Listão: As novelas estrangeiras exibidas no Brasil – Década de 2000!

Matéria escrita por Willian Gonçalves

Apesar do sucesso de algumas produções em diversas emissoras, pode-se dizer que esta década foi a mais frágil na exibição de novelas estrangeiras. A Band atirou para diversos lados, apostando desde dramaturgia portuguesa, sem sucesso, até em dramaturgia juvenil, alcançando um sucesso razoável. Por sua vez, o SBT foi perdendo audiência a cada ano, e no final da década, abandonou sua parceria de anos com a Televisa para apostar em dramaturgia argentina, também sem sucesso. Já a CNT, disposta a aumentar a audiência e a visibilidade da emissora, aposta novamente em uma parceria com a Televisa, rendendo uma audiência relativa. Podemos destacar como fenômeno a telenovela colombiana Betty, a Feia, a qual rendeu diversas batalhas judiciais sobre seus direitos de exibição, onde até mesmo a rede Globo, emissora tradicional que não apostava neste tipo de dramaturgia, resolveu tentar obter os direitos do folhetim, que por fim, ficou nas mãos da até então iniciante RedeTV!, que obteve um ótimo padrão de audiência. Podemos destacar nesta década novelas como A Mentira, Kassandra, Esmeralda, Maria Isabel, Camila, Samantha, Café com Aroma de Mulher, Carinha de Anjo, Rosalinda, Amigas e Rivais, Cúmplices de um Resgate, Betty, a Feia, Joana, a Virgem, Viva as Crianças! – Carrossel 2, Gata Selvagem, Rubi, A Madrasta, Rebelde, A Feia Mais Bela, Chiquititas 2000, Amanhã é Para Sempre e Isa TKM.

DÉCADA DE 2000

O Diário de Daniela (El Diario de Daniela) – SBT, 2000

O Diário de Daniela

Protagonizada por Daniela Luján, Martin Ricca, Yolanda Ventura e Marcelo Buquet, logo mais tarde substituído por Gerardo Murguía, conta a história de Daniela Monroy, uma menina de 10 anos que desde cedo, descobre as coisas boas e as coisas ruins da vida, Após perder sua mãe, assassinada a mando de Helena, Daniela decide fazer com que seu pai e Natalia, uma das empregadas do teatro do qual Henrique é dono, fiquem juntos, o que desperta a fúria de Helena. Paralelo a isso, Daniela e Martin acabam descobrindo o primeiro amor, e juntos, enfrentarão grandes aventuras.

Ficha Técnica:

História Original: Marcela Fuentes-Berain e Fernanda Vilelli
Adaptação: Marcela Fuentes-Berain e Fernanda Vilelli
Produção Executiva: Rosy Ocampo
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 03/01/2000 à 24/04/2000, às 19h35 em 108 capítulos
Tema de abertura: O diário de Daniela – Daniela Luján
Reprises: 2007

Kassandra – SBT, 2000

Kassandra

Protagonizada por Coraima Torres e Osvaldo Ríos, o folhetim conta a história de Kassandra, uma cigana que chega a uma cidade junto com uma companhia circense, e lá, conhece Luís David, um jovem que tem muito haver com seu passado. O que Kassandra não imagina é que na verdade, é herdeira de uma grande fortuna, e ainda recém-nascida, foi entregue por Hermínia aos cuidados de Dorinda, uma velha cigana, para que apenas ela e seus filhos gêmeos, Luis David e Inácio desfrutassem de toda a fortuna de seu marido.

Ficha Técnica:

História Original: Delia Fiallo
Adaptação: Delia Fiallo
Produção Executiva: Hernando Faría e Omar Pin
País de Origem: Venezuela
Emissora Original: RCTV
Exibição no Brasil: 05/01/2000 à 14/07/2000, às 16h00 em 138 capítulos
Tema de abertura: Amor verdadero – Só pra Contrariar
Reprises: Não teve

A Mentira (La Mentira) – SBT, 2000

A Mentira

Protagonizada por Kate del Castillo, Guy Ecker e Karla Álvarez, conta a história das primas Verônica e Virginia, órfãs e criadas pelos tios. Virginia é responsável pela morte de Ricardo Prata, e ao tomar conhecimento da morte do irmão, Demétrio decide se vingar da verdadeira culpada e se aproxima de Verônica, achando ser a mulher que causou a morte de Ricardo. As intrigas de Virginia serão responsáveis por uma verdadeira batalha de amor e ódio entre Verônica e Demétrio.

Ficha Técnica:

História Original: Caridad Bravo Adams
Adaptação: Nora Alemán
Produção Executiva: Carlos Sotomayor
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 08/05/2000 à 03/10/2000, às 20h30 em 132 capítulos
Tema de abertura: Vivendo de passado – Bruno & Marrone
Reprises: 2016

Sigo Te Amando (Te Sigo Amando) – SBT, 2000

Sigo Te Amando

Protagonizada por Claudia Ramírez e Luis José Santander, a novela conta a história de Luiza, uma jovem rica criada por sua avó, dona Paula. Ao se ver completamente na ruína, dona Paula obriga Luiza a se casar com Inácio, um cruel fazendeiro obcecado pela jovem. Após ficar paralitico por culpa de Alberto, irmão de Luiza, Inácio chantageia a jovem que aceita se casar com ele, e partir daí, ela e torna sua prisioneira. Até que um dia ao fugir, Luiza conhece o médico Luis Ángel, e a partir daí, Luiza volta a acreditar no amor.

Ficha Técnica:

História Original: Delia Fiallo
Adaptação: René Muñoz
Produção Executiva: Carla Estrada
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 17/07/2000 à 20/11/2000, às 16h00 em 76 capítulos
Tema de abertura: Teu beijo – Família Lima
Reprises: Não teve

Esmeralda – SBT, 2000

Esmeralda

Protagonizada por Leticia Calderón e Fernando Colunga, conta a história de Esmeralda e José Armando, dois jovens trocados ao nascerem. Esmeralda é filha de Branca e Rodolfo, e ao nascer, foi dada como morta, porém, Dominga, a parteira, ficou sob seus cuidados ao se dar conta de que estava viva, e com si, guarda um par de brincos de esmeralda. Já José Armando é filho de um casal de camponeses que morreram, e ao nascer, foi entregue aos cuidados da família Penha Real, sem que ninguém soubesse de toda a verdade. Agora adultos, Esmeralda e José Armando se apaixonarão, fazendo com que toda a verdade venha à tona.

Ficha Técnica:

História Original: Delia Fiallo
Adaptação: Georgina Tinoco, Dolores Ortega e Luz Orlín
Produção Executiva: Salvador Mejía Alejandre
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 02/10/2000 à 06/03/2001, às 20h30 em 128 capítulos
Tema de abertura: Esmeralda – Harmonia do Samba/Ela é um anjo – Chris Durán
Reprises: 2016 (cancelada antes da estreia)

Maria Isabel (María Isabel) – SBT, 2000

Maria Isabel

Protagonizada por Adela Noriega e Fernando Carrillo, a novela conta a história das etapas da vida de Maria Isabel, uma jovem índia que muda-se para a cidade com sua filha e a filha de sua amiga, Graziela, nos braços, em busca de novas oportunidades. Lá, ela conhece Ricardo Mendiola, um viúvo solitário que faz da jovem uma verdadeira dama da sociedade.

Ficha Técnica:

História Original: Yolanda Vargas Dulché
Adaptação: René Muñoz e Liliana Abud
Produção Executiva: Carla Estrada
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 20/11/2000 à 19/02/2001, às 16h00 em 66 capítulos
Tema de abertura: Sua abertura não foi exibida
Reprises: Não teve

Coração Selvagem (Corazón Salvaje) – SBT, 2000

Coração Selvagem

Anteriormente exibida pela CNT/Gazeta, Coração Selvagem ganhou uma nova exibição através da sessão “Tarde de Amor”, com direito a novas vozes em sua dublagem. Protagonizada por Edith González e Eduardo Palomo, conta a história de duas jovens condessas, Mônica de Altamira e Aimée de Altamira, de personalidades completamente diferentes. Ambas jovens acabam se apaixonando pelo pirata João Alcázar, mais conhecido como João do Diabo.

Ficha Técnica:

História Original: Caridad Bravo Adams
Adaptação: María Zarattini
Produção Executiva: José Rendon
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 04/12/2000 à 12/03/2001, às 17h00 em 70 capítulos
Tema de abertura: Corazón salvaje – Manuel Mijares (Instrumental)
Reprises: Não teve

Olhar de Mulher (Mirada de Mujer) – Record, 2000

Olhar de Mulher

Protagonizada por Angélica Aragon e Ari Telch, conta a história de Maria Inês de San Millan, uma mulher na faixa dos 50 anos, mãe de três filhos e esposa de um marido infiel. Ao ver seu casamento desmoronar por conta de uma jovem mulher, Maria Inês resolver dar nova uma chance ao amor com um rapaz com vários anos mais jovem.

