Diva – Episódio 08

Diva - 3EPISÓDIO 08: BEM-VINDO – PARTE 2

CENA 01: AEROPORTO/EXT./DIA

TRILHA SONORA: Little Bit of Love – Eric Silver

Aviões pousam e decolam em um dia ensolarado. Aeroporto movimentadíssimo. Um carro de luxo estaciona em frente à entrada principal para a descida de Daniela e Fábia, que prontamente entram no aeroporto.

CENA 02: AEROPORTO/SAGUÃO/INT./DIA

Daniela e Fábia caminham entre a multidão.

FÁBIA – Ai, mana, a senhora sabe onde o Aurélio vai desembarcar?

DANIELA – Portão seis.

FÁBIA – Ai, nem pra ser seis-nove… mas vem cá, você fez placas?

DANIELA – Claramente que não. Para que eu vou fazer placa para o meu irmão?

FÁBIA – Quer ver a minha?

Fábia tira uma placa da sua bolsa, e a mostra para Daniela com um sorriso no rosto. Nela está escrito “vem ni mim que eu tô facim“.

DANIELA – Mas o que é isso, Fábia? Parece uma pornô. Mal sabe quem é o meu irmão e já tá de olho nele?

FÁBIA – Eu não fiz pra ele. Eu fiz pra chamar a atenção de algum gringo que estiver dando sopa aqui. Não podemos perder oportunidades, né non?

Daniela ri de Fábia. Logo, as duas voltam a caminhar, procurando pelo portão de desembarque.

CENA 03: AEROPORTO/EXT./DIA

Alguns aviões alçam voo, outros pousam. Um deles ganha destaque.

CENA 04: AEROPORTO/PORTÃO DE DESEMBARQUE/INT./DIA

Daniela e Fábia estão posicionadas de frente para o portão de desembarque. Fábia olha para o lado e vê um homem alto e forte, segurando uma placa onde está escrito “Elisa, bem vinda ao Brasil“. Ela decide se aproximar dele, enquanto é observada por Daniela.

FÁBIA – Muito obrigada.

HOMEM – Oi?

FÁBIA – Oi. E muito obrigada pela recepção, querido. Não está me reconhecendo? Eu mesma, Elisa de Melo.

HOMEM – Lisinha?

FÁBIA – Lisinha. Cortei ondem. Aonde vamos, para o seu apê?

HOMEM – Você está estranha, Elisa. Vamos para a casa da minha vó Lurdinha…

Uma mulher loira, alta e bem vestida se aproxima deles.

MULHER – Antônio?

ANTÔNIO – Lisinha? (aponta p/Fábia) Mas e você—

FÁBIA – Mário?

ANTÔNIO – Mário? Que Mário?

FÁBIA – Aquele que te come no mês de maio.

Antônio e Lisinha encaram Fábia com estranheza, enquanto ela tenta disfarçar a vergonha.

FÁBIA – Desculpa gente, desculpa a confusão…

Fábia se distancia deles, usando os cabelos para esconder-lhes o seu rosto. Ao fundo, eles cochicham. Ao chegar perto de Daniela, Fábia se irrita ao vê-la rindo.

FÁBIA – A senhora quer um tapa ou um soco?

DANIELA – Pronto, parei. Fábia, o que foi aquilo?

FÁBIA – Uma tentativa frustrada de levar alguém pra cama. Acontece… não se pode ganhar todas, né?

Daniela desvia o rosto, tentando esconder uma nova crise de riso de Fábia, mas algo a desconcentra. Ela vê Aurélio saindo do portão de embarque, e solta um largo sorriso.

DANIELA (alegre) – AURÉLIO!

Daniela corre até Aurélio. Ele põe a mala que carrega no chão e permite ser fortemente abraçado pela irmã.

DANIELA – Você não sabe o quanto eu tava morrendo de saudades de você, Aurélio.

AURÉLIO – Sei sim, Daniela, porque eu também tava morrendo de saudades de você.

