a aportar e já o considera noivo de Camille. Francisca fica atônita quando Maurício insiste que este não é seu nome. Homero avisa que, se ele estiver louco, sai da delegacia para o manicômio. Vincenzo se assusta ao constatar que o neto está com sarampo. Caterina chora e Vincenzo adivinha que aconteceu o pior com o neto. Homero e o escrivão se impressionam com a frieza com que Maurício recebe a notícia da morte do filho. Caterina chora nos braços de Zequinha e pede para ir para bem longe junto com ele. Maria abre uma carta de Camille, marcando um encontro com Toni e queima a correspondência. Ezequiel quer fazer um jantar de boas vindas para Samuelzinho, mas Camille avisa que não irá participar. Toni chega em casa bêbado e Genaro promete a Maria que irá conversar com ele. Jonatan espera ansioso o filho. Maria insiste em saber o que Toni e Camille conversaram no dia da visita, mas ele corta o assunto. Tzipora se choca ao saber que Camille escreveu para o ex-marido marcando encontro e pede à filha para comparecer ao jantar para Samuel. Ela pensa em convidar Toni, caso ele apareça ao encontro. Jonatan espera Samuel.

Capítulo 133.[V1] Brazil, 11/18/02: Jonatan e Samuel deixam o porto a caminho de São Paulo. Tzipora tranqüiliza Ezequiel dizendo que Camille estará no jantar. Samuel estranha ficar em um hotel, mas Jonatan explica que é o dono e que mora lá. Farina volta para o interior acompanhado de um advogado criminalista, Dr. Miguel. Homero manda que Maurício pare com a farsa, mas ele insiste em ser chamado de Luigi Arelli. Nina pede que a mãe passe uns dias com ela, já que José Manoel viajou para o Rio, atendendo a um chamado da mãe. Madalena reclama por causa da história do despejo, mas acaba concordando em fazer companhia à filha. Vincenzo consente que Zequinha faça as refeições com a família. Jonatan não conta para Samuel que ele vai se encontrar com Camille. Ezequiel acha que o encontro dos dois não vai dar certo, mas Jonatan mantém-se esperançoso. Dr. Miguel tenta conversar com Maurício, mas ele afirma ser Luigi e confessa ter matado Martino por amor a Francisca. O advogado, intrigado, vai à fazenda conversar com Francisca.
Capitulo 133[V2]-Samuel chega e se abraça emocionado com o pai. Jonatan e Samuel deixam o porto a caminho de São Paulo. Tzipora tranqüiliza Ezequiel dizendo que Camille estará no jantar. Samuel estranha ficar em um hotel, mas Jonatan explica que é o dono e que mora lá. Farina volta para o interior acompanhado de um advogado criminalista, Dr. Miguel. Homero manda que Maurício pare com a farsa, mas ele insiste em ser chamado de Luigi Arelli. Nina pede que a mãe passe uns dias com ela, já que José Manoel viajou para o Rio, atendendo a um chamado da mãe. Madalena reclama por causa da história do despejo, mas acaba concordando em fazer companhia à filha. Vincenzo consente que Zequinha faça as refeições com a família.

Capítulo 134.[V1] Brazil, 11/19/02: Jonatan não conta para Samuel que ele vai se encontrar com Camille. Ezequiel acha que o encontro dos dois não vai dar certo, mas Jonatan mantém-se esperançoso. Dr. Miguel tenta conversar com Maurício, mas ele afirma ser Luigi e confessa ter matado Martino por amor a Francisca. O advogado, intrigado, vai à fazenda conversar com Francisca. Tzipora prepara o jantar para Jonatan e Ezequiel. A pedido do pai, Samuel se prepara para ir ao jantar na casa de Camille. Tzipora fica apreensiva, pois a filha não chega. Camille resolve ir até a pensão procurar por Toni.
Capitulo 134[V2]-Jonatan não conta para Samuel que ele vai se encontrar com Camille. Ezequiel acha que o encontro dos dois não vai dar certo, mas Jonatan mantém-se esperançoso. Dr. Miguel tenta conversar com Maurício, mas ele afirma ser Luigi e confessa ter matado Martino por amor a Francisca. O advogado, intrigado, vai à fazenda conversar com Francisca. Tzipora prepara o jantar para Jonatan e Ezequiel. A pedido do pai, Samuel se prepara para ir ao jantar na casa de Camille. Tzipora fica apreensiva, pois a filha não chega. Camille resolve ir até a pensão procurar por Toni.

 

    Capítulo 135.[V1] Brazil, 11/20/02: Maria ameaça matar Camille se ela continuar tentando seduzir Toni. Samuel se encanta com Camille. Jonatan, Ezequiel e Tzipora suspiram aliviados. Na pensão, Bruno canta acompanhado por Toni e até Mariusa entra na roda interpretando um samba. Caterina conversa com Miguel, que fica cada vez mais intrigado. Samuel fala de Hitler, o nazismo na Alemanha e dos campos de concentração. Manolo estuda o jogo do bicho e garante que vai dar muito dinheiro à família. Maria conta para Toni que Camille esteve na pensão procurando por ele e da carta que rasgou. Madalena teme que a mãe queira que José Manoel fique no Rio e Nina garante que , se isso acontecer, se separa dele. Onofre e Humberto comemoram a melhora na situação da tecelagem. Sílvia se emociona ao receber rosas amarelas e um cartão pedindo um encontro.
Capitulo 135[V2]-Maria ameaça matar Camille se ela continuar tentando seduzir Toni. Samuel se encanta com Camille. Jonatan, Ezequiel e Tzipora suspiram aliviados. Na pensão, Bruno canta acompanhado por Toni e até Mariusa entra na roda interpretando um samba. Caterina conversa com Miguel, que fica cada vez mais intrigado. Samuel fala de Hitler, o nazismo na Alemanha e dos campos de concentração. Manolo estuda o jogo do bicho e garante que vai dar muito dinheiro à família. Maria conta para Toni que Camille esteve na pensão procurando por ele e da carta que rasgou. Madalena teme que a mãe queira que José Manoel fique no Rio e Nina garante que, se isso acontecer, se separa dele. Onofre e Humberto comemoram a melhora na situação da tecelagem. Sílvia se emociona ao receber rosas amarelas e um cartão pedindo um encontro.

 

    Capítulo 136.[V1] Brazil, 11/21/02: Miguel pede que Nhá Rita vá à delegacia. Forró conta para Zangão a história da cova perdida do italiano. Homero permite que Nhá Rita converse a sós com Maurício. Nhá Rita garante a Maurício que ele tem uma missão: achar a cova de Luigi, para que ele possa descansar. Homero confessa que forjou o laudo da perícia, Miguel exige que seja incorporado aos autos e manda que o delegado arranje provas consistentes para indiciar Maurício, senão será arrasado no tribunal. Nhá Rita e Maurício fogem. Farina comunica Francisca da fuga e avisa que a situação de Maurício se complicou muito. Homero não consegue encontrar o fugitivo. Rita garante a Maurício que ninguém irá pegá-los. Maurício chora ao saber da morte do filho. Manolo avisa que vai ensinar o jogo do bicho a Eulália e Soledad e que eles vão atender os apostadores em sua casa. Toni vai à fábrica. Camille se joga nos braços dele, mas ele quer só conversar. Samuel mostra para o pai a câmera de filmar que comprou nos Estados Unidos. Maurício e Nhá Rita chegam em casa. Forró promete ajudar Maurício a encontrar a cova.
Capitulo 136[V2]-Miguel pede que Nhá Rita vá à delegacia. Forró conta para Zangão a história da cova perdida do italiano. Homero permite que Nhá Rita converse a sós com Maurício. Nhá Rita garante a Maurício que ele tem uma missão: achar a cova de Luigi, para que ele possa descansar. Homero confessa que forjou o laudo da perícia, Miguel exige que seja incorporado aos autos e manda que o delegado arranje provas consistentes para indiciar Maurício, senão será arrasado no tribunal. Nhá Rita e Maurício fogem. Farina comunica Francisca da fuga e avisa que a situação de Maurício se complicou muito. Homero não consegue encontrar o fugitivo. Rita garante a Maurício que ninguém irá pegá-los. Maurício chora ao saber da morte do filho. Manolo avisa que vai ensinar o jogo do bicho a Eulália e Soledad e que eles vão atender os apostadores em sua casa. Toni vai à fábrica. Camille se joga nos braços dele, mas ele quer só conversar. Samuel mostra para o pai a câmera de filmar que comprou nos Estados Unidos. Maurício e Nhá Rita chegam em casa. Forró promete ajudar Maurício a encontrar a cova.

Capítulo 137.[V1] Brazil, 11/22/02: Camille insiste que deseja ser amante de Toni e o leva até um hotel. Eles se amam. Toni mente para Maria que estava tocando em um restaurante. Tzipora recrimina a filha. Maurício e Júlia surpreendem Francisca e Beatriz, quando entram na sala na hora do café da manhã. Maurício conta os detalhes da fuga e pede que a mãe revele onde Luigi foi enterrado. Francisca indica o caminho da fazenda de seu pai e o local onde Luigi foi morto. José Manoel conta que sua mãe vendeu todas as propriedades no Rio e voltou para Portugal, sem lhe dar nem um tostão. Maria arruma a roupa de Toni, para que ele toque bem vestido no restaurante. Genaro promete que um dia vai jantar lá e Toni não sabe o que fazer com a mentira que inventou. Beatriz e Marcello se jogam um nos braços do outro. Farina promete que vai entregar Maurício, desde que Homero dê permissão para que ele procure a cova de Luigi. Homero encontra o registro do desaparecimento de Luigi e fica intrigado se o pai do italiano ainda estará vivo. Samuel vai até a fábrica e convida Camille para jantar

   Capitulo 137[V2]-Camille insiste que deseja ser amante de Toni e o leva até um hotel. Eles se amam. Toni mente para Maria que estava tocando em um restaurante. Tzipora recrimina a filha. Maurício e Júlia surpreendem Francisca e Beatriz, quando entram na sala na hora do café da manhã. Maurício conta os detalhes da fuga e pede que a mãe revele onde Luigi foi enterrado. Francisca indica o caminho da fazenda de seu pai e o local onde Luigi foi morto. José Manoel conta que sua mãe vendeu todas as propriedades no Rio e voltou para Portugal, sem lhe dar nem um tostão. Maria arruma a roupa de Toni, para que ele toque bem vestido no restaurante. Genaro promete que um dia vai jantar lá e Toni não sabe o que fazer com a mentira que inventou. Beatriz e Marcello se jogam um nos braços do outro. Farina promete que vai entregar Maurício, desde que Homero dê permissão para que ele procure a cova de Luigi. Homero encontra o registro do desaparecimento de Luigi e fica intrigado se o pai do italiano ainda estará vivo. Samuel vai até a fábrica e convida Camille para jantar.

 

    Capítulo 138.[V1] Brazil, 11/23/02: Camille não aceita jantar com Samuel por estar esperando uma pessoa. Ao sair, Samuel cruza com Toni. Maria confessa estar muito feliz por Toni estar trabalhando em um restaurante, longe das tentações. Camille beija Toni ardentemente. Humberto encontra embaixo de seu prato o último cartão que Sílvia recebeu e faz uma cena de ciúmes. Nina se irrita porque o marido não larga o trabalho e pensa em arranjar um emprego. Justine confessa para Genaro que sonha em largar a vida e ter uma família. Cheio de remorsos, Toni larga Camille na cama do quarto de hotel. Toni se sente culpado na volta para casa. Camille fica revoltada por ele sentir remorso. Justine se despede de Marcos e garante que não o quer mais em sua vida. Ele ameaça pagar como os outros, recebe uma bofetada e é expulso. Depois que ele sai, Justine cai em prantos. Genaro sai atrás de Marcos para consolá-lo. Samuel não tem pressa em falar sobre os negócios do pai. Tzipora tenta conversar com a filha, mas não consegue. Marcos garante que Justine, para ele, está morta e enterrada. Júlia prepara o farnel para Zangão e Forró que vão sair com Maurício. Francisca dá indicações ao filho para chegar à fazenda que foi de seu pai. Homero segue de carro e marca encontro com Maurício, pois vai acompanhar a busca. Francisca agradece o apoio de Farina, que a abraça. Maurício, Zangão e Forró cavalgam no meio do mato e cortam caminho para chegarem na frente do delegado.
Capitulo 138[V2]-Camille não aceita jantar com Samuel por estar esperando uma pessoa. Ao sair, Samuel cruza com Toni. Maria confessa estar muito feliz por Toni estar trabalhando em um restaurante, longe das tentações. Camille beija Toni ardentemente. Humberto encontra embaixo de seu prato o último cartão que Sílvia recebeu e faz uma cena de ciúmes. Nina se irrita porque o marido não larga o trabalho e pensa em arranjar um emprego. Justine confessa para Genaro que sonha em largar a vida e ter uma família. Cheio de remorsos, Toni larga Camille na cama do quarto de hotel. Toni se sente culpado na volta para casa. Camille fica revoltada por ele sentir remorso. Justine se despede de Marcos e garante que não o quer mais em sua vida. Ele ameaça pagar como os outros, recebe uma bofetada e é expulso. Depois que ele sai, Justine cai em prantos. Genaro sai atrás de Marcos para consolá-lo. Samuel não tem pressa em falar sobre os negócios do pai. Tzipora tenta conversar com a filha, mas não consegue. Marcos garante que Justine, para ele, está morta e enterrada. Júlia prepara o farnel para Zangão e Forró que vão sair com Maurício. Francisca dá indicações ao filho para chegar à fazenda que foi de seu pai.

 

    Capítulo 139.[V1] Brazil, 11/25/02: Genaro não faz fé quando Marcos garante que nunca mais colocará os pés no bordel de Justine. Nina insiste que deseja trabalhar, mas José Manoel não quer nem discutir: é contra. Madalena conta vantagens para as comadres sobre a casa da filha. Homero conversa com o dono da fazenda, que indica a lagoa mal assombrada. Francisca se lamenta por não ter ido com o filho. Maurício grita pelo pai no local onde ele foi assassinado, assustando a todos. Beatriz e Marcello se amam e trocam juras de amor. Homero, os dois peões e Maurício passam a noite acampados no mato. Maurício aguarda um sinal do pai para começar a cavar. Samuel vai de novo à fábrica e Camille desta vez aceita o seu convite para jantar. Toni vê de longe os dois entrando no carro. Uma labareda aparece no meio do mato, Maurício tem certeza que a cova é naquele lugar e todos começam a cavar. Samuel faz galanteios e declarações para Camille. Surge o esqueleto de Luigi Arelli no meio da terra e Maurício promete que vai dar uma sepultura digna ao pai. Samuel convida Camille a ir até o seu quarto, mas só para continuar a conversa. Ao ver duas garrafas de champanhe no quarto, Camille vai embora. Homero garante a Francisca que vai encerrar o inquérito. Maurício avisa que vai enterrar seu pai verdadeiro ao lado do que o criou e que deseja uma missa de corpo presente. O féretro segue para o cemitério.
Capitulo 139[V2]-Genaro não faz fé quando Marcos garante que nunca mais colocará os pés no bordel de Justine. Nina insiste que deseja trabalhar, mas José Manoel não quer nem discutir: é contra. Madalena conta vantagens para as comadres sobre a casa da filha. Homero conversa com o dono da fazenda, que indica a lagoa mal assombrada. Francisca se lamenta por não ter ido com o filho. Maurício grita pelo pai no local onde ele foi assassinado, assustando a todos. Beatriz e Marcello se amam e trocam juras de amor. Homero, os dois peões e Maurício passam a noite acampados no mato. Maurício aguarda um sinal do pai para começar a cavar. Samuel vai de novo à fábrica e Camille desta vez aceita o seu convite para jantar. Toni vê de longe os dois entrando no carro. Uma labareda aparece no meio do mato, Maurício tem certeza que a cova é naquele lugar e todos começam a cavar.

Capítulo 140.[V1] Brazil, 11/26/02: Samuel faz galanteios e declarações para Camille. Surge o esqueleto de Luigi Arelli no meio da terra e Maurício promete que vai dar uma sepultura digna ao pai. Samuel convida Camille a ir até o seu quarto, mas só para continuar a conversa. Ao ver duas garrafas de champanhe no quarto, Camille vai embora. Homero garante a Francisca que vai encerrar o inquérito. Maurício avisa que vai enterrar seu pai verdadeiro ao lado do que o criou e que deseja uma missa de corpo presente. O féretro segue para o cemitério. Francisca e Maurício rezam no enterro de Luigi. Homero devolve a arma para Farina e os dois se despedem como amigos. Maurício convida Zangão e Forró para trabalharem em sua fazenda. Nina recebe com frieza a notícia de que José Manoel foi promovido. Manolo avisa a Soledad e Eulália que a casa vai virar um chalé do jogo do bicho e que elas vão ser bicheiras. José Manoel e Nina se culpam mutuamente por não terem ainda um filho. Nina insiste em voltar a trabalhar e José Manoel manda que ela faça o que bem quiser. Maurício pede desculpas a Caterina e afirma que ela está livre para viver a vida que escolher. Zangão fica feliz em poder estar perto de Julinha. Zequinha se sente abandonado pelos companheiros.
Capitulo 140[V2]-Samuel faz galanteios e declarações para Camille. Surge o esqueleto de Luigi Arelli no meio da terra e Maurício promete que vai dar uma sepultura digna ao pai. Samuel convida Camille a ir até o seu quarto, mas só para continuar a conversa. Ao ver duas garrafas de champanhe no quarto, Camille vai embora. Homero garante a Francisca que vai encerrar o inquérito. Maurício avisa que vai enterrar seu pai verdadeiro ao lado do que o criou e que deseja uma missa de corpo presente. O féretro segue para o cemitério. Francisca e Maurício rezam no enterro de Luigi. Homero devolve a arma para Farina e os dois se despedem como amigos. Maurício convida Zangão e Forró para trabalharem em sua fazenda. Nina recebe com frieza a notícia de que José Manoel foi promovido. Manolo avisa a Soledad e Eulália que a casa vai virar um chalé do jogo do bicho e que elas vão ser bicheiras. José Manoel e Nina se culpam mutuamente por não terem ainda um filho. Nina insiste em voltar a trabalhar e José Manoel manda que ela faça o que bem quiser. Maurício pede desculpas a Caterina e afirma que ela está livre para viver a vida que escolher. Zangão fica feliz em poder estar perto de Julinha. Zequinha se sente abandonado pelos companheiros.

 

    Capítulo 141.[V1] Brazil, 11/27/02: Genaro se irrita com Toni, quando ele afirma ser comunista. Samuel lê um artigo de Marcos sobre o voto feminino e resolve procurar o velho amigo na pensão. Os dois se abraçam com alegria. Toni reconhece-o e fica de cara fechada. Ezequiel promete ter uma conversa séria com Jonatan, após saber que Samuel levou Camille para o quarto, mas Tzipora proíbe-o. Samuel conta da bruxinha, que foi apressado com ela, e Marcos se surpreende ao saber que é Camille, filha de Ezequiel. Maurício agradece a ajuda de Farina e pede que ele volte a viver com a sua mãe. Nina reclama com Madalena a cobrança por uma gravidez que José Manoel vem fazendo e confessa que nem tem mais vontade de ir para a cama com ele. Madalena aconselha a filha a arranjar um trabalho. Marcos conta para Toni que Jonatan e Ezequiel estão querendo casar Samuel e Camille. Nina manda José Manoel comer fora e ele sai de casa aborrecido. Manolo fica orgulhoso com um telefone em casa e garante que será banqueiro em breve.

   Capitulo 141[V2]-Genaro se irrita com Toni, quando ele afirma ser comunista. Samuel lê um artigo de Marcos sobre o voto feminino e resolve procurar o velho amigo na pensão. Os dois se abraçam com alegria. Toni reconhece-o e fica de cara fechada. Ezequiel promete ter uma conversa séria com Jonatan, após saber que Samuel levou Camille para o quarto, mas Tzipora proíbe-o. Samuel conta da bruxinha, que foi apressado com ela, e Marcos se surpreende ao saber que é Camille, filha de Ezequiel. Maurício agradece a ajuda de Farina e pede que ele volte a viver com a sua mãe. Nina reclama com Madalena a cobrança por uma gravidez que José Manoel vem fazendo e confessa que nem tem mais vontade de ir para a cama com ele. Madalena aconselha a filha a arranjar um trabalho. Marcos conta para Toni que Jonatan e Ezequiel estão querendo casar Samuel e Camille. Nina manda José Manoel comer fora e ele sai de casa aborrecido. Manolo fica orgulhoso com um telefone em casa e garante que será banqueiro em breve.