Ficha Técnica:

História Original: Bernardo Romero Pereiro e Mónica Agudelo
Adaptação: Jimena Romero
Produção Executiva: Epigmenio Ibarra e Carlos Payán
País de Origem: México
Emissora Original: TV Azteca
Exibição no Brasil: 05/06/2000 à 28/10/2000, às 21h15 em 126 capítulos
Tema de abertura: Diga – Rosanah Fiengo
Reprises: Não teve

Gotinha de Amor (Gotita de Amor) – SBT, 2001

Gotinha de Amor

Remake da novela brasileira Pingo de Gente (1971), da Rede Record, Gotinha de Amor é protagonizada por Andrea Lagunes, Laura Flores e Alejandro Ibarra. O folhetim conta a história da pequena Isabel, uma menina que foi arranca dos braços de sua mãe, Maria Fernanda, ainda recém-nascida e enviada pra um orfanato. Decidida a ter uma família de verdade, Isabel cria uma certidão de nascimento onde consta que seu pai é Jesus García, um humilde camelô. Acreditando que Isabel é sua filha de verdade, Jesus cria a menina com todo o amor, até que um dia, Maria Fernanda cruza o seu caminho e eles iniciam um romance, sem que Maria Fernanda pudesse imaginar que sua filha está mais perto do que imagina.

Ficha Técnica:

História Original: Raymundo López
Adaptação: Kary Fajer, Alberto Gómez e Alberto Aridjis
Produção Executiva: Nicandro Díaz González
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 22/01/2001 à 10/04/2001, às 19h30 em 67 capítulos
Tema de abertura: O amor é real – Daniela Luján
Reprises: 2012

Camila – SBT, 2001

Camila

Protagonizada por Bibi Gaytán e Eduardo Capetillo, conta a história de Camila, uma jovem índia que vive em um humilde povoado com seu avô, e em uma festa local, ela conhece o empresário Miguel, e ali, surge uma paixão à primeira vista entre os dois, que tempos depois, se casam. Após o rapaz voltar para a capital, Camila fica a espera de notícias de seu marido, e cansada de esperar, chega até a cidade grande, e lá, descobre que Miguel havia se casado com Mônica, uma jovem rica e possessiva.

Ficha Técnica:

História Original: Inés Rodena
Adaptação: Gabriela Ortigoza
Produção Executiva: Angelli Nesma Medina
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 19/02/2001 à 17/06/2001, às 16h45/17h00 em 86 capítulos
Tema de abertura: Camila – Eduardo Capetillo
Reprises: Não teve

Café com Aroma de Mulher (Café, con Aroma de Mujer) – SBT, 2001

Café com Aroma de Mulher

Protagonizada por Margarita Rosa de Francisco e Guy Ecker, conta a história de Teresa Soares, mais conhecida por todos como Gaivota, uma humilde colhedora de café que vive com sua mãe, também colhedora. Em uma de suas colheitas pela fazenda Casablanca, ela conhece Sebastião Vallejo, um dos herdeiros da fazenda, jovem tímido e com dificuldade de se relacionar com as mulheres. Gaivota será capaz de despertar o amor no coração de Sebastião, porém uma série de acasos e intrigas da parte de Ivan, primo de Sebastião, Lucrécia, esposa de Ivan e Lúcia, sua esposa, serão capazes de tudo para mantê-los afastados. A novela foi um verdadeiro fenômeno de audiência no Brasil, sendo responsável pela vinda da atriz Margarita Rosa de Francisco a vários programas da casa.

Ficha Técnica:

História Original: Fernando Gaitán
Adaptação: Fernando Gaitán
Produção Executiva: Pepe Sánchez
País de Origem: Colômbia
Emissora Original: RCN Television
Exibição no Brasil: 05/03/2001 à 03/09/2001, às 20h30 em 139 capítulos
Tema de abertura: Gaivota – Sandra Porto
Reprises: 2005 e 2013

Amigos Para Sempre (Amigos x Siempre) – SBT, 2001

Amigos Para Sempre

Protagonizada por Belinda e Martín Ricca, conta a história de Ana e Pedro, dois amigos que estudam em um colégio interno cheio de regras, onde os meninos e as meninas são separados por um muro. Lá, eles irão aprontar diversas travessuras, mostrando o valor de uma amizade verdadeira e a descoberta do primeiro amor.

Ficha Técnica:

História Original: Palmira Olguin, Martha Olaiz e Irma Ramos
Adaptação: Palmira Olguin e Sergio Schmucler
Produção Executiva: Rosy Ocampo
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 12/03/2001 à 20/07/2001, às 17h30 em 95 capítulos
Tema de abertura: Amigos x siempre – Belinda e Martín Ricca
Reprises: Não teve

Samantha – Record, 2001

Samantha

Protagonizada pela Miss Venezuela do ano de 1996, Alicia Machado e Alejandro Martínez, conta a história de Samantha do Plano, uma jovem que trabalha na fazenda Rincón. Em um dia, um avião cai naquelas terras, era o avião de Luís Alberto Araguren, e rápidamente, Samantha o socorre. Completamente desmemoriado, Luis Alberto acaba se encantando por Samantha e eles começam a se envolver, porém, eles terão que enfrentar obstáculos como Betzaida, uma amiga de sua falecida esposa e também responsável pela morte dela, Raíza, filha dos patrões de Samantha e prometida de Luis Alberto e Anabela, a filha adolescente de Luis Alberto.

Ficha Técnica:

História Original: Vivel Nouel
Adaptação: Vivel Nouel
Produção Executiva: Arnaldo Limansky
País de Origem: Venezuela
Emissora Original: Venevisión
Exibição no Brasil: 02/04/2001 à 11/08/2001, às 21h00 em 114 capítulos
Tema de abertura: Samantha – Alejandro Martínez
Reprises: Não teve

Serafim (Serafín) – SBT, 2001

Serafim

Protagonizada por Jordi Landeta, Maribel Guardia e Eduardo Santamarina, conta a história de Zezinho, um pequeno menino que acaba ganhando um anjo da guarda imaginário chamado Serafim, e juntos, irão enfrentar grandes aventuras e problemas nas mãos dos vilões.

Ficha Técnica:

História Original: José Alberto Castro
Adaptação: Carlos Daniel González e Ricardo Fiallega
Produção Executiva: José Alberto Castro
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 09/04/2001 à 10/07/2001, às 19h15 em 80 capítulos
Tema de abertura: Esta en ti – Marco Antonio Solís
Reprises: Não teve

Por Teu Amor (Por Tu Amor) – SBT, 2001

Por Teu Amor

Protagonizada por Gabriela Spanic e Saúl Lizaso, conta a história de Maria do Céu, uma jovem rica que está noiva de Sérgio Zambrano, mas ao descobrir que sua irmã mais nova, Bruna, está apaixonada por Sérgio, ela abre mão do amor de seu noivo e se entrega ao misterioso Marco Durán, um empresário conquistador. Uma verdadeira batalha de amor e ódio irá dominar a relação de Maria do Céu e Marco Durán.

Ficha Técnica:

História Original: Caridad Bravo Adams
Adaptação: Gabriela Ortigoza
Produção Executiva: Angelli Nesma Medina
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 18/06/2001 à 22/10/2001, às 17h15 em 91 capítulos
Tema de abertura: Por tu amor – Charlie Zaa
Reprises: 2014

Carinha de Anjo (Carita de Ángel) – SBT, 2001

Carinha de Anjo

Protagonizada por Daniela Aedo, Lisette Morelos e Miguel de León, conta a história de Dulce Maria, uma garotinha de 5 anos que foi deixada sob os cuidados da Madre Superiora e da Freira Cecília em um colégio interno de freiras após o falecimento de sua mãe, enquanto seu pai, Luciano, vai viver no exterior por conta da depressão. A única pessoa que vai lhe visitar é sua tia Estefânia, apelidada carinhosamente como Tia Perucas, por conta do seu visual extravagante e o uso de várias perucas coloridas. Quando seu pai volta de viagem na companhia de Nicole, uma jovem interesseira, Dulce Maria decide infernizar a vida da moça e juntar Luciano com Cecília, que se vê dividida entre sua vocação católica e o amor de Luciano. Possui a maior média geral das novelas latinas do SBT na década, e a segunda maior no geral, empatada com Maria do Bairro.

Ficha Técnica:

História Original: Abel Santa Cruz
Adaptação: Kary Fajer e Alberto Gómez
Produção Executiva: Nicandro Díaz González
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 09/07/2001 à 26/02/2002, às 17h15 em 200 capítulos
Tema de abertura: Carita de ángel – Tatiana
Reprises: 2003

Rosalinda – SBT, 2001

Rosalinda

Protagonizada por Thalia e Fernando Carrillo, foi a última novela em que Thalia atuou, até então. Conta a história de Rosalinda Pérez, uma jovem que trabalha em uma floricultura para sustentar seus tios e suas primas, a doce Lúcia e a invejosa Vera. Rosalinda não imagina que na verdade, sua verdadeira mãe é uma ex-presidiária que foi condenada a vários anos de cadeia por um crime que não cometeu. Em uma de suas entregas de flores, Rosalinda conhece Fernando José, um pianista por quem se apaixona a primeira vista. Mas os dois terão que vencer diversos obstáculos para ficarem juntos, já que Fernando José não imagina que a mãe de Rosalinda é a suposta culpada pela morte de seu pai.