Corte rápido. Os dois se aproximam de Fábia.

DANIELA – Então… Aurélio, Fábia. Fábia, Aurélio.

AURÉLIO – Muito prazer.

FÁBIA – Mas meu querido, prazer só entre quatro paredes.

DANIELA – Bom, vamos para o carro?

AURÉLIO – Sim, vamos.

DANIELA – Espera, Aurélio. Cadê a Rita? Ela não vinha com você?

AURÉLIO – Houve uns probleminhas lá no aeroporto e ela teve que embarcar em outro voo. Creio eu que hoje à noite ela já esteja aqui no Brasil.

DANIELA – Certo… então vamos…

Um empregado se aproxima dos três e pega a mala de Aurélio. Em seguida, ele fica na frente deles e os conduzem até a saída do aeroporto.

CENA 05: RUAS/EXT./DIA

TRILHA SONORA: É Hoje – Ludmilla

A limousine percorre as ruas da cidade, chamando a atenção dos pedestres. Ela estaciona em frente ao Prédio Glamour para a descida de Aurélio, Daniela e Fábia, que prontamente entram no prédio.

CENA 06: PRÉDIO GLAMOUR/RECEPÇÃO/INT./DIA

Aurélio, Daniela e Fábia chegam ao saguão e se dirigem até Augusto, que se encontra na recepção.

FÁBIA – Esse aqui é o porteiro do prédio, o Augusto.

AUGUSTO – Aurélio?

AURÉLIO – Você me conhece?

AUGUSTO – Aurélio, você é mais conhecido aqui no Brasil que a Thalía e a Gaby Spanic. (estende a mão p/Aurélio) Prazer, Augusto.

AURÉLIO – Imagina, o prazer é meu.

Os dois apertam as mãos. Fábia pensa em fazer um comentário, mas logo é censurada por Daniela.

DANIELA – Vamos subindo. Tchau, Augusto.

AUGUSTO – Tchau…

Eles seguem até o elevador.

CENA 07: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE FÁBIA E JEAN/SALA/INT./DIA

Jean, Jorge, Lucas e Rosilda observam a decoração do apartamento com um sorriso de satisfação no rosto.

ROSILDA (animada) – Amei, gente. Além de profissional do séquisso, também sou profissional de decoração!

JORGE – Profissional do quê? Opa, quanto é o programa?

ROSILDA – Uma mãozada na sua cara e um chute no seu saco, palhaço.

Jean e Lucas se entreolham.

LUCAS – Fiquei meio atordoado com a resposta da Rosilda… olho para ela e não sei o que dizer, apenas sentir…

JEAN – Não é o único. E pode ir se preparando, você ainda vai soltar mais dessas até o fim dessa temporada.

LUCAS – Ai, Jean, por favor, nós não estamos no Girls in the House pra ter temporada aqui.

Tocam à campainha.

JEAN – Deixem que eu atendo. Deve ser a Fábia com o Aurélio e a Daniela.

Jean atende a porta. São Aurélio, Daniela e Fábia. Todos vibram com a chegada de Aurélio, que sorri.

FÁBIA – Chegamos, meu povo.

DANIELA – Oi gente, esse é o meu irmão Aurélio, ele acabou de chegar.

AURÉLIO – É um prazer conhecer todos vocês.

Aurélio e Jean trocam um aperto de mão.

JEAN – Prazer, Aurélio. Eu sou o Jean, eu divido esse apartamento com a Fábia. Já lhe adianto que, ao contrário dela, eu sou uma pessoa boa e pura.

FÁBIA – Tão pura quanto a água do rio Tietê.

Todos riem de Fábia. Jean encara Fábia seriamente, mas não resiste em esboçar um sorriso.

AURÉLIO (rindo) – Ah, eu também sou uma pureza de pessoa.

ROSILDA – Se vocês são a pureza, eu sou a fonte. Prazer, Rosa.

AURÉLIO – O prazer é todo meu, Rosa.