 

    Capítulo 142.[V1] Brazil, 11/28/02: Genaro gosta ao saber que Toni não está trabalhando em um restaurante, mas sim em um jornal de sindicato. Marcos pede segredo. Maria estranha que a roupa do marido apareça manchada de tinta. Vincenzo autoriza Zequinha a morar em sua casa com Caterina. Francisca consente que Farina volte, desde que os dois se casem. Farina comemora com os amigos o seu futuro casamento. Francisca confidencia a Beatriz que acredita estar esperando um filho. Beatriz garante que fez a mesma burrada e está grávida de Marcello. As duas comemoram e pensam em marcar o casamento para a mesma data. Zangão pede a mão de Júlia e Nhá Rita concede. Marcello grita de alegria ao saber que vai ser pai. Farina perde a voz ao saber da gravidez de Francisca. Vincenzo duvida do casamento de Farina. Humberto comemora com Onofre os novos negócios na tecelagem. Paulo entrega flores que chegaram para Sílvia e dá a sua palavra de honra que não é o apaixonado anônimo. Maria mostra para Genaro o jornal que Toni trouxe para casa. O pai dá uma bronca no filho por escrever no jornal do sindicato. Marcos garante que ele está aprendendo o ofício de tipógrafo e só escreveu um artigo.
Capitulo 142[V2]-Genaro gosta ao saber que Toni não está trabalhando em um restaurante, mas sim em um jornal de sindicato. Marcos pede segredo. Maria estranha que a roupa do marido apareça manchada de tinta. Vincenzo autoriza Zequinha a morar em sua casa com Caterina. Francisca consente que Farina volte, desde que os dois se casem. Farina comemora com os amigos o seu futuro casamento. Francisca confidencia a Beatriz que acredita estar esperando um filho. Beatriz garante que fez a mesma burrada e está grávida de Marcello. As duas comemoram e pensam em marcar o casamento para a mesma data. Zangão pede a mão de Júlia e Nhá Rita concede. Marcello grita de alegria ao saber que vai ser pai. Farina perde a voz ao saber da gravidez de Francisca. Vincenzo duvida do casamento de Farina. Humberto comemora com Onofre os novos negócios na tecelagem. Paulo entrega flores que chegaram para Sílvia e dá a sua palavra de honra que não é o apaixonado anônimo. Maria mostra para Genaro o jornal que Toni trouxe para casa. O pai dá uma bronca no filho por escrever no jornal do sindicato. Marcos garante que ele está aprendendo o ofício de tipógrafo e só escreveu um artigo.

 

    Capítulo 143.[V1] Brazil, 11/29/02: Nina se comove com o artigo do primo. Madalena teme que Toni tenha o mesmo destino de Giuseppe. Jonatan avisa a Samuel que Tzipora, Ezequiel e Camille virão almoçar com eles no hotel. Nina visita Toni e dá a maior força para o seu novo trabalho. Nina trata José Manoel como “meu patrão” e “meu senhor” e ele não gosta. Beatriz convence a mãe a fazer uma cerimônia em casa, bem simples e pede que Júlia e Zangão se casem também no mesmo dia. Maurício joga a sua aliança no meio do mato. Toni garante a Maria que não vai ser um agitador político como o seu tio, mas sim um jornalista. Sozinho, Genaro mostra-se orgulhoso com o artigo que o filho escreveu. Nina avisa a José Manoel que vai voltar a trabalhar. Marcos promove um encontro entre Samuel e Toni e eles falam de política. Eulália organiza a fila dos apostadores na porta da sua casa. Soledad e Manolo anotam as apostas. Forró garante que não vai se apaixonar por ninguém. Marcelo quer uma roupa nova para usar no casamento, mas Vincenzo está sem dinheiro. Maurício pede a Beatriz que dê um de seus ternos para o noivo, sem que ele se sinta ofendido. Nina visita Sílvia, que conta de seu restabelecimento e confessa não estar mais interessada na valsa do adeus. Nina deixa escapar que a tecelagem está funcionando e Paulo confirma. Humberto lê o artigo de Toni. Sílvia confessa que deseja muito saber quem lhe manda as flores. Humberto fica com ódio de Nina ao saber que ela contou sobre a tecelagem. Ao chegar em casa, descobre que Sílvia foi se encontrar com o anônimo apaixonado.
Capitulo 143[V2]-Nina se comove com o artigo do primo. Madalena teme que Toni tenha o mesmo destino de Giuseppe. Jonatan avisa a Samuel que Tzipora, Ezequiel e Camille virão almoçar com eles no hotel. Nina visita Toni e dá a maior força para o seu novo trabalho. Nina trata José Manoel como “meu patrão” e “meu senhor” e ele não gosta. Beatriz convence a mãe a fazer uma cerimônia em casa, bem simples e pede que Júlia e Zangão se casem também no mesmo dia. Maurício joga a sua aliança no meio do mato. Toni garante a Maria que não vai ser um agitador político como o seu tio, mas sim um jornalista. Sozinho, Genaro mostra-se orgulhoso com o artigo que o filho escreveu. Nina avisa a José Manoel que vai voltar a trabalhar. Marcos promove um encontro entre Samuel e Toni e eles falam de política. Eulália organiza a fila dos apostadores na porta da sua casa. Soledad e Manolo anotam as apostas. Forró garante que não vai se apaixonar por ninguém. Marcelo quer uma roupa nova para usar no casamento, mas Vincenzo está sem dinheiro. Maurício pede a Beatriz que dê um de seus ternos para o noivo, sem que ele se sinta ofendido. Nina visita Sílvia, que conta de seu restabelecimento e confessa não estar mais interessada na valsa do adeus. Nina deixa escapar que a tecelagem está funcionando e Paulo confirma. Humberto lê o artigo de Toni. Sílvia confessa que deseja muito saber quem lhe manda as flores. Humberto fica com ódio de Nina ao saber que ela contou sobre a tecelagem. Ao chegar em casa, descobre que Sílvia foi se encontrar com o anônimo apaixonado.

Capítulo 144.[V1] Brazil, 11/30/02: Humberto disfarça a sua perplexidade. Sílvia permanece trancada no quarto e Mariana dá notícias de que o patrão ficou um pouco preocupado. Nina comunica ao marido que vai voltar a trabalhar na tecelagem. Sílvia aparece na fábrica, elogia o trabalho de Humberto e deixa claro que não vai fechar a empresa. Isabela incentiva Bruno a tentar cantar no rádio. Marcello e Farina compram as alianças. Maurício dá de presente as alianças para Júlia e Zangão. Zequinha garante que não ficará com ciúme se Caterina for madrinha do irmão, ao lado de Maurício. Soledad comenta com Eulália que Manolo começa a falar em corrida de cavalos. Marcos conta que no domingo vai sair novo artigo de Toni. Genaro aconselha que o filho volte a ser pianista e os dois começam a brigar. Nhá Rita faz o ritual de purificação de Júlia e Zangão. Maria, Toni, Mariusa e Genaro rezam na igreja. Padre Romão celebra os casamentos de Farina e Francisca, Beatriz e Marcello, Júlia e Zangão.
Capitulo 144[V2]-Humberto disfarça a sua perplexidade. Sílvia permanece trancada no quarto e Mariana dá notícias de que o patrão ficou um pouco preocupado. Nina comunica ao marido que vai voltar a trabalhar na tecelagem. Sílvia aparece na fábrica, elogia o trabalho de Humberto e deixa claro que não vai fechar a empresa. Isabela incentiva Bruno a tentar cantar no rádio. Marcello e Farina compram as alianças. Maurício dá de presente as alianças para Júlia e Zangão. Zequinha garante que não ficará com ciúme se Caterina for madrinha do irmão, ao lado de Maurício. Soledad comenta com Eulália que Manolo começa a falar em corrida de cavalos. Marcos conta que no domingo vai sair novo artigo de Toni. Genaro aconselha que o filho volte a ser pianista e os dois começam a brigar.

 

    Capítulo 145.[V1] Brazil, 12/2/02:  Samuel olha extasiado para Camille e pede para filmá-la. Samuel filma Camille e se confessa enfeitiçado por ela. De volta ao hotel, em seu quarto, Samuel pede um beijo para Camille. Ela se levanta para ir embora. Samuel provoca-a dizendo que ela não esqueceu o marido italiano. Ela admite que ama Toni. Samuel agarra-a firmemente, beija-a e depois leva-a para casa, o que deixa Camille furiosa. Francisca e Farina seguem apaixonados para o quarto. Zangão entra com Júlia no colo e coloca-a na cama enfeitada de flores. Vincenzo declara o seu amor a Constância e os dois dançam. Jonatan avisa Samuel que irão passar o domingo na casa de Ezequiel. Camille, Tzipora e Ezequiel saem para a sinagoga. Zequinha e Caterina sonham com o Pantanal. Em casa, Camille deseja que Samuel seja muito feliz, mas bem longe. Jogadores apostam com Manolo, Soledad e Eulália. Na casa de Ezequiel, completa-se o ritual do shanuká. Jonatan conta para Ezequiel que seu ex-sócio está metido com o jogo do bicho. Samuel promove uma sessão de cinema no bordel. Os homens aplaudem quando aparecem as imagens de Camille.     Toni fica emburrado. Justine se recusa a falar com Marcos. Camille garante à mãe que não quer mais saber de homem algum. Sílvia recebe rosas e um cartão marcando hora e local para um encontro. José Manoel proíbe Nina de trabalhar de novo com Humberto e ela sai de casa. Madalena recebe a filha, preocupada e comovida. Sílvia se surpreende quando Humberto aparece e garante saber de cor todas as palavras que escreveu nos cartões. Ele chama-a para dançar a valsa do reencontro. Em casa, se amam. É noite de Natal e todos comemoram no cortiço. Todos cantam na pensão e estranham a chegada de José Manoel. Nina sente falta do marido. Toni e José Manoel conversam sobre a separação. Madalena estranha ao saber que Nina está enjoada. É carnaval.

   Capitulo 145[V2]-Samuel olha extasiado para Camille e pede para filmá-la. Samuel filma Camille e se confessa enfeitiçado por ela. De volta ao hotel, em seu quarto, Samuel pede um beijo para Camille. Ela se levanta para ir embora. Samuel provoca-adizendo que ela não esqueceu o marido italiano. Ela admite que ama Toni. Samuel agarra-afirmemente, beija-ae depois leva-apara casa, o que deixa Camille furiosa. Jogadores apostam com Manolo, Soledad e Eulália. Genaro fica preocupado com os artigos que Toni está escrevendo. Nhá Rita faz o ritual de purificação de Júlia e Zangão. Jonatan avisa Samuel que irão passar o domingo na casa de Ezequiel. Camille, Tzipora e Ezequiel saem para a sinagoga. Em casa, Camille deseja que Samuel seja muito feliz, mas bem longe. Maria, Toni, Mariusa e Genaro rezam na igreja.

 

    Capítulo 146.[V1] Brazil, 12/3/02: Padre Romão celebra os casamentos de Farina e Francisca, Beatriz e Marcello, Júlia e Zangão. Francisca e Farina seguem apaixonados para o quarto. Zangão entra com Júlia no colo e coloca-a na cama enfeitada de flores. Vincenzo declara o seu amor a Constância e os dois dançam. Zequinha e Caterina sonham com o Pantanal. Na casa de Ezequiel, completa-se o ritual do shanuká. Jonatan conta para Ezequiel que seu ex-sócio está metido com o jogo do bicho. Samuel promove uma sessão de cinema no bordel. Os homens aplaudem quando aparecem as imagens de Camille. Toni fica emburrado. Justine se recusa a falar com Marcos. Camille garante à mãe que não quer mais saber de homem algum. Sílvia recebe rosas e um cartão marcando hora e local para um encontro. José Manoel proíbe Nina de trabalhar de novo com Humberto e ela sai de casa. Madalena recebe a filha, preocupada e comovida. Sílvia se surpreende quando Humberto aparece e garante saber de cor todas as palavras que escreveu nos cartões. Ele chama-a para dançar a valsa do reencontro.
Capitulo 146[V2]-Padre Romão celebra os casamentos de Farina e Francisca, Beatriz e Marcello, Júlia e Zangão. Francisca e Farina seguem apaixonados para o quarto. Zangão entra com Júlia no colo e coloca-ana cama enfeitada de flores. Vincenzo declara o seu amor a Constância e os dois dançam. Zequinha e Caterina sonham com o Pantanal. Na casa de Ezequiel, completa-se o ritual do shanuká. Jonatan conta para Ezequiel que seu ex-sócio está metido com o jogo do bicho. Samuel promove uma sessão de cinema no bordel. Os homens aplaudem quando aparecem as imagens de Camille. Toni fica emburrado. Justine se recusa a falar com Marcos. Camille garante à mãe que não quer mais saber de homem algum. Sílvia recebe rosas e um cartão marcando hora e local para um encontro. José Manoel proíbe Nina de trabalhar de novo com Humberto e ela sai de casa. Madalena recebe a filha, preocupada e comovida. Sílvia se surpreende quando Humberto aparece e garante saber de cor todas as palavras que escreveu nos cartões. Ele chama-apara dançar a valsa do reencontro.

 

    Capítulo 147.[V1] Brazil, 12/4/02: Nina comenta com Madalena que Humberto lutou muito para que a tecelagem não falisse. Em casa, Humberto e Sílvia se amam. É noite de Natal e todos comemoram no cortiço. Todos cantam na pensão e estranham a chegada de José Manoel. Nina sente falta do marido. Toni e José Manoel conversam sobre a separação. Madalena estranha ao saber que Nina está enjoada.
Capitulo 147[V2]-Nina comenta com Madalena que Humberto lutou muito para que a tecelagem não falisse. Em casa, Humberto e Sílvia se amam. É noite de Natal e todos comemoram no cortiço. Todos cantam na pensão e estranham a chegada de José Manoel. Nina sente falta do marido. Toni e José Manoel conversam sobre a separação. Madalena estranha ao saber que Nina está enjoada.

 

    Capítulo 148.[V1] Brazil, 12/5/02:É carnaval. Nina se surpreende quando Madalena garante que ela está grávida. Madalena pressiona para que ela volte com o marido e procura Toni para que ele a ajude a resolver este problema. Maria e Mariusa tentam ouvir a conversa. Genaro apóia Madalena. José Manoel tem dúvidas se o filho é dele, embora não as revele para Toni. Samuel se recusa a entregar o filme de Camille para Toni, que exige que nunca mais ele o exiba no bordel. Camille adora saber que Toni ficou com ciúmes. Samuel devolve o filme para ela. Beatriz ensina um pouco de etiqueta à mesa para Marcello. Maurício mostra-se enciumado pelos cuidados que Francisca está tendo com a gravidez e Farina se preocupa. Chiquinho Forró percebe o olhar distante do amigo. Nhá Rita resolve conversar com Maurício, que confessa temer que o novo filho ocupe o seu lugar no coração da mãe. Francisca pede que Farina respeite a sua gravidez, embora ele não goste da idéia. Nhá Rita avisa Caterina que ela tem a missão de ajudar Maurício como amiga e que seu filho morreu porque ela abandonou o marido na hora em que ele mais precisava. Zequinha encontra Caterina aos prantos, mas ela o manda embora. Farina vai viajar e Maurício promete cuidar da mãe. Camille pede a Toni que vá ao hotel com ela. Nina esbofeteia José Manoel, quando ele pergunta quem é o pai do filho que ela está esperando.
Capitulo[ 148[V2]-É carnaval. Nina se surpreende quando Madalena garante que ela está grávida. Madalena pressiona para que ela volte com o marido e procura Toni para que ele a ajude a resolver este problema. Maria e Mariusa tentam ouvir a conversa. Genaro apóia Madalena. José Manoel tem dúvidas se o filho é dele, embora não as revele para Toni. Samuel se recusa a entregar o filme de Camille para Toni, que exige que nunca mais ele o exiba no bordel. Camille adora saber que Toni ficou com ciúmes. Samuel devolve o filme para ela. Beatriz ensina um pouco de etiqueta à mesa para Marcello. Maurício mostra-se enciumado pelos cuidados que Francisca está tendo com a gravidez e Farina se preocupa. Chiquinho Forró percebe o olhar distante do amigo. Nhá Rita resolve conversar com Maurício, que confessa temer que o novo filho ocupe o seu lugar no coração da mãe. Francisca pede que Farina respeite a sua gravidez, embora ele não goste da idéia. Nhá Rita avisa Caterina que ela tem a missão de ajudar Maurício como amiga e que seu filho morreu porque ela abandonou o marido na hora em que ele mais precisava. Zequinha encontra Caterina aos prantos, mas ela o manda embora. Farina vai viajar e Maurício promete cuidar da mãe. Camille pede a Toni que vá ao hotel com ela. Nina esbofeteia José Manoel, quando ele pergunta quem é o pai do filho que ela está esperando.

 

    Capítulo 149.[V1] Brazil, 12/6/02: Nina jura que não está grávida. Toni beija Camille, mas se afasta em seguida. José Manoel garante que perdoa Nina e pede que ela volte para casa. Nina jura que nunca mais se reconciliará com ele, após ele ter pensado que ela poderia ter ido para a cama com outro homem. Ela entra no carro de Humberto, para fugir do marido, que fica furioso. Humberto banca o sedutor, mas sem sucesso. Marcos encontra-se com José Manoel e os dois passam no trabalho de Toni. Maria estranha ao saber que os dois não encontraram o marido. Toni quer ir embora, mas Camille coloca-se na frente da porta. Nina garante à mãe que não está grávida e recrimina-a por ter contado para José Manoel. Toni não consegue resistir aos encantos de Camille. Marcos, José Manoel e Genaro vão para o bordel. Farina pede que Marcello fique de olho em Maurício, enquanto ele estiver viajando. Nhá Rita se impressiona quando Maurício garante que uma voz lhe avisa que Farina está querendo tirar tudo dele. Caterina expulsa Zequinha de seu quarto. Maria tem certeza de que Toni se encontrou com Camille. Camille diz que vai lutar pelo seu amor. Marcos se aproxima de Justine, mas ela garante que prefere clientes com mais dinheiro. Uma prostituta leva José Manoel para o quarto, mas ele só consegue pensar em Nina. Completamente bêbado, ele vai até o cortiço e grita por Nina.
Capitulo[ 149[V2]-Nina jura que não está grávida. Toni beija Camille, mas se afasta em seguida. José Manoel garante que perdoa Nina e pede que ela volte para casa. Nina jura que nunca mais se reconciliará com ele, após ele ter pensado que ela poderia ter ido para a cama com outro homem. Ela entra no carro de Humberto, para fugir do marido, que fica furioso. Humberto banca o sedutor, mas sem sucesso. Marcos encontra-se com José Manoel e os dois passam no trabalho de Toni. Maria estranha ao saber que os dois não encontraram o marido. Toni quer ir embora, mas Camille coloca-se na frente da porta. Nina garante à mãe que não está grávida e recrimina-apor ter contado para José Manoel. Toni não consegue resistir aos encantos de Camille. Marcos, José Manoel e Genaro vão para o bordel. Farina pede que Marcello fique de olho em Maurício, enquanto ele estiver viajando. Nhá Rita se impressiona quando Maurício garante que uma voz lhe avisa que Farina está querendo tirar tudo dele. Caterina expulsa Zequinha de seu quarto. Maria tem certeza de que Toni se encontrou com Camille. Camille diz que vai lutar pelo seu amor. Marcos se aproxima de Justine, mas ela garante que prefere clientes com mais dinheiro. Uma prostituta leva José Manoel para o quarto, mas ele só consegue pensar em Nina. Completamente bêbado, ele vai até o cortiço e grita por Nina.