Ficha Técnica:

História Original: Delia Fiallo
Adaptação: Carlos Romero e Liliana Abud
Produção Executiva: Salvador Mejía Alejandre
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 23/07/2001 à 13/11/2002, às 18h00 em 82 capítulos
Tema de abertura: Rosalinda – Thalia
Reprises: 2004 e 2013

Abraça-me Muito Forte (Abrázame Muy Fuerte) – SBT, 2001

Abraça-me Muito Forte

Protagonizada por Aracely Arámbula, Fernando Colunga e Victoria Ruffo, conta a história de Cristina, uma jovem rica que se envolve com um pobre peão e acaba engravidando. Frederico, dono de uma fazenda vizinha, está obcecado por Cristina e assassina o peão, para que seu caminho ficasse livre. Após ter a criança, o pai de Cristina a entrega nos braços de Estela, uma empregada da fazenda, e logo após isso, Cristina sofre um acidente de carro e fica cega. Anos mais tarde, Maria do Carmo, a verdadeira filha de Cristina, cresce e se torna uma linda jovem, criada por Estela, a quem pensa ser sua mãe, mas quem sempre lhe deu amor materno foi Cristina, sua “madrinha”. Maria do Carmo acaba sendo alvo das disputas de Carlos Manoel, sobrinho de Frederico,  José Maria, um peão da fazenda e do próprio Frederico, que acaba cometendo terríveis crimes em nome da obsessão que sente pela jovem.

Ficha Técnica:

História Original: Caridad Bravo Adams
Adaptação: Liliana Abud
Produção Executiva: Salvador Mejía Alejandre
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 01/10/2001 à 22/04/2002, às 19h15 em 146 capítulos
Tema de abertura: Abrázame muy fuerte – Juan Gabriel
Reprises: 2013

Preciosa – SBT, 2001

Preciosa

Protagonizada por Irán Castillo e Mauricio Islas, conta a história da jovem e manca Preciosa, que mora em um trailer com uma companhia circense e possuí o grande sonho de se tornar uma grande trapezista como sua falecida mãe foi. Seu caminho acaba se cruzando com o de Luiz Fernando, um cirurgião que fica responsável pela operação de sua perna, mas a relação dos dois vai muito além disso, e um grande amor surge entre os dois, mas que será atrapalhado pela terrível Valéria, uma jovem rica e mimada, que na verdade, se trata de uma irmã de Preciosa.

Ficha Técnica:

História Original: Olga Ruilópez
Adaptação: Alberto Gómez
Produção Executiva: Pedro Damián
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 22/10/2001 à 04/02/2002, às 17h15 em 76 capítulos
Tema de abertura: Girando em el tiempo – Irán Castillo
Reprises: Não teve

A Alma não Tem Cor (El Alma no Tiene Color) – SBT, 2001

A Alma não Tem Cor

Protagonizada por Laura Flores e Arturo Peniche, conta a história de Guadalupe, uma jovem de família falida que é obrigada a se casar com Lisandro, um homem rico que promete tirar a moça e sua família da ruína. Guadalupe e Lisandro acabam se apaixonando e ela engravida do rapaz, mas após a criança nascer, o casamento de Guadalupe e Lisandro desmorona, pois a criança era negra e Lisandro acredita que se trata de um fruto de uma infidelidade. Na realidade, Guadalupe é fruto de seu pai com uma empregada negra da casa, o que explica o fato de sua filha ser negra.

Ficha Técnica:

História Original: Joselito Rodríguez e Alberto Gómez
Adaptação: Alberto Gómez
Produção Executiva: Juan Osorio
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 12/11/2001 à 11/03/2002, às 18h00 em 84 capítulos
Tema de abertura: El alma no tiene color – Laura Flores e Marco Antonio Solís
Reprises: Não teve

 

Maria Belém (María Belén) – SBT, 2002

Maria Belém

Protagonizada por Danna Paola, Nora Salinas e René Laván, conta a história de Maria Belém, uma garotinha que perde seus pais adotivos em um acidente, ficando sob a tutela de seu tio Rogério, um homem cruel que deseja ter a posse da fortuna de seu falecido irmão e sua falecida cunhada. Para isso, ele manda a menina para um colégio interno, onde ela passará por maus bocados nas mãos de Úrsula, a diretora do internato.

Ficha Técnica:

História Original: Julio Porter
Adaptação: Martha Oláiz, Tania Bertrán e Antonio Abascal
Produção Executiva: MaPat López de Zatarain
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 25/02/2002 à 25/06/2002, às 19h30 em 98 capítulos
Tema de abertura: María Belén – Danna Paola e Rabanitos Verdes
Reprises: Não teve

Salomé – SBT, 2002

Salomé

Protagonizada por Edith González e Guy Ecker, conta a história de Fernanda, uma dançarina de um cabaré que nas noites é conhecida por Salomé. Em uma noite, ela conhece Julio Montesinos, um milionário dominado por sua mãe, Lucrécia, a quem deseja ter a todo custo um neto, porém a esposa de Julio encontra-se enferma e por isso é incapaz de conceber um filho. Lucrécia paga Fernanda para que engravide de seu filho, e com isso, ela acaba se apaixonando por Julio. Após ter seu filho, Fernanda resolve não entregar a criança para Lucrécia e foge para outra cidade, levando nos braços mais dois bebês órfãos, e em uma nova cidade, ela resolve recomeçar sua vida, sem revelar qual dos meninos é seu filho com Julio.

Ficha Técnica:

História Original: Arturo Moya Grau
Adaptação: Marcia del Río
Produção Executiva: Juan Osorio
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 11/03/2002 à 07/10/2002, às 18h00 em 151 capítulos
Tema de abertura: Se tu quisieras – Los Temerarios/Se no te hubieras ido – Marco Antonio Solís
Reprises: Não teve

Amigas e Rivais (Amigas y Rivales) – SBT, 2002

Amigas e Rivais

Protagonizada por Michelle Vieth, Angélica Vale, Adamari López e Ludwika Paleta, conta a história de quatro amigas de classes sociais e diferentes dramas: Laura é uma jovem de classe-média baixa que estuda em uma faculdade e trabalha no escritório da família Delaor, e acaba se envolvendo com seu chefe, Roberto Delaor e seu filho, Beto. Nayeli é uma jovem de classe-média, empregada na mansão Delaor, que tem o sonho de ser atriz em Hollywood, e ao imigrar ilegalmente para os Estados Unidos para realizar seu sonho, se vê em uma enrascada após matar em legítima defesa um estuprador. Já Ofélia é uma jovem rica que vê sua vida desmoronar após descobrir ser portadora de HIV. E por último, Helena é uma jovem rica e esnobe, filha de Roberto Delaor, e com o tempo, acaba se refugiando no mundo das drogas. Juntas, todas as quatro jovens aprenderão a superar seus dilemas, e paralelo a isso, terão que enfrentar a maldade de Rosana, madrasta de Helena, uma mulher que fugiu de um hospício, sendo capaz de matar quem seja para atingir seus objetivos.

Ficha Técnica:

História Original: Emilio Larrosa
Adaptação: Alejandro Pohlenz
Produção Executiva: Emilio Larrosa
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 22/04/2002 à 24/02/2003, às 19h30 em 219 capítulos
Tema de abertura: Amigasy rivales – Kabah
Reprises: Não teve

Betty, a Feia (Yo Soy Betty, la Fea) – RedeTv!, 2002

Betty, a Feia

Protagonizada por Ana María Orozco e Jorge Enrique Abello, conta a história de Beatriz, mais conhecida como Betty, uma jovem que não consegue se manter fixa em um emprego por conta de sua má aparência. Ao conseguir um emprego como secretária de Armando Mendonza na Ecomoda, ela acaba se encantando pelo chefe, e se aproveitando disso, Armando começa a seduzir a moça, com o intuito de fazê-la acobertar suas intermináveis burradas, mas o que ele não imaginava, é que iria se apaixonar de verdade pela moça. Mas para ficarem juntos, Betty e Armando terão que enfrentar obstáculos como Marcela, a noiva do rapaz e Patrícia, melhor amiga de Marcela e sua espiã, que pratica diversas provocações contra Betty.