Aurélio cumprimenta Rosilda beijando-lhe a mão. Em seguida, Aurélio cumprimenta Lucas com um aperto de mão.

LUCAS – Prazer, Lucas.

AURÉLIO – O prazer é meu, Lucas.

JORGE – Prazer, Aurélio, Jorge. Olha, eu não sou Sherazade, mas posso te deixar interessadíssimo em mim por mil e uma noites.

FÁBIA – Mas você é uma pu pu tá tá mesmo, viu?

Novamente, todos riem de Fábia.

ANOITECE…

CENA 08: PRÉDIO GLAMOUR/HELIPONTO/EXT./NOITE

Um helicóptero vem decolando até pousar no heliponto do prédio. Assim que o motor do helicóptero é desligado, uma das portas são abertas para a descida de uma mulher morena, alta, ryca e muito elegante. É Rita. Ela sorri para a câmera.

RITA – Não é uma estrela, é o meu brilho natural.

A câmera muda o ângulo, passando a focar as costas de Rita, que caminha na direção de Daniela e Fábia, sorridentes.

DANIELA – Rita, amada. Que saudades da senhora.

A câmera passa a focar as duas de perfil. Elas trocam beijos no rosto.

RITA – E ela, quem é?

DANIELA – Fábia, minha amiga.

RITA – Amiga da Daniela é minha amiga também. Prazer, Fábia.

FÁBIA – Adoro. Prazer, Rita.

As três continuam conversando.

CENA 09: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE BRUNA E PAULO/QUARTO DE BRUNA/INT./NOITE

Bruna está toda produzida, arrumando os detalhes do seu look em frente ao espelho. Paulo entra no quarto e surpreende-se ao ver a amiga assim.

PAULO – Vai a alguma festa, Bruna?

BRUNA – Claramente que sim, mana. Não está sabendo da festa do ano?

PAULO – Festa do ano? Mas o seu aniversário é daqui a 24 dias…

BRUNA – O seu que é daqui a 24 dias, sua bicha burra.

PAULO – Ai, é verdade…

BRUNA – Bicha, a senhora é lesada mesmo, viu, viado? Hoje vai ter uma festa no apartamento da vizinha, chegou um parente novo no pedaço.

PAULO – Ah sim, sei disso sim. Mas vem cá, essa festa não é lá no apartamento de Fábia? Mas vocês não são—

BRUNA – Não é porque nós somos inimigas que eu não posso ir na casa dela.

PAULO – Me desculpa, mas isso é pedir pra levar na cara.

BRUNA – A única porrada na cara que eu quero levar é aquela que—

PAULO – Não precisa completar, eu já entendi. Mas o que você pretende fazer lá?

BRUNA – Não parece óbvio? Eu vou dar em cima do irmão da Daniela.

Bruna sorri.

CENA 10: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE FÁBIA E JEAN/QUARTO DE FÁBIA/INT./NOITE

Daniela e Fábia estão todas produzidas, se olhando no espelho.

FÁBIA – Ai, tô linda, parecendo uma Barbiezinha.

DANIELA – E adoro. Vamo causar, mana?

FÁBIA – Ai, vamo. Causar e ceder, ok. Mas olha, nós já buscamos o Aurélio no aeroporto, já anoiteceu, a Rita já chegou divando e a senhora ainda não me contou como terminou esse remake de “Meninas Malvadas”.

DANIELA – Então senta porque lá vem história…

Daniela se senta na cama e dá um leve empurrão em Fábia, fazendo-a sentar na cama também. A cena clareia repentinamente.

[FLASHBACK] CENA 11: COLÉGIO ESCOLHAS/SALA/INT./MANHÃ

Daniela é jogada contra a parede por um jovem, vestindo um uniforme de jogador de basquete e ostentando uma faixa de capitão. Os dois se beijam vorazmente, e vez ou outra escapam gemidos de prazer. O momento é interrompido por Armando, que abre a porta da sala com força, assustando os amantes.

DANIELA – Armando?

ARMANDO – Mas o que significa isso?