 

    Capítulo 150.[V1] Brazil, 12/7/02: José Manoel declara o seu amor aos berros. Nina pede que Mário impeça-o de subir. José Manoel se desequilibra e cai da escada, Nina enfaixa a sua cabeça, mas não deixa que ele durma em seu quarto. Marieta discute com Concheta, que critica Nina. Uma operária sente-se mal e Nina pede que Humberto a dispense. Genaro recrimina Toni por estar se encontrando com Camille. Humberto garante que não pode pagar quem não trabalha. Toni pede que o pai complete o dinheiro da pensão. Mariusa não entende porque Maria não conta que é ela quem paga a diferença do aluguel, mas ela garante que Toni jamais aceitaria. Beatriz e Marcello se preocupam com Maurício. Caterina se encontra com Maurício na beira do rio e confessa ver o rosto do filho nas águas. Zequinha, Vincenzo e Constância chegam. Maurício acaba acusando a mulher de ser culpada da morte do filho. Zequinha convida Caterina para ir embora para o Pantanal naquela mesma noite. Vincenzo aconselha-o a juntar dinheiro antes e ele concorda em partir, mas garante que volta para buscar Caterina. Todos se despedem de Zequinha, que viaja para a cidade. José Manoel leva flores para Nina na tecelagem. Nina pede que Marcos encontre uma solução para a operária que está tuberculosa. Humberto manda jogar fora as flores e o cartão que José Manoel deixou para Nina. Ezequiel e Camille procuram Manolo, que não aceita que Soledad e Eulália voltem para a confecção. José Manoel espera Nina com um belo jantar. Toni hesita, mas resolve ir ao encontro de Camille. Maria vai ao hotel e bate na porta de Camille.
Capitulo[ 150[V2]-José Manoel declara o seu amor aos berros. Nina pede que Mário impeça-o de subir. José Manoel se desequilibra e cai da escada, Nina enfaixa a sua cabeça, mas não deixa que ele durma em seu quarto. Marieta discute com Concheta, que critica Nina. Uma operária sente-se mal e Nina pede que Humberto a dispense. Genaro recrimina Toni por estar se encontrando com Camille. Humberto garante que não pode pagar quem não trabalha. Toni pede que o pai complete o dinheiro da pensão. Mariusa não entende porque Maria não conta que é ela quem paga a diferença do aluguel, mas ela garante que Toni jamais aceitaria. Beatriz e Marcello se preocupam com Maurício. Caterina se encontra com Maurício na beira do rio e confessa ver o rosto do filho nas águas. Zequinha, Vincenzo e Constância chegam. Maurício acaba acusando a mulher de ser culpada da morte do filho. Zequinha convida Caterina para ir embora para o Pantanal naquela mesma noite. Vincenzo aconselha-o a juntar dinheiro antes e ele concorda em partir, mas garante que volta para buscar Caterina. Todos se despedem de Zequinha, que viaja para a cidade. José Manoel leva flores para Nina na tecelagem. Nina pede que Marcos encontre uma solução para a operária que está tuberculosa. Humberto manda jogar fora as flores e o cartão que José Manoel deixou para Nina. Ezequiel e Camille procuram Manolo, que não aceita que Soledad e Eulália voltem para a confecção. José Manoel espera Nina com um belo jantar. Toni hesita, mas resolve ir ao encontro de Camille. Maria vai até a confecção e bate na porta de Camille.

Capítulo 151.[V1] Brazil, 12/9/02: Camille ironiza se Maria quer um emprego de costureira. Maria acusa-a de estar esperando Toni. Camille garante que Toni a deseja e talvez faça amor com Maria pensando nela. Toni vê Maria se afastar correndo, desiste de encontrar Camille e volta para a pensão. Maria agarra o marido com desejo, mas ele afirma que está cansado. Camille garante à mãe que vai acabar com o casamento de Toni. Maria promete que vai levar Toni para bem longe de Camille. Madalena, Concheta e Marieta batem boca. Nina garante que o Murruga não a procurou. José Manoel não acredita que Nina vá “dar um bolo” e continua a esperá-la. Francisca e Farina comemoram o filho que vai chegar. Justine recebe com carinho Farina no bordel. Constância se preocupa com a tristeza de Caterina, mas Vincenzo acha que fez bem em mandar Zequinha embora. Beatriz pede que Marcello convença Caterina a voltar com Maurício. Zequinha é assaltado e fica até sem as botinas. Farina dá um anel de diamante para Justine, e ela desdenha, afirmando ser falso. Manolo quer fazer uma festa para mostrar a todos que enriqueceu. José Manoel se enfurece porque Nina não apareceu. Farina propõe negócio para Justine: vai vender as terras dela que nada valem para Maria. Jonatan convida Genaro para tocar em seu hotel. Marcos se surpreende ao saber que Justine saiu com Farina. Integralistas passam na rua fazendo arruaça. Humberto manda Onofre demitir a operária doente. Tzipora conversa com o policial, que avisa não poder fazer nada só porque jogaram uma pedra na loja. Genaro aceita tocar no hotel. Marcos, Toni e Nina saem em busca de alguém que poderá ajudar a operária. Silvia pede que Humberto não faça nada contra Nina. Farina convence Maria a comprar uma terra muito boa para gado.
Capitulo[ 151[V2]-Camille ironiza se Maria quer um emprego de costureira. Maria acusa-ade estar esperando Toni. Camille garante que Toni a deseja e talvez faça amor com Maria pensando nela. Toni vê Maria se afastar correndo, desiste de encontrar Camille e volta para a pensão. Maria agarra Toni com desejo, mas ele afirma que está cansado. Camille garante à mãe que vai acabar com o casamento de Toni. Maria promete que vai levar Toni para bem longe de Camille. Madalena, Concheta e Marieta batem boca. Nina garante que o Murruga não a procurou. José Manoel não acredita que Nina vá “dar um bolo” e continua a esperá-la. Francisca e Farina comemoram o filho que vai chegar. Justine recebe com carinho Farina no bordel. Constância se preocupa com a tristeza de Caterina, mas Vincenzo acha que fez bem em mandar Zequinha embora. Beatriz pede que Marcello convença Caterina a voltar com Maurício. Zequinha é assaltado e fica até sem as botinas. Farina dá um anel de diamante para Justine, e ela desdenha, afirmando ser falso. Manolo quer fazer uma festa para mostrar a todos que enriqueceu. José Manoel se enfurece porque Nina não apareceu. Farina propõe negócio para Justine: vai vender as terras dela que nada valem para Maria. Jonatan convida Genaro para tocar em seu hotel. Marcos se surpreende ao saber que Justine saiu com Farina. Integralistas passam na rua fazendo arruaça.

 

    Capítulo 152.[V1] Brazil, 12/10/02: Humberto manda Onofre demitir a operária doente. Tzipora conversa com o policial, que avisa não poder fazer nada só porque jogaram uma pedra na loja. Genaro aceita tocar no hotel. Marcos, Toni e Nina saem em busca de alguém que poderá ajudar a operária. Silvia pede que Humberto não faça nada contra Nina. Farina convence Maria a comprar uma terra muito boa para gado. Maria acha o preço muito alto, mas Farina assegura que é um ótimo investimento e que falará com a dona para conseguir um desconto. Genaro conta, orgulhoso, que agora irá tocar para pessoas de bom gosto que desejam ouvir música. Marcos apresenta Nina a Jacobino, o chefe da gráfica do jornal no qual trabalha. Silvia promete a Humberto que vai conversar com Nina. Onofre sugere contratar crianças para baixar o custo e o patrão concorda. Jacobino explica à Nina e Toni que pertence ao Partido Comunista e garante que estará na porta da tecelagem no dia seguinte com os seus companheiros. Farina se assusta ao saber que alguns dos seus investimentos não deram certo. Farina e Justine combinam dar o desconto para Maria, já que o terreno não vale nada. José Manoel beija Nina, mas ela continua se recusando a voltar com ele. Camille se irrita porque o pai vai buscá-la na confecção todos os dias. Maria cheira a camisa do marido e mente, dizendo que fez isso porque estava sentindo saudades dele. Toni desdenha do novo emprego do pai, pois acha muito melhor tocar para prostitutas do que para ricos em um restaurante. Os dois acabam brigando.
Capitulo[ 152[V2]-Humberto manda Onofre demitir a operária doente. Tzipora conversa com o policial, que avisa não poder fazer nada só porque jogaram uma pedra na loja. Genaro aceita tocar no hotel. Marcos, Toni e Nina saem em busca de alguém que poderá ajudar a operária. Silvia pede que Humberto não faça nada contra Nina. Farina convence Maria a comprar uma terra muito boa para gado. Maria acha o preço muito alto, mas Farina assegura que é um ótimo investimento e que falará com a dona para conseguir um desconto. Genaro conta, orgulhoso, que agora irá tocar para pessoas de bom gosto que desejam ouvir música. Marcos apresenta Nina a Jacobino, o chefe da gráfica do jornal no qual trabalha. Silvia promete a Humberto que vai conversar com Nina. Onofre sugere contratar crianças para baixar o custo e o patrão concorda. Jacobino explica à Nina e Toni que pertence ao Partido Comunista e garante que estará na porta da tecelagem no dia seguinte com os seus companheiros. Farina se assusta ao saber que alguns dos seus investimentos não deram certo. Farina e Justine combinam dar o desconto para Maria, já que o terreno não vale nada. José Manoel beija Nina, mas ela continua se recusando a voltar com ele. Camille se irrita porque o pai vai buscá-la na confecção todos os dias. Maria cheira a camisa do marido e mente, dizendo que fez isso porque estava sentindo saudades dele. Toni desdenha do novo emprego do pai, pois acha muito melhor tocar para prostitutas do que para ricos em um restaurante. Os dois acabam brigando.

 

    Capítulo 153.[V1] Brazil, 12/11/02: José Manoel vê Nina entrar no carro que Sílvia mandou e fica enciumado. Nina vai embora indignada, quando Silvia lhe oferece uma promoção para ela parar com as reivindicações. Humberto seleciona crianças pobres para trabalhar no setor das tinturas. Jacobino, Toni e Marcos aguardam Nina na porta da fábrica. Camille compra peças de seda com um chinês. Zequinha é assaltado por dois carroceiros. Maurício observa Caterina, que passeia na mata. Beatriz se assusta quando Nhá Rita garante que almas perdidas estão tomando o coração de Maurício e que um homem pode fazer muito mal à família. Francisca garante que Farina sempre irá protegê-las. Humberto não aceita as ponderações de Jacobino, pressiona a operária doente, que garante não querer licença. José Manoel insiste em conversar com Madalena. A operária tosse sangue e desmaia nos braços de Nina, que grita por socorro. Nina pede ajuda para levar a operária para o hospital. Zequinha chega a São Paulo e garante que vai vencer e buscar Caterina. Manolo recebe amigos espanhóis e italianos. Mário, Concheta e Marieta comentam como ele está ganhando dinheiro.
Capitulo[ 153[V2]-José Manoel vê Nina entrar no carro que Sílvia mandou e fica enciumado. Nina vai embora indignada, quando Silvia lhe oferece uma promoção para ela parar com as reivindicações. Humberto seleciona crianças pobres para trabalhar no setor das tinturas. Jacobino, Toni e Marcos aguardam Nina na porta da fábrica. Camille compra peças de seda com um chinês. Zequinha é assaltado por dois carroceiros. Maurício observa Caterina, que passeia na mata. Beatriz se assusta quando Nhá Rita garante que almas perdidas estão tomando o coração de Maurício e que um homem pode fazer muito mal à família. Francisca garante que Farina sempre irá protegê-las. Humberto não aceita as ponderações de Jacobino, pressiona a operária doente, que garante não querer licença. José Manoel insiste em conversar com Madalena. A operária tosse sangue e desmaia nos braços de Nina, que grita por socorro. Nina pede ajuda para levar a operária para o hospital. Zequinha chega a São Paulo e garante que vai vencer e buscar Caterina. Manolo recebe amigos espanhóis e italianos. Mário, Concheta e Marieta comentam como ele está ganhando dinheiro.

 

    Capítulo 154.[V1] Brazil, 12/12/02: Zequinha entra na festa e fica encantado por Eulália. Soledad dança e seu vestido rasga no meio da festa. Zequinha segue Eulália com os olhos, enquanto ela dança. Nina leva a doente para o hospital e exige atendimento. Manolo expulsa Zequinha, quando ele elogia as “tetas” de Eulália. Sem documentos, Zequinha sai correndo da polícia. Ele se refugia debaixo do balcão da loja de Ezequiel. Os policiais entram, mas o comerciante não o denuncia. Maria se impressiona com o luxo do hotel. Zequinha conta que está procurando Farina e Ezequiel dá-lhe a direção do hotel. Justine banca a amiga e aconselha Maria a comprar suas terras e levar Toni para longe de Camille. Zequinha não consegue entrar no restaurante do hotel e falar com Farina, manda um recado, mas ele nem presta atenção, pensando que é um mendigo. Maria não assina a escritura e decide pensar mais. Zequinha corre, mas não consegue alcançar Farina, que entra em um carro. Resolve voltar à casa da festa, vê a fila de apostadores, pensa que é oferta de emprego e resolve entrar, causando nova confusão. Eulália se encanta por ele. Jacobino garante que vai denunciar Humberto por estar usando mão de obra infantil. José Manoel pressiona Madalena para saber se Nina tem outro, deixando-a furiosa. Toni diz a Jacobino que não pode passar nem mais um dia sem ver Camille.
Capitulo[ 154[V2]-Zequinha entra na festa e fica encantado por Eulália. Soledad dança e seu vestido rasga no meio da festa. Zequinha segue Eulália com os olhos, enquanto ela dança. Nina leva a doente para o hospital e exige atendimento. Manolo expulsa Zequinha, quando ele elogia as “tetas” de Eulália. Sem documentos, Zequinha sai correndo da polícia. Ele se refugia debaixo do balcão da loja de Ezequiel. Os policiais entram, mas o comerciante não o denuncia. Maria se impressiona com o luxo do hotel. Zequinha conta que está procurando Farina e Ezequiel dá-lhea direção do hotel. Justine banca a amiga e aconselha Maria a comprar suas terras e levar Toni para longe de Camille. Zequinha não consegue entrar no restaurante do hotel e falar com Farina, manda um recado, mas ele nem presta atenção, pensando que é um mendigo. Maria não assina a escritura e decide pensar mais. Zequinha corre, mas não consegue alcançar Farina, que entra em um carro. Resolve voltar à casa da festa, vê a fila de apostadores, pensa que é oferta de emprego e resolve entrar, causando nova confusão. Eulália se encanta por ele. Jacobino garante que vai denunciar Humberto por estar usando mão de obra infantil. José Manoel pressiona Madalena para saber se Nina tem outro, deixando-afuriosa. Toni diz a Jacobino que não pode passar nem mais um dia sem ver Camille.

Capítulo 155.[V1] Brazil, 12/13/02: Jacobino parabeniza Nina e as outras mulheres por lutarem por seus direitos. Humberto chama a polícia. Mira, uma das operárias, discursa ao lado de Nina. A polícia chega e ataca os manifestantes, que fogem. Toni tenta salvar as crianças da fábrica, mas acaba caindo e se machucando. A operária doente desmaia na fuga, e é levada para o hospital por Nina e Mira. José Manoel vai ao hospital encontrar Nina. A operária morre, e pede que Nina cuide de seu filho. Nina chora nos braços de José Manoel. Maria assina os papéis da compra da fazenda diante de Justine e Farina, que vão ao hotel dividir o dinheiro. Maria cuida do ferimento de Toni. Nina e José Manoel vão buscar Tomas, filho da operária morta. José Manoel beija Nina. Genaro briga com Toni por ele ter se envolvido na manifestação. Zequinha fica transtornado ao saber que Farina foi embora do hotel. Soledad e Eulália se assustam ao ver que Manolo está viciado em jogo. Maurício afirma para Francisca que ela não se importa mais com ele. Marcello sugere que Maurício converse com Caterina, mas ele teme ser rejeitado. Caterina ouve música novamente, mas não consegue descobrir de onde vem. Maurício garante a Beatriz que não vai permitir que Farina mande na fazenda. Marcello estranha ao saber que Zequinha não procurou por Farina. Francisca avisa a Farina que ele terá de esperar para se deitar com ela, deixando-o desesperado. Farina vê Júlia tomando banho de rio e se encanta. Maria revela a Toni que comprou uma fazenda. Humberto demite Nina. Mira pergunta às outras mulheres se elas não vão apoiar Nina. No meio da missa, o padre descobre Zequinha dormindo na igreja.         

   Capitulo[ 155[V2]-Integralistas atacam Camille, mas ela é salva por Toni. Os dois acabam na cama do hotel. Genaro reclama porque Toni não chega para lhe cumprimentar, já que vai começar o novo trabalho, e culpa Maria por não saber segurar o marido. Mariusa dá uma medalhinha para Genaro ter sorte. Jonathan arruma um terno para o músico, que é aplaudido pelos freqüentadores do restaurante. Justine chama Farina de fracassado por não ter convencido Maria. Francisca se preocupa porque tem dívidas a pagar e Farina não volta. Caterina garante aos pais que está se sentindo melhor depois de ficar em contato com a natureza. À noite ouve uma música, vai para fora, mas não descobre de onde ela está vindo. Francisca tenta convencer Maurício a se encontrar com Caterina, mas ele ri e garante que ela o acha um monstro. Toni pede perdão a Maria. Zequinha rouba roupas e é perseguido por uma multidão. Manolo joga no bicho e perde, para irritação de Soledad. Toni e Genaro discutem mais uma vez. Nina não encontra a sua amiga no hospital. Maria avisa Farina que vai comprar as terras. O comissário de menores conversa com Humberto, que o suborna. A operária doente volta para a tecelagem e Humberto a despede. Nina faz com que as outras operárias parem as máquinas. Toni, Marcos e Jacobino vêem, surpresos, um grande grupo de mulheres e crianças saindo da fábrica, tendo Nina à frente.

 

    Capítulo 156.[V1] Brazil, 12/14/02: Jacobino parabeniza Nina e as outras mulheres por lutarem por seus direitos. Humberto chama a polícia. Mira, uma das operárias, discursa ao lado de Nina. A polícia chega e ataca os manifestantes, que fogem. Toni tenta salvar as crianças da fábrica, mas acaba caindo e se machucando. A operária doente desmaia na fuga, e é levada para o hospital por Nina e Mira. José Manoel vai ao hospital encontrar Nina. A operária morre, e pede que Nina cuide de seu filho. Nina chora nos braços de José Manoel. Maria assina os papéis da compra da fazenda diante de Justine e Farina, que vão ao hotel dividir o dinheiro. Maria cuida do ferimento de Toni. Nina e José Manoel vão buscar Tomas, filho da operária morta. José Manoel beija Nina. Genaro briga com Toni por ele ter se envolvido na manifestação. Zequinha fica transtornado ao saber que Farina foi embora do hotel. Soledad e Eulália se assustam ao ver que Manolo está viciado em jogo. Maurício afirma para Francisca que ela não se importa mais com ele. Marcello sugere que Maurício converse com Caterina, mas ele teme ser rejeitado. Caterina ouve música novamente, mas não consegue descobrir de onde vem. Maurício garante a Beatriz que não vai permitir que Farina mande na fazenda. Marcello estranha ao saber que Zequinha não procurou por Farina. Francisca avisa a Farina que ele terá de esperar para se deitar com ela, deixando-o desesperado. Farina vê Júlia tomando banho de rio e se encanta. Maria revela a Toni que comprou uma fazenda. Humberto demite Nina. Mira pergunta às outras mulheres se elas não vão apoiar Nina. No meio da missa, o padre descobre Zequinha dormindo na igreja.
Capitulo[ 156[V2]-Jacobino parabeniza Nina e as outras mulheres por lutarem por seus direitos. Humberto chama a polícia. Mira, uma das operárias, discursa ao lado de Nina. A polícia chega e ataca os manifestantes, que fogem. Toni tenta salvar as crianças da fábrica, mas acaba caindo e se machucando. A operária doente desmaia na fuga, e é levada para o hospital por Nina e Mira. José Manoel vai ao hospital encontrar Nina. A operária morre, e pede que Nina cuide de seu filho. Nina chora nos braços de José Manoel. Maria assina os papéis da compra da fazenda diante de Justine e Farina, que vão ao hotel dividir o dinheiro. Maria cuida do ferimento de Toni. Nina e José Manoel vão buscar Tomas, filho da operária morta. José Manoel beija Nina. Genaro briga com Toni por ele ter se envolvido na manifestação. Zequinha fica transtornado ao saber que Farina foi embora do hotel. Soledad e Eulália se assustam ao ver que Manolo está viciado em jogo. Maurício afirma para Francisca que ela não se importa mais com ele. Marcello sugere que Maurício converse com Caterina, mas ele teme ser rejeitado. Caterina ouve música novamente, mas não consegue descobrir de onde vem.