Ficha Técnica:

História Original: Fernando Gaitán
Adaptação: Fernando Gaitán
Produção Executiva: María del Pílar Fernández e Raúl Tinjacá
País de Origem: Colômbia
Emissora Original: RCN Television
Exibição no Brasil: 27/05/2002 à 28/06/2003, às 20h30 em 342 capítulos
Tema de abertura: Se falam de mim – Sarah Regina/Mentiroso – Enrique Iglesias
Reprises: 2004 e 2013

Cúmplices de um Resgate (Cómplices al Rescate) – SBT, 2002

Cúmplices de um Resgate

Protagonizada por Belinda, substituída da metade pro fim por Daniela Luján, e Fabián Chávez, conta a história de Mariana e Silvana, duas adolescentes separadas ao nascer. Mariana cresceu em um vilarejo ao lado de sua mãe, Rosa, uma humilde costureira, enquanto Silvana foi roubada na maternidade por Regina, para dar o golpe da barriga em Orlando, seu marido, e Rosa sempre desconheceu o fato de ter concebido gêmeas. Certo dia, em um show no vilarejo, Silvana conhece Mariana e se impressiona com sua semelhança. Como Silvana tem o sonho de ser cantora, mas sua voz é desafinada, ela propõe a Mariana que elas troquem de lugar numa audição de uma gravadora, e a partir daí, elas se envolverão em diversas enrascadas, principalmente, nas mãos de Regina. A novela é conhecida pela enorme polêmica gerada pela saída de Belinda, que alegou não ter tempo suficiente para se dedicar ao esticamento proposto para a novela, e por isso, Daniela Luján entrou em seu lugar, como se nada houvesse acontecido.

Ficha Técnica:

História Original: María del Socorro González
Adaptação: María del Socorro González
Produção Executiva: Rosy Ocampo
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 25/06/2002 à 24/01/2003, às 19h30 em 144 capítulos
Tema de abertura: Cómplices al rescate – Belinda e Fábian Chávez/Daniela Luján e Martín Ricca
Reprises: 2006

Joana, a Virgem (Juana, la Virgen) – Record, 2002

Joana, a Virgem

Protagonizada por Daniela Alvarado e Ricardo Álamo, conta a história de Joana, uma jovem que ainda é virgem, e após ir em uma consulta em seu ginecologista, descobre estar grávida, tudo porque acidentalmente, recebeu uma inseminação artificial com o sêmen de Maurício De La Vega, um homem rico. A partir desse erro, Joana e Maurício acabam se apaixonando.

Ficha Técnica:

História Original: Perla Farías
Adaptação: Perla Farías
Produção Executiva: Hernando Faría
País de Origem: Venezuela
Emissora Original: RCTV
Exibição no Brasil: 15/07/2002 à 08/03/2003, às 20h30 em 204 capítulos
Tema de abertura: Primeira vez – Leilah Moreno
Reprises: Não teve

Manancial (El Manantial) – SBT, 2002

Manancial

Protagonizada por Adela Noriega e Mauricio Islas, conta a história dos jovens Adriana e Alexandre, filhos de duas famílias rivais, que brigam por conta de uma nascente de um rio que corta suas propriedades. Além deste motivo, Francisca, a mãe de Adriana, é a grande responsável pelas calúnias do pessoal do povoado ao respeito do caráter da jovem e pelo ódio mortal de Margarida, mãe de Alexandre, já que ela era amante de seu marido.

Ficha Técnica:

História Original: Cuauhtémoc Blanco e Victor Manuel Medina
Adaptação: Cuauhtémoc Blanco e Victor Manuel Medina
Produção Executiva: Carla Estrada
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 07/10/2002 à 10/02/2003, às 18h00 em 95 capítulos
Tema de abertura: Amor, Amor, Amor – Luis Miguel
Reprises: Não teve

Viva as Crianças! – Carrossel 2 (¡Vivan los Niños!) – SBT, 2003

Viva as Crianças! - Carrossel 2

Protagonizada por Andrea Lagarreta e Eduardo Capetillo, trata-se de uma nova versão de Carrossel, e não muito diferente da versão original, foi um verdadeiro estouro de audiência. O folhetim conta a história de Lupita, uma jovem professora que chega à escola Pátria Unida, por intermédio de seu padrinho, porteiro da escola, com a missão de dar aulas para a turma do terceiro ano, conhecida pela escola pelo mau comportamento dos alunos. Com o tempo, Lupita desperta o amor e a confiança de seus alunos.

Ficha Técnica:

História Original: Abel Santa Cruz
Adaptação: Kary Fajer e Alberto Gómez
Produção Executiva: Nicandro Díaz González
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 27/01/2003 à 14/10/2003, às 19h30 em 197 capítulos
Tema de abertura: ¡Vivan los Niños! – OV7
Reprises: Não teve

Um Amor de Babá (La Baby Sister) – Record, 2003

Um Amor de Babá

Protagonizada Paola Rey e Victor Mallarino, conta a história de Fabiana Rivera, uma moça que aceita o emprego de babá dos filhos de um milionário. O que ela não imaginava era que seu patrão fosse Daniel Luna, um antigo professor seu da faculdade por quem era apaixonada. Enquanto ele enfrenta uma crise no casamento e sua esposa destrói sua reputação na TV, Daniel começa ver a bela babá com “outros olhos” e surge uma história de amor entre outros. Devido a sua baixa audiência, o folhetim foi cancelado sem menores explicações pela emissora.

Ficha Técnica:

História Original: Juana Uribe
Adaptação: Ana María Lodoño, Jörg Hiller e Camila Misas
Produção Executiva: Andrés Posada
País de Origem: Colômbia
Emissora Original: Caracol Televisión
Exibição no Brasil: 10/03/2003 à 12/04/2003, às 20h15 em 22 capítulos
Tema de abertura: Dímelo – Marc Anthony
Reprises: Não teve

Primeiro Amor… A Mil Por Hora (Primer Amor) – SBT, 2003

Primeiro Amor.... A Mil Por Hora

Protagonizada por Anahí, Kuno Becker, Ana Layevska e Valentino Lanús, trata-se de um remake de Quinze Anos, e também como a original, fez sucesso entre o público. A novela conta a história de Giovana e Marina, duas amigas de diferentes classes sociais que sonham com suas festas de debutantes, e paralelo a isso, encaram diversos tabus como o primeiro amor, envolvimento com drogas e gravidez na adolescência.

Ficha Técnica:

História Original: Jorge Durán Chávez, René Muñoz e Edmundo Báez
Adaptação: María Cervantes Balmori
Produção Executiva: Pedro Damián
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 24/03/2003 à 25/07/2003, às 19h00 em 110 capítulos
Tema de abertura: A mil por hora – Lynda
Reprises: Não teve

Pedro, o Escamoso (Pedro, el Escamoso) – RedeTv!, 2003

Pedro, o Escamoso

Protagonizada por Miguel Varoni e Sandra Reyes, o folhetim é uma espécie de “versão masculina” da novela Betty, a Feia, porém, acabou não sendo bem aceita pelo público da emissora. Conta a história de Pedro, um homem de uma aparência completamente extravagante. Ao descobrir que é herdeiro de uma grande fortuna, decide ir à Bogotá para resgatar sua herança, e lá, conhece Paula, uma fina executiva, que acaba não caindo na lábia de conquistador barato de Pedro. Juntos, eles irão se meter em situações completamente divertidas.

Ficha Técnica:

História Original: Luis Felipe Salamanca e Dago García
Adaptação: Martha Luis Felipe Salamanca e Dago García
Produção Executiva: Luis Felipe Salamanca e Dago García
País de Origem: Colômbia
Emissora Original: Caracol Televisión
Exibição no Brasil: 16/06/2003 à 06/03/2004, às 21h00/20h30 em 228 capítulos
Tema de abertura: Pedro, el escamoso – José Luis Guerra
Reprises: Não teve

No Limite da Paixão (Entre el Amor y el Odio) – SBT, 2003

No Limite da Paixão

Protagonizada por Susana González e César Évora, a novela conta a história de Ana Cristina e Otávio, duas pessoas de mundos diferentes, mas que ao se conhecerem, imediatamente iniciam uma verdadeira batalha de ódio. Os negócios e a fortuna do tio de Otávio fazem com que ele e Ana Cristina se casem, e com isso, nasce o amor verdadeiro entre o casal.

Ficha Técnica:

História Original: Hilda Moralles Allouis
Adaptação: Liliana Abud, Jaime García Estrada e Orlando Merino
Produção Executiva: Salvador Mejía Alejandre
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 28/07/2003 à 26/01/2004, às 19h00/19h30 em 131 capítulos
Tema de abertura: Entre el amor y el ódio – Ángel López
Reprises: Não teve

Poucas, Poucas Pulgas (De Pocas, Pocas Pulgas) – SBT, 2003

Poucas, Poucas Pulgas

Protagonizada por Santiago Mirabent, Natasha Dupeyrón e Ignácio López Tarso, se trata de um remake de Vovô e Eu, mas diferente da original, a novela passou em branco e foi a grande responsável pela queda de audiência da faixa de telenovelas infantis da emissora. Conta a história de Daniel e Alessandra, duas crianças de classes sociais diferentes que vivem grandes aventuras ao lado de um cachorro e ao lado de Julián Montes, um idoso resmungão.