Daniela e o homem se entreolham, surpresos.

HOMEM (irônico) – Duas pessoas se beijando. Nunca viu não, Armando?

ARMANDO (irado) – Isso se chama traição, Rodrigo! Cara, logo você, meu brother, por que você foi fazer isso comigo? Me diz, Daniela, por que você me traiu?

DANIELA – Mas eu nunca deixei de te namorar, Armando.

ARMANDO – E se alguém descobre, como fica a minha reputação? Vocês não podiam ter me traído…

DANIELA – Ninguém vai descobrir, Armando. Eu sou poderosa, tenho poder. E mesmo se descobrirem, não vai ser nada além do que a pura e simples justiça. Você aí se lamentando porque eu estou beijando o seu amigo, mas quantas vezes você não fez o mesmo com as garotas da sua sala?

ARMANDO – Não muda de assunto—

DANIELA – Eu não tô mudando de assunto. Que moral você tem pra me condenar por ter beijado o seu amigo se você já TRANSOU com aquela líder de torcida peituda aqui mesmo nessa sala? Se duvidar, você deve ter ficado até com professora.

Alguns segundos de silêncio.

DANIELA – Se isso vazar, você tem mais a perder do que qualquer um de nós. É melhor a gente ficar bem.

ARMANDO (irritado) – Estamos bem. Desde que isso não interfira na minha imagem.

Daniela sorri para Armando. Os dois trocam um beijo e, em seguida, ela sai da sala, deixando Armando e Rodrigo a sós em cena. Os dois amigos se entreolham.

ARMANDO – Ela sabe de todas as minhas traições, Rodrigo?

Rodrigo afirma com a cabeça.

ARMANDO – Ela sabe que nós já ficamos?

RODRIGO – Não, disso ela não sabe. Esse continua sendo um segredo só nosso.

Armando e Rodrigo trocam um beijo. Em seguida, ele sai da sala, deixando Armando sozinho em cena.

[FLASHBACK] CENA 12: COLÉGIO ESCOLHAS/BANHEIRO MASCULINO/INT./MANHÃ

Paulo se olha no espelho do banheiro, sorrindo para o próprio reflexo.

PAULO – A sua vitória, Paulo… a sua vitória…

Um barulho faz Paulo olhar para a porta do banheiro. É Daniela, que havia invadido o banheiro masculino e estava trancando a porta. Em seguida, ela começa a chutar todas as cabinas, certificando-se de que elas estão vazias.

PAULO – O que é isso, garota? Esse é o banheiro masculino, sabia?

DANIELA – Cala a boca, sua palhaça, porque a minha mão vai voar e decolar na sua cara!

Paulo tenta responder a Daniela, mas ela o segura pelo pescoço e o joga contra a pia, encostando sua cabeça no espelho.

DANIELA – Eu já sei de tudo, sua vadia. Eu sei que foi você quem me delatou pro Armando.

PAULO – Mentirosa! Você não tem como provar as suas calúnias!

DANIELA – Eu não, mas a minha amiga tem. Ela viu você me delatando naquele papelzinho e jogando ele pro Armando. Não adianta negar. Mas agora, nós vamos acertar as nossas contas. Só eu e você!

Daniela e Paulo se encaram.

PAULO – Me solta, sua louca!

Paulo consegue se soltar de Daniela, mas ela não o deixa ir muito longe. A moça puxa Paulo pelo braço e o joga contra uma das cabines.

DANIELA – A única louca aqui é você, sua vadia! O que é, achou que conseguiria me separar do Armando desse jeito, é? Pois saiba que você não conseguiu! E mesmo se conseguisse, você acha que ele se interessaria por você? Olha, querida, mesmo se você ficasse nua na frente do Armando, ele não ia te notar. Na verdade, eu acho que ele sentiria asco…

Abaladíssimo, Paulo se levanta do chão, corre até a porta, a destranca, abre e sai correndo.

DANIELA – Rala, sua mandada!