Capítulo 157.[V1] Brazil, 12/16/02: Zequinha sai da igreja às pressas. Humberto avisa que, quem ficar a favor de Nina, será demitida também. Nina pede que as companheiras não façam nada. Toni garante a Maria que não quer viver numa fazenda às custas dela. Genaro convence o filho a viajar com a mulher para conhecer a fazenda. Farina entrega dinheiro para Francisca e sugere que parte da fazenda seja colocada em seu nome. Maurício ouve tudo. Beatriz se impressiona com o delírio do irmão, que garante que a criança que a mãe está esperando não pode nascer. Caterina quer saber quem é o homem que toca de noite e jamais aparece. Vincenzo e Constância seguem o rastro e descobrem um cabritinho. Maurício conversa com Nhá Rita sobre uma erva abortiva. Zequinha pede um prato de comida e um lugar para dormir a Madalena. Toni procura Camille para se despedir e ela se recusa a ir para o hotel com ele. Manolo é preso. José Manoel fica feliz ao saber que Nina foi demitida, mas finge que está chateado para impressionar a amada. Onofre avisa que as tecelãs estão atrasando o trabalho de propósito. Tzipora convida a filha para ir ao restaurante. Soledad bate nos investigadores com chinelo e é algemada também. Marcos faz perguntas sobre o terreno e Justine garante que Maria fez um ótimo negócio. Maria chama Toni para ir ver o pai tocar. Toni, Maria, Camille e Genaro se olham surpresos, quando se encontram no restaurante.
Capitulo[ 157[V2]-Maurício garante a Beatriz que não vai permitir que Farina mande na fazenda. Marcello estranha ao saber que Zequinha não procurou por Farina. Francisca avisa a Farina que ele terá de esperar para se deitar com ela, deixando-o desesperado. Farina vê Júlia tomando banho de rio e se encanta. Maria revela a Toni que comprou uma fazenda. Humberto demite Nina. Mira pergunta às outras mulheres se elas não vão apoiar Nina. No meio da missa, o padre descobre Zequinha dormindo na igreja. Zequinha sai da igreja às pressas. Humberto avisa que, quem ficar a favor de Nina, será demitida também. Nina pede que as companheiras não façam nada. Toni garante a Maria que não quer viver numa fazenda às custas dela. Genaro convence o filho a viajar com a mulher para conhecer a fazenda. Farina entrega dinheiro para Francisca e sugere que parte da fazenda seja colocada em seu nome. Maurício ouve tudo. Beatriz se impressiona com o delírio do irmão, que garante que a criança que a mãe está esperando não pode nascer. Caterina quer saber quem é o homem que toca de noite e jamais aparece. Vincenzo e Constância seguem o rastro e descobrem um cabritinho. Maurício conversa com Nhá Rita sobre uma erva abortiva. Zequinha pede um prato de comida e um lugar para dormir a Madalena. Toni procura Camille para se despedir.

 

    Capítulo 158.[V1] Brazil, 12/17/02: Camille ameaça tirar Toni para dançar, mas vai para o salão com Samuel. Soledad, sem se dar conta, confessa tudo. Eulália procura Humberto. Sílvia fica arrasada por saber que uma mulher já está batendo em sua porta. Humberto promete ajudá-la desde que Eulália seja boazinha com ele. Camille segue Toni e agarra-o no banheiro. Maria resolve procurar Toni, mas Samuel intercepta o seu caminho, tirando-a para dançar. Justine expulsa Marcos do bordel. Maurício colhe erva de São João e coloca no chá da mãe. Nhá Rita pressente o perigo. Caterina tem certeza de que o homem que faz música deixou o cabritinho para ela. Quando Francisca vai beber o chá, Maurício dá um tapa em sua mão, derrubando a xícara. Maria e Toni viajam para o interior. Madalena banca a durona, mas cuida de Zequinha. José Manoel fica enciumado ao ver Zequinha no quarto de Nina, mas depois banca o solidário com a mulher. Nina avisa que vai pedir emprego para Camille. Jacobino negocia com Humberto a volta de Nina e garante que só assim as operárias voltarão ao seu ritmo normal. José Manoel implora que Camille não dê emprego para Nina. Maria, Toni e Martininho são recebidos por Constância. Vincenzo estranha que ela tenha comprado uma terra nas redondezas, pois todas têm dono.
Capitulo[ 158[V2]-Camille se recusa a ir para o hotel com Toni. Manolo é preso. José Manoel fica feliz ao saber que Nina foi demitida, mas finge que está chateado para impressionar a amada. Onofre avisa que as tecelãs estão atrasando o trabalho de propósito. Tzipora convida a filha para ir ao restaurante. Soledad bate nos investigadores com chinelo e é algemada também. Marcos faz perguntas sobre o terreno e Justine garante que Maria fez um ótimo negócio. Maria chama Toni para ir ver o pai tocar. Toni, Maria, Camille e Genaro se olham surpresos, quando se encontram no restaurante. Camille ameaça tirar Toni para dançar, mas vai para o salão com Samuel. Soledad, sem se dar conta, confessa tudo. Eulália procura Humberto. Sílvia fica arrasada por saber que uma mulher já está batendo em sua porta. Humberto promete ajudá-la desde que Eulália seja boazinha com ele. Camille segue Toni e agarra-o no banheiro.

 

    Capítulo 159.[V1] Brazil, 12/18/02: Caterina começa a chorar quando Maria pergunta pelo seu filho. José Manoel se esconde, quando Nina chega. Ela pede um emprego para Camille. Jonathan convida um rico casal judeu para ouvir Genaro tocar. Nina se decepciona quando Camille garante não ter vagas, mas depois estranha ao ver José Manoel saindo com ela da loja. Maurício confessa o que fez para a irmã e propõe um pacto: se Farina for um homem bom, ele nada fará, mas se ele for ruim, Beatriz o ajudará a destruí-lo. Marcos pede dinheiro emprestado a Jacobino para pagar o aluguel, mas acaba indo ao bordel com Samuel, joga e Justine faz com que ele perca. O casal judeu marca encontro com Genaro para lhe fazer uma proposta. Zequinha promete a Madalena que vai procurar trabalho. José Manoel jura que não vê Camille há muito tempo e propõe que Nina volte com ele. Mira garante a Nina que todas as trabalhadoras estão lutando por ela. Eulália procura Humberto de novo; Sílvia está disposta a descobrir quem ela é. Manolo quase mata Soledad ao saber que ela confessou. Marcos assina uma promissória na última rodada e perde. Maria descobre que comprou uma fazenda abandonada, em terras que não servem para nada.
Capitulo[ 159[V2]-No banheiro, Camille diz a Toni que quer se despedir dele mais uma vez. Camille e Toni se beijam. Maria resolve procurar Toni, mas Samuel intercepta o seu caminho, tirando-apara dançar. Camille e Toni saem do banheiro. Toni vê Maria dançando com Samuel e decide levá-la para casa. Justine expulsa Marcos do bordel. Maurício colhe erva de São João e coloca no chá da mãe. Nhá Rita pressente o perigo. Caterina tem certeza de que o homem que faz música deixou o cabritinho para ela. Quando Francisca vai beber o chá, Maurício dá um tapa em sua mão, derrubando a xícara. Maria e Toni viajam para o interior. Madalena banca a durona, mas cuida de Zequinha. José Manoel fica enciumado ao ver Zequinha no quarto de Nina, mas depois banca o solidário com a mulher. Nina avisa que vai pedir emprego para Camille. Jacobino negocia com Humberto a volta de Nina e garante que só assim as operárias voltarão ao seu ritmo normal. José Manoel implora que Camille não dê emprego para Nina. Maria, Toni e Martininho são recebidos por Constância. Vincenzo estranha que ela tenha comprado uma terra nas redondezas, pois todas têm dono.

Capítulo 160.[V1] Brazil, 12/19/02: Maria chora por ter perdido tudo. Toni chama Farina de ladrão e exige o seu dinheiro de volta. Onofre avisa Humberto que não conseguirão entregar o pedido e que ele deve readmitir Nina. Ele pede que Nina volte, mas ela não aceita. Eulália garante ao pai que conseguiu um empréstimo para pagar o advogado e a fiança. Manolo e Soledad são liberados, mas são despejados pelo dono da casa onde moravam. Mira, Jacobino e dez operárias pedem para Nina voltar e ela reassume o seu tear. Farina finge que não sabia que as terras eram improdutivas, chora, mas garante que não ficou com o dinheiro e portanto não pode devolvê-lo. Toni jura que vai sustentar a mulher e o filho. Beatriz não se convence que Farina é desonesto, apesar da argumentação do irmão. O casal Goldsmith oferece para Genaro fazer uma série de concertos. José Manoel se desaponta ao saber que Nina voltou para a fábrica. Mira comenta com Nina que ele tinha ficado muito alegre quando ela havia sido demitida. Camille negocia tecidos com Humberto e ele lhe oferece sociedade na tecelagem. Quando José Manoel vai beijá-la, Nina acusa-o de ser falso. Manolo, Soledad e Eulália vão morar no cortiço. Mário dá-lhes o quarto, onde Zequinha estava dormindo. Zequinha e Manolo se enfrentam.
Capitulo[ 160[V2]-Caterina começa a chorar quando Maria pergunta pelo seu filho. José Manoel se esconde, quando Nina chega. Ela pede um emprego para Camille. Jonathan convida um rico casal judeu para ouvir Genaro tocar. Nina se decepciona quando Camille garante não ter vagas, mas depois estranha ao ver José Manoel saindo com ela da loja. Maurício confessa o que fez para a irmã e propõe um pacto: se Farina for um homem bom, ele nada fará, mas se ele for ruim, Beatriz o ajudará a destruí-lo. Marcos pede dinheiro emprestado a Jacobino para pagar o aluguel, mas acaba indo ao bordel com Samuel, joga e Justine faz com que ele perca. O casal judeu marca encontro com Genaro para lhe fazer uma proposta. Zequinha promete a Madalena que vai procurar trabalho. José Manoel jura que não vê Camille há muito tempo e propõe que Nina volte com ele. Mira garante a Nina que todas as trabalhadoras estão lutando por ela. Eulália procura Humberto de novo; Sílvia está disposta a descobrir quem ela é. Manolo quase mata Soledad ao saber que ela confessou.

 

    Capítulo 161.[V1] Brazil, 12/20/02:  Manolo e Zequinha são obrigados a dividir o quarto. José Manoel mente que procurou Camille para que ela desse o emprego para Nina. Os dois se beijam, mas ela acha que não é hora de voltar ainda. Manolo coloca um lençol separando os territórios. Zequinha se deslumbra com sombra de Eulália se despindo. Maria conta para todos na pensão que perdeu tudo. José Manoel pede a ajuda de Madalena para reconquistar Nina. Maria confessa que completava o dinheiro do aluguel. Toni fica furioso. Genaro se solidariza com Maria e quer pagar Mariusa, mas Toni atira o dinheiro de volta para o pai. Marcos pede que Justine devolva-lhe o relógio que herdou do pai, mas ela exige que ele lhe pague o dobro do que ela lhe deu para jogar. Camille faz com que os pais hipotequem a casa, para que ela entre de sócia na tecelagem. Toni vai à confecção e sucumbe ao desejo por Camille. Depois do amor, ele avisa que veio se despedir, porque Maria é uma santa. Caterina brinca, feliz, com o seu cabritinho. Marcello tenta convencer a irmã a voltar com Maurício, mas ela empurra-o no rio. Maurício acusa Farina de ter roubado Maria e ele o ameaça de mandá-lo para a prisão. Toni avisa Maria que acabou tudo com Camille. Para provar que Maria não é santa e destruir o casamento de Toni, Camille pede que Samuel seduza Maria.
Capitulo[ 161[V2]-Marcos assina uma promissória na última rodada e perde. Maria descobre que comprou uma fazenda abandonada, em terras que não servem para nada. Maria chora por ter perdido tudo. Toni chama Farina de ladrão e exige o seu dinheiro de volta. Onofre avisa Humberto que não conseguirão entregar o pedido e que ele deve readmitir Nina. Ele pede que Nina volte, mas ela não aceita. Eulália garante ao pai que conseguiu um empréstimo para pagar o advogado e a fiança. Manolo e Soledad são liberados, mas são despejados pelo dono da casa onde moravam. Mira, Jacobino e dez operárias pedem para Nina voltar e ela reassume o seu tear. Farina finge que não sabia que as terras eram improdutivas, chora, mas garante que não ficou com o dinheiro e portanto não pode devolvê-lo. Toni jura que vai sustentar a mulher e o filho. Beatriz não se convence que Farina é desonesto, apesar da argumentação do irmão.

 

    Capítulo 162.[V1] Brazil, 12/21/02:Samuel aceita a proposta de Camille, mas avisa que vai cobrar a dívida. Ela garante que aceita tudo, até casar com ele. Sílvia e Camille assinam os papéis da sociedade. Nina fica surpresa, quando Humberto anuncia a nova sócia. Toni e Jacobino garantem que vão enfrentar a nova sócia da tecelagem. Samuel empresta dinheiro para Marcos, desde que ele o aproxime de Maria. Nina promete dar uma resposta definitiva para José Manoel no dia seguinte. Toni empresta dinheiro a Marcos, que volta ao bordel para jogar. Justine manda que um cafetão ganhe dele tudo. Marcos assina mais uma letra de crédito. Justine compra-as do cafetão e Marcos acusa-os de conluio. Justine mente que comprou a dívida dele para ajudá-lo, mas que agora, com a acusação, ela vai mandar executá-las. Camille garante a Nina que não fará acordos com as operárias. Farina insiste que Homero reabra o inquérito da morte de Martino. Marcello avisa Maurício que Caterina quer se encontrar com ele na beira do rio. O delegado promete colocar Maurício na cadeia, se Farina conseguir a transferência dele para a capital. Caterina olha surpresa para Maurício. Camille conta para Nina que José Manoel está fingindo aprovar a liberdade dela. Marcos aceita aproximar Maria de Samuel. Ezequiel acolhe Zequinha. Camille expulsa os sindicalistas e fica absolutamente surpresa ao dar de cara com Toni.
Capitulo[ 162[V2]-O casal Goldsmith oferece para Genaro fazer uma série de concertos. José Manoel se desaponta ao saber que Nina voltou para a fábrica. Mira comenta com Nina que ele tinha ficado muito alegre quando ela havia sido demitida. Camille negocia tecidos com Humberto e ele lhe oferece sociedade na tecelagem. Quando José Manoel vai beijá-la, Nina acusa-o de ser falso. Manolo, Soledad e Eulália vão morar no cortiço. Mário dá-lhes o quarto, onde Zequinha estava dormindo. Zequinha e Manolo se enfrentam. Manolo e Zequinha são obrigados a dividir o quarto. José Manoel mente que procurou Camille para que ela desse o emprego para Nina. Os dois se beijam, mas ela acha que não é hora de voltar ainda. Manolo coloca um lençol separando os territórios. Zequinha se deslumbra com sombra de Eulália se despindo. Maria conta para todos na pensão que perdeu tudo. José Manoel pede a ajuda de Madalena para reconquistar Nina. Maria confessa que completava o dinheiro do aluguel. Toni fica furioso. Genaro se solidariza com Maria e quer pagar Mariusa, mas Toni atira o dinheiro de volta para o pai.

 

    Capítulo 163. [V2] Brazil, 12/23/02Marcos pede que Justine devolva-lhe o relógio que herdou do pai, mas ela exige que ele lhe pague o dobro do que ela lhe deu para jogar. Camille faz com que os pais hipotequem a casa, para que ela entre de sócia na tecelagem. Toni vai à confecção e sucumbe ao desejo por Camille. Depois do amor, ele avisa que veio se despedir, porque Maria é uma santa. Caterina brinca, feliz, com o seu cabritinho. Marcello tenta convencer a irmã a voltar com Maurício, mas ela empurra-o no rio. Maurício acusa Farina de ter roubado Maria e ele o ameaça de mandá-lo para a prisão. Toni avisa Maria que acabou tudo com Camille. Para provar que Maria não é santa e destruir o casamento de Toni, Camille pede que Samuel seduza Maria.

 

    Capítulo 164. Brazil, 12/24/02: Camille pede para conversar a sós com Toni. Promete que vai tentar cumprir os horários de trabalho, desde que eles não levem adiante a manifestação. Maria busca, sem sucesso, um trabalho. Ezequiel pensa em contratar Zequinha. Nina acusa José Manoel de mentiroso, de ter pedido a Camille para não lhe dar o emprego e vai embora. Camille hesita, mas acaba concordando que Zequinha trabalhe para a família. Caterina pede que Maurício não a procure mais. Eulália pede um emprego para Humberto. Caterina ouve de novo a música, mas não encontra ninguém. Zangão e Júlia se amam no rio. Farina cobiça a jovem. Manolo implica com o ronco de Zequinha. Toni continua sem aceitar o dinheiro de Genaro. Marcos promete um trabalho para Maria e combina com Samuel de levá-la até o hotel. Camille reage mal quando Humberto pede que empregue Eulália, pois ela poderá denunciar as operárias. Madalena oferece dividir suas freguesas com Soledad, mas ela pede que Manolo não saiba. Humberto contrata Eulália, mas Camille garante que vai ficar de olho na alcagüete. Farina, antes de viajar, pede que Francisca traga Júlia de volta para ajudá- la na casa. Camille fecha um grande negócio, com prazo curto, e precisa que as tecelãs trabalhem mais. Maria vibra quando Marcos avisa que seu amigo vai arrumar-lhe um trabalho.
Capítulo 164.[V1] Brazil, 12/24/02Samuel aceita a proposta de Camille, mas avisa que vai cobrar a dívida. Ela garante que aceita tudo, até casar com ele. Sílvia e Camille assinam os papéis da sociedade. Nina fica surpresa, quando Humberto anuncia a nova sócia. Toni e Jacobino garantem que vão enfrentar a nova sócia da tecelagem. Samuel empresta dinheiro para Marcos, desde que ele o aproxime de Maria. Nina promete dar uma resposta definitiva para José Manoel no dia seguinte. Toni empresta dinheiro a Marcos, que volta ao bordel para jogar. Justine manda que um cafetão ganhe dele tudo. Marcos assina mais uma letra de crédito. Justine compra-as do cafetão e Marcos acusa[-os de conluio. Justine mente que comprou a dívida dele para ajudá-lo, mas que agora, com a acusação, ela vai mandar executá-las. Camille garante a Nina que não fará acordos com as operárias.

 

    Capítulo 165.[V1] Brazil, 12/25/02: Toni proíbe que Maria trabalhe no hotel. Eulália corta as unhas de Zequinha, que olha para ela encantado. Vincenzo garante que vai resolver o mistério da música noturna. Genaro não aceita acompanhar Bruno no seu teste na rádio. Maria arruma emprego na mercearia. Marcos decide vender seus livros de direito, consegue uns trocados e vai jogar mais uma vez. Nina se revolta contra o novo horário de trabalho. Humberto banca o sedutor, promete-lhe jóias e ela lhe dá um tapa. Zequinha se esfalfa no trabalho. Camille procura Samuel para saber se ele fez algum progresso com Maria. Humberto manda Nina limpar o chão da parte de tintura. Zequinha troca as telhas do quarto e vê Eulália trocando de roupa. Mira avisa Toni que Camille não vai cumprir o acordo sobre as horas de trabalho e ele procura-a em casa para uma conversa. Madalena se preocupa com os pés de Nina, vermelhos e ardendo. Marcos senta-se à mesa de jogo, apesar dos conselhos de Jonathan. Camille pede que Toni fique do seu lado, que consiga que as tecelãs não parem.
Capitulo 165[V2]-Farina insiste que Homero reabra o inquérito da morte de Martino. Marcello avisa Maurício que Caterina quer se encontrar com ele na beira do rio. O delegado promete colocar Maurício na cadeia, se Farina conseguir a transferência dele para a capital. Caterina olha surpresa para Maurício. Camille conta para Nina que José Manoel está fingindo aprovar a liberdade dela. Marcos aceita aproximar Maria de Samuel. Ezequiel acolhe Zequinha. Camille expulsa os sindicalistas e fica absolutamente surpresa ao dar de cara com Toni. Camille pede para conversar a sós com Toni. Promete que vai tentar cumprir os horários de trabalho, desde que eles não levem adiante a manifestação. Maria busca, sem sucesso, um trabalho. Ezequiel pensa em contratar Zequinha. Nina acusa José Manoel de mentiroso, de ter pedido a Camille para não lhe dar o emprego e vai embora.