Ficha Técnica:

História Original: Lorena Salazar e Eduardo Quiroga
Adaptação: Martha Oláiz, Tania Bertrán e Antonio Abascal
Produção Executiva: MaPat López de Zatarain
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 29/09/2003 à 24/04/2004, às 20h00/19h30 em 150 capítulos
Tema de abertura: De pocas, pocas pulgas – Elenco infantil
Reprises: Não teve

 

Gata Selvagem (Gata Salvaje) – RedeTv!, 2003

Gata Selvagem

Protagonizada por Marlene Favela e Mario Cimarro, conta a história de Rosaura, uma jovem que se desdobra entre três empregos durante o dia para sustentar seu pai, um homem alcoólatra e sua meia-irmã Karina e sua madrasta, duas mulheres completamente fúteis. Em um certo dia, o avião de Luis Mário Arizmendi cai na fazenda onde a jovem trabalha, e rapidamente, ela o socorre, sendo retribuída com um beijo. A partir daí, Luis Mário passa a apelidar a moça como gata selvagem, o que desperta a fúria da jovem, que logo é sanada pelo amor que nasce entre os dois. Um fato curioso é a completa troca de vozes ocorrida na telenovela. Inicialmente dublada na Herbert Richers/RJ, a RedeTv! passou a dever ao estúdio e por isso teve que mudar para a Dublavídeo/SP, mudando todas as vozes do elenco de dubladores.

Ficha Técnica:

História Original: Alberto Gómez
Adaptação: Omaira Rivero
Produção Executiva: Alfredo Schwarz
País de Origem: Venezuela/Estados Unidos
Emissora Original: Venevisión (Produzida pela Fonovideo)
Exibição no Brasil: 03/11/2003 à 30/11/2004, às 15h40/16h30 em 282 capítulos
Tema de abertura: Instrumental
Reprises: Não teve

Amor Real – SBT, 2004

Amor Real

Protagonizada por Adela Noriega e Fernando Colunga, a novela conta a história de Matilde, uma jovem que contraria as regras da sociedade de sua época e se envolve com Adolfo, um militar de classe baixa. Sua mãe, Augusta, uma mulher fria e prepotente, resolve afastar sua filha e Adolfo, e completamente na ruína, obriga Matilde a se casar com Manuel, um jovem rico pelo qual Matilde não está interessada. Mas com o tempo, o casamento de interesses de Matilde e Manuel acaba se tornando em um amor real e sincero.

Ficha Técnica:

História Original: Caridad Bravo Adams
Adaptação: María Zarattini
Produção Executiva: Carla Estrada
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 05/01/2004 à 17/05/2004, às 13h45 em 96 capítulos
Tema de abertura: Amor real – Sin Bandera
Reprises: Não teve

Olhos d’Água (Olhos de Água) – Band, 2004

Olhos d'Água

Protagonizada por Sofia Alves e Ruy de Carvalho, conta a história das irmãs gêmeas Leonor e Luísa, separadas ainda crianças. Luísa foi adotada por uma família rica e se tornou uma executiva de sucesso e mãe de família. Por sua vez, Leonor mora em uma pequena cidade, e ao se mudar para Lisboa, encontra sua irmã, e a partir daí, uma série de acasos do destino irá reunir novamente essas duas irmãs. Sua exibição no Brasil foi totalmente conturbada, a começar, pela escolha da Band em dublar uma novela portuguesa, o que causou estranheza e certa rejeição nos telespectadores, e por conta de sua baixa audiência, a novela foi escondida nas manhãs da emissora, até que teve sua exibição cancelada, utilizando a desculpa da chegada das Olimpíadas de Atenas.

Ficha Técnica:

História Original: Tozé Martinho
Adaptação: Tozé Martinho
Produção Executiva: NBP
País de Origem: Portugal
Emissora Original: TVI
Exibição no Brasil: 19/01/2004 à 13/08/2004, às 16h00/08h00
Tema de abertura: Olhos d’água – Lelo Andrade
Reprises: Não teve

Menina Amada Minha (Niña Amada Mía) – SBT, 2004

Menina Amada Minha

Protagonizada por Karyme Lozano, Mayrín Villanueva e Ludwika Paleta, conta a história das irmãs Isabel, Diana e Carolina, filhas de Clemente Soriano, um poderoso fazendeiro casado com Karina, uma mulher ambiciosa e sensual. Diante de suas filhas, Clemente aparenta ser um bondoso homem, mas sua máscara cairá quando suas três filhas resolverão se envolver com os homens que Clemente mais odeia. Foi a primeira novela mexicana da Televisa a ser gravada em HD.

Ficha Técnica:

História Original: César Miguel Rondon
Adaptação: Gabriela Ortigoza
Produção Executiva: Angelli Nesma Medina
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 26/01/2004 à 17/05/2004, às 18h30 em 86 capítulos
Tema de abertura: Niña amada mia – Alejandro Fernánez
Reprises: Não teve

A Outra (La Otra) – SBT, 2004

A Outra

Protagonizada por Yadhira Carrillo e Juan Soler, conta a história de duas mulheres idênticas, porém sem nenhuma ligação, sendo elas Carlota e Cordélia. Carlota é filha de Bernarda, uma cruel mulher que tem todo o controle sob a filha. Ela apaixona-se por Álvaro, um jovem médico que acaba sendo afastado da moça por conta das mentiras de Bernarda, ao dizer que Carlota morreu. Álvaro acaba conhecendo Cordélia, e encantado com a semelhança da sensual mulher com a de Carlota, acaba se envolvendo e se casando com ela. O destino e o amor por Álvaro colocará essas duas mulheres frente a frente. Inicialmente, seria exibido um remake da trama protagonizado por Mel Lisboa e Cláudio Henrich, porém, mesmo com a produção avançada, a ideia acabou sendo abortada.

Ficha Técnica:

História Original: Liliana Abud
Adaptação: Orlando Merino e Jaime García Estrada
Produção Executiva: Ernesto Alonso
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 15/03/2004 à 13/08/2004, às 20h30 em 125 capítulos
Tema de abertura: A outra – Michael Sullivan e Anayle
Reprises: 2008 (cancelada horas antes de sua estreia)

Morangos com Açúcar – Band, 2004

Morangos com Açúcar

A trama é uma espécie de “Malhação Portuguesa” e foi protagonizada por Benedita Pereira e João Catarré. A trama adolescente conta a história de Joana, uma jovem que acaba de completar 18 anos, e no dia de sua festa de aniversário, acaba flagrando seu namorado com sua irmã mais velha. Desiludida, ela acaba indo para uma praia e lá se afoga, e no mesmo instante, Pipo passava por ali e a socorre. Tempos depois eles acabam se reencontrando no Colégio da Barra, no inicio de mais um novo ano letivo, e a partir daí, passam a se envolver. Assim como Olhos d’Água, Morangos com Açúcar acabou não dando muito certo, e como sua conterrânea, acabou sendo cancelada com a desculpa da chegada das Olimpíadas de Atenas.

Ficha Técnica:

História Original: Maria João Mira
Adaptação: Maria João Mira
Produção Executiva: NBP
País de Origem: Portugal
Emissora Original: TVI
Exibição no Brasil: 29/03/2004 à 30/07/2004, às 16h00 em 85 capítulos
Tema de abertura: Sabor de morango – Ana Luiza
Reprises: Não teve

Paixões Ardentes (Pasión de Gavilanes) – RedeTV!, 2004

Paixões Ardentes

Protagonizada por Danna García e Mario Cimarro, conta a história dos irmãos Reyes, Juan, Oscar e Franco, que após perderem sua irmã caçula, Líbia, resolvem se vingar da família Elizondo, já que Líbia era amante do patriarca da família. Ao chegarem até a fazenda, eles acabam conhecendo as irmãs Elizondo, Norma, Jimena e Sarita, e planejam usá-las como parte de sua vingança, mas o que os três irmãos não imaginavam é que iriam se apaixonar de verdade pelas jovens irmãs. Teve sua exibição interrompida logo nos dois meses iniciais da trama, já que seu Ibope chegava ao traço com frequência.

Ficha Técnica:

História Original: Julio Jiménez
Adaptação: Julio Jiménez e Rodrigo Triana
Produção Executiva: Hugo León Ferrer e Andrés Santamarina
País de Origem: Colômbia/Estados Unidos
Emissora Original: Caracol Televisión/Telemundo
Exibição no Brasil: 29/03/2004 à 30/06/2004, às 20h15/19h15
Tema de abertura: Temporal de lágrimas – Rionegro & Solimões
Reprises: Não teve

Amy, a Menina da Mochila Azul (Amy, la Niña de la Mochila Azul) – SBT, 2004

Amy, a Menina da Mochila Azul

Protagonizada por Danna Paola, Nora Salinas e Eduardo Capetillo, conta a história de Amy, uma menina órfã que foi encontrada no mar após uma tempestade. Criada por Matias, um velho marujo, Amy se envolve em diversas confusões com meninos mais velhos, por achar ser como um deles. O que Amy não sabe, é que seu verdadeiro pai, um homem milionário, tem pouco tempo de vida e a procura incansavelmente, e que as pistas de seu verdadeiro passado estão dentro da mochila azul que sempre a acompanha.

Ficha Técnica:

História Original: Rubén Galindo Aguilar
Adaptação: Rubén Galindo e Santiago Galindo
Produção Executiva: Rubén Galindo e Santiago Galindo
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 26/04/2004 à 11/09/2004, às 19h30 em 117 capítulos
Tema de abertura: Azul como el Cielo – Danna Paola e Tatiana
Reprises: Não teve

Alegrifes e Rabujos (Alegrijes y Rebujos) – SBT, 2004

Alegrifes e Rabujos

Protagonizada por María Chacón e Miguel Martínez, a novela conta a história de um grupo de crianças que vive perto de uma casa mal-assombrada, onde vive Helga, uma terrível bruxa determinada a espalhar o mal, e para isso, conta com a ajuda de um grupo de crianças malvadas, denominados “rabujos”. Além de lutar contra o mal, os “alegrifes” se meterão em diversas encrencas e aventuras.