Rindo, Daniela se retira do banheiro.

[FLASHBACK] CENA 13: COLÉGIO ESCOLHAS/CORREDOR/INT./MANHÃ

Ainda abalado, Paulo está conversando com uma garota no corredor. De repente, algo lhes chama a atenção.

SLOWMO: Armando e Daniela passam de mãos dadas por Paulo, de modo que Daniela novamente o empurre com o ombro.

CÂMERA NORMAL: Armando e Daniela param do lado de Paulo e trocam um beijo. Irado, Paulo os observa.

DANIELA (off) – Dizem que os mais espertos se dão bem… concordo. Os mais fortes sobrevivem. Já os mais fracos colhem sua própria ilusão. Hoje, o que importa é a popularidade… todo o resto, às vezes, é uma perfeita ilusão.

Paulo volta a conversar com a garota.

GAROTA – Você ainda não me contou, Paulo, o que aconteceu?

PAULO – Eu perdi a batalha…

A cena clareia rapidamente.

CENA 14: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE FÁBIA E JEAN/QUARTO DE FÁBIA/INT./NOITE

Fábia fica boquiaberta com o que ouve de Daniela.

FÁBIA – Posso falar? Não vou mentir, adoro. Um pisão desses.

DANIELA – Bons tempos de colegial…

FÁBIA – E depois, como ficou a sua relação com o Armando?

DANIELA – Ah, continuou do mesmo jeito. Toda vez que eu descobria uma traição dele, eu corria pros braços do Rodrigo e aumentava os chifres do Armando. Aí, depois que terminamos o colegial, nós nos afastamos e depois eu descobri que o Armando e o Rodrigo tavam namorando.

FÁBIA – Chocada, mana.

DANIELA – Perdi a oportunidade de fazer um ménage daqueles, mas enfim…

FÁBIA – Arrasou, mana.

As duas riem.

CENA 15: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE FÁBIA E JEAN/SALA/INT./NOITE

TRILHA SONORA: Chandelier – Sia

Fest muito bem organizada. Jean, Lucas e Rosilda dançam juntos. Mais afastados, Aurélio, Daniela e Rita conversam. Fábia conversa com um homem musculoso. Jorge saboreia discretamente os doces da mesa. Ao centro da sala, várias pessoas dançando. Tocam a campainha, Fábia se despede do homem e vai atender a porta. É Augusto.

AUGUSTO – Licença, Fábia.

FÁBIA – Nada de licença, Augusto. Você não foi convidado a entrar nessa festa, por isso dê meia volta e volte à portaria que é o seu lugar. Se bem que o seu lugar é no olho da rua mesmo, porque nem pra porteiro Ribamar você serve.

AUGUSTO – Não é isso, Fábia. Eu vim solicitar que o som fosse abaixado.

FÁBIA – A única coisa que vai ser abaixada aqui serão cuecas e calcinhas.

Augusto suspira, frustrado. Ele dá meia-volta, mas é detida por Fábia, que lhe segura pelo braço.

FÁBIA – Aonde você vai?

AUGUSTO – Vou voltar à portaria.

FÁBIA – Nada disso, você vai entrar nessa festa também e ponto.

Fábia puxa Augusto para dentro do apartamento, e fecha a porta. Imediatamente, Augusto é atraído até a mesa de doces.

AUGUSTO – Gente, tem comida, adoro!

Jorge se aproxima de Augusto. Os dois começam a comer os doces.

JORGE – Vai guardar comida na bolsa também pra levar pra casa?

AUGUSTO – Quem, eu? Claramente que não. Sou classe A+, beijos estrelados.

Um plano geral foca toda a sala. A câmera começa a focar na porta da sala, que é aberta. Foco nos pés: a pessoa que abre a porta usa uma sapatilha simples de cor preta. A câmera sobe: é Bruna. A moça olha para os lados, fecha a porta e se dirige ao centro da sala, misturando-se com os convidados. Rita percebe a presença dela e se aproxima de Jean.