 

    Capítulo 166.[V1] Brazil, 12/26/02: Toni vai embora sem nada dizer. Genaro pede que o filho assista ao seu primeiro concerto. Marcos assina mais uma letra de crédito, perde a cabeça ao ver Justine outra vez com Farina e é expulso do bordel. Vincenzo, Zangão e Forró permanecem de tocaia e descobrem um enorme pássaro. Madalena pede ajuda a José Manoel para convencer Nina a largar a tecelagem. Eulália não aceita passear com Zequinha, alegando ser de respeito. Toni acalma Mira, pois acha que Camille vai ceder. Marcello se angustia por ter que se comportar como um cavalheiro. Maria começa a trabalhar na mercearia. Humberto chama Nina para fazer um trabalho de homem, amarrar os fardos de tecido. Toni pede que Camille reconsidere o horário. Ela pede que ele reconsidere a sua vida e beija-o. José Manoel garante que vai tirar Nina da fábrica. Camille avisa que não fará acordo com sindicalistas deixando Toni furioso. Jacobino decide esperar uma semana para que eles se organizem. As mãos de Nina sangram. Camille manda Humberto acionar a polícia e colocar os líderes na cadeia.
Capitulo 166[V2] – Camille hesita, mas acaba concordando que Zequinha trabalhe para a família. Caterina pede que Maurício não a procure mais. Eulália pede um emprego para Humberto. Caterina ouve de novo a música, mas não encontra ninguém. Zangão e Júlia se amam no rio. Farina cobiça a jovem. Manolo implica com o ronco de Zequinha. Toni continua sem aceitar o dinheiro de Genaro. Marcos promete um trabalho para Maria e combina com Samuel de levá-la até o hotel. Camille reage mal quando Humberto pede que empregue Eulália, pois ela poderá denunciar as operárias. Madalena oferece dividir suas freguesas com Soledad, mas ela pede que Manolo não saiba. Humberto contrata Eulália, mas Camille garante que vai ficar de olho na alcagüete. Farina, antes de viajar, pede que Francisca traga Júlia de volta para ajudá- la na casa. Camille fecha um grande negócio, com prazo curto, e precisa que as tecelãs trabalhem mais. Maria vibra quando Marcos avisa que seu amigo vai arrumar-lheum trabalho. Toni proíbe que Maria trabalhe no hotel.

 

    Capítulo 167. Brazil, 12/27/02: Camille garante que Humberto pode chamar a polícia. Se Toni for preso, azar o dele . Nina esconde as suas mãos ensangüentadas para que José Manoel não as veja. Jacobino combina que farão piquetes na porta da fábrica. Humberto dá dinheiro para Eulália, depois de uma noite de amor. Camille se anima ao fazer as contas e constatar que , em poucos meses , conseguirá pagar o empréstimo. Genaro se prepara para o concerto. Maria garante que ela e Toni estarão lá na primeira fila. Operárias e sindicalistas fazem piquete na porta da fábrica. Samuel convida Camille para o concerto. José Manoel promete à Madalena que vai proteger Nina. Camille e Toni se encaram na frente da fábrica. Eulália fura a greve. Humberto manda que Camille saia pelos fundos antes que a polícia chegue , e garante que não haverá tiros. Farina pede a promoção do delegado. Nina se recusa a abandonar o piquete, embora José Manoel implore. Maria desiste de esperar Toni e sai para o concerto com Mariusa. Camille chega ao concerto e descobre que Genaro será o solista. Farina se oferece para entrar com Justine e Malu no teatro. Maria se surpreende ao vê-los juntos. A polícia chega a cavalo na porta da tecelagem. Genaro entra no palco e repara o lugar vazio na platéia. Os policiais atiram. Homens e mulheres caem feridos.
Capitulo 167[V2] – Eulália corta as unhas de Zequinha, que olha para ela encantado. Vincenzo garante que vai resolver o mistério da música noturna. Genaro não aceita acompanhar Bruno no seu teste na rádio. Maria arruma emprego na mercearia. Marcos decide vender seus livros de direito, consegue uns trocados e vai jogar mais uma vez. Nina se revolta contra o novo horário de trabalho. Humberto banca o sedutor, promete-lhejóias e ela lhe dá um tapa. Zequinha se esfalfa no trabalho. Camille procura Samuel para saber se ele fez algum progresso com Maria. Humberto manda Nina limpar o chão da parte de tintura. Zequinha troca as telhas do quarto e vê Eulália trocando de roupa. Mira avisa Toni que Camille não vai cumprir o acordo sobre as horas de trabalho e ele procura-aem casa para uma conversa. Madalena se preocupa com os pés de Nina, vermelhos e ardendo. Marcos senta-se à mesa de jogo, apesar dos conselhos de Jonathan. Camille pede que Toni fique do seu lado, que consiga que as tecelãs não parem.

 

    Capítulo 168.[V1] Brazil, 12/28/02: José Manoel foge com Nina. Mira é algemada. Muitos são presos. Genaro é aplaudido e olha para o lugar vazio do filho. O oficial atira contra todos os homens algemados na prisão. Genaro se muda para o hotel. Jacobino avisa Maria que Toni desapareceu. Zequinha ampara Eulália, que chora por ter traído as companheiras. Os dois se beijam. Maria resolve percorrer os hospitais, mas não encontra o marido. Tomás e Madalena se abraçam. Jacobino, Marcos e Dr André traçam um plano. Francisca não aceita nenhum carinho de Farina. Maurício percebe Farina observando Júlia. Caterina foge de Maurício , que insiste em dizer que ninguém gosta dele. Camille se choca ao saber que a polícia atirou contra os operários desarmados. Sílvia e Humberto ap o iam Camille. As operárias voltam às máquinas. Jacobino encontra Mira. Os Goldsmith desejam que Genaro viaje e ele jura que nem vai se despedir do filho. Jonathan pega as coisas do pianista na pensão e Mariusa nem consegue contar do desaparecimento de Toni. O oficial garante a Jacobino que nenhum homem foi preso, mas o sargento conta o ocorrido. Maria desmaia ao saber que os presos foram mortos e jogados em uma vala.
Capitulo 168[V2]-Toni vai embora sem nada dizer. Genaro pede que o filho assista ao seu primeiro concerto. Marcos assina mais uma letra de crédito, perde a cabeça ao ver Justine outra vez com Farina e é expulso do bordel. Vincenzo, Zangão e Forró permanecem de tocaia e descobrem um enorme pássaro. Madalena pede ajuda a José Manoel para convencer Nina a largar a tecelagem. Eulália não aceita passear com Zequinha, alegando ser de respeito. Toni acalma Mira, pois acha que Camille vai ceder. Marcello se angustia por ter que se comportar como um cavalheiro. Maria começa a trabalhar na mercearia. Camille diz a Tzipora que se Toni quiser destruí-la, que ela vai acabar com ele primeiro.

Capítulo 169.[V2] Brazil, 12/30/02: Humberto chama Nina para fazer um trabalho de homem, amarrar os fardos de tecido. Toni pede que Camille reconsidere o horário. Ela pede que ele reconsidere a sua vida e beija-o. José Manoel garante que vai tirar Nina da fábrica. Camille avisa que não fará acordo com sindicalistas deixando Toni furioso. Jacobino decide esperar uma semana para que eles se organizem. As mãos de Nina sangram. Camille manda Humberto acionar a polícia e colocar os líderes na cadeia. Camille garante que Humberto pode chamar a polícia. Se Toni for preso, azar o dele . Nina esconde as suas mãos ensangüentadas para que José Manoel não as veja. Jacobino combina que farão piquetes na porta da fábrica. Humberto dá dinheiro para Eulália, depois de uma noite de amor. Camille se anima ao fazer as contas e constatar que , em poucos meses , conseguirá pagar o empréstimo. Genaro se prepara para o concerto. Maria garante que ela e Toni estarão lá na primeira fila. Operárias e sindicalistas fazem piquete na porta da fábrica. Samuel convida Camille para o concerto. José Manoel promete à Madalena que vai proteger Nina. Camille e Toni se encaram na frente da fábrica. Eulália fura a greve. Humberto manda que Camille saia pelos fundos antes que a polícia chegue , e garante que não haverá tiros. Farina pede a promoção do delegado. Nina se recusa a abandonar o piquete, embora José Manoel implore. Maria desiste de esperar Toni e sai para o concerto com Mariusa. Camille chega ao concerto e descobre que Genaro será o solista. Farina se oferece para entrar com Justine e Malu no teatro. Maria se surpreende ao vê-los juntos. A polícia chega a cavalo na porta da tecelagem. Genaro entra no palco e repara o lugar vazio na platéia. Os policiais atiram. Homens e mulheres caem feridos.

 

    Capítulo 170.[V1] Brazil, 12/31/02: José Manoel foge com Nina. Mira é algemada. Muitos são presos. Genaro é aplaudido e olha para o lugar vazio do filho. O oficial atira contra todos os homens algemados na prisão. Genaro se muda para o hotel. Jacobino avisa Maria que Toni desapareceu. Zequinha ampara Eulália, que chora por ter traído as companheiras. Os dois se beijam. Maria resolve percorrer os hospitais, mas não encontra o marido. Tomás e Madalena se abraçam. Jacobino, Marcos e Dr André traçam um plano. Francisca não aceita nenhum carinho de Farina. Maurício percebe Farina observando Júlia. Caterina foge de Maurício , que insiste em dizer que ninguém gosta dele. Camille se choca ao saber que a polícia atirou contra os operários desarmados. Sílvia e Humberto ap o iam Camille. As operárias voltam às máquinas. Jacobino encontra Mira. Os Goldsmith desejam que Genaro viaje e ele jura que nem vai se despedir do filho. Jonathan pega as coisas do pianista na pensão e Mariusa nem consegue contar do desaparecimento de Toni. O oficial garante a Jacobino que nenhum homem foi preso, mas o sargento conta o ocorrido. Maria desmaia ao saber que os presos foram mortos e jogados em uma vala.
Capitulo 170[V2] – Nina esconde as suas mãos ensangüentadas para que José Manoel não as veja. Jacobino combina que farão piquetes na porta da fábrica. Humberto dá dinheiro para Eulália, depois de uma noite de amor. Camille se anima ao fazer as contas e constatar que , em poucos meses , conseguirá pagar o empréstimo. Genaro se prepara para o concerto. Maria garante que ela e Toni estarão lá na primeira fila. Operárias e sindicalistas fazem piquete na porta da fábrica. Samuel convida Camille para o concerto. José Manoel promete à Madalena que vai proteger Nina. Camille e Toni se encaram na frente da fábrica. Eulália fura a greve. Humberto manda que Camille saia pelos fundos antes que a polícia chegue , e garante que não haverá tiros. Farina pede a promoção do delegado. Nina se recusa a abandonar o piquete, embora José Manoel implore. Maria desiste de esperar Toni e sai para o concerto com Mariusa. Camille chega ao concerto e descobre que Genaro será o solista. Farina se oferece para entrar com Justine e Malu no teatro. Maria se surpreende ao vê-los juntos. A polícia chega a cavalo na porta da tecelagem. Genaro entra no palco e repara o lugar vazio na platéia. Os policiais atiram. Homens e mulheres caem feridos. José Manoel foge com Nina. Mira é algemada. Muitos são presos. Genaro é aplaudido e olha para o lugar vazio do filho. O oficial atira contra todos os homens algemados na prisão. Genaro se muda para o hotel. Jacobino avisa Maria que Toni desapareceu. Zequinha ampara Eulália, que chora por ter traído as companheiras. Os dois se beijam. Maria resolve percorrer os hospitais, mas não encontra o marido. Tomás e Madalena se abraçam.

 

    Capítulo 171.[V1] Brazil, 1/1/03: Nina esconde as suas mãos ensangüentadas para que José Manoel não as veja. Jacobino combina que farão piquetes na porta da fábrica. Humberto dá dinheiro para Eulália, depois de uma noite de amor. Camille se anima ao fazer as contas e constatar que , em poucos meses , conseguirá pagar o empréstimo. Genaro se prepara para o concerto. Maria garante que ela e Toni estarão lá na primeira fila. Operárias e sindicalistas fazem piquete na porta da fábrica. Samuel convida Camille para o concerto. José Manoel promete à Madalena que vai proteger Nina. Camille e Toni se encaram na frente da fábrica. Eulália fura a greve. Humberto manda que Camille saia pelos fundos antes que a polícia chegue , e garante que não haverá tiros. Farina pede a promoção do delegado. Nina se recusa a abandonar o piquete, embora José Manoel implore. Maria desiste de esperar Toni e sai para o concerto com Mariusa. Camille chega ao concerto e descobre que Genaro será o solista. Farina se oferece para entrar com Justine e Malu no teatro. Maria se surpreende ao vê-los juntos. A polícia chega a cavalo na porta da tecelagem. Genaro entra no palco e repara o lugar vazio na platéia. Os policiais atiram. Homens e mulheres caem feridos. José Manoel foge com Nina. Mira é algemada. Muitos são presos. Genaro é aplaudido e olha para o lugar vazio do filho. O oficial atira contra todos os homens algemados na prisão. Genaro se muda para o hotel. Jacobino avisa Maria que Toni desapareceu. Zequinha ampara Eulália, que chora por ter traído as companheiras. Os dois se beijam. Maria resolve percorrer os hospitais, mas não encontra o marido. Tomás e Madalena se abraçam.
Capitulo 171[V2] – Jacobino, Marcos e Dr André traçam um plano. Francisca não aceita nenhum carinho de Farina. Maurício percebe Farina observando Júlia. Caterina foge de Maurício , que insiste em dizer que ninguém gosta dele. Camille se choca ao saber que a polícia atirou contra os operários desarmados. Sílvia e Humberto apoiam Camille. As operárias voltam às máquinas. Jacobino encontra Mira. O oficial garante a Jacobino que nenhum homem foi preso, mas o sargento conta o ocorrido.

 

    Capítulo 172.[V1] Brazil, 1/2/03: Maria chora abraçada com Martininho. Genaro viaja. Jonathan promete tentar encontrar o pianista ao saber que Toni pode estar morto. Maria se revolta ao saber que Camille é a nova sócia da tecelagem. Marcos pede ajuda a Justine para descobrir a verdade. Maria invade a fábrica e acusa Camille de ser uma assassina. Camille se choca ao saber que vários homens foram mortos e que Toni pode estar entre eles. Manolo manda Zequinha se afastar de Eulália. Justine pede informações ao oficial. Madalena fica feliz ao saber que Nina esteve com José Manoel. O oficial garante que estava de olho em Toni há muito tempo, mas não sabe precisar se ele estava entre os mortos. Camille pede ajuda a Samuel para encontrar Toni. Farina insiste em passar uma parte da fazenda para o seu nome. Maurício avisa que vai procurar um advogado. Marcello desconfia do italiano. Justine avisa a Marcos e Samuel que, se Toni estiver vivo, não deve aparecer, pois está na mira da polícia. Maria quase agride o oficial na delegacia. O sargento confidencia que os corpos foram jogados à beira da estrada. Marcos manda flores para Justine, mas ela continua decidida a executar as dívidas dele. Maria começa a escavar a terra com as mãos em busca do corpo do marido.

   Capitulo 172[V2] – Maria desmaia ao saber que os presos foram mortos e jogados em uma vala. Os Goldsmith desejam que Genaro viaje e ele jura que nem vai se despedir do filho. Jonathan pega as coisas do pianista na pensão e Mariusa nem consegue contar do desaparecimento de Toni. Maria chora abraçada com Martininho. Genaro viaja. Jonathan promete tentar encontrar o pianista ao saber que Toni pode estar morto. Maria se revolta ao saber que Camille é a nova sócia da tecelagem. Marcos pede ajuda a Justine para descobrir a verdade. Maria invade a fábrica e acusa Camille de ser uma assassina. Camille se choca ao saber que vários homens foram mortos e que Toni pode estar entre eles. Manolo manda Zequinha se afastar de Eulália. Justine pede informações sobre Toni ao oficial.

 

    Capítulo 173.[V1] Brazil, 1/3/03: Jacobino, Marcos e Dr André traçam um plano. Francisca não aceita nenhum carinho de Farina. Maurício percebe Farina observando Júlia. Caterina foge de Maurício , que insiste em dizer que ninguém gosta dele. Camille se choca ao saber que a polícia atirou contra os operários desarmados. Sílvia e Humberto apoiam Camille. As operárias voltam às máquinas. Jacobino encontra Mira. O oficial garante a Jacobino que nenhum homem foi preso, mas o sargento conta o ocorrido.
Capitulo 173[V2] – Madalena fica feliz ao saber que Nina esteve com José Manoel. O oficial garante que estava de olho em Toni há muito tempo, mas não sabe precisar se ele estava entre os mortos. Camille pede ajuda a Samuel para encontrar Toni. Farina insiste em passar uma parte da fazenda para o seu nome. Maurício avisa que vai procurar um advogado. Marcello desconfia do italiano. Justine avisa a Marcos e Samuel que, se Toni estiver vivo, não deve aparecer, pois está na mira da polícia. Maria quase agride o oficial na delegacia. O sargento confidencia que os corpos foram jogados à beira da estrada. Marcos manda flores para Justine, mas ela continua decidida a executar as dívidas dele. Maria começa a escavar a terra com as mãos em busca do corpo do marido. Jacobino promete a Maria que vai continuar a buscar o corpo de Toni. Madalena desconfia que José Manoel tem outra e vai na casa dele. Nina está lá e pede que ele não deixe que a mãe perceba e faz ele jurar que vai manter segredo. Maria recebe um telegrama de despedida de Genaro e chora. Mira teme ser deportada e Nina tenta tranqüilizá-la.

Capítulo 174.[V2] Brazil, 1/4/03: Tzipora apresenta Camille a Miriam, que arranja casamentos na comunidade judaica. Jacobino, Marcos e companheiros encontram vários corpos. Maria se angustia ao saber que o cadáver de Toni não foi achado. Zequinha admira a pureza de Eulália. Humberto marca uma saída com a espanhola. Jacobino convida todos para a missa pelos que morreram no piquete. Humberto avisa que quem faltar ao trabalho, será demitido. Nina enfrenta-o. Camille pede notícias de Toni para Nina, que garante nada saber e, se soubesse, também nada diria. Bruno avisa que Maria foi despedida. Mariusa cobra o aluguel de Marcos. Francisca flagra Farina dando uma pulseira para Júlia. Constância e Caterina mandam Marcello ter cuidado com Farina. Caterina ri quando a mãe comenta que talvez seja Maurício que toca em sua janela. Farina banca o justo e dá uma pulseira também para Beatriz e um colar para Francisca. Zangão manda que a mulher nunca mais aceite presente de homem. Nina garante a José Manoel que não é hora ainda de contar o segredo. 

    Capítulo 175.[V1] Brazil, 1/6/03:  Nina conclama as colegas e todas saem para a missa. Manolo se gaba que arranjou um trabalho muito elegante. Nina leva Maria na casa de José Manoel e ela se surpreende ao ver Toni, com o peito enfaixado. Ele abre os olhos e sorri. Maria vai para a missa. Camille é mal recebida na igreja. Ezequiel e Tzipora pedem ajuda de Samuel. Toni aparece no altar, para surpresa de todos, e faz discurso emocionado. Camille é atacada por um bando de mulheres na saída. Samuel tenta defendê-la. Toni coloca-se na sua frente. A polícia leva Toni. O oficial manda que o sargento elimine Toni, mas ele argumenta que seria um escândalo. Marcos, Jacobino e outro advogado, André, chegam para garantir a vida de Toni. O oficial garante que vai iniciar o processo de deportação de Toni. Maurício reúne toda a família e avisa que não vai assinar o documento de transferência. Beatriz surpreende a todos ao concordar com o irmão. Homero promete desarquivar o caso. Constância e Vincenzo ouvem a música. José Manoel promete a Nina que vai mudar. Justine avisa Marcos que já iniciou o processo de cobrança judicial, e, se ele não pagar, a mãe será despejada. Maria garante a Toni que lutará por sua liberdade e que gastará todo o dinheiro que ainda lhe resta. 1934: Getúlio toma posse; Genaro é aplaudido em seus concertos; Bruno canta no rádio; Francisca e Beatriz estão no final da gravidez. Maria se prepara para ouvir a sentença se Toni será ou não deportado.