Ficha Técnica:

História Original: Palmira Olguin
Adaptação: Palmira Olguin
Produção Executiva: Rosy Ocampo
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 13/09/2004 à 11/02/2005, às 19h30/19h00 em 108 capítulos
Tema de abertura: Alegrifes e rabujos – Elenco infantil
Reprises: Não teve

Rubi (Rubí) – SBT, 2005

Rubi

Protagonizada por Bárbara Mori, Eduardo Santamarina, Jacqueline Bracamontes e Sebastián Rulli, conta a história de Rubi Pérez, uma jovem linda e ambiciosa. Bastante pobre, Rubi decide usar sua beleza como arma principal para subir na vida, e acaba se aproximando de Maribel, uma jovem rica e com uma deficiência em sua perna. Ela acaba se apaixonando sinceramente por Alessandro, um jovem médico, mas ao descobrir que ele é pobre, passa a dar em cima de Heitor, noivo de Maribel. No dia do casamento de Heitor e Maribel, Rubi mostra sua verdadeira face e foge com o noivo da “amiga”, mas a partir daí, o calvário de Rubi começa a ser cavado.

Ficha Técnica:

História Original: Yolanda Vargas Dulché
Adaptação: Ximena Suárez e Virginia Quintana
Produção Executiva: José Alberto Castro
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 14/02/2005 à 13/05/2005, às 19h15 em 71 capítulos
Tema de abertura: La descarada – Reyli Barba
Reprises: 2006 e 2013

A Madrasta (La Madrastra) – SBT, 2005

A Madrasta

Protagonizada por Victoria Ruffo e César Évora, conta a história de Maria, uma mulher condenada a 20 anos de prisão pelo o assassinato de Patrícia, sua amiga, crime este o qual não cometeu. Ao sair da prisão, Maria tem duas determinações: Vingar-se de todos os suspeitos pela morte de Patrícia e recuperar o amor de seus dois filhos, Heitor e Estrela, quem pensam que sua mãe está morta. No meio de tudo isso, Maria acaba voltando a amar nos braços de Estevão, seu ex-marido, e ao mesmo tempo, um dos suspeitos pela crime o qual levou Maria a ser presa. Foram gravados dois finais diferentes para a trama, um onde o assassino era Demétrio (exibido em ambas ocasiões pelo SBT e exibido originalmente pela Televisa), e o outro onde a assassina era Fabíola (exibido somente na reprise de 2007 pela Televisa). Também foi gravado um especial denominado La Madrastra – Años Después, porém, não chegou a ser exibido pelo SBT.

Ficha Técnica:

História Original: Arturo Moya Grau
Adaptação: Liliana Abud
Produção Executiva: Salvador Mejía Alejandre
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 16/05/2005 à 28/10/2005, às 15h15 em 119 capítulos
Tema de abertura: Viveme – Laura Pausine
Reprises: 2013

Rebelde – SBT, 2005

Rebelde

Protagonizada por Anahí, Alfonso Herrera, Dulce María, Christopher Uckermann, Maite Perroni e Christian Chávez, conta a história de Mia, Miguel, Roberta, Diego, Lupita e Giovanni, seis jovens de classes sociais diferentes que estudam no Elite Way School, um colégio interno de prestígio. De diferentes dilemas, no inicio, os seis jovens acabam se estranhando, mas com o tempo, acabam iniciando uma grande amizade, e no caso de Mia, Miguel, Roberta e Diego, acaba se tornando em amor. Contrariando as regras do colégio e seus autoritários pais, os seis jovens acabam formando uma banda de grande sucesso. O sucesso foi tão grande que a banda saiu das telinhas e ficou durante cinco anos ativa, chegando ao fim em 2009. Inicialmente, foi planejado um remake do original argentino para exibição no SBT, chegando a contar com Marisol Ribeiro e Marco Pigossi no elenco, mas acabou tendo somente seu piloto gravado, e mais tarde, optou-se pela exibição do original argentino, até que o SBT decidiu exibir a versão mexicana, que foi um enorme estouro de repercussão entre os jovens da época.

Ficha Técnica:

História Original: Cris Morena e Patricia Maldonado
Adaptação: Pedro Armando Rodríguez, Maria Cervantes Balmori e Alejandra Romero Meza
Produção Executiva: Pedro Damián
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 15/08/2005 à 29/12/2006, às 18h15/17h00/19h00/20h00 em 432 capítulos
Tema de abertura: Rebelde – RBD/Malas Intenciones – Erik Rubín/Plastico – JD Natasha/Solo Quédate en Silencio – RBD/Sálvame – RBD/Nuestro Amor – RBD/Aún Hay Algo – RBD/Trás de Mi – RBD/México, México – RBD/No Pares – RBD/Este Corazón – RBD
Reprises: 2013

Mariana da Noite (Mariana de la Noche) – SBT, 2006

Mariana da Noite

Protagonizada por Alejandra Barros e Jorge Salinas, o folhetim conta a história de Mariana, uma jovem órfã que vive com seu padrasto, o cruel Atílio Montenegro. Todos, até mesmo Mariana, acreditam que a jovem tem uma maldição: Todos os homens por qual Mariana se apaixona, morrem. Mas na verdade, eles são assassinados por Atílio, que é obcecado pela jovem. Paralelo a isso, o forasteiro Inácio chega ao povoado, decidido a vingar-se de Atílio, o responsável pela morte de seus pais, e ao conhecer Mariana, irá desafiar a “maldição” que ronda a jovem e fará de tudo para ser feliz ao seu lado, mas além de Atílio, terá que contar com a intervenção de Márcia, mineira e tia de Mariana, uma mulher jovem e cruel.

Ficha Técnica:

História Original: Delia Fiallo
Adaptação: Liliana Abud
Produção Executiva: Salvador Mejía Alejandre
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 16/01/2006 à 02/06/2006, às 20h30/21h30 em 117 capítulos
Tema de abertura: Yo te recuerdo – Juan Gabriel
Reprises: Não teve

A Feia Mais Bela (La Fea Más Bella) – SBT, 2006

A Feia Mais Bela

Protagonizada por Angélica Vale e Jaime Camil, trata-se de um remake da novela colombiana Betty, a Feia exibida pela RedeTv!, e como a original, foi um verdadeiro fenômeno de audiência e repercussão. O folhetim conta a história de Lety, uma jovem sonhadora e desprovida de beleza, que acaba conseguindo um emprego como secretária de Fernando Mendiola, um playboy mulherengo e inconsequente na Conceitos, uma produtora de comerciais. Após colocar a empresa em risco, Fernando se vê obrigado a seduzir Lety para fazer a jovem falsificar alguns documentos, mas o que Fernando não esperava, era que iria se apaixonar de verdade pela jovem.

Ficha Técnica:

História Original: Fernando Gaitán
Adaptação: Palmira Oguin e Alejandro Pohlenz
Produção Executiva: Rosy Ocampo
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 20/03/2006 à 23/03/2007, às 18h00/18h30/19h00/20h45/21h30/22h00/18h00 em 302 capítulos
Tema de abertura: La fea más bella – Bacilos/Aqui Estaré – Angelica Vale
Reprises: 2014

Laços de Amor (Lazos de Amor) – SBT, 2006

Laços de Amor

Protagonizada por Lucero em um triplo papel, Luis Jose Santander, Juan Manuel Bernal e Orlando Miguel, conta a história das trigêmeas Maria Guadalupe, Maria Fernanda e Maria Paula, que desde crianças, carregam alguns traumas e sequelas. Maria Guadalupe foi separada de suas irmãs por conta de um acidente de carro e foi criada por Ana, sem saber de toda a verdade. Ao mudar-se para a capital, ela conhece Nicolas, um humilde taxista por quem se apaixona. Maria Fernanda acabou ficando cega, mas apesar de ser a que mais sofreu, cresceu doce e ingênua, com o sonho de encontrar novamente Maria Guadalupe. Já Maria Paula saiu ilesa, porém, é fria e diabólica, faz de tudo para impedir o reaparecimento de Maria Guadalupe e manipula Maria Fernanda de todas as maneiras. A trama ficou guardada nos arquivos da emissora por longos dez anos, e ao ter sua exibição, se tornou um fracasso de audiência.