RITA – Gente, aquela ali não é a Matilde de Girls in the House?

Jean olha para Rita e, consequentemente, para onde ela está olhando. Ao reconhecer Bruna, Jean fica desesperado.

JEAN – Falando em Girls in the House… é melhor abrir o guarda-chuva, Rita, porque vai chover navalha…

Aurélio se afasta de Daniela, sendo observado por Bruna ao longe. A trilha sonora chega ao seu fim, sendo substituída por uma nova.

TRILHA SONORA: Work – Rihanna ft. Drake

Bruna começa a dançar pela sala, até se aproximar de Aurélio e tropeçar propositalmente perto dele e cair nos seus braços.

AURÉLIO – Opa!

BRUNA (fingindo encantamento) – Gente… eu morri e tô no céu… tô vendo anjos…

Aurélio sorri para Bruna e a ajuda a se recompor.

AURÉLIO – Prazer, Aurélio. E você, qual sua graça? Quer dizer, qual o seu nome?

BRUNA – Bruna.

Bruna estende a mão para que Aurélio a beije, mas o rapaz simplesmente aperta a sua mão. Bruna, então, segura as duas mãos de Aurélio e começa a levá-lo para o centro da sala.

BRUNA – Vem, vamo dançar? Olha que eu não aceito não como resposta.

Aurélio e Bruna começam a dançar e conversar. Os dois são observados por Jorge, que imediatamente vai até Daniela.

JORGE – Daniela?

DANIELA (insatisfeita) – Ai meu Deus… o que você quer?

JORGE – Posso te segurar?

Até então de costas para Jorge, Daniela se vira de frente para ele, encarando-o com estranheza.

DANIELA – Você bebeu, fumou, bateu a cabeça ou o quê?

JORGE – Não, é que quando você ver, você vai cair pra trás. Olha ali quem tá com o seu irmão.

Daniela reconhece Bruna perto de Aurélio.

DANIELA – Eu não acredito…

Daniela segura o braço de Jorge.

DANIELA (irada) – Desliga o som, agora…

Jorge corre até a mesa de som e obedece ao pedido de Daniela. A trilha sonora é interrompida bruscamente. Imediatamente, todos começam a reclamar. Ainda mais irritada, Daniela atira um copo de vidro contra a multidão, que emudece.

DANIELA – O QUE ESSA RAMEIRA ESTÁ FAZENDO AQUI?

Todos se entreolham, tentando entender o que Daniela está dizendo. Ela caminha furiosa até Aurélio e Bruna. A essa altura, Fábia já reconheceu Bruna.

FÁBIA – Bruna? Mas que vagabunda!

Daniela se aproxima de Bruna, a afasta de Aurélio e lhe acerta uma forte bofetada. Assim que se recupera do golpe, Bruna encara Daniela com ódio e lhe acerta uma bofetada. Ainda mais irada, Daniela acerta duas bofetadas em Bruna e a segura pelos cabelos.

DANIELA – Eu vou contar até cinco para você sair daqui.

AURÉLIO – O que é isso, Daniela?

DANIELA – Calado, Aurélio! Um…

BRUNA – Me solta, sua vagabunda!

DANIELA – A vagabunda aqui é você! Dois…

BRUNA – Você está me machucando.

DANIELA – Era para eu ter arrancado sua pele com uma faca, sua ordinária! Três…

BRUNA – Eu não vou sair. Se tá incomodada comigo, então me tire daqui.

DANIELA – Antes, eu vou fazer isso…

Daniela segura os cabelos de Bruna com as duas mãos e começa a girar com ela. A força de Daniela é tão surpreendente que tira os pés de Bruna do chão. Aurélio e Lucas se aproximam e tentam deter Daniela. Porém, Daniela solta Bruna, que sai voando pelo quarto até cair em cima da mesa de jantar. Tonta, Daniela cai no chão, sendo amparada por Aurélio e Lucas.