    Capítulo 175.[V2] Brazil, 1/6/03: Nina conclama as colegas e todas saem para a missa. Manolo se gaba que arranjou um trabalho muito elegante. Nina leva Maria na casa de José Manoel e ela se surpreende ao ver Toni, com o peito enfaixado. Ele abre os olhos e sorri. Maria vai para a missa. Camille é mal recebida na igreja. Ezequiel e Tzipora pedem ajuda de Samuel. Toni aparece no altar, para surpresa de todos, e faz discurso emocionado. Camille é atacada por um bando de mulheres na saída. Samuel tenta defendê-la. Toni coloca-se na sua frente. A polícia leva Toni. O oficial manda que o sargento elimine Toni, mas ele argumenta que seria um escândalo. Marcos, Jacobino e outro advogado, André, chegam para garantir a vida de Toni. O oficial garante que vai iniciar o processo de deportação de Toni. Maria fica horrorizada, pois sabe que, se Toni voltar para a Itália, será morto.

Capítulo 176.[V1] Brazil, 1/7/03: Mira avisa Toni que o julgamento é uma farsa. Genaro volta ao Brasil. O juiz manda que Mira seja deportada imediatamente. O advogado de Toni alega que ele é casado com Camille, tem direito à cidadania brasileira e pede a suspensão do processo de deportação. O juiz exige que a união não seja uma farsa e manda-o de volta à cadeia até que os fatos sejam apurados. Marcos recebe a intimação e se desespera porque perdeu todos os bens de sua família, até a casa de sua mãe, que irá a leilão. Jacobino pede que Maria converse com Camille, pois ela terá que depor e poderá salvar Toni. José Manoel pede que Nina espere mais um pouco até ele tomar uma decisão definitiva que depende de uma carta que ele enviou para a sua família. Justine se recusa a perdoar a dívida de Marcos. Maria conta tudo o que aconteceu a Toni e chora nos braços de Genaro, que se emociona muito. Eulália cuida de Zequinha, que está doente. Samuel insiste em se aproximar de Maria, para emprestar o dinheiro a Marcos. Isabela se arruma toda, quando Bruno aparece. Maria pede que Genaro converse com Camille. A casamenteira leva um pretendente para conhecer Camille, que fica furiosa. Genaro conversa com Camille, mas ela exige que Maria venha pedir de joelhos que ela testemunhe a favor de Toni.
Capítulo 176.[V2] Brazil, 1/7/03: Maurício reúne toda a família e avisa que não vai assinar o documento de transferência. Beatriz surpreende a todos ao concordar com o irmão. Homero promete desarquivar o caso. Constância e Vincenzo ouvem a música. José Manoel promete a Nina que vai mudar. Justine avisa Marcos que já iniciou o processo de cobrança judicial, e, se ele não pagar, a mãe será despejada. Maria garante a Toni que lutará por sua liberdade e que gastará todo o dinheiro que ainda lhe resta. 1934: Getúlio toma posse; Genaro é aplaudido em seus concertos; Bruno canta no rádio; Francisca e Beatriz estão no final da gravidez. Maria se prepara para ouvir a sentença se Toni será ou não deportado. Mira avisa Toni que o julgamento é uma farsa. Genaro volta ao Brasil. Começa o julgamento de Mira.

Capítulo 177.[V1] Brazil, 1/8/03: Genaro vai à pensão, o que deixa Mariusa emocionada. Genaro pede que Maria salve Toni e ela garante não se importar de se ajoelhar aos pés de Camille. Justine está com febre e quando tosse, vê uma mancha de sangue no lenço. Marcos disfarça quando Mariusa cobra o aluguel. Maria se ajoelha e Camille avisa que dará o seu preço. Marcello se apavora quando Beatriz começa a sentir as dores. Constância, Vincenzo e Caterina vão para a fazenda. Nhá Rita teme problemas no parto. Camille pede que Maria desista de Toni, nem mesmo o visite na prisão, senão ela não deporá. Maria vai embora, desarvorada. Samuel garante ao pai que ainda vai se casar com Camille. Nina recusa a amizade de Camille. Beatriz perde sangue e grita muito, para desespero de Marcello. José Manoel se assusta ao receber um telegrama inesperado. Manolo não conta em que negócio está metido. Maria dá dinheiro para o advogado de Toni e pede que Jacobino não conte que é de Genaro. Toni estranha que Maria não tenha vindo visitá-lo e conseguido dinheiro. Genaro não empresta dinheiro a Marcos. Nasce Vincenzo, o filho de Marcello e Beatriz.
Capítulo 177.[V2] Brazil, 1/8/03: O juiz manda que Mira seja deportada imediatamente. O advogado de Toni alega que ele é casado com Camille, tem direito à cidadania brasileira e pede a suspensão do processo de deportação. O juiz exige que a união não seja uma farsa e manda-o de volta à cadeia até que os fatos sejam apurados. Marcos recebe a intimação e se desespera porque perdeu todos os bens de sua família, até a casa de sua mãe, que irá a leilão. Jacobino pede que Maria converse com Camille, pois ela terá que depor e poderá salvar Toni. José Manoel pede que Nina espere mais um pouco até ele tomar uma decisão definitiva que depende de uma carta que ele enviou para a sua família. Justine se recusa a perdoar a dívida de Marcos. Maria conta tudo o que aconteceu a Toni e chora nos braços de Genaro, que se emociona muito. Eulália cuida de Zequinha, que está doente. Samuel insiste em se aproximar de Maria, para emprestar o dinheiro a Marcos. Isabela se arruma toda, quando Bruno aparece. Maria pede que Genaro converse com Camille. A casamenteira leva um pretendente para conhecer Camille, que fica furiosa. Genaro conversa com Camille, mas ela exige que Maria venha pedir de joelhos que ela testemunhe a favor de Toni.

Capítulo 178.[V1] Brazil, 1/9/03: Francisca se preocupa quando Farina afirma que seu filho também será um homem. Maria garante a Camille que largará Toni. Jacobino estranha quando Maria avisa que não vai visitar Toni na prisão. Sílvia vê Humberto e Eulália conversando na fábrica. Jacobino avisa Camille que o depoimento de Ezequiel e Tzipora também serão importantes. José Manoel pede que Nina não vá à sua casa, deixando-a intrigada. Amália, tia de José Manoel, acompanhada da afilhada Adelaide, chegam a São Paulo. Genaro arma confusão para visitar o filho, mas ao ver Toni, recrimina-o por ter sido preso e os dois acabam brigando. Mariusa expulsa Marcos da pensão, mas ele pede um prazo. Tzipora garante a Ezequiel que fará tudo para que Toni seja deportado. O médico avisa Justine que ela precisa mudar de vida. Marcos decide que vai trair Maria. Constância vai ter que ajudar Caterina a ser feliz com o homem que toca música, pois fez promessa quando Beatriz estava mal. Homero sugere a Farina mandar Maurício para o hospício. Francisca começa a sentir as dores. Madalena bate na porta de José Manoel e Amália abre. Samuel dá dinheiro a Marcos, que avisa Maria que existe uma oferta de emprego para ela no hotel. Camille chega para visitar Toni.
Capítulo 178.[V2] Brazil, 1/9/03:  Genaro vai à pensão, o que deixa Mariusa emocionada. Genaro pede que Maria salve Toni e ela garante não se importar de se ajoelhar aos pés de Camille. Justine está com febre e quando tosse, vê uma mancha de sangue no lenço. Marcos disfarça quando Mariusa cobra o aluguel. Maria se ajoelha e Camille avisa que dará o seu preço. Marcello se apavora quando Beatriz começa a sentir as dores. Constância, Vincenzo e Caterina vão para a fazenda. Nhá Rita teme problemas no parto. Camille pede que Maria desista de Toni, nem mesmo o visite na prisão, senão ela não deporá. Maria vai embora, desarvorada. Samuel garante ao pai que ainda vai se casar com Camille. Nina recusa a amizade de Camille. Beatriz perde sangue e grita muito, para desespero de Marcello. José Manoel se assusta ao receber um telegrama inesperado. Manolo não conta em que negócio está metido. Maria dá dinheiro para o advogado de Toni e pede que Jacobino não conte que é de Genaro. Maria decide não visitar Toni.

 

    Capítulo 179.[V1] Brazil, 1/10/03: Toni mostra-se surpreso com a visita de Camille. Ela afirma que vai testemunhar, que sempre esteve do lado dele, que Maria nem vem visitá-lo e até já tem outro homem. Marcos paga o aluguel e os atrasados e Mariusa estranha. Samuel pede que o pai empregue Maria. Madalena se apresenta como a sogra de José Manoel. Amália acusa Nina de ter transformado a casa do sobrinho em um cortiço e as duas quase se engalfinham. José Manoel se recusa a explicar para a tia porque decidiu vender seus bens. A casamenteira leva mais um pretendente e Camille deixa claro que não é uma mercadoria. Samuel garante que agora será fácil seduzir Maria, mas Camille desdenha que não precisa mais dele para ter Toni de volta. Genaro fica perplexo quando Camille avisa que vai voltar com Toni. Nhá Rita faz o parto de Francisca. Farina olha horrorizado para o bebê ao descobrir que é uma menina e é grosseiro com Francisca. Maurício defende a mãe. Eulália se preocupa com a tosse constante de Zequinha. Marcos paga a sua dívida e jura que nunca mais quer ver Justine.

    Capítulo 179.[V2] Brazil, 1/10/03: Toni estranha que Maria não tenha ido visitá-lo e que tenha conseguido dinheiro. Genaro não empresta dinheiro a Marcos. Nasce Vincenzo, o filho de Marcello e Beatriz. Francisca se preocupa quando Farina afirma que seu filho também será um homem. Maria garante a Camille que largará Toni. Jacobino estranha quando Maria avisa que não vai visitar Toni na prisão. Sílvia vê Humberto e Eulália conversando na fábrica. Jacobino avisa Camille que o depoimento de Ezequiel e Tzipora também serão importantes. José Manoel pede que Nina não vá à sua casa, deixando-a intrigada. Amália, tia de José Manoel, acompanhada da afilhada Adelaide, chegam a São Paulo. Genaro arma confusão para visitar o filho, mas ao ver Toni, recrimina-o por ter sido preso e os dois acabam brigando. Mariusa expulsa Marcos da pensão, mas ele pede um prazo. Tzipora garante a Ezequiel que fará tudo para que Toni seja deportado.

Capítulo 180.[V1] Brazil, 1/11/03: Marcos exige o relógio do pai, mas Justine se recusa a entregar. Ele agarra os pulsos dela com firmeza e Justine tem uma crise de tosse, caindo no chão. Mariusa e Isabela olham surpresas quando Camille chega na pensão procurando Maria. Humberto rejeita Sílvia, alegando cansaço. Paulo repreende a patroa por beber e garante que ela ainda é muito bela. Marcos chora abraçado com Justine quando ela conta que vai morrer. Camille promete se vingar se Maria romper o acordo. Mariusa garante a Bruno que vai zelar pela pureza da sobrinha. Caterina ouve a música. Vincenzo descobre uma pegada e promete que vai comparar com os homens do local. Amália finge sufocar e pede que José Manoel tire a placa de “vende-se” da frente da casa e depois vai ao cortiço conhecer Nina. Jacobino avisa Camille que o juiz já marcou o depoimento. Zequinha estraga um rolo de tecido e é despedido. Nina pede que Amália se retire quando ela insiste que a jovem tem outro homem. Marcos procura o médico de Justine e decide que fará tudo para salvá-la. Farina nem quer dar o nome da filha, para tristeza de Francisca. Toni pede que Jacobino descubra porque Maria não aparece para visitá-lo. Maria vai ao hotel e Samuel recebe-a com um sorriso sedutor.
Capítulo 180.[V2] Brazil, 1/11/03: O médico avisa Justine que ela precisa mudar de vida. Marcos decide que vai trair Maria. Constância vai ter que ajudar Caterina a ser feliz com o homem que toca música, pois fez promessa quando Beatriz estava mal. Homero sugere a Farina mandar Maurício para o hospício. Francisca começa a sentir as dores. Madalena bate na porta de José Manoel e Amália abre. Samuel dá dinheiro a Marcos, que avisa Maria que existe uma oferta de emprego para ela no hotel. Camille chega para visitar Toni. Ele mostra-se surpreso com a visita de Camille. Ela afirma que vai testemunhar, que sempre esteve do lado dele, que Maria nem vem visitá-lo e até já tem outro homem. Marcos paga o aluguel e os atrasados e Mariusa estranha. Samuel pede que o pai empregue Maria. Madalena se apresenta como a sogra de José Manoel. Amália acusa Nina de ter transformado a casa do sobrinho em um cortiço e as duas quase se engalfinham. José Manoel se recusa a explicar para a tia porque decidiu vender seus bens.

Capítulo 181 [V1]. Brazil, 1/13/03: Tzipora diz que não pode deixar Toni voltar para Camille. A casamenteira leva mais um pretendente e Camille deixa claro que não é uma mercadoria. Samuel garante que agora será fácil seduzir Maria, mas Camille desdenha que não precisa mais dele para ter Toni de volta. Genaro fica perplexo quando Camille avisa que vai voltar com Toni. Nhá Rita faz o parto de Francisca. Farina olha horrorizado para o bebê ao descobrir que é uma menina e é grosseiro com Francisca. Maurício defende a mãe. Eulália se preocupa com a tosse constante de Zequinha. Marcos paga a sua dívida e jura que nunca mais quer ver Justine. Marcos exige o relógio do pai, mas Justine se recusa a entregar. Ele agarra os pulsos dela com firmeza e Justine tem uma crise de tosse, caindo no chão. Mariusa e Isabela olham surpresas quando Camille chega na pensão procurando Maria. Humberto rejeita Sílvia, alegando cansaço. Paulo repreende a patroa por beber e garante que ela ainda é muito bela. Marcos chora abraçado com Justine quando ela conta que vai morrer. Camille promete se vingar se Maria romper o acordo. Mariusa garante a Bruno que vai zelar pela pureza da sobrinha. Caterina ouve a música. Vincenzo descobre uma pegada e promete que vai comparar com os homens do local. Amália finge sufocar e pede que José Manoel tire a placa de “vende-se” da frente da casa e depois vai ao cortiço conhecer Nina. Jacobino avisa Camille que o juiz já marcou o depoimento. Zequinha estraga um rolo de tecido e é despedido. Nina pede que Amália se retire quando ela insiste que a jovem tem outro homem. Marcos procura o médico de Justine e decide que fará tudo para salvá-la. Farina nem quer dar o nome da filha, para tristeza de Francisca. Toni pede que Jacobino descubra porque Maria não aparece para visitá-lo. Maria vai ao hotel e Samuel recebe-a com um sorriso sedutor.

    Capítulo 181 [V2]. Brazil, 1/13/03: Samuel garante que agora será fácil seduzir Maria, mas Camille desdenha que não precisa mais dele para ter Toni de volta. Genaro fica perplexo quando Camille avisa que vai voltar com Toni. Nhá Rita faz o parto de Francisca. Farina olha horrorizado para o bebê ao descobrir que é uma menina e é grosseiro com Francisca. Maurício defende a mãe. Eulália se preocupa com a tosse constante de Zequinha. Marcos paga a sua dívida e jura que nunca mais quer ver Justine. Marcos exige o relógio do pai, mas Justine se recusa a entregar. Ele agarra os pulsos dela com firmeza e Justine tem uma crise de tosse, caindo no chão. Mariusa e Isabela olham surpresas quando Camille chega na pensão procurando Maria. Humberto rejeita Sílvia, alegando cansaço. Paulo repreende a patroa por beber e garante que ela ainda é muito bela. Marcos chora abraçado com Justine quando ela conta que vai morrer. Camille promete se vingar se Maria romper o acordo.

Capítulo 182 [V1]. Brazil, 1/14/03: Maria reconhece Samuel. Jonathan oferece-lhe um emprego de camareira. Camille visita Toni e insinua que Maria já deve ter conhecido um outro homem. Mariusa avisa Genaro que Maria está pensando em separação. Toni fica surpreso com a revelação do pai. Justine chora quando Marcos garante que pode salvá-la. Nina conta que foi destratada por Amália, deixando José Manoel furioso. Amália mente que adorou Nina e que está louca para revê-la, deixando o sobrinho confuso. Mariusa flagra Bruno e Isabela em carinhos excessivos. Francisca fica arrasada quando Farina avisa que vai viajar. Homero promete trancar Maurício em um hospício para sempre. Sílvia compra um colar com a ajuda de Paulo. Marcos propõe a Justine que os dois morem juntos em um lugar calmo e os dois se beijam. Humberto pretende montar uma casa para Eulália para que eles se encontrem com tranqüilidade. Zequinha dá uma fita de veludo de presente para Eulália, mas ela não aceita. Sílvia se arruma, coloca o novo colar, mas o marido nem nota. Maria mente para Genaro que não quer mais o marido porque ele se meteu com política. Tzipora não aprova o que Camille fez com Maria e garante a si mesma que vai resolver tudo na audiência.
Capítulo 182 [V2]. Brazil, 1/14/03: Mariusa garante a Bruno que vai zelar pela pureza da sobrinha. Caterina ouve a música. Vincenzo descobre uma pegada e promete que vai comparar com os homens do local. Amália finge sufocar e pede que José Manoel tire a placa de “vende-se” da frente da casa e depois vai ao cortiço conhecer Nina. Jacobino avisa Camille que o juiz já marcou o depoimento. Zequinha estraga um rolo de tecido e é despedido. Nina pede que Amália se retire quando ela insiste que a jovem tem outro homem. Marcos procura o médico de Justine e decide que fará tudo para salvá-la. Farina nem quer dar o nome da filha, para tristeza de Francisca. Toni pede que Jacobino descubra porque Maria não aparece para visitá-lo. Maria vai ao hotel e Samuel recebe-a com um sorriso sedutor. Maria reconhece Samuel. Jonathan oferece-lhe um emprego de camareira. Camille visita Toni e insinua que Maria já deve ter conhecido um outro homem. Mariusa avisa Genaro que Maria está pensando em separação.

 

    Capítulo 183[V1]. Brazil, 1/15/03: Uma camareira ensina o trabalho para Maria. O oficial manda Toni se arrumar para a audiência definitiva. Genaro estranha encontrar Maria trabalhando no hotel e mais ainda ao saber que ela não vai ao julgamento. Justine pede que Farina ajude-a a encontrar uma casa no campo e venda todos os seus bens. Humberto fica cismado quando Silvia procura Camille na fábrica. Genaro e Nina agradecem a Camille, mas ela avisa que faz tudo por Toni, com quem vai se casar de novo; e diz que não será amiga deles, já que ficaram do lado de Maria. O juiz reconhece Genaro, de quem é fã, e deixa que ele assista à audiência. Farina convida Malu para ser sua sócia no bordel, não quer que seu nome apareça e promete conseguir o dinheiro para pagar Justine. Camille confirma para o juiz que se casou com Toni por amor e garante que os dois voltarão a viver juntos. Tzipora afirma que o casamento foi uma farsa e que Toni se aproveitou de Camille e depois a traiu. Maria entra no quarto de Samuel, que está acordando. Ele a acha encantadora. Genaro alerta que, se Toni for deportado, será morto pelos fascistas. Ezequiel testemunha que tanto a mulher quanto a filha disseram a verdade. Zequinha acerta Manolo com uma bola, manchando o seu terno. Manolo proíbe Soledad de lavar e passar para fora. Antes de dar o seu veredito, o juiz pede que Genaro se aproxime para que ele faça-lhe uma pergunta.
Capítulo 183[V2]. Brazil, 1/15/03:Toni fica surpreso com a revelação do pai. Justine chora quando Marcos garante que pode salvá-la. Nina conta que foi destratada por Amália, deixando José Manoel furioso. Amália mente que adorou Nina e que está louca para revê-la, deixando o sobrinho confuso. Mariusa flagra Bruno e Isabela em carinhos excessivos. Francisca fica arrasada quando Farina avisa que vai viajar. Homero promete trancar Maurício em um hospício para sempre. Sílvia compra um colar com a ajuda de Paulo. Marcos propõe a Justine que os dois morem juntos em um lugar calmo e os dois se beijam. Humberto pretende montar uma casa para Eulália para que eles se encontrem com tranqüilidade. Zequinha dá uma fita de veludo de presente para Eulália, mas ela não aceita. Sílvia se arruma, coloca o novo colar, mas o marido nem nota. Maria mente para Genaro que não quer mais o marido porque ele se meteu com política. Tzipora não aprova o que Camille fez com Maria e garante a si mesma que vai resolver tudo na audiência. Uma camareira ensina o trabalho para Maria. O oficial manda Toni se arrumar para a audiência definitiva.