Ficha Técnica:

História Original: Jorge Lozano Soriano
Adaptação: Carmen Daniels e Liliana Abud
Produção Executiva: Carla Estrada
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 03/04/2006 à 07/07/2006, às 14h15 em 70 capítulos
Tema de abertura: Laços de amor – Lucero
Reprises: Não teve

Feridas de Amor (Heridas de Amor) – SBT, 2006

Feridas de Amor

Protagonizada por Jacqueline Bracamontes e Guy Ecker, conta a história de Alessandro Luque, um homem rico e culto que busca vingança sob Gonçalo San Llorente pela morte de seu pai. Gonçalo é um rico empresário o qual não há nenhuma participação no crime. Ao se aproximar da família San Llorente, Alessandro acaba se encantando com Miranda, filha de Gonçalo, uma doce e bela jovem, a qual acaba sendo usada por Alessandro como parte de sua vingança, porém, com o tempo, Alessandro acaba se apaixonando de verdade por Miranda. A trama se trata de um remake de Valéria e Maximiliano, exibida na década de 90 pela extinta manchete, porém, com divresas modificações. Mesmo sendo um fracasso no México, acabou vindo para o Brasil, e não muito diferente de seu país original, acabou fracassando por aqui.

Ficha Técnica:

História Original: Nora Alemán
Adaptação: José Enrique Jiménez, Guillermo Quezada e María Auxilio Salado
Produção Executiva: Roberto Hernández Vázquez
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 14/08/2006 à 29/12/2006, às 15h15 em 100 capítulos
Tema de abertura: Heridas de amor – Ricardo Montaner
Reprises: Não teve

A Vida é um Jogo (El Juego de la Vida) – SBT, 2007

A Vida é um Jogo

Protagonizada por Sara Maldonado, Ana Layevska, Margarita Magaña e Jacqueline García, conta a história de Lorena, Paulina, Fernanda e Daniela, quatro jovens amigas que fazem parte de um time de futebol feminino e ao mesmo tempo, acabam sofrendo desilusões amorosas. Juntas, elas terão que lutar para serem felizes, sem a presença da inveja de Tania e Gina, duas jovens malvadas que são as responsáveis por suas desilusões. Engavetada pelo SBT desde 2001, foi um verdadeiro fiasco de audiência e teve seus 165 capítulos originais compactados em 35.

Ficha Técnica:

História Original: Kátia Ramirez Estrada e Enna Márquez
Adaptação: Kátia Ramirez Estrada e Enna Márquez
Produção Executiva: Roberto Gómez Fernandez
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 01/01/2007 à 12/02/2007, às 20h30 em 35 capítulos
Tema de abertura: El juego de la vida – Twister
Reprises: Não teve

Mundo de Feras (Mundo de Fieras) – SBT, 2007

Mundo de Feras

Protagonizada por Gaby Espino e César Évora, conta a história de Gabriel e Damião, dois irmãos gêmeos que são inimigos mortais. Gabriel é casado com a psicopata Joselyn, uma mulher completamente desequilibrada. Com a chegada de Mariângela em sua mansão, Gabriel acaba se apaixonando pela jovem, o que desperta a ira de Joselyn. O que Joselyn ao sabe, é que Mariângela se trata de sua irmã. Já Damião é casado com Regina, uma mulher frágil e sensível, que sofre com as agressões de seu marido. Damião e Regina são pais de João Cristovão, jovem esse que acaba se apaixonando por Paulina, sua prima, despertando o ódio em seu pai, já que a jovem é filha de seu irmão, seu maior inimigo. A trama se trata de um remake da novela Venezuela Mundo de Fieras, da mexicana Pasión y Poder e da argentina Rolando Rivas, Taxista, uma novela completamente confusa a partir da mistura destas três histórias. Teve seus 120 capítulos originais compactados em 65 pelo SBT por conta de seu enorme fracasso

Ficha Técnica:

História Original: Ligia Lezama, Marissa Garrido, Alberto Migré e Liliana Abud
Adaptação: Liliana Abud
Produção Executiva: Salvador Mejía Alejandre
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 26/03/2007 à 22/06/2007, às 16h30/17h00 em 65 capítulos
Tema de abertura: Antes que te vá – Fabrício e Fabian
Reprises: Não teve

Destilando Amor – SBT, 2007

Destilando Amor

Protagonizada por Angélica Rivera e Eduardo Yañez, a novela conta a história de Gaivota, uma moça que trabalha em produções de tequila e acaba se apaixonando por Rodrigo Montalvo, um homem com dificuldades para se relacionar com outras mulheres. Gaivota e Rodrigo acabam se distanciando e alguns acasos e intrigas tentarão mantê-los longe, até que Gaivota retorna sob a identidade de Mariana Franco, e agora, trabalhando na empresa da família de Rodrigo. Remake de Café com Aroma de Mulher, a trama foi um verdadeiro estouro no México, mas por aqui, foi um fiasco colossal, com medias que variavam de 1 à 2 pontos, sendo a primeira e única novela mexicana a ser cancelada pelo SBT.

Ficha Técnica:

História Original: Fernando Gaitán
Adaptação: Kary Fajer
Produção Executiva: Nicandro Díaz González
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 26/03/2007 à 19/04/2007, às 18h00 em 20 capítulos
Tema de abertura: Por amarte – Pepe Aguilar
Reprises: Não teve

Zorro, a Espada e a Rosa (Zorro, la Espada y la Rosa) – Record, 2007

Zorro, a Espada e a Rosa

Protagonizada por Marlene Favela e Christian Meier, o folhetim trata-se de uma adaptação do clássico Zorro para o formato de telenovela. O folhetim conta a história de Esmeralda, filha do terrível governador da cidade de Nossa Senhora de Los Angeles, que planeja casar sua filha com o terrível comandante Ricardo. Porém, o que ninguém sabe é que Esmeralda está apaixonada por Diego, que para todos, é um homem irresponsável, mas que esconde de todos uma segunda identidade, a de justiceiro destemido, denominado Zorro. A novela começou com índices altos acima dos 10, mas terminou bastante multilada após chegar a índices de até dois pontos.

Ficha Técnica:

História Original: Johnston McCulley
Adaptação: Humberto “Kico” Olivieri
Produção Executiva: Hugo León Ferrer, Patricio Wills e Andrés Santamaría
País de Origem: Estados Unidos
Emissora Original: Telemundo
Exibição no Brasil: 28/05/2007 à 08/10/2007, às 18h00/18h30 em 96 capítulos
Tema de abertura: Amor gitano – Beyoncé e Alejandro Fernandez
Reprises: Não teve

Chiquititas 2007 (Chiquititas 2000) – SBT, 2007

Chiquititas 2007

Protagonizada por Romina Gaetani, Iván Espeche e Camila Bordonaba, é a sexta temporada original de Chiquititas Argentina, essa a qual não teve uma versão brasileira em toda a sequência. Depois de perderem o seu lar, os órfãos encontram um novo lar: o Cantinho de Luz, e a partir de agora, eles tentarão recomeçar ao lado de Luz, a jovem responsável pelos órfãos, que no inicio, era fria e distante deles, mas depois, se torna como uma mãe para eles.

Ficha Técnica:

História Original: Cris Morena e Patricia Maldonado
Adaptação: Patricia Maldonado
Produção Executiva: Cris Morena Group
País de Origem: Argentina
Emissora Original: Telefe
Exibição no Brasil: 20/08/2007 à 18/01/2008, às 19h25/20h00 em 130 capítulos
Tema de abertura: Juntos, Chiquititas – Elenco infantil
Reprises: Não teve

Lalola – SBT, 2008

Lalola

Protagonizada por Carla Peterson e Luciano Castro, conta a história de Lalo Padilla, um playboy mulherengo que acaba se vendo vítima de uma bruxaria por parte de uma de suas conquistas. Em um dia, ao acordar, Lalo se dá conta de que simplesmente virou uma mulher. Com isso, Lalo assume a identidade de Dolores, chamada por todos de Lola, e acaba “assumindo” a vaga que era de Lalo na empresa onde ele trabalhava. Lola se vê em um completo dilema ao se apaixonar por Nando e poder voltar a ser homem.

Ficha Técnica:

História Original: Susana Cardozo e Pablo Lago
Adaptação: Susana Cardozo e Pablo Lago
Produção Executiva: Celina Amadeo
País de Origem: Argentina
Emissora Original: América TV
Exibição no Brasil: 21/01/2008 à 07/06/2008, às 20h15/21h00 em 138 capítulos
Tema de abertura: Enamorada – Miranda!
Reprises: Não teve

Chiquititas 2008 (Chiquititas 2006) – SBT, 2008

Chiquititas 2008

Protagonizada por Jorgelina Aruzzi e Gastón Ricaud, conta a história de Magali, uma fria executiva que guarda algumas mágoas. No passado, ela teve seu filho arrancado de seus braços a mando de seu pai e mandado para um orfanato, com a mentira de que ele havia morrido. Ao descobrir toda a verdade, Magali descobre que seu filho está no Orfanato Modelo Demont, e que pode ser Nando, Anita ou Luana. A partir dessas descobertas, Magali assume uma nova identidade: Lili, uma mulher extrovertida e alegre, que se mete em diversas confusões junto com os órfãos. É uma temporada especial de Chiquititas, gravada para comemorar os dez anos da franquia.