Fábia e Jean se aproximam de Bruna. Com alguma dificuldade, a moça se levanta e encara os anfitriões com ódio no olhar.

JEAN – Tá esperando o quê? Vai embora!

Bruna vai até a porta e vai embora. Fábia e Jean voltam para o centro da sala. Já Aurélio se aproxima da mesa de jantar quebrada e percebe que ali caiu um colar. Deduzindo tratar-se de um colar pertencente a Bruna, ele o recupera e corre até a saída do apartamento, à procura de Bruna. A câmera acompanha Aurélio até focar Fábia no centro da sala.

FÁBIA – DJ, AUMENTA O SOM QUE A FESTA CONTINUA!

Todos comemoram e voltam a dançar.

CENA 15: PRÉDIO GLAMOUR/CORREDOR/INT./NOITE

Bruna anda pelo corredor com dificuldades, na direção de seu apartamento.

BRUNA (baixo) – Vadias…

Ao olhar para trás, Bruna vê Aurélio indo na sua direção. Imediatamente, ela se joga no chão, fingindo choro. Aurélio se aproxima, mostrando-lhe o colar.

AURÉLIO – Bruna, acho que esse colar é seu.

BRUNA (pegando o colar) – O colar do meu falecido pai… não sei o que eu faria se o perdesse…

AURÉLIO – Você quer que eu te leve em casa?

BRUNA – Não precisa, eu estou literalmente na porta de casa. Mas eu queria que você me ajudasse a entrar, porque eu estou muito machucada…

Aurélio ajuda Bruna a se levantar. Os dois entram no apartamento.

CENA 16: PRÉDIO GLAMOUR/APARTAMENTO DE BRUNA E PAULO/QUARTO DE BRUNA/INT./NOITE

Bruna está deitada na cama, coberta até a altura da cintura com um lençol. Um sorriso malicioso colore seu rosto, mas é imediatamente substituído por um choro forçado assim que Aurélio entra no quarto com uma xícara em mãos.

BRUNA – Todos aqueles malditos me odeiam…

AURÉLIO – Mas por quê? Você é tão… (olha p/Bruna) parece… parece tão simpática…

BRUNA – Eu não sei. Eu não fiz nada, mas eles me odeiam. Me perseguem…

Aurélio lhe entrega a xícara e se senta na cama, ao seu lado.

AURÉLIO – Não se preocupe, Bruna. Tudo vai ficar bem. Eu já vou, tá?

Aurélio tenta se levantar, mas Bruna o puxa pelo braço, convencendo-o a ficar.

BRUNA – Espera, Aurélio! Eu te achei tão legal… tão diferente deles… eu não queria perder contato com você…

Bruna entrega um pedaço de papel a Aurélio.

BRUNA – É o meu número. Me procura depois, tá?

Aurélio guarda o papel no bolso da calça.

AURÉLIO – Assim que puder eu te ligo. Tchau, Bruna.

BRUNA – Tchau, Aurélio…

Aurélio sai do quarto. Poucos segundos depois, ouve-se um barulho de porta fechando: Aurélio saiu do apartamento. Um sorriso colore o rosto de Bruna.

BRUNA – Otário! Tudo calculado, planejado… mas é um otário mesmo. Agora sim, a minha vingança começa!

Bruna gargalha diabolicamente.

FIM DO EPISÓDIO

Anúncios

25 thoughts on “Diva – Episódio 08

  1. Aurélio e Rita chegaram ao Brasil e os divos fizeram uma festa para eles
    Bruna pistoleira seduz Aurélio, tomara que os divos descubram e que o plano dela vá por água a baixo
    Parabéns, Flávio

    P.S. A Rita é uma homenagem a qual comentarista do blog?