 

    Capítulo 184[V1]. Brazil, 1/16/03: Genaro garante ao juiz que o casamento não foi uma fraude e ele decide que Toni não será deportado. Toni agradece a Camille e promete procurá-la. Genaro pede que Toni volte com Maria. Ele garante que nada aconteceu entre eles. Camille procura Maria para contar que Toni está livre e faz ela prometer que vai se manter longe dele, senão manda-o de volta para a cadeia. O sargento reage espantado ao ouvir um integralista comentar com o oficial que, assim que as coisas esfriarem, eles matarão Toni. Marcos pede que Justine devolva o dinheiro das terras para Maria e ela garante que o fará, assim que vender o cabaré. Farina pede que Francisca empreste um pouco do tesouro que o barão deixou. Beatriz ouve tudo e divide a sua preocupação com Maurício, que pede a Zangão que fique de tocaia com ele. Maria avisa Toni que não quer mais viver com ele e sai correndo. Camille assiste a tudo, deliciada. Eulália não aceita o convite de Zequinha para sair e jura ter medo de ficar falada. Amália pega uma ceroula de José Manoel, manda Adelaide fervê-la com três gotas do perfume que usa e depois dar a água para o sobrinho beber, para que ele se apaixone por ela. Toni volta a morar no cortiço. Mariusa divide com Genaro a sua suspeita de que Camille esteja envolvida na separação. Camille se surpreende quando Genaro pergunta se ela fez alguma coisa para separar seu filho de Maria.
Capítulo 184[V2]. Brazil, 1/16/03: Genaro estranha encontrar Maria trabalhando no hotel e mais ainda ao saber que ela não vai ao julgamento. Justine pede que Farina a ajude a encontrar uma casa no campo e venda todos os seus bens. Humberto fica cismado quando Silvia procura Camille na fábrica. Genaro e Nina agradecem a Camille, mas ela avisa que faz tudo por Toni, com quem vai se casar de novo; e diz que não será amiga deles, já que ficaram do lado de Maria. O juiz reconhece Genaro, de quem é fã, e deixa que ele assista à audiência. Farina convida Malu para ser sua sócia no bordel, não quer que seu nome apareça e promete conseguir o dinheiro para pagar Justine. Camille confirma para o juiz que se casou com Toni por amor e garante que os dois voltarão a viver juntos. Tzipora afirma que o casamento foi uma farsa e que Toni se aproveitou de Camille e depois a traiu. Maria entra no quarto de Samuel, que está acordando. Ele a acha encantadora. Genaro alerta que, se Toni for deportado, será morto pelos fascistas. Ezequiel testemunha que tanto a mulher quanto a filha disseram a verdade. Zequinha acerta Manolo com uma bola, manchando o seu terno. Manolo proíbe Soledad de lavar e passar para fora. Antes de dar o seu veredicto, o juiz pede que Genaro se aproxime para que ele lhe faça uma pergunta.

 

    Capítulo 185[V1]. Brazil, 1/17/03: Camille nega ter feito algo para separar Maria e Toni. Manolo exige que Zequinha pague o feijão que comeu. Ele paga, mas pede permissão para namorar Eulália e Manolo proíbe que ele ao menos olhe para a filha. José Manoel toma a água fervida com as suas ceroulas. Francisca combina com Farina pegar parte do tesouro. Maurício, Zangão e Forró flagram os dois. Farina devolve o que tirou, furioso, e Beatriz fica com a chave do alçapão. Caterina não ouve a música. Toni garante a Jacobino que a luta continua. O oficial promete apoio ao integralista. Samuel elogia a beleza de Maria. José Manoel manda a tia parar de empurrar a afilhada para cima dele. Camille pede que Toni volte a ser seu marido de verdade. Eulália manda Zequinha arrumar um emprego e depois, talvez, eles possam namorar. Homero avisa Farina que já está com a ordem de prisão de Maurício e o pedido de avaliação psiquiátrica precisará ser assinado por Francisca. Caterina fica triste quando Constância confirma que Maurício passou a noite em casa, e só pode ser o músico. Homero prende Maurício. Farina finge estar solidário com a mulher. Homero avisa que existe a alternativa dele ser avaliado psiquiatricamente e dá o papel para Francisca assinar. Maurício se desespera ao ser colocado no hospício.
Capítulo 185[V2]. Brazil, 1/17/03: Genaro garante ao juiz que o casamento não foi uma fraude e ele decide que Toni não será deportado. Toni agradece a Camille e promete procurá-la. Genaro pede que Toni volte com Maria. Ele garante que nada aconteceu entre eles. Camille procura Maria para contar que Toni está livre e faz ela prometer que vai se manter longe dele, senão manda-o de volta para a cadeia. O sargento reage espantado ao ouvir um integralista comentar com o oficial que, assim que as coisas esfriarem, eles matarão Toni. Marcos pede que Justine devolva o dinheiro das terras para Maria e ela garante que o fará, assim que vender o cabaré. Farina pede que Francisca empreste um pouco do tesouro que o barão deixou. Beatriz ouve tudo e divide a sua preocupação com Maurício, que pede a Zangão que fique de tocaia com ele. Maria avisa Toni que não quer mais viver com ele e sai correndo. Camille assiste a tudo, deliciada. Eulália não aceita o convite de Zequinha para sair e jura ter medo de ficar falada. Amália pega uma ceroula de José Manoel, manda Adelaide fervê-la com três gotas do perfume que usa e depois dar a água para o sobrinho beber, para que ele se apaixone por ela. Toni volta a morar no cortiço. Mariusa divide com Genaro a sua suspeita de que Camille esteja envolvida na separação. Camille se surpreende quando Genaro pergunta se ela fez alguma coisa para separar seu filho de Maria.

Capítulo 186 [V1]. Brazil, 1/18/03: Um enfermeiro coloca Maurício em uma camisa de força e raspa os seus cabelos. O psiquiatra manda que ele seja levado para a cela forte, pois se debate muito. Maurício recebe eletrochoques. Farina elogia a beleza de Júlia. Zangão se impressiona porque a mulher está tremendo, mas ela nada conta. Toni pede que Maria diga que não o ama mais e ela foge chorando. Samuel provoca Camille por ela estar cantando vitória muito cedo. Concheta e Marieta vêem Eulália chegando de carro. Zequinha arruma emprego como faxineiro de uma barbearia. Soledad nega, mas se preocupa quando Concheta e Marieta comentam que Eulália chegou de carro. José Manoel se despede da firma, mas só contará a Nina, quando realizar tudo que planejou. Beatriz entrega a chave do tesouro para a mãe, magoada. Marcello desconfia de Farina e pede para ler os documentos que o pai assinou junto com o italiano. Farina pega o dinheiro e viaja. Samuel se oferece para ajudar e ser amigo de Maria. Camille convida Toni para encontrar-se no hotel com ela. Genaro se surpreende com a visita de Tzipora. Soledad conta para Manolo o que as mexeriqueiras andam falando e acha que precisam casar a filha. Zequinha resolve cortar o cabelo de um cliente. Tzipora se prepara para contar tudo o que Camille fez.
Capítulo 186 [V2]. Brazil, 1/18/03:  Camille nega ter feito algo para separar Maria e Toni. Manolo exige que Zequinha pague o feijão que comeu. Ele paga, mas pede permissão para namorar Eulália e Manolo proíbe que ele ao menos olhe para a filha. José Manoel toma a água fervida com as suas ceroulas. Francisca combina com Farina pegar parte do tesouro. Maurício, Zangão e Forró flagram os dois. Farina devolve o que tirou, furioso, e Beatriz fica com a chave do alçapão. Caterina não ouve a música. Toni garante a Jacobino que a luta continua. O oficial promete apoio ao integralista. Samuel elogia a beleza de Maria. José Manoel manda a tia parar de empurrar a afilhada para cima dele. Camille pede que Toni volte a ser seu marido de verdade. Eulália manda Zequinha arrumar um emprego e depois, talvez, eles possam namorar. Homero avisa Farina que já está com a ordem de prisão de Maurício e o pedido de avaliação psiquiátrica precisará ser assinado por Francisca. Caterina fica triste quando Constância confirma que Maurício passou a noite em casa, e só pode ser o músico. Homero prende Maurício. Farina finge estar solidário com a mulher. Homero avisa que existe a alternativa dele ser avaliado psiquiatricamente e dá o papel para Francisca assinar. Maurício se desespera ao ser colocado no hospício.

 

    Capítulo 187 [V1,V2]. Brazil, 1/20/03: Um enfermeiro coloca Maurício em uma camisa de força e raspa os seus cabelos. O psiquiatra manda que ele seja levado para a cela forte, pois se debate muito. Maurício recebe eletrochoques. Farina elogia a beleza de Júlia. Zangão se impressiona porque a mulher está tremendo, mas ela nada conta. Toni pede que Maria diga que não o ama mais e ela foge chorando. Samuel provoca Camille por ela estar cantando vitória muito cedo. Concheta e Marieta vêem Eulália chegando de carro. Zequinha arruma emprego como faxineiro de uma barbearia. Soledad nega, mas se preocupa quando Concheta e Marieta comentam que Eulália chegou de carro. José Manoel se despede da firma, mas só contará a Nina, quando realizar tudo que planejou. Beatriz entrega a chave do tesouro para a mãe, magoada. Marcello desconfia de Farina e pede para ler os documentos que o pai assinou junto com o italiano. Farina pega o dinheiro e viaja. Samuel se oferece para ajudar e ser amigo de Maria. Camille convida Toni para encontrar-se no hotel com ela. Genaro se surpreende com a visita de Tzipora. Soledad conta para Manolo o que as mexeriqueiras andam falando e acha que precisam casar a filha. Zequinha resolve cortar o cabelo de um cliente. Tzipora se prepara para contar tudo o que Camille fez.


Capítulo 188 [V1,V2]. Brazil, 1/21/03:  Genaro se surpreende com as revelações de Tzipora. Jacobino elogia o artigo de Toni. Ezequiel teme que Camille jamais perdoe a mãe. Genaro dá uma bronca no filho antes de contar tudo. 
Camille aguarda Toni. O cliente dá um grito ao ver o estrago que Zequinha fez em seu cabelo. Amália pede a Nina que não procure mais o sobrinho e oferece-lhe dinheiro. Adelaide pula no pescoço de José Manoel e dá-lhe um beijo quando ele conta que pediu demissão. Toni recrimina Camille e jura que sente vergonha dela. Ela promete provar que Maria não é santa. Maria chora quando Toni entra correndo no hotel, diz que descobriu todas as mentiras de Camille e beija-a. Nina pede o anel de Amália. Maurício se atira contra as portas e os enfermeiros enfiam a sua cabeça em uma tina de água, para acalmá-lo. Manolo e Soledad vigiam e descobrem que Eulália chega com Humberto. O pai agarra o seu pescoço, mas Soledad insiste que a solução é casá-la. Manolo começa a bajular Zequinha. José Manoel explica para Amália que largou o emprego por causa de Nina e não para casar-se com Adelaide. Farina e Justine assinam os papéis. Camille avisa Samuel que retornarão ao plano anterior. Toni deverá encontrar Maria na cama com Samuel.

 

    Capítulo 189 [V1]. Brazil, 1/22/03:  Manolo, gentilmente, pressiona Zequinha: ou se casa com Eulália ou deixa o quarto. Zequinha aceita, tenta beijar Eulália, mas ela banca a inexperiente, que nem beijar sabe. Caterina sofre por não ouvir mais a música. Júlia estranha ver a avó com uma caixa cheia de cartas. Justine já está com tudo pronto. Marcos sai para arrumar as suas coisas. O oficial lê, furioso, o artigo escrito por Toni. Um gráfico dá-lhe a informação que, no dia seguinte, Toni trabalhará até tarde. Beatriz e Marcello vão ao hospício e ela exige ver o irmão. Maurício chora e pede ajuda à irmã. Marcello observa os enfermeiros que abrem e fecham as celas. O escrivão confidencia para Marcello e Beatriz que Farina pressionou para que o processo fosse reaberto. Marcello propõe ajudar na fuga do cunhado. Justine coloca sapatos novos para caminhar para uma nova vida. Genaro mostra furioso o artigo que Toni escreveu, mas o casal Goldsmith se emociona com as suas idéias. Maria garante que vai ao concerto do sogro, mas ele pede que Toni nem seja avisado. Nina briga com José Manoel por ter sido subornada por Amália e entrega-lhe o anel, pedindo que desapareça. O oficial combina com o integralista a ação contra Toni. Toni ouve a música, entra na sala e chora ao ouvir o concerto de Genaro.
Capítulo 189 [V2]. Brazil, 1/22/03: Camille reitera com Samuel que ele tem que mostrar a Toni que Maria não é santa. Manolo, gentilmente, pressiona Zequinha: ou se casa com Eulália ou deixa o quarto. Zequinha aceita, tenta beijar Eulália, mas ela banca a inexperiente, que nem beijar sabe. Caterina sofre por não ouvir mais a música. Júlia estranha ver a avó com uma caixa cheia de cartas. Justine já está com tudo pronto. Marcos sai para arrumar as suas coisas. O oficial lê, furioso, o artigo escrito por Toni. Um gráfico dá-lhe a informação que, no dia seguinte, Toni trabalhará até tarde. Beatriz e Marcello vão ao hospício e ela exige ver o irmão. Maurício chora e pede ajuda à irmã. Marcello observa os enfermeiros que abrem e fecham as celas. O escrivão confidencia para Marcello e Beatriz que Farina pressionou para que o processo fosse reaberto. Marcello propõe ajudar na fuga do cunhado. Justine coloca sapatos novos para caminhar para uma nova vida. Genaro mostra furioso o artigo que Toni escreveu, mas o casal Goldsmith se emociona com as suas idéias. Maria garante que vai ao concerto do sogro, mas ele pede que Toni nem seja avisado. Nina briga com José Manoel por ter sido subornada por Amália e entrega-lhe o anel, pedindo que desapareça. O oficial combina com o integralista a ação contra Toni. Toni ouve a música, entra na sala e chora ao ouvir o concerto de Genaro.

 

    Capítulo 190 [V1,V2]. Brazil, 1/23/03:  O casal Goldsmith elogia o ensaio. Genaro revela que tocou como se fosse para o filho. Toni, na sombra, chora quando o pai revela que já desistiu dele. Zequinha arma confusão com os homens que espiam Eulália tomar banho e avisa que ela é sua noiva. Manolo e Soledad pedem que o padre case logo a filha e que a cerimônia seja no cortiço. Zequinha estranha quando Manolo avisa que o casamento será daqui a alguns dias. Caterina se queixa com a mãe que Zequinha jamais escreveu uma carta. Júlia acha que deve entregar as cartas que Nhá Rita guarda. José Manoel chega em casa bêbado, devolve o anel para Amália e pede que ela vá embora no dia seguinte. Farina, Justine e Marcos chegam no interior. Ela adora a sua casa nova. Genaro pede a Maria que faça Martininho aprender piano. Samuel se oferece para acompanhar Maria ao concerto, mas ela não aceita. Ele convida Camille, que concorda. No banheiro do restaurante do hotel, escondido, Genaro ouve o oficial e o integralista combinarem o atentado a Toni e sai correndo. A platéia aguarda o concertista. Genaro impede que o filho saia da gráfica, grita para os integralistas que é Toni e é baleado.

Capítulo 191 [V1]. Brazil, 1/24/03:  Toni segura o pai nos braços e conta que ouviu-o tocar. Genaro morre, logo depois de confessar ter orgulho do filho. O oficial leva um susto ao ver Toni vivo. O sargento alerta o oficial que sabe toda a verdade. Camille decide ir ao enterro. Marcos viaja para o funeral. Humberto proíbe as tecelãs e até Eulália, mas todas saem para prestar a última homenagem. No funeral, Mariusa e Malu brigam. Nina se insurge contra os integralistas. Os policiais levantam as armas. Toni abre os braços e manda que eles atirem e eles abaixam as armas. Toni toca piano na despedida do pai. Camille se aproxima, abre os braços, mas ele estende-lhe a mão e sai abraçado com Maria. Nina pede que André ajude-a a encontrar a tia de Tomás e José Manoel fica enciumado. Júlia descobre as cartas de Zequinha para Caterina na caixa de Nhá Rita, que promete entregá-las em breve. Genaro deixou o piano para Martininho, mas ninguém sabe onde estão as suas economias. Camille pede que Samuel deixe um lenço com monograma com Maria. Toni surpreende Samuel e Maria juntos na suíte de Genaro.
Capítulo 191 [V2]. Brazil, 1/24/03: Toni segura o pai nos braços e conta que o ouviu tocar. Genaro morre, logo depois de confessar ter orgulho do filho. O oficial leva um susto ao ver Toni vivo. O sargento alerta o oficial que sabe toda a verdade. Camille decide ir ao enterro. Humberto proíbe as tecelãs e até Eulália, mas todas saem para prestar a última homenagem. No funeral, Mariusa e Malu brigam. Nina se insurge contra os integralistas. Os policiais levantam as armas. Toni abre os braços e manda que eles atirem e eles abaixam as armas. Nina pede que André a ajude a encontrar a tia de Tomás e José Manoel fica enciumado. Júlia descobre as cartas de Zequinha para Caterina na caixa de Nhá Rita, que promete entregá-las em breve. Genaro deixou o piano para Martininho, mas ninguém sabe onde estão as suas economias. Camille pede que Samuel deixe um lenço com monograma com Maria. Toni surpreende Samuel e Maria juntos na suíte de Genaro.

 

    Capítulo 192 [V1,V2]. Brazil, 1/25/03:  Maria explica que Samuel estava só dando os pêsames. Toni percebe que ela está com o lenço de Samuel e manda que ela devolva-o logo. Marcello propõe entrar no hospício, disfarçado, como se trabalhasse na cozinha. Caterina sugere participar também. O delegado Homero ameaça Beatriz. Mariusa avisa que vai vender a pensão. Malu apresenta Sabrina, filha de imigrantes italianos, e Farina sugere fazer um leilão na noite de inauguração do bordel. Paulo observa Humberto e Eulália. Sílvia fica muito triste e aceita sugestão de Paulo para jantar num restaurante. Lá, ela encontra Camille e pede ajuda para descobrir tudo sobre a amante de Humberto. André confessa a Jacobino estar muito interessado em Nina. Amália finge passar muito mal e não vai embora. Justine não conta a Marcos que passou mal à noite. Marcello, Beatriz, Caterina, Zangão e Chiquinho se unem para libertar Maurício. Zangão e Marcello invadem armados a cozinha. Caterina é surpreendida por uma enfermeira.


Capítulo 193 [V1, V2]. Brazil,
 1/27/03: Marcello imobiliza a enfermeira. Caterina veste o uniforme e consegue pegar Maurício. Os enfermeiros interceptam-nos. Os internos ajudam na luta. Maurício foge e se refugia na antiga senzala da fazenda de Vincenzo. Francisca garante a Homero que Beatriz e Marcello não saíram de casa. Malu avisa que a primeira noite de Sabrina será leiloada. Toni se aborrece ao ver que Maria guardou o lenço de Samuel para lavar. Jonathan ganha o leilão. Homero revista a casa de Vincenzo. Caterina foge com Maurício e pede ajuda a Marcos e Justine. Homero ofende Justine, que dá-lhe um tapa. Ele ameaça prendê-la, mas Marcos enfrenta-o. Jonathan paga e tira Sabrina do bordel. Eulália convida Camille para o seu casamento. Sílvia se surpreende ao saber que a amante do marido vai se casar. Jonathan avisa a Samuel que vai se casar com Sabrina. Jacobino e André decidem morar na pensão e Mariusa desiste de vender a casa. Samuel elogia Maria e aproxima-se para beijá-la.

Capítulo 194[V1, V2]. Brazil, 1/28/03: Maria desvia o rosto. Manolo consegue emprego em um cinema para Zequinha. André e Nina combinam ir à antiga casa de Tomás depois do trabalho. José Manoel detesta vê-los juntos. Caterina agradece Justine, a quem promete amizade eterna. Nhá Rita esconde Maurício. Samuel entrega a caderneta bancária de Genaro para Camille, pois se cair na mão de Toni ele ficará rico e tirará Maria do hotel. José Manoel avisa André que ele não vai conseguir nada com Nina. Farina cobra de Vincenzo uma dívida e avisa que, se Caterina não disser onde está Maurício, ele tomará a fazenda. Todos eles se recusam a falar. Farina manda Homero tomar as providências para a expulsão. Francisca oferece uma casa nas terras que foram de seu pai. Caterina ouve a música. Zangão conta que Zequinha havia pedido que ele tocasse todos os dias para ela. Nhá Rita entrega as cartas e garante que não o fez antes porque ela precisava salvar Maurício e manda que ela vá em busca do seu amor. Caterina pede ajuda aos pais para ir ao encontro de Zequinha.