Ficha Técnica:

História Original: Cris Morena
Adaptação: Cris Morena
Produção Executiva: Cris Morena Group e RGB Entretainment
País de Origem: Argentina
Emissora Original: Telefe
Exibição no Brasil: 17/03/2008 à 18/08/2008, às 19h30/18h30 em 111 capítulos
Tema de abertura: Chiquititas 2008 – Jorgelina Aruzzi e Elenco infantil
Reprises: Não teve

Manancial (El Manantial) – CNT, 2008

Manancial

O folhetim exibido anteriormente pelo SBT ganhou uma nova exibição através da CNT por conta do contrato com a emissora e a Televisa. Protagonizada por Adela Noriega e Mauricio Islas, conta a história dos jovens Adriana e Alexandre, filhos de duas famílias rivais, que brigam por conta de uma nascente de um rio que corta suas propriedades. Além deste motivo, Francisca, a mãe de Adriana, é a grande responsável pelas calúnias do pessoal do povoado ao respeito do caráter da jovem e pelo ódio mortal de Margarida, mãe de Alexandre, já que ela era amante de seu marido.

Ficha Técnica:

História Original: Cuauhtémoc Blanco e Victor Manuel Medina
Adaptação: Cuauhtémoc Blanco e Victor Manuel Medina
Produção Executiva: Carla Estrada
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 11/08/2008 à 28/11/2008, às 19h00 em 96 capítulos
Tema de abertura: Amor, Amor, Amor – Luis Miguel
Reprises: Não teve

Sonhos e Caramelos (Sueños y Caramelos) – CNT, 2008

Sonhos e Caramelos

Protagonizada por Nashla Aguiar, Luciano Corigliano, Alessandra Rossaldo e René Strickler, conta a história de Sofia, uma garotinha que mora em uma loja de departamentos junto com seu avô, que é o zelador do lugar. Ela acaba se tornando amiga de Mauricio, o neto da dona da loja, e juntos, eles irão viver diversas aventuras e fantasias. O folhetim se trata de um remake infantil de La Pícara Soñadora.

Ficha Técnica:

História Original: Abel Santa Cruz
Adaptação: Lourdes Barrios, Dolores Ortega e Denise Pfeiffer
Produção Executiva: Carlos Moreno Laguillo
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 10/11/2008 à 17/04/2009, às 19h20/19h00 em 136 capítulos
Tema de abertura: Es tiempo de jugar – Alessandra Rossaldo e Elenco infantil
Reprises: Não teve

Marimar – CNT, 2009

Marimar

O folhetim exibido anteriormente pelo SBT ganhou uma nova exibição através da CNT por conta do contrato com a emissora e a Televisa. Protagonizada por Thalia e Eduardo Capetillo, é a segunda história da “Trilogia de las Marías”. Conta a história de Maria do Mar Pérez, mais conhecida como Marimar, uma jovem que vive numa choupana à beira mar com seus avós e sempre está acompanhada de seu cachorrinho Pulguento. Ela conhece Sérgio Santibañez, um jovem aviador que se torna seu protetor, e a partir daí, ela se apaixona pelo rapaz. Decidido a sair de casa com sua fortuna, Sérgio se casa com Marimar para atormentar Renato, seu pai, e Angélica, sua madrasta que nutre uma paixão secreta pelo enteado.

Ficha Técnica:

História Original: Inés Rodena
Adaptação: Carlos Romero
Produção Executiva: Verónica Pimstein
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 20/04/2009 à 04/09/2009, às 19h20 em 120 capítulos
Tema de abertura: Marimar – Thalia
Reprises: Não teve

A Outra (La Outra) – CNT, 2009

A Outra

O folhetim exibido anteriormente pelo SBT ganhou uma nova exibição através da CNT por conta do contrato com a emissora e a Televisa. Protagonizada por Yadhira Carrillo e Juan Soler, conta a história de duas mulheres idênticas, porém sem nenhuma ligação, sendo elas Carlota e Cordélia. Carlota é filha de Bernarda, uma cruel mulher que tem todo o controle sob a filha. Ela apaixona-se por Álvaro, um jovem médico que acaba sendo afastado da moça por conta das mentiras de Bernarda, ao dizer que Carlota morreu. Álvaro acaba conhecendo Cordelia, e encantado com a semelhança da sensual mulher com a de Carlota, acaba se envolvendo e se casando com ela. O destino e o amor por Álvaro colocará essas duas mulheres frente a frente. Inicialmente, seria exibido um remake da trama protagonizado por Mel Lisboa e Cláudio Henrich, porém, mesmo com a produção avançada, a ideia acabou sendo abortada.

Ficha Técnica:

História Original: Liliana Abud
Adaptação: Orlando Merino e Jaime García Estrada
Produção Executiva: Ernesto Alonso
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 07/09/2009 à 02/04/2010, às 21h00/21h30 em 180 capítulos
Tema de abertura: La outra – Benny Ibarra e Edith Márquez
Reprises: Não teve

Amanhã é Para Sempre (Mañana es Para Siempre) – CNT, 2009

Amanhã é Para Sempre

Protagonizada por Silvia Navarro, Fernando Colunga e Lucero, conta a história de Fernanda e Eduardo, que desde criança, eram apaixonados um pelo outro, mas a maldade de Bárbara Greco foi capaz de separá-los. Bárbara é uma mulher maquiavélica mandada por Artemio Bravo para vingar-se da família Elizalde, e para cumprir seus planos, foi capaz de assassinar a mãe de Fernanda para casar-se com seu pai. Agora adultos, Fernanda e Eduardo terão que enfrentar a maldade de Bárbara e Damião, o ex de Fernanda, para que consigam ser felizes.

Ficha Técnica:

História Original: Mauricio Navas e Guillermo Restrepo
Adaptação: Kary Fajer
Produção Executiva: Nicandro Díaz González
País de Origem: México
Emissora Original: Canal de las Estrellas (Televisa)
Exibição no Brasil: 07/09/2009 à 23/04/2010, às 21h30/22h00 em 163 capítulos
Tema de abertura: Mañana es para siempre – Alejandro Fernández
Reprises: Não teve

Isa TKM – Band, 2009

Isa TKM

Protagonizada por María Gabriela de Faría e Reinaldo Zavarce, conta a história de Isabela Pasqualli, uma adolescente de 15 anos apaixonada por Alex, um guitarrista que namora Cristina, uma menina rica e mimada que não se dá bem com Isa. Com potencial para a música, Isa, Alex, Cristina, Linda e Roy formarão uma banda, apesar das diferenças que alguns deles sentem por um dos outros.

Ficha Técnica:

História Original: Mariela Romero
Adaptação: Mariela Romero
Produção Executiva: Nickelondeon Latinomérica e Sony Pictures Television
País de Origem: Venezuela
Emissora Original: Nickelondeon
Exibição no Brasil: 19/10/2009 à 19/03/2010, às 20h15 em 110 capítulos
Tema de abertura: Vem a bailar – Isa TKM
Reprises: 2011 (Rede Fuso)

Agradecimentos a Telenoveleiros e Mário Henrique Carlassara

Anúncios

23 thoughts on “Listão: As novelas estrangeiras exibidas no Brasil – Década de 2000!

  1. Por mais que eu não tenha assistido quase nenhuma (somente uns capítulos de A Feia Mais Bela e A Madrasta)
    Os protagonistas de Mariana da Noite são o Leon e a Rebeca de A Desonra, por isso que você botou os dois para fazerem par romântico de novo, Willian?
    Paixões Ardentes me lembrou um pouco de Fuego en La Sangre, deve ser remake
    Queria que tivesse uma filial do CNT aqui onde na minha cidade (acho que não tem)
    Parabéns, a lista ficou incrível

    Curtido por 1 pessoa

  2. Rebelde, Salomé, Mundo de Feras, A Vida é um Jogo, Alegrifes e Rabujos, Cúmplices de um Resgate, A Outra, e Amor Real . Minhas favoritas, grandes novelas que o SBT não vai reprisar nunca…

    Curtido por 3 pessoas

  3. Eu vou dizer aqui algumas curiosidades que eu acabei não adicionando no post sobre algumas novelas que quase chegaram a ser exibidas no SBT:

    Em 2001, o SBT comprou um pacote de novelas da Televisa, onde vieram Carinha de Anjo, Rosalinda, Ângela e Ramona, e todas foram dubladas, mas essas duas últimas acabaram por não serem exibidas.
    Em 2005 o SBT transmitiu um institucional onde foram exibidas algumas coisas de Rebelde Way, A Intrusa e Sem Pecado Concebido. Não se sabe o porque, mas nenhuma delas acabou sendo exibidas pelo SBT, apesar de A Intrusa ter sido dublada. Comenta-se que Rebelde Way está sob os direitos da Band e que ela ainda tem planos de exibi-lá.

    Curtido por 3 pessoas

  4. Melhor década ❤ Aí que saudades das tramas infantil Carinha de Anjo, Cúmplices de um Resgate, “Amy, a Menina da Mochila Azul”, Alegrifes e Rabujos, Chiquititas 2007, marcar minha infância, nunca esses remake do SBT chegam aos pés delas <3. E adorei também A Outra, A Madrasta, Rubi, A Feia Mais Bela, Laços de Amor, Rebelde todas me marcaram muito. ❤
    Parabéns pela edição.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s