    Curtido por 1 pessoa

  2. Não li os primeiros episódios de Diva,mas pelo o que eu vi,a série é bem legal!!
    A cena mais engraçada é aquela onde a Fábia se arruma e diz que está linda e parece uma Barbiezinha!Eu ri nessa parte!
    A cena mais chocante foi a da Daniela brigando com a Bruna,quando viu ela dançando juntamente com Aurélio,ela mandou pararem o som,elas acertaram bofetadas uma na outra e a Daniela puxou o cabelo da Bruna rodando até que a Bruna caiu na mesa de jantar.Nossa,a Daniela é mesmo arqui-inimiga da Bruna!
    Após ter lido esse episódio,vou ler os outros!Estão de parabéns quem criou a série!Valeu a pena mesmo ter lido!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Morta que os meninos da época de colégio de Daniela eram namorados! Não creio que Bruna conseguiu seduzir Aurélio! E a surra que Daniela deu na feiosa? Amei❤. Parabéns Flávio.

    Curtido por 1 pessoa

  4. “JEAN – Não é o único. E pode ir se preparando, você ainda vai soltar mais dessas até o fim dessa temporada.” – KKkKkkkk… 😛
    “LUCAS – Ai, Jean, por favor, nós não estamos no Girls in the House pra ter temporada aqui.” – Claramente, a segunda, terceira, quarta e quinta temporada já estão confirmadas ainda para esse ano! 😉
    “JEAN – Prazer, Aurélio. Eu sou o Jean, eu divido esse apartamento com a Fábia. Já lhe adianto que, ao contrário dela, eu sou uma pessoa boa e pura.
    FÁBIA – Tão pura quanto a água do rio Tietê.” – Apenas fatos, não é?! 😛
    KKkKkkKk… Morro com o Patrick! Ele é um bom figurante… mas cuidado com a burra. >:D 😛
    “BRUNA – A única porrada na cara que eu quero levar é aquela que—…” – Gente, eu não entendi! 😛
    “Armando e Rodrigo trocam um beijo. Em seguida, ele sai da sala, deixando Armando sozinho em cena.” – Um queixo encostado no chão? Claramente.
    “DANIELA – Perdi a oportunidade de fazer um ménage daqueles, mas enfim…” – Claramente a mais DIVA da história, após Betina, óbvio.
    “RITA – Gente, aquela ali não é a Matilde de Girls in the House?” – Gente, nada a ver!
    Mas até que elas se parecem mesmo:

    imagem de perfil de Betina (a diva) 😦 😡 😡
    “Daniela se aproxima de Bruna, a afasta de Aurélio e lhe acerta uma forte bofetada. Assim que se recupera do golpe, Bruna encara Daniela com ódio e lhe acerta uma bofetada. Ainda mais irada, Daniela acerta duas bofetadas em Bruna e a segura pelos cabelos.” “Daniela segura os cabelos de Bruna com as duas mãos e começa a girar com ela. A força de Daniela é tão surpreendente que tira os pés de Bruna do chão. Aurélio e Lucas se aproximam e tentam deter Daniela. Porém, Daniela solta Bruna, que sai voando pelo quarto até cair em cima da mesa de jantar. Tonta, Daniela cai no chão, sendo amparada por Aurélio e Lucas.” – 😮 😮 😮 ** Kkkkkk…Gente, a Betina é sem dúvidas a protagonista de uma web-série que mais já sofreu na história do blog. Coitada…** 😥
    “AURÉLIO – Mas por quê? Você é tão… (olha p/Bruna) parece… parece tão simpática…” – Gente, não entendi! 😛
    Gente, o capítulo de hoje foi surpreendente! Amei!
    Mas tenho uma reclamação: Como assim o meu personagem, Hash/Heitor, sumiu de uma hora pra outra da trama, sendo que a Betina já tinha até o mamado e tudo mais? Não consigo entender… Estou arrasado! 😥
    Parabéns, Flaviano!
    #. 😀 ❤

    Curtir

  5. Episódio ótimo. Bruna foi expulsa da festa de Fábia e ainda puxou o Aurélio para o seu lado. E morri com os falshbacks, breze.

    Só queria dar uma dica: os personagens podiam parar de rir das frases engraçadas da Fábia, fica um pouco forçado.

    Parabéns 😀

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s