 

    Capítulo 195[V1, V2]. Brazil, 1/29/03: Constância dá dinheiro para Caterina viajar. Soledad aconselha a filha que grite na primeira noite, para que Zequinha não perceba que ela não é mais virgem. Beatriz enfrenta Farina. Francisca impede que o marido bata na filha, embora defenda-o. Justine pede a Caterina que entregue jóias para Maria como devolução pelo que ela pagou pelas terras. Constância e Vincenzo se mudam. Sílvia se arruma para acompanhar Humberto ao casamento de Eulália. Amália e Adelaide vão à cerimônia com José Manoel. Nina convida André para a festa. Jacobino acompanha Mariusa. Caterina se prepara para andar até o cortiço. Farina fica furioso ao ler uma carta que chegou da Itália. Amália insinua que Nina não deveria ficar sozinha com André num quarto. José Manoel tem uma crise de ciúmes. Ezequiel e Tzipora expulsam Jonathan e Sabrina de sua casa. O padre começa o casamento. Caterina interrompe a cerimônia e discute com Zequinha. Jacobino argumenta que só um erro essencial pode impedir o casamento. Sílvia se levanta e conta para todos que Eulália é amante de Humberto.

Capítulo 196[V1, V2]. Brazil, 1/30/03:  Zequinha acaba o casamento pois não perdoa a mentira de Eulália. Caterina manda que ele fique com ela e vai embora. Amália critica tudo e Nina aconselha que José Manoel leve a tia embora, antes que ela a expulse. Zequinha vai dormir no quarto de Mário. Mariusa abriga Caterina. Sílvia manda que Humberto durma em outro quarto. Eulália e Soledad querem se mudar, mas Manolo avisa que seu trabalho não permite. Constância e Vincenzo começam a nova vida plantando milho. Beatriz encontra a carta que Farina recebeu: é de uma mulher que deseja se encontrar com ele. Decide ir a São Paulo procurá-la. Francisca recebe mal Justine, quando ela chega na fazenda procurando Farina. Ela vende as jóias que lhe restam para o italiano. Maria fica feliz ao receber as jóias que Justine lhe enviou. Toni insiste que ela largue o emprego no hotel. Zequinha leva flores para Caterina, que atira-as em sua cara. Humberto demite Eulália. Nina defende-a e ele quer despedi-la também. Camille interfere exigindo que Nina fique e oferece um emprego na confecção para a espanhola. Samuel pergunta a Maria se ela ama Toni de verdade.

 

    Capítulo 197[V1]. Brazil, 1/31/03: Samuel garante que sempre ambicionou ser amado da maneira que Maria ama Toni. Fiorella chega ao hotel procurando por Farina. Beatriz mente que vai ficar uns dias com Constância e viaja. Zangão tira uma peça do carro e Farina se atrasa para pegar o trem. José Manoel conversa com Camille. Nina não entende o que ele está fazendo na fábrica, mas ele faz segredo. Toni quer publicar um novo artigo. Camille quer saber como está o plano e se irrita quando Samuel declara que Maria é uma santa. Pede que ele deixe Maria trabalhando até mais tarde para minar a confiança de Toni.

    Capítulo 197[V2]. Brazil, 1/31/03: Samuel garante que sempre ambicionou ser amado da maneira que Maria ama Toni. Fiorella chega ao hotel procurando por Farina. Beatriz mente que vai ficar uns dias com Constância e viaja. Zangão tira uma peça do carro e Farina se atrasa para pegar o trem. José Manoel conversa com Camille. Nina não entende o que ele está fazendo na fábrica, mas ele faz segredo. Toni quer publicar um novo artigo. Camille quer saber como está o plano e se irrita quando Samuel declara que Maria é uma santa. Pede que ele deixe Maria trabalhando até mais tarde para minar a confiança de Toni. Zequinha começa a trabalhar de lanterninha. Caterina, Mariusa, Bruno e Isabela vão ao cinema. José Manoel vai com Nina e André levar Tomás na casa da tia. Artemísia não é muito receptiva, mas acaba ficando com o menino. José Manoel promete revelar tudo para Nina no dia seguinte. André se declara para Nina, mas ela foge. Caterina e Zequinha se assustam com uma cena do filme, correm e se esbarram, caindo no chão no meio do cinema. Marcello consegue atrasar a viagem de Farina. Beatriz pede ajuda de Maria, que leva-a até o quarto de Fiorella.

Capítulo 198[V1]. Brazil, 2/1/03: Zequinha começa a trabalhar de lanterninha. Caterina, Mariusa, Bruno e Isabela vão ao cinema. José Manoel vai com Nina e André levar Tomás na casa da tia. Artemísia não é muito receptiva, mas acaba ficando com o menino. José Manoel promete revelar tudo para Nina no dia seguinte. André se declara para Nina, mas ela foge. Caterina e Zequinha se assustam com uma cena do filme, correm e se esbarram, caindo no chão no meio do cinema. Marcello consegue atrasar a viagem de Farina. Beatriz pede ajuda de Maria, que leva-a até o quarto de Fiorella.
Capítulo 198[V2]. Brazil, 2/1/03:  Fiorella conta que Farina é procurado por assassinato na Itália, usa nome falso e que ela tem o passaporte verdadeiro dele e que vai querer muito dinheiro para entregá-lo. Maria promete pegar os documentos. Fiorella avisa Farina que pode acabar com a vida dele. Ele se enfurece ao perceber que Beatriz descobriu Fiorella. Maria rouba a pasta e pede que Samuel ajude-a. Farina dá queixa e Jonathan reúne as camareiras. Samuel manda que Maria fique no quarto e aconselha que Farina procure a delegacia. Ele desconversa. Sílvia recebe rosas, mas sem cartão. Paulo convida-a para ir à confeitaria e ela aceita. Nina se assusta ao descobrir que José Manoel está trabalhando como operário na tecelagem. Paulo confessa que ama uma mulher que gosta de outro e insiste em pagar a conta. Nina e José Manoel se beijam e se amam. Farina compra éter e coloca calmantes no lugar de vitaminas em um frasco. Fiorella se alegra quando ele convida-a a ir para o interior com ele. Samuel leva Maria até o cortiço e entrega-lhe a mala. Toni mostra-se enciumado ao vê-los juntos. Beatriz pede que André guarde a pasta. Farina mata Fiorella e depois aborda Beatriz.

Capítulo 199. Brazil, 2/3/03:  Farina praticamente obriga Beatriz a entrar no carro. Ela respira aliviada ao ver que chegou em casa. Farina embebe o lenço de éter, coloca Beatriz desacordada no alçapão e procura os documentos. Ainda grogue, Beatriz insiste não saber dos documentos e Farina deixa-a trancada no porão. Justine sente-se melhor. Marcos promete que vai contar tudo para a mãe, com quem vai se encontrar. Sabrina pega todos os objetos de valor de Jonathan, coloca numa bolsa grande e vai embora. Humberto sugere comprar a dívida de Camille e tirá-la da sociedade e Sílvia promete pensar. Beatriz arranha o chão, mas Farina garante que são ratos. Marcello se preocupa com a demora da esposa. Farina dá tranqüilizantes para Francisca dormir. Constância manda Marcello enviar uma carta para Caterina, que deve ter se encontrado com Beatriz. Nina garante à Madalena que precisa ter certeza de que José Manoel mudou mesmo. Francisca não consegue ficar acordada. Samuel retarda a saída de Maria, e Toni se aborrece. Madalena entrega uma carta para Maria e garante que vai alegrar o seu coração.

 

    Capítulo 200. Brazil, 2/4/03:  Madalena conta que Luiza, a avó de Maria, está viva. Maria se emociona com a carta da avó. Farina insiste que Francisca deve tomar mais remédio para se fortalecer. Beatriz mantém o seu silêncio. Nhá Rita vê nas águas que Beatriz está em um local escuro e sofrendo. Francisca encontra a chave do alçapão em outra gaveta. Maria está decidida a juntar dinheiro e trazer a avó da Itália. Caterina briga com Zequinha, que aparece somente para entregar a carta. Amália adora saber por Madalena que André está interessado em Nina. Samuel atrasa Maria mais uma vez. José Manoel fica muito enciumado quando Amália fala de André e Nina. André vê Tomás e Artemísia na rua pedindo esmolas. Madalena e Nina pedem que o advogado traga Tomás de volta. José Manoel invade o quarto fazendo uma cena de ciúmes e Nina manda que ele a deixe em paz. Toni se chateia porque Maria chegou tarde, mas logo fazem as pazes. Mariusa avisa Zequinha que Caterina vai viajar. No trem, Caterina dá de cara com Zequinha.

Capítulo 201. Brazil, 2/5/03: Zequinha e Caterina se beijam. Humberto propõe continuar amante de Eulália, mas ela não aceita. Leila, a mãe de Marcos, procura-o na pensão e conversa com Mariusa que ouviu rumores de que o filho está com uma prostituta. Nina, José Manoel e André tiram Tomás de Artemísia. Caterina entrega a pasta a Marcello. Maurício acha que ele deve levar ao promotor, mas ele tem certeza de que ela é a garantia de vida de Beatriz. Francisca encontra a chave de novo em outra gaveta e decide não tomar o remédio. José Manoel pede perdão por ter seguido Nina e André, mas ela não aceita. Samuel mente que está com febre e pede que Maria cuide dele. Marcos defende Justine, Leila aceita o romance e concorda em conhecê-la. Samuel agarra Maria de surpresa, coloca-a na cama e beija-a. Toni entra.

 

    Capítulo 202. Brazil, 2/6/03:  Toni sai do quarto. Samuel tenta se explicar com Maria, que lhe dá uma bofetada. Toni não aceita as explicações da mulher e se muda para o cortiço. José Manoel resolve fazer a corte para Adelaide e fazer ciúmes a Nina. Maurício é levado com a pasta para a casa de Vincenzo. Zequinha estranha ter que ajudar Maurício, mas Caterina convence-o. Marcos não encontra a mãe pela manhã. Francisca finge tomar o remédio. Farina oferece uma jóia para que Júlia fique com ele, mas ela sai correndo. Leila chega sozinha na casa de Justine, deixa claro que ela está destruindo a vida do filho e exige que ela abandone Marcos. Nina convence Toni a conversar com a mulher. Samuel procura Maria, se confessa arrependido de ter tramado tudo com Camille pois se apaixonou pela italiana. Ele se aproxima para beijá-la, quando Toni entra.

 

    Capítulo 203. Brazil, 2/7/03:  Toni e Samuel lutam. Toni chama Maria de vagabunda e garante que Martininho será criado por ele. Leila conta que o noivo de sua filha irá romper o noivado por causa da relação de Marcos com uma prostituta. Justine promete abandonar Marcos, faz as suas malas e pede carona a Farina até a cidade. Francisca estranha quando Farina viaja levando a chave do tesouro. Samuel conta tudo para Toni, que argumenta que Maria aceitou a corte. Leila mente para Marcos que precisa voltar para sua cidade e que conhecerá Justine em outra ocasião. Mariusa pressiona e ela desabafa. Justine volta para o bordel, mas Malu deixa claro que quem manda é ela. José Manoel convida Adelaide para sair e pede que ela encontre-o na porta da fábrica. Nina marca sair com André depois do trabalho. Marcos se desespera ao saber que Justine foi embora.

 

    Capítulo 204. Brazil, 2/8/03:  Samuel se ressente por Camille não querer conversar com ele. Nina resolve dividir com José Manoel as suas suspeitas e marca encontro na saída da fábrica. Adelaide espera José Manoel, o que deixa Nina enciumada. José Manoel fica furioso porque ela havia marcado encontro com André. Toni acha que Camille foi a única mulher que o amou de verdade. André beija Nina, que o rejeita. Justine bebe absinto para esquecer as suas mágoas. O telegrafista se lembra que Farina levou Beatriz de carro da estação de trem. Marcello conta tudo para Francisca, que não acredita que o marido possa ser um criminoso. Isabela e Mariusa aguardam ansiosas a apresentação de Bruno no programa da rádio. Malu manda Justine se animar, porque a casa precisa de lucros. Bruno é contratado e fica noivo de Isabela. Marcos chora no ombro de Mariusa e se assusta ao saber que Justine voltou para o bordel. Adelaide beija José Manoel. Nina e Madalena se preparam para ir visitar Maria quando José Manoel chega. Ele jura que só queria provocar ciúmes nela. Ela explica que André estava cuidando da adoção de Tomás. José Manoel propõe acompanhá-las na conversa com Maria. Marcos desaba ao ver Justine no bordel.

 

Capítulo 205. Brazil, 2/10/03: Justine mente que enjoou da vida no campo. Marcos se desespera. Todos riem quando ela garante não ser mulher para casar. Maria conta para Nina como tudo aconteceu. José Manoel faz uma cena ao descobrir que André está morando na pensão. Eulália confessa que entregou o bilhete para Toni a mando de Camille. Nina tenta convencer Toni que Maria é inocente. Soledad descobre que Manolo finge ser o homem-gorila no teatro. Paulo garante a Sílvia que ela jamais ficaria sozinha. Humberto jura a Manolo, Soledad e Eulália que vai se separar da mulher. Beatriz, no porão, está cada vez mais fraca. Nina pressiona Samuel para que conte a verdade a Toni. Ele manda que ela marque o encontro dos dois. Marcos humilha Justine subindo com Olímpia, uma jovem prostituta. Justine tosse muito, cospe sangue e Malu a expulsa. Jonathan avisa ao filho que ele vai perder Camille. Quando Toni chega, Samuel mente que se encontrou com Maria várias vezes. Toni invade a pensão ameaçando tomar seu filho. Maria decide voltar para a Itália.

 

Capítulo 206. Brazil, 2/11/03:  Toni pergunta a Camille se tudo foi uma armadilha, mas ela nega. Samuel insiste que Camille cumpra o trato, mas ela assume que o usou para conseguir Toni. Samuel propõe que Maria refaça a vida ao lado dele, mas ela não aceita, embora o perdoe. Justine aluga o mesmo porão em que Toni morou. Francisca pede a chave do tesouro a Farina, mas ele não dá e ainda a obriga a engolir o remédio. Zequinha ouve a voz de Beatriz saindo de um poço, mas foge pensando ser alma penada. Maurício desconfia que pode ser a irmã. Humberto pede que Camille tire do banco o dinheiro para pagamento dos operários e deixe guardado no cofre da tecelagem. Sílvia estranha quando o marido a convida para ir à ópera. No meio do espetáculo, ele sai alegando estar passando mal, pega o dinheiro na tecelagem, avisa a dois operários que o dinheiro do pagamento vai atrasar e que eles devem fazer uma confusão na porta da tecelagem. Depois, convence Eulália a viajar com ele; Soledad e Manolo vão juntos. Malu avisa Marcos que Justine está mal e deixa o endereço dela. Mariusa conta que a mãe de Marcos procurou Justine no campo e que ela o abandonou por amor. Marcos pede perdão a Justine que, em seus braços, avisa que está morrendo.

 

Capítulo 207. Brazil, 2/12/03:  Justine entrega dinheiro a Marcos para que ele faça uma grande festa de casamento para a irmã. Sílvia se sente mal ao ver que Humberto fez suas malas e partiu. Nhá Rita revela que existe um túnel que deve ligar o poço ao porão. Farina acorda enquanto Júlia procura a chave, tenta agarrá-la, mas ela luta e sai correndo. Marcello e Zangão decidem alcançar o porão através do túnel, mas precisam cavar, porque uma parte desabou. Justine morre nos braços de Marcos. Sílvia denuncia Humberto à polícia. Camille teme perder a casa dos pais. Os operários ameaçam quebrar tudo se não houver pagamento. Jacobino, Nina e Toni acham que é arruaça organizada. Maria embarca no navio e parte para a Itália. Marcello encontra Beatriz desacordada e leva-a embora pelo túnel. Nhá Rita garante que ela vai viver. Homero avisa Farina que jamais vai ajudá-lo caso ele esteja envolvido em um crime. Sílvia promete conseguir dinheiro e pede um prazo para Camille. Toni garante a Camille que vai falar com os operários para que não haja manifestação.

 

Capítulo 208. Brazil, 2/13/03:  Toni se afasta de Camille e sai. Na rua, decide ir até a pensão e fica chocado ao saber que Maria foi embora com o filho para a Itália. No navio, Maria beija Martininho. Farina vai até o porão e descobre que Beatriz fugiu. Nhá Rita tem um pressentimento e pede a Zangão para apanhar uma arma. Neste momento Farina chega armado e agarra Júlia. Farina ordena que Maurício lhe entregue a pasta com os documentos. Francisca, indignada, pede para Zangão atirar em Farina, que cai morto. O delegado Homero quer levar Maurício de volta para o hospício, mas Francisca defende o filho. Caterina conversa com Zequinha e diz para o rapaz que cada um deve seguir seu caminho. Humberto tenta fugir da polícia levando Soledad, Manolo e Eulália. Marcello está disposto a ajudar Zangão, Júlia , Zequinha e Chiquinho Forró a irem embora numa carroça circense. Na porta da tecelagem, os operários estão exaltados por não terem recebido seus salários e fazem uma grande manifestação. Os integralistas se aproveitam da situação para tentar pegar Toni. A polícia chega e começa a correria. Nina tenta impedir que atirem em Toni. José Manoel se joga na frente de Nina e recebe um tiro. A polícia se afasta e José Manoel é levado para o hospital por Nina e Toni. Na Itália, Maria procura um lugar para trabalhar e também sai em busca da avó. Camille diz aos pais que chegou a um acordo com os operários e que Toni vai voltar para ela. Maria finalmente encontra a avó, que emocionada pergunta por Toni. José Manoel passa bem e Nina não resiste mais ao belo português. Amália e Adelaide não se conformam em ver José Manoel com Nina, mas decidem morar na pensão. Camille procura Toni na gráfica. Os dois vão para um hotel e fazem amor.

 

Capítulo 209. Brazil, 2/14/03:  Depois de fazer amor com Toni, Camille se levanta e vai embora do hotel. Nina quer construir uma vida nova com José Manoel. Toni procura Camille e, arrependida, a bela judia conta a Toni a verdade sobre a armação que fez para separá-lo de Maria. Camille ainda entrega a Toni a caderneta de seu pai, Genaro, que tem informações sobre sua herança. A bela judia diz a Toni para ele correr e encontrar Maria, na Itália. Marcello ajuda Zangão, Júlia, Zequinha e Forró a irem embora numa carroça circense. Francisca convida Vincenzo e Constância a viverem na fazenda dela. Maurício se encontra com Caterina e se declara para a bela jovem. Os dois se beijam longamente. Toni embarca para a Itália. Eulália desiste de fugir com Humberto. O delegado Homero consegue prendê-lo. Os espanhóis acabam encontrando Zequinha na estrada. Eulália pede perdão ao rapaz e os dois ficam juntos. Isabela e Bruno se casam. Nina conta a José Manoel que está grávida. Na Itália, Toni procura Maria desesperadamente. Camille se sente livre para amar e dança feliz na festa de aniversário dela. Toni vê a avó de Maria e pergunta onde está a bela italiana. Ele pede perdão a Luiza pelo sofrimento que causou a Maria e ela indica onde está a neta. Toni e Maria se encontram e se beijam apaixonadamente. Anos 40: por causa da Segunda Guerra, Toni e Maria decidem vir para o Brasil. Anos 50: José Manoel e Nina estão com dois filhos e continuando criando Tomás. Nina escreveu um romance sobre a vida na fábrica. Martininho recebe o diploma de médico. Anos 70: o neto de Toni é exilado. Anos 80: o neto de Toni volta para o Brasil. 2001: para alegria de Toni, sua bisneta tem paixão em tocar piano. 2003: Toni passa de ônibus, perto de um parque, e reconhece Camille, pelos olhos, que brinca com uma criança. Maria e Toni caminham felizes por um parque.

Anúncios

4 thoughts on “Esperança